Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CINEMA ANIMA NOITES EM PAREDES DE COURA

Cinema de animação nas noites de Coura

sábado | 15 agosto | Museu Regional

Centenas de motas animadas numa homenagem ao icónico design dos anos 1950 e 60, os sentimentos que vêm depois do final de uma relação, ou alguém excecional nas nossas vidas, a aldeia que não se deixa submergir no esquecimento e como brincar num jardim de couves gigantes são algumas das histórias que nos trazem as curtas metragens de animação premiadas nacional e internacionalmente e que podem ser vistas este sábado, 15 de agosto, a partir das 22h00, no Museu Regional de Paredes de Coura.

Todas com a chancela da Portuguese Short Film Agency, pelo écran do Museu Regional vão ser projetados as curtas metragens "Ride", de Paul Bush, "Amélia & Duarte", realizado por Mónica Santos e Alice Guimarães, "Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias", assinado por Regina Pessoa, "Água Mole", por Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves, e "Passeio de Domingo", de José Miguel Ribeiro.

A entrada é gratuita, limitado a 50 pessoas pela ordem de chegada e mediante as já conhecidas medidas sanitárias preconizadas pela DGS, à semelhança do filme para adultos que é projetado esta sexta-feira, 14 de agosto, também no Museu Regional: "Paterson", com assinatura de realização de Jim Jarmusch.

Bandas itinerantes percorrem as ruas

Entretanto, as bandas itinerantes voltam a percorrer as ruas centrais da vila de Paredes de Coura. Para esta sexta-feira e sábado, sempre a partir das 22h00, a animação está a cargo da banda Farratuga, de Leiria, conhecida pelo seu repertório com temas portugueses, dando-lhes sempre uma abordagem diferente e original, na área do funk.

Os Farratuga são compostos por 10 elementos. Desde 2011 que se fizeram à estrada e este ano foi marcado pela gravação do seu primeiro disco, pelo que nas noites de Coura vão dar a conhecer toda a sua versatilidade e característico som, sempre doseado por doses maciças de boa disposição e alegria.

CERVEIRA PROMOVE CINEMA AO AR LIVRE

Cerveira apresenta ‘Noites Disney – Cinema Infantil ao Ar Livre’

Todas as quintas-feiras deste mês de agosto, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira projeta, no Terreiro, quatro das películas infantis mais conhecidas internacionalmente e que fazem as delícias dos mais pequenos. Com caráter gratuito, estas sessões de cinema ao ar livre com filmes da Disney arrancam esta quinta-feira, 6 de agosto, às 21h00, com lugares sentados limitados pelas regras da Direção Geral da Saúde para espetáculos ao ar livre.

Cartaz Noites Disney.jpg

Sabemos o quanto as crianças vibram com as personagens da Disney, e os pais que o digam! Com filmes que transmitem valores como a amizade, a honestidade, a solidariedade ou o respeito pela natureza, a Disney, através das mais diversas personagens, consegue emocionar o público infantil e criar alguns compromissos para o dia a dia. Dando a oportunidade de ver ou rever alguns dos filmes mais badalados para maiores de 6 anos, num ambiente de cinema, mas ao ar livre, a autarquia cerveirense promove um programa seletivo que vai de encontro ao imaginário das crianças.

Para marcar o arranque das ‘Noites Disney – Cinema Infantil Ao Ar Livre’, esta quinta-feira, 6 de agosto, nada melhor do que uma história intemporal embalada na inesquecível banda sonora. Quem não conhece a extraordinária viagem do Simba, uma cria de leão que anseia por ser Rei, e que corre atrás do seu destino no grande "Círculo da Vida"? É a exibição d’ ‘O Rei Leão’.

Na quinta-feira seguinte, 13 de agosto, é a vez de ‘Frozen II – O Reino do Gelo’, um fenómeno mundial, no qual desta vez, Elsa, Anna, Kristoff, Olaf e Sven aventuram-se na floresta encantada e nos mares negros para lá de Arendelle, onde Elsa descobre não só a verdade sobre o seu passado, mas também uma ameaça ao seu reino.

A 20 de agosto chega a aventura de uma vida com animação espetacular, humor e emoção, com ‘Toy  Story 4’. Quando Woody, Buzz e os seus amigos se juntam a Bonnie numa viagem de carro com o seu novo projeto artesanal, estão longe de imaginar as loucas diabruras que os irão lançar numa gigante aventura repleta de novas e inesperadas personagens e um amigo de outrora.

Para encerrar esta programação cinematográfica infantil, ‘Bora Lá’, a 27 de agosto, com a história dos irmãos elfos adolescentes, Ian e Barley Lightfoot, a ter a oportunidade inesperada de embarcar numa missão extraordinária a bordo de Guinevere, a épica carrinha de Barley. Como qualquer boa missão, a sua jornada fica marcada por feitiços, mapas enigmáticos, obstáculos impossíveis e descobertas inimagináveis.

