Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CABECEIRAS DE BASTO ESCLARECE MEDIAÇÃO FAMILIAR E LABORAL

Direção-Geral da Política de Justiça realizou ação de informação em Cabeceiras de Basto

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, participou no passado dia 11 de outubro, na Casa do Tempo, numa ação de informação realizada pela Direção-Geral da Política de Justiça sobre mediação familiar e mediação laboral, um serviço disponível no concelho Cabeceirense desde junho passado, altura em que o presidente da Câmara e a Diretora-Geral da Política de Justiça, Susana Antas Videira, assinaram um protocolo de colaboração relativo àqueles sistemas de mediação. Trata-se de um serviço público que se reveste da maior importância para os cidadãos Cabeceirenses no âmbito da resolução de conflitos extrajudiciais.

.

Foram convidados para esta iniciativa os agentes de justiça, designadamente advogados e solicitadores, os serviços do Tribunal e da Conservatória, bem como técnicos do Município.

A Direção-Geral da Política de Justiça, através do seu Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios, é o organismo do Ministério da Justiça que tem por missão, entre outras, apoiar a criação e a operacionalização dos meios extrajudiciais de resolução de conflitos, nomeadamente nos sistemas públicos de mediação nos assuntos familiares e laborais.

Os processos relativos ao Sistema de Mediação Familiar e ao Sistema de Mediação Laboral apresentam como principais vantagens a confidencialidade, a informalidade, a segurança, a eficácia, a celeridade e o custo reduzido.

De salientar que a Câmara Municipal, por força do protocolo assinado em junho, disponibiliza, desde então, instalações para o atendimento a ser efetuado pelos mediadores da Direção-Geral da Política de Justiça, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 20h00 e aos sábados, das 9h00 às 13h00.

CABECEIRAS DE BASTO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Câmara Municipal apoiou 77 jovens com bolsas de estudo e auxílios económicos. Um apoio financeiro de mais de 54 mil euros às famílias

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, entregou na passada sexta-feira, dia 12 de outubro, 77 bolsas de estudo e auxílios económicos a jovens cabeceirenses, um investimento que ascende a 54.285,00 euros, montante totalmente suportado pelo orçamento municipal e que se assume como um contributo importante para as famílias, para que os seus filhos estudantes possam concluir ou prosseguir a sua formação.

Câmara Municipal apoiou 77 jovens com bolsas de estudo e auxílios económicos (1)

A cerimónia da entrega de bolsas de estudo a alunos do ensino superior e auxílios económicos a alunos do ensino secundário decorreu na Casa do Tempo, onde se juntaram os bolseiros e seus familiares.

Acompanharam o presidente da Câmara os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, bem como presidentes e representantes das Juntas de Freguesia.

Na oportunidade, o presidente da autarquia realçou que as bolsas de estudo e auxílios económicos são “um estímulo para que os jovens continuem os seus estudos”, uma medida que se reveste de grande importância social.

Bolsas de Estudo a alunos do Ensino Superior

O executivo municipal aprovou a atribuição de 31 bolsas de estudo a alunos do Ensino Superior que concluíram com êxito o ano letivo 2016/2017, uma decisão que representa um investimento de 20.475,00 euros na formação de jovens estudantes cabeceirenses do ensino superior que tiveram bom aproveitamento escolar e que integram famílias economicamente vulneráveis.

Com a atribuição destas bolsas de estudo, a Câmara Municipal reconhece o esforço dos estudantes que frequentam o ensino secundário e superior, contribuindo para a formação e valorização do potencial humano de Cabeceiras de Basto, mas também para a melhoria da qualidade de vida de muitas famílias Cabeceirenses.

Auxílios Económicos a alunos do Ensino Secundário

No âmbito da atribuição de auxílios económicos a alunos do ensino secundário, o executivo camarário aprovou 46 candidaturas que envolvem um investimento na ordem dos 33.810,00 euros. Trata-se de uma medida que visa apoiar os alunos de famílias com menores recursos económicos, contribuindo, assim, para atenuar as desigualdades sociais e económicas entre as populações do concelho e consequentemente, para melhorar as condições de vida da população residente, contribuindo igualmente para a formação e valorização do potencial humano de Cabeceiras de Basto.

Câmara Municipal apoiou 77 jovens com bolsas de estudo e auxílios económicos (2)

CABECEIRAS DE BASTO APRESENTA POSTAIS DIGITAIS NO MOSTEIRO DE S. MIGUEL DE REFOJOS

Mosteiro de Emoções: Casa do Tempo foi palco de workshop e apresentação da coleção de postais digitais sobre o Mosteiro

Decorreram ontem, dia 11 de outubro, na Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto, duas iniciativas integradas no programa cultural Mosteiro de Emoções – o Workshop de Marketing do Património Imaterial e a apresentação dos postais resultantes da iniciativa ‘Passe Partout - Coleção de Postais digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos’.

Mosteiro de Emoções - Workshop e apresentação da coleção de postais digitais (1)

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, os vereadores Dr. Mário Machado e Dra. Carla Lousada, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, entre outros convidados e público em geral assistiram ao evento.

Coube à coordenadora da iniciativa ‘Passe Partout - Coleção de Postais Digitais sobre o Mosteiro de S. Miguel de Refojos’, Dra. Rebecca Moradalizadeh, apresentar os 18 postais que foram apresentados pelos 22 artistas participantes nesta iniciativa, trabalhos esses que vão desde a pintura à fotografia, desde o som ao vídeo.

Depois de cumprimentar os presentes, o presidente da Câmara agradeceu a todos os artistas que participaram nesta iniciativa ‘Passe Partout’ e que “nos surpreenderem com o seu olhar criativo”. Agradeceu, ainda, à ESPROMINHO a oferta do trabalho realizado e que deu origem a um dos postais que pode ser apreciado pelos visitantes à entrada da Casa do Tempo.

Agradeceu, igualmente, aos oradores do Workshop de Marketing do Património Imaterial que abordaram o tema com recurso a exemplos relacionados com o património Cabeceirense, apontando caminhos para se conseguir tirar o melhor partido das nossas potencialidades e especificidades para continuarmos a cativar e a atrair visitantes, dignificando, em simultâneo, o nosso bem maior, o ex-líbris de Cabeceiras de Basto que é o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

“Este Ciclo Formativo dedicado à Cultura e ao Património está repartido em cinco workshops com o objetivo de capacitar os agentes de dinamização cultural, turística, económica e associativa do concelho, de bens culturais e naturais para a sua valorização económica”, sublinhou Francisco Alves, afirmando que “o património em Cabeceiras de Basto é muito rico, sendo o Mosteiro de S. Miguel de Refojos o principal ícone de promoção deste território, continuando, por isso, a ser uma aposta da Câmara Municipal”.

Coube ao Dr. Mário Pastor, licenciado em História pela FLUP, docente e investigador do CITAR - Centro de Investigação em Ciência e Tecnologias das Artes, apresentar o tema ‘Perspetivas de valorização em torno do Património Cultural’, onde destacou o concurso ocorrido há 80 anos, em 1938, sobre as ‘Aldeias mais Portuguesas de Portugal’ onde a freguesia de Bucos deste concelho de Cabeceiras de Basto ficou classificada em 3.º lugar.

