Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

QUANDO VIANA DO CASTELO NÃO VAI À CHINA...

José Maria Costa recebe Embaixador da China

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo recebeu o Embaixador da China, num encontro que teve por objetivo estimular as relações do concelho vianense com a China no que toca ao turismo, às empresas e ao ensino.

abelo4719-2-2.jpg

Esta visita, que se enquadra na política de internacionalização de Viana do Castelo, vai permitir estreitar as relações entre a capital do Alto Minho e a China em três áreas de cooperação que implicam a promoção de missões de turismo, o estreitamento das relações entre empresários de Viana do Castelo e da China, tendo também como objetivo trazer mais estudantes chineses para estudarem no Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC).

No âmbito desta cooperação internacional, serão também promovidos intercâmbios culturais, com grupos de canto e de dança da China a visitarem Viana do Castelo.

A visita incluiu uma reunião de trabalho com a Câmara Municipal, Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC), Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho e Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), tendo o embaixador tido ainda oportunidade de visitar o Museu do Traje.

Fonte: https://valemais.pt/

中国新年庆典中的李斯本绿色明河集团参展

应中华人民共和国大使馆邀请, 民间团体 "绿色明浩" 将再次参加将于 2月 9日在里斯本举行的中国新年庆祝活动。

DSCF8052

明年的庆祝活动将更加大规模和重要, 因为今年是葡萄牙和中华人民共和国建交 40周年, 也是行政移交20周年澳门。

猪是一种动物, 中国的新年是2019年。猪是黄道带的动物, 它的能量将与当年的元素地球一起在2019年流行。

中国历法是由月球周期与太阳的位置一起控制的, 从新月的夜晚开始, 最接近太阳通过十年级的那一天。在中国历法中相应年份的十二种动物的表现在传说中有你的起源, 根据这个传说, 十二种动物展示了佛陀, 与你的呼唤相对应。

居住在葡萄牙的中国人超过2万人, 主要是因为你靠近澳门, 澳门是一个和平的社区, 勤奋, 特别致力于贸易, 有存在在我们地区相当大。

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA EM LISBOA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS

A convite da Embaixada da República Popular da China, o Grupo Folclórico Verde Minho vai participar uma vez mais nas celebrações do Ano Novo Chinês que vão realizar-se em Lisboa no próximo dia 9 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que neste ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA EM LISBOA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS

A convite da Embaixada da República Popular da China, o Grupo Folclórico Verde Minho vai participar uma vez mais nas celebrações do Ano Novo Chinês que vão realizar-se em Lisboa no próximo dia 9 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que neste ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

MACAENSES DANÇAM NA CHINA… À MODA DO MINHO!

“A Associação de Danças e Cantares Portugueses – conhecida por Macau no Coração foi registada em 2006 como uma associação não lucrativa e para efeitos de caridade.

48422172_379791852594396_1600605466495287296_n

Esta Associação foi fundada em 1999 com o apoio do Governo Português de Macau e pelo Governo da RAEM e sob a administração da Associação dos Funcionários Públicos de Macau tendo como compromisso dar conhecer aos outros que Macau como zona especial caracterizada pela cultura sino-portuguesa e também de dar continuidade e diversificação da cultura portuguesa em Macau.

Com o correr dos anos a nossa Associação já se tornou numa organização bastante reconhecida localmente e pelos países vizinhos, pela sua especial característica e nas suas apresentações que mostram um alto nível de representação. A experiência que nossa associaçao tem com o público e o nosso crescimento durante estes anos cada vez temos mais membros/participantes. Todos os membros bem como a própria associação temos o mesmo objectivo de como fazer o melhor para diversificar a nossa especial característica da cultura sino-portuguesa por meio desta associação.”

