Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PRESIDENTE DA REPÚBLICA VISITA CELORICO DE BASTO E PRESIDE ÀS COMEMORAÇÕES DO DIA DO MUNICÍPIO

Decorre no próximo dia 25 de Julho a cerimónia comemorativa do Dia do Município, promovida pelo Município de Celorico de Basto, com entrega de medalhas de honra do Município aos atleta Diogo Dalot e João Sousa e homenagem póstuma a Fernando Freitas, antigo Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses.

A cerimónia será presidida pelo Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

prceloric.jpg

MAIS DE 600 CICLISTAS VIBRARAM EM PROVA DE N GPS EM CELORICO DE BASTO

A prova “Rota das Camélias” passou pelos lugares mais extraordinários do concelho e deixou os atletas fascinados com tamanha beleza. Castelo de Arnoia, Viso, ecopista foram alguns dos locais por onde passaram os mais de 600 ciclistas que participaram na prova de NGPS - Circuito Nacional de Eventos BTT.

Uma prova orientada por GPS por um circuito com alguma dificuldade mas que poderia ser feito de acordo com a velocidade de cada atleta “aqui o tempo é o menos importante”. Sem qualquer competição, os atletas, grande maioria de fora do concelho, aproveitaram para desfrutar das paisagens, da gastronomia, do convívio salutar que este concelho proporciona muito por força das suas gentes.

imagens n GPS (1).jpg

“Este é um dos percursos mais intensos que fiz, temos muitos picos de adrenalina, grandes descidas e subidas, paisagens soberbas e gentes fabulosas que nos receberam com um rasgado sorriso” disse Sérgio Dias, atleta que integrou a prova.

Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, mostrou a sua satisfação pela organização desta iniciativa “que permitiu conhecer um pouco do muito que temos para oferecer. O concelho encheu-se de atletas, apaixonados pelo BTT, e ansiosos por conhecer locais novos, circuitos diferentes, paisagens únicas. Aqui, neste concelho encontraram a adrenalina que estas provas de BTT proporcionam, conjugada com o deleite das paisagens, da gastronomia, das gentes”.

Durante a prova, os 600 participantes foram parando nos vários restaurantes, tascas e cafés que foram encontrando pelo caminho para reforçar a energia e aguentar o passeio até ao fim, numa conjugação perfeita entre lazer e economia local.

 Para o autarca o mais importante destas ações é promover um concelho que tem vindo a crescer substancialmente no turismo. “Nos dias de hoje, o turista não busca apenas a paz e a tranquilidade que o nosso concelho oferece, procura, também, atividades dinâmicas, que misturem lazer e atividade física, procuram lugares que possam conjugar várias experiências e levar daqui as melhores recordações e, é esse trabalho que temos vindo a desenvolver para que o turista venha, desfrute e regresse”.

A iniciativa foi organizada pelo Município de Celorico de Basto e a Cabreira Solutions. Foi uma prova/passeio de navegação por GSP e total autonomia dos participantes num circuito orientado por lugares únicos e que colocou à prova a destreza e capacidade física dos participantes.

A prova iniciou e terminou no centro da vila de Celorico de Basto, junto à Casa da Terra.

imagens n GPS (2).jpg

imagens n GPS (5).jpg

imagens n GPS (6).jpg

imagens n GPS (7).jpg

CELORICO DE BASTO: "IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA" EM DEBATE NO AUDITÓRIO DA AUTARQUIA

Iniciativa organizada pelo Curso EFA B3 de Geriatria, da Die Apfel

Frequentemente encontramos famílias com forte poder económico, mas com graves debilidades do ponto de vista afetivo. E o contrário também é verdade: há famílias que vivem de forma espartana, mas que não são desprovidas de amor.” - Joana Azevedo

Joana Azevedo.jpg

A família representa uma instituição de caráter universal, nas várias relações espácio-temporais. Trata-se de um núcleo social basilar que foi analisado, na Conferência “Importância da Família”, numa perspetiva interdisciplinar: significado, tipos, funções da família e evolução sociodemográfica da mesma.  De acordo com a Oradora, Joana Azevedo, a “família é a primeira forma de organização social e a sua existência é relatada ao longo da história, assumindo igualmente um caráter universal. Definida como a «célula básica da sociedade», a família assume múltiplas funções e formas (família nuclear, alargada, monoparental, entre outras).”

