Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAMINHA: CULTURA DE RUA ANIMA O CONCELHO

Mais de 30 momentos surpresa durante os meses de julho e agosto

No concelho de Caminha, residentes e visitantes estão a ser surpreendidos nas praças, praias, ruas, auditórios, com espetáculos de teatro de rua, música itinerante, leitura/teatro infantil, ações de sensibilização “Segura banhos”, artes circenses, tudo momentos que integram o Cultura de Rua. Até final de agosto, o Cultura de Rua conta com mais de 30 momentos surpresa. GoGospel, música itinerante, animação de rua e vários concertos com Non Talkers, O Gajo, Papercutz e Minimalanimal Band são alguns dos espetáculos que o público ainda vai poder ver.

Cultura_Rua (3).jpg

Tal como o Vilas People, 4 Quartas de Jazz, percursos temáticos a cavalo, jipe, história & património e fotografia, o Cultura de Rua integra também o Programa Cultural Verão 2020 para o concelho de Caminha. Trata-se de um programa arrojado, adaptado às imposições da DGS, que pretende “resgatar” a cultura para o nosso concelho e mostrar que o Concelho de Caminha é um Destino de Confiança. Para o presidente da Câmara de Caminha “o concelho de Caminha desconstruiu a sua programação cultural de verão face por causa da pandemia. Em primeiro lugar estão as pessoas, a sua saúde, as suas vidas. Mas depois está o seu bem-estar e a Cultura é parte disso, a Cultura é o que nos provoca, que nos interpela, que nos faz pertencer a algo maior”.

O Cultura de Rua tem como objetivo surpreender as pessoas nas praças, nas ruas, nas praias. Para Miguel Alves, “a Cultura de Rua é uma iniciativa de arte itinerante e surpreendente que qualifica o espaço público e garante animação, sem dia nem hora marcada, para todos os que aqui vivem ou aqui passam as suas férias. Até agora a receção tem sido muito boa, as pessoas ficam felizes quando recebem esta atenção e acho que isto, e tudo o que temos feito, justifica que o concelho de Caminha esteja a resistir tão bem ao impacto económico e social que o país está a enfrentar”.

Até ao momento, o Cultura de Rua já foi a Lanhelas, Moledo, Caminha, Vila Praia de Âncora com espetáculos de teatro de rua, música itinerante, leitura/teatro infantil, ações de sensibilização “Segura banhos”, artes circenses. Até final de agosto, os caminhenses e visitantes ainda vão ser surpreendidos nas ruas, praias e praças do concelho com muitos espetáculos, com destaque para o teatro ao vivo “Quadros de Caravaggio”; espetáculo musical “Gogospel”; vários concertos: Non Talkers, O Gajo, Papercutz e Minimalanimal Band; arte de rua, música itinerante, entre outros.

Cultura_Rua (1).jpg

Cultura_Rua (4).jpg

Cultura_Rua (5).jpg

Cultura_Rua (6).jpg

CÂMARA DE CAMINHA APOIA E-ARTBEERFEST

Epicentro do Festival Digital de Cerveja Artesanal acontece já amanhã e sábado

Até ao próximo dia 1 de agosto, os fãs do Artbeerfest ainda podem usufruir do Festival Digital de Cerveja Artesanal através do E-Artbeerfest. Para isso, basta aceder ao site do evento https://www.artbeerfest.pt/ e adquirir os packs das melhores cervejas artesanais e saboreá-las em casa. O epicentro deste festival acontece já amanhã e no sábado, onde serão realizados diretos com os melhores especialistas sobre harmonização de cervejas. O Artbeerfest é uma marca que nasceu em Caminha e conta com o apoio do Município. Sobre este novo conceito, Miguel Alves sublinha “a organização encontrou uma fórmula equilibrada para manter acesa a chama da Meca da Cerveja Artesanal, ao mesmo tempo que se preocupa com a saúde das pessoas e garante que a imagem de confiança que Caminha criou permaneça em alta”.

