Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO INICIA PROCEDIMENTO PARA 2ª REVISÃO DO PDM

O período de participação, para sugestões e/ou informações, vigora de 11 de julho a dia 1 de agosto.

A necessidade desta 2ª revisão do Plano Diretor Municipal está fundamentada no sítio da Câmara Municipal pelos termos de referência e o relatório do estado do Ordenamento do Território (REOT).

Câmara Municipalbastceloric.jpg

O Plano Diretor Municipal estabelece o modelo espacial de organização do território concelhio e o regime geral do uso, ocupação e transformação do solo, traduzindo uma política municipal de ordenamento do território e de urbanismo que tem de ser devidamente articulada com as demais políticas locais e nacionais com incidências espaciais no território.

“Preconizamos um novo rumo no que respeita ao ordenamento do território e do urbanismo, um rumo que assenta em pilares concretos que procuram rentabilizar o solo urbano existente assegurando o crescimento sustentado do concelho. Devemos, de forma consciente, perceber e atuar por forma a contrariar a expansão excessiva dos solos urbanos e priorizar a valorização dos solos rústicos valorizando o território e o ambiente” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

O PDM encontra-se a meio do seu período de vigência, tendo a primeira revisão ocorrido em 2014.

Esta é uma revisão atípica, motivada por obrigação legal decorrente da nova legislação em vigor: Lei de Bases de Politica pública de solos, de ordenamento do território e do urbanismo (Lei 31/2019 de 30 de maio) e regime jurídico dos instrumentos de gestão territorial (DL80/2015 de 14 de maio) que obrigam todos os planos diretores municipais a adaptar-se às novas regras até julho de 2020.

Esta 2.ª revisão do PDM de Celorico de Basto deverá centrar-se nos aspetos ligados com a classificação e qualificação do solo. Conforme é demonstrado no Relatório do Estado do Ordenamento do Território (REOT), as alterações territoriais, económicas, sociais e demográficas ocorridas desde a entrada em vigor do atual PDM foram pouco profundas pelo que não justificam a elaboração de novos documentos que suportam a revisão, como são os casos das Cartas da RAN e da REN, Avaliação Ambiental Estratégica e Mapa de Ruído, sendo os que acompanham o PDM em vigor objeto das atualizações necessárias.

Os termos de referência e o relatório do estado do ordenamento do território (REOT) que fundamentam a necessidade de revisão do PDM estarão disponíveis para consulta no Departamento de Planeamento e Serviços Socioculturais, na página da Internet http://www.mun-celoricodebasto.pt e na área de cidadania da Plataforma Colaborativa de Gestão Territorial http://pcgt.dgterritorio.gov.pt.

O período de participação tem a duração de 15 dias úteis com início no dia seguinte à publicação no Diário da República do Aviso n.º 11285/2019 de 10 de julho, decorrendo, portanto, de 11 de julho a 1 de agosto de 2019.

GRUPO “O CANCIONEIRO DO ALTO MINHO” VEM DO LUXEMBURGO PARA ATUAR EM CELORICO DE BASTO

Celorico de Basto recebe no próximo dia 17 de Agosto o grupo folclórico “O Cancioneiro do Alto Minho”, o qual vai actuar na XXII Feira do Artesanato que se realiza naquela localidade minhota.

67334380_345281133024649_6306608386922250240_n.jpg

Justamente considerado um dos melhores grupos folclóricos constituídos no seio das comunidades portuguesas, “O Cancioneiro do Alto Minho encontra-se sediado no Luxemburgo, um dos países europeus no qual os nossos compatriotas possuem maior representatividade em termos populacionais atendendo à dimensão do país.

67401796_496630164488642_1057538256716955648_n.jpg

Fundado em 14 de janeiro de 2014 por Berto Silva, Steven Gaspar e Cindy Rocha, “O Cancioneiro do Alto Minho” tem-se destacado na defesa e divulgação das nossas raízes minhotas, contribuindo de forma notável também para a preservação da identidade das nossas gentes ali radicadas e assumindo-se como elo de união da comunidade portuguesa.
Com apenas 5 anos de existência, obteve por parte da Federação do Folclore Português o reconhecimento que lhe permitiu ser aceite como membro aderente, esperando que o caminho traçado o conduza a seu tempo a ser admitido como sócio efectivo.
Os trajes são do espólio do grupo e os lenços são todos antigos, portanto originais e não reproduções.
Realizam regularmente os seus ensaios em Bettembourg, no Café “As Minhotas” e tem como dirigentes os seguintes nossos conterrâneos:
Direção:
- Berto Silva: Presidente
- Christine Silva: Vice-Presidente
- Leonor Mota: Tesoureiro
- Sandra Mota: Secretaria
- Sandrine Antunes: Secretaria
- Ensaiador e responsável pelos trajes: Berto Silva
Em 2018, O Cancioneiro do Alto Minho desloca-se à Alemanha para representar Portugal no Europäischer Folklorefestival em Bitburg.
No próximo dia 14 de Janeiro, organiza no Centre Culturel de Cessange, no Luxemburgo, o seu festival de folclore para assinalar o seu 4º aniversário. E, para o felicitar, cantar e dançar, lá estarão também o grupo “Os Minhotos do Distrito de Viana (Vitry/Seine), de França; o Grupo Etnográfico “O Ribatejo”, de Bruxelas – Bélgica; o Grupo Folclórico de Gross, de Umstadt, da Alemanha; o Alegria do Minho, de Wiltz – Luxemburgo e o grupo As Lavradeiras do Minho, de Mersch – Luxemburgo.
Situado em plena Europa central, entre a França, a Bélgica e a Alemanha, o Grão-Ducado do Luxemburgo é um pequeno país com pouco mais de meio milhão de pessoas, de entre os quais conta com 17% de emigrantes portugueses e seus descendentes.
A actuação em Celorico de Basto do grupo “O Cancioneiro do Alto Minho” contitui uma excelente oportunidade de assistir à sua actuação e aplaudir um rancho que deve constituir uma referência também para muitos agrupamentos folclóricos da nossa própria região ou seja, criados e mantidos no Minho!