Com início agendado para as 21h00, as sessões de cinema são projetadas numa tela colocada em pleno Terreiro de Vila Nova de Cerveira, com os lugares sentados limitados às regras da DGS. Vem assistir às aventuras dos teus heróis preferidos, ao ar livre.

FAMALICENSES ASSISTEM A CINEMA GRATUITO AO AR LIVRE NO JARDIM DA CASA DE CAMILO CASTELO BRANCO

Cine-esplanada esta sexta-feira e sábado no jardim da Casa de Camilo

A comédia “A General”, realizada por Buster Keaton e Clyde Bruckman e o drama “Amarcord” de Frederico Fellini são as propostas cinematográficas que vão animar as noites de sexta-feira e sábado, 24 e 25 de julho, no jardim da Casa de Camilo Castelo Branco, em S. Miguel de Seide, Famalicão.

casa de camilo (2).jpg

A iniciativa Cine-Esplanada decorre, desde há alguns anos, beneficiando do espaço exterior da Casa do romancista de Seide, da envolvência da natureza e do ambiente camiliano.

Este ano, devido à pandemia da Covid 19, a assistência está limitada a 50 pessoas e as inscrições devem ser realizadas através do email geral@camilocastelobranco.org.

A iniciativa cine-esplanada está inserida no Anima-te, o programa de animação sócio cultural de verão de Famalicão, que inclui música, cinema, desporto, artesanato, street food e uma série de passeios e roteiros à descoberta património de Famalicão. 

ANIMA-TE : CINE-ESPLANADA

Programa

24 a 25 Julho 2020

No âmbito do proposta de Verão Anima-te, a Casa de Camilo vai promover no exterior da Casa de Camilo - Museu a projeção de filmes.

24 de Julho (22h00)

A GENERAL

Título Original: The General (EUA / 1926, 67 min)

Realização: Buster Keaton, Clyde Bruckman

Género: Comédia

Classificação: M/6 anos

Sinopse: Johnnie é apaixonado pela sua locomotiva, a General, e também pela bela Annabelle Lee. Quando a Guerra Civil Americana tem início, ele é dispensado como combatente por considerarem que seria mais útil como maquinista. Porém, Annabelle, seu irmão e o pai passam a considerá-lo um covarde, dado o facto de não ser convocado como soldado para os campos de batalha. Entretanto, a General é roubada e Annabelle raptada por espiões da União. Johnnie tem de ir em socorro das suas amadas, para as resgatar.

25 de Julho (22h00)

AMARCORD

Título Original: AMARCORD (ITA-FRA / 1973, 127 min.)

Realização: Frederico Fellini

Género: Drama, Comédia

Classificação: M/12 anos

Sinopse: Uma altiva mulher de vermelho que atrai piropos e ateia paixões. O amplo decote de uma vendedora que desperta as fantasias de um grupo de adolescentes. Um tio deficiente que se refugia numa árvore e grita ao mundo, "Quero uma mulher!". Eis alguns dos momentos e dos eventos que Federico Fellini, um grande cineasta no auge da sua carreira, evoca dos recantos da sua memória para tecer um encantador enredo.

Amarcord, que significa «eu recordo-me», é um olhar vivo e jocoso que Fellini deitou sobre alguns jovens muito parecidos com aquele que ele próprio em tempos já fora. Numa pequena aldeia italiana nos anos trinta, as hormonas dos jovens adolescentes estão a fervilhar. A família, a igreja e as amizades põem à prova o amor e a lealdade. O Fascismo não tardará a se instalar. O sexo está no ar. E a vida sonhada no cinema local serve de alicerce para a vida real.

CÂMARA DE VIZELA PROMOVE 1º CONCURSO DE CURTAS-METRAGENS VIZELA, SEGREDOS DE UM VALE

A Câmara Municipal de Vizela lança o 1º Concurso de Curtas-Metragens: Vizela, Segredos de um Vale, uma iniciativa que pretende promover e exibir projetos audiovisuais, em formato de curta-metragem. Os conteúdos multimédia finais terão como referência Vizela em pelo menos umas das suas dimensões.

Esta iniciativa vai, por um lado, ao encontro da estratégia definida no Plano Estratégico de Juventude de Vizela - Juventude em Ação, onde se objetiva a promoção de atividades que desenvolvam as competências dos jovens, e que lhes possibilite participar e interagir com a comunidade de forma criativa e contemporânea. Por outro lado, vai ao encontro da estratégia municipal de desenvolvimento de um sentido de identidade no território de Vizela, com impacto para além das fronteiras do Município.

O concurso destina-se a todas as pessoas entre os 14 e os 35 anos, residentes em Portugal, independentemente da sua nacionalidade.

