Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO VAI VACINAR MAIORES DE 65 ANOS COM A 1ª TOMA CONTRA A COVID-19

Espaço do Cidadão do Município de Celorico de Basto agenda 1ª toma da vacina contra a covid-19 para maiores de 65

Todos os cidadãos com mais de 65 anos que tenham dificuldade de acesso a mecanismos de auto agendamento poderão agora, dirigir-se ao Espaço do Cidadão do Município que tem aqui um grande contributo no auxílio a quem tem dificuldades de acesso ou não tem meios para o efeito.

Municípiocelor (1).JPG

Este serviço encontra-se disponível desde o dia 28 de abril, no 1º piso da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

“Este é um serviço de proximidade que tem aqui um papel crucial no auxílio dos utentes com maiores dificuldades de acesso à internet. As regras impostas para a vacinação contra o Covid -19 priorizam aqueles que fazem o pré agendamento e, nesse sentido, é também nossa missão auxiliar para que todos possam aceder o mais célere possível à 1ª inoculação da vacina para atingirmos a imunidade de grupo o mais rapidamente possível” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

A Juntas de Freguesia do concelho também estão em alerta para auxiliar todos aqueles que a elas recorram para o auto agendamento, estabelecendo-se aqui um sistema de rede de apoio junto dos utentes.

Importa reforçar que o auto agendamento deve ser efetivado em https://covid19.min-saude.pt/pedido-de-agendamento , destina-se apenas ao pedido de agendamento para a 1ª inoculação da vacina e dirige-se a maiores de 65 anos. A plataforma validará a data de nascimento verificando se se encontra no intervalo temporal a agendar.

Municípiocelor (2).jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO CONCESSIONA ESTAÇÃO DE CAMINHOS DE FERRO

Município de Celorico de Basto vai concessionar estação de caminhos de ferro da sede do concelho. O concurso público para a concessão do direito de exploração da Estação de Celorico de Basto encontra-se aberto e destina-se, numa primeira fase, a empresários da região.

ecopista (2)celor.jpg

 O objetivo principal do Município de Celorico de Basto com esta concessão assenta na dinamização do espaço e valorização da ecopista, mediante objetivos definidos no contrato de exploração. Pretende-se que sejam prestados mais e melhores serviços que sirvam os interesses dos turistas e utilizadores daquele espaço com todas as valências já existentes. Os privados, neste contrato de exploração, são desafiados a criar um novo conjunto de serviços que valorizem a Ecopista na vertente turística sem desvirtuar o seu propósito inicial de carácter informativo e interpretativo da sua história e da área envolvente.

O concurso público para a concessão do direito de exploração da Estação de Celorico de Basto encontra-se aberto, com direito de exploração por 3 anos e valor base de ocupação mensal de 500,00€, toda a informação referente está disponível em consulta pública na página do Município.

Os edifícios que compõem a estação de Caminhos-de-ferro apresentam elevado valor arquitetónico, e são, desde a inauguração da ecopista, 2013, a principal porta de entrada de turistas no concelho. O edifício principal, a Estação, mostra-se como um espaço de carácter museológico e interpretativo da antiga linha do Tâmega e da atual Ecopista da Linha do Tâmega, estando definido neste local o KM 0 da ecopista.

 Ao longo do tempo, o Município tem realizado um investimento significativo na criação e dinamização de unidades de alojamentos de várias tipologias no conjunto de edifícios que compõem a estação, proporcionando assim a possibilidade de uma estadia diferenciada que valoriza o equipamento em si e o turismo do concelho no seu todo.

A estação de Celorico de Basto é composta pelo edifício principal da Estação, área de informações e pequeno serviço de bar de apoio no piso térreo com uma unidade de alojamento tipologia T2, no piso superior; uma unidade de alojamento com tipologia de camarata no edifício do hangar, uma unidade de alojamento com duas unidades de tipologia T2, na “Casa Abrigo”, antiga casa do Chefe da Estação, casas de Banho de serviço público em edifício anexo e casa de banho para pessoas com deficiência, numa estrutura construída para o efeito, que contém também um pequeno espaço de armazém.

Para Joaquim Mota e Silva, presidente da autarquia celoricense, “este é um desafio que o Município faz aos empresários, procurando estabelecer uma parceria operacional que valorize o património municipal criando um conjunto de serviços de apoio à Ecopista e aos seus utilizadores. Estamos a fazer uma intervenção profunda na rede de estações de caminho-de-ferro de todo o concelho e a criar mais motivos de interesse dentro do percurso e zonas adjacentes. A criação deste conjunto de serviços de apoio na Estação de Celorico é mais um passo para a valorização da nossa ecopista como a melhor do país”.

ecopista (3)celor.jpg

CELORICO DE BASTO PROMOVE CRONOESCALADA AO ALTO DO VISO

Esta é a 1ª edição de uma prova de ciclismo que se irá disputar na subida mais emblemática do concelho de Celorico de Basto, até à Serra do Viso, com 745m de desnível, categorizada na primeira categoria.