109148236_1781177672058505_1875355778586454047_o.jpg

Este conceito do E-Artbeerfest surge na sequência da pandemia provocada pela COVID 19, que resultou no cancelamento do evento que teria decorrido de 9 a 12 de julho. Assim, os fãs deste grande evento que é uma das marcas de verão do Município de Caminha, podem “curtir” o Artbeerfest sem sair de casa através do E- Artbeerfest. “Este é um ano atípico, um ano como nunca vivemos e tivemos que reinventar todos os eventos e toda a programação cultural. O Artbeerfest está aí, ao alcance de um click e vai regressar mais forte quando pudermos beber uma cerveja artesanal enquanto dançamos com aqueles de quem mais gostamos”, refere o presidente da Câmara de Caminha.

Em colaboração com 26 produtores nacionais de cerveja e parceiros de logística, e-commerce e meios de comunicação, desenvolveram-se 2 packs cervejeiros para entrega direta ao domicílio, onde os consumidores podem experienciar as cervejas que estariam em degustação em Caminha na sua 8a edição.

Para além das cervejas, no E-Artbeerfest o público é convidado a viajar virtualmente no epicentro do festival nos dias 31 de julho e 1 de agosto, ligando-se através de um código atribuído para chats com cervejeiros e personagens de Caminha; podem visualizar vídeos promocionais das 7 edições anteriores; assistir e intervir com as receitas de harmonização cerveja-comida com a Chef de cozinha caminhense Margarida Rego; ouvir a play list musical escolhida pelos cervejeiros e oficial do evento, terminando com um set de DJ diretamente de Berlim, pelo DJ Rodrigo da Matta, músico presente nas 7 edições do festival, desde 2013.

CAMINHA: PRAIA FLUVIAL DAS AZENHAS VAI SER PALCO DO PERCURSO “SENTIR A NATUREZA”

Atividade terá lugar, dia 1 de agosto, pelas 9H30

Até ao final da época balnear, as praias do concelho oferecem várias atividades aos banhistas, com destaque para os percursos interpretativos, exposições e campanha de educação ambiental.  No dia 1 de agosto, a praia fluvial das Azenhas, em Vilar de Mouros, vai ser palco do percurso interpretativo “Sentir a natureza”, cujo objetivo é fazer entender que cada elemento da natureza deve ser preservado e respeitado, para garantir o equilíbrio do sistema da biosfera. A qualidade das praias e as atividades que proporcionam confirmam a máxima “Praias do Concelho de Caminha – Destinos de Confiança”.

3m1a4486_1_1024_2500.jpg

Com concentração às 9H30, junto ao mastro da Bandeira Azul, este passeio pedestre interpretativo ao longo das margens do rio Coura, vai permitir e identificar e interpretar os ecossistemas existentes.

A participação é gratuita, mas a inscrição é obrigatória. Assim, os interessados deverão realizar a inscrição através do email ambiente@cm-caminha.pt ou dos telefones 258 721 708 / 914 476 461.

Esta atividade é organizada pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com Carlos Venade.

Recorda-se que, as quatro praias oceânicas do concelho – Caminha (Foz do Minho), Forte do Cão (Âncora), Moledo e Vila Praia de Âncora, e a praia fluvial das Azenhas, em Vilar de Mouros, apresentam a segurança e qualidade necessárias para que os banhistas, nesta época balnear especial marcada pela Covid 19, usufruam das praias em pleno.

3m1a4507_1_1024_2500.jpg

3m1a4490_1_1024_2500.jpg

3m1a4500_1_1024_2500.jpg

REVISTA “TimeOut” DÁ A CONHECER AS MELHORES PRAIAS DO MINHO

Agora que o Verão chegou, fizemos-lhe uma lista com as melhores praias do Minho para que possa aproveitar esta época balnear ao máximo.

imagemoledopraia.jpg

PRAIA DE MOLEDO

Areais de perder de vista, bares com bons comes e bebes, muitas ondas e muito vento, claro, um bom aliado para quem pratica windsurf, por exemplo. Agora que o Verão está instalado, fizemos-lhe uma compilação das melhores praias do Minho para que possa aproveitar esta época balnear ao máximo. Damos-lhe sugestões do que ver e fazer nas redondezas, o que comer nos restaurantes e como chegar aos sítios sem dramas ou complicações. Pegue na toalha, no protector solar e nesta lista, e faça-se à estrada. Boas férias.

