Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FADISTA LIMIANA DEOLINDA LEONES FALA NA PRIMEIRA PESSOA PARA O BLOGUE DO MINHO

Deolinda Leones é uma popular fadista natural de Cabração, concelho de Ponte de Lima, que acaba de editar um CD em cuja capa não podia faltar a vista panorâmica da vila limiana e a sua ponte românica sobre o rio Lima. A convite do BLOGUE DO MINHO, dá-se a conhecer aos nossos leitores na primeira pessoa, falando sobretudo da sua experiência como artista do fado, apesar de ter nascido numa terra profundamente marcada pelo folclore alegre e esplendoroso que caracteriza o Minho.

20108255_254617905032152_6390776828517044507_n

São, pois, suas as palavras que se seguem:

“Além do meu trabalho, cantar é o que mais gosto de fazer. Era ainda muito pequena e cantava com uns vizinhos que também cantavam e tocavam viola. E assim passava os meus dias quando não tinha escola.

Perto da minha casa, em Lisboa, havia então uma casa típica chamada Arcadas do Rego, onde havia fados aos fins-de-semana. Então, refugiava-me lá para ouvir os fadistas e pedia para cantar... e, tanto pedi que certo dia lá me deixaram cantar. Recordo que cantei à capela, como se diz quando não se tem música. Interpretei então o fado “Povo que lavas no rio” cujo pema é, como se sabe, do grande poeta Pedro Homem de Mello.

Fui então muito ovacionada. E o êxito foi tão surpreendente que, no meio de tantas palmas, dois senhores vieram ter comigo e perguntaram-me:

- Como te chamas miúda?

E, depois de ter-lhes dito o meu nome, questionaram-me de novo:

- Gostas de cantar?

Foi então que confessei: disse-lhes que adoro cantat mas o meu pai não deixa porque diz que as artistas se portam mal.

Foi então que eles prometeram: Vamos falar com o teu pai e tu vai cantar!

E assim sucedeu…

Eu era então uma moça humilde e envergonhada mas, após terem conversado com o meu pai, ele lá me deixou, não sem me presentear com vários ralhetes na presença deles. Vim posteriormente a saber para minha enorme surpresa que, os referidos cavalheiros eram, nem mais nem menos, que Raul Solnado e Raul Indipo!

E assim iniciei a minha carreira artista como cantadeira de fados. A primeira casa onde passei a actuar situava-se no Bairro Alto – bairro que é um verdadeiro alfobre dos maiores fadistas! – mais precisamente O “Viela” na rua das Taipas e era gerida pelo sr. Sérgio. Concluí o meu curso mas, até hoje, não parei jamais de cantar o fado!”

30716119_358645067962768_3628981665558167552_n

Convidamos o leitor a visionar o vídeo https://www.facebook.com/radio.sim/videos/1914369461927832/ a partir de 6:29, numa sua actuação nos estúdios da Rádio Sim

Entretanto, se alguém estiver interessado no seu CD pode mandar mensagem privada através da sua página de facebook em https://www.facebook.com/deoleones?lst=100002115675968%3A1634930443%3A1523008927

O CD é enviado em correio registado logo que o dinheiro esteja na sua conta que indicará através de mensagem.

29695227_10213985576666899_7905038191179416292_n

20664396_262806050880004_3884723954736233413_n

20228490_254391881721421_1714427248989174076_n

15267647_102043353622942_6248161293959972798_n

22687733_290809488079660_375506305986025713_n

27867998_334575010369774_1208864974236331510_n

30516738_2172133119478708_4881009918477336576_n

20664396_262806050880004_3884723954736233413_n

12928227_10207941824776879_4708532834759262642_n

FADISTA LIMIANA DEOLINDA LEONES GRAVA CD COM NOVOS FADOS

Deolinda Leones é uma popular fadista natural de Cabração, concelho de Ponte de Lima. Acaba de editar um CD em cuja capa não podia faltar a vista panorâmica da vila limiana e a sua ponte românica sobre o rio Lima.