O júri deste concurso é constituído por 3 elementos: uma pessoa nomeada pelo Conselho Municipal de Juventude de Vizela - António Magalhães, jovem vizelense Mestre na área audiovisual e amante da 7ª arte; uma pessoa da sociedade civil convidada pela organização - Diogo Lopes, ator profissional com uma carreira diversificada na televisão e no teatro; e em representação do Município de Vizela, Jorge Coelho, professor e consultor na área do Turismo.

Serão premiadas as três melhores curtas-metragens com os seguintes prémios: 1º prémio- 500 euros; 2º prémio- 300 euros; 3º prémio- 150 euros. Haverá lugar a atribuição de prémios de menção honrosa, caso a qualidade e a quantidade das curtas a concurso seja muito significativa.

Os interessados têm até 31 de agosto para enviar as suas curtas-metragens, e podem encontrar o formulário de inscrição e o regulamento do concurso em www.cm-vizela.pt/curtas-metragens.

Cartaz_curtas-01.jpg

FAMALICÃO EXIBE CINEMA AO AR LIVRE

As luzes apagam-se entre 8 de julho e 19 de agosto. “Variações” abre a sessão do Cinema Paraíso: “Anima-te” com cinema ao ar livre no parque da Devesa

Chegou o verão e as temperaturas já começaram a subir. As noites quentes convidam a momentos ao ar livre e o Cinema Paraíso no Parque da Devesa, em Famalicão, é uma ótima proposta cultural para estes dias. Entre 8 de julho e 19 de agosto, há muitos e bons filmes para assistir no espaço junto ao lago.

Variações abre Cinema paraíso (1).jpg

De acordo com o Cineclube de Joane, que desde 1999 organiza o Cinema Paraíso em Famalicão, com a organização “a edição do Verão de 2020 enquadra-se nas limitações que todos vivemos por estes dias, mas não quisemos abdicar de concretizar uma programação de cinema ao encontro de um público vasto e transversal, concentrando as sessões no Parque da Devesa, junto ao lago, para que possamos estabelecer distâncias seguras entre espectadores e entre grupos de espectadores”.

As sessões decorrerão nas noites de quarta-feira, com inicio às 22h00. A entrada é livre, mas é obrigatório o levantamento de ingresso duas horas antes do inicio. A abrir o programa será exibido o filme “Variações” de João Maia, já no próximo dia 8 de julho. A 15 de Julho, segue-se MR. LINK (versão portuguesa) de Chris Butler e a 22 de Julho, será exibida a película “1917 de Sam Mendes”.

Agosto começa no dia 5 com “O Meu Vizinho Totoro” de Hayao Miyazaki. A 12 de Agosto é apresentado “Mulherzinhas” de Greta Gerwig e a 19 “Parasitas” de Bong Joon Ho.

A iniciativa é promovida em parceria entre o município de Famalicão e a Casa das Artes. Realiza-se desde 1999 e, este ano, surge enquadrado no programa de verão anima-te, o programa de animação sociocultural que a autarquia preparou para os meses de verão em Famalicão.

O convite está lançado, traga pipocas, amigos e a família, mantas e almofadas e não se esqueça do agasalho para as noites mais frescas. Nesta edição, as luzes do cinema estarão enquadradas pelo prado e pelo lago que pontua o centro do Parque da Devesa.

Cinema regressa à Devesa, agora junto ao lago.jpg

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ LANÇA FILME: "JUNTOS VAMOS VENCER E SEGUIR EM FRENTE"

Com vontade e esperança de que vamos continuar a construir o futuro do concelho e do país, o Município lançou um filme sobre Arcos de Valdevez, inspirado na união da comunidade arcuense, residente e emigrante, na excelência do património natural e cultural e na força da nossa História.

frame - video - covid-martin.jpg

O filme, com cerca de um minuto e meio, exibe imagens deslumbrantes, cheias de cor e emoção, dos rios, das paisagens e das pessoas de uma terra única.

Arcos de Valdevez continua forte e com a determinação e a confiança de todos os arcuenses, vamos vencer esta pandemia e seguir em frente.

Com realização do inglês Martin Dale, o filme pode ser visualizado no site do Município em www.cmav.pt, bem como nas redes sociais do mesmo através do link https://youtu.be/m9WdXLbp89g

frame - video - covid-martin2.jpg

CINEMA E SALA DE JOGOS DO FÓRUM VIZELA ENCERRADOS

Na sequência do surto da nova estirpe de Coronavírus (COVID-19), na região norte do Pais e no seguimento das medidas decretadas pela Direção-Geral de Saúde, assim como pelo Município de Vizela, de ordem preventiva, para evitar a transmissão da doença na comunidade, o Cinema e sala de jogos do Fórum Vizela vão encerrar a partir de amanhã.

cinemavizela.jpg

A Câmara Municipal demonstrou a sua preocupação pelo encerramento do cinema em Vizela, tendo os responsáveis decidido pelo seu encerramento, demonstrando compreensão pela importância que este representa e conscientes que esta é a melhor decisão para o Concelho de Vizela.

