Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CINEMA E SALA DE JOGOS DO FÓRUM VIZELA ENCERRADOS

Na sequência do surto da nova estirpe de Coronavírus (COVID-19), na região norte do Pais e no seguimento das medidas decretadas pela Direção-Geral de Saúde, assim como pelo Município de Vizela, de ordem preventiva, para evitar a transmissão da doença na comunidade, o Cinema e sala de jogos do Fórum Vizela vão encerrar a partir de amanhã.

cinemavizela.jpg

A Câmara Municipal demonstrou a sua preocupação pelo encerramento do cinema em Vizela, tendo os responsáveis decidido pelo seu encerramento, demonstrando compreensão pela importância que este representa e conscientes que esta é a melhor decisão para o Concelho de Vizela.

A reversão desta decisão será reavaliada, atendendo à evolução da situação em apreço.

A Câmara Municipal apela mais uma vez a todos os Munícipes que sigam rigorosamente todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde.

PONTE DE LIMA REALIZA CONCURSO DE CURTAS METRAGENS

Ponte de Lima - I Concurso de Curtas-Metragens para Jovens Cineastas

O Município de Ponte de Lima promove o I Concurso de Curtas-Metragens para Jovens Cineastas subordinado ao tema Caminhos: o território, as gentes e os costumes limianos.

Cartazplimacurtasmetrag.jpg

O concurso tem como objetivo a divulgação e partilha de curtas-metragens e micro vídeos que promovam e divulguem o território, as gentes e os costumes limianos, promovendo a criatividade e competências técnicas na área da Indústria do Cinema e Audiovisual.

A inscrição é gratuita e o prémio para os vencedores do concurso para cada uma das categorias, consistirá na inscrição gratuita na 3.ª edição do Curso de Extensão Universitária de Cinema – Do Pensamento à Ação, promovido pela Universidade Aberta, em colaboração com o Município de Ponte de Lima, a decorrer entre outubro de 2020 e julho de 2021 em Ponte de Lima.

As inscrições decorrem de 16 de março a 11 de setembro para professores de ensino secundário, profissional e académico; estudantes do ensino secundário, profissional e superior; animadores culturais e sociais; amadores e profissionais de cinema, vídeo e audiovisual; profissionais da área da comunicação; empreendedores e cidadãos em geral.

ARCUENSES VÃO AO CINEMA

Cinema na Casa das Artes

O mês de março, no auditório da Casa das Artes, apresenta várias propostas de cinema. Após a forte aposta da Câmara Municipal em tecnologia, o auditório da Casa das Artes revela-se um importante pilar na fixação da população, por proporcionar o acesso às últimas estreias de cinema.

BORA LÁ.jpg

Deste modo, com a aquisição de filmes efetuada pela Autarquia, no decorrer do mês podemos contar com a estreia do filme “Para além da memória”, um filme que junta o drama e o humor, em volta da vida de uma doente de Alzheimer, numa trama de sentimentos, paixões e traições; “Parasitas”, um fenómeno a nível mundial e que consiste numa sátira sobre as desigualdades sociais. O enredo da história desenvolve-se em torno de duas famílias sul-coreanas muito diferentes. O filme Gisaengchung (título original, em coreano) arrecadou quase duzentos prémios em festivais de cinema de todo o mundo, destacando-se o Globo de Ouro e o BAFTA para melhor filme estrangeiro e a Palma de Ouro, em Cannes; The Gentlemen – Senhores do Crime, é a história do expatriado americano Mickey Pearson (Matthew McConaughey), um homem que construiu um império de marijuana altamente lucrativo e, agora, tenta vendê-lo a uma dinastia de bilionários do Oklahoma, desencadeando-se conspirações, esquemas, suborno e chantagem, com a única tentativa de sabotarem o seu domínio de luxo.

Para além disso, o filme “Bora lá”, para satisfazer os desejos dos mais novos, conta a história dos elfos Ian e Barle, que vivem numa zona urbana de um mundo de fantasia e embarcam numa viagem com a esperança de descobrir se ainda existe alguns vestígios de magia e passarem algum tempo com o pai que já morreu.

Para finalizar um mês repleto de boas propostas de cinema, a estreia do “O homem invisível”, que retrata a história de uma rapariga que foge do namorado que a agride. Ao receber a notícia de que ele se suicidou, tenta reconstruir uma vida melhor, mas começa a suspeitar de que este pode não estar morto.

O HOMEM INVISÍVEL.jpg

6 e 8 março | 22h00

“Para Além da Memória”

15 março | 22h00

“Parasitas”

20 e 22 março | 22h00

“The Gentlemen – Senhores do Crime”

22 março | 15h00, 17h00

“Bora Lá”

27 e 29 março | 22h00

“O Homem invisível”

PARA ALÉM DA MEMÓRIA.jpg

PARASITAS.jpg

THE GENTLEMEN.jpg

FAMALICÃO VOLTA AO TEMPO DO CINEMA

Este sábado, dia 7 de março, e no dia 11, quarta-feira, Vila Nova de Famalicão volta a estar de olhos postos na magia da luz e do som do cinema programados pela Casa das Artes, com a segunda réplica do quarto episódio (4.2) do Close-up - Observatório de Cinema de Vila Nova de Famalicão (www.closeup.pt).

Desde outubro de 2019, quando arrancou o quarto episódio, que o mote é o do Tempo que Passa e do Tempo do Cinema.

Nesta réplica apresentam-se quatro sessões, numa programação para o público geral e para o público escolar:

(1) uma tarde de sábado, dividida entre o medo e o terror na América, com NÓS, o sucessor de Foge de Jordan Peele (14h45), e o regresso de Francis Ford Coppola ao coração das trevas do Vietname, com a versão final cut de APOCALYPSE NOW (17h00), com introdução de Rui Catalão (ver bio em anexo).