67480173_479527025925564_2395438981945753600_n.jpg

66649240_2331369203746588_6107276339079806976_n.jpg

66840671_385093172211823_9032629562827079680_n.jpg

67092555_2524686994229496_5702415284191625216_n.jpg

67151292_1475265029277625_862238564690165760_n.jpg

67175628_478392432990816_661024659747110912_n.jpg

67279504_2307868456194499_727340574000021504_n (1).jpg

CELORICO DE BASTO APRESENTA CONCERTO DOS "UXUKALHUS"

Esta banda, uma referência no panorama da música tradicional, regressa a Celorico de Basto para apresentar em primeira mão o novo álbum “Enleio”. O concerto, com entrada livre, está agendado para dia 19 de Julho, sexta-feira, pelas 22h00, na Eira da Quinta do Prado.

imagemuxullus.jpg

Este concerto integra o programa de animação do Município proposto para os meses quentes de Verão.

“Esta banda esteve em Celorico em 2018 e foi nesse período que compôs o álbum que irá agora, apresentar. Um concerto agendado para a Eira do Prado, um espaço muito acolhedor. Ao longo destes dois meses as Festas do Concelho e a Feira de Artesanato e Gastronomia serão as principais iniciativas culturais promovidas mas contamos sempre com outras ações pontuais a animar o concelho numa altura em que milhares de emigrantes regressam à terra Natal” disse o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto.

Esta banda, autora do êxito “A saia da Carolina”, já realizou várias passagens por Celorico de Basto e foi em 2018, como referiu o autarca, que compôs, nesta terra, o seu mais recente álbum “Enleio”.

O público terá agora a oportunidade de assistir, em primeira mão à apresentação deste álbum num espetáculo que conta ainda com a participação do trio de Dj´s locais “A Seita do Largo dos Cães” que assegura a animação após concerto. O espaço estará apetrechado com serviço de bar para receber da melhor forma o público previsto para assistir a este concerto.

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA EQUIPAS DE ANDEBOL PELOS RESULTADOS ALCANÇADOS

Atletas do Beca de juvenis masculinos e juniores masculinos subiram ao campeonato nacional. Atletas de Andebol em Desporto Escolar juvenis femininas foram vice – campeãs nacionais

Uma época coroada de êxito culminou hoje, 25 de junho, com a receção das equipas no salão Nobre da Câmara Municipal de Celorico de Basto e respetiva homenagem pelo Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, e o Vereador do Desporto, Fernando Peixoto, que quiseram felicitar as equipas pelos resultados alcançados.

_DSC0685.jpg

“É muito bom ver estes resultados conseguidos com dedicação, empenho e trabalho. Em boa hora foi despoletada a vontade de criar as condições para levar adiante um projeto como o Beca, uma vontade à qual nos associamos e continuaremos a associar para vos ajudar a continuar o vosso caminho de sucesso” afirmou o Presidente da Autarquia. Joaquim Mota e Silva disse que “em nome do Município quero congratular-vos pelo vosso êxito, feito de trabalho, do envolvimento de todos, num patamar cada vez mais exigente mas que sirva de alento para continuar, são títulos nacionais, disputados e alcançados junto das melhores equipas, o que muito nos orgulha. Desejo que continuem a trabalhar e que estes resultados sirvam de alento para crescer enquanto atletas mas também enquanto seres humanos, tudo é possível com humildade, força e dedicação. Queremos que sejam mulheres e homens bem formados para o futuro, com bases para serem felizes, agora e no futuro. E nós, Executivo Municipal continuaremos a colaborar para que tenham as melhores condições a nível desportivo e possam continuar a alcançar excelentes resultados”.

_DSC0672.jpg

Seguindo o pensamento do autarca, João Varejão, treinador e coordenador do Projeto Beca aproveitou a oportunidade para pedir ao autarca um espaço de treino novo tendo em conta as necessidades de treino do BECA. “Um clube que está a crescer com cerca de 200 atletas a treinar 1 a 2 vezes por dia começa a encontrar alguns constrangimentos para poder treinar devidamente e, para conseguir manter os resultados de excelência, nos vários níveis, já precisa de outras condições, e por isso pedimos um espaço coberto 40mx20m já é suficiente”. 

Além deste pedido ao autarca João Varejão agradeceu todo o apoio do Município ao Projeto Beca fundamental para alcançarem o sucesso conseguido. “Para nós, este salão nobre é o nosso salão de festas, onde temos celebrado os nossos sucessos. De 2011 a 2019 construímos uma história conhecida e reconhecida por todos, um trabalho feito passo a passo com resultados de excelência. Esta época subimos à primeira divisão em Juniores e juvenis, num total de 350 jogos e mais de 10 mil pessoas a passar pelas nossas bancadas. Temos 300 sócios e esperamos chegar aos 500 o mais breve possível. A próxima época será ainda mais exigente, de muito trabalho, iremos competir com os melhores jogadores de andebol a nível nacional. Continuaremos a trazer grandes eventos para este concelho e contamos já, para setembro com uma semana de internato no curso de treinadores grau 3”.

Também Eduarda Alves, Diretora do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, presente nesta cerimónia de homenagem agradeceu o empenho de todos nos resultados alcançados. E disse que o “desporto tem um papel importante na formação dos jovens”.

