Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO CELEBRA DIA MUNDIAL DA DIABETES

Idosos do Celorico a Mexer estiveram ontem, 14 de novembro, Dia Mundial da Diabetes, nas antigas instalações do ciclo Velho, a participar numa aula de educação física e a participar num flash Mob, como forma de consciencializar para a prevenção da Diabetes. Uma ação promovida pela Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto.

_DSC8397 (1).jpg

Nem o frio que se faz sentir demoveu os idosos a participar numa das iniciativas promovidas no âmbito da prevenção e sensibilização para a diabetes, “uma doença que afeta muitas pessoas e que pode condicionar verdadeiramente a sua qualidade de vida por isso atuamos na sensibilização, com conselhos preventivos que incentivem a comportamentos saudáveis” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. Um trabalho de sensibilização feito pela UMS, “neste campo, a UMS tem feito um trabalho de excelência e com formas de sensibilizar cada vez mais diversificadas e que chegam verdadeiramente às populações, mudando comportamentos”.

Neste dia, Dia Mundial da Diabetes, a sensibilização para a problemática foi mais intensa e direcionou-se ao público-alvo que acode à UMS. Estiveram presentes idosos das freguesias de Agilde, Arnoia, Borba da Montanha, Codessoso, Rego, Ribas e Veade e dos lugares de Pereira e Nespereira. Juntos fizeram uma aula de educação física orientada pela técnica Sandra Novais e terminaram a sessão com a presentação de um flash mob ao som de uma das músicas do Toy (toda a noite) com letra original criada pela UMS para sensibilizar para a diabetes.

“A música é uma excelente forma de sensibilizar para uma doença que pode surgir a qualquer momento sendo crucial uma atenção redobrada à alimentação e ao exercício físico como forma de a combater. É uma doença grave que leva a uma perda considerável da qualidade de vida das pessoas e por isso é das doenças com mais enfoque na sensibilização” disse Joana Teixeira, técnica da UMS. Efetivamente, em Portugal são diagnosticados, diariamente, 200 novos doentes com diabetes, “é um número assustador que nos deve fazer refletir e levar os outros à reflexão” disse.

Vários dos idosos que participaram nesta iniciativa têm diabetes como nos testemunhou Maria Oliveira, de Nespereira, “é muito duro, muito difícil viver com a diabetes, condiciona muito a minha vida”.

A ação terminou com a distribuição de uma peça de fruta pelos participantes uma vez que, a Organização Mundial de Saúde recomenda como forma de prevenção para esta e outras doenças, o consumo de 400g diárias de frutas e hortaliças.

Esta atividade insere-se no mês dedicado à prevenção para Diabetes e centrado no tema “Família e Diabetes”. A ação é promovida pela UMS de Celorico de Basto que resulta da parceria entre o Câmara Municipal de Celorico de Basto e a ARS Norte, na unidade de prestação de cuidados UCC Mãos Amigas, no Centro de Saúde de Celorico de Basto.

Até ao final de novembro, a Biblioteca Municipal continuará azul, cor que simboliza a Diabetes, e a UMS mantém a sensibilização para a saúde de combate à diabetes.

_DSC8418.jpg

_DSC8421.jpg

_DSC8425.jpg

CELORICO DE BASTO SENSIBILIZA PARA A PREVENÇÃO DA DIABETES

Mês da prevenção para a Diabetes em Celorico de Basto

Associada à Federação Internacional da Diabetes, e ao tema “Família e Diabetes”, a Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto está a promover um mês de sensibilização para a Diabetes com atividades marcadas para o Dia Mundial da Diabetes celebrado oficialmente a 14 de novembro.

_DSC4623.jpg

Sensibilizar e consciencializar para a Diabetes é o objetivo da UMS durante este mês por isso, “de forma lúdica vamos procurar incutir na nossa população mais idosa, principais utentes da UMS, o gosto por uma atividade física regular e uma alimentação saudável como forma de prevenção para esta doença. Procuraremos, em simultâneo, informar e esclarecer para as principais causas, sintomas e fatores de risco, e, em caso de já estar diagnosticado com a doença, sensibilizar para os comportamentos a adquirir para um melhor controlo da doença” disse a técnica da UMS, Joana Teixeira.

No dia 14 de novembro, dia Mundial da Diabetes será realizado um flash mob com os idosos do programa Celorico a Mexer, uma iniciativa que “mexe com todos, não apenas com os intervenientes. Efetivamente, em Portugal são diagnosticados, diariamente, 200 novos doentes com diabetes, é um número assustador que nos faz refletir e por isso, continuamos este exemplar trabalho da UMS na sensibilização. É urgente que as pessoas tomem consciência e percebam que não acontece só aos outros, é preciso que ajam, que tenham comportamentos benéficos para a sua saúde” disse Helena Martinho, Coordenadora dos Serviços Sociais e de Saúde do Município de Celorico de Basto.

Durante o mês, alguns espaços públicos estarão iluminados de azul, como a Biblioteca Municipal e são promovidas avaliações da glicemia capilar na UMS com ensinos complementares na perspetiva da prevenção.

_DSC9292.jpg

CELORICO DE BASTO SENSIBILIZA PARA AS ALERGIAS DE ORIGEM ALIMENTAR

“Alergia Alimentar - Anafilaxia” é tema de ação de formação em Celorico de Basto

 As alergias de origem alimentar são um fenómeno cada vez mais frequente, estimando-se que tenha aumentado 18 % numa década com uma prevalência de 8% na população infantil

Decorreu ontem, 7 de novembro, no auditório da Escola Básica e Secundária de Celorico de Basto, uma ação de formação direcionada aos docentes, auxiliares da ação educativa e manipuladores de alimentos subordinada ao tema “Alergia Alimentar-Anafilaxia”.

anafilaxia_fYlwRA3.jpg

A ação ministrada pela Equipa Médica de Pediatria do hospital da Senhora da Oliveira – Guimarães, EFE procurou, de forma concreta e objetiva, esclarecer os formandos para a forma de atuação junto dos alunos em caso de “alergia alimentar – Anafilaxia”.