(2) para o público escolar, o 3.º ciclo e secundário vão ser apresentados aos históricos Laurel e Hardy, BUCHA E ESTICA (10h00), enquanto que os alunos mais pequenos, dos 1.º e 2.º ciclos, vão conhecer uma das destemidas protagonistas do cinema de animação japonês, MARY E A FLOR DA FEITICEIRA, uma produção dos Studio Ponoc (14h30).

A entrada para as sessões custa 2 euros; 1 euro para portadores do Cartão Quadrilátero, e entrada livre para estudantes, seniores e associados de cineclubes.

Rui Catalão: autor dos guiões “Capacete Dourado” (real. Jorge Cramez) e “Morrer como um homem” (real. João Pedro Rodrigues), foi intérprete de “A cara que mereces”, a primeira longa-metragem de Miguel Gomes.

Começou a escrever sobre cinema aos 19 anos, no Jornal de Sintra, e colabora com o jornal Público desde 1995, onde tem escrito sobre música, literatura e cinema. Nos últimos 20 anos tem concentrado o seu trabalho no teatro: entre 2003-2007 explorou o dispositivo de cinema-ao-vivo; na última década desenvolveu uma longa série de documentários cénicos, onde cruza crónicas do quotidiano com memória e identidade geracional.

Destacam-se os solos autobiográficos “Dentro das palavras”, “Av. dos Bons Amigos”, “Canções i comentários”, “Trabalho Precário” e “Conquista de Ceuta”. Mais recentemente dirigiu um colectivo de jovens de origem africana, que interpretam as suas próprias histórias, com narrativas da guerra, da vida no subúrbio e da diáspora africana: “E agora nós”, “Adriano já não mora aqui”, “Medo a caminho” e “A Rapariga Mandjako”.

Dirigiu as peças de grupo “Jornalismo Amadorismo, Hipnotismo” e “Último Slow”, assim como “Assembleia”, onde envolve o público num debate sobre temas e histórias da comunidade onde a assembleia é programada. Adaptou para o teatro as personagens bíblicas Ester e Judite. 

Escreveu “Ingredientes do Mundo Perfeito” (sobre a obra teatral de Tiago Rodrigues) e foi o editor de “Anne Teresa De Keersmaeker em Lisboa”. Na Roménia, onde viveu em 2006-2009, dirigiu os espectáculos “Atât de Frageda”, “Follow That Summer” e “Coada Soricelului”.

FAMALICÃO: CASA DE CAMILO LANÇA NOVO PROGRAMA DE CINEMA

“Fitas de Animatógrafo em São Miguel de Seide” arranca no próximo dia 13 de março, pelas 21h30, com Rita Blanco

A Casa de Camilo, em São Miguel de Seide, vai iniciar, este mês, um novo programa de cinema intitulado “Fitas de Animatógrafo em São Miguel de Seide”, que decorrerá durante o primeiro semestre de 2020 e que será dinamizado por Manuel Sobrinho Simões, António Roma-Torres, Júlio Machado Vaz e José Manuel de Oliveira.

Centro de Estudos Camilianos (1).jpg

O objetivo do grupo dinamizador é proporcionar a reflexão e debate informal em torno da pluralidade de leituras, sentidos e verdades que o cinema suscita ao público em geral. Cada sessão contará com a presença de personalidades em evidência nos mais diversos quadrantes da vida e da cultura portuguesas, que escolhem e comentam um filme que considerem numa perspetiva especial, quer pela riqueza da sua síntese dos percursos da existência humana, quer pela qualidade estética inerente.

A primeira sessão decorre já no próximo dia 13 de março, pelas 21h30, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, em São Miguel de Seide. A dinamização estará a cargo de Manuel Sobrinho Simões, que traz como convidada a prestigiada atriz Rita Blanco.

A fita a comentar, após a respetiva exibição, será “Fátima”, do realizador João Canijo, e conta a história de um grupo de onze mulheres quem, em maio de 2016, parte de Vinhais, Trás-os-Montes, em peregrinação ao santuário de Fátima. Ao longo de nove dias e quatrocentos quilómetros, atravessam meio país em esforço e sacrifício para cumprir as suas promessas. O cansaço e o sofrimento extremos levam-nas a momentos de rutura. Revelam-se então as suas identidades e motivações mais profundas. Chegadas a Fátima, cada uma terá que reencontrar o seu próprio caminho para a redenção.

As próximas sessões de “Fitas de Animatógrafo” decorrerão a 17 de abril, 22 de maio e 5 de junho, e contarão, respetivamente, com as presenças de António Roma-Torres, de Francisco José Viegas e de Laborinho Lúcio.

A entrada é livre, devendo, porém, efetuar-se a reserva de bilhetes através do número de telefone 252309750 ou do endereço eletrónico geral@camilocastelobranco.org

Manuel Sobrinho Rodrigues Simões é médico, professor e investigador na área de Bioquímica da Universidade do Porto. António Roma-Torres é também médico, mas da especialidade da psiquiatria, sendo diretor da Clínica de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar São João (Porto). Exerceu a função de crítico de cinema em jornais e revista e é autor de vários livros. Por sua vez. Júlio Machado Vaz doutorou-se em Psicologia Médica e foi professor auxiliar do Departamento de Ciências do Comportamento do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto. Participou em diversos programas de rádio e televisão. Por fim, José Manuel Oliveira é o diretor da Casa de Camilo e Centro de Estudos Camilianos.