_DSC0715.jpg

CELORICO DE BASTO ABRE ÉPOCA BALNEAR

Celorico de Basto prepara-se para abrir época balnear

Está tudo preparado, em Celorico de Basto, para receber os banhistas. As piscinas municipais ao ar livre irão abrir portas no próximo dia 25 de junho, no dia 28 será a vez de entrar em funcionamento as piscinas municipais do Parque de Lazer de Fiães de Cima, Codessoso.

piscinas municipais ao ar livre.jpg

As piscinas Municipais são um dos equipamentos turísticos e de lazer mais procurados durante o Verão em Celorico de Basto. Espaços com todas as condições de comodidade ideais para quem passa por este concelho, para residentes e jovens que integram os diferentes campos de férias promovidos no concelho.

 “De facto, esta infraestrutura é muito requisitada durante o Verão, diariamente passam centenas de pessoas pelas piscinas Municipais que aproveitam para usufruir de uma estrutura com todas as condições para acolher os banhistas durante a época balnear. Um espaço que também acolhe, ao longo do mês de julho e início de agosto, os jovens que integram os diferentes campos de férias, atl´s e outros serviços de ocupação de tempos livres” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

As piscinas municipais ao ar livre da vila de Celorico de Basto funcionam todos os dias das 10h00 às 19h00. As piscinas municipais do parque de lazer de Fiães de Cima em Codessoso funcionam das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 17h00. Os dois espaços encerram às segundas durante a manhã para manutenção.

abertura da época balnear.jpg

CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA ANTÓNIO MANUEL MARINHO GOMES

António Manuel Marinho Gomes recebeu medalha de honra do Município de Celorico de Basto

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Bombeiros Voluntários Celoricenses atribuiu colar de valor e mérito como distinção honorífica

Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa envia mensagem de louvor ao homenageado.

_DSC0350.jpg

Foi numa cerimónia emotiva promovida pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Celoricenses que o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto atribuiu a medalha de honra do Município ao atual Presidente da Assembleia Municipal e Comandante do Quadro de Honra dos Bombeiros Voluntários Celoricenses, António Manuel Marinho Gomes.

Condecoração proposta a reunião de Câmara de 16 de maio de 2019 e aprovada por unanimidade.

O percurso de vida ímpar de António Manuel Marinho Gomes, enquanto cidadão, autarca e bombeiro, onde ficaram bem vincadas as características de competência e dedicação de bem servir a comunidade e os seus cidadãos, foram o mote para a atribuição desta condecoração.

“O comandante como será sempre tratado, é um grande homem, um grande bombeiro, um grande amigo e um grande celoricense. Testemunho o seu percurso enquanto autarca, um percurso que presenciei, um percurso incomparável e devo aferir que nunca, durante todos estes anos, desde 1994, tivemos qualquer chatice. É um homem que pauta pela frontalidade, pela determinação e ao mesmo tempo sabe ser sensato, razoável, e que vive este concelho”, disse joaquim Mota e Silva, Presidente do Município. O autarca disse que não há ninguém a amar mais este concelho como o Comandante, “podem amar de igual forma, mas não podem amar mais esta terra, estas gentes, como ama o nosso Toninho Marinho. E esta afeição, esta dedicação, esta forma abnegada de dar tudo por cada um foi uma das razões pelo qual o Executivo da Câmara Municipal deliberou atribuir esta medalha de honra. É uma homenagem mais que justa a um homem que teve uma carreira ímpar de dedicação a Celorico de Basto, um bombeiro extraordinário, que encontrou tempo para se dedicar à causa pública, como autarca. E apesar de tudo o que possamos fazer nunca iremos conseguir homenagear este homem como ele de facto, merece. Um homem humanista, solidário, amigo, próximo, de um valor incalculável nas suas várias dimensões e nós, o bom povo desta terra, ficaremos eternamente gratos e reconhecidos por tudo o que fez por esta terra”.

Joaquim Mota e Silva fez questão de lembrar a importância da família do homenageado, a esposa e os três filhos, que sempre acompanharam e apoiaram a sua caminhada e que continuam a ser o alicerce nas conquistas diárias.

_DSC0158.jpg

Várias individualidades marcaram presença nesta cerimónia, que sucedeu à tomada de posse do novo comandante dos BVC, Fernando António Marinho Gomes, o novo 2º comandante, Tiago Manuel Marinho Carvalho e o Adjunto de Comando, Raul Fernando Nogueira Fraga.  Entre as individualidades destaque para a presença do Presidente da Assembleia geral da AHBVC, José Marcelino Mota, o representante da liga dos bombeiros de Portugueses, Provedor Fernando Vilaça, a 2ª comandante distrital, Marinha Esteves e o Presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga, Jorge Machado. Destaque ainda para a presença de outras corporações de bombeiros que quiseram vir prestar a sua homenagem.

_DSC0225.jpg

O Presidente da direção da AHBVC, Fernando Freitas, referiu que esta é “uma homenagem entre os seus homens, colegas, dirigentes, bombeiros, familiares e amigos. Foi há 42 anos que um jovem celoricense, cheio de sonhos, ávido para ajudar o próximo, entrou no quarte dos bombeiro como aspirante, em 1983 passou a bombeiro de 3ª classe e em 1994 foi nomeado 2º comandante. Um percurso exemplar que o levou a comandante, em maio de 1999, cargo que ocupou até 4 de dezembro de 2018 e que culminou por limite de idade, tendo, por isso, passado ao quadro de honra. Foi agraciado por diversas vezes com louvores e condecorações, por ser um exemplo do que deve ser um cidadão voluntário e ao serviço da causa pública. Um homem simples, determinado, que deu a vida ao corpo os bombeiros, que se destacou e destaca pelas suas qualidades pessoais, de altruísmo, de competência”. Fernando Freitas, visivelmente comovido disse que “o nosso comandante sempre procurou que esta corporação fosse a melhor prestando um serviço notável à população e terminada a sua missão no corpo ativo regressou à sua vida com naturalidade de quem não reclama glórias ou louvores. Um homem dotado de espirito de sacrifício, grande na humildade e no carácter e estou certo que, continuaremos a sentir a sua força e recordaremos com respeito e gratidão a sua abnegação o seu espirito voluntário na salvaguarda de pessoas e bens”.