Joana Azevedo concetualizou o conceito de família em três componentes: funções básicas, afetivas e sociais. As funções básicas referem-se à supressão das necessidades fundamentais (ex: as necessidades alimentares) e as afetivas referem-se à componente emocional. É dentro do lar e da família que a criança recebe ou não as primeiras manifestações de amor e carinho, que posteriormente terão repercussões a nível psicossocial. “O exemplo perpassado pelos pais tem, igualmente, um peso inequívoco no desenvolvimento cognitivo, moral e social da criança”, adiantou a Oradora. As funções sociais integram o impacto da família no meio ambiente, sendo que a criança é, também, produto da educação recebida. Esta traduz-se em cognições e comportamentos que, invariavelmente, têm impacto social. Por outro lado, a própria sociedade influencia a família, pois esta é permeável às diferentes mutações societais.

De acordo com a Oradora, a família, ainda que seja um constructo ancestral, está em permanente devir, não sendo por isso uma unidade estanque.

O desenvolvimento bem-sucedido do papel educativo da família não pode ser visto, apenas, pelo cumprimento de uma ou de outra função, mas antes da conjugação da tríade funcional: básico, afetivo e social. Joana Azevedo terminou referindo que “frequentemente encontramos famílias com forte poder económico, mas com graves debilidades do ponto de vista afetivo. E o contrário também é verdade: há famílias que vivem de forma espartana, mas que não são desprovidas de amor”.

A iniciativa foi dinamizada no âmbito da Atividade Integradora do quarto Tema de Vida, do Curso EFA B3 de Geriatria, promovido pela Die Apfel e financiado pelo Programa Operacional Capital Humano (POCH), Programa Portugal 2020, Estado Português e Fundo Social Europeu (FSE).

CELORICO DE BASTO COM PROVA DE CICLISMO NGPS, ROTA DAS CAMÉLIAS

Atletas propõem-se a conhecer o concelho passando por percursos de extrema dificuldade e elevada beleza, proporcionando ao atleta um misto de emoções.

rota das caméliascel.jpg

É já este sábado, 03 de julho, que Celorico de Basto recebe a prova de ciclismo NGPS – Circuito Nacional de Eventos BTT, Rota das Camélias, com um circuito que irá inebriar os mais de 600 participantes inscritos nesta prova completamente isenta de competição.

Esta é uma prova/passeio de navegação por GSP e total autonomia dos participantes o que exige uma boa preparação dos atletas para conseguirem concretizar as suas metas. A iniciativa é organizada entre o Município de Celorico de Basto e a Cabreira Solutions.

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, “este é um passeio que irá orientar os atletas por locais únicos do nosso concelho, de exuberante beleza por entre a natureza que o caracteriza. Ao mesmo tempo, os atletas terão a oportunidade de colocar à prova as sua resistência e resiliência com subidas ingremes e difíceis como ao monte do Viso”. O autarca salienta que “esta é mais uma forma de promover este concelho dando a conhecer trilhos, percursos e miradouros, assim como património edificado e a simpatia das nossas gentes que tão bem acolhem quem nos visita”. Joaquim Mota e Silva salienta também o facto de ser uma prova que permite que os atletas parem nos cafés, restaurantes e supermercados para recarregar energias o que também contribui para a economia local.

A iniciativa começa às 7h30, junto à Casa da Terra e termina no mesmo local sem hora marcada.

CELORICO DE BASTO NA FASE FINAL NA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Candidatura aprovada para a instalação de 4900 luminárias led nas várias freguesias do concelho até ao final de 2021

Município de Celorico de Basto está a apostar, com um forte investimento, na promoção da racionalização dos consumos energéticos na rede de iluminação pública, reduzindo os consumos de energia e as emissões de CO2.

IMG_20210625_091418.jpg

Trata-se de uma intervenção de natureza infraestrutural utilizando-se materiais e equipamentos novos, da melhor qualidade e de acordo com as especificações estabelecidas pelas normas de segurança europeia. Um investimento que se propõe atingir dois objetivos concretos, em primeiro lugar a poupança de 161,946,41€/ano na fatura de IP paga pela autarquia resultante da redução do consumo em 1.156.760 KWh/ano. O segundo objetivo é a contribuição para objetivos específicos e para as metas fixadas nos indicadores de resultado definidos na prioridade de Investimento do PO regional. Esta operação, após concretização, contribuirá para a redução em 64,8% do consumo de energia primária e a consequente redução das emissões de CO2 em 416,2 ton/ano.

“Esta é fase final de um investimento que irá diminuir substancialmente a despesa da autarquia com a iluminação pública e em simultâneo contribuir para reduzir a pegada ecológica sem diminuir a qualidade dos serviços e recursos energéticos. Um investimento que irá abranger todas as freguesias do concelho, criando condições para uma maior eficiência energética, melhorando a iluminação pública com a utilização de energias renováveis numa altura de preocupações acrescidas com as alterações climáticas. Este é um pequeno passo que fará toda a diferença na preservação do nosso planeta” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

De forma concreta, esta intervenção tem um investimento na ordem dos 857 142,00€, sendo 563 945,37€ financiados pelo programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, de acordo com a candidatura aprovada, e o restante valor 293 196,64€ suportados pela autarquia.