FOLHETIM "TERRA FRIA" RETRATOU A VIDA DAS GENTES DO BARROSO

Terra Fria – Ferreira de Castro

TerraFria.jpg

Ferreira de Castro era um homem que gostava de conhecer o ser humano em todas as suas vicissitudes, um estudioso das questões sociais, utilizando as suas observações para a realização da maioria dos seus livros.

“Terra Fria” é um dos romances onde ele aplica o fruto das suas longas observações, traçando-nos um retracto da vida do povo do nordeste transmontano, evidenciando o sofrimento, a luta quotidiana e o modo de vida quase medieval que se fazia sentir nos início dos anos 30 do século passado.

E, para mim, é aqui que reside a principal beleza deste romance. Escrito em 1934, Ferreira de Castro pretendeu transmitir a imagem da vida nessa região. Hoje em dia, 80 anos depois, esse cenário desapareceu ou poucos vestígios existem, pelo que é nas páginas de “Terra Fria” que descobrimos esse passado e que faz deste livro uma espécie de romance histórico.

Aldeia de Padornelos, Montalegre. Leonardo luta dia a dia pelo sustento da sua família. Ele a mulher, ainda sem filhos, procura em trabalhos esporádicos e principalmente no contrabando, ganhar algum dinheiro enquanto sonha em se estabelecer por conta própria com uma venda (espécie de mercearia que ainda conheci no Alentejo nos anos 80).

É neste contexto que Ferreira de Castro nos descreve a actividade do contrabando, tão em voga nessa altura. Mas o autor vai mais longe.

Volta a Padornelos um homem que havia estado emigrado nos Estados Unidos e, como era apanágio, fica conhecido pelo “americano”. Depressa dá mostras da sua riqueza que o leva a ser considerado um dos homens mais importantes e influentes da aldeia e é ele que dá origem ao drama que irá assolar a aldeia.

É um romance que nos faz sentir uma constante solidão. Somos assaltados por imagens de uma terra desoladora, fria, onde a pobreza é a única condição conhecida e onde o rico julga ter todo o poder sobre o pobre. A meu ver, Ferreira de Castro para além de evidenciar a pobreza do Portugal profundo, nesse caso em Trás-os-Monte, lança aqui uma crítica feroz ao abuso de poder do regime caracterizado no “americano” e a sua forma de agir.

Fonte: https://nlivros.blogspot.com/

CENAS PREPARADAS NO BARROSO, PARA ILUSTRAÇÃO DO FOLHETIM TERRA FRIA.

SEC-AG-0395K.jpg

SEC-AG-0396K.jpg

SEC-AG-0397K.jpg

SEC-AG-0398K.jpg

SEC-AG-0399K.jpg

SEC-AG-0400K.jpg

SEC-AG-0402K.jpg

SEC-AG-0403K.jpg

SEC-AG-0404K.jpg

SEC-AG-0405K.jpg

SEC-AG-0406K.jpg

SEC-AG-0408K.jpg

SEC-AG-0409K.jpg

SEC-AG-0410K.jpg

SEC-AG-0411K.jpg

SEC-AG-0412K.jpg

SEC-AG-0413K.jpg

SEC-AG-0414K.jpg

SEC-AG-0416K.jpg

SEC-AG-0418K.jpg

SEC-AG-0419K.jpg

SEC-AG-0420K.jpg

SEC-AG-0422K.jpg

SEC-AG-0424K.jpg

SEC-AG-0425K.jpg

SEC-AG-0426K.jpg

SEC-AG-0427K.jpg

SEC-AG-0428K.jpg

SEC-AG-0429K.jpg

SEC-AG-0430K.jpg

Fonte: ANTT

ESPOSENDE DESFILA NO CARNAVAL A SENSIBILIZAR PARA O AMBIENTE

Desfile de Carnaval promove sensibilização ambiental sob o tema do cinema

As ruas da cidade de Esposende encheram-se, esta manhã, de cor e animação, com o Desfile de Carnaval Fantasia Ambiente, do Município de Esposende, que se realiza há 21 anos consecutivos.

_DSC0889.JPG

Este ano, a temática era o cinema, que proporcionou várias abordagens, como a recriação de figuras, filmes ou motivos relacionados com a sétima arte. Como habitualmente, a temática ambiental está sempre presente neste evento, pelo que também houve lugar à sensibilização neste desfile marcado pela criatividade e no qual participaram cerca de 800 figurantes, entre crianças, idosos, professores, auxiliares da ação educativa e utentes de 17 escolas e IPSS’s do concelho.

A forte adesão reflete o acolhimento positivo que esta atividade, desenvolvida pela empresa municipal Esposende Ambiente, tem vindo a manter, ano após ano, e que visa sensibilizar a comunidade em geral para as inúmeras possibilidades de reutilização e reciclagem dos resíduos domésticos, incentivando à separação seletiva e à deposição voluntária dos resíduos nos ecopontos. Associadas a esta iniciativa estão igualmente as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, que o Município e a empresa municipal se propuseram cumprir.

O cortejo partiu do Largo dos Bombeiros e terminou no parque em frente às Piscinas Foz do Cávado, depois de percorrer as ruas centrais da cidade, num clima de grande animação, sob o olhar atento de centenas de pessoas.

Durante o período de interrupção letiva do Carnaval, nos dias 24 e 26 de fevereiro, a Esposende Ambiente leva a efeito as Oficinas de Férias do Carnaval, no Centro de Educação Ambiental, onde serão realizadas diversas atividades de natureza ambiental e lúdica, destinadas a crianças dos 4 aos 12 anos e aos utentes das IPSS’s.