Efetivamente, o tratamento base para a alergia alimentar e a prevenção das reações alérgicas consiste na não ingestão do alergénio em causa e também de todos os alimentos ou preparações culinárias que contenham ou possam conter o alergénio em questão. Contudo, num contexto de consumo fora de casa, pode verificar-se um risco acrescido (a uma exposição acidental aos alimentos implicados) associado por exemplo, a uma contaminação cruzada dos alimentos. Nestas situações, as manifestações clínicas das reações alérgicas podem ser particularmente graves, podendo mesmo, em alguns casos, ser fatais.

Este é um tema que tem vindo a preocupar os pais e encarregados de educação de Celorico de Basto e por isso a Associação de Pais de Celorico de Basto e Arnoia uniu forças com outras entidades nomeadamente com a Câmara Municipal, a UCC Mão Amigas, o Agrupamento de Escolas e, em conjunto, promoveram a ação de formação para capacitar a comunidade escolar para uma intervenção pronta e exemplar em caso de alergia alimentar – anafilaxia.

De realçar que “a Escola, os seus profissionais e os fornecedores de refeições têm um papel determinante na prevenção das reações alérgicas, quer através de um trabalho de prevenção à exposição aos alergénios (para as situações de alergia alimentar já identificadas) quer através da capacidade de resposta da Escola a um episódio de reação alérgica, devendo conhecer os sinais e sintomas associados à anafilaxia, assim como os procedimentos a adotar mais adequados, nos casos de uma reação alérgica” referiu a equipa técnica de Saúde.

imagemalergalim.jpg

CELORICENSE AIDA ARAÚJO DUARTE LANÇA LIVRO "VILLA DE BASTO ESTUDO LINGUÍSTICO E ETNOGRÁFICO"

O Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, em Celorico de Basto, vai receber este fim de semana, dia 9 de novembro, pelas 15h30, a apresentação do livro “Villa de Basto Estudo Linguístico e Etnográfico” da autora Celoricense Aida Araújo Duarte.

conv_vdb_aad_seda.jpg

O livro, segundo a autora, é “um contributo para a divulgação de aspectos da Etnografia e do modo de falar das gentes do lugar do Castelo, concelho de Celorico de Basto, nos anos 70”. Um retrato de um pedaço de território rural profundo apresentado em livro pela autora celoricense residente no Porto, autora de outras obras amplamente conhecidas como a “Filha da Montanha e do Vento”, a “Limpidez Ausente” e as “Sandálias da Lucinda”.

Uma autora versátil na forma de escrita passando pelos contos, pela poesia, pelo romance e agora, “numa paixão imensurável à tua terra” como salienta o Vereador da cultura da Câmara Municipal de Celorico de Basto, pela história e memória “numa obra voltada para a histórias das gentes que povoaram a Villa de Basto até aos anos 70, onde se evidencia o rigor e a excelência, como é apanágio desta autora”.

A apresentação do livro da autora Aida Araújo Duarte, em Celorico de Basto, direciona-se a todos os interessados em conhecer um pouco mais da história e memória da Villa de Basto e do Concelho, e terá lugar no Centro Cultural, no próximo dia 9 de novembro, pelas 15h30. 

CELORICO DE BASTO PREPARA-SE PARA MELHORAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Luminárias existentes serão substituídas por Luminárias LED, num total de 1110 luminárias

Foi submetida e aprovada uma candidatura ao Programa Operacional Regional Norte que procura demarcar os objetivos do concelho de Celorico de Basto no que respeita a responder a crescentes preocupações de racionalização dos consumos energéticos da rede de iluminação pública.

_DSC8111.jpg

Esta candidatura agora aprovada visa um investimento em equipamento para a melhoria de eficiência energética da iluminação pública” [IP], e é constituída por uma intervenção de natureza infraestrutural que tem por objeto a rede de iluminação pública nos Parques Empresariais e nas diversas freguesias de Celorico de Basto, “certos da necessidade cada vez mais urgente, coerente e consciente da racionalização dos consumos energéticos, em consonância com as normativas da União europeia, reduzindo consideravelmente as emissões de Dióxido de carbono, contribuindo claramente para a preservação do ambiente” disse o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. Ao mesmo tempo, “pretendemos reduzir os custos associados à iluminação convencional, numa utilização adequada e eficiente dos recursos”.

Efetivamente, após a concretização, esta operação contribuirá para a redução em 62,7% do consumo de energia primária e a consequente redução das emissões de CO2 em 93,6 ton/ano.

Esta candidatura agora aprovada foi submetida ao Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, inserida no objetivo temático que visa apoiar a transição para uma economia de baixo teor de carbono de todos os setores e conta com um investimento total de 207.911,24€, totalmente elegível.

DECO (IN) FORMA IDOSOS DO CELORICO A MEXER EM CELORICO DE BASTO

Idosos que integram o Programa Celorico a Mexer da Câmara Municipal de Celorico de Basto e outros cidadãos participaram no dia 22 de outubro, numa ação de sensibilização/informação, apresentada pela DECO, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa.

_DSC8068.jpg

As ação direcionou-se para temas atuais aos quais os idosos devem estar “particularmente atentos” como as vendas ao domicílio, vendas agressivas e práticas comerciais desleais. “Uma das preocupações que este programa procura ter centra-se na promoção de iniciativas deste género que esclareçam e informem os idosos para situações que possam vir a colocar em causa a sua segurança e a segurança dos seus bens” disse Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e Saúde do Município. Continuou dizendo que “muitas vezes os idosos são abordados de uma forma tão insistente e agressiva que acabam por ser convencidos a adquirir qualquer produto ou tomar a atitude que os “vendedores” querem”. Hoje aqui, é objetivo esclarecer para a forma de atuação caso se vejam em situações similares, para que, mais conscientes, peçam esclarecimentos juntos da GNR ou outras entidades que usualmente as ajudam, antes de avançar”.

Esta ação é promovida pela DECO e a GNR em parceria com o Município de Celorico de Basto. Com uma abordagem clara e simples o Cabo Mendes da GNR e o Cláudio Matos da Deco procuraram, durante cerca e uma hora, abordar temas que visam a “proteção/defesa aos consumidores”, a missão da DECO.

Em destaque nesta ação de sensibilização estiveram as vendas agressivas e as práticas comerciais desleais que se destacam pela forma insistente como os vendedores abordam os consumidores, com uma pressão emocional implícita. Foram ainda esclarecidos sobre alguns serviços financeiros, nomeadamente os serviços mínimos bancários a custos reduzidos, direitos e deveres dos consumidores.