imagevpapraia.jpg

PRAIA DE VILA PRAIA DE ÂNCORA

O rio Âncora cruza-se com o mar e pode atravessá-lo sobre um passadiço que liga duas praias. A parte norte forma uma espécie de piscina, perfeita para crianças. A parte sul é mais tranquila, com dunas e passadiços. Aqui o vento também não o obriga a dizer adeus aos banhos de sol, já que o paredão funciona como uma espécie de abrigo.

COMO CHEGAR: A A28 leva-o até à praia em 25 minutos a partir de Viana.

imageFortedocaopraia.jpg

PRAIA DO FORTE DO CÃO

Fica em Gelfa, a poucos minutos de Vila Praia de Âncora, e é uma alternativa das boas para fugir às praias mais populosas. A água é convidativa à prática de desportos como o surf e o windsurf. Fica à beira do forte com o mesmo nome, ladeada por rochas e vários elementos naturais, entre os quais a Mata da Gelfa. É, também por isso, uma praia mais selvagem, eleita por quem gosta de fazer caminhadas.

COMO CHEGAR: A partir de Viana do Castelo siga pela N13 sentido sul-norte para a Rua da Gelfa. A viagem dura 22 minutos, com o mar como fundo.

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Passe na Casa dos Caracóis, em Vila Praia de Âncora, e prove os caracóis à pescador, com refogado de pimento vermelho e cebola, fritos em azeite e alho ou grelhados na chapa.

imageafifepraia.png

PRAIA DE AFIFE

Um verdadeiro postal, com areias brancas rodeadas de campos de milho e um mar frio adorado por praticantes de surf, bodyboard e stand up paddle. Ao fim-de-semana e na época balnear é complicado estacionar. Tem bandeira azul desde 1987, o que reforçou a fama de ser uma das praias mais limpas do norte. Do que é que está à espera para pegar no fato de banho e na toalha e fazer-se à estrada?

COMO CHEGAR: A partir de Viana do Castelo, siga pela N13 no sentido sul-norte. Até chegar à praia é uma viagem de cerca de 20 minutos.

imagecabedelopraia.jpg

PRAIA DO CABEDELO

O vento ajuda a que desportos náuticos como o windsurf e o kitesurf sejam o ponto alto desta praia. Mas também vale a pena estender a toalha na areia, principalmente de manhã, altura mais favorável aos banhos de sol. De tarde, aproveite para caminhar pelo areal ou pelos passadiços que se estendem para sul.

COMO CHEGAR: A partir de Viana do Castelo, apanhe a N13 até encontrar a Avenida do Cabedelo. São apenas 5 km até avistar o mar.

JÁ QUE AQUI ESTÁ: Instale-se no FeelViana Hotel. São quatro estrelas de conforto a poucos passos da praia. O spa, a piscina interior e a sala de yoga contribuem para uma estadia mais zen.

imagerodanhopraia.jpg

PRAIA DO RODANHO

Não são muitos os banhistas que por lá param, talvez porque esta praia está escondida atrás de um denso arvoredo que não denuncia a costa. Para se chegar ao areal é preciso atravessar um passadiço que cruza as dunas. Depois, é tudo seu. São cerca de 2 km de areia fina, banhada por um mar com adeptos de bodyboard e stand up paddle em acção. Curiosidade: esta praia tem uma das dunas de maior altitude do Norte de Portugal.

COMO CHEGAR: Pela EN13. Deve sair numa estrada não sinalizada entre a Praia do Cabedelo e a Praia da Amorosa.

imageofirpraia.jpg

PRAIA DE OFIR

Fica mais ou menos a uma hora do Porto e é bastante concorrida, apesar de o areal ter vindo a diminuir ao longo dos anos. Há bares de praia para beber uns copos entre mergulhos, barracas para alugar e, como em qualquer praia do Norte, vento. Se preferir uma zona mais calma, caminhe para a esquerda (de quem está de frente para o mar), passe o corredor de rochas e estenda a toalha na zona envolvida pelo pinhal de Ofir.