_DSC0990.JPG

_DSC1266.JPG

_DSC1323.JPG

RICHARD ZIMLER EM DESTAQUE NO PRÓXIMO “UMA CONVERSA, UM LIVRO E ÀS VEZES UM FILME” EM VILA PRAIA DE ÂNCORA

Sessão terá lugar no dia 29 de fevereiro, pelas 15H00, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora

 “Os dez espelhos de Benjamin Zarco”, de Richard Zimler é o destaque do próximo “Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme”. Esta sessão terá lugar no dia 29 de fevereiro, pelas 15H00, no Cineteatro dos Bombeiros de Vila Praia de Âncora. A conversa será seguida pelo documentário “Noite e Nevoeiro”, de Alain Resnais.

photo by Lara Jacinto -.jpg

“Uma Conversa, um Livro e às vezes um Filme” continua a trazer ao concelho nomes sonantes do mundo literário. Richard Zimler, conhecido do grande público e dos Caminhenses, dispensa apresentações. RichardZimler, o escritor nova iorquino que trocou os EUA por Portugal, vive no Porto desde 1990, onde foi professor de jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Nos últimos 23 anos, publicou 11 romances, uma coletânea de contos e cinco livros infantis, que depressa entraram nas listas de bestsellers de vários países (Portugal, Brasil, EUA, Inglaterra, Itália, etc).

Vários dos seus livros fazem parte do Plano Nacional de Leitura, com destaque para“Dança Quando Chegares ao Fim”, “Se Eu Fosse” e “O Cão que Comia a Chuva”.Zimler já ganhou diversos prémios: NationalEndowmentoftheArtsFellowship in Fiction (EUA) em 1994; Prémio Herodotus (EUA) para o melhor romance histórico em 1998; prémio literário Alberto Benveniste 2009; prémio Marquês de Ouro, entre outros. Já proferiu mais de 500 conferências sobre a sua escrita e a cultura judaica, em escolas, museus, bibliotecas, livrarias, sinagogas e auditórios públicos em mais do que 15 países, incluindo os EUA, Inglaterra, Austrália, Portugal, França e Brasil. Em 2009, Zimler escreveu o guião para O Espelho Lento, uma curta-metragem baseada num dos seus contos. O filme foi realizado no verão de 2009 pela realizadora sueca-portuguesa SolveigNordlund e venceu o prémio de melhor filme dramático no Festival de Curtas-Metragens de Nova Iorque, em maio de 2010.

Quanto ao livro “Os dez espelhos de Benjamin Zarco” na sinopse lê-se: “Benjamin Zarco e o seu primo Shelly foram os únicos membros da família a escapar ao Holocausto. Cada um à sua maneira, ambos carregam o fardo de ter sobrevivido a todos os outros. Benjamin recusa-se a falar do passado, procurando as respostas na cabala, que estuda com avidez, em busca daquilo a que chama os fios invisíveis que tudo ligam. E Shelly refugia-se numa hipersexualidade, seu único subterfúgio para calar os fantasmas que o atormentam.Construído como um mosaico e dividido em seis peças, Os dez espelhos de Benjamin Zarco entretecem-se entre 1944, com a história de EwaArmbruster, professora de piano cristã que arrisca a vida para esconder Benni em sua casa, e 2018, com o testemunho do filho de Benjamin acerca do manuscrito de Berequias Zarco, herança do pai, talvez a chave para compreender a razão por que Benjamin e Shelly se salvaram e o vínculo único que os une.Um romance profundamente comovente e redentor, com personagens inesquecíveis. Uma ode à solidariedade, ao heroísmo e ao tipo de amor capaz de ultrapassar todas as barreiras, temporais e geográficas”.

A conversa será seguida de “Noite e Nevoeiro”, de Alain Resnais. Sobre o documentário, Edgardo Cozarinskyescreveu: “é o único filme justo sobre o grande horror do século XX: menos o extermínio de um povo do que o programa e administração postos em funcionamento para o executar. Também uma meditação sobre o esquecimento natural e o trabalho da memória”.

Esta iniciativa é organizada pelos Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha e pela Câmara Municipal de Caminha.

É de referir que os Amigos da Rede de Bibliotecas de Caminha (RBC) tornam-se leitores inscritos nas bibliotecas do concelho de Caminha. O estatuto de Amigo da RBC é formalizado através do preenchimento de um formulário, (com os dados biográficos essenciais e contactos) e da oferta de um livro que reverterá para a coleção da Biblioteca Municipal. A participação no grupo de Amigos da RBC é voluntária, exclui qualquer compensação e cessará no momento em que o Amigo assim o desejar. Através da sua ação, os Amigos RBC pretendem contribuir, de modo particular, para o desenvolvimento das competências e serviços das mesmas e, genericamente, para o progresso cultural da comunidade que estas servem.

HÁ CINEMA GRATUITO PARA CRIANÇAS NO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING!

Para quem procura um programa em família divertido, o Estação Viana Shopping tem o plano ideal! Aos domingos pelas 11h00, de 2 a 23 de fevereiro, não pode perder as sessões de cinema infantil gratuito que prometem aventuras surpreendentes!

94af6d29a79a084dd31f8d0938d209ba.jpg

Para começar o mês de fevereiro em grande, no dia 2 e 9 de fevereiro, “Os Sete Anões e os Sapatos Mágicos” proporcionam uma viagem pelo conhecido conto de fadas da Branca de Neve. Já nos dias 16 e 23 de fevereiro, é a vez de “A Família Addamsfazer a delícia de miúdos e graúdos com os dramas arrepiantes da sua misteriosa mansão.

As sessões de cinema infantil gratuito aos domingos fazem parte de uma iniciativa que decorre ao longo de todo o ano no Estação Viana Shopping. Assente numa oferta diversificada e bastante atual, todos os meses vão ser exibidos novos filmes, garantindo animação regular e contínua ao longo de todo o ano.