Por seu turno, o Dr. Custódio Oliveira, consultor de comunicação, diretor da ESJ, docente universitário, falou aos presentes sobre ‘Os valores intangíveis das marcas territoriais’, onde destacou o exemplo do Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

Mosteiro de Emoções - Workshop e apresentação da coleção de postais digitais (2)

CABECEIRAS DE BASTO DÁ AS BOAS-VINDAS AOS DOCENTES AO SOM DO SAXOFONE

Quarteto de Saxofones da ESMAE deu concerto de boas-vindas aos docentes na Casa do Tempo. Concerto encerrou ciclo de Concertos Rápidos do ‘Mosteiro de Emoções’

A Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto recebeu ontem, dia 10 de outubro, os educadores e professores do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto com um Concerto Rápido, uma iniciativa integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’.

Quarteto de Saxofones da ESMAE deu concerto de boas-vindas aos docentes na Casa do Tempo

Durante o concerto promovido pela Câmara Municipal e oferecido especialmente aos docentes que lecionam no concelho, a plateia assistiu à atuação de um conjunto da área de Sopros da ESMAE, que se vai estabelecendo como um dos mais inovadores e dinâmicos em Portugal. De referir que a atuação do Quarteto de Saxofones da ESMAE - Bernardo Salabert, Cláudio Pereira, Pedro Pereira e Rui Cunha – encerrou o ciclo de ‘Concertos Rápidos’ em Cabeceiras de Basto.

Assistiram a este espetáculo o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, a diretora do Agrupamento de Escolas, Dra. Céu Caridade, o professor Dimitris  Andrikopoulos, compositor e professor da ESMAE, entre muitos educadores e professores.

Na oportunidade, o presidente da Câmara, depois de saudar a plateia e desejar “um ano muito positivo para todos os professores e alunos”, disse: “orgulhamo-nos de ter em Cabeceiras de Basto uma comunidade educativa dinâmica, que tem sido verdadeira parceira da Câmara Municipal na construção de uma terra mais rica e participativa, mais desenvolvida e mais solidária”.

Agradecendo toda a colaboração e cooperação da comunidade educativa, Francisco Alves mostrou-se disponível para continuar a colaborar com o Agrupamento de Escolas e com a comunidade educativa com o objetivo de “criar as melhores condições para o ensino e para a aprendizagem”.

Por seu turno, a diretora do Agrupamento, Dra. Céu Caridade agradeceu à Câmara Municipal a receção preparada para os docentes, destacando as boas relações de cooperação estabelecidas com o Município. Aos professores e seus alunos desejou também um ano letivo proveitoso.

Coube ao professor Dimitris  Andrikopoulos, compositor e professor da ESMAE, apresentar o quarteto e percurso dos quatro alunos da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo que protagonizaram o último Concerto Rápido do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’.

CABECEIRAS DE BASTO DESENTOPE COLETOR DE ESGOTOS

Centro de Saúde: entupimento de coletor de esgotos resolvido

Os serviços da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto tomaram conhecimento na tarde do passado dia 7 de outubro, domingo, de uma anomalia na rede de esgotos na vila de Cabeceiras de Basto, mais propriamente na zona do Centro de Saúde.

Centro de Saúde Cabeceiras de Basto

Imediatamente foi deslocada para o local a brigada municipal de serviço permanente, vulgo piquete, para avaliação e resolução do problema.

Verificada a anomalia que consistia no entupimento da rede, o piquete fez as intervenções preventivas possíveis. A acumulação de águas residuais no parque de estacionamento do SAP – Serviço de Atendimento Permanente – exigiu de imediato a contratação de viatura (trator com cisterna) para a limpeza e retirada das referidas águas, logo na tarde de domingo, o que foi feito.

Como a resolução da avaria só seria possível com recurso a viatura especializada de empresa contratada pela autarquia, foi a mesma acionada, logo na primeira hora da manhã de segunda-feira, dia 8 de outubro, viatura que se encontrava em serviço em Lamego, pelo que chegou ao local cerca das 16h00.

Iniciada a intervenção, o desentupimento e a limpeza do local ficou concluída quando eram 18h00.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, enquanto gestora dos serviços de água e saneamento, possui uma equipa de intervenção permanente para a resolução de problemas emergentes e tem um contrato com empresa especializada para trabalhos de maior complexidade.

Os procedimentos adotados nesta situação foram os procedimentos que temos previstos para situações desta natureza, sendo que a proximidade de uma infraestrutura de saúde obrigou a uma monotorização permanente até à resolução do problema, trabalho acompanhado em permanência pelos técnicos e pelo Vereador do pelouro.

Lamentamos contudo todos os transtornos e inconvenientes causados.

Sobre o encerramento da Unidade de Saúde Familiar “O Basto”, às 15h00, do dia 8 de outubro, segunda-feira, determinado pela Autoridade de Saúde local, a Câmara Municipal, sem por em causa os fundamentos que estiveram na origem da decisão e que temos a certeza foram fundamentos apenas técnicos, entende que, no momento em que a situação se encontrava já em resolução, esse encerramento criou algum alarmismo que consideramos desnecessário e exagerado.

Na verdade, no rés-do-chão do edifício, espaço que sofreu ligeira inundação, está instalado apenas o SAP – Serviço de Atendimento Permanente, que só funciona a partir das 20h00, o que veio a acontecer com toda a normalidade.

Mais uma vez a Câmara Municipal lamenta a situação, mas garante aos Cabeceirenses que a sua missão de prestação de serviço de abastecimento de água e saneamento, entre outros, são prioridades que tem sempre presente na procura da satisfação das necessidades básicas da população, designadamente da qualidade de vida e bem-estar das pessoas, aproveitando esta oportunidade para apelar aos munícipes para a boa e correta utilização dos sistemas, sensibilizando-os, ainda, para que se abstenham de depositar na rede objetos e materiais inapropriados que ponham em causa o bom funcionamento dos sistemas de drenagem, gerando obstruções e entupimentos da rede.

CABECEIRAS DE BASTO RESTAURA "O BASTO"

Câmara Municipal aprova restauro do ‘Basto’. Estátua ‘O Basto’ em restauro

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou, por unanimidade, na sua reunião do passado dia 28 de setembro, aceitar a doação das Oficinas de Santa Bárbara que se propuseram executar uma intervenção de conservação e restauro na estátua ‘O Basto’, obra esta que oferecem ao Município e aos Cabeceirenses.

Câmara Municipal aprova restauro do ‘Basto’

De salientar que as Oficinas de Santa Bárbara são uma empresa especializada em trabalhos de restauro, conservação e beneficiação de património, sendo esta empresa responsável por inúmeras intervenções em Cabeceiras de Basto, designadamente no Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

A obra que vem valorizar o monumento ‘O Basto’ arrancou esta semana e o valor da intervenção está estimado em 2.750 euros.