Durante a sessão foram dados vários exemplos pelos oradores mas também pela atenta plateia que assistiu à ação.

Deolinda Moura, do grupo do Celorico a Mexer de Veade, veio assistir à ação e referiu que a mesma é muito importante para sensibilizar para ações que posam acontecer, “nunca fui abordada assim desta forma por ninguém, mas sei que posso vir a sê-lo e se estiver informada terei outros cuidados. Os idosos são sempre um alvo mais fácil, estão mais desprotegidos, são mais vulneráveis e acreditam em tudo, são fáceis de levar na conversa e muitas vezes fazem aquilo que depois se vêm a arrepender. Apesar de ser difícil dizer não a estas pessoas, todo conhecimento e conselhos são importantes e podem fazer a diferença”.

_DSC8073.jpg

_DSC8079.jpg

CELORICO DE BASTO REQUALIFICA RUA SENADOR MAGALHÃES BASTOS

Obras na Rua Senador Magalhães Bastos, em Celorico de Basto, em fase de conclusão. Requalificação irá permitir maior mobilidade a pessoas e veículos. A requalificação desta rua está em iminência de estar concluída faltando ultimar alguns pormenores que decorrem a um ritmo acelerado.

“Esta rua fica localizada mesmo no centro da vila de Celorico de Basto e precisava efetivamente de um melhoramento para facultar a mobilidade de pessoas e automóveis. Felizmente as obras estão a decorrer ao ritmo esperado e, em breve, voltará a ser circulável, agora nas condições devidas para todos” afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva. O autarca salientou que qualquer obra “causa transtorno durante a sua execução, os condicionamentos do trânsito foram os principais problemas, mas a obra em si era premente quer pela criação de melhores condições de mobilidade quer pela correta e enquadrada requalificação urbana da zona mais antiga desta nossa vila”.

_DSC8045.jpg

A intervenção passou por clarificar a faixa de rodagem, sendo esta um prolongamento do desenho urbano definido à cota mais baixa, junto à Praça Albino Alves Pereira. O desenho urbano no início desse arruamento resulta da intervenção feita naquela Praça, apontando-se o arranque deste arruamento com uma faixa de rodagem de 3,50 metros, ladeada por um passeio que acompanha a inclinação do arruamento e ainda uns degraus de granito, de modo a facilitar a circulação pedonal, uma vez que a rua é muito inclinada. A faixa de rodagem continua exatamente com o mesmo perfil, sendo esta ladeada por lancis de granito. O pavimento é em asfalto por ser considerar que é o pavimento mais adequado tendo em conta a forte inclinação do arruamento.

 As áreas contíguas à faixa de rodagem são utilizadas para passeios e/ou áreas de estacionamento, mantendo-se a uma cota aproximadamente idêntica à da faixa de rodagem (1 a 2 cm acima), podendo essas áreas intersticiais – entre a faixa de rodagem e os limites de propriedade – serem conjuntamente utilizados como passeios e zonas de estacionamento.

A área de intervenção abrange ainda o largo Prof. António Alves de Moura, por se tratar de uma zona contígua à rua Senador Magalhães de Basto e por se considerar que estas duas áreas urbanas coabitam funcionalmente. Este largo já está todo pavimentado à mesma cota, conferindo-lhe um aspeto de Praça regular e homogénea por forma a ganhar características do principal espaço público da zona envolvente à Capela N.ª S.ª da Conceição.

Estas obras foram cofinanciado pelo Programa Operacional Regional Norte num investimento elegível no valor de 170 000,00 €.

_DSC8048.jpg

CELORICO DE BASTO ESTÁ NA ONDA ROSA

Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto associa-se à campanha “onda rosa” da Liga Portuguesa contra o cancro. Prevenir e sensibilizar são os objetivos

De hoje e até ao final o mês de outubro o tema de sensibilização da Unidade Móvel de Saúde, junto dos seus utentes, das freguesias do concelho de Celorico de Basto, será o cancro da mama, numa associação à campanha “Onda Rosa” da Liga Portuguesa Contra o Cancro. A data é celebrada anualmente com o objetivo de promover a consciencialização sobre a doença e partilhar informações sobre o cancro de mama.

_DSC8024.jpg

Em Borba da Montanha a técnica da UMS, Joana Teixeira, afirmou que o objetivo destas ações é “promover a consciencialização sobre a doença, com informações concretas que podem ser úteis e fazer a diferença. Na UMS incentivamos as pessoas ao autoexame e ensinamos a fazê-lo e à participação nos rastreios promovidos pela liga. É urgente que as pessoas tomem consciência que o cancro da mama é um problema grave e que, se o diagnóstico for feito atempadamente as hipóteses de sucesso serão muito maiores”.

No mesmo sentido, Daniela Silva, também técnica da UMS, esclarece que “depois da menopausa, é importante que haja uma preocupação acrescida relativamente a esta problemática, e caso se verifique alguma anomalia, qualquer alteração na mama ou no mamilo, é fundamental a consulta junto do médico de família que após os exames específicos, mamografia ou ecografia mamária, fará o despiste e caso se justifique encaminhará o utente para uma ajuda mais especializada”. 

A prevenção é o primeiro passo para vencer o cancro e por isso, todos os utentes são informados pelas técnicas e através de flyers, dos sintomas ou sinais de alerta como nódulos, retração da pele, secreção ou perda de líquidos pelo mamilo, alteração da cor, espessura ou textura da pele da mama, retração ou alteração de posição ou forma de um mamilo. É também importante não esquecer outros fatores que aumentam a probabilidade de vir a ter a doença como os antecedentes familiares, a idade, a obesidade, o consumo de álcool e o tabaco e por isso, são também incentivados à prática de exercício físico e a uma alimentação saudável como formas de contrariar o aparecimento da doença.

Para Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, estas ações de sensibilização “são cada vez mais importantes e necessárias para consciencializar para o combate a um problema de saúde pública, com 11 novos casos diagnosticados por dia, com mais incidência nas mulheres. Não podemos ser indiferentes e não podemos pensar que só acontece aos outros, é preciso agir, prevenir, perceber os sinais e não deixar que o tempo corra porque raramente corre a favor, um diagnóstico precoce pode salvar vidas. A UMS tem vindo a fazer um trabalho exemplar na consciencialização desta e de outras problemáticas e torna-se cada vez mais importante quando falamos em questões de saúde”.