Uma intervenção que visa a substituição de 4900 luminárias que integram a rede de IP nas diversas freguesias do concelho, por um igual número de luminárias LED.

CELORICO DE BASTO: CASTELO DE ARNOIA COM CENTRO COMUNITÁRIO ENTRE ARTISTAS E RESIDENTES

É já no próximo sábado, 19 de junho, a partir das 15h00, que o projeto Aldear estaciona no Castelo de Arnoia com uma a apresentação de um projeto comunitário, onde se valoriza as relações intergeracionais e se revelam as memórias da atualidade.

198703951_123517579915342_6564553758165246375_n.jp

Este será o dia de apresentar ao público o resultado de projetos artísticos participativos desenvolvidos nos últimos meses. A comunidade local junta-se às equipas artísticas em residência e convida o público a juntar-se para uma tarde de celebração e partilha.

O programa inicia pelas 15h00, na rua do Castelo com a apresentação d “O nosso Museu” criação comunitária organizada pelo Colectivo Espaço Invisível. Pelas 16h00, a atividade desenrola-se no Largo do Fontanário com a atividade Mesa-Masseira – Centro Cívico promovida pela Heurtebise. Às 16h30 seguimos para o Tanque Comunitário e caminhamos até à Forca, uma caminhada estafante “UFA” orientada pela associação “Burilar”. Todas as ações são desenvolvidas com estreita cooperação e participação da comunidade local.

Recorde-se que esta ação é promovida pela Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa.

“Estas ações são cruciais para a manutenção da cultura de um local pleno de história e memória. A comunidade local mostra-nos o saber de outrora ligado à cultura atual, numa interligação muito importante entre gerações que perpetuam o que melhor identifica uma comunidade” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. Efetivamente, “a nossa Comunidade está orientada para fomentar os usos e costumes de uma comunidade como um todo”.

O convite está feito, a atividade desenrola-se de acordo com as normas impostas pela DGS sendo obrigatório uso de máscara e a observação das regras de distanciamento entre os participantes.

Importa reforçar que a entrada é gratuita, condicionada à lotação dos espaços.

O acesso à mesa – centro cívico efetua-se por ordem de chegada, com circulação de público em função das saídas de espetadores.

O acesso ao percurso artístico e à criação comunitária efetua-se mediante o levantamento de senha (no “infopoint”), no dia do encontro comunitário, por ordem de chegada, a partir das 14h30.

CELORICO DE BASTO INICIA ÉPOCA BALNEAR A 21 DE JUNHO

O Município de Celorico de Basto está ultimar todos os preparativos para abrir as Piscinas Municipais descobertas e iniciar a época balnear com todas as condições de segurança.

imagem abertura das piscinas.jpg

A abertura deste espaço está agendada para dia 21 de junho, logo no início do Verão, com todas as nomas de segurança impostas pela DGS tal como sucedeu em 2020.

Para o Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, “este é um espaço nuclear para que a comunidade local, visitantes e turistas possam usufruir da melhor forma dos dias quentes de Verão”. Apesar dos constrangimentos impostos pela pandemia “o espaço estará preparado para receber os utilizadores com vários serviços de apoio com reforço de esplanada o que permitirá uma experiência ainda mais agradável e confortável junto dos banhistas”.

As taxas de utilização mantêm-se inalteradas relativamente às praticadas em 2020 e estão disponíveis na página do Município em serviços.

Esta infraestrutura é uma mais-valia para o turismo local numa altura de grande afluência ao concelho. Segundo Fernando Peixoto “verificamos, ano após ano, um aumento crescente de turistas a visitar o nosso concelho, que procuram experiências únicas, diferentes e sobretudo, desfrutar da calma, serenidade e natureza que nos identifica. Grande parte das unidades hoteleiras do concelho estão esgotadas para estes meses de Verão fruto da grande afluência que não diminuiu com a pandemia, apenas tivemos que orientar-nos no sentido de salvaguarda dos visitantes”.

CELORICO DE BASTO INICIA ÉPOCA BALNEAR A 21 DE JUNHO

O Município de Celorico de Basto está ultimar todos os preparativos para abrir as Piscinas Municipais descobertas e iniciar a época balnear com todas as condições de segurança.

abertura das psicinas 2.jpg

A abertura deste espaço está agendada para dia 21 de junho, logo no início do Verão, com todas as nomas de segurança impostas pela DGS tal como sucedeu em 2020.