_DSC0289.jpg

Terminado o discurso sentido e lida a proposta de concessão de distinção honorífica, o Presidente da Direção e convidados colocaram o colar de valor e mérito desta associação, no homenageado.

Um dia marcante para todos os envolvidos mas mais marcante para o homenageado, António Manuel Marinho Gomes. “Agradeço a presença de todos e agradeço especialmente por tudo aquilo que foi dito sobre da minha pessoa, mas nada seria possível sem o apoio, colaboração e lealdade dos meus Homens. Sem estes bombeiros que me apoiaram ao longo destes 42 anos nada seria possível. Foi tudo muito bom e não posso deixar de lembrar o meu trabalho como codis, um cargo que me deu muita experiência que fui fundamental para desempenhar as minhas funções da melhor forma. Agora, por limite de idade tive que passar a pasta e desejo a todos os que foram hoje empossados que consigam desempenhar as funções que lhe foram confiadas da melhor forma, um cargo difícil mas estou certo que irá a bom porto”. António Manuel Marinho Gomes, não pode deixar de realçar as dificuldades que os corpos de bombeiros vivem, sobretudo para ocupar cargos de responsabilidade, “as solicitações são tantas que, é cada vez mais difícil a disponibilidade para o voluntariado”. Realçou a importância de uma boa colaboração entre o comando e a direção, “só posso agradecer toda a colaboração que tive durante 30 anos com a direção, com alguns arrufos, claro está, mas sempre com lealdade e muito trabalho. Foram mais de 30 anos de trabalho em prol dos bombeiros, da sociedade Celoricense para que o nome de Celorico fosse honrado e merecesse o respeito das gentes e dos bombeiros de Portugal, e estou certo que assim continuará. Quero, por fim, agradecer à minha família, principalmente à esposa e filhos, pelo tempo que lhes roubei, mas foi por uma boa causa, foi para servir os bombeiros, a comunidade celoricenses na sua salvaguarda, dos seus bens e património, e peço-vos, continuem a lutar pelo associativismo, pelo voluntariado pelos bombeiros de Celorico e do país”.

_DSC0294.jpg

_DSC0379.jpg

_DSC0405.jpg

_DSC0432.jpg

CELORICO DE BASTO RECEBEU AS OLIMPÍADAS DO DESPORTO

Atletas dos 11 Municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa estiveram este sábado, 14 de junho, em Celorico de Basto a participar nas Olimpíadas do Desporto do Tâmega e Sousa.

_DSC0017.jpg

As provas decorreram em várias infraestruturas desportivas do concelho nomeadamente no Gimnodesportivo de Celorico de Basto, no Gimnodesportivo da Mota, no Estádio Municipal e no parque de Jogos da Raza.

O Município de Celorico de Basto fez-se representar em duas modalidades, Andebol e Futebol de 7 masculino tendo ficado classificado no 2º e no 3º lugar, respetivamente.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu na Gimnodesportivo de Celorico de Basto e contou com a presença do Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, o Secretário Executivo da CIM-TS, Telmo Pinto, o Vereador da Câmara Municipal de Cinfães, Pedro Semblano e o Vereador da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Sérgio Barbosa.

“Foi um dia dedicado ao desporto a decorrer num concelho que apresenta cada vez melhores condições ao nível de equipamentos desportivos. Neste concelho a aposta no desporto é considerável e existem várias modalidades federadas a competir nos diferentes escalões muito por força deste incrementos de equipamentos de qualidade e outros incentivos à prática de desporto nomeadamente os apoios que o Município faculta às associações desportivas” disse Fernando Peixoto.

Em Celorico de Basto, foram premiados dois atletas de desporto adaptado na modalidade de ténis de mesa, o José Mendes de Lousada e a Manuela Mota, também de Lousada. Em competição estiveram 4 modalidades, o Andebol que classificou em 1ª lugar o Município de Amarante, em 2º lugar o Município de Resende e em 3º o Município de Celorico de Basto. No futebol de 7 feminino o pódio foi composto em 1º lugar por Lousada, em 2º lugar por Paços de Ferreira e em 3º lugar, Cinfães. No futebol de 7 masculino destacou-se em 1º lugar os atletas de Penafiel, em 2º lugar a equipa de Celorico de Basto e em 3º lugar a equipa de Cinfães. Para finalizar no ténis de mesa feminino foi apenas atribuído o 1º lugar ao Município de Lousada à atleta Luciana Ribeiro, no Ténis de Mesa Masculino, em primeiro lugar ficou Pedro Brandão do Município de Paços de Ferreira, em 2º lugar ficou Afonso Lopes do Município de Penafiel e em 3º lugar ficou Ricardo Teixeira do Município de Penafiel.

_DSC0021.jpg

_DSC9824.jpg

_DSC9873.jpg

_DSC9915.jpg

_DSC9959.jpg

_DSC9990.jpg

CELORICO DE BASTO RECEBEU AS OLIMPÍADAS DO DESPORTO

Atletas dos 11 Municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa estiveram este sábado, 14 de junho, em Celorico de Basto a participar nas Olimpíadas do Desporto do Tâmega e Sousa.

_DSC0017.jpg

As provas decorreram em várias infraestruturas desportivas do concelho nomeadamente no Gimnodesportivo de Celorico de Basto, no Gimnodesportivo da Mota, no Estádio Municipal e no parque de Jogos da Raza.