Câmara aprova protocolo com IBERDROLA – valorização da fauna e flora

Por unanimidade, o Executivo Cabeceirense aprovou um protocolo a celebrar com a IBERDROLA que visa o desenvolvimento de atividades relativas à fauna e flora nomeadamente plantações, melhorias florestais, manutenção das plantações, recolha de sementes, entre outros, ações previstas no âmbito das medidas compensatórias do projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

O protocolo, que tem um período de vigência de 6 anos, estabelece as condições de financiamento asseguradas pela IBERDROLA pela execução, por parte do Município, das atividades relativas à fauna e flora acima mencionadas.

Esta parceria entre a Câmara Municipal e a IBERDROLA apresenta inúmeras vantagens do ponto de vista ambiental e socioeconómico, atendendo ao facto de que estão em causa a recuperação de vastos espaços florestais concelhios, o fomento da economia e do emprego local.

Aprovado calendário das Piscinas Cobertas

A Câmara Municipal aprovou, nesta reunião, o calendário e os horários de funcionamento das Piscinas Municipais Cobertas de Refojos e do Arco de Baúlhe para a época 2018/2019. As piscinas abriram ao público no passado dia 1 de outubro e têm encerramento previsto para o dia 29 de junho de 2019. Os horários a praticar nas Piscinas Cobertas de Refojos e do Arco de Baúlhe são os seguintes: às segundas-feiras das 15h30 às 20h30; de terça a sexta-feira das 9h30 às 12h30 e das 15h30 às 20h30; e aos sábados das 9h00 às 12h30 e das 15h30 às 18h00.

Atribuídos mais três apoios à natalidade

Durante a última reunião foram ainda aprovados mais três apoios de incentivo à natalidade no montante global de 1.500 euros. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município.

Outras deliberações

De entre outros assuntos, foi ratificado o processo de candidatura ao Programa BEM – Beneficiação de Equipamentos Municipais para a ampliação da Casa da Cultura, tendo em vista a instalação do Arquivo Municipal; foi aprovado o pedido de apoio da Liga dos Amigos da Urologia do Hospital de Santo António e do Serviço de Urologia do Hospital de Braga para a realização das ‘I Jornadas de Saúde em Urologia nas Terras de Basto’, evento que se realiza no próximo dia 6 de outubro, na Casa do Tempo em Cabeceiras de Basto, e no qual se aguarda a presença de 70 participantes; foi renovado o protocolo de cedência da escola de Pedraça à Paróquia de Santa Marinha de Pedraça para a realização da catequese; e também aprovada a adjudicação definitiva do lote nº 15 da Zona Industrial da Ranha, freguesia de Abadim.

Foi, ainda, aprovado um pedido de isenção de taxas a um munícipe relativa à construção de um anexo agrícola, bem como declarada a caducidade de um processo de obras.

A Câmara Municipal deliberou também notificar um munícipe para proceder à realização das obras de reconstrução de um muro de suporte que ameaça ruir a qualquer instante pondo em perigo a segurança de pessoas e bens.

Por fim, o Executivo deliberou aprovar a celebração de um contrato para a cedência de água à Câmara Municipal por parte de um promotor imobiliário no âmbito das contrapartidas por operação urbanística.

OBasto

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA ATLETA ARNALDO MARTINS

Câmara Municipal condecorou Bicampeão do Mundo Arnaldo Martins

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, deliberou, por unanimidade, condecorar o Cabeceirense Arnaldo Manuel Rocha Martins com a Medalha de Mérito Público de Cabeceiras de Basto – Grau Prata. De salientar que Arnaldo Martins é Bicampeão do Mundo de Bajas e Bicampeão Nacional de TT Quad, cujos feitos extraordinários têm contribuído para a promoção e divulgação do nosso concelho e para o reforço do prestígio e da imagem de Cabeceiras de Basto.

Câmara Municipal condecorou Bicampeão do Mundo, o Cabeceirense Arnaldo Martins

A presente deliberação teve por base a proposta que a seguir se transcreve:

 “Arnaldo Manuel Rocha Martins, com quarenta e dois anos, natural de Cabeceiras de Basto, é praticante da modalidade TT Quad (Moto quatro) desde dois mil e, apesar de não ter entrado em todas as competições, nunca deixou de praticar e conseguir ao longo destes últimos anos, conquistar lugares cimeiros nesta modalidade, sagrando-se, neste ano de dois mil e dezoito, Bicampeão do Mundo de Bajas e Bicampeão Nacional de TT Quad, feitos extraordinários que têm contribuído para a promoção e divulgação do nosso concelho e para o reforço do prestígio e da imagem de Cabeceiras de Basto.

Para além destes títulos conseguidos nos dois últimos anos, a sua participação nas mais diversas provas pelo país e pelo mundo têm-se destacado ainda pela obtenção de outros excelentes resultados e consequentes classificações, o que demonstra uma grande dedicação e empenho e uma forte vontade de vencer.

Assim, e considerando os enormes feitos e êxitos alcançados, até hoje, ao longo da sua carreira, bem demonstrativos de querer, do esforço, da perseverança, da vontade, da dedicação e empenho deste cidadão de Cabeceiras de Basto, a Câmara Municipal, hoje reunida, delibera:

Um – Condecorar o piloto Arnaldo Manuel Rocha Martins, com atribuição da Medalha de Mérito Público de Cabeceiras de Basto – Grau Prata, uma vez que a sua participação vitoriosa com a obtenção de inúmeros títulos nacionais e internacionais, tem contribuído para a promoção e valorização do desporto em geral, mas também para a promoção do nosso país e do nosso concelho, ao mesmo tempo que tem reforçado o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto;

Dois – Proceder à entrega do galardão em cerimónia pública a realizar no dia do Município”.

O galardão foi entregue em cerimónia pública que decorreu no passado dia 29 de setembro, medalha esta entregue a Arnaldo Martins pelo Presidente da Assembleia da República, Dr. Ferro Rodrigues que, a convite da Câmara Municipal, visitou Cabeceiras de Basto, tendo presidido à sessão solene evocativa do Dia do Município nos Paços do Concelho.

MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO BENEFICIA RESERVATÓRIOS DE VINHA DE MOUROS

Mais e Melhor Água

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto definiu o abastecimento de águas às populações como uma das grandes áreas de investimento prioritário no orçamento do município de 2018, à semelhança do sucedido nos anos anteriores, pelo que decorrem em vários sistemas de abastecimento de água municipais, obras de beneficiação e conservação, tanto ao nível das captações de água, como condutas adutoras e reservatórios associados.

Câmara Municipal beneficia reservatórios de Vinha de Mouros

Este ano foram já totalmente recuperados os reservatórios de Além do Rio, Vila Boa e Bucos na freguesia de Bucos, estando em curso as empreitadas para reparação dos reservatórios de Chacim e Riodouro, tendo em vista a melhoria da qualidade da água.

Recentemente, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, acompanhado pelo vereador Eng. Pedro Sousa e por técnicos do Município, visitaram as obras de beneficiação dos reservatórios de Vinha de Mouros que abastecem a vila de Cabeceiras de Basto, constituindo-se estes como os maiores reservatórios do concelho.

Os trabalhos agora realizados dão continuidade à intervenção realizada no ano 2017 e incluem, desta vez, a beneficiação do interior da cabine de manobras, a impermeabilização, melhoria no sistema de tratamento da água, revestimentos e pinturas, tendo como objetivo um melhor enquadramento paisagístico e a melhor proteção sanitária.