CARTAZ-VERSAO1_Prancheta 1 jpg.jpg

Agendada para o dia 30 de maio, esta prova decorrerá por um percurso amplamente reconhecido por integrar a prova rainha do ciclismo, a Volta a Portugal. Serão 9,8km e 745 m de subida, evidenciando-se o elevado grau de dificuldade.

A prova, aberta a todos os atletas, amadores e profissionais, será dividida em vários escalões, femininos e masculinos. A participação carece de inscrição que deverá ser efetivada em cabreirasolutions.com, uma prova que está circunscrita à participação de 200 atletas.

Este evento será cronometrado, com os ciclistas a saírem minuto a minuto, e respeitará todas as normas impostas pela DGS, salvaguardando participantes e organização.

A organização deste evento é da responsabilidade do Município de Celorico de Basto em parceria com a Cabreira Solutions.

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, o objetivo desta iniciativa versa “na promoção de um território com marcas indeléveis no ciclismo, com este percurso reconhecido como uma das provas míticas da Volta a Portugal. A Serra do Viso é um espaço com todas as condições para receber a prova e é também um miradouro único e de extrema beleza”.

A Cronoescalada irá iniciar junto à Câmara Municipal de Celorico de Basto, na praça Cardeal D. António Ribeiro a partir das 10h00 e seguirá até à Serra do Viso. Durante a prova, o trânsito estará cortado no sentido ascendente e condicionado no sentido descendente, permitindo, mesmo que de forma condicionada, a circulação de automobilistas.

O pódio, para entrega de prémios, estará junto aos Paços do Concelho, e a cerimónia decorrerá a partir das 12h00.

CELORICO DE BASTO APROVA PACOTE DE BENEFÍCIOS A VOLUNTÁRIOS DOS BOMBEIROS E CRUZ VERMELHA

Medida visa premiar e incentivar o voluntariado, reconhecendo a importância deste trabalho na comunidade.

O Município de Celorico de Basto aprovou o regulamento para a concessão de apoios sociais aos Bombeiros Voluntários e Socorristas da Cruz Vermelha. Esta medida, integrada no programa APOIAR+, pretende formular e concretizar uma política social municipal, que simultaneamente reconheça o mérito e valorize a ação dos voluntários e o seu papel na comunidade incentivando a sua prática. Para o cumprimento desse objetivo foram definidos um vasto conjunto de regalias e benefícios fiscais para todos os Bombeiros e Socorristas.

_DSC5476.jpg

Das medidas aprovadas destaca-se um complemento ao seguro de acidentes pessoais, que cobrirá o risco de morte e invalidez permanente superior a 40% até ao montante de cem mil euros por ocorrência. A medida atribui também um conjunto de reduções e isenções fiscais, nomeadamente com o reembolso de 50% da taxa de IMI e IUC, bem como do IRS que cabe ao Município. Também está contemplado um apoio ao arrendamento urbano, a isenção da totalidade do valor das taxas municipais para construção ou realização de obras e a isenção do pagamento da tarifa de recolha de lixo.

Foi também definido um conjunto de regalias para estes voluntários, garantindo o acesso gratuito às piscinas municipais, redução de 50% no acesso a iniciativas de caráter desportivo e culturais promovidas pelo Município, o acesso à realização e estágios curriculares em contexto prático de trabalho no Município e será atribuída uma bolsa de estudo, no valor de 75€/mês aos filhos de bombeiros falecidos em serviço ou com doença contraída no exercício de funções.

Para o Presidente da autarquia, Joaquim Mota e Silva “esta é uma importante medida de incentivo e reconhecimento, que o Município faz a todos os que, de forma abnegada, dão o seu contributo à comunidade, muitas das vezes com enorme sacrifício pessoal e familiar. O voluntariado tem tradição e uma enorme importância na nossa sociedade, a atribuição deste vasto conjunto de apoios e regalias é um ato de justiça para com estes voluntários e um reconhecimento de valor que incentiva a prática do voluntariado.”

_DSC8332.jpg

CELORICO DE BASTO INAUGURA CENTRO DE RECOLHA OFICIAL DE ANIMAIS DE COMPANHIA

Espaço moderno e com todas as condições para acolher animais errantes/vadios

“Este centro de recolha oficial de animais de companhia de Celorico de Basto é um espaço com todas as condições para o acolhimento, promoção do bem-estar e adoção dos animais de companhia. Ao mesmo tempo, assegura a segurança e tranquilidade das populações, um importante passo em termos de saúde pública, numa interligação próxima entre os serviços e a população, reforçando também, a promoção e sensibilização para o respeito dos direitos dos animais” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

celobas (1).jpg

De facto, este é um serviço complementar à inerente missão das populações que devem cuidar devidamente dos seus animais dando-lhes os cuidados devidos, salvaguardando os seus direitos. Importa observar que todos os animais recolhidos pelo CRO são devidamente tratados, higienizados e registados ficando, dentro do prazo definido na lei, disponíveis para adoção.