Durante esta quinzena, os utentes da UMS, homens e mulheres, receberão o laço rosa, desenvolvido pelos utentes do programa da Câmara Municipal, Celorico a Mexer, que simboliza a luta contra o cancro da mama, numa extensa campanha de sensibilização.

Um símbolo que os idosos que acodem à UMS recebem com carinho e conscientes da importância da prevenção. “Estou sempre muito atenta à saúde, tenho feito mamografias de forma regular e já tive que ir ao IPO porque verificaram alguns nódulos estranhos, felizmente não é nada grave mas agora, já daqui a 6 meses, terei que voltar a fazer novo exame, só para prevenir” disse Fernanda Dias, utente da UMS de 62 anos.

_DSC8030 (1).jpg

_DSC8038.jpg

ALUNOS DE CELORICO DE BASTO VISITAM IGREJAS DO ROMÂNICO

Alunos do 4º Ano do ensino Básico de Celorico de Basto visitaram igrejas do românico

Visitas contemplaram a Igreja do Divino Salvador de Ribas, a Igreja de Santa Maria de Veade e a Igreja do Divino Salvador de Fervença.

_DSC7865.jpg

Durante a última semana, 6 turmas do 4º ano do Agrupamento de Escola de Celorico de Basto visitaram as igrejas de Celorico de Basto que integram a Rota do Românico, um projeto pedagógico proposto pela Rota do Românico ao Município de Celorico de Basto e ao Agrupamento de Escolas.

No dia 9 de outubro, duas turmas estiveram na igreja do Divino Salvador de Ribas durante a tarde onde puderam ver e aprender as características do estilo arquitetónico presentes no edifício.

Segundo Emilia Machado, técnica da Rota do Românico, “este é o projeto pedagógico inserido no serviço educativo da Rota direcionado às crianças do 4º ano do ensino básico. O mesmo foi apresentado ao Município e ao Agrupamento em Julho por forma a, no arranque do ano letivo, constar no plano curricular ou nas atividades propostas para as crianças desse ano de estudos. O Projeto decorre durante todo o dia com dois momentos específicos. Durante a manhã em contexto sala de aula onde abordamos a história e a formação de Portugal, as características do Românico e a Rota do Românico. À tarde visitamos um monumento integrado na Rota do românico o mais próximo possível da escola, onde lhes mostramos as características do românico”. 

O Românico é um estilo arquitetónico muito marcante no concelho de Celorico de Basto como nos reportou o Vereador da Educação e Cultura do Município de Celorico de Basto. “Temos características marcantes do Românico pelo nosso território, com grande visibilidade nas igrejas e no Castelo de Arnoia, mas existem outros monumentos no concelho com muitas referências deste período como é o caso do Mosteiro de S. Bento de Arnoia” disse o autarca que olha para este projeto como uma forma positiva de dar a conhecer o “património edificado, as marcas do românico, a nossa história, para que a mesma se perpetue e se preserve da melhor forma, porque é a marca da nossa identidade. Apoiamos este tipo de iniciativas porque é nas escolas, com os mais jovens, que deve ser incutido o gosto pela património, este saber conhecer e saber valorizar”.

_DSC7885.jpg

_DSC7897.jpg

CELORICO DE BASTO ABRIU AS PORTAS DO CASTELO DE ARNOIA

Castelo de Arnoia de portas abertas no Dia Nacional dos Castelos

O dia de ontem, 7 de outubro, foi oficialmente o Dia Nacional dos Castelos, e Celorico de Basto viu o seu Castelo a celebrar este dia com uma iniciativa promovida pela Rota do Românico em parceria com o Município de Celorico de Basto e o Agrupamento de Escolas.

_DSC7796.jpg

Durante a tarde de ontem, uma turma do 5G da Escola Básica 2 e 3 da Mota esteve no Castelo de Arnoia, o único Castelo inserido na Rota do Românico, e aprenderam as características deste estilo arquitetónico, presentes no Castelo e explicadas pelas técnicas do Serviço Educativo da Rota do Românico. Segundo Paula Monteiro da Rota, “esta atividade está inserida num projeto pedagógico, um projeto extenso que contempla variadíssimas atividades para várias faixas etárias e ciclos de estudo, para esta iniciativa em particular era importantes termos alunos do 5º ano que estão agora a aprender estas matérias neste ano letivo”.

O dia Nacional dos Castelos celebra-se desde 1984 e, desde 2003 que se estabeleceu o dia 7 de outubro como dia oficial, uma celebração que visa a promoção do património edificado. Segundo o Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto “o Castelo de Arnoia edificado entre o Século XI e XIII, é o nosso símbolo arquitetónico, a nossa referência do património histórico mais marcante, outrora cabeça de terra, marco incontornável das terras de Basto, símbolo de defesa e grandiosidade. Um monumento que deve ser visitado por todos, sempre, todos os dias do ano”.

Durante esta visita ao Castelo as crianças aprenderam e brincaram, porque a “brincar também se aprende” e por isso, findas as explicações sobre o românico e a visita à torre de Menagem participaram em vários jogos tradicionais dentro do Castelo de Arnoia.

Muitas das crianças presentes nunca tinham visitado o Castelo de Arnoia como nos disse o aluno Tiago Queirós, “foi a primeira vez que vim ao Castelo, é muito bonito, e gostei muito de aprender como foi construído e que servia para defender as pessoas”.

Esta foi a forma de dar a conhecer o Castelo de Arnoia a 22 alunos do Agrupamento de Escolas, em pleno dia Nacional dos Castelos.

_DSC7835.jpg

_DSC7847.jpg

_DSC7854.jpg

_DSC7858.jpg

CELORICO DE BASTO RECEBEU A PEÇA "OS TRÊS PORQUINHOS"

A Peça “OS Três Porquinhos”, uma adaptação do conto tradicional, esteve ontem, 03 de outubro, em cena no Cineteatro dos Bombeiros Voluntários Celoricenses para uma plateia de 300 alunos do 3º e 4º ano do primeiro ciclo do ensino Básico do Agrupamento de Escolas.