O Município de Celorico de Basto fez-se representar em duas modalidades, Andebol e Futebol de 7 masculino tendo ficado classificado no 2º e no 3º lugar, respetivamente.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu na Gimnodesportivo de Celorico de Basto e contou com a presença do Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, o Secretário Executivo da CIM-TS, Telmo Pinto, o Vereador da Câmara Municipal de Cinfães, Pedro Semblano e o Vereador da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Sérgio Barbosa.

“Foi um dia dedicado ao desporto a decorrer num concelho que apresenta cada vez melhores condições ao nível de equipamentos desportivos. Neste concelho a aposta no desporto é considerável e existem várias modalidades federadas a competir nos diferentes escalões muito por força deste incrementos de equipamentos de qualidade e outros incentivos à prática de desporto nomeadamente os apoios que o Município faculta às associações desportivas” disse Fernando Peixoto.

Em Celorico de Basto, foram premiados dois atletas de desporto adaptado na modalidade de ténis de mesa, o José Mendes de Lousada e a Manuela Mota, também de Lousada. Em competição estiveram 4 modalidades, o Andebol que classificou em 1ª lugar o Município de Amarante, em 2º lugar o Município de Resende e em 3º o Município de Celorico de Basto. No futebol de 7 feminino o pódio foi composto em 1º lugar por Lousada, em 2º lugar por Paços de Ferreira e em 3º lugar, Cinfães. No futebol de 7 masculino destacou-se em 1º lugar os atletas de Penafiel, em 2º lugar a equipa de Celorico de Basto e em 3º lugar a equipa de Cinfães. Para finalizar no ténis de mesa feminino foi apenas atribuído o 1º lugar ao Município de Lousada à atleta Luciana Ribeiro, no Ténis de Mesa Masculino, em primeiro lugar ficou Pedro Brandão do Município de Paços de Ferreira, em 2º lugar ficou Afonso Lopes do Município de Penafiel e em 3º lugar ficou Ricardo Teixeira do Município de Penafiel.

_DSC0021.jpg

_DSC9824.jpg

_DSC9873.jpg

_DSC9915.jpg

_DSC9959.jpg

_DSC9990.jpg

CELORICO DE BASTO É CAMPEÃO EM ANDEBOL

Final foi disputada até ao último minuto e terminou com a festa do BECA

A equipa de Juvenis Masculinos do Beca sagrou-se este fim-de-semana campeão da 2ª divisão, numa fase final disputada até ao último Minuto. Uma final que teve lugar em Celorico de Basto, de 7 a 10 de junho. Com este resultado o Beca prepara-se agora para jogar a PO6 – Prova Oficial nº 6, do campeonato nacional da 1ª Divisão.

_DSC9588 (1).jpg

O último jogo desta fase final, decorreu em pleno Dia de Portugal e colocou frente a frente dois potenciais vencedores, o Beca e o SC Horta (Açores) ambos com 10 pontos. Neste jogo o Beca perdeu por 20-21, mas sagrou-se campeão da 2ª divisão por ter maior diferença entre golos marcados e sofridos comparativamente com as outras equipas também com 10 pontos, SC Horta e o CSJ Brito.

O Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, assistiu ao jogo de consagração e mostrou-se muito satisfeito com os resultados alcançados. “Estes jovens são uns guerreiros e debateram-se até ao ultimo minuto, com muito fair –play e amor à camisola, para alcançar o primeiro lugar e sagrar-se campeões da 2ª divisão. Estamos muito satisfeitos por ver o caminho traçado pelo Beca ao longo dos últimos anos e continuaremos a apoia-los no percurso que ainda irão fazer, certamente com muitas vitórias e outros palmares. Hoje, só posso agradecer toda a dedicação e felicitar estes jovens atletas por elevarem o nome de Celorico de Basto” disse o autarca.

No final do jogo foram entregues as medalhas a todos os participantes nesta fase final, nomeadamente ao Beca (Braga), 1º classificado, ao SCHorta (açores), 2º classificado, ao CJS Brito (Lisboa), 3º classificado, ao CD Infante (Madeira) 4º classificado e ao Juve lis (Leiria), 5º classificado.

As medalhas e respetiva taça foram entregues pelo Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, pelo Vereador do Desporto da Câmara Municipal, Fernando Peixoto, pelo Vice-Presidente da Federação de Andebol de Portugal, Augusto Silva, pela Diretora do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, Eduarda Alves, e pela Diretora do Beca, Dora silva.

Foram 4 dias dedicados ao andebol, num concelho que respira desporto, e que culminou com a consagração da equipa da casa.

_DSC9460 (2).jpg

_DSC9464 (1).jpg

_DSC9473 (1).jpg

_DSC9495 (1).jpg

_DSC9540 (1).jpg

CELORICO DE BASTO APRESENTA "SERVIÇOS DOS ECOSSISTEMAS"

A Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa está a desenvolver o “Plano Intermunicipal Adaptação às Alterações Climáticas”, PIAAC-TS, e, como forma desenvolver um plano bem estruturado com contributos de todos os Municípios, estão a ser promovidos workshops, voltados para diferentes temáticas, nos 11 Municípios que integram a CIM-TS. Em Celorico de Basto a ação decorreu no dia 12 de junho, direcionada aos técnicos de ambiente e planeamento e incidiu “nos serviços dos ecossistemas”.

_DSC9770.jpg

 A ação foi ministrada por João P. Honrado, Professor da Universidade do Porto, entidade parceira na elaboração deste plano, que está a ser elaborado há um ano e meio e que se prevê apresentar em setembro próximo.

O Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, abriu a ação e mostrou-se preocupado com as alterações climáticas evidentes neste território sobretudo no que concerne à Agricultura. “Não podemos ficar indiferentes a esta realidade, as alterações climáticas evidenciam-se diariamente e é necessário agir para mitigar os efeitos nefastos que sentimos sobretudo no setor primário. Este plano irá certamente, apresentar-nos uma visão estratégica, em parceria com diferentes organismos regionais e nacionais, de intervenção concertada para atingir objetivos concretos no combate às alterações climáticas”.