Este CRO irá funcionar numa primeira fase para a recolha e proteção dos animais, com zonas de exercício e sociabilização e área de tosquia e higienização, e prevê-se, a curto prazo, a instalação de equipamentos para a prestação de outros serviços como um bloco cirúrgico para esterilização de cães e gatos e sala de enfermagem independente para tratamento e acompanhamento clínico dos animais alojados.

Esta obra decorreu de um parecer favorável da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e foi adjudicada no valor de 101 161,10€. Contou com um apoio de 43 782,24€, financiado pelo Orçamento de Estado, através de um contrato-programa assinado entre o Município de Celorico de Basto, a Direção-Geral das Autarquias Locais e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

celobas (2).JPG

celobas (3).JPG

celobas (4).JPG

CELORICO DE BASTO REQUALIFICA ESCOLA DO ANTIGO CICLO PREPARATÓRIO

Obras de requalificação e beneficiação do antigo ciclo seguem a bom ritmo

Em Celorico de Basto o antigo ciclo preparatório encontra-se em fase avançada nas obras de requalificação, prevendo-se a sua conclusão a curto prazo.

_DSC6475.jpg

O edifício, localizado mesmo no centro da vila de Celorico, irá agregar uma série de serviços na área do ensino, cultura e dinamização das associações locais.

“As obras estão a decorrer de acordo com os prazos estipulados prevendo-se que o edifício venha a desempenhar as novas funções o mais rapidamente possível” observou o autarca, Joaquim Mota e Silva. “A obra em execução assenta na preservação das características essenciais e formais da antiga construção, prevendo-se uma beneficiação do exterior, mas tem como principal enfoque o interior do edifício, com a redistribuição e otimização do espaço de acordo com as novas necessidades” continuou o edil celoricense. Recorde-se que este edifício desempenhou um papel fundamental na educação e formação da população celoricense, estando na memória de muitos que por ali passaram. “Este é um edifício carismático, localizado mesmo no centro da vila e que está na memória coletiva das nossas gentes, pelo papel essencial na educação e formação ao longo de muitos anos” concluiu o autarca.

Esta é uma das muitas obras a decorrer neste concelho integrada Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU) de Celorico de Basto, estando orçamentada no valor de 774.814,80€ sendo cofinanciada pelo FEDER no valor de 663.092,38€.

CELORICO DE BASTO APRESENTA "COMO VIVER EM FAMÍLIA EM TEMPOS DE PANDEMIA"

Um webinário direcionado a toda a comunidade e que pretende dar dicas úteis numa altura excecional.

A pensar em toda a comunidade, a Contrato Local de Desenvolvimento Social 4ª Geração, Celorico+Social, de Celorico de Basto em parceria com o Município de Celorico de Basto e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Celorico de Basto está a desenvolver um webinário tendo como tema “Como viver em família em tempo de pandemia”. Uma ação que terá a participação especial da Associação “Pais como Nós”

webinarceloribast.jpg

A participação neste iniciativa exige inscrição obrigatória e gratuita através do link http://bit.ly/clds4g-inscrição.

Os participantes poderão assistir ao webinário na próxima quarta-feira, das 10h00 às 11h30, através do link que será gerado para o efeito. Contudo, o CLDS 4G, Celorico+Social, e considerando aqueles que se sentem menos confiantes na utilização de plataformas digitais, irá transmitir o webinário no Centro Cultural Marcelo Rebelo de Sousa.

 “No nosso campo de ação vislumbramos dificuldades múltiplas na forma de interação das famílias e percebemos que era urgente atuar no sentido de encontrar meios e formas de ajudar a amenizar as dificuldades sentidas” disse Elisabete Coelho, Coordenadora do CLDS 4G, Celorico+Social.

Também Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, olha com bons olhos para este tipo de ação, “neste momento as famílias precisam de saber comunicar entre si, saber interagir, saber viver. A pandemia tem sido devastadora também nos laços familiares que precisam de estar mais unidos que nunca”.

Esta sessão integra as comemorações do mês da prevenção contra os maus tratos na infância – Abril, promovida pela CPCJ.  “Estas iniciativas são sempre salutares e uma mais valia na promoção dos valores da família e por consequência dos cuidados a ter com as crianças e jovens” aferiu Fátima Araújo, Presidente da CPCJ de Celorico de Basto.