Para o Vereador do Desporto da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, “este é um espaço nuclear para que a comunidade local, visitantes e turistas possam usufruir da melhor forma dos dias quentes de Verão”. Apesar dos constrangimentos impostos pela pandemia “o espaço estará preparado para receber os utilizadores com vários serviços de apoio com reforço de esplanada o que permitirá uma experiência ainda mais agradável e confortável junto dos banhistas”.

As taxas de utilização mantêm-se inalteradas relativamente às praticadas em 2020 e estão disponíveis na página do Município em serviços.

Esta infraestrutura é uma mais-valia para o turismo local numa altura de grande afluência ao concelho. Segundo Fernando Peixoto “verificamos, ano após ano, um aumento crescente de turistas a visitar o nosso concelho, que procuram experiências únicas, diferentes e sobretudo, desfrutar da calma, serenidade e natureza que nos identifica. Grande parte das unidades hoteleiras do concelho estão esgotadas para estes meses de Verão fruto da grande afluência que não diminuiu com a pandemia, apenas tivemos que orientar-nos no sentido de salvaguarda dos visitantes”.

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASCO PRESTA ACONSELHAMENTO JURÍDICO NO GABINETE GIRASSOL

Gabinete Girassol, da Câmara Municipal de Celorico de Basto, com juristas no apoio às vítimas de violência doméstica e de género.

gabinete girassol.jpg

O Gabinete Girassol de Celorico de Basto dispõe, neste momento, de um leque alargado de recursos humanos, de várias áreas de formação, para dar um apoio mais diversificado e eficaz às vítimas de violência doméstica e de género.

O Município de Celorico de Basto disponibiliza ao Gabinete Girassol apoio na área da ação social e aconselhamento psicológico, e agora, em articulação com a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, viu aprovada uma candidatura para contratação de juristas, alargando o leque de profissionais no Gabinete Girassol que contempla por isso aconselhamento jurídico.

 “É cada vez mais urgente que este Gabinete disponha de recursos humanos altamente qualificados em diferentes áreas de conhecimento para dar respostas e apoio junto das vítimas de violência doméstica e de género, uma área muito sensível” disse Helena Martinho, Coordenadora do Gabinete Girassol do Município de Celorico de Basto.

Estas áreas de intervenção sempre foram particularmente valorizadas pelo Município de Celorico de Basto.

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal, “as nossas políticas têm sido orientadas para o apoio daqueles que mais precisam de ajuda. Neste caso, em particular, do Gabinete Girassol, articulamos, desde sempre todos os meios logísticos e de recursos humanos para que o seu funcionamento fosse célere, cuidado e especialmente profissionalizado para apoiar da melhor forma as vítimas de violência doméstica e de género. Este novo recurso conseguido em articulação com a CIM-TS é sem, duvida, uma mais-valia para este Gabinete”.

O Gabinete Girassol integra a rede nacional de estruturas de atendimento de apoio à vítima (RNAVVD), através de um protocolo com o CIG - Serviço de Informação às Vítimas de Violência Doméstica

Importa referir que o gabinete girassol desenvolve, ao longo do ano, várias ações de sensibilização em articulação com a saúde e a educação, para consciencializar para uma problemática que não para de crescer. Uma das temáticas que mais incide é a violência no namoro. Recorde-se que em 2020 morreram 32 pessoas vítimas de violência doméstica.

CELORICO DE BASTO APRESENTA O TÉNIS NA PROMOÇÃO DO ESTILO DE VIDA ATIVO

Escolas básicas do Concelho de Celorico de Basto receberam equipamentos desportivos para a prática do ténis.

_DSC6629.jpg

A Associação Juvenil “A Pérola”, agora com uma vertente desportiva, tem vindo a articular todos os esforços para consolidar a prática do ténis no concelho, objetivo partilhado com o Município de Celorico de Basto que, em uníssono, promoveram uma entrega de material desportivo direcionado ao ténis, aos alunos das escolas básicas dos 4 centros urbanos do concelho.

O objetivo é levar a modalidade às escolas, iniciativa aceite pelo Agrupamento de Escolas, para fomentar o gosto, desde tenra idade, mas também criar condições para que os jovens e adultos possam praticar este desporto.

“Esta é mais uma modalidade apoiada pelo Município de Celorico de Basto, uma atividade física com muitos benefícios para a saúde das crianças, jovens e adultos. Nas escolas básicas as crianças poderão praticar a modalidade nos polidesportivos que terão, a curto prazo, as redes fixadas e contarão com os professores de educação física do Município para ensinar a modalidade. Ao mesmo tempo cedemos o gimnodesportivo da Mota à Associação Juvenil “A Pérola” e os recursos humanos necessários para que a modalidade possa estar disponível para os jovens e adultos que queiram ingressar pela prática deste desporto”, disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. O autarca verificou que “esta é uma modalidade dispendiosa e por isso raramente praticada em escolas ou clubes contudo, com a entrega deste material, com os equipamentos e recursos humanos estão criadas as condições para que a mesma se pratique como desporto escolar”.