Para aproveitar estas ofertas, os interessados deverão aceder ao site do Centro, disponível em https://www.estacaoviana.pt/promotions, e criar o seu registo. A promoção é limitada ao número de lugares por sessão e sala, não acumulável com outras promoções em vigor, e cada utilizador registado pode fazer o download até um máximo de quatro cupões.

Programação

2 e 9 de fevereiro – Os Sete Anões e os Sapatos Mágicos

Inspirado no conhecido conto de fadas da Branca de Neve, esta versão revela a história modernizada da Branca de Neve que, ao encontrar uns sapatos vermelhos, é colocada na mira de um grupo de príncipes. Fruto de um poderoso feitiço, os príncipes transformam-se em anões, contudo, a maldade tem uma solução: um beijo da mulher mais bonita do Mundo. Serão eles capazes de desfazer este feitiço?

16 e 23 de fevereiro: A Família Addams

Uma comédia de animação inspirada na BD desenhada por Charles Addams, que conta a história de uma família diferente que vive numa decrépita mansão no topo de uma colina nebulosa e cinzenta. Desta família fazem parte Morticia, Gomez, Wednesday, o tio Fester, a avó e o pequeno Pugsley que vivem dramas arrepiantes, mas sempre com muita animação.

Sobre o Estação Viana Shopping

Inaugurado em 2003, o Estação Viana Shopping é a superfície comercial de referência na cidade de Viana do Castelo e na região Minho litoral. Com 92 lojas, distribuídas por três pisos, tem cerca de 19.182 m2 de Área Bruta Locável (ABL). A arquitetura do Centro é única, com a linha do comboio a atravessá-lo. A par com as lojas de roupa, acessórios, sapatarias, decoração, telecomunicações e serviços os visitantes podem usufruir da zona de restauração e dos mais de 600 lugares de estacionamento. O Estação Viana Shopping oferece ainda aos visitantes uma esplanada panorâmica e o vianamini, um espaço infantil gratuito, inspirado na temática dos comboios e destinado a crianças entre os 2 e os 9 anos de idade.

A par da experiência única de compras e de lazer que oferece aos seus clientes, o Estação Viana Shopping assume a responsabilidade de dar um contributo positivo para um mundo mais sustentável, trabalhando ativamente para um desempenho excecional nas áreas ambiental e social. Todas as iniciativas e novidades sobre o Centro podem ser consultadas no site www.estacaoviana.pt e na página de Facebook disponível em www.facebook.com/estacao.viana.

d9ca3a75c7fba8cbcafadc45de2fd485.jpg

VIZELA PROMOVE O TURISMO ATRAVÉS DO VÍDEO

Vídeo promocional turístico de Vizela em competição para os melhores filmes de turismo do mundo 2020

"Vizela", vídeo promocional turístico, produzido por Nelson Carvalheiro para a Câmara Municipal de Vizela, já se encontra em competição para os melhores filmes de turismo do mundo 2020.

Vizela vídeo.jpg

O vídeo carateriza na perfeição aquilo que está na essência da história do concelho de Vizela, recordando a sua luta autonómica, apresentando uma personagem, Maria, a quem Vizela inspirou a lutar pelo seu sonho, pois nesta vida: "Nada é oferecido, Tudo tem que ser conquistado!", assim como o foi a autonomia vizelense.

O vídeo, para além de lembrar a luta autonómica do concelho, exalta, acima de tudo a autodeterminação de um povo e o orgulho de ser vizelense.

O vídeo, realizado por Nelson Carvalheiro, teve a coordenação da Câmara Municipal de Vizela e insere-se numa estratégia de comunicação e promoção do concelho que tem a sua génese na marca “Vizela Segredos de um Vale”, tentado recuperar o que está na essência do concelho, que é a sua tradição turística.

A aposta da Câmara Municipal na realização de um vídeo promocional turístico visa, acima de tudo, contribuir para expandir a promoção do Concelho e vem no seguimento da nova estratégia de consolidação da imagem e identidade do Concelho de Vizela como destino turístico privilegiado, privilegiando, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

De destacar que, para além da promoção turística, o objetivo é que o filme concorra a vários festivais internacionais de cinema de turismo, levando as imagens do concelho de Vizela além-fronteiras.

Deste modo, e dando cumprimento ao previsto no Plano Municipal de Turismo, a Câmara Municipal pretende potenciar dinâmicas de reforço que permitam a consolidação da nova imagem e identidade do Concelho de Vizela, como destino turístico privilegiado, experienciando os segredos de um vale recheado de saberes, sabores, prazeres e tradições caraterísticas.

CLOSE-UP. OBSERVATÓRIO DE CINEMA DE FAMALICÃO: UM OUTRO "TEMPO DE VISTA"

Episódio 4.1 ocorre a 15 e 18 de janeiro

O CLOSE-UP – Observatório de Cinema de Famalicão regressa já, no primeiro ímpeto do ano de 2020, nos dias 15 e 18 de janeiro, com a primeira réplica do quarto episódio exibido em outubro, dando continuidade à observância da temática do Tempo. É um “tempo de vista” da programação da Casa das Artes de Famalicão, que investe na formação de públicos, desta feita, no domínio cinematográfico.

image003famacine.png

Recorde-se que entre 12 e 19 de outubro, um total de 40 sessões comentadas fizeram com que cerca de quatro mil espetadores tivessem a possibilidade de observar a analítica temporal traduzida em imagens por dezenas de realizadores. Um esforço de materializar o tempo e torna-lo presente na dialética que dispensa a palavra e a substitui, não raras vezes, pela simples imagem.