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO DISPONIBILIZA ESPAÇOS PÚBLICOS PARA A INSTALAÇÃO DE ESPLANADAS

Medida dá resposta às necessidades dos negócios de restauração e bebidas em contexto de pandemia.

O Município de Celorico de Basto aprovou o direito de ocupação de cinco espaços públicos para instalação de esplanadas, que servirão de apoio aos negócios de restauração e bebidas.

_DSC1873.JPG

Esta medida pretende apoiar estes negócios que, no contexto de pandemia, estão limitados no desenvolvimento da sua atividade, por força das regras de segurança que limitam a sua capacidade e favorecem os espaços ao ar livre.

No total, são cinco espaços públicos, com localização privilegiada, aos quais será atribuído o direito de ocupação no período de verão, entre os dias 1 de junho e 30 de setembro. Os espaços disponibilizados estão situados em locais centrais da sede do concelho: Praça Albino Alves Pereira; Biblioteca Municipal: bar de apoio e espaço exterior do Auditório Municipal; Quinta do Prado: pérgula superior e parque das Camélias.

A concessão destes espaços será atribuída em hasta pública, a realizar no próximo dia 25 de maio, pelas 10h30, sendo a base de licitação de 10€. Poderão concorrer, numa primeira fase, todos os comerciantes e industriais do ramo da restauração e hotelaria, com sede e estabelecimento estável no concelho há mais de seis meses. Os espaços que não obtenham proposta, serão levados a nova hasta pública, uma semana depois, podendo concorrer todas as pessoas singulares ou coletivas que preencham as condições técnicas necessárias para o exercício da atividade.

Para Joaquim Mota e Silva, “este é um apoio importante que o Município dá aos comerciantes de um setor muito afetado pela pandemia, criando oportunidade a alguns negócios que não têm condições para a instalação de esplanadas de desenvolver a sua atividade”. O autarca disse ainda que o Município não pretende lucrar com esta iniciativa, “o objetivo é apoiar os empresários e garantir um reforço do serviço e condições de segurança, de um setor essencial para servir a população local e apoio a todos os que visitam Celorico de Basto durante a época de verão, nomeadamente os turistas, visitantes e também a nossa comunidade emigrante”.

Os interessados poderão obter mais informações e consultar o regulamento na página do Município, em www.mun-celoricodebasto.pt

CELORICO DE BASTO AVANÇA COM COLOCAÇÃO DE 550 ARMADILHAS PARA A VESPA VELUTINA

Medida preventiva abrange todo o concelho, tem objetivos de curto e médio prazo e será implementada com as Juntas de Freguesia, esperando-se uma redução de 80% na criação de novos ninhos deste inseto predador.

imagem2cameliascel (1).jpg

Celorico de Basto tem sido fortemente assolado com a presença da vespa velutina, predadora da abelha europeia, com a população a solicitar, de forma assídua, a intervenção da proteção civil municipal que, em 2020, destruiu mais de 450 destes ninhos em todo o território do concelho.

Esta atitude preventiva, adotada pela primeira vez pelo município de Celorico de Basto, permitirá salvaguardar a destruição das colmeias e que os apicultores possam laborar nas melhores condições, potenciando a produção de mel.

A colocação das armadilhas será realizada junto dos apiários, permitindo capturar a rainha, impedindo assim a criação de novos ninhos que se desenvolvem nesta altura do ano.

Uma ação que irá permitir uma redução “entre 70 a 80% de ninhos de Vespa Asiática, trazendo benefícios económicos, de saúde pública e de proteção da nossa biodiversidade” disse Joaquim Mota e Silva.

Para o edil celoricense “esta é uma nova abordagem, com um investimento reduzido, mas que irá produzir, a curto e médio prazo, um grande impacto na natureza e na qualidade de vida do nosso concelho.

imagem2cameliascel (2).jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO CONSTRÓI TRÊS CAMPOS DE REPRODUÇÃO DO COELHO BRAVO

Medida visa repovoar a Zona de Caça Municipal

Estes campos de reprodução foram construídos para reforçar a atividade cinegética durante os próximos anos, com a reprodução de coelhos que irão repovoar a zona de caça Municipal. Dois dos campos ficam localizados na união de freguesias de Britelo, Gémeos e Ourilhe e o outro campo, na união de freguesias de Canedo de Basto e Corgo.

camelcelor (1).jpg

“Estes campos de reprodução foram feitos à semelhança do Habitat natural dos coelhos bravos, onde será assegurada a alimentação adequada, as melhores condições de salubridade e condições de reprodução, assegurando a proliferação desta espécie. Os mesmos serão libertados na Zonas de Caça Municipal com o intuito de repovoar e por consequência permitir melhores condições para a prática da caça e uma maior preservação da fauna existente” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara municipal de Celorico de Basto.