 Este projeto do ténis prevê-se sustentável para as escolas mas é junto dos jovens e adultos que reside maior vontade e dificuldade de fomentar esta modalidade.

O Presidente da Associação Juvenil “A Pérola”, Manuel Maria Afonso, olha para esta iniciativa como um grande salto nos objetivos da associação. “O nosso objetivo é fomentar a prática desportiva nas crianças, nos jovens e nos adultos. Efetivamente, esta associação existe há28 anos mas ao longo dos tempos promoveu atividades culturais e recreativas esporádicas e sem continuidade e achamos que, era tempo e momento, de ingressar para a vertente desportiva de criar ações perenes com longevidade e sustentáveis. Iniciamos com o gira vólei mas com a pandemia vimo-nos forçados a parar com as ações programadas. Entretanto, surgiu o ténis e com ele a parceria com o Município e a inclusão do Agrupamento de escolas e achamos que é agora que vamos despoletar os nossos objetivos. O ténis tem condições neste concelho para a sua prática, e queremos torná-lo mais acessível, permitindo a sua prática ao público em geral”.

O centro de treinos para jovens e adultos localiza-se, numa primeira fase, no gimnodesportivo da mota, mediante inscrição, podendo de acordo com a adesão, promover-se em outros locais do concelho.

Este projeto do ténis é apadrinhado por 4 pessoas que contribuirão para a divulgação e promoção da atividade nos 4 centros urbanos do Concelho sendo eles, Rui Monterroso, Vera Carvalho, Xavier Martins e João Varejão.

Para Rui Monterroso, que esteve presente na ação de distribuição do equipamento desportivo, “este é um desporto muito completo e é importante que a nossas crianças possam praticá-lo sobretudo para as afastar dos telemóveis e jogos virtuais”. Efetivamente, “todas as atividades físicas e desporto escolar que invertam o sedentarismo das nossas crianças são sempre muito bem-vindas e têm que ser apadrinhadas”.

Este projeto conta ainda com o apoio do IPDJ, Instituto Português do Desporto e Juventude.

_DSC6663.jpg

_DSC6695.jpg

_DSC6697.jpg

_DSC6714.jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO REABILITA EDIFÍCIOS DE APOIO À ECOPISTA

A intervenção nos edifícios deverá recuperar a memória pública e manter a imagem tradicional das antigas estações de caminho-de-ferro. Prevê-se também a conclusão da ecopista, na freguesia de Codessoso

_DSC5820monç.jpg

As obras já iniciaram e inserem-se na candidatura aprovada no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Projetos Âncora que engloba 4 ações, uma ação visa a conclusão da ecopista, na freguesia de Codessoso, e as outras 3 visam a reabilitação dos edifícios que dão apoio à ecopista, desde a reabilitação dos edifícios da antiga Estação de Codessoso, da Casa do Chefe da Estação no centro de Celorico de Basto e a adaptação da Casa da Taipa, na freguesia de Canedo de Basto. Ao mesmo tempo, foi aprovada a candidatura “Infraestruturas de Apoio à Ecopista (fase 3)” que engloba a reabilitação os edifícios da antiga estação em Veade e  o Apeadeiro de Lourido.

Estes projetos surgem na sequência da criação da ecopista do Tâmega, ciclovia construída no canal da desativada linha ferroviária entre Amarante e Cabeceiras de Basto.

“Estes são projetos de continuidade que irão permitir o término da ecopista e dar uma nova imagem aos equipamentos anexos à mesma, reabilitando-os e conferindo-lhes todas as condições para a inclusão de vários serviços de apoio à ecopista, uma infraestrutura marcante no turismo e na economia do concelho”.

Nesse sentido encontram-se em reabilitação a casa abrigo, em Celorico de Basto, os edifícios das estações de Codessoso, e a estação em Veade, de forma a darem apoio aos utentes da ecopista. Estes edifícios ficarão dotados de todas as condições para o repouso e eventuais pausas para o descanso, fazer refeições ligeiras, tomar um duche e trocar de roupa. Além destes edifícios, pretende-se recuperar a casa da Taipa, na freguesia de Canedo de Basto e o apeadeiro de Lourido.

Os edifícios estão a ser recuperados, tendo em conta as suas próprias caraterísticas, mantendo a tradição e imagem das velhas estações, preservando os materiais recuperados, tais como cantarias, pavimentos e azulejos, ou novos materiais idênticos ao existente ou com eles compatíveis.