O investimento realizado na remodelação e beneficiação dos reservatórios de Vinha de Mouros ascendem a cerca de 10 mil euros, investimento previsto no orçamento da Câmara Municipal para 2018.Cabeceiras de Basto, ???? de setembro de 2018

CABECEIRENSES FESTEJAM A S. MIGUEL

Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel trouxe à rua 42 andores

Quarenta e dois andores e centenas de figurantes percorreram esta tarde, 29 de setembro, Dia de Feriado Municipal e Dia de S. Miguel, as principais ruas da vila de Cabeceiras de Basto, dando corpo à majestosa procissão em honra do Arcanjo, cortejo religioso que é uma referência nas Terras de Basto e no norte do país.

Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel trouxe à rua 42 andores (1)

Milhares de devotos associaram-se à manifestação religiosa, ponto alto das Festas do Concelho, que decorrem em Cabeceiras de Basto desde o dia 20 de setembro e que terminam amanhã, dia 30.

A magnífica procissão, tão bem organizada pela Paróquia de Refojos, foi abrilhantada pela Fanfarra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, a abrir o cortejo, e, a fechar, pela Banda Cabeceirense e pela Banda Musical da Póvoa de Varzim.

O presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, participou nesta imponente procissão que juntou milhares de romeiros. Acompanharam-no o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, o presidente da Câmara de Sury-le-Comtal, Yves Martin, os vereadores da Câmara Municipal e o presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos.

Esta manhã, pelas 11h00, na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, celebrou-se a Missa Solene em Honra do Padroeiro que atraiu àquele templo largas centenas de fiéis, celebrada pelo bispo auxiliar de Braga D. Nuno Almeida.

Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel trouxe à rua 42 andores (2)

Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel trouxe à rua 42 andores (3)

PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PRESIDIU À CERIMÓNIA DO DIA DO MUNICÍPIO DE CABECEIRAS DE BASTO

Cabeceiras de Basto homenageou bicampeão do mundo e três coletividades

O Presidente da Assembleia da República, Dr. Eduardo Ferro Rodrigues, presidiu esta manhã, dia 29 de setembro, à cerimónia evocativa do Dia do Município, durante a qual foram homenageados um cidadão e três coletividades Cabeceirenses, numa cerimónia pública de grande simbolismo que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Presidente da Assembleia da República presidiu à cerimónia do Dia do Município (1)

A anteceder a Sessão Solene, o Presidente da Assembleia da República descerrou, à entrada da Câmara Municipal, uma placa alusiva à sua visita a Cabeceiras de Basto. De referir que a cerimónia do Hastear da Bandeira contou com a guarda de honra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses e com a participação da Banda Cabeceirense que interpretou o Hino Nacional.

A homenagem da Câmara Municipal às individualidades/coletividades que prestigiaram e continuam a prestigiar o Município de Cabeceiras de Basto traduziu-se na entrega de uma Medalha de Prata - Mérito Público a Arnaldo Martins e três Votos de Louvor, Congratulação e Regozijo ao Desportivo de Arco de Baúlhe, à Associação Cultural e Desportiva Águias de Alvite e à Contacto Futsal Clube.

A cerimónia evocativa da efeméride presidida pelo Presidente da Assembleia da República contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, do presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, dos vereadores, de presidentes das Juntas de Freguesia, deputados da Assembleia da República, entre outros autarcas do Município e das Freguesias, demais convidados civis e militares, familiares e amigos dos homenageados e público em geral.

Na sua intervenção, o Presidente da Assembleia da República começou por manifestar a sua satisfação por se associar ao Dia do Município.

Afirmando incentivar “um Parlamento de portas abertas”, Ferro Rodrigues salientou a evolução dos territórios com a instituição do Poder Local há 42 anos, sublinhando que é hora de novos desafios para as autarquias. “Estou certo que Cabeceiras de Basto vai dizer presente aos desafios do futuro”, disse.

O presidente da Câmara, na sua alocução, começou por saudar o Senhor Presidente Assembleia da República. “É uma elevada honra para Cabeceiras de Basto e para todos nós Cabeceirenses receber nos Paços do Concelho, o Presidente da Casa da Democracia que é a Assembleia da República. Em Vossa Excelência saudamos os valores da democracia que se expressam pelas palavras de sempre: Liberdade e Igualdade”, destacou Francisco Alves, lembrando que é a primeira vez que Cabeceiras de Basto recebe um Presidente da Assembleia da República.

Evidenciando os feitos notáveis dos homenageados neste Dia do Município, o presidente da Câmara disse: “temos razões para termos orgulho naquilo que somos e nos identifica”. Francisco Alves, lembrou, a propósito, as recentes conquistas do cidadão Cabeceirense de 82 anos, Bernardino Pereira, que há poucos dias, em Málaga, neste mês de setembro, obteve 3 medalhas de ouro e uma medalha de prata no Campeonato do Mundo de Atletismo para Veteranos, sagrando-se, no passado mês de julho, em Portugal, atleta do ano 2017.

O presidente da Câmara lamentou a descida populacional que se tem verificado no concelho, à semelhança de todo o interior, destacando que “perder população é perder presente e futuro”, tendo, por isso, convocado todos para inverter esta tendência.

Francisco Alves relembrou que “as políticas de promoção do nosso território têm como objetivo, entre outros, atrair turismo, atrair investimento e emprego”, possibilitando desta forma a fixação da população. “Todos somos poucos para este grande desafio”.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, dirigindo as suas primeiras palavras ao Senhor Presidente da Assembleia da República, evidenciou que “hoje, como ontem, continuamos cientes que só um homem como o Dr. Eduardo Ferro Rodrigues, possuidor de elevadas qualidades intelectuais, coragem, determinação, competência e fina sensibilidade humana e grande dimensão social seria capaz de gerir tão sabiamente uma pasta de uma área de governação tão delicada e sensível”.

Joaquim Barreto enalteceu todos os que no dia de hoje foram reconhecidos publicamente pela sua ação, assegurando que “o que somos e o que se constrói faz-se à custa de muitas vontades, de muita entrega, de muito querer, mas também de riscos, ousadias, esforços, ambição e capacidade empreendedora”.  E continuou: “tudo depende da nossa vontade e por isso, nesta encruzilhada do passado com o futuro, é importante continuarmos com uma administração municipal liderante, ativa, criativa, pensante e profundamente identificada com as preocupações e os anseios da população e com a progressiva e entusiasmada participação dos cabeceirenses, fonte quotidiana de ‘inspiração’ dos diferentes executivos”.

“E se nos últimos anos muito foi feito em todos os setores de atividade, tornando este concelho modelar e potenciando sempre o seu privilegiado posicionamento geográfico na região, nos próximos anos muito mais será preciso fazer tendo em conta a ‘concorrência territorial’, a mobilidade social, a ‘revolução’ digital e tecnológica que nos globaliza e glocaliza, para sustentadamente competirmos e nos afirmarmos”, realçou o presidente da Assembleia Municipal.