De forma efetiva, foi efetuada uma melhoria na sinalização venatória, em toda a Zona de Caça Municipal, permitindo uma fácil identificação da mesma, por todos os caçadores. Foram criados três campos de reprodução com sementeiras de centeio, trigo, aveia e azevém e dois abrigos artificiais em cada campo garantindo o abrigo e as condições de reprodução da espécie cinegética. Estas medidas irão permitir o repovoamento do coelho bravo na Zona de Caça Municipal.

Estas intervenções contaram com um investimento global de 73 752,51€ sendo que 27.077,99€ foram cofinanciados pelo PDR 2020, na medida 8.2.1 – gestão de recursos cinegéticos, tendo o Município de Celorico de Basto suportado o restante valor no total de 46.674,53€.

camelcelor (2).jpg

celocame.jpg

CELORICO DE BASTO A MEXER ENTREGA AMÊNDOAS AOS IDOSOS

O Município de Celorico de Basto contribui para uma Páscoa “mais doce” com a entrega de amêndoas a todos os idosos que integram o Programa Celorico a Mexer

cellori (1).jpg

Durante esta semana Santa, e considerando as medidas impostas pela DGS, e por consequência, o facto de muitos idosos estarem sozinhos numa altura que se supõe festiva, os serviços de ação social do Município estão a articular a entrega, com todas as normas de seguranças, de amêndoas aos idosos que integram o Celorico a Mexer.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “esta foi a forma que encontramos de estar mais próximos dos nossos idosos numa altura que seria de convívio familiar. Queremos, com este gesto, que uma época festiva como a Páscoa seja marcada com um gesto de carinho e atenção junto dos nossos idosos, que seja mais doce e mais fácil de suportar, queremos que sintam a nossa mão amiga, que não estão sós, que continuamos juntos nesta difícil caminhada”.

No mesmo sentido, Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços Sociais do Município reforça que as grandes marcas do Celorico a Mexer são “o afeto, o carinho, a proximidade, marcas que se mantêm vivas apesar da situação pandémica que vivemos. Durante as visitas desta semana, as animadoras do programa, entregam aos idosos as amêndoas e dão algumas palavras de conforto, muito necessárias numa altura que seria de festa, comemorada ao longo dos anos com a celebração da Via Sacra ao vivo preconizada pelas pessoas que participam no Programa Celorico a Mexer” disse Helena Martinho.

O programa Celorico a Mexer tem mantido a proximidade junto das pessoas visitando-as com frequência, levando um sorriso, uma palavra para esmorecer o isolamento e a solidão.

cellori (2).jpg

cellori (3).jpg

CPCJ DE CELORICO DE BASTO CELEBRA "ABRIL - MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS TRATOS NA INFÂNCIA"

“Atividades desenvolvidas terão por objetivo sensibilizar e consciencializar a população para os maus tratos na infância, situações que ainda se verificam na nossa comunidade”.

celbas.jpg

Abril é o mês instituído pela Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens para a prevenção dos maus tratos na infância e, como habitualmente, a CPCJ de Celorico de Basto associa-se à Comissão Nacional e ao tema inerente à iniciativa, “Serei o que me deres… que seja amor!”.

Para a presidente da CPCJ, Fátima Araújo, “iremos procurar criar mecanismos de sensibilização e consciencialização para a problemática dos maus tratos sem colocar em causa a segurança das nossas populações. Por isso, este ano, abdicamos da realização da caminhada “entre laços e pirilampos” e cingir-nos-emos à criação de materiais informativos físicos e digitais em estreita parceria com as entidades de primeira intervenção que integram a CPCJ”. Para Fátima Araújo, “vivemos um tempo único, exigente, e cheio de preocupações. Um tempo que, infelizmente, em nada contribui para mitigar as situações de maus tratos na infância podendo, pelo contrário, despoletar novas situações. Por isso, é crucial desenvolver este tipo de campanhas para sensibilizar, para consciencializar, para fazer entender que as dificuldades aumentam quando há maus tratos”. Fátima Araújo salienta ainda que é cada vez mais necessário uma educação para a parentalidade positiva, para a tomada de consciência que as crianças e jovens são o futuro e que é crucial que a sua caminhada, nestas idades, seja o mais feliz e saudável possível”.

Durante o mês de Abril serão desenvolvidos materiais informativos físicos e digitais, o laço azul será exposto nas fachadas dos edifícios das entidades de primeira intervenção que integram a CPCJ, o edifício dos Paços do Concelho estará iluminado de azul e será colocada, em local a decidir, a moldura “afetos e família” para que todos possam tirar fotografias e disseminá-las pelas redes sociais. 