A candidatura no âmbito da Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE – Projetos Âncora tem um investimento total de 1.340.422,84 €, com um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 1.139.350,38€. A candidatura “Infraestruturas de Apoio à Ecopista (fase 3)” custo total de 602.884,00€, com um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 512.451,40€.

_DSC5852.jpg

CELORICO DE BASTO PROMOVE INGRESSO NO MERCADO DE TRABALHO

CLDS 4G Celorico + Social promove ação “Ingresso no Mercado de trabalho”

Alunos do 11º e 12º ano de escolaridade do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto participaram, no dia 24 de maio, no Cineteatro da AH do Bombeiros Voluntários de Celorico de Basto, na ação “Ingresso no Mercado de Trabalho”.

O objetivo da ação centrou-se em esclarecer os jovens para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

IMAGEM 2camelias.jpeg

“O mercado de trabalho é cada vez mais competitivo e exigente, e os jovens tem que estar munidos de ferramentas intrapessoais, onde é balizada a capacidade pessoal, as softskills, e de know-how, um saber-fazer cada vez mais qualificado e direcionado para as necessidades do mercado de trabalho” disse Helena Martinho, responsável pela Ação Social do Município de Celorico de Basto e responsável do Município pela do programa CLDS 4G Celorico + Social, na abertura da sessão. Helena Martinho fez ainda referência à importância da formação continua após a conclusão da escolaridade obrigatória. “Alguns de vocês vão terminar o secundário e vão querer ingressar de imediato no mercado de trabalho, mas têm que estar conscientes de que a formação não termina com a escolaridade obrigatória, pelo contrário, o mercado de trabalho está em constante evolução e por isso é fundamental uma permanente reciclagem de conhecimentos”.

Uma iniciativa organizada pelo CLDS 4G Celorico + Social em parceria com o Município de Celorico de Basto e o Agrupamento de Escolas e dinamizada pela Betweien.

Durante a dinamização, a técnica da Betweien procurou elucidar a plateia para as necessidades do mercado de trabalho, esclarecendo os jovens para as competências mais procuradas desde as competências tecnológicas, empreendedoras e de pensamento. Um mercado de trabalho cada vez mais competitivo em que é necessário uma procura exaustiva de ofertas e oportunidades nas plataformas digitais e físicas, sempre munidos de ferramentas bem estruturadas e aliciantes para o empregador, como o curriculum, cartas de apresentação, linked In… A ação, sempre dinâmica e interativa, esclareceu os jovens para a importância da entrevista na busca do emprego.

Várias questões foram colocadas aos alunos e todos concordaram de forma unanime que a postura deve ser serena, correta e otimista, conscientes de que linguagem corporal comunica e é preciso saber comunicar com ela para causar a impressão desejada. Conhecer a empresa, o posto de trabalho a que concorrem, deixar o contacto entre outras, são algumas das importantes ações a ter em atenção na altura da entrevista.

Esta ação decorreu no âmbito da atividade “Mostra Educativa e Profissional” inserida no plano de ação do eixo 1 – Emprego, qualificação e formação do CLDS 4G Celorico + Social.

No local estiveram asseguradas todas as normas de segurança impostas pela DGS.

ingresso no mercado de trabalho.jpeg

CELORICO A MEXER RETOMA GRADUALMENTE AS ATIVIDADES

Idosos agradecem retoma após isolamento forçado devido ao covid – 19, dizem tratar-se de uma “lufada de ar fresco” após o isolamento imposto pela pandemia.

_DSC6767.jpg

Em visita a duas atividades do programa Celorico a Mexer no dia de ontem, 20 de maio, verificamos a importância do mesmo no combate ao isolamento e à solidão que muitos idosos do concelho sofrem, situações que aumentaram consideravelmente durante o auge da pandemia.

Neste momento, e numa fase de aparente recuperação face à covid-19, o Município de Celorico de Basto, sem descurar as medidas impostas pela DGS para salvaguarda de todos os utilizadores do programa, decidiu retomar as atividades, o que muito alegrou os seus utilizadores.

Durante a manhã estivemos em Pereira, à conversa com as utilizadoras do programa, oriundas de Pereira, Nespereira, Soutelo e Gandarela.

Presente nesta atividade esteve também o Vereador da cultura da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, que se mostrou muito agradado com afluência de participantes e com a alegria que todos demonstravam pelo recomeço das atividades. “É muito agradável ver a felicidade destas pessoas, que se sentem acarinhadas, cuidadas, depois de passarem por situações que nunca pensamos poderiam acontecer. É facto que, ainda estamos num retomar gradual das atividades, que ainda não temos a certeza se o final da pandemia está, finalmente, próximo, e por isso, temos que manter todas as normas de salvaguarda dos utilizadores, e desenvolver atividades de menor contacto. Tudo está pensado ao pormenor pelos técnicos e responsáveis da ação social do Município e por isso, tudo correrá pelo melhor, pelo bem desta comunidade”.