Foi assim que, em outubro, vários espaços da Casa das Artes, se projetou o episódio 4.0 do CLOSE-UP onde a produção contemporânea e a história do cinema se cruzaram e cujo processo pode ser constatado em www.closeup.pt.

Agora, nos dias 15 e 18 de janeiro, chega o Close-up 4.1, a primeira réplica que se fará sentir em quatro sessões, duas com propostas para as escolas e outras tantas para o público geral.

Para o público escolar do 3.º ciclo e do secundário em RUTH de António Pinhão Botelho é descrito o insólito episódio da chegada de Eusébio ao Portugal dos anos 60. Um filme para ver no dia 15 de janeiro às 10h00.

Já para os mais pequenos, alunos dos 1.º e 2.º ciclos, é proposta UMA AVENTURA NOS MARES de Ángel Alonso (versão portuguesa), uma animação espanhola a narrar a expedição de Fernão de Magalhães, no tempo de comemoração dos 500 anos sobre a primeira viagem de circum-navegação da Terra. O filme é projetado a partir das 14h15.

Para o público geral, no dia 18 de janeiro, a partir das 15h00, uma tarde de sábado dedicada ao documentário: duas documentaristas portuguesas – Catarina Mourão e Renata Sancho – transformam imagens de outros tempos em histórias que dialogam com o nosso tempo: O MAR ENROLA NA AREIA e AVENIDA ALMIRANTE REIS EM 3 ANDAMENTOS, que contará com apresentações das realizadoras.

A partir das 17h00, o realizador Nanni Moretti olha para o golpe de estado que derrubou Allende no Chile em 1973, do “tempo de vista” da sua Itália (passada e presente), em SANTIAGO, ITÁLIA.

Bilhetes a 2 euros (geral), 1 euro (Cartão quadrilátero) ou grátis (estudantes, seniores, associados de cineclubes).

image004famcin.png

CINEMA INFANTIL GRATUITO ESTÁ DE VOLTA AO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING

Com o Natal a chegar, o Estação Viana Shopping tem o melhor presente para si! De 8 a 22 de dezembro, o Centro recebe, aos domingos, sessões de cinema infantil gratuitas, que prometem um programa de família perfeito. Às 11h00, vão ser projetados “Como Treinares o teu Dragão” e “Parque das Maravilhas”, dois filmes animados para miúdos e graúdos.

5f94363f0f0488f7f3bfe9546e4ecf4f.jpg

Nos dias 8 e 15 de dezembro o filme “Como treinares o teu dragão” envolve os visitantes num mundo de Vikings e Dragões. No dia 22 de dezembro, “Parque das Maravilhas”, a pequena June leva as crianças até um Parque de Diversões mágico, com rodas gigantes, escorregas e animais falantes.

A iniciativa desenvolvida no Estação Viana Shopping oferece aos visitantes sessões de cinema infantil gratuitas, proporcionando-lhes programas em família divertidos. Com uma programação diversificada e atual, o cinema gratuito acontece ao longo de todo o ano.

Para assistir a estas sessões de cinema, os visitantes deverão aceder ao site do Centro, disponível aqui, e criar o seu registo. A promoção é limitada ao número de lugares por sessão e sala, não acumulável com outras promoções em vigor, e cada utilizador registado pode fazer o download até um máximo de quatro cupões.

Programação:

8 e 15 de dezembro – Como Treinares o Teu Dragão

Quando Soluço, filho do respeitado líder da Ilha de Berk, encontra a raça mais poderosa dos dragões, o Fúria da Noite, vê a oportunidade perfeita para provar que é o melhor dos Vikings. Ao capturá-lo, Soluço acaba por fazer amizade com esta espécie, a quem chama de Banguela. A relação de amizade entre os dois é posta à prova por todos os membros da tribo, inclusive o pai de Soluço, que não acreditam na amizade entre Vikings e Dragões.

22 de dezembro – Parque das Maravilhas

Na sua infância, a pequena June diverte-se a imaginar histórias e lugares onde reina a cor e fantasia. Entre as suas criações, está um Parque de Diversões cheio de escorregas, rodas gigantes e animais falantes. Anos mais tarde, June apercebe-se que, por descuido da sua parte, esse local outrora mágico encontra-se cada vez mais desorganizado. Com a ajuda de alguns amigos, June decide aventurar-se pela “reinvenção” daquele local, tornando-o ainda mais divertido e grandioso.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE FAMALICÃO COMENTA FILME "ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA"

Paulo Cunha assinala 99.ª edição de “Um Livro, Um Filme”. Autarca apresenta e comenta “Ensaio sobre a cegueira”, de Fernando Meirelles, esta sexta-feira, pelas 21h30, no Centro de Estudos Camilianos

Treze anos depois da primeira edição da iniciativa “Um Livro, Um Filme”, promovida pela Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, chega-se agora à 99.ª edição, tendo como convidado especial o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

Paulo Cunha na Casa de Camilo.jpg

O autarca irá apresentar e comentar a película “Ensaio sobre a cegueira”, de Fernando Meirelles, inspirada no livro com o mesmo nome de José Saramago. A sessão decorre esta sexta-feira, 15 de novembro, pelas 21h30, no Centro de Estudos Camilianos.

A iniciativa que arrancou em fevereiro de 2006, com o escritor Mário Cláudio, já contou com convidados como Manoel d’Oliveira, Maria Barroso Soares, Júlio Isidro, D. Manuel Clemente, Pedro Abrunhosa, Simone de Oliveira, Lídia Jorge entre muitos outros.

O conceito da iniciativa é trazer até à Casa de Camilo figuras nacionais de vários setores e quadrantes da sociedade para apresentarem um filme, de preferência baseado numa obra literária, e que de alguma forma os tenha marcado. A entrada é gratuita até ao limite da sala, que tem capacidade para 140 pessoas sentadas.