É importante recordar que este mês de abril tem como símbolo o Laço azul em representação das nódoas negras que os netos de Bonnei Finne apresentavam como consequência dos maus tratos físicos que sofreram.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “neste momento e considerando que a pandemia aumentou consideravelmente as fragilidades de muitas famílias, verifica-se, ainda mais, a necessidade de um trabalho conjunto, entre as várias entidades, para que as famílias e em especial, as crianças e os jovens, se sintam amparados, protegidos e sem medo de pedir ajuda em momentos de maior sufoco. É crucial que percebam que as instituições existem para ajudar e contribuir para a resolução dos seus problemas”. O autarca salienta também a importância destas campanhas referindo que as mesmas devem ser mais persistentes “para que toquem efetivamente nas consciências e levem à alteração de comportamentos”.

CLAS DE CELORICO DE BASTO REUNIU COM VÁRIOS ASSUNTOS PRIORITÁRIOS

Asseguradas as normas de segurança impostas pela DGS, a reunião do Conselho Local de Ação Social, teve lugar no dia 23 de março, no auditório do Prado, em Celorico de Basto, com a presença de todas as entidades constituintes.

_DSC6396.jpg

Infraestruturas socais solicitam aumento da capacidade das suas Respostas Sociais face ao envelhecimento demográfico

A reunião foi presidida pelo Presidente da Câmara Municipal, Joaquim Mota e Silva, e contou com a presença dos vários responsáveis pelos diversos meios de intervenção social concelhios públicos e privados.

Para Joaquim Mota e Silva este trabalho em rede tem sido “extremamente positivo num momento complexo de pandemia. Temos tentado fazer o melhor de forma cooperante e interativa, num trabalho em rede que envolve todos os que estão aqui representados. Vivemos tempos em que as questões de saúde tem prioridade e temos também, neste sentido, feito o nosso trabalho com uma intervenção direcionada para a contenção, prevenção, e sensibilização, conseguindo conter uma série de situações complexas no concelho”. Ao mesmo tempo, o Presidente do CLAS disse que “estamos juntos e próximos da população para continuar a dar o apoio social, esta presença, esta mão amiga, a quem mais precisa. E peço para que todos continuem a fazer o melhor, a dar o máximo, para amenizar as dificuldades que um número significativo de pessoas está a passar. Nunca é demais a atitude de prevenção, de salvaguarda, numa intervenção discreta e pronta para que as pessoas, de forma digna, possam ultrapassar estes momentos difíceis”.

Logo no início da sessão foi apresentada a execução física e financeira do plano de atividades do CLDS 4G Celorico+Social referente ao ano 2020. A apresentação esteve a cargo da coordenadora do Projeto, Elisabete Coelho, que, de forma detalhada, mostrou todas as atividades desenvolvidas e as atividades que ficaram aquém do que seria esperado face aos constrangimentos provocados pela epidemia que impossibilitaram a sua execução em pleno.

De seguida, e numa altura em que se verifica um envelhecimento demográfico consequência de vários fatores, verificou-se a necessidade de desenvolver estratégias políticas e sociais que visem salvaguardar o bem-estar dos idosos, promovendo a saúde física e mental. Nesse sentido, algumas infraestruturas sociais do concelho, verificaram a urgência de redimensionar os apoios sociais inerentes, para a mais correta salvaguarda dessas populações. Assim, foram apresentados 5 pedidos de parecer ao CLAS, todos aprovados por unanimidade dos presentes.

Os representantes das Instituições apresentaram ao plenário do CLAS o pedido de parecer com a devida fundamentação do mesmo. Assim, a Associação de Solidariedade de Sto. André de Codessoso pediu um alargamento do número de vagas para a resposta social Estrutura Residencial de Pessoas Idosas (ERPI). A Associação de Solidariedade Social de Basto solicitou um alargamento do número de vagas para a resposta social de Centro de Dia e ainda, um alargamento do número de vagas para a resposta social Serviço Apoio Domiciliário. O Centro Social Divino Salvador de Ribas solicitou um aumento de número de vagas para ERPI, e pedido de parecer para a criação de um Centro de Noite.

Nesta sequência, e verificando-se a necessidade de formalizar e agilizar os pedidos de parecer da Rede Social ao Conselho Local de Ação Social de Celorico de Basto, foi apresentada uma proposta de Regulamento que torne o procedimento mais célere e formal por forma a facilitar o funcionamento da rede social.

Quase a terminar a Técnica da Rede Social CLAS, Helena Martinho, apresentou o programa “1º Direito”, um programa que visa desenvolver melhorias nas habitações das pessoas que apresentem maiores dificuldades e tenham a sua habitação, que pode não ser própria, com deficientes condições de habitabilidade. Nesse sentido, a Câmara Municipal está a elaborar a Estratégia Local de Habitação, fazendo um diagnóstico da situação habitacional do concelho, para que fiquem identificadas as situações que posteriormente se possam constituir como candidatura ao 1º Direito. Todo o processo para aceder a este apoio será formalizado nos serviços sociais da Câmara Municipal.