_DSC7645.jpg

De forma lúdica e divertida a peça de teatro infantil “os três porquinhos”, que surgiu de uma adaptação ao conto com o mesmo, nome procurou, de forma divertida e lúdica, dar às crianças uma perceção clara das consequências das alterações climáticas. Uma ação promovida na sequência do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas no Tâmega e Sousa, documento no qual se identificam as principais vulnerabilidades climáticas desta região e as medidas a adotar com vista à minimização dos seus impactos e riscos, e que conta com a colaboração dos Municipios que compõem a CIM.

Desta vez a peça teve lugar em Celorico de Basto, Município parceiro na promoção da iniciativa, e Fernando Peixoto, Vereador da Educação e do ambiente, salientou a importância destas ações na sensibilização e consciencialização para esta temática. “As alterações climáticas são um tema que a todos diz respeito e que todos têm responsabilidade por isso, é importante que este tipo de ações sejam promovidas assiduamente junto dos mais jovens para os ensinar, motivar e consciencializar para a preservação do meio ambiente, preferencialmente de forma lúdica e pedagógica, formas muito mais atrativas no caminho do conhecimento”.

Também Manuel Albano Gonçalves, professor do 4º ano do Agrupamento de Escolas, no Centro Escolar da Mota, e presente na ação, salientou que este é, de facto “um tema atual e esta peça de teatro é uma forma de cativar as crianças e até uma maneira mais eficaz de lhes transmitir o conhecimento sobre a temática do que, a forma utilizada em contexto escola”. Numa altura em que os alunos do 4º ano estão a aprender algumas das temáticas mencionadas na peça, como as marés.

As crianças estiveram atentas do primeiro ao último minuto a uma peça que durou aproximadamente 1h15 e que tinha os três porquinhos como personagens. Vitória Soraia, aluna do 3º ano, ouviu atentamente e mostrou-se preocupada com o ambiente. “Eu costumo reciclar e poupo água, por isso acho que já colaboro para ajudar o nosso planeta” disse.

A peça “os três porquinhos” é uma adaptação do conto tradicional desenvolvida por Luís Mourão e encenada por Frédéric da Cruz P. do Leirena Teatro, Companhia de Teatro de Leiria.

_DSC7650.jpg

_DSC7658.jpg

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO DIMINUI CARGA FISCAL SOBRE AS FAMÍLIAS E PESSOAS SINGULARES

Redução do IRS cobrado pelo Município reduz de 5% para 4,5%. Redução especial de IMI para dependentes mantém-se

Redução de carga fiscal foi proposta e aprovada pelo Município de Celorico de Basto com o objetivo concreto de melhorar a qualidade de vida dos celoricenses, contribuindo de forma efetiva para o aumento do rendimento disponível das famílias.

Câmara Municipalcelor.jpg

Segundo o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “continuaremos a reduzir os impostos no sentido de apoiar de forma efetiva e concreta as famílias e as empresas com políticas de desagravamento fiscal constantes que permitam uma maior capacidade monetária nos orçamentos familiares e um maior incentivo à fixação de empresas no concelho. São políticas centradas nos cidadãos e ao mesmo tempo no crescimento económico e social”. O autarca esclarece que “aprovamos a redução do IRS cobrado pelo Município de 5% para 4,5%, o que implica a redução de -10% do IRS cobrado, que consideramos ser bastante importante para as famílias, continuamos a manter a taxa de IMI nos 0,32% para prédios urbanos e continuamos com a redução especial de acordo com o número de dependentes, taxas que contribuem favoravelmente para a redução dos encargos de muitas famílias e que contribuem também para um aumento substancial do rendimento disponível das pessoas de população no concelho. O apoio à fixação de empresas mantém-se com a taxa de derrama a zero um apoio direto, visível no aumento substancial de empresas fixadas no concelho”.

Assim, o Município deliberou uma redução na participação variável no IRS dos sujeitos passivos com domicílio fiscal no concelho, passando de uma taxa de 5%, no ano de 2019, para uma taxa de 4,5%, no ano de 2020, o que se traduz num aumento de rendimentos para os Munícipes. Ficou ainda deliberado que a taxa de IMI para prédios urbanos é fixada em 0,32%, tendo sido aprovada uma dedução fixa do valor a pagar considerando o número de dependentes que compõem o Agregado Familiar, fixando-se para 1 dependente a dedução de 20€, para 2 dependentes 40€ e para 3 ou mais dependentes 70€, a taxa de derrama mantém-se isenta.

CELORICO DE BASTO CELEBRA DIA DO IDOSO

Dia do Idoso celebrado em Celorico de Basto

O dia Internacional do Idoso celebra-se a 1 de Outubro, mas este ano, excecionalmente, em Celorico de Basto, por questões climatéricas, as festividades decorreram hoje, nos jardins da Quinta do Prado, com a presença de centenas de idosos que integram o Programa Celorico a Mexer.

_DSC7564.jpg

O dia mostrou-se radioso para que os idosos pudessem aproveitar da melhor forma a iniciativa promovida pela Câmara Municipal através do programa Celorico a Mexer. Uma festa que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, que agradeceu a presença de todos numa festa que procura homenagear todos os idosos. “Celebramos, o Dia do Idoso, porque hoje temos as condições apropriadas, um dia agradável, pleno de sol, que permite que todos possam desfrutar de um bom convívio com momentos agradáveis. Hoje é um dia de festa, de valorização e homenagem aos que já deram muito à sociedade, aqueles que sabem mais, que podem transmitir os melhores ensinamentos, valores, princípios e conselhos aos mais jovens e encorajá-los para o futuro. Celebramos a festa da vida e da longevidade da melhor forma, com um convívio agradável entre todos onde é possível partilhar vivências e experiências de vida que fazem parte da história de cada um”, disse.