A reversão desta decisão será reavaliada, atendendo à evolução da situação em apreço.

A Câmara Municipal apela mais uma vez a todos os Munícipes que sigam rigorosamente todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO DE CURTAS METRAGENS

Ponte de Lima - I Concurso de Curtas-Metragens para Jovens Cineastas

O Município de Ponte de Lima promove o I Concurso de Curtas-Metragens para Jovens Cineastas subordinado ao tema Caminhos: o território, as gentes e os costumes limianos.

Cartazplimacurtasmetrag.jpg

O concurso tem como objetivo a divulgação e partilha de curtas-metragens e micro vídeos que promovam e divulguem o território, as gentes e os costumes limianos, promovendo a criatividade e competências técnicas na área da Indústria do Cinema e Audiovisual.

A inscrição é gratuita e o prémio para os vencedores do concurso para cada uma das categorias, consistirá na inscrição gratuita na 3.ª edição do Curso de Extensão Universitária de Cinema – Do Pensamento à Ação, promovido pela Universidade Aberta, em colaboração com o Município de Ponte de Lima, a decorrer entre outubro de 2020 e julho de 2021 em Ponte de Lima.

As inscrições decorrem de 16 de março a 11 de setembro para professores de ensino secundário, profissional e académico; estudantes do ensino secundário, profissional e superior; animadores culturais e sociais; amadores e profissionais de cinema, vídeo e audiovisual; profissionais da área da comunicação; empreendedores e cidadãos em geral.

ARCUENSES VÃO AO CINEMA

Cinema na Casa das Artes

O mês de março, no auditório da Casa das Artes, apresenta várias propostas de cinema. Após a forte aposta da Câmara Municipal em tecnologia, o auditório da Casa das Artes revela-se um importante pilar na fixação da população, por proporcionar o acesso às últimas estreias de cinema.

BORA LÁ.jpg

Deste modo, com a aquisição de filmes efetuada pela Autarquia, no decorrer do mês podemos contar com a estreia do filme “Para além da memória”, um filme que junta o drama e o humor, em volta da vida de uma doente de Alzheimer, numa trama de sentimentos, paixões e traições; “Parasitas”, um fenómeno a nível mundial e que consiste numa sátira sobre as desigualdades sociais. O enredo da história desenvolve-se em torno de duas famílias sul-coreanas muito diferentes. O filme Gisaengchung (título original, em coreano) arrecadou quase duzentos prémios em festivais de cinema de todo o mundo, destacando-se o Globo de Ouro e o BAFTA para melhor filme estrangeiro e a Palma de Ouro, em Cannes; The Gentlemen – Senhores do Crime, é a história do expatriado americano Mickey Pearson (Matthew McConaughey), um homem que construiu um império de marijuana altamente lucrativo e, agora, tenta vendê-lo a uma dinastia de bilionários do Oklahoma, desencadeando-se conspirações, esquemas, suborno e chantagem, com a única tentativa de sabotarem o seu domínio de luxo.

Para além disso, o filme “Bora lá”, para satisfazer os desejos dos mais novos, conta a história dos elfos Ian e Barle, que vivem numa zona urbana de um mundo de fantasia e embarcam numa viagem com a esperança de descobrir se ainda existe alguns vestígios de magia e passarem algum tempo com o pai que já morreu.

Para finalizar um mês repleto de boas propostas de cinema, a estreia do “O homem invisível”, que retrata a história de uma rapariga que foge do namorado que a agride. Ao receber a notícia de que ele se suicidou, tenta reconstruir uma vida melhor, mas começa a suspeitar de que este pode não estar morto.

O HOMEM INVISÍVEL.jpg

6 e 8 março | 22h00

“Para Além da Memória”

15 março | 22h00

“Parasitas”

20 e 22 março | 22h00

“The Gentlemen – Senhores do Crime”

22 março | 15h00, 17h00

“Bora Lá”

27 e 29 março | 22h00

“O Homem invisível”

PARA ALÉM DA MEMÓRIA.jpg

PARASITAS.jpg

THE GENTLEMEN.jpg

FAMALICÃO VOLTA AO TEMPO DO CINEMA

Este sábado, dia 7 de março, e no dia 11, quarta-feira, Vila Nova de Famalicão volta a estar de olhos postos na magia da luz e do som do cinema programados pela Casa das Artes, com a segunda réplica do quarto episódio (4.2) do Close-up - Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão (www.closeup.pt).

Desde outubro de 2019, quando arrancou o quarto episódio, que o mote é o do Tempo que Passa e do Tempo do Cinema.

Nesta réplica apresentam-se quatro sessões, numa programação para o público geral e para o público escolar:

(1) uma tarde de sábado, dividida entre o medo e o terror na América, com NÓS, o sucessor de Foge de Jordan Peele (14h45), e o regresso de Francis Ford Coppola ao coração das trevas do Vietname, com a versão final cut de APOCALYPSE NOW (17h00), com introdução de Rui Catalão (ver bio em anexo).