_DSC6398.jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO INAUGURA PAINEL COLETIVO DE AZULEJOS

Celebrar a Camélia é celebrar a identidade do concelho

Num mês que seria dedicado à Capital das Camélias, com a sua Festa Internacional, o Município de Celorico de Basto, decidiu assinalar esta efeméride com uma ação restrita e permanente, a inauguração de um Painel Coletivo de Azulejos, localizado junto à antiga estação de Celorico de Basto. A cerimónia de inauguração decorreu ontem, 22 de março, com a presença de um leque restrito de convidados, representantes das instituições envolvidas no projeto.

_DSC6306.jpg

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, “Inauguramos hoje o magnífico painel de azulejos dedicado às nossas Camélias. Um momento singelo mas simbólico, que serviu para valorizar o trabalho realizado por centenas de elementos da nossa comunidade escolar, entre alunos, professores, pais, auxiliares de ação educativa e dirigentes”. Para o edil celoricense esta é “uma obra de arte que promove o nosso “património de encantar” e um ponto de partida para um conjunto de peças de arte que iremos instalar ao longo do percurso, contribuindo assim para o nosso desígnio de fazer da nossa Ecopista a melhor do país, juntando a arte ao património natural, paisagístico e arquitetónico que ela já possui e estamos a recuperar”. Um trabalho que envolve a comunidade e que é reflexo da valorização do território. “Estamos a trabalhar de forma integrada, envolvendo os serviços da câmara, os nossos artistas e toda a nossa comunidade na promoção e valorização do nosso património e potencial turístico do concelho”, reforçou o autarca.

Este painel coletivo de Azulejos foi desenvolvido no âmbito do PIICIE – Plano Integrado e Inovador do Combate ao Insucesso Escolar do Tâmega e Sousa, em estreita articulação entre o Município de Celorico de Basto e o Agrupamento de Escolas. Um painel que foi idealizado pelo professor/artesão Vitor Resende e envolveu centenas de participantes, produzindo cada um o seu azulejo.

O mesmo prefigura várias imagens de camélias mas destaca 5 camélias gigantes e é, a partir de ontem, mais um motivo de atração ao concelho e uma referência na valorização do património natural, as camélias.

_DSC6319.jpg

_DSC6325.jpg

_DSC6338.jpg

_DSC6350.jpg

_DSC6383.jpg

IPSS'S DE CELORICO DE BASTO JUNTAM-SE EM "SEMANA SOLIDÁRIA" PARA RECEBER AS CAMÉLIAS

6 IPPS’S do concelho uniram-se com o objetivo de manter viva a recordação do evento que, por força da pandemia, não se realiza há dois anos consecutivos.

_DSC6214.jpg

A celebração das Camélias, está profundamente enraizada na comunidade Celoricense. A festa, de carácter internacional, decorre habitualmente durante o mês de março mobilizando a população e instituições na celebração do “património de encantar” deste concelho que tem “Capital das Camélias” como marca registada. As restrições da pandemia, têm impedido a realização do evento, mas não desmobilizam as IPSS’s locais, que apresentaram um conjunto diversificado de iniciativas, que pretende manter viva a recordação deste evento, envolvendo os seus utentes em atividades que os estimulam e dão ânimo.

Entre 15 e 19 deste mês, cada IPSS envolvida está a desenvolver uma programação específica, com a realização de atividades de decoração, música, desfiles e outras. As ações, têm os utentes de cada instituição como intervenientes e visam promover o convívio e relembrar uma das festas mais coloridas e com maior intervenção da comunidade local que decorre neste concelho.

Intitulada de “semana solidária”, a iniciativa partiu da Associação de Solidariedade de Sto. André de Codessoso e conta com a participação de outras IPSS´s do concelho, que prontamente aceitaram o convite: Associação de Solidariedade Social de Basto, Centro Comunitário Bento XVI, Centro Social e Paroquial de Molares, Centro Social Paroquial do Divino Salvador de Ribas e Santa Casa da Misericórdia de S. Bento de Arnoia.

Para Marlene Silva, diretora da Associação de Solidariedade de Santo André de Codessoso, entidade promotora desta iniciativa, “esta foi uma forma de recordarmos uma festa que nos deixa saudades e em simultâneo, dar ânimo aos nossos utentes que, por razões sobejamente conhecidas, se encontram mais tristes. Durante esta semana toda a programação terá as camélias como foco, desde a criação e colocação de elementos decorativos, os desfiles, a música, e muitas outras ações que irão, certamente, animar os utentes das IPSS e dar-lhes a alegria que merecem”.