Estas comemorações do dia do Idoso pretendem ser uma espécie de arranque de ano depois do interregno das férias de Verão como nos conferenciou a Coordenadora dos Serviços Sociais e de Saúde do Município de Celorico de Basto, Helena Martinho, responsável pelo programa Celorico a Mexer. “As celebrações do Dia do Idoso são a primeira iniciativa após o arranque do Celorico a Mexer que à semelhança do ano letivo, inicia agora. É uma iniciativa pública, aberta à comunidade idosa que visa valorizar os idosos e incentivar outros idosos a integrar o programa”. Helena Martinho disse que o programa irá sofrer algumas alterações na sua organização por forma a dar mais e melhor aos idosos. “Vamos fazer alterações na organização do programa CM para darmos mais qualidade aos serviços nomeadamente na parte musical, uma área que os idosos gostam particularmente e por isso, iremos organizar os serviços para que os grupos possam usufruir de uma tarde inteira de música, de 15 em 15 dias, com o apoio do animador e do professor de música. Isto porque este é, de facto, um gosto unanime de todos os idosos e, permite-nos desenvolver as iniciativas com mais tempo e qualidade. Estamos a preparar os coros de Natal que pretendemos organizar no Cineteatro dos Bombeiros, numa tarde de domingo, uma espécie de matiné, para que a família e os amigos dos nossos idosos possam participar e usufruir deste espetáculo, com os idosos como protagonistas”. As atividades previstas e proporcionadas aos idosos por este programa são múltiplas, como o convívio de Natal Sénior, os magustos, os cantares das janeiras e dos reis pelas instituições do concelho, os passeios pelos monumentos da Rota do Românico, pelo religioso, a via-sacra, as Marchas populares, numa tentativa crescente de dar o melhor aos utentes deste programa. “Damos tudo, a nível cultural, às pessoas que integram este programa, porque a cultura é uma forma de motivação, de incentivo, uma força que os move, que os leva a participar, é algo que lhes dá vida e este é objetivo primeiro deste programa, dar aos nossos idosos a hipótese de conhecer, vivenciar, experimentar, viver” concluiu a Coordenadora do projeto.

Durante o dia de hoje, os idosos usufruíram de uma aula de ginástica, de um almoço convívio, e uma tarde plena de animação e música.

Marília Teixeira, com 86 anos, é uma das idosas que integra este programa desde o início e disse que “gosto da brincadeira, de me divertir, de participar em tudo. Já há muitos anos que faço parte deste programa, é um convívio muito bom com todos, é uma forma de sair de casa, de estar com outras pessoas, de conhecer coisas novas, diferentes. Aqui, aprendemos e ensinamos”.

_DSC7575.jpg

_DSC7618.jpg

_DSC7629.jpg

CELORICO DE BASTO HOMENAGEIA PADRE ALBANO COSTA

Município de Celorico de Basto atribui Medalha de Mérito, Grau Ouro, ao Arcipreste de Celorico de Basto
Por proposta do Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, e aprovação por unanimidade do Executivo Municipal, em reunião de 29 de agosto, foi atribuída a Medalha de Mérito, Grau Ouro, ao Padre Albano Costa. A mesma será entregue, pelo autarca, no próximo dia 14, durante as cerimónias das Bodas de Ouro Sacerdotais.

_DSC9922.jpg

Este galardão é atribuído a cidadãos que tenham prestado notáveis e relevantes serviços a Celorico de Basto, “condições amplamente reconhecidas no percurso de vida e na missão evangélica do nosso Arcipreste” disse Joaquim Mota e Silva. O autarca observa “a importância da obra social impulsionada ao longo de décadas neste concelho, mais propriamente na freguesia de Ribas, pelo Dr. Padre Albano Costa, no desempenho das suas funções, em benefício das populações sobretudo das crianças, jovens e idosos. Um trabalho reconhecido por todos, como sacerdote e educador, onde se evidenciou a dedicação ao outro de forma abnegada e disponível”.
O Padre Albano Costa está em exercício das suas funções em Celorico de Basto desde 1972 e na paróquia de Ribas já edificou importantes infraestruturas paroquiais nomeadamente a criação do Centro Social e Paroquial Divino Salvador que contempla o lar de idosos, Casa da família Juvenil, Creche, Centro Pastoral, Casa Sacerdotal, Museu Paroquial e Casa da Cultura, tendo ainda promovido uma série de iniciativas e ações em favor dos mais carenciados.
Para além do Curso Superior de Teologia é Licenciado em Humanidades pela Faculdade de Filosofia de Braga. Neste momento exerce funções de pároco em duas paróquias do Arciprestado de Celorico de Basto, Ribas e Basto S. Clemente e é Arcipreste de Celorico de Basto.

MILHARES DE PESSOAS PARTICIPARAM NA ROMARIA ARCIPRESTAL À NOSSA SENHORA DO VISO EM CELORICO DE BASTO

Inauguração de imagem da Senhora do Viso foi ponto alto das celebrações

No dia 8 de setembro, dia da Natividade de Nossa Senhora, decorreu a Romaria Arciprestal à Nossa Senhora do Viso, em Celorico de Basto. A cerimónia religiosa principal destas festividades foi presidida pelo Bispo emérito de Portalegre - Castelo Branco, Dom César Augusto Silva, e orientada pelo Arcipreste de Celorico de Basto, Padre Albano Costa.

_DSC6852.jpg

Os milhares de pessoas que se deslocaram a este Santuário para realizar as suas promessas e orações são a demonstração efetiva da fé em Nossa Senhora do Viso. “Estamos todos aqui reunidos neste monte, neste lugar mágico de culto para agradecermos a nossa Senhora, nossa intercessora, pelas graças concedidas, para que nos dê força para continuar, para que nos conceda a capacidade de nunca desistir, para que nos ajude a sermos melhores, Homens de bem, para que nos oriente para a justiça, para a verdade, para a fraternidade” palavras de Dom Augusto César.

Também o Arcipreste de Celorico de Basto olha para este Santuário como a expressão da fé. “Aqui acolhem milhares de peregrinos não apenas durante estes dias, mas durante o ano, Homens que depositam as suas vidas numa fé inabalável à virgem nossa Senhora, devotos, crentes, fiéis, que acreditam de forma esperançosa num amanhã melhor”.

Antes da eucaristia campal e principal destas festividades foi organizada uma procissão com o andor de Nossa Senhora do Viso e todas as bandeiras de todas as paróquias do Arciprestado até ao recinto da eucaristia. Terminada a eucaristia, a procissão seguiu até à ermida com uma paragem junto à imagem de pedra de Nossa Senhora do Viso, inaugurada naquele instante. “Protegei com a vossa graça os fiéis que ergueram esta imagem da virgem Santíssima, para que gozem sempre da Vossa proteção e gravem em seus corações a imagem que os seus olhos contemplam, sejam firmes na fé, inabaláveis na esperança, diligentes na caridade, sinceros na humildade, fortes no sofrimento, dignos na pobreza, pacientes na adversidade, solidários na prosperidade e promotores da paz e da verdadeira justiça” disse Dom César augusto.

