Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CABECEIRAS DE BASTO LEVOU AO PORTO OS MELHORES DOS SEUS PALADARES

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais e da sua gastronomia

Os melhores sabores de Cabeceiras de Basto, com especial ênfase para a tradição gastronómica beneditina, estiveram ontem, dia 17 de abril, em destaque na Loja de Turismo ‘Porto Welcome Center’, onde se reuniram renomados Chefs, com realce para o Chef António Loureiro, recentemente galardoado com uma estrela Michelin, presenças que muito honraram o Município Cabeceirense.

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais (1).JPG

O evento contou com a presença do vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Dr. Inácio Ribeiro, bem como do vice-presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. Mário Machado, e da vereadora do Turismo e da Cultura