_DSC6002.jpg

_DSC6011.jpg

_DSC6027.jpg

_DSC6044.jpg

_DSC6105.jpg

_DSC6163.jpg

_DSC6179.jpg

_DSC6209.jpg

CELORICO DE BASTO PREPARA JOVENS PARA O ENSINO SUPERIOR

Jovens do 12º do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto participaram, no dia 10 de março, numa ação digital que lhes permitiu conhecer a oferta educativa da Universidade do Porto.

Screenshot_20210310-151812_Zoom.jpg

As novas ofertas desta universidade deixaram os jovens entusiasmados.

A ação insere-se no Plano de atividades da Mostra Educativa e Profissional promovida pelo programa CLDS 4G Celorico+Social em parceria com o Município de Celorico de Basto e o Agrupamento de Escolas.

Para a Câmara Municipal, promotora do CLDS4G, e na voz de Helena Martinho Costa, “a Câmara Municipal tem um papel fundamental no sentido de apoiar e dinamizar esta mostra educativa de forma a proporcionar mais e melhor informação aos alunos  para que as opções e  escolhas sejam o mais conscientes e informadas e possam contribuir para que os jovens tenham um futuro mais promissor e feliz. A parceria CLDS 4G Celorico+Social, Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto e Câmara Municipal é uma conjugação de recursos e potencialidades para criar mais um recurso de orientação aos alunos". 

No mesmo sentido, a coordenadora do CLDS 4G Celorico+Social, Elisabete Coelho, disse que “nestes tempos particularmente únicos, é crucial encontrar meios e formas de dar aos alunos as mesmas oportunidades daqueles que outrora participaram na Mostra Educativa e Profissional e tiveram a oportunidade de observar e conhecer as ofertas educativas e profissionais disponíveis. Obviamente que o formato é outro, menos abrangente mas com o mesmo intuito e, acreditamos que será muito benéfico e orientador para os jovens que agora terminam o 12º ano”.

A participar na ação, através da plataforma zoom, estiveram 55 alunos de 3 turmas do 12º ano, 2 turmas do curso de Ciências e Tecnologias e 1 turma de Línguas e Humanidades.

Durante a ação, foi apresentada a história desta Universidade e todo o tipo de apoios de ação social existentes e que os alunos poderão recorrer aquando da sua ingressão naquela universidade (residência, bolsa, cantina…). Após esta apresentação, os alunos foram instigados a escolher entre duas faculdades de acordo com a sua orientação académica, a Faculdade de Ciências e a Faculdade de Letras. Assim, foram encaminhados para duas salas individuais de acordo com a sua opção, onde puderam ouvir atentamente todas as informações úteis relativas à faculdade desde as médias de acesso, os cursos que dispõe, as novas ofertas educativas, as saídas profissionais…

Uma ação muito importante quando está em causa a orientação para o futuro destes jovens.

 “Apesar do ensino à distância, a Mostra Educativa é sempre uma mais-valia porque auxilia os nossos alunos nas suas escolhas indo de encontro às suas expetativas e necessidades especificas quando estamos a falar na progressão dos estudos e inserção no ensino superior”, disse Carla Nunes, membro da Direção do Agrupamento de Escolas. Esta não foi uma ação isolada e prevê-se a realização de outras similares para que os alunos possam mitigar as dúvidas que possam sentir no que respeita à orientação profissional e educativa.

Ana Costa, Psicóloga do Agrupamento de Escolas, salienta que, para os alunos, “é fundamental este contacto com os profissionais das diferentes instituições de ensino, mais conhecedores das ofertas que dispõem e por isso, mais motivadores e esclarecedores juntos de muitos alunos que ainda se vêm com dúvidas no que pretendem seguir no término do secundário”. Dúvidas que o Agrupamento de Escolas tenta colmatar com a oferta de vários serviços de apoio. “Além desta Mostra temos os serviços de apoio psicológico e o Sagaz, apoios muito necessários e úteis que ajudam os jovens a conhecer-se a si próprios e perceber quais os seus reais objetivos profissionais e/ou académicos. Desenvolvemos ações de orientação em grupo, mas estamos disponíveis para sessões individuais sempre que os alunos necessitem” reforçou Ana Costa.

Esta foi umas das ações previstas no Plano da Mostra Educativa e Profissional proposto pelo CLDS 4G Celorico+Social, prevendo-se a organização de outras, ainda em fase de estudo mediante a evolução da pandemia.

CELORICO DE BASTO: REPUBLICANOS FELICITARAM BERNARDINO MACHADO PELO SEU 57º ANIVERSÁRIO

António Rodrigues Salgado, Secretário da Comissão Municipal Republicana de Celorico de Basto, endereçou em 30 de Março de 1908 ao "eminente cidadão" Bernardino Machado as felicitações pelo seu aniversário.

Bernardino Machado fez em 28 de Março daquele ano 57 anos de idade. Ainda vigorava o regime monárquico...

Fonte: Fundação Mário Soares

fmsberanivers (1).png

fmsberanivers (2).png