12928227_10207941824776879_4708532834759262642_n

Se alguém estiver interessado no seu CD pode mandar mensagem privada através da sua página de facebook em https://www.facebook.com/deoleones?lst=100002115675968%3A1634930443%3A1523008927

O CD é enviado em correio registado logo que o dinheiro esteja na sua conta que indicará através de mensagem.

29695227_10213985576666899_7905038191179416292_n

A QUE CONCELHO – PONTE DE LIMA OU PAREDES DE COURA – PERTENCE A CAPELA DE SANTA RITA?

No limite da área geográfica dos concelhos de Ponte de Lima e Paredes de Coura, mais precisamente entre a Cabração e Romarigães, situa-se a pequena capela de Santa Rita onde as gentes desta última localidade organizam anualmente uma romaria. Consta-se que outrora era a mesma organizada pelos habitantes das duas localidades, tendo a Cabração desistido devido ao seu declínio populacional.

Capturarsantarita

O site oficial da Câmara Municipal de Paredes de Coura não faz qualquer referência ao local nem à capela. Porém, o site da Câmara Municipal de Ponte de Lima situa-a na “aldeia da Cabração” recomendando a visita ao seu miradouro. Afinal de contas, em que ficamos?

JORNALISTA IDALINA CASAL LEMBRA NO JORNAL “ALTO MINHO” TRAGÉDIA DOS FOGOS OCORRIDA NO ANO PASSADO NA CABRAÇÃO

No ano passado, a Freguesia da Cabração, em Ponte de Lima, foi violentamente assolada por enormes fogos que devoraram quase toda a sua floresta e atingiram algumas casas de habitação e barracões agrícolas.

16388230_10154622091954934_3234121089398744264_n.jpg

Nessa ocasião, a jornalista Idalina Casal, do Jornal de Notícias, encontrava-se em serviço de reportagem no local. Seguiu para o Lugar da Escusa onde lavrava a frente de fogo e acabou ela própria cercada pelas chamas.

Na edição de ontem do jornal “Alto Minho”, mais concretamente na coluna de opinião que dá pelo nome “chá das três”, a jornalista publicou um artigo de opinião onde procura fazer o “mea culpa” mas cujo conteúdo possui uma actualidade incrível e merece uma leitura atenta. Não resistimos em publicar o recorte do artigo!

19366380_1520082158053852_6532843788548475245_n.jpg

JUNTA DE FREGUESIA DE CABRAÇÃO E MOREIRA DO LIMA SONEGA INFORMAÇÃO A MEMBROS DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

Alguns membros da Assembleia de Freguesia de Cabração e Moreira do Lima solicitaram no passado dia 14 de Abril, ao respectivo Presidente da Junta de Freguesia, a consulta de “todos os documentos contabilísticos de despesa e receita referentes à gestão de 2016” e alguns anos anteriores.

18951511_1529888727078804_6373187739385720406_n.jpg

Não obstante os actos administrativos serem considerados actos públicos e os pedidos possuírem um prazo de satisfação legalmente instituído, aqueles autarcas não viram até ao momento o seu pedido satisfeito por razão inexplicável. A democracia e a administração pública possuem normas de funcionamento estabelecidas. E, quem não deve não teme!

PONTE DE LIMA: CABRAÇÃO RECLAMA RESTAURAÇÃO DA FREGUESIA

Mais de dois terços dos cidadãos inscritos nos cadernos eleitorais da extinta Freguesia de Cabração e ainda outros moradores e proprietários na mesma localidade subscreveram um abaixo-assinado reclamando a restauração da Freguesia da Cabração, no concelho de Ponte de Lima.

Este abaixo-assinado foi entregue ao Presidente da Assembleia da república, com pedido de distribuição a todos os grupos parlamentares, devendo seguidamente ser enviada cópia ao Primeiro-ministro, Dr. António Costa. Entretanto, os promotores da iniciativa esperam em breve reunir com as organizações locais de todos os partidos políticos com assento na Assembleia da República, não excluindo a possibilidade de virem a recorrer a instâncias superiores para fazerem valer os direitos dos habitantes da extinta Freguesia da Cabração.