Desta vez, ainda antes de atingir a centésima sessão, caberá a Paulo Cunha partilhar o filme com os espetadores.

“Ensaio sobre a Cegueira” é um filme de 2008 que abriu o Festival de Cannes desse mesmo ano. Foi rodado em Toronto, no Canadá, em São Paulo e Osasco no Brasil e em Montevidéu no Uruguai. Baseado no livro de 1995 do Nobel José Saramago, que fala sobre uma epidemia de cegueira prolifera-se por uma cidade moderna, resultando no colapso da sociedade.

O autor do livro José Saramago assistiu ao filme junto do diretor Fernando Meirelles. Quando o filme terminou e as luzes foram acesas, Saramago, emocionado, disse a Meirelles: "Fernando, estou tão feliz por ter visto esse filme... feliz como estava quando acabei de escrever o livro".

FAMALICÃO IMPULSIONA CRIAÇÃO DE CINEMA JOVEM

YMotion 2019 terminou com consagração de vencedores e com o anuncio da criação de um estúdio de criação audiovisual na Casa da Juventude

Os jovens de Vila Nova de Famalicão vão poder explorar e potenciar o seu talento ao nível da produção e realização de cinema com recurso ao equipamento profissional que estará disponível no novo laboratório de experimentação de multimédia e audiovisual que vai ser instalado na Casa da Juventude de Vila Nova de Famalicão no decorrer do próximo ano. A novidade foi avançada pela vereadora da Juventude, Sofia Fernandes, na sessão solene de encerramento do YMotion 2019 -  Festival de Cinema Jovem de Famalicão que decorreu no passado sábado, dia 9, no Centro de Estudos Camilianos, e que consagrou o jovem realizador Pedro Cabeleira com o Grande Prémio Joaquim de Almeida e a atriz Beatriz Batarda com uma homenagem pela sua carreira na sétima arte.

DSC_9264.jpg

A fase final da 5ª edição do Ymotion decorreu entre os dias 2 e 9 de novembro, com mais de 40 curtas em competição extraídas de 170 candidaturas. Para além do prémio de Melhor Filme, com “Filomena”, Pedro Cabeleira venceu ainda o prémio de Melhor Elenco pelo mesmo filme, a história de uma empregada doméstica que sonha para além do seu precário quotidiano.

Guilherme Daniel e a sua “Estranha Casa na Bruma” venceu o Prémio de Fotografia, enquanto que “Direito à Memória”, de Rúben Sevivas, sobre a única gravação da campanha eleitoral de Humberto Delgado, conquista o de Melhor Documentário. Os restantes prémios foram atribuídos a “Equinox”, de Bruno Carnide (Argumento e Animação), o díptico western caseiro “Billy: The Kid” e “Johnny: The Punisher”, ambos de César Santos (Prémio Escolas) e “O Jardim”, de Bruno Moreira (Prémio Público).

Mais do que os prémios individuais, foi num ambiente de festa e de valorização do novo cinema jovem português que decorreu o encerramento de mais uma edição do YMotion com um aplauso unânime do júri, composto pelo argumentista Tiago R. Santos, a atriz Soraia Chaves, o ilustrador Pedro Mota Teixeira, o humorista Nuno Markl, os jornalistas Vitor Moura e Tiago Fernando Alves e a realizadora e atriz Inês Sá Frias, aos vencedores e à aposta do município de Famalicão na organização de um festival de cinema jovem.

Essa mesma nota foi deixada com particular ênfase pela homenageada da noite, Beatriz Batarda, felicitando o pelouro do Juventude de Famalicão pela organização de “um festival dedicado ao sangue novo fora dos grandes centros urbanos” e que isso justificou “que fizesse 300 km numa tarde com as suas três filhas para receber um prémio de carreira em Famalicão”.

DSC_9329.jpg

FAMALICÃO: GALA FINAL DO YMOTION VAI PREMIAR A MELHOR CURTA-METRAGEM JOVEM E HOMENAGEAR BEATRIZ BATARDA

Cerimónia decorre este sábado, dia 9, pelas 21h30, no Centro de Estudos Camilianos

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão convida os órgãos de comunicação social para a gala final de entrega de prémios do Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão, que se realiza este sábado, 9 de novembro, pelas 21h30, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, em S. Miguel de Seide.

A atriz portuguesa Beatriz Batarda, que em 2018 completou 25 anos de carreira, vai ser homenageada na cerimónia, que irá premiar a melhor curta-metragem a concurso. Ao todo foram selecionados 44 os filmes para a competição, de um total de 172 candidaturas submetidas e avaliadas.

São sete as categorias a concurso: “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, no valor de 2500 euros; “Prémio Escolas Secundárias”, no valor de 850 euros; “Prémio Público”, no valor de 350 euros; “Prémio Melhor Animação”, no valor de 600 euros e prémios para “Melhor Ator/Atriz”, “Melhor Direção Fotografia” e “Melhor Banda Sonora Original”, no valor de 250 euros.

A entrada na gala é livre, sujeita à lotação da sala.

Entretanto, amanhã, sexta-feira, irá decorrerá no Centro de Estudos Camilianos, um concerto com entrada gratuita da banda que dá voz às músicas do filme “Variações”

Organizado pelo pelouro da Juventude da Câmara de Famalicão, o Ymotion é dirigido aos jovens entre os 12 e os 35 anos e assume-se cada vez mais como uma verdadeira plataforma de incentivo ao novo cinema nacional.

Toda a informação sobre o festival em www.ymotion.org.