Texto e fotos: http://www.macaunocoracao.com/

48944722_379791922594389_8264441796847730688_n

48953319_379792152594366_5645102527629230080_n

48987909_379791602594421_8412480824095539200_n

48991480_379791842594397_7490398847982632960_n

48991521_379792095927705_1719742997383348224_n

48995963_379791575927757_8837235987110166528_n

49007480_379791662594415_4868188689479499776_n

49017761_379792159261032_212144257408958464_n

49024033_379791945927720_8818270502452723712_n

49054405_379792012594380_7442151809604386816_n

49158923_379792019261046_785063216471343104_n

49175731_379791745927740_3126410285074612224_n

49195128_379791695927745_6144591233990787072_n

49203465_379792102594371_3121493105866440704_n

MACAENSES DESFILAM NO “2018 INTERNATIONAL PARADE” TRAJADOS À MODA DO MINHO

Macau tem o Minho no coração!

O Grupo da Associação de Danças e Cantares Portugueses “Macau no Coração” levou uma vez mais o traje à vianesa ao “2018 International Parade” que hoje se realizou em Macau. E não faltou sequer o galo de Barcelos com um novo figurado e colorido e jeito de insuflável.

48356369_10212818715759706_3403073279211077632_n

Trata-se de um importante evento que reúne representações de inúmeros países, para além da República Popular da China, e ocorre junto das ruínas da Igreja de São Paulo que constituem o ex-líbris daquele território que esteve durante muitos séculos sob soberania portuguesa.

Fotos: Michael Fung

48281673_10212818717519750_7939967789412909056_n

48357444_10212818712879634_1677988892994699264_n

48361455_10212818713599652_5448293296331816960_n

48364147_10212818714839683_6779722893119979520_n

48366122_373227826584132_8090617765934661632_n

48366476_10212818718959786_1415410088759263232_n

48370540_10212818715199692_4429482888571912192_n

48373126_10212818716239718_2684902507632656384_n

48375112_10212818716839733_1666071707368030208_n

48390955_10212818713279644_5662627798083174400_n

48395015_10212818717239743_1171891464620212224_n

MINHO DESFILA EM MACAU

Macau tem o Minho no coração!

Realiza-se no próximo domingo em Macau o “2018 International Parade” que reúne centenas de representações da China e de todo o mundo”

48357688_372173910022857_415872062544936960_n

O Grupo de danças “Macau no Coração” vai uma vez mais exibir os seus trajes à vianesa, levando consigo o Minho no coração. E, as ruínas da Igreja de São Paulo que constituem o ex-líbris daquele território que esteve durante muitos séculos sob soberania portuguesa são o cenário escolhido para a realização daquele importante evento.

48370767_372173926689522_575686373994921984_n

47038501_366326487274266_468723151245672448_n

47394682_366326630607585_2691276586992271360_n

48045736_372173966689518_5269933487896395776_n

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

 

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

 

DSCF8087

DSCF8144

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

 

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

 

DSCF8087

DSCF8144

BRAGA VAI GEMINAR-SE COM A CIDADE CHINESA DE SHENYANG

Braga e Shenyang preparam acordo de geminação. Firmino Marques participou em Conferência de Autarcas na China

O vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, visitou recentemente a cidade de Shenyang, situada no nordeste da China, com o objectivo de aprofundar as relações entre os dois municípios e preparar um acordo de geminação.

2

A visita surgiu a convite do presidente do governo municipal de Shenyang, Jiang Youwei, para participar na 18ª Conferência de Autarcas da Associação Internacional de Cidades de Inverno (World Winter Cities Association Mayors - WWCAM), que decorreu entre 12 e 14 de Setembro naquela cidade da província de Lianing.

Durante a visita de três dias, Firmino Marques manteve ainda contactos bilaterais com os responsáveis de Shenyang e da província de Liaoning, bem como de outras cidades presentes, como foi o caso de Clermont-Ferrand, cidade francesa geminada com Braga, ou Sapporo, que também integra a Rede de Cidades Criativas da UNESCO na categoria de Media Arts.

Para Firmino Marques, o encontro serviu para “reforçar a relação de confiança com os oficiais chineses para que, a breve prazo, se possa avançar ainda mais com esta cooperação e finalizar um acordo de geminação”. “É com grande satisfação que verificamos que este acordo começa já a dar frutos, tendo em conta o interesse já manifestado por parte da Universidade de Shenyang em estabelecer cooperação com a Universidade do Minho”, acrescentou Firmino Marques.