De referir que, aquando da chamada “Reorganização Administrativa Territorial Autárquica”, os moradores da Freguesia da Cabração jamais foram consultados acerca da decisão de agregação à vizinha freguesia de Moreira do Lima, tendo a decisão lhes sido imposta de forma prepotente e antidemocrática, apesar da sua autonomia remontar aos começos da própria nacionalidade ou seja, com seculares raízes históricas.

As gentes da Cabração não se conformam e têm ao longo dos últimos anos vindo a manifestar o seu descontentamento através das mais variadas formas, mas sempre de uma forma civilizada, na expectativa de que as suas justas reclamações sejam favoravelmente atendidas por quem de direito e venham a obter a solidariedade nomeadamente do próprio município pontelimense. De nada valerá governar contra a vontade dos cidadãos como sucede em relação aos moradores da Cabração que desejam ver os seus órgãos autárquicos restaurados!

Cabração-Lugar da Igreja3

PONTE DE LIMA: CONSELHO DIRECTIVO DOS BALDIOS DE SANTA MARIA DA CABRAÇÃO APRESENTA CANDIDATURA AO PDR2020

O Conselho Diretivo dos Baldios de Santa Maria da Cabração, no concelho de Ponte de Lima, acaba de apresentar uma candidatura ao PDR2020 ação 8.1.4 com vista à recuperação de infraestruturas afectadas com os recentes incêndios florestais, prevenção da contaminação e assoreamento das linhas de água e diminuição da perda de biodiversidade.

15326542_1279912705365617_5616091322485361444_n.jpg

Caros amigos:

Como é sabido, o incêndio do dia 08/08/2016 destruiu todo o baldio, foi a maravilhosa floresta, restaram as cinzas, um enorme prejuízo patrimonial ambiental e ecológico.

O Conselho Diretivo, não se rende a um ato covarde e criminoso, nem baixa os braços.

É tempo de meter mãos a obra e reconstruir tudo, mas faze-lo, não só para recuperar o baldio da Cabração, a nossa floresta, paisagem e ambiente, mas também de forma, a que no futuro não fiquemos expostos a bandidos sem escrúpulos e que se perca tudo outra vez.

Todos temos essa obrigação perante os nossos ante passados mas sobretudo pelas próximas gerações

Por isso metemos mãos a obra, aproveitamos a oportunidade, e após vários dias de intenso trabalho, reuniões e burocracias e para cumprir os prazos muito curtos, apresentamos candidaturas ao PDR2020 ação 8.1.4.

Sem a colaboração de pessoas com alta capacidade profissional e dedicação seria tudo mais complicado ou mesmo impossível.

Por isso agradecemos o trabalho de todos os que estiveram connosco em particular da Sra. Engenheira Elisabete Abreu, da AFL, e Sr. Engenheiro Ivo Gomes do ICNF

Este é o primeiro passo de um longo caminho cheio de dificuldades que não será fácil, exigira muito de nos, do nosso tempo e ate da nossa família e de todos os verdadeiros amigos da Cabraçao

Temos pela frente um enorme desafio, mas estamos certos que com toda a comunidade da Cabração unida, com apoio dos nossos amigos vamos conseguir.

Depois do pesadelo do fogo resta-nos sonhar em ter de novo um baldio que nos orgulhava, uma floresta como sempre tive, um ambiente natural e uma paisagem verde deslumbrante

Deus quer o homem sonha e obra nasce!

O Conselho Directivo

15541223_1279912202032334_7324299751063854897_n.jpg

15578477_1279912682032286_7627907418617877486_n.jpg

15589737_1279912205365667_1490454965674494765_n.jpg

15590636_1279912218698999_6861576939345502705_n.jpg

PONTE DE LIMA: BENS CULTURAIS DA CABRAÇÃO FORAM ARROLADOS APÓS A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA

Em 4 de Outubro de 1911, precisamente um ano após a implantação do regime republicano em Portugal, a então criada Comissão Jurisdicional dos Bens Culturais procedeu ao arrolamento dos bens cultuais situados na freguesia de Cabração, concelho de Ponte de Lima, constando de Igreja Paroquial de Cabração.

A Junta de Paróquia de Cabração reclamou do arrolamento que considerou indevido, de 11 inscrições do valor nominal de 100$00 cada, bem como títulos particulares no valor de 131$50.