(2) para o público escolar, o 3.º ciclo e secundário vão ser apresentados aos históricos Laurel e Hardy, BUCHA E ESTICA (10h00), enquanto que os alunos mais pequenos, dos 1.º e 2.º ciclos, vão conhecer uma das destemidas protagonistas do cinema de animação japonês, MARY E A FLOR DA FEITICEIRA, uma produção dos Studio Ponoc (14h30).

A entrada para as sessões custa 2 euros; 1 euro para portadores do Cartão Quadrilátero, e entrada livre para estudantes, seniores e associados de cineclubes.

Rui Catalão: autor dos guiões “Capacete Dourado” (real. Jorge Cramez) e “Morrer como um homem” (real. João Pedro Rodrigues), foi intérprete de “A cara que mereces”, a primeira longa-metragem de Miguel Gomes.

Começou a escrever sobre cinema aos 19 anos, no Jornal de Sintra, e colabora com o jornal Público desde 1995, onde tem escrito sobre música, literatura e cinema. Nos últimos 20 anos tem concentrado o seu trabalho no teatro: entre 2003-2007 explorou o dispositivo de cinema-ao-vivo; na última década desenvolveu uma longa série de documentários cénicos, onde cruza crónicas do quotidiano com memória e identidade geracional.

Destacam-se os solos autobiográficos “Dentro das palavras”, “Av. dos Bons Amigos”, “Canções i comentários”, “Trabalho Precário” e “Conquista de Ceuta”. Mais recentemente dirigiu um colectivo de jovens de origem africana, que interpretam as suas próprias histórias, com narrativas da guerra, da vida no subúrbio e da diáspora africana: “E agora nós”, “Adriano já não mora aqui”, “Medo a caminho” e “A Rapariga Mandjako”.

Dirigiu as peças de grupo “Jornalismo Amadorismo, Hipnotismo” e “Último Slow”, assim como “Assembleia”, onde envolve o público num debate sobre temas e histórias da comunidade onde a assembleia é programada. Adaptou para o teatro as personagens bíblicas Ester e Judite. 

Escreveu “Ingredientes do Mundo Perfeito” (sobre a obra teatral de Tiago Rodrigues) e foi o editor de “Anne Teresa De Keersmaeker em Lisboa”. Na Roménia, onde viveu em 2006-2009, dirigiu os espectáculos “Atât de Frageda”, “Follow That Summer” e “Coada Soricelului”.

FAMALICÃO: CASA DE CAMILO LANÇA NOVO PROGRAMA DE CINEMA

“Fitas de Animatógrafo em São Miguel de Seide” arranca no próximo dia 13 de março, pelas 21h30, com Rita Blanco

A Casa de Camilo, em São Miguel de Seide, vai iniciar, este mês, um novo programa de cinema intitulado “Fitas de Animatógrafo em São Miguel de Seide”, que decorrerá durante o primeiro semestre de 2020 e que será dinamizado por Manuel Sobrinho Simões, António Roma-Torres, Júlio Machado Vaz e José Manuel de Oliveira.

Centro de Estudos Camilianos (1).jpg

O objetivo do grupo dinamizador é proporcionar a reflexão e debate informal em torno da pluralidade de leituras, sentidos e verdades que o cinema suscita ao público em geral. Cada sessão contará com a presença de personalidades em evidência nos mais diversos quadrantes da vida e da cultura portuguesas, que escolhem e comentam um filme que considerem numa perspetiva especial, quer pela riqueza da sua síntese dos percursos da existência humana, quer pela qualidade estética inerente.

A primeira sessão decorre já no próximo dia 13 de março, pelas 21h30, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, em São Miguel de Seide. A dinamização estará a cargo de Manuel Sobrinho Simões, que traz como convidada a prestigiada atriz Rita Blanco.

A fita a comentar, após a respetiva exibição, será “Fátima”, do realizador João Canijo, e conta a história de um grupo de onze mulheres quem, em maio de 2016, parte de Vinhais, Trás-os-Montes, em peregrinação ao santuário de Fátima. Ao longo de nove dias e quatrocentos quilómetros, atravessam meio país em esforço e sacrifício para cumprir as suas promessas. O cansaço e o sofrimento extremos levam-nas a momentos de rutura. Revelam-se então as suas identidades e motivações mais profundas. Chegadas a Fátima, cada uma terá que reencontrar o seu próprio caminho para a redenção.

As próximas sessões de “Fitas de Animatógrafo” decorrerão a 17 de abril, 22 de maio e 5 de junho, e contarão, respetivamente, com as presenças de António Roma-Torres, de Francisco José Viegas e de Laborinho Lúcio.