Recorde-se que o Município de Shenyang já enviou duas delegações oficiais a Braga, sendo que na última visita, realizada no passado mês de Julho, ficou acordado que uma delegação da Universidade de Shenyang irá visitar Braga até ao final do ano para manter contactos com a Universidade do Minho e outras instituições de investigação da Cidade, como o INL – Laboratório Internacional Ibérico de Nanotecnologia.

Durante esta visita, Firmino Marques teve ainda a oportunidade de assinar a declaração de Shenyang, que apela a um desenvolvimento sustentável das cidades.  “As cidades presentes em Shenyang demonstraram que estão empenhadas em construir ambientes urbanos mais sustentáveis e com maior qualidade de vida para os seus cidadãos e Braga está completamente em linha com as restantes parceiras”, concluiu o vice-presidente da Autarquia Bracarense.

1

GRUPO FOLCLÓRICO VERDE MINHO PARTICIPA NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS QUE SE REALIZAM NO PRÓXIMO ANO

O Grupo Folclórico Verde Minho vai no próximo ano, a convite da Embaixada da República Popular da China, participar uma vez mais, nas celebrações do Ano Novo Chinês que estão previstas se realizarem em Lisboa no dia 10 de Fevereiro.

DSCF8052

As celebrações do próximo ano terão maior escala e importância uma vez que nesse ano se comemora o 40º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Portugal e a República Popular da China e ainda o 20º aniversário da transferência da administração de Macau.

O Porco de Terra é o animal e o elemento do Ano Novo Chinês 2019. O Porco é o animal do zodíaco cuja energia vai ser prevalecente durante 2019, juntamente com a Terra, o elemento do ano.

O calendário chinês rege-se pelos ciclos lunares em conjugação com a posição do sol, iniciando-se na noite de lua nova mais próxima do dia em que o sol passa pelo décimo grau de Aquário. As representações dos doze animais do horóscopo a que correspondem os anos no calendário chinês possuem a sua origem na lenda segundo a qual, os doze animais se apresentaram a Buda, correspondendo ao seu chamamento.

Ascende a mais de vinte mil o número de chineses que vivem em Portugal, oriundos principalmente da província de Cantão em virtude da sua proximidade com Macau, constituindo uma comunidade pacífica e trabalhadora, dedicada sobretudo ao comércio e com uma presença considerável na nossa região.

DSCF8087

DSCF8144

ENSINO DO MANDARIM LEVA DELEGAÇÃO BRACARENSE À CHINA

Delegação de Braga de visita à China no âmbito do projecto de ensino de Mandarim

Uma delegação composta por dois representantes do Município de Braga e dos Agrupamentos de Escolas André Soares, D. Maria e Dr. Francisco Sanches levaram a cabo uma visita à China entre os dias 11 e 20 de Julho. Esta visita surgiu no âmbito do projecto de Ensino de Mandarim, desenvolvido em parceria com o Instituto Confúcio da Universidade do Minho, os Agrupamentos de Escolas de Braga e a Câmara Municipal de Braga.

1

Promoveram-se encontros com representantes da Universidade de Nankai, parceira da Universidade do Minho, Escola de Línguas Estrangeiras da Universidade de Nankai, Escola n.º 9 de Tianjin e Escola de Artes Marciais Huoyanjia de Tianjin. Paralelamente, o grupo marcou presença no encerramento do Campo de Férias de Verão frequentado maioritariamente por alunos Bracarenses, bem como em duas conferências sobre a História e Cultura de Tianjin e sobre o sistema Educativo chinês.

Em Pequim, no Centro Cultural do Instituto Confúcio (Hanban), os representantes de Braga foram recebidos pela Directora dos Institutos Confúcio da Península Ibérica, que, após convite, afirmou pretender visitar Braga no próximo ano, demonstrando apoio ao projecto desenvolvido na nossa cidade.