COMO CHEGAR: A A28 é a melhor estrada para chegar a Ofir.

imageapuliapraia.jpg

PRAIA DE APÚLIA

É um daqueles clássicos que não sai de moda, sobretudo para programas em família. Está muito bem equipada com barracas para alugar, casas de banho, bares e, claro, bandeira azul. Já que está por Esposende, aproveite para conhecer o Parque Natural do Litoral Norte, que se estende ao longo de 16 km de costa entre a foz do rio Neiva e a zona da Apúlia.

COMO CHEGAR: A A28 é a melhor estrada para chegar a Esposende.

Francisca Borges / https://www.timeout.pt/

CÂMARA DE CAMINHA INFORMA PASSAGEIROS DO FERRYBOAT SOBRE DECISÃO DA XUNTA DE GALICIA NO COMBATE À COVID 19

Câmara lembra ainda que Caminha é um Destino de Confiança: “Se pretender continuar em Portugal, mais particularmente no concelho de Caminha, queremos que saiba que a nossa gente, as nossas praias, a nossa paisagem, o nosso património e a nossa gastronomia, o vão acolher com a mesma simpatia e hospitalidade de sempre”

A Câmara Municipal de Caminha dá a conhecer, através de um AVISO, a todos os utilizadores do Ferryboat Santa Rita de Cássia, que faz travessias diárias entre Caminha a A Guarda, a última decisão da Xunta de Galicia no combate à COVID 19. Mas, esclarece a todos os passageiros que Portugal, nomeadamente o concelho de Caminha, continua a ser um Destino de confiança: “se pretender continuar em Portugal, mais particularmente no concelho de Caminha, queremos que saiba que a nossa gente, as nossas praias, a nossa paisagem, o nosso património e a nossa gastronomia, o vão acolher com a mesma simpatia e hospitalidade de sempre”, lê-se no aviso.

ferry boat

Assim, na sequência da Resolução de 27 de julho de 2020 da Direção Geral de Saúde Pública da Galiza publicada no Diário Oficial da Galiza e no site institucional do Xunta da Galicia, o Município de Caminha esclarece: “no âmbito das medidas de combate à COVID 19, todos os viajantes, de todas as nacionalidades, provenientes de Portugal e tendo como destino a Galiza, devem comunicar os seus dados pessoais e local de residência no prazo de 24 horas após a sua chegada, através do preenchimento do formulário disponível no endereço https://coronavirus.sergas.gal/viaxeiros/ ou contactando o número de telefone 881002021”.

No documento está também escrito: “após a comunicação dos dados mencionados, as autoridades galegas partilharão um conjunto de informações uteis e recomendações sanitárias ao viajante e facultarão um contacto telefónico que poderá ser utilizado no caso de haver algum indício da existência da doença ou sintomatologia associada”.

Dá a conhecer ainda que “os cuidados que tiverem que ser prestados pelos profissionais do Serviço de Saúde Galego não terão qualquer custo para os que deles necessitarem, incluindo a realização de testes ou de tratamentos”.

PERCURSOS TEMÁTICOS “AS CASAS DE CAMINHA – CASAS INTEIRAS E MEIAS-CASAS” E “MIRADOUROS” VÃO MARCAR A PRIMEIRA SEMANA DE AGOSTO

Os percursos temáticos estão a marcar o Programa Cultural Verão 2020 no concelho de Caminha. Na primeira semana de agosto, as possibilidades são várias: percursos temáticos História & Património “As casas de Caminha – casas inteiras e meias-casas” e tem início os percursos Fotografia “Miradouros”, nos dias 3 e 5 de agosto, respetivamente. Refere-se ainda que estão a decorrer os passeios de jipe e passeios a cavalo. Estas e outras atividades fazem do nosso Concelho um Destino de Confiança.