As cerimónias do dia 8 de Setembro contaram também com a presença de várias edilidades nomeadamente com o Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, devoto de nossa Senhora do Viso. “Este é um santuário marcante para todos os celoricenses, para todos os devotos de Nossa Senhora do Viso, hoje estou aqui no exercício das minhas funções enquanto Presidente da Câmara Municipal, mas, se assim não fosse, estaria aqui da mesma forma, com a mesma fé”.

Durante a tarde, os peregrinos a este Santuários assistiram a um cartaz cultural promovido pela organização das festividades, a Comissão Fabriqueira de Caçarilhe, tendo culminada com a procissão religiosa em honra de Nossa Senhora do Viso.

_DSC6668.jpg

_DSC6710.jpg

_DSC6785.jpg

_DSC6810.jpg

PROFESSORES DE CELORICO DE BASTO ARRANCAM ANO LECTIVO A RECEBER LIÇÃO DE HISTÓRIA

Professores do Agrupamento de escolas de Celorico de Basto recebem lições de história do concelho antes do arranque do Ano letivo. 300 anos das comemorações da passagem da Villa de Basto para a Vila Nova de Freixieiro e os 500 anos do Foral foram o mote para este aprofundar de conhecimento.

Os docentes que irão lecionar no ano letivo 2019/2020 no Agrupamento de Escolas de Celorico de Basto foram recebidos hoje, 05 de setembro, no Centro Cultural Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, pela Diretora do Agrupamento de Escolas, Eduarda Alves, depois de ouvirem o hino do Agrupamento, numa sessão de boas vindas que contou com apresentação do plano de atividades proposto para este ano letivo, com ações, objetivos e projetos, e uma apresentação da história do concelho pelo professor de história, Pedro Gonçalves.

_DSC6553.jpg

Segundo a Diretora do Agrupamento, “o objetivo é envolver os docentes nas comemorações destas datas históricas para o concelho, com um aprofundar de conhecimentos que permitirão que participem de forma ativa, juntamente com os alunos, com atividades múltiplas e alusivas às referidas comemorações promovidas pelo Município de Celorico de Basto. A escola não vive mais na esfera privada é um assunto público e é nosso objetivo trazer os demais setores da comunidade para dentro de Agrupamento, promovendo o sentido da responsabilidade e do cuidado de um bem que é de todos.

_DSC6551 (1).jpg

Um envolvimento na história que o Agrupamento adotou no logotipo “que assenta no Castelo de Arnoia, cabeça de terra, símbolo paradigmático do poder, do conhecimento, da defesa e da liberdade, a liberdade de aprender e a liberdade de ensinar demonstrando assim, o orgulho que temos na nossa história” em consonância com o lema e missão “Com Celorico, Educar e Inovar” “insígnia que procura chegar a várias vertentes e que reforça a missão educativa da escola pública que somos, cabendo-nos a honrosa missão de preparar o futuro das nossas crianças e jovens, num paradigma de inclusão onde todos podem aprender”. Efetivamente, “crescemos como escola adepta à mudança, cimentada numa matriz holística na educação para um futuro cheio de possibilidades e oportunidades. 

Eduarda Alves reconhece que ser diretora de uma unidade orgânica com a dimensão e o contexto deste Agrupamento de Escolas “exige um conhecimento das múltiplas realidades que o compõem e das especificidades de cada um dos 18 atuais estabelecimentos de ensino, uma missão que conta com a coadjuvação dos coordenadores de Escola, que têm exercido as suas funções com rigor, disponibilidade e lealdade, garantindo um serviço de qualidade em cada estabelecimentos de ensino. Conta também, este ano letivo, “com as recém instituídas coordenações de ciclo na coordenação de equipas pedagógicas e mantém a articulação e gestão curricular supervisionada pelos Coordenadores de Departamento eleitos no início deste mandato pelos respetivos pares, sem esquecer o trabalho desenvolvido pela equipa da Biblioteca Escolar. De facto, a escola pública com todos os seus constrangimentos, com todas as suas dificuldades, figura-se hoje como campo de aprendizagem abrangente, não desenhando apenas como lugar de pedagogia, mas como um espaço privilegiado onde se aprende a viver e a conviver com os outros, numa lógica democrática, na procura de formar cidadãos plenos, conscientes dos seus direitos e deveres”. Nesse sentido, deixai-me dar-vos uma palavra de agradecimento por todo o empenho que colocam na vossa missão diária em prol da educação dos “nossos” alunos, uma tarefa nem sempre fácil, nem sempre valorizada.

A Diretora do Agrupamento de Escolas foi cabal no seu discurso priorizando o empenho de todos para o sucesso continuo deste agrupamento.

Relativamente à comunicação histórica de Pedro Gonçalves priorizaram-se alguns dos momentos relativos à História de Celorico de Basto, contribuindo, desta forma, para a construção do conhecimento da História Local.

_DSC6542.jpg

CELORICO DE BASTO É CADA VEZ MAIS PROCURADO POR TURISTAS AMANTES DA NATUREZA

Em Celorico de Basto Parque de Campismo e Caravanismo com mais de 10 000 dormidas. Espaços de natureza cada vez mais procurados pelos turistas

10 561 é o número de dormidas efetivadas no Parque de Campismo e Caravanismo de Celorico de Basto de Janeiro a Agosto de 2019, um número demonstrativo da importância turística e económica deste equipamento para o concelho. Os números são do Instituto Nacional de Estatística com hóspedes oriundos de vários países.

_DSC1447.jpg

Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, esteve ontem, 02 de setembro, em visita ao Parque de Campismo e Caravanismo, “um espaço que prima pelas excelentes condições, pela forma acolhedora e disponível com que recebe os campistas e pelas paisagens e recursos naturais únicos. Este é um equipamento cada vez mais procurado sobretudo nos meses quentes de Verão, com mais de 4000 visitantes só no mês de Agosto, que procuram a tranquilidade de espaços naturais e ao mesmo tempo, estar próximos de tudo sem recurso a automóvel, uma comodidade muito positiva para campistas e caravanistas” salientou o autarca.