Durante a sessão foi apresentado o desafio de valorizar as contribuições da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas para a adaptação do território às alterações climáticas e à minimização dos seus efeitos negativos. Destaque para a importância de proteger e promover as funções de suporte ao fornecimento de serviços de regulação ambiental como a prevenção de cheias e secas, a proteção do solo face à erosão, o controlo de pragas e doenças ou a polinização de plantas selvagens e cultivadas. Sobre este tema assinalaram-se algumas evidências e projeções destacando-se a diminuição futura da produtividade primária, uma das principais funções de suporte ao fornecimento de serviços pelo ecossistema. Nesse sentido, recomenda-se avaliar e mapear o potencial de fornecimento de serviços dos ecossistemas com maior significado adaptativo, valorizar as funções de suporte ao fornecimento desses serviços e valorizar os espaços verdes urbanos e as infraestruturas ecológicas municipais.

Para finalizar, foi indicada a forma de implementação destas recomendações que deverá ser articulada com instrumentos de ordenamento, planeamento e licenciamento, com destaque para os mais diretamente associados à gestão de recursos e riscos naturais.

Este plano, promovido pela CIM- TS, conta com a parceria de entidades como a Universidade do Porto, através do Instituto de Ciências e Tecnologias Agrárias e Agro-Alimentares, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Universidade do Minho, e conta com a Idarn - Instituto Desenvolvimento Agrário da Região Norte, como adjudicatário.

_DSC9787.jpg

CELORICO DE BASTO FOI PALCO DA TAÇA DA ASSOCIAÇÃO DE VOLEIBOL DE BRAGA

Um concelho que vive “intensamente” o desporto, Celorico de Basto recebeu no fim-de-semana, 8 e 9 de Junho, no pavilhão Gimnodesportivo da Mota, as finais nas diferentes categorias da Taça Associação de Voleibol de Braga.

_DSC9443.jpg

Vencidos e vencedores fizeram a festa de um desporto cada vez mais competitivo mas que prima pelo fair-play.

“É com muita alegria que recebemos a Taça de Voleibol de Braga em Celorico de Basto, neste pavilhão tão bem equipado, situado na zona alto do concelho e que tem capacidade para receber outras iniciativas do género. Prevê-se, para breve, que esta modalidade ganhe uma outra dimensão uma vez que está a ser formalizado o centro giravolei e o clube de volei, dinamizado pela Pérola AJ em parceria com o Agrupamento de Escolas e sempre, como tem acontecido com as outras modalidades, a contar com o apoio da Município” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto que marcou presença neste evento.

A organização deste evento contou com o apoio do Município e das juntas de Freguesia de Fervença, Borba da Montanha, Carvalho e Agilde que, de várias formas, contribuíram para a logística inerente a esta iniciativa com oferta de alojamento, pequeno-almoço e almoço à Associação de Andebol de Braga e às equipas envolvidas.

Durante dois dias, o pavilhão da Mota encheu de adeptos residentes e de fora do concelho que quiseram aplaudir as equipas que disputaram estas finais. No primeiro jogo, o Vitória SC conquistou a taça de Associação Voleibol de Braga ao vencer, por 3-0, o Amares Vólei, na categoria de Juniores Masculinos. Em Juniores Femininos, o AVC Famalicão venceu a Vitória SC, num jogo bem disputado até ao último instante. Na categoria de Juvenis Femininas, a Taça Associação de Voleibol de Braga foi entregue a SC Braga que bateu por 3-0 o AVC Famalicão. Formação que já tinha conquistado o Campeonato Regional da modalidade.

Neste fim-de-semana, decorreu ainda o Regional de Minis B com a presença das equipas do Vitória SC, Escola de Lamaçães e ADC Caldinhas. Na Final, o Vitória SC venceu a Escola de Lamaçães por 35-28 e conquistou Título de Campeão Regional de Minis B.

_DSC9325.jpg

_DSC9407.jpg

_DSC9414.jpg

_DSC9436.jpg

CELORICO DE BASTO FESTEJA COM CIDADES GEMINADAS

Celorico de Basto participou em fim-de-semana cultural promovido em houilles, Paris, cidade geminada

O Comité de Geminação de Houilles promoveu um fim-de-semana cultural, de 7 a 9 de junho, com as vilas com as quais estabeleceu um protocolo de geminação no qual esteve integrada a comitiva de Celorico de Basto.

cerimoniaMAIRIE.jpg

Este fim-de-semana foi um momento de aproximação com a comunidade de Houilles que tem uma experiência de 45 anos de intercâmbios com as vilas geminadas. Nesta visita em particular, e como muitas das atividades da geminação vivem da reciprocidade, a comissão de Geminação de Celorico de Basto teve a oportunidade de incluir membros da Universidade Sénior de Celorico de Basto que, em atividades futuras promovidas neste concelho, também serão anfitriões no acolhimento de famílias de muitos países.

“Esta partilha de experiências e de conhecimento cultural e social é a principal forma de criar laços entre comunidades geminadas. É fundamental que as comunidades fortaleçam as relações, conhecendo-se mutuamente e, a partir dai, intensificar uma ligação com intercâmbios mais produtivos para ambas as vilas geminadas” referiu Joaquim Mota e Silva, ciente da responsabilidade destes protocolos de geminação.

Em Houilles, a comitiva presidida pelo Presidente da Comissão de Geminação de Celorico de Basto, Fernando Vilas Boas, agradeceu a forma calorosa como foram recebidos pelo Presidente do Comité de Geminação de Houilles, Joel Zani, e pelo Presidente da Câmara Municipal de Houilles, Alexandre Joly. “Fomos muito bem recebidos por todos e aproveitamos os momentos culturais e históricos promovidos pelo comité de Geminação de Houilles para conhecer o mais possível da cultura desta região. Em paralelo, conhecemos os outros comités geminados com Houilles, e participamos em reuniões de trabalho conjuntas para planificação de atividades futuras.