A entrada é livre, devendo, porém, efetuar-se a reserva de bilhetes através do número de telefone 252309750 ou do endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org

Manuel Sobrinho Rodrigues Simões é médico, professor e investigador na área de Bioquímica da Universidade do Porto. António Roma-Torres é também médico, mas da especialidade da psiquiatria, sendo diretor da Clínica de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar São João (Porto). Exerceu a função de crítico de cinema em jornais e revista e é autor de vários livros. Por sua vez. Júlio Machado Vaz doutorou-se em Psicologia Médica e foi professor auxiliar do Departamento de Ciências do Comportamento do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto. Participou em diversos programas de rádio e televisão. Por fim, José Manuel Oliveira é o diretor da Casa de Camilo e Centro de Estudos Camilianos.

FOLHETIM "TERRA FRIA" RETRATOU A VIDA DAS GENTES DO BARROSO

Terra Fria – Ferreira de Castro

TerraFria.jpg

Ferreira de Castro era um homem que gostava de conhecer o ser humano em todas as suas vicissitudes, um estudioso das questões sociais, utilizando as suas observações para a realização da maioria dos seus livros.

“Terra Fria” é um dos romances onde ele aplica o fruto das suas longas observações, traçando-nos um retracto da vida do povo do nordeste transmontano, evidenciando o sofrimento, a luta quotidiana e o modo de vida quase medieval que se fazia sentir nos início dos anos 30 do século passado.

E, para mim, é aqui que reside a principal beleza deste romance. Escrito em 1934, Ferreira de Castro pretendeu transmitir a imagem da vida nessa região. Hoje em dia, 80 anos depois, esse cenário desapareceu ou poucos vestígios existem, pelo que é nas páginas de “Terra Fria” que descobrimos esse passado e que faz deste livro uma espécie de romance histórico.

Aldeia de Padornelos, Montalegre. Leonardo luta dia a dia pelo sustento da sua família. Ele a mulher, ainda sem filhos, procura em trabalhos esporádicos e principalmente no contrabando, ganhar algum dinheiro enquanto sonha em se estabelecer por conta própria com uma venda (espécie de mercearia que ainda conheci no Alentejo nos anos 80).

É neste contexto que Ferreira de Castro nos descreve a actividade do contrabando, tão em voga nessa altura. Mas o autor vai mais longe.

Volta a Padornelos um homem que havia estado emigrado nos Estados Unidos e, como era apanágio, fica conhecido pelo “americano”. Depressa dá mostras da sua riqueza que o leva a ser considerado um dos homens mais importantes e influentes da aldeia e é ele que dá origem ao drama que irá assolar a aldeia.

É um romance que nos faz sentir uma constante solidão. Somos assaltados por imagens de uma terra desoladora, fria, onde a pobreza é a única condição conhecida e onde o rico julga ter todo o poder sobre o pobre. A meu ver, Ferreira de Castro para além de evidenciar a pobreza do Portugal profundo, nesse caso em Trás-os-Monte, lança aqui uma crítica feroz ao abuso de poder do regime caracterizado no “americano” e a sua forma de agir.

Fonte: https://nlivros.blogspot.com/

CENAS PREPARADAS NO BARROSO, PARA ILUSTRAÇÃO DO FOLHETIM TERRA FRIA.

SEC-AG-0395K.jpg

SEC-AG-0396K.jpg

SEC-AG-0397K.jpg

SEC-AG-0398K.jpg

SEC-AG-0399K.jpg

SEC-AG-0400K.jpg

SEC-AG-0402K.jpg

SEC-AG-0403K.jpg

SEC-AG-0404K.jpg

SEC-AG-0405K.jpg

SEC-AG-0406K.jpg

SEC-AG-0408K.jpg

SEC-AG-0409K.jpg

SEC-AG-0410K.jpg

SEC-AG-0411K.jpg

SEC-AG-0412K.jpg

SEC-AG-0413K.jpg

SEC-AG-0414K.jpg

SEC-AG-0416K.jpg

SEC-AG-0418K.jpg

SEC-AG-0419K.jpg

SEC-AG-0420K.jpg

SEC-AG-0422K.jpg

SEC-AG-0424K.jpg

SEC-AG-0425K.jpg

SEC-AG-0426K.jpg

SEC-AG-0427K.jpg

SEC-AG-0428K.jpg

SEC-AG-0429K.jpg

SEC-AG-0430K.jpg

Fonte: ANTT

ESPOSENDE DESFILA NO CARNAVAL A SENSIBILIZAR PARA O AMBIENTE

Desfile de Carnaval promove sensibilização ambiental sob o tema do cinema

As ruas da cidade de Esposende encheram-se, esta manhã, de cor e animação, com o Desfile de Carnaval Fantasia Ambiente, do Município de Esposende, que se realiza há 21 anos consecutivos.