De facto, a excelente localização e as condições do parque têm vindo a aumentar consideravelmente o número de turistas a hospedar-se neste espaço. O grande número de hóspedes é de nacionalidade portuguesa mas pelo parque passaram, até ao final do mês de agosto, hóspedes oriundos de França, Holanda, Reino Unido, Luxemburgo, China, Espanha, Polónia, Croácia, EUA, Noruega, Bélgica, Suíça, Itália, Alemanha e Israel.

Um parque que oferece a todos os campistas a oportunidade de estarem em contacto com a natureza, numa forma de alojamento versátil onde existe a possibilidade de maior conforto com 4 bungalows/apartamentos devidamente equipados com quarto, sala de estar e jantar, cozinha, casa de banho, varanda e Jardim privado, e um conjunto amplo de espaços comuns como o bar, com sala de convívio apetrechada com vários equipamentos tecnológicos, áreas de jogos, áreas de caravanismo, 2 balneários com desinfeção diária, 1 balneário para deficientes, e muitos outros serviços necessários para o bom funcionamento do espaço. Este parque faz ligação com o Parque Urbano do Freixieiro, e dispõe de uma praia fluvial que serve os campistas e a população em geral.

_DSC1408.jpg

_DSC1423.jpg

CELORICO DE BASTO PRESTA TRIBUTO AO WOODSTOCK

Ambiente único proporcionou espetáculos memoráveis à plateia

O Woodstock decorreu em Celorico de Basto com a mesma magia de há 50 anos, no dia 24 de agosto, na Quinta do Prado. Um local idílico que atraiu centenas de pessoas numa noite mágica, onde não faltaram as grandes vozes de 1969 com tributos “absolutamente apaixonantes”.

_DSC6076.jpg

O espaço foi preparado para lembrar uma noite épica e as expectativas não saíram defraudadas. “Foi muito bom, tivemos um ambiente espetacular, com muita gente e sobretudo apaixonados pelo género musical. Estou certo que fizemos uma justa homenagem a este festival” disse Artur Machado, um dos promotores desta noite.

Pela noite dentro foram várias as atuações que deixaram a plateia rendida sobretudo pela qualidade das interpretações. Desde as 22 até à 6h00, todos os caminhos foram orientados para a Quinta do Prado, onde teve lugar o festival, um espetáculo com entrada livre onde artistas locais mostraram o seu brio, com zé Faria e a sua banda a arrebatarem o público assim como Inês Calafate que interpretou as vozes femininas dos Fisbones. Mas pelo palco do Woodstock passaram ainda os kompromat, com a violinista russa a tocar temas de Jimi Hendrix e Álvaro Costa a recitar as músicas do mesmo. A Woodstock Ctb Blues, foi uma banda criada para tocar as músicas de blues que foram tocadas em 1969, com interpretações únicas  dos temas. Esta festa contou ainda com a atuação dos ProudCreedence, em forma de tributo à banda Creedence Clearwater Revival, e a terminar a noite o palco foi todo do DJ set “Bros Brothers” de Maryzka e Álvaro Costa.

O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, salientou o empenho de Álvaro Costa, Artur Machado e dos técnicos do Municípios que se envolveram para “a realização de um verdeiro tributo a um festival que ainda hoje é marcante pelas vozes apresentadas e pelo conceito. Estamos muito satisfeitos com a organização deste evento sobretudo, pela forma como foi recebido e vivido por todos. Procuramos desenvolver o maior número de iniciativas culturais por forma a chegar a todos mas, cada vez mais, fazemo-lo com brio naquilo que apresentamos e respeito pelas nossas gentes, que vivem plenamente estes momentos culturais”.

Não estiveram 400 mil festivaleiros neste Woodstock mas estiveram muitos que não quiseram perder a oportunidade de relembrar um dos momentos musicais mais extraordinários na história da música mundial, relembrando o conceito do que o Woodstock representou e continua a representar.

_DSC6084.jpg

_DSC6110.jpg

_DSC6143.jpg

CELORICO DE BASTO VIVE A ROMARIA A NOSSA SENHORA DO VISO

Dias 7 e 8 de Setembro. Arcebispo Primaz de Braga preside às celebrações

A romaria do Arciprestado de Celorico de Basto decorre nos dias 7 e 8 de setembro, ao Santuário da Nossa Senhora do Viso, situado no monte com o mesmo nome. São esperadas milhares de pessoas a participar nas cerimónias religiosas que se realizarão por esses dias na Ermida e nos espaços de culto construídos para o efeito.

_DSC5323.jpg

“Esta romaria é a mostra da fé e devoção que as gentes deste concelho, região e país, nutrem por nossa Senhora do Viso. Um Santuário que acolhe milhares de peregrinos que ao longo do ano se deslocam a este santuário para realizar as suas promessas, orações e clamores” disse o Arcipreste de Celorico de Basto, Padre Albano Costa. Mas é nos dias de festa que mais devotos acodem a este santuário. “Este será um ano particular por a data da romaria coincidir com o dia exato de Nossa Senhora do Viso, aclamada a 8 de Setembro, dia do nascimento da Virgem Maria e por isso, um dia marcado pela fé e pela esperança no amanhã. Um dia com uma importância litúrgica especial pela generosidade e pela fraternidade com que nossa senhora viveu no meio dos Homens, numa total entrega a Deus”.

A cerimónia eucarística principal das festividades será presidida pelo Arcebispo Primaz de Braga, Dom Jorge Ortiga, e orientada pelo Arcipreste de Celorico de Basto com o apoio dos párocos do arciprestado.

Uma cerimónia que inicia, pelas 10h30, com uma procissão com as bandeiras de todas as paróquias do Arciprestado e o andor da Senhora do Viso desde o cruzeiro até ao altar onde irá decorrer a missa campal, pelas 11h00.

A romaria da Nossa Senhora do Viso é reconhecida por milhares de peregrinos que se deslocam durante a noite até à ermida e pelos piqueniques feitos no final das cerimónias religiosas nos espaços de merendas e montes anexos ao santuário.

Das festividades consta também um cartaz cultural, com bandas, ranchos e fanfarras a atuar no dia 7 e 8 de setembro.

_DSC5183.jpg

_DSC5270.jpg