Durante os três dias, a comitiva orientou-se por um programa previamente estabelecido pelo Comité de Geminação de Houilles onde não faltou a receção na Câmara Municipal, a vista à  cidade de Chartres, e respetiva catedral, e o convívio com as famílias de acolhimento, tal como se prevê em Celorico de Basto aquando da vinda da Comitiva de Houilles e outras cidades geminadas, para participar na Feira de Artesanato e Gastronomia e Festa Internacional das Camélias.

houillesSALA.jpg

IMG_20190608_122107.jpg

IMG_20190608_131132.jpg

ACADEMIA DE MÚSICA DE BASTO REALIZA RECITAL E CONCERTO EM CELORICO DE BASTO

Recital e Concerto das Classes de Orquestra da Academia de Música de Basto

Aluno da Academia de Música de Basto prepara-se para ingressar no Ensino Superior de Música

recital.jpg

O Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, em Celorico de Basto foi o local escolhido para apresentar mais um Concerto de Classes desta Instituição e um recital por José Francisco Silva, aluno da Academia que se prepara para ingressar no Ensino Superior. Este espetáculo musical está agendado para o próximo domingo, dia 16 de Junho, a partir das 15h30.

O recital será a conclusão da frequência do Curso de Trombone, um momento muito aguardado por todos. Para a Academia de Música de Basto é um orgulho ver um dos seus alunos seguir música como objetivo de vida. “Estamos muito orgulhosos do Francisco, é um jovem muito dedicado que se entrega à música de corpo e alma” disse Carla Lopes, Diretora da Academia de Música de Basto.

Como habitualmente, a Academia de Música desenvolve um concerto de classes para mostrar ao público parte do trabalho desenvolvido ao longo do ano com os seus alunos, com a apresentação de múltiplas interpretações musicais.

Este ano letivo conta ainda com mais uma apresentação pública, o Musical “História de Alladino” no dia 6 de Julho pelas 21:00 horas no Auditório dos Bombeiros Voluntários de Celorico de Basto.

CELORICO DE BASTO VIVEU FESTAS DAS MARCHAS POPULARES

Camélias e características das freguesias foram os temas destas marchas populares. Letras com músicas originais criadas e cantadas pelos idosos

As Marchas Populares do Celorico a Mexer decorreram este sábado, 8 de junho, na Praça Albino Alves Pereira, e proporcionaram um espetáculo de cor, alegria e boa disposição a toda a população que se juntou a este evento. Uma festa que primou pela confraternização entre os diferentes grupos participantes.

_DSC9000.jpg

“Hoje assistimos a um espetáculo soberbo onde ficou bem evidente o trabalho dos idosos, dos animadores e de todos os que integram este programa. Um trabalho difícil, muito exigente mas muito gratificante para quem o integra e para quem assiste. É um orgulho enorme fazer parte desta comunidade, uma comunidade que se envolve nas atividades promovidas, demonstrando a grande força deste concelho, um concelho vivo, dinâmico, cheio de vida” ressalvou o Vice – Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto.

Durante aproximadamente 2 horas, 11 marchas, com todos os grupos que integram o programa Celorico a Mexer, marcharam na praça com músicas típicas das marchas populares e letras originais desenvolvidas pelos idosos nos locais de animação e que retrataram algumas evidências típicas das freguesias, como a desfolhada e os santos padroeiros, deram destaque às camélias, património natural deste concelho, e às características próprias das marchas como o majerico e as sardinhas. As coreografias também originais, foram ensaiadas nos locais de animação ao pormenor, e como era espectável, “correu tudo na perfeição”.

Helena Martinho, coordenadora dos Serviços Sociais e de Saúde o Município, agradeceu o empenho de todos numa atividade particularmente feliz para os idosos. “Estamos muito satisfeitos com o resultado apresentado hoje, estão todos maravilhosamente bonitos e felizes, que é o mais importante. Este é o retrato de um programa acolhedor, que existe para dar vida, para criar laços, para valorizar”.

Também Maria Inácia, idosa que integra o programa e a marcha de Borba da Montanha, mostrou a alegria de fazer parte desta iniciativa. “Aprendemos rapidamente a marcha e a fomos nós que criamos a letra da música. Vamos representar uma desfolhada que é típica da nossa aldeia e da nossa agricultura. E estamos muito bonitos e prontos para o espetáculo” frisou. 

Durante estas Marchas populares, os técnicos deste programa usaram, na lapela, um laço roxo, alusivo ao dia 15 de Junho, Dia Internacional da Sensibilização sobre violência contra as pessoas idosas, e como forma de sensibilizar e prevenir para o combate à violência praticado contra as pessoas idosas, um compromisso que a todos se impõe.

_DSC8877.jpg

_DSC8905.jpg

_DSC8921.jpg

_DSC8955.jpg

VILLA DE BASTO REGRESSA À IDADE MÉDIA

Villa de Basto Medieval um evento que valoriza a história de Celorico de Basto

Nos dias 8 e 9 de junho, a Villa de Basto situada na freguesia de Arnoia, junto ao Castelo de Arnoia, foi o local de eleição escolhido por centenas de pessoas que quiseram ver de perto a II edição da Villa de Basto medieval, uma festa caracterizada pela animação e convívio entre participantes e visitantes.

_DSC9187.jpg

Um certame que começa a ganhar notoriedade e que procura valorizar um dos locais mais históricos do concelho de Celorico de Basto. Durante dois dias, público residente e visitantes assistiram à recriação de usos e costumes da Idade Média.