116711204_3101967526524422_9155734243863344205_o.jpg

No dia 3 de agosto, os percursos temáticos História & Património continuam com “As casas de Caminha – casas inteiras e meias-casas”.  Sobre este percurso, avançamos que num passeio pelas ruas de Caminha, partindo da Torre do Relógio, é dada a conhecer aos participantes na visita a evolução da Vila de Caminha, percorrendo as suas ruas mais características, com um olhar especial sobre os diferentes tipos de casa que resistem ainda com o pitoresco medieval que carateriza a localidade. Com paragens, explicações e breves visitas a pontos de referência e monumentos da Vila, este roteiro atrai principalmente pelas curiosidades, lendas e estórias das ruas e casas da Bela Marinheira. Terminando na Rua dos Pescadores da Vila de Caminha, são apresentadas aos visitantes as Meias-Casas de Pescadores de Caminha, tipologia singular e única do Património Piscatório.  O percurso terá início pelas 18H00, e o ponto de encontro é na Praça Conselheiro Silva Torres (Terreiro). As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e estão limitadas ao máximo de 10 pessoas. Os interessados deverão fazer a respetiva inscrição através do email cultura@cm-caminha.pt. Este percurso decorrerá novamente no dia 10 de agosto.

Nos dias 11 e 17 de agosto, vão decorrer os percursos “Rota dos Moinhos”.

Os percursos temáticos História & Património terminam com “Rotas das tascas e visita a São João d’Arga” nos dias 7 e 14 de setembro.  

Percursos Fotografia “Miradouros” arrancam a 5 de agosto

Para além dos percursos história & património, o Programa Cultural Verão 2020 integra os percursos fotografia, passeios de jipe e passeios a cavalo.

Durante essa semana, terão início os percursos temáticos fotografia “Miradouros do Concelho”, no dia 5 de agosto, pelas 18H00. Este percurso será uma viagem pelos Miradouros emblemáticos do concelho: Calvário, em Vila Praia de Âncora; Perrinchão, em Moledo; Santo Antão, em Vilarelho; Senhora das Neves, em Dem 

 e, ainda, o Cruzeiro, em Lanhelas. Com ponto de encontro marcado na Praça Conselheiro Silva Torres (Terreiro), este percurso é um roteiro perfeito para quem gosta de apreciar paisagens de um ponto alto e com vista panorâmica privilegiada para alguns pontos do concelho. Em cada um dos miradouros, o participante poderá captar imagens de “cortar a respiração”. Recordamos que as inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e estão limitadas ao máximo de 10 pessoas. Os interessados deverão fazer a respetiva inscrição através do email cultura@cm-caminha.pt.

Os percursos temáticos Fotografia continuam a dia 12 de agosto com o percurso “Serra d’Arga”; no dia 20 “À beira mar” dia 27 “As Villas” e, no dia 2 de setembro “Recantos Escondidos”.

Os Passeios de Jipe são outras das possibilidades destes percursos temáticos. Os passeios decorrem entre a Serra e a Costa: Passeio da Serra de Caminha e São João d’Arga e Passeio da Costa de Caminha a Vila Praia de Âncora. Mais informações através do telemóvel 912 350 046.

Outra das ofertas destes percursos temáticos são os Passeios a Cavalo, que poderão ser de uma hora – aldeia e monte de Moledo ou de duas horas – Mata Nacional do Camarido e praia de Moledo. Mais informações e inscrições através do telemóvel 912 350 046.

CAMINHA APRESENTA JAZZ ÀS QUARTAS-FEIRAS

Arranca dia 29 de julho mais um grande projeto do Programa Cultural Verão 2020, o “4 Quartas de Jazz”.O primeiro terá lugar já dia 29, pelas 22H00, no Largo Calouste Gulbenkian, em Caminha. Os bilhetes estão disponíveis nos Postos de Turismo do Concelho de Caminha. O concerto é gratuito, mas a reserva de bilhete é obrigatória.

Confira o programa do “4 Quartas de Jazz”.