Presidente da Assembleia da República presidiu à cerimónia do Dia do Município (2)

Homenageados:

  • ARNALDO MARTINS – piloto TT Quad, agraciado com a Medalha de Prata de Cabeceiras de Basto - Mérito Público, em sinal de reconhecimento pelos feitos e êxitos alcançados ao longo da sua carreira, bem demonstrativos do querer, esforço, perseverança, vontade, dedicação e empenho, que culminaram, neste ano de 2018, com a consagração de Bicampeão do Mundo de Bajas e Bicampeão Nacional de TT Quad, títulos extraordinários que têm contribuído para a promoção e valorização do desporto em geral mas, também, para a promoção do nosso país e do nosso concelho reforçando o prestígio e a imagem de Cabeceiras de Basto em Portugal e no mundo.
  • DESPORTIVO DE ARCO DE BAÚLHE – agraciado com Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pela dedicação, empenho e abnegado trabalho dos diretores, técnicos, atletas e restantes colaboradores e que resultou, na época 2017/2018, na consagração de Campeão Distrital da Primeira Divisão da AF de Braga (série D) e consequentemente na subida à Divisão de Honra da Distrital, feito relevante para a afirmação do concelho e das suas gentes e para o aumento do prestígio e da imagem do Arco de Baúlhe e de Cabeceiras de Basto.
  • ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DESPORTIVA ÁGUIAS DE ALVITE – agraciada com Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pela dedicação, empenho e abnegado trabalho dos diretores, técnicos, atletas e restantes colaboradores e que resultou, na época 2017/2018, na consagração de Campeão Distrital de Infantis de Futebol de Sete da AF de Braga, vencendo, ainda, o Torneio do Peso da Régua e o Cabeceiras Cup, entre outros importantes feitos conseguidos pelas suas equipas de Traquinas, Benjamins, Juvenis A e Juvenis B, feitos que contribuíram para a afirmação do concelho e das suas gentes e para o aumento do prestígio e da imagem do concelho de Cabeceiras de Basto.
  • CONTACTO FUTSAL CLUBE – agraciada com Voto de Louvor, Congratulação e Regozijo em reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pela direção, treinadores, jogadores e outros colaboradores e que resultou, na época 2017/2018, na consagração do seu escalão de Infantis de Campeão Distrital de Futsal da AF de Braga.Presidente da Assembleia da República presidiu à cerimónia do Dia do Município (3)

CABECEIRENSES DESFOLHARAM O MILHO

Desfolhada Tradicional juntou largas centenas no Parque do Mosteiro

Largas centenas de pessoas participaram ontem, dia 24 de setembro, na Desfolhada Tradicional que decorreu no Parque do Mosteiro, uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal, produzida pela Associação Os Bravos da Concertina de Refojos e que contou com o apoio da Associação Arborada.

Desfolhada Tradicional  (1)

Integrada no programa da Feira e Festas de S. Miguel, a desfolhada à moda antiga contou com a participação especial de utentes de Espaços de Convívio e Lazer do concelho.

O Parque do Mosteiro transformou-se, assim, numa ‘grande eira’, onde o povo desfolhou o milho ao som de cantigas populares, revivendo uma tradição muito antiga em Terras de Basto. À medida que se desfolhava o milho foram-se amontoando as espigas em cestos para serem depois levadas para os espigueiros. A jornada tornou-se ainda mais animada com o aparecimento do tão desejado milho-rei (espigas de milho vermelho) que, à semelhança das desfolhadas à moda antiga, levava os rapazes a ‘roubar’ um beijinho às raparigas.

Associaram-se ao evento o presidente da Câmara Municipal Francisco Alves, os vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, o presidente da Junta de Freguesia de Abadim, Fernando Basto, entre outros autarcas.

De referir que a sementeira do milho é feita nos princípios de maio para ser, posteriormente, sachado em junho. Depois de mondado e de bem regado, o milho cresce e em meados de setembro ou inícios de outubro são cortadas as canas.

No Parque do Mosteiro recordaram-se, assim, as lides mais características de outrora mas que ainda hoje se mantêm bem vivas em algumas localidades do nosso concelho.

Desfolhada Tradicional  (2)

Desfolhada Tradicional  (3)

Desfolhada Tradicional  (4)

 

CABECEIRAS DE BASTO DESFILA AS TRADIÇÕES DAS SUAS GENTES

Milhares de pessoas aplaudiram Cortejo Etnográfico que trouxe à rua ‘A música da minha Terra’

Milhares de pessoas assistiram ontem, dia 23 de setembro, ao magnífico cortejo etnográfico que percorreu as principais ruas da vila, promovendo e divulgando a cultura popular e etnográfica de Cabeceiras de Basto.

42224018_1887578524662378_4717480653589839872_n

Este cortejo reflete o trabalho de uma equipa - constituída pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, pelas Juntas de Freguesia, responsáveis pela Comissão de Festas, associações e coletividades, entre outros - que nos últimos meses trabalharam, envolvendo as diferentes faixas etárias da população na produção e concretização deste desfile dos usos e costumes mais genuínos desta terra de Basto.

Centenas de pessoas foram, assim, mobilizadas para construir e ornamentar os carros alegóricos, bem como participar nos mesmos, dando corpo a um magnífico cortejo que surpreendeu o numeroso público que se posicionou ao longo do trajeto.

O Cortejo Etnográfico, que integrou o programa das Festas do Concelho, trouxe este ano à rua o tema ‘A música da minha Terra’. A freguesia de Abadim apresentou ‘As cantigas da desfolhada’; a União de Freguesias de Alvite e Passos os ‘Altifalantes Salsinha’, a União de Freguesias do Arco de Baúlhe e Vila Nune as ‘Novenas da Sra. dos Remédios’; Bucos integrou o cortejo com o ‘Grupo das Capuchas’; Cabeceiras de Basto apresentou o ‘Bailarico na Aldeia’; a Faia trouxe a ‘Música e vinho nas encostas da Faia’; a União de Freguesias de Gondiães e Vilar de Cunhas o ‘Serrar a velha’; Pedraça as ‘Cantigas da Segada’; a União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela o ‘Rancho da Cambada’; e Riodouro apresentou ‘As serenatas’ e ‘ Os cantares da levada da aldeia’, este último carro dinamizado pela Associação Vilela com Vida.

Na tribuna assistiram ao Cortejo Etnográfico o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, e os vereadores Dr. Mário Machado, Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa.

Não participou neste cortejo a freguesia de Basto por motivo que justificou com a realização de um evento social naquela freguesia que mobilizou os seus habitantes.

Também a Junta de Freguesia de Cavez não participou, desconhecendo-se, neste caso, qualquer justificação.

A Câmara Municipal louva e enaltece todo trabalho desenvolvido pelas Juntas de Freguesia participantes neste cortejo que primou pela qualidade das representações etnográficas que mostraram de uma forma muito criativa, bela, cuidada e realista as tradições, os usos e costumes de cada uma das freguesias.

A Câmara Municipal lamenta que o povo de Cavez não pudesse estar representado, por decisão da sua Junta de Freguesia, que se recusou a participar, lamento ainda mais sentido, uma vez que o tema ‘A música da minha Terra’ é muito querido às gentes de Cavez. Com efeito, nesta freguesia existem três ranchos folclóricos que têm levado longe o nome de Cavez e de Cabeceiras de Basto.