_DSC0889.JPG

Este ano, a temática era o cinema, que proporcionou várias abordagens, como a recriação de figuras, filmes ou motivos relacionados com a sétima arte. Como habitualmente, a temática ambiental está sempre presente neste evento, pelo que também houve lugar à sensibilização neste desfile marcado pela criatividade e no qual participaram cerca de 800 figurantes, entre crianças, idosos, professores, auxiliares da ação educativa e utentes de 17 escolas e IPSS’s do concelho.

A forte adesão reflete o acolhimento positivo que esta atividade, desenvolvida pela empresa municipal Esposende Ambiente, tem vindo a manter, ano após ano, e que visa sensibilizar a comunidade em geral para as inúmeras possibilidades de reutilização e reciclagem dos resíduos domésticos, incentivando à separação seletiva e à deposição voluntária dos resíduos nos ecopontos. Associadas a esta iniciativa estão igualmente as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, que o Município e a empresa municipal se propuseram cumprir.

O cortejo partiu do Largo dos Bombeiros e terminou no parque em frente às Piscinas Foz do Cávado, depois de percorrer as ruas centrais da cidade, num clima de grande animação, sob o olhar atento de centenas de pessoas.

Durante o período de interrupção letiva do Carnaval, nos dias 24 e 26 de fevereiro, a Esposende Ambiente leva a efeito as Oficinas de Férias do Carnaval, no Centro de Educação Ambiental, onde serão realizadas diversas atividades de natureza ambiental e lúdica, destinadas a crianças dos 4 aos 12 anos e aos utentes das IPSS’s.

_DSC0990.JPG

_DSC1266.JPG

_DSC1323.JPG

RICHARD ZIMLER EM DESTAQUE NO PRÓXIMO “UMA CONVERSA, UM LIVRO E ÀS VEZES UM FILME” EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Sessão terá lugar no dia 29 de fevereiro, pelas 15H00, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora

 “Os dez espelhos de Benjamin Zarco”, de Richard Zimler é o destaque do próximo “Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme”. Esta sessão terá lugar no dia 29 de fevereiro, pelas 15H00, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora. A conversa será seguida pelo documentário “Noite e Nevoeiro”, de Alain Resnais.

photo by Lara Jacinto -.jpg

“Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme” continua a trazer ao concelho nomes sonantes do mundo literário. Richard Zimler, conhecido do grande público e dos Caminhenses, dispensa apresentações. RichardZimler, o escritor nova iorquino que trocou os EUA por Portugal, vive no Porto desde 1990, onde foi professor de jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Nos últimos 23 anos, publicou 11 romances, uma coletânea de contos e cinco livros infantis, que depressa entraram nas listas de bestsellers de vários países (Portugal, Brasil, EUA, Inglaterra, Itália, etc).

Vários dos seus livros fazem parte do Plano Nacional de Leitura, com destaque para“Dança Quando Chegares ao Fim”, “Se Eu Fosse” e “O Cão que Comia a Chuva”.Zimler já ganhou diversos prémios: NationalEndowmentoftheArtsFellowship in Fiction (EUA) em 1994; Prémio Herodotus (EUA) para o melhor romance histórico em 1998; prémio literário Alberto Benveniste 2009; prémio Marquês de Ouro, entre outros. Já proferiu mais de 500 conferências sobre a sua escrita e a cultura judaica, em escolas, museus, bibliotecas, livrarias, sinagogas e auditórios públicos em mais do que 15 países, incluindo os EUA, Inglaterra, Austrália, Portugal, França e Brasil. Em 2009, Zimler escreveu o guião para O Espelho Lento, uma curta-metragem baseada num dos seus contos. O filme foi realizado no verão de 2009 pela realizadora sueca-portuguesa SolveigNordlund e venceu o prémio de melhor filme dramático no Festival de Curtas-Metragens de Nova Iorque, em maio de 2010.

Quanto ao livro “Os dez espelhos de Benjamin Zarco” na sinopse lê-se: “Benjamin Zarco e o seu primo Shelly foram os únicos membros da família a escapar ao Holocausto. Cada um à sua maneira, ambos carregam o fardo de ter sobrevivido a todos os outros. Benjamin recusa-se a falar do passado, procurando as respostas na cabala, que estuda com avidez, em busca daquilo a que chama os fios invisíveis que tudo ligam. E Shelly refugia-se numa hipersexualidade, seu único subterfúgio para calar os fantasmas que o atormentam.Construído como um mosaico e dividido em seis peças, Os dez espelhos de Benjamin Zarco entretecem-se entre 1944, com a história de EwaArmbruster, professora de piano cristã que arrisca a vida para esconder Benni em sua casa, e 2018, com o testemunho do filho de Benjamin acerca do manuscrito de Berequias Zarco, herança do pai, talvez a chave para compreender a razão por que Benjamin e Shelly se salvaram e o vínculo único que os une.Um romance profundamente comovente e redentor, com personagens inesquecíveis. Uma ode à solidariedade, ao heroísmo e ao tipo de amor capaz de ultrapassar todas as barreiras, temporais e geográficas”.