O processo encontra-se no Arquivo Contemporâneo do Ministério das Finanças.

screenshot_20161215_150114.png

screenshot_20161215_150215.png

screenshot_20161215_150245.png

screenshot_20161215_150324.png

screenshot_20161215_150352.png

PONTE DE LIMA EVOCA ALVES DOS SANTOS

Município de Ponte de Lima assinala os 150 anos de nascimento de Alves dos Santos

O Município de Ponte de Lima vai assinalar o 150.º aniversário de nascimento de Augusto Joaquim Alves dos Santos (1866-2016) – personalidade limiana notabilizada nas áreas da Educação e da Psicologia – com um destaque biobibliográfico patente na Sala de Adultos da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima (BMPL), de 14 a 31 de Outubro.

PL-AlvesSantos.jpg

Uma oportunidade para descobrir a vida e a obra de uma figura menos conhecida do grande público, mas que se destacou em diferentes esferas de atuação. Alves dos Santos foi precursor da Pedologia em Portugal, criou o primeiro laboratório nacional de Psicologia, em Coimbra, exerceu vários cargos políticos de notoriedade e chegou a Ministro do Trabalho na Primeira República.

Além de dois painéis biográficos e da disponibilização para consulta de documentos de e sobre Alves dos Santos, a BMPL facultará um folheto com o essencial do tributo.

Associe-se à homenagem a Augusto Joaquim Alves dos Santos, cujo currículo eclético enobrece o legado cultural de Ponte de Lima, e visite a Biblioteca Municipal.

MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA COBRA CONSUMO DE ÁGUA PERTENCENTE AO BALDIO NA CABRAÇÃO

A água de consumo doméstico na Cabração é proveniente nas nascentes existentes na área de baldio ou seja, propriedade comunitária das gentes locais. A sua prospeção e distribuição para as habitações começou a ser feita sobretudo a partir da década de 80 do século passado, incluindo a construção de depósitos. Os trabalhos efetuados foram pagos com os rendimentos provenientes do baldio ou seja, sem qualquer investimento por parte da Câmara Municipal de Ponte de Lima.

13906706_998788423571832_1779550304601270550_n.jpg

Entretanto, há alguns anos, o município decidiu construir a sua própria rede a partir das nascentes existentes no baldio e colocar contadores para registar e cobrar o consumo doméstico de água.

No mês passado, em consequência dos incêndios florestais ali registados, registou-se um elevado consumo de água uma vez que a população recorreu a todos os meios para combater o fogo que ameaçou a localidade ao ponto de destruir várias habitações. Não obstante as circunstâncias no qual o consumo foi feito, os serviços camarários insistem em cobrar aquilo que não lhes pertence ou seja, a água das nascentes locais empregue no combate ao sinistro!

Um grupo de moradores da União de Freguesias de Cabração e Moreira do Lima solicitou à Câmara Municipal que “fosse levado em consideração o elevado consumo de água” derivado do combate aos incêndios feito pela população local. Mas, o pedido dos habitantes foi indeferido a pretexto de que “a República obriga em caso de extrema necessidade a participação de terceiros”. Resta saber se, o incêndio florestal que atingiu várias habitações na Cabração não constitui um “caso de extrema necessidade” e ainda, com que legitimidade o município de Ponte de Lima cobra aquilo que não lhe pertence?

ATENTADO AMBIENTAL: EMPRESA PARTICULAR DESPEJA LIXOS TÓXICOS NOS BALDIOS DA CABRAÇÃO, EM PONTE DE LIMA

Uma empresa particular tem vindo a proceder a despejos de amianto e outros lixos tóxicos á mistura com produtos de compostagem em terrenos baldios da freguesia de Cabração, no concelho de Ponte de Lima. Já foi participada a ocorrência à GNR no passado dia 3 de agosto e aguarda-se que sejam tomadas as providências necessárias com vista à identificação e responsabilização dos seus autores.

13937075_10210077151076347_253712184_n.jpg

Os lixos têm vindo a ser lançados junto à estrada que liga ao lugar da Escusa e incluem fragmentos de amianto de grandes dimensões, material considerado altamente cancerígena.