De salientar que, no final, foram entregues lembranças a todas as freguesias participantes na edição 2018 do Cortejo Etnográfico.

A Feira que também é Festa de S. Miguel continua até ao próximo dia 30 de setembro, domingo, emprestando a esta vila um cenário de grande beleza e animação.

42357867_1887582147995349_7074137468127150080_n

42407552_1887576177995946_445572959692652544_n

42413613_1887583157995248_2029551899115520000_n

42416677_1887582744661956_4020616368658317312_n

42422332_1887581674662063_1315065402023215104_n

42446489_1887582731328624_5524804178750210048_n

42460464_1887584407995123_5267851944881291264_n

42462521_1887579984662232_1027022243495936000_n

42471928_1887580871328810_9181850797002981376_n

42482642_1887578254662405_1809756677159780352_n

42492753_1887580521328845_4121822269351657472_n

42498223_1887583851328512_8824564854334423040_n

42505259_1887579711328926_7734835207848591360_n

42507544_1887584287995135_7243037512308883456_n

42566734_1887578887995675_5906074773577793536_n

42568598_1887583311328566_7450531544201953280_n

42576443_1887583307995233_2618430681771933696_n

42591598_1887582931328604_1006648417587298304_n

42638690_1887584067995157_6146504208129458176_n

Cortejo Etnográfico 2018

IBERDROLA PÕE CABECEIRENSES A CAMINHAR

Caminhada Glow junta mais de 600 caminheiros

Mais de 600 pessoas participaram sexta-feira à noite na Caminhada Glow, um evento organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, produzido pelo Projeto Raízes e patrocinado pela IBERDROLA.

Caminhada Glow (2)

A animada e muito divertida noite de caminhada e muito divertida teve início nos Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Durante o percurso, os caminheiros passaram pelo Parque do Mosteiro, Parque Urbano, Parque Florestal, Vinha de Mouros, entre outros locais emblemáticos do centro desta vila de Cabeceiras de Basto. Uma entusiasmada caminhada que proporcionou a todos os participantes momentos de grande animação, num passeio noturno diferente e muito colorido.

Equipados a rigor com pulseiras multicor, fios, fitas, óculos e luzes UV e com o rosto pintado (body paint neon), os caminheiros emprestaram um brilho especial às principais ruas da vila Cabeceirense.

A IBERDROLA apoiou esta iniciativa, reforçando assim o seu compromisso social através do apoio a ações que aproximam a população de Cabeceiras de Basto a um estilo de vida dinâmico e saudável. De notar que a IBERDROLA é a empresa que está a desenvolver o Sistema Eletroprodutor do Tâmega, um dos maiores projetos hidroelétricos a nível europeu nos últimos 25 anos.

A Caminhada Glow inseriu-se, pelo segundo ano consecutivo, no programa da Feira e Festas de S. Miguel 2018, certame que encerra no dia 30 de setembro.

Caminhada Glow (1)

CABECEIRAS DE BASTO LEVA À CENA PEÇA TEATRAL QUE EVOCA TRAGÉDIA OCORRIDA NO ANO PASSADO NO CENTRO DO PAÍS

Teatro junta mais de 600 pessoas nos Claustros do Mosteiro

Mais de 600 pessoas assistiram ontem à noite, 19 de setembro, à grande produção teatral ‘Aquilo que arde em nós’, mais um magnífico espetáculo produzido pelo CTCMCB – Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

CTCMCB - Aquilo que arde em nós - S. Miguel (19-08-2018) (1)

O evento que assinalou a pré-abertura da Feira e Festas de S. Miguel decorreu nos magníficos Claustros do Mosteiro e foi seguido de uma pequena sessão de fogo-de-artifício.

Assistiram à encenação teatral o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, vereadores, presidentes de Junta de Freguesia, entre outros autarcas e público em geral.

A peça intitulada ‘Aquilo que arde em nós’ que levou ao palco dezenas de atores, figurantes e outros participantes é “uma construção poética das chamas enquanto paixão, enquanto vida, vingança, alegria e dor”. Uma história carregada de símbolos de um Portugal que ardeu tragicamente em 2017.

Esta iniciativa contou com o apoio da IBERDROLA, empresa que volta, assim, a assumir o seu compromisso social, através do apoio a atividades capazes de motivar a aproximação da população à Cultura, dinamizando toda região, especialmente o município de Cabeceiras de Basto.

Recorde-se que a Iberdrola é a empresa que está a desenvolver o Sistema Eletroprodutor do Tâmega, um dos maiores projetos hidroelétricos levados a cabo na Europa nos últimos 25 anos, patrocinando este evento que decorreu ontem à noite nos Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

O Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto continua a surpreender e a cativar grande número de espetadores, o que faz deste projeto um projeto de sucesso no nosso concelho.

Foi desta brilhante forma, com uma extraordinária participação popular, que arrancaram as Festas do Concelho 2018 que se prolongam até ao dia 30 de setembro em Cabeceiras de Basto, com um programa vasto e muito diversificado, capaz de atrair todos os públicos, desde as crianças ao seniores, passando pelos jovens e adultos.

CTCMCB - Aquilo que arde em nós - S. Miguel (19-08-2018) (2)

CTCMCB - Aquilo que arde em nós - S. Miguel (19-08-2018) (3)

CTCMCB - Aquilo que arde em nós - S. Miguel (19-08-2018) (4)

CTCMCB - Aquilo que arde em nós - S. Miguel (19-08-2018) (5)

CABECEIRAS DE BASTO INAUGURA FESTAS DE S. MIGUEL

Feira e Festas de S. Miguel arrancaram com grande animação

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado da representante do presidente da Assembleia Municipal, de vereadores e presidentes de Juntas de Freguesia e outros autarcas, procedeu esta manhã, dia 20 de setembro, à abertura do Portal da Feira de S. Miguel.

Feira e Festas de S. Miguel arrancaram com grande animação (2)

A abertura do portal da feira é a recriação de uma antiga tradição, onde minhotos e transmontanos chegavam com os produtos da terra nesta época de colheitas para os comercializarem. Hoje, um grupo de pessoas trajadas à moda antiga reconstituiu essa tradição, trazendo à feira a animação própria da venda e troca desses mesmos produtos.

Feira e Festas de S. Miguel arrancaram com grande animação (1)

Participaram nesta iniciativa, emprestando um colorido especial à festa, a Associação Arborada, o Grupo de Bombos Jovens de Basto, tocadores de concertinas e utentes dos Espaços de Convívio e Lazer do concelho.

Junto ao Monumento ao Agricultor os populares dançaram ao som dos bombos e das concertinas em animado convívio intergeracional.

O programa das Festas de S. Miguel prossegue esta tarde, às 15h00, com a realização dos Jogos sem Fronteiras Infantil no Parque do Mosteiro e a partir das 21h30 decorrem na Praça da República as Danças Claustrais.

As ruas engalanadas, o comércio, os divertimentos e um programa de animação diversificado, onde a tradição se cruza com a modernidade, são, durante os próximos onze dias fatores de atração para os milhares de visitantes que se esperam nesta edição 2018 da Feira e Festas de S. Miguel.