O objectivo principal da visita prendeu-se com o alargamento do projecto do Ensino de Mandarim a mais escolas; assim como estabelecer parcerias entre escolas de Braga e escolas chinesas, de modo a que exista maior partilha de informações sobre os seus países, cidades e escolas, aspectos culturais e relativos ao ensino das línguas Portuguesa e Chinesa.

A responsável pelas Relações Internacionais da Universidade de Nankai manifestou particular interesse na continuidade da parceria. A Escola de Línguas Estrangeiras da Universidade de Nankai expressou a relevância no estabelecimento da parceria proposta para abordagem das questões referentes ao ensino das línguas de Português e Mandarim. Da parte da Directora da Escola n.º 9 de Tianjin, a comitiva Bracarense recebeu um especial interesse em estabelecer parceria com escolas de Braga. Em estudo pelo Hanban está a vinda de mais professores de Mandarim, o que permitirá o alargamento do projecto em causa.

2

FOLKLOURES’18: QUE GRANDE ESPETÁCULO!

Grupo Folclórico Verde Minho – entidade organizadora do FolkLoures – está de parabéns!

A cidade de Loures foi ontem palco de um grandioso Encontro de Culturas: o FolkLoures’18. A festa abriu ao som dos bombos e caixas dos Mareantes do Rio Douro, de Vila Nova de Gaia, que despertaram a localidade da sua habitual calmaria. Seguiu-se o Grupo Arrufarte que também rufou vigorosamente os seus bombos, conferindo à iniciativa o ambiente característico das romarias do Minho.

Capturar18

A cerimónia de boas-vindas e entrega de lembranças teve este ano lugar em palco, tendo como pano de fundo a réplica da fachada da igreja de São Paulo, em Macau, um local que se afigurou mais apropriado para o efeito relativamente ao que era habitual em anos anteriores, nos Paços do Concelho, como forma de acolhimento por parte da autarquia local. Nesta cerimónia, o Presidente da Câmara Municipal de Loures fez-se representar pelo Dr. Francisco Sousa e a Federação do Folclore Português pela engª Manuela Carriço. Também a Rádio do Folclore Português (RFP) fez-se representar através de Rafael Passos que é curiosamente o responsável do Grupo de Danças e Cantares do Alto do Moinho.

Capturar14

À hora marcada, após a refeição onde todos os grupos se juntaram e confraternizaram, todos os participantes reuniram-se junto ao Pavilhão Paz e Amizade e iniciaram o desfile rumo ao Parque da Cidade onde, teve lugar a sua actuação em palco.

O grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” representou em palco a dança tibetana “Capriccio de Kumara”, actuação que prendeu a atenção do público que esgotou por completo a plateia, conservando um silêncio e uma atenção raramente observáveis em espectáculos populares ao ar livre.

Capturar17

Seguiu-se a magnífica representação da Festa dos Tabuleiros de Tomar anunciando já a sua edição no próximo ano naquela linda cidade das margens do rio Nabão. O Grupo anfitrião – Grupo Folclórico Verde Minho – abrilhantou o espectáculo com a alegria, colorido e vivacidade que caracteriza o folclore do Minho, região que também esteve magnificamente representada pelo Grupo de Sargaceiros da Casa do Povo da Apúlia, de Esposende.

No FolkLoures, o cante alentejano nunca é esquecido e, em representação deste género de manifestação cultural do nosso Alentejo, esteve o Grupo Coral e Etnográfico Amigos do Alentejo do Feijó – Almada, rigorosamente trajado e sempre muito apludido pelo público que manifestamente apreciou a sua actuação.

Em representação do Douro Litoral actuou o Grupo de Danças e Cantares Alto do Moinho, impecavelmente trajado e com rigorosa execução, grupo aliás reconhecido com um dos melhores sediados na região de Lisboa. E, como não podia deixar de ser – a organização do evento nunca esquece a identidade do concelho de Loures! – o folclore saloio esteve presente através do Rancho Folclórico de Lousa, concelho de Loures.

Capturar9

O FolkLoures’18 terminou com uma imponente sessão de fogo-de-artifício que a muitos fez lembrar as grandiosas romarias do Minho, com os foguetes a estalejar nos céus e a iluminar a cidade de Loures com a promessa de que, para o ano, o festival será ainda mais grandioso.