A Comissão de Baldios da Freguesia da Cabração procedeu ao aluguer de uma área de baldio a uma empresa que não respeitou as condições do contrato efetuado, passando a utilizar o local para a descarga indevida de lixos de toda a espécie, o que constitui um grave atentado à saúde pública e ao ambiente. A população local está alarmada perante a situação e receia que venha em breve, com a época das chuvas, a ocorrer em breve a destruição dos solos agrícolas através da contaminação dos lençóis freáticos.

Conforme se pode ver nas imagens, a situação apresenta um estado de tal gravidade que requer a intervenção urgente das autoridades.

13900628_10210077471084347_1564578164_n.jpg

13900639_10210077422363129_248923611_n.jpg

13933124_10210077463364154_1907348103_n.jpg

13956945_10210077489324803_525922075_n.jpg

13956984_10210077488644786_224089553_n.jpg

13988734_10210077448323778_977603903_n.jpg

13989470_10210077456203975_1931996515_n.jpg

13989600_10210077506285227_1995407757_n.jpg

13989655_10210077517205500_1840572434_n.jpg

14011823_10210077473084397_556867229_n.jpg

14012132_10210077156156474_847000373_n.jpg

14030612_10210077443563659_757075268_n.jpg

14030612_10210077443563659_757075268_n (1).jpg

14031059_10210077472644386_1012113504_n.jpg

14031156_10210077423883167_680602347_n.jpg

PONTE DE LIMA: MORADORES DA CABRAÇÃO ESTÃO CADA VEZ MAIS DESCONTENTES COM A FUSÃO DAS FREGUESIAS DE CABRAÇÃO E MOREIRA DO LIMA

A fusão das freguesias de Cabração e Moreira do Lima nunca foi vista com agrado por parte dos habitantes da Cabração que viam nesse processo um expediente para a utilização nomeadamente dos seus recursos florestais provenientes dos baldios para cobrir situações deficitárias da autarquia vizinha.

427439_3172274279170_2005616129_n

Entretanto, a recente condenação dos autarcas da Junta de Freguesia de Cabração e Moreira do Lima por meio de sentença transitada em julgado, divulgada inclusivamente na imprensa regional, veio agravar o mal-estar que já vinha existindo. Trata-se da Sentença n.º 25/2015 do Proc. n.º 21/2015 — PAM, publicada em Diário da República, 2ª Série, nº. 54, de 27 de Março de 2016, a qual pode ser consultada em https://dre.pt/application/file/73894565.

Conforme se pode ler da referida sentença, “1 Nos presentes autos estão Sérgio Alcides Trigueiro de Castro Fernandes, Manuel Matos Lima e José Fernandes Leones, respetivamente, presidente, secretário e tesoureiro da junta de freguesia de Cabração e Moreira do Lima — Ponte de Lima, indiciados pela prática de factos que preenchem uma infração processual financeira, prevista na alínea a) do n.º 1 do artigo 66.º da LOPTC (1) (na nova redação dada pela Lei n.º 20/2015, de 9 de março), traduzida na «remessa intempestiva e injustificada das contas ao Tribunal», resultando em síntese o seguinte:

1.1 — Não obstante tivesse sido enviado em abril de 2015 ofício circular, acompanhado do Despacho n.º 3/2015 -EC (2) proferido pelo Juiz Conselheiro da Área, ao presidente do órgão executivo, as contas de gerência de 2014 da junta de freguesia de Cabração e Moreira do Lima — Ponte de Lima, não deram entrada no Tribunal, dentro do prazo legalmente estabelecido.”

As gentes da Cabração são gente séria e não mereciam ver o nome da sua freguesia arrastado na lama sob a acusação de “infração processual financeira”. E, como é costume dizer-se, antes só do que mal acompanhado…

A fusão entre as freguesias de Cabração e Moreira do Lima jamais constituiu um enlace feliz pelo que, na revisão que se prepara da Reforma Administrativa Territorial Autárquica, o bom senso recomenda o regresso à situação anterior, restituindo a cada uma delas a sua autonomia administrativa independente uma da outra, constituindo tal medida uma garantia de bom relacionamento e vizinhança entre os povos.

Cabração-Lugar da Igreja3