Feira e Festas de S. Miguel arrancaram com grande animação (3)

CABECEIRAS DE BASTO LEVA TEATRO ÀS FESTAS DE S. MIGUEL

Grande produção teatral assinala hoje a pré-abertura da Feira e Festas de S. Miguel

O CTCMCB – Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto volta a surpreender o público esta noite, 19 de setembro, com a grande produção ‘Aquilo que arde em nós’, “uma construção poética das chamas enquanto paixão, enquanto vida, vingança, alegria e dor”. Esta história é também uma obra forte, carregada de símbolos de um Portugal que ardeu tragicamente em 2017. “É uma prova de amor através do fogo”.

CTCMCB - Aquilo que arde em nós (1)

De acordo com a sinopse, o espetáculo inspirou-se nas diversas formas que o fogo pode assumir nas nossas vidas. “É verão, e na Aldeia todos comemoram o São Pedro. Guida é a filha do meio de um pai muito severo. A chegada de Edgar, um rapaz de Viana do Castelo, acende algo dentro das raparigas, especialmente dentro dela. Mas o fogo da raiva parece crescer em Augusto, que também a deseja. Tudo parece arder. Tudo é festa. Tudo é tragédia. Tudo é coragem”.

O emocionante espetáculo que conta com o apoio da IBERDROLA assinala esta noite, a partir das 21h30, a pré-abertura da Feira e Festas de S. Miguel nos magníficos Claustros do Mosteiro, seguido de uma sessão de fogo-de-artifício.

São esperadas esta noite largas centenas de pessoas para assistir a mais uma brilhante peça de teatro produzida pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que continua, assim, a promover a cultura ao seu melhor nível em Cabeceiras de Basto, cativando e fidelizando o público que acarinha este projeto de sucesso no nosso concelho.

CABECEIRAS DE BASTO AVANÇA COM SANEAMENTO BÁSICO

Executivo Municipal ratificou a adjudicação de três grandes obras de saneamento. Forte aposta na melhoria da qualidade ambiental

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou por unanimidade na sua última reunião, do dia 14 de setembro, adjudicar três concursos públicos para obras de saneamento em Chacim, Sra. de Fátima e Outeiro, em Alvite e Faia e, ainda, em Pena Redonda, Outeiro, obras estas comparticipadas por Fundos Europeus no âmbito do POSEUR (Ciclo Urbano de Água), cujo investimento total atinge cerca de 1,3 milhões de euros. Aprovou igualmente, por unanimidade, as cláusulas contratuais do empréstimo de médio e longo prazo, até ao montante de 220.152,47 euros, por 15 anos, para financiamento destas mesmas obras de saneamento.

Cabeceiras de Basto - Vista Aérea

Por unanimidade, o Executivo Cabeceirense aprovou a atribuição de apoios financeiros a seis coletividades/instituições locais no montante de 22.050,00 euros, verba destinada a custar obras de beneficiação e a apoiar os planos de desenvolvimento cultural, social, desportivo e recreativo a implementar no Município. Para o efeito, foram celebrados protocolos com o Lions Clube de Cabeceiras de Basto; o Rancho Folclórico de S. João Baptista de Cavez; a Fábrica da Igreja Paroquial de S. Tiago da Faia; o Clube de Ténis de S. Miguel de Refojos; a Associação Nacional de Desporto para Desenvolvimento Intelectual – Portugal (ANDDI – Portugal); a Associação Clave de Basto.

Deliberou, ainda, submeter à Assembleia Municipal um apoio financeiro de 100 mil euros à freguesia de Alvite e Passos para apoiar a instalação do relvado sintético no campo de jogos Cunha Reis.

Foi igualmente aprovada, por unanimidade, a deslocalização da Feira Semanal decorrente da requalificação do Campo do Seco e vias envolventes para a Praça Arcipreste Francisco Xavier de Almeida Barreto, junto ao Mercado Municipal, local onde a feira será instalada durante o período em que decorrem as obras de beneficiação daquele espaço que se prevê que seja de um ano.

No âmbito do apoio escolar, foram aprovadas, por unanimidade, a listagem definitiva da atribuição de Bolsas de Estudo aos alunos do Ensino Superior – Ano Letivo 2016/2017, bem como a atribuição de Auxílios Económicos para o Pré-escolar e 1º Ciclo – Ano letivo 2018/2019.

No decurso desta última reunião do Executivo Cabeceirense foi também aprovado, por unanimidade, o pedido de apoio financeiro da Probasto – Associação de Desenvolvimento Rural de Basto, no montante de 16.500 euros.

O Executivo Municipal aprovou, por unanimidade, um protocolo a celebrar entre esta Câmara Municipal e a Iberdrola. O presente protocolo celebrado no seguimento do protocolo assinado entre o Município de Cabeceiras de Basto, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e os Bombeiros Cabeceirenses, em maio último, visa assegurar em permanência a intervenção de socorro em ocorrências no âmbito da proteção civil, bem como financiar a aquisição de equipamentos que garantam a segurança no decurso da obra de construção da Barragem de Daivões.

Foi igualmente aprovada, por unanimidade, a proposta de abandono do Município de Cabeceiras de Basto da Associação dos Concelhos e Municípios Ribeirinhos do Rio Tâmega – A.M.R.T., associação criada em 1993 mas que nunca desenvolveu qualquer atividade. A proposta será, agora, submetida à Assembleia Municipal para deliberação.

Com sete votos a favor foi aprovado um voto de pesar pelo falecimento de Porfírio de Sousa Teixeira Canário, antigo presidente da Junta de Freguesia de Pedraça no período entre 1975 e 1993.

Durante a última reunião foram ainda atribuídos mais quatro apoios de incentivo à natalidade no montante de 2.000 euros. Com este incentivo, a Câmara Municipal pretende promover estímulos específicos que conduzam, por um lado, ao aumento da natalidade e, por outro, à melhoria das condições de vida das famílias residentes no Município.

De entre outros assuntos, foram aprovados dois pedidos de cedência de transporte da Mútua de Basto/Norte e do Rancho Folclórico ‘As Lavradeiras da Vila de Cavez’; um pedido do Agrupamento e Escolas de Cabeceiras de Basto para a cedência das instalações do Auditório da Casa da Juventude. Foi ainda declarada a caducidade de dois processos de licenciamento de obras e aprovado um pedido de isenção de taxas para a frequência de um munícipe na Piscina Municipal do Arco de Baúlhe.

No decurso desta última reunião do Executivo Municipal foram rejeitadas duas propostas do IPC – Independentes por Cabeceiras, uma sobre a Fixação de taxas de Derrama, IRS, IMI e dedução fixa de IMI para agregados com dependentes a cargo – ano de 2019 e uma outra sobre a minoração de 30% da taxa de IMI para as freguesias mais montanhosas e afetadas pela desertificação e isenção de IMI e de redução de IMT para as freguesias afetadas pela construção da barragem de Daivões – para o ano de 2019.

O IPC considera que com tais propostas “aliadas a outras políticas se poderá viver melhor na nossa terra e criar condições favoráveis para as gerações vindouras”.