A conversa será seguida de “Noite e Nevoeiro”, de Alain Resnais. Sobre o documentário, Edgardo Cozarinskyescreveu: “é o único filme justo sobre o grande horror do século XX: menos o extermínio de um povo do que o programa e administração postos em funcionamento para o executar. Também uma meditação sobre o esquecimento natural e o trabalho da memória”.

Esta iniciativa é organizada pelos Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha e pela Câmara Municipal de Caminha.

É de referir que os Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha (RBC) tornam-se leitores inscritos nas bibliotecas do concelho de Caminha. O estatuto de Amigo da RBC é formalizado através do preenchimento de um formulário, (com os dados biográficos essenciais e contactos) e da oferta de um livro que reverterá para a coleção da Biblioteca Municipal. A participação no grupo de Amigos da RBC é voluntária, exclui qualquer compensação e cessará no momento em que o Amigo assim o desejar. Através da sua ação, os Amigos RBC pretendem contribuir, de modo particular, para o desenvolvimento das competências e serviços das mesmas e, genericamente, para o progresso cultural da comunidade que estas servem.

HÁ CINEMA GRATUITO PARA CRIANÇAS NO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING!

Para quem procura um programa em família divertido, o Estação Viana Shopping tem o plano ideal! Aos domingos pelas 11h00, de 2 a 23 de fevereiro, não pode perder as sessões de cinema infantil gratuito que prometem aventuras surpreendentes!

94af6d29a79a084dd31f8d0938d209ba.jpg

Para começar o mês de fevereiro em grande, no dia 2 e 9 de fevereiro, “Os Sete Anões e os Sapatos Mágicos” proporcionam uma viagem pelo conhecido conto de fadas da Branca de Neve. Já nos dias 16 e 23 de fevereiro, é a vez de “A Família Addamsfazer a delícia de miúdos e graúdos com os dramas arrepiantes da sua misteriosa mansão.

As sessões de cinema infantil gratuito aos domingos fazem parte de uma iniciativa que decorre ao longo de todo o ano no Estação Viana Shopping. Assente numa oferta diversificada e bastante atual, todos os meses vão ser exibidos novos filmes, garantindo animação regular e contínua ao longo de todo o ano.

Para aproveitar estas ofertas, os interessados deverão aceder ao site do Centro, disponível em https://www.estacaoviana.pt/promotions, e criar o seu registo. A promoção é limitada ao número de lugares por sessão e sala, não acumulável com outras promoções em vigor, e cada utilizador registado pode fazer o download até um máximo de quatro cupões.

Programação

2 e 9 de fevereiro – Os Sete Anões e os Sapatos Mágicos

Inspirado no conhecido conto de fadas da Branca de Neve, esta versão revela a história modernizada da Branca de Neve que, ao encontrar uns sapatos vermelhos, é colocada na mira de um grupo de príncipes. Fruto de um poderoso feitiço, os príncipes transformam-se em anões, contudo, a maldade tem uma solução: um beijo da mulher mais bonita do Mundo. Serão eles capazes de desfazer este feitiço?

16 e 23 de fevereiro: A Família Addams

Uma comédia de animação inspirada na BD desenhada por Charles Addams, que conta a história de uma família diferente que vive numa decrépita mansão no topo de uma colina nebulosa e cinzenta. Desta família fazem parte Morticia, Gomez, Wednesday, o tio Fester, a avó e o pequeno Pugsley que vivem dramas arrepiantes, mas sempre com muita animação.

Sobre o Estação Viana Shopping

Inaugurado em 2003, o Estação Viana Shopping é a superfície comercial de referência na cidade de Viana do Castelo e na região Minho litoral. Com 92 lojas, distribuídas por três pisos, tem cerca de 19.182 m2 de Área Bruta Locável (ABL). A arquitetura do Centro é única, com a linha do comboio a atravessá-lo. A par com as lojas de roupa, acessórios, sapatarias, decoração, telecomunicações e serviços os visitantes podem usufruir da zona de restauração e dos mais de 600 lugares de estacionamento. O Estação Viana Shopping oferece ainda aos visitantes uma esplanada panorâmica e o vianamini, um espaço infantil gratuito, inspirado na temática dos comboios e destinado a crianças entre os 2 e os 9 anos de idade.

A par da experiência única de compras e de lazer que oferece aos seus clientes, o Estação Viana Shopping assume a responsabilidade de dar um contributo positivo para um mundo mais sustentável, trabalhando ativamente para um desempenho excecional nas áreas ambiental e social. Todas as iniciativas e novidades sobre o Centro podem ser consultadas no site www.estacaoviana.pt e na página de Facebook disponível em www.facebook.com/estacao.viana.

d9ca3a75c7fba8cbcafadc45de2fd485.jpg