115932795_3085861828134992_320606117437579117_o.jpg

CAMINHENSES CAMINHAM PELA HISTÓRIA E O PATRIMÓNIO

O próximo percurso temático História & Património: “Caminha – As ruas, a evolução no tempo e o património histórico da vila” vai decorrer já na segunda-feira, dia 27, pelas 18H00, com concentração agendada na Praça Conselheiro Silva Torres, em Caminha. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias e estão limitadas ao máximo de 10 pessoas. Os interessados deverão fazer a respetiva inscrição através do email cultura@cm-caminha.pt

116042533_3085852468135928_2101491790291066139_o.jpg

115820782_3085852544802587_2592999770267334381_o.jpg

110823544_3085852414802600_2377777958107295050_o.jpg

CÂMARA DE CAMINHA ESTÁ A LEVAR MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA AOS LARES DO CONCELHO

“Lar Sustenido” anima utentes dos lares do concelho de Caminha

A Câmara Municipal de Caminha está a levar a música tradicional portuguesa aos Lares do Concelho através da iniciativa “Lar Sustenido”. Ontem, Os Melrinhos animaram os utentes das instituições. Esta iniciativa integra o Programa Cultural Verão 2020, que está a dinamizar o concelho nos meses de julho, agosto e setembro. Em agosto, Lar Sustenido regressa às instituições no dia 13.

Lar do Centro Social e Cultural de VPA.JPG

Despois de um tempo marcado pelo isolamento e confinamento e pela falta de visitas de familiares e amigos, a Câmara Municipal decidiu levar a alegria aos utentes das instituições concelhias, proporcionando-lhes bons momentos, através do projeto “Lar Sustenido”, que consiste em levar a música tradicional portuguesa aos lares do concelho.

Ontem, “Os Melrinhos” animaram a manhã dos utentes do Lar do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora e, a tarde dos utentes do Centro de Bem-Estar e Social de Seixas e da Casa de Repouso da Confraria do Bom Jesus dos Mareantes, em Caminha.

A atividade é realizada tendo em conta as orientações da Direção Geral de Saúde para as Estruturas Residenciais para Idosos.

Casa de Repouso da Confraria do Bom Jesus dos Mareantes.jpg

Centro de Bem Estar e Social de seixas.jpg

TRIBUNAL DE CONTAS DÁ VISTO PRÉVIO À EMPREITADA DO MERCADO MUNICIPAL DE CAMINHA

Autarquia prevê iniciar as obras já no mês de setembro

Após décadas de espera, a vila de Caminha está prestes a iniciar as obras do novo Mercado Municipal, qualificando o comércio de peixe, legumes e outros serviços, naquele equipamento municipal e melhorando a mais importante entrada da localidade. O Tribunal de Contas comunicou à Câmara Municipal de Caminha a emissão do necessário visto prévio para que a empreitada possa avançar e todos os pormenores estão a ser cuidados para que isso possa acontecer no mês de setembro.

mercado_1.jpg

Segundo Miguel Alves, presidente da autarquia, “combinamos com todos os comerciantes do Mercado que não iriamos perturbar a atividade comercial durante o verão e, por isso, estamos a preparar tudo para arrancar com as obras depois de Agosto. Vamos ter que demolir o espaço existente, criar uma zona de segurança, “inventar” um Mercado provisório, ajustar o espaço da ocupação da feira semanal mas o mais importante, é a notícia que o Tribunal de Contas nos deu: podemos avançar com a obra do novo Mercado! Já não é promessa, é o princípio de uma nova realidade!”.

O projeto do Mercado Municipal de Caminha é assinado pelos arquitetos Rui Rosado Correia e Tiago Sousa. A nova estrutura vai ter 4 lojas viradas a sul, 12 bancas para venda de peixe, fruta e legumes, zonas de cargas e descargas, armazéns de frio, viveiro e outras valências. Exteriormente o novo mercado é composto por uma série de colunatas que permitem a transparência do mercado e ao mesmo tempo proteger do sol as pessoas que trabalham no mercado.  Máquina de gelo, viveiro, câmaras frigoríficas, cortinas de vento, novas bancadas e novos expositores também estão previstos no projeto. A empreitada foi adjudicada por 630 mil euros e a Câmara Municipal tem vindo a reunir com os empreiteiros para encontrar a melhor solução para a prossecução das obras e o acolhimento temporário dos comerciantes que ocupam o Mercado atual.