O presidente da Câmara e os vereadores do PS rejeitaram as propostas, votando contra por considerarem que as propostas do IPC “provocam a desigualdade entre os munícipes”. Os votos contra do PS são, assim, assumidos pelos Socialistas, na sua declaração de voto, como votos “a favor da igualdade de todos os Cabeceirenses; da defesa da autonomia da capacidade de atuação da Câmara Municipal; da defesa da boa imagem e dos interesses do Município; e da ética e seriedade na política e na democracia”.

CABECEIRAS DE BASTO FESTEJA A S. MIGUEL

Cabeceiras de Basto vive doze dias de Feira e Festas de S. Miguel

O concelho de Cabeceiras de Basto prepara-se para mais uma edição da Feira e Festas de S. Miguel, certame que arranca quarta-feira, dia 19 de setembro, naquela que é a pré-abertura das Festas e que ficará marcada pela exibição do espetáculo de teatro ‘Aquilo que arde em nós’ protagonizado pelo CTCMCB – Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto. O programa das Festas estende-se até ao dia 30 de setembro.

AF_Cartaz_Programação_Festas de SMiguel

Em época de colheitas agrícolas, esta feira secular que também é festa, mostra aquilo que de melhor se produz na região e dá a conhecer as tradições mais genuínas, de que se destacam a desfolhada tradicional, as corridas de cavalos, o concurso pecuário, as chegas de bois, a garraiada, entre outras, que atraem até ao nosso concelho muitos milhares de visitantes.

O cortejo etnográfico, a ronda das concertinas, o encontro de bombos e gigantones e a Agrobasto, a par da Grandiosa Procissão em Honra de S. Miguel e da Sessão Solene do Dia do Município que se celebra a 29 de setembro, dia de feriado municipal, são pontos altos do programa festivo.

De salientar, a este propósito, que a Agrobasto 2018 será inaugurada no dia 27 de setembro, às 17h00, pelo Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Eng. Miguel Freitas.

No Dia do Município, 29 de setembro, às 9h30, contaremos, durante a Sessão Solene, com a presença do Presidente da Assembleia da República, Dr. Eduardo Ferro Rodrigues.

Durante as Festas em Honra de S. Miguel, Cabeceiras de Basto receberá, também, uma delegação de Sury-le-Comtal, localidade francesa da região de Lyon geminada com Cabeceiras de Basto desde 2014.

No panorama musical, o destaque deste ano vai para a atuação dos Dj’s KARETUS no dia 21, a partir das 00h30, na Praça da República e ainda para a atuação dos cantores Fernando Daniel e Victor Rodrigues nos dias 22 e 28 de setembro, respetivamente, a partir das 23h00, no Parque do Mosteiro.

No dia 26 de setembro, a partir das 22h00, o Parque do Mosteiro é palco para a atuação da Reprise da Escola de Mafra do Exército Português, uma iniciativa que primará pela elegância e destreza de cavaleiro e cavalo.

A par dos grupos que lideram o cartaz 2018, a Feira e Festas de S. Miguel ficará, ainda, marcada pela atuação da Banda Cabeceirense, Banda da Malta e Banda Sabor.

A ‘Caminhada Glow’ – uma produção do Projeto Raízes com o apoio da Iberdrola – realiza-se no dia 21 de setembro, a partir das 21h30.

A Praça República recebe na noite de 20 de setembro as Danças Claustrais, uma iniciativa inserida no programa cultural Mosteiro de Emoções e ainda a iniciativa ‘Cabeceiras sem parar’ na qual participam academias, clubes, companhias, ginásios e escolas de dança e patinagem de Cabeceiras de Basto.

Do vasto programa que animará estas Festas do Concelho, destaque, ainda, para a participação das freguesias no Cortejo Etnográfico, este ano subordinado ao tema ‘A música da minha Terra’. A freguesia de Abadim apresentará no cortejo ‘As cantigas da desfolhada’; a União de Freguesias de Alvite e Passos os ‘Altifalantes Salsinha’, a União de Freguesias do Arco de Baúlhe e Vila Nune as ‘Novenas da Sra. dos Remédios’; Bucos integrará o cortejo com o ‘Grupo das Capuchas’; Cabeceiras de Basto apresentará o ‘Bailarico na Aldeia’; a Faia trará a ‘Música e vinho nas encostas da Faia’; a União de Freguesias de Gondiães e Vilar de Cunhas o ‘Serrar a velha’; Pedraça as ‘Cantigas da Segada’; a União de Freguesias de Refojos, Outeiro e Painzela o ‘Rancho da Cambada’; e Riodouro apresentará ‘As serenatas’ e ‘ Os cantares da levada da aldeia’. 

De referir que as freguesias de Cavez e de Basto decidiram não participar no Cortejo Etnográfico 2018.

Inúmeras são também as atuações da ‘prata da casa’, desde os grupos de bombos e Zés Pereiras, aos cantadores ao desafio, passando pelos grupos de tocadores de cavaquinho e concertina, jogo do pau, entre outros.

As ruas engalanadas, o comércio, os divertimentos e um programa de animação diversificado, onde a tradição se cruza com a modernidade, serão assim, durante 12 dias fatores de atração para os milhares de visitantes que se esperam nesta edição 2018 da Feira e Festas de S. Miguel.

CABECEIRAS DE BASTO REABILITA IGREJA DO MOSTEIRO DE S. MIGUEL DE REFOJOS

Fachada principal e torres da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos reabilitadas

Arrancaram na semana passada as obras de beneficiação da fachada principal e das torres sineiras da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, uma intervenção que inclui também o arranjo do adro, bem como a instalação de um sistema eletrostático de afastamento de aves que tem como objetivo primordial desenvolver uma intervenção completa de proteção e salvaguarda do património edificado, assegurando a sua preservação, presente e futura.

Fachada principal e torres da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos (1)

Esta obra de intervenção nas fachadas e torres – à semelhança dos trabalhos de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro que estão em fase final de conclusão – resulta de uma candidatura aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020) que prevê igualmente a reabilitação do espaço onde antigamente funcionou a livraria, o desassoreamento da Ribeira de Penoutas que visa baixar o nível freático na envolvente ao Mosteiro, bem como a execução do coletor pluvial na Rua Dr. Francisco Botelho (envolvente ao Mosteiro), a criação do percurso de visitação do Mosteiro, entre outras.

Esta mesma candidatura designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’ prevê, ainda, estudos diversos sobre patologias e outros problemas estruturais que afetam o imóvel, sobre a antiga Botica e sobre o sistema hidráulico do Mosteiro para a melhoria do conhecimento científico e histórico deste bem.

De salientar que a obra é cofinanciada no âmbito do Aviso Norte-04-2114-FEDER-000132 do Programa NORTE2020.

A defesa deste património é uma responsabilidade coletiva e apesar da igreja, parte do Mosteiro, ser património do Estado, a Câmara Municipal assume esta responsabilidade de zelar pela conservação deste imóvel que consideramos um bem único, de caráter excecional, património histórico-cultural de excelência e que tanto diz aos Cabeceirenses.

Fachada principal e torres da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos (2)