O CINEMA INFANTIL GRATUITO CHEGOU AO ESTAÇÃO VIANA SHOPPING

Todos os domingos às 11h00

04 November 2019

Os programas de família divertidos estão de volta ao Estação Viana Shopping!

De 10 de novembro a 1 de dezembro, o Centro recebe, aos domingos, sessões de cinema infantil gratuitas, que prometem colar ao grande ecrã todos os visitantes. “Toy Story 4” e “Troll e o Reino de Ervod” vão ser projetados às 11h00 e prometem conduzir miúdos e graúdos numa viagem alucinante.

2bb317185f8258f3c8c5fdf6f481d323.jpg

A programação de cinema infantil tem início nos dias 10 e 17 de novembro, com o filme “Toy Story 4”, que envolve os visitantes numa aventura em busca de Forky, que desaparece fruto de uma crise existencial. Nos dias 24 de novembro e 1 de dezembro, “Troll e o Reino de Ervod” todos os caminhos vão ter ao misterioso Reino de Ervod, onde Trym, príncipe dos Trolls, procura encontrar a salvação para o seu pai, o rei Grom.

A iniciativa desenvolvida no Estação Viana Shopping oferece aos visitantes sessões de cinema infantil gratuitos, proporcionando-lhes planos de família divertidos. Com uma programação diversificada e atual, o cinema gratuito acontece ao longo de todo o ano.

Para assistir a estas sessões de cinema, os visitantes deverão aceder ao site do Centro, disponível aqui, e criar o seu registo. A promoção é limitada ao número de lugares por sessão e sala, não acumulável com outras promoções em vigor, e cada utilizador registado pode fazer o download até um máximo de quatro cupões.

Programação:

10 e 17 de novembro – Toy Story 4

Co-escrita por Andrew Stanton e Stephany Folsom, a história do xerife Woody, do astronauta Buzz Lightyear e dos seus amigos, chegou ao quarto capítulo. Passados 24 anos do primeiro filme, a trama de Toy Story 4 gira à volta de Forky, uma mistura entre uma colher e um garfo, que vive uma crise existencial e desaparece, obrigando os seus amigos a embarcar numa aventura em sua busca.

24 de novembro e 1 de dezembro – Troll e o Reino de Ervod

Realizado e escrito por Kevin Munroe, Troll e o Reino de Ervod conta a história de Trym, príncipe dos Trolls, que tem apenas três dias para salvar o rei Grom, seu pai, que se transformou em pedra depois de lhe ter sido arrancada a cauda. Para cumprir o seu objetivo, Trym une forças com os seus amigos, e seguem viagem para o misterioso Reino de Ervod, onde se julga estar a entidade causadora do terrível infortúnio. Quando chegam ao local, percebem que, para salvar o rei, terão de arriscar as suas próprias vidas.

fd8a80498e5dcd521d9daa5f0672d0a7 (1).jpg

CASA DAS ARTES DE ARCOS DE VALDEVEZ COM FILMES CINEMATOGRÁFICOS ATUAIS

O Cinema é uma das atividades permanentes e de bastante procura na Casa das Artes Concelhia.

DSC00353.JPG

Assim, de forma a manter um serviço de excelência, todos os anos investe uma boa fatia do seu orçamento no aluguer de filmes cinematográficos para exibição, cumprindo assim as necessidades de exibição regular dos mais recentes filmes nacionais e internacionais.

De referir ainda que de forma a colocar Arcos de Valdevez no evoluir tecnológico e programá­tico da nova realidade cinematográfica, a Câmara Municipal investiu há já algum tempo na aquisição de um projetor de ci­nema 100% digital e de equipamento adicional para cinema 3D. Com este investimento ficou garantida a continua­ção do serviço público, a descentralização do cinema e a oferta cultu­ral alargada a todos os arcuen­ses, disponibilizando à comunidade local um produto cultural e de lazer atualizado, sem os custos significativos provenientes de deslocações.

CINEMA EM FAMALICÃO É UM FESTIVAL

Ymotion dá a conhecer os 44 filmes finalistas da quinta edição do festival

É já a partir deste sábado, dia 2 de novembro, que o público famalicense vai ter a oportunidade de conhecer os 44 filmes selecionados para a competição da quinta edição do Ymotion – Festival de Cinema Jovem de Famalicão.

Filmes finalistas vão agora ser exibidos ao público famalicense.jpg

O festival de cinema jovem organizado pelo pelouro da Juventude da Câmara de Famalicão recebeu este ano 172 candidaturas, oriundas de 48 cidades portuguesas.

Os 44 filmes selecionados para a fase de competição do Ymotion vão ser exibidos este sábado, dia 2, na Casa da Juventude de Famalicão e no domingo, dia 3, na Casa de Esmeriz e na Associação Teatro Construção, em Joane, a partir das 16h00. De 4 a 7 de novembro as exibições regressam à Casa da Juventude, todos os dias, às 15h00.

Refira-se ainda que, em todas as sessões desta mostra, o público terá também a oportunidade de votar para a categoria “Prémio Público”, cujo vencedor receberá um prémio monetário no valor de 350 euros.

Recorde-se que os vencedores serão conhecidos na sessão de encerramento do Ymotion, marcada para o dia 9 de novembro, às 21h30, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, numa noite em que serão também conhecidos os vencedores das categorias Grande Prémio Joaquim de Almeida (2500 euros), Prémio Escolas Secundárias (750 euros), Prémio Melhor Documentário (750 euros), Prémio Melhor Animação (600 euros), Melhor Elenco, Melhor Direção de Fotografia e Melhor Argumento (250 euros), escolhidos pelo júri da competição.

Mais informações no site oficial do festival, em www.ymotion.org.