O BLOGUE DO MINHO tem conhecimento que a organização já está a encetar os contactos com diversas entidades com vista à organização do FolkLoures’19, iniciando os preparativos com vista à sua realização. E a próxima edição promete trazer a Loures grandes novidades!

Capturar1

Capturar2

Capturar3

Capturar4

Capturar5

Capturar6

Capturar8

Capturar10

Capturar11

Capturar12

DSCF0937

DSCF0961

DSCF0975

DSCF0976

DSCF0978

DSCF0986

DSCF0990

DSCF0990

DSCF1003

DSCF1004

DSCF1011

DSCF1014

DSCF1015

DSCF1020

DSCF1035

DSCF1045

DSCF1050

DSCF1052

DSCF1054

DSCF1061

DSCF1063

DSCF1064

DSCF1066

DSCF1067

DSCF1068

DSCF1071

DSCF1072

DSCF1074

DSCF1083

DSCF1086

DSCF1092

DSCF1094

DSCF1095

DSCF1100

DSCF1101

DSCF1109

DSCF1111

DSCF1118

DSCF1119

DSCF1125

DSCF1130

DSCF1136

DSCF1142

DSCF1143

DSCF1144

DSCF1145

DSCF1149

DSCF1152

DSCF1153

DSCF1154

DSCF1058

DSCF1160

DSCF1162

DSCF1164

DSCF1182

DSCF1189

DSCF1195

DSCF1203

DSCF1227

DSCF1229

DSCF1243

DSCF1245

DSCF1248

DSCF1250

DSCF1254

DSCF1260

DSCF1267

DSCF1269

DSCF1269

DSCF1277

DSCF1278

DSCF1279

DSCF1280

DSCF1288

DSCF1290

DSCF1293

DSCF1298

DSCF1299

DSCF1305

DSCF1327

DSCF1338

DSCF1338

DSCF1344

DSCF1325

PENSAMENTO ORIENTAL – PROMOÇÃO DA CULTURA CHINESA: FOLKLOURES’18 RECEBE DANÇA TRADICIONAL DO TIBETE – É JÁ NO PRÓXIMO SÁBADO, DIA 7, EM LOURES

Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa representará a comunidade chinesa no FolkLoures’18

A comunidade chinesa radicada em Portugal vai participar na próxima edição do FolkLoures – Encontro de Culturas, mais concretamente no festival intercultural que terá lugar no dia 7 de Julho de 2018. Junto à réplica das ruínas da Igreja de São Paulo, em Macau, o grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” vai apresentar a Dança de Tibete, “Capriccio de Kumara”.

CapturarTibete

Kumara é uma formação de dança tradicional da etnia Zang (Tibete), o que representa as tradições, os costumes através de movimentos livres e de grande amplitude. As danças tibetanas transmitem sempre uma atitude firme, de cabeça erguida e de peito cheio para os homens e uma postura de curvatura e suavidade para as mulheres, imagens essas inspiradas na vida quotidiana do povo tibetano nos grandes planícies. Contudo, devido à diversidade de culturas naquela região, a própria dança tibetana sofre de influências culturais das outras regiões vizinhas no seu resultado final.

Os movimentos das danças tibetanas tem subcategorias tanto para homens como para mulheres, um dos nomes atribuídos a uma subcategoria é "Chinese Tap Dance".

Os trajes utilizados para danças tibetanas correspondem ao vestuário comum do povo tibetano, cheios de cores e figuras.

A próxima edição do FolkLoures decorre de 30 de Junho a 7 de Julho de 2018, e incluirá conferências, exposições, feira de produtos tradicionais e um festival de folclore a ter lugar no Parque da Cidade, em Loures.

O FolkLoures é uma iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures.