“É muito importante que espaços históricos como este sejam, das mais variadas formas, valorizados. Um local que em tempos foi sede do concelho, com o Castelo de Arnoia como cabeça de terra, é agora um marco turístico no território, património nacional, que tem vindo a ganhar ainda mais visibilidade com a recriação destes eventos culturais, cada vez mais atrativos e apelativos para residente e visitantes” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

Ao longo de dois dias foi apresentado um vasto programa que procurou, com o máximo rigor histórico, fazer uma recriação das tradições, de carácter local e regional, feitas por artesãos, mercadores, regatões e artífices locais e vindos dos mais diversos lugares. Um regresso à época medieval onde não faltou a dança, música, falcoaria, manjares, dramatizações e outras atividades de animação de rua.

O alcaide da freguesia de Arnoia, Pedro Machado, mostrou-se satisfeito com a adesão ao evento. “É a 2ª edição de uma recriação medieval que pretendemos aprimorar, imprimindo em cada apresentação o rigor histórico da Idade Média. Estamos muito satisfeitos com a evolução deste certame, cada vez mais atrativo para residentes e visitantes e por isso, muito procurado durante estes dois dias.”

Grande parte da iniciativa decorreu junto ao Centro Interpretativo do Castelo de Arnoia com o Castelo ao fundo.

_DSC9202.jpg

_DSC9238.jpg

_DSC9253.jpg

_DSC9257.jpg

_DSC9279.jpg

CELORICO DE BASTO É CAMPEÃO EM ANDEBOL

Final foi disputada até ao último minuto e terminou com a festa do BECA

A equipa de Juvenis Masculinos do Beca sagrou-se este fim-de-semana campeão da 2ª divisão, numa fase final disputada até ao último Minuto. Uma final que teve lugar em Celorico de Basto, de 7 a 10 de junho.

Com este resultado o Beca prepara-se agora para jogar a PO6 – Prova Oficial nº 6, do campeonato nacional da 1ª Divisão.

_DSC9460.jpg

O último jogo desta fase final, decorreu em pleno Dia de Portugal e colocou frente a frente dois potenciais vencedores, o Beca e o SC Horta (Açores) ambos com 10 pontos. Neste jogo o Beca perdeu por 20-21, mas sagrou-se campeão da 2ª divisão por ter maior diferença entre golos marcados e sofridos comparativamente com as outras equipas também com 10 pontos, SC Horta e o CSJ Brito.

O Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, assistiu ao jogo de consagração e mostrou-se muito satisfeito com os resultados alcançados. “Estes jovens são uns guerreiros e debateram-se até ao ultimo minuto, com muito fair –play e amor à camisola, para alcançar o primeiro lugar e sagrar-se campeões da 2ª divisão. Estamos muito satisfeitos por ver o caminho traçado pelo Beca ao longo dos últimos anos e continuaremos a apoia-los no percurso que ainda irão fazer, certamente com muitas vitórias e outros palmares. Hoje, só posso agradecer toda a dedicação e felicitar estes jovens atletas por elevarem o nome de Celorico de Basto” disse o autarca.

No final do jogo foram entregues as medalhas a todos os participantes nesta fase final, nomeadamente ao Beca (Braga), 1º classificado, ao SCHorta (açores), 2º classificado, ao CJS Brito (Lisboa), 3º classificado, ao CD Infante (Madeira) 4º classificado e ao Juve lis (Leiria), 5º classificado.

As medalhas e respetiva taça foram entregues pelo Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, pelo Vereador do Desporto da Câmara Municipal, Fernando Peixoto, pelo Vice-Presidente da Federação de Andebol de Portugal, Augusto Silva, pela Diretora do Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto, Eduarda Alves, e pela Diretora do Beca, Dora silva.

Foram 4 dias dedicados ao andebol, num concelho que respira desporto, e que culminou com a consagração da equipa da casa.

_DSC9464.jpg

_DSC9473.jpg

_DSC9495.jpg

_DSC9540.jpg

_DSC9588.jpg

CELORICO DE BASTO DEBATE VIVÊNCIAS DO CONVENTO DE REFOJOS DO LIMA

Seminário Internacional encerrou com balanço muito positivo

Chegou hoje, dia 7 de junho, ao fim a quarta edição do Seminário Internacional Ora et Labora ‘Refojos de Basto: Natureza e meio natural na vida, linguagens e imaginário da vida monástica’ que ao longo de dois dias decorreu na Casa do Tempo em Cabeceiras de Basto.

Seminário Internacional encerrou com balanço muito positivo.JPG

Mais de 100 pessoas participaram neste IV Seminário Internacional que trouxe até Cabeceiras de Basto especialistas nacionais e estrangeiros de universidades e conceituadas instituições, cuja sessão de encerramento contou com o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto.

Depois de felicitar a Câmara Municipal, a Comissão Organizadora do IV Seminário, bem como os oradores pelas suas apresentações, o presidente da Assembleia Municipal destacou a importância dos estudos e debates realizados em torno da história do nosso Mosteiro. “Uma relevante iniciativa para Cabeceiras de Basto e para as suas gentes”, disse.

Evidenciando as potencialidades deste território, Joaquim Barreto, afirmou que “Cabeceiras de Basto tem dado provas do seu potencial” e que os Seminários Internacionais têm “fortalecido e tornado mais coeso” o conhecimento sobre o legado cultural e histórico do Mosteiro Beneditino de S. Miguel de Refojos.

O IV Seminário Internacional, organizado pelo Município de Cabeceiras de Basto e pelo CITCEM/FLUP (Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória da Faculdade de Letras da Universidade do Porto), encerrou com balanço muito positivo.

Foram dois dias de troca de conhecimentos, experiências que contribuirão, certamente, para o enriquecimento cultural de todos.