Neste momento, o programa Celorico a Mexer está com cada grupo uma vez por semana. Uma semana de manhã e na semana seguinte, no mesmo dia, de tarde. De manhã promovem 45 minutos de ginástica e 45 minutos de música, de tarde desenvolvem atividades ao ar livre.

Os transportes são efetuados de forma faseada e as condições de segurança salvaguardas no interior e no exterior.

Maria Henriques, de 75 anos, do lugar de Pereira, disse-nos, durante uma aula de ginástica, que as saudades eram imensas. “Já tinha muitas saudades disto, vivo sozinha, não tenho ninguém, e participar nestas atividades é aliviar a cabeça, distrair-me, dançar, conviver. Ao mesmo tempo, e como vivo longe dos centros de fisioterapia, aproveito as aulas de ginástica que fazemos aqui no Celorico a Mexer, ajudam-me muito nos meus movimentos”.

Importa salientar que a maioria dos utilizadores do programa já está imunizada com a toma da 2ª dose da vacina contra a covid-19.

Maria de Fátima Teixeira da Costa, de 71 anos, de Gandarela, disse-nos que estava muito satisfeita com o início das atividades. “Fiquei muito só durante o covid –19, saía muito esporadicamente, precisava de conviver. Agora até me sinto mais feliz, mais animada, só falta retomar os jogos de cartas, é o que gosto mais de fazer mas ainda não é possível”. Opinião unanime deste grupo de utilizadoras do programa.

Durante a tarde estivemos com o grupo de Arnoia, num passeio pela Ecopista desde a Estação de Veade até à Ponte de Massamá. Um passeio curto mas importante para “mexer as pernas e recuperar alguma agilidade que vamos perdendo com os anos. O Celorico a Mexer faz-nos muita falta, promove o convívio, já tinha tantas saudades de ver estas pessoas” disse Albertina Cabral, de 52 anos. A mesma opinião foi dada por Maria Lúcia de 72 anos, que tinha saudades “da música, da piscina” que ainda não foi retomada, “do convívio, sobretudo do convívio”. Note-se que algumas destas pessoas viveram momentos particularmente difíceis durante estes tempos da pandemia como foi o caso de Conceição Vieira de 82, que olha agora, para este programa como um refúgio, um escape para ultrapassar a dor, um momento onde encontra algum conforto e alegria.

O programa Celorico a Mexer após a retoma conta com praticamente o mesmo número de utilizadores que usufruíam do programa antes da pandemia. A participação é gratuita  e o transporte assegurado.

_DSC6775.jpg

IMG-20210521-WA0005.jpg

IMG-20210521-WA0025.jpg

20210520_102144.jpg

20210520_102139.jpg

CELORICO DE BASTO VAI VACINAR MAIORES DE 65 ANOS COM A 1ª TOMA CONTRA A COVID-19

Espaço do Cidadão do Município de Celorico de Basto agenda 1ª toma da vacina contra a covid-19 para maiores de 65

Todos os cidadãos com mais de 65 anos que tenham dificuldade de acesso a mecanismos de auto agendamento poderão agora, dirigir-se ao Espaço do Cidadão do Município que tem aqui um grande contributo no auxílio a quem tem dificuldades de acesso ou não tem meios para o efeito.

Municípiocelor (1).JPG

Este serviço encontra-se disponível desde o dia 28 de abril, no 1º piso da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

“Este é um serviço de proximidade que tem aqui um papel crucial no auxílio dos utentes com maiores dificuldades de acesso à internet. As regras impostas para a vacinação contra o Covid -19 priorizam aqueles que fazem o pré agendamento e, nesse sentido, é também nossa missão auxiliar para que todos possam aceder o mais célere possível à 1ª inoculação da vacina para atingirmos a imunidade de grupo o mais rapidamente possível” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

A Juntas de Freguesia do concelho também estão em alerta para auxiliar todos aqueles que a elas recorram para o auto agendamento, estabelecendo-se aqui um sistema de rede de apoio junto dos utentes.

Importa reforçar que o auto agendamento deve ser efetivado em https://covid19.min-saude.pt/pedido-de-agendamento , destina-se apenas ao pedido de agendamento para a 1ª inoculação da vacina e dirige-se a maiores de 65 anos. A plataforma validará a data de nascimento verificando se se encontra no intervalo temporal a agendar.

Municípiocelor (2).jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO CONCESSIONA ESTAÇÃO DE CAMINHOS DE FERRO

Município de Celorico de Basto vai concessionar estação de caminhos de ferro da sede do concelho. O concurso público para a concessão do direito de exploração da Estação de Celorico de Basto encontra-se aberto e destina-se, numa primeira fase, a empresários da região.

ecopista (2)celor.jpg

 O objetivo principal do Município de Celorico de Basto com esta concessão assenta na dinamização do espaço e valorização da ecopista, mediante objetivos definidos no contrato de exploração. Pretende-se que sejam prestados mais e melhores serviços que sirvam os interesses dos turistas e utilizadores daquele espaço com todas as valências já existentes. Os privados, neste contrato de exploração, são desafiados a criar um novo conjunto de serviços que valorizem a Ecopista na vertente turística sem desvirtuar o seu propósito inicial de carácter informativo e interpretativo da sua história e da área envolvente.

O concurso público para a concessão do direito de exploração da Estação de Celorico de Basto encontra-se aberto, com direito de exploração por 3 anos e valor base de ocupação mensal de 500,00€, toda a informação referente está disponível em consulta pública na página do Município.

Os edifícios que compõem a estação de Caminhos-de-ferro apresentam elevado valor arquitetónico, e são, desde a inauguração da ecopista, 2013, a principal porta de entrada de turistas no concelho. O edifício principal, a Estação, mostra-se como um espaço de carácter museológico e interpretativo da antiga linha do Tâmega e da atual Ecopista da Linha do Tâmega, estando definido neste local o KM 0 da ecopista.

 Ao longo do tempo, o Município tem realizado um investimento significativo na criação e dinamização de unidades de alojamentos de várias tipologias no conjunto de edifícios que compõem a estação, proporcionando assim a possibilidade de uma estadia diferenciada que valoriza o equipamento em si e o turismo do concelho no seu todo.

A estação de Celorico de Basto é composta pelo edifício principal da Estação, área de informações e pequeno serviço de bar de apoio no piso térreo com uma unidade de alojamento tipologia T2, no piso superior; uma unidade de alojamento com tipologia de camarata no edifício do hangar, uma unidade de alojamento com duas unidades de tipologia T2, na “Casa Abrigo”, antiga casa do Chefe da Estação, casas de Banho de serviço público em edifício anexo e casa de banho para pessoas com deficiência, numa estrutura construída para o efeito, que contém também um pequeno espaço de armazém.

Para Joaquim Mota e Silva, presidente da autarquia celoricense, “este é um desafio que o Município faz aos empresários, procurando estabelecer uma parceria operacional que valorize o património municipal criando um conjunto de serviços de apoio à Ecopista e aos seus utilizadores. Estamos a fazer uma intervenção profunda na rede de estações de caminho-de-ferro de todo o concelho e a criar mais motivos de interesse dentro do percurso e zonas adjacentes. A criação deste conjunto de serviços de apoio na Estação de Celorico é mais um passo para a valorização da nossa ecopista como a melhor do país”.

ecopista (3)celor.jpg

CELORICO DE BASTO PROMOVE CRONOESCALADA AO ALTO DO VISO

Esta é a 1ª edição de uma prova de ciclismo que se irá disputar na subida mais emblemática do concelho de Celorico de Basto, até à Serra do Viso, com 745m de desnível, categorizada na primeira categoria.

CARTAZ-VERSAO1_Prancheta 1 jpg.jpg

Agendada para o dia 30 de maio, esta prova decorrerá por um percurso amplamente reconhecido por integrar a prova rainha do ciclismo, a Volta a Portugal. Serão 9,8km e 745 m de subida, evidenciando-se o elevado grau de dificuldade.

A prova, aberta a todos os atletas, amadores e profissionais, será dividida em vários escalões, femininos e masculinos. A participação carece de inscrição que deverá ser efetivada em cabreirasolutions.com, uma prova que está circunscrita à participação de 200 atletas.

Este evento será cronometrado, com os ciclistas a saírem minuto a minuto, e respeitará todas as normas impostas pela DGS, salvaguardando participantes e organização.

A organização deste evento é da responsabilidade do Município de Celorico de Basto em parceria com a Cabreira Solutions.

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, o objetivo desta iniciativa versa “na promoção de um território com marcas indeléveis no ciclismo, com este percurso reconhecido como uma das provas míticas da Volta a Portugal. A Serra do Viso é um espaço com todas as condições para receber a prova e é também um miradouro único e de extrema beleza”.

A Cronoescalada irá iniciar junto à Câmara Municipal de Celorico de Basto, na praça Cardeal D. António Ribeiro a partir das 10h00 e seguirá até à Serra do Viso. Durante a prova, o trânsito estará cortado no sentido ascendente e condicionado no sentido descendente, permitindo, mesmo que de forma condicionada, a circulação de automobilistas.

O pódio, para entrega de prémios, estará junto aos Paços do Concelho, e a cerimónia decorrerá a partir das 12h00.