FOLKLOURES 18 接受西藏传统舞蹈

东方思维中国文化的弘扬将代表中国社区在 FolkLoures 18

居住在葡萄牙的华人社区将参加下一期的 FolkLoures--文化会议, 更具体地说, 将于2018年7月7日举行的文化艺术节。在澳门圣保禄教堂遗址的复制品旁边, "东方思维的中国文化促进" 将呈现西藏之舞 "随想曲奈特·库马拉"。

奈特·库马拉是藏 (藏) 的传统舞蹈, 代表着传统、自由的风俗和大振幅的运动。藏族的舞蹈总是以坚定的姿态, 正面和胸部为男人, 并为妇女的曲率和柔软的姿态, 这些图像的启发, 藏族人民在大平原的日常生活。然而, 由于该地区文化的多样性, 藏族舞蹈本身也受到其他相邻地区的文化影响。

藏族舞蹈的运动对男女都有子范畴, 其中一个类别的名字是 "中国踢踏舞"。

藏族舞蹈所用的服饰, 与藏族人民的共同服饰相呼应, 色彩和人物都十分鲜艳。

下一版的 FolkLoures 源于6月30日至 2018年7月7日, 将包括会议, 展览, 传统产品和民俗节日在城市公园, 在洛里什。

Capturarfolk

PENSAMENTO ORIENTAL – PROMOÇÃO DA CULTURA CHINESA: FOLKLOURES’18 RECEBE DANÇA TRADICIONAL DO TIBETE

Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa representará a comunidade chinesa no FolkLoures’18

A comunidade chinesa radicada em Portugal vai participar na próxima edição do FolkLoures – Encontro de Culturas, mais concretamente no festival intercultural que terá lugar no dia 7 de Julho de 2018. Junto à réplica das ruínas da Igreja de São Paulo, em Macau, o grupo “Pensamento Oriental - Promoção da Cultura Chinesa” vai apresentar a Dança de Tibete, “Capriccio de Kumara”.

CapturarTibete

Kumara é uma formação de dança tradicional da etnia Zang (Tibete), o que representa as tradições, os costumes através de movimentos livres e de grande amplitude. As danças tibetanas transmitem sempre uma atitude firme, de cabeça erguida e de peito cheio para os homens e uma postura de curvatura e suavidade para as mulheres, imagens essas inspiradas na vida quotidiana do povo tibetano nos grandes planícies. Contudo, devido à diversidade de culturas naquela região, a própria dança tibetana sofre de influências culturais das outras regiões vizinhas no seu resultado final.

Os movimentos das danças tibetanas tem subcategorias tanto para homens como para mulheres, um dos nomes atribuídos a uma subcategoria é "Chinese Tap Dance".

Os trajes utilizados para danças tibetanas correspondem ao vestuário comum do povo tibetano, cheios de cores e figuras.

A próxima edição do FolkLoures decorre de 30 de Junho a 7 de Julho de 2018, e incluirá conferências, exposições, feira de produtos tradicionais e um festival de folclore a ter lugar no Parque da Cidade, em Loures.

O FolkLoures é uma iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures.

FOLKLOURES 18 接受西藏传统舞蹈

东方思维中国文化的弘扬将代表中国社区在 FolkLoures 18

居住在葡萄牙的华人社区将参加下一期的 FolkLoures--文化会议, 更具体地说, 将于2018年7月7日举行的文化艺术节。在澳门圣保禄教堂遗址的复制品旁边, "东方思维的中国文化促进" 将呈现西藏之舞 "随想曲奈特·库马拉"。

奈特·库马拉是藏 (藏) 的传统舞蹈, 代表着传统、自由的风俗和大振幅的运动。藏族的舞蹈总是以坚定的姿态, 正面和胸部为男人, 并为妇女的曲率和柔软的姿态, 这些图像的启发, 藏族人民在大平原的日常生活。然而, 由于该地区文化的多样性, 藏族舞蹈本身也受到其他相邻地区的文化影响。

藏族舞蹈的运动对男女都有子范畴, 其中一个类别的名字是 "中国踢踏舞"。

藏族舞蹈所用的服饰, 与藏族人民的共同服饰相呼应, 色彩和人物都十分鲜艳。

下一版的 FolkLoures 源于6月30日至 2018年7月7日, 将包括会议, 展览, 传统产品和民俗节日在城市公园, 在洛里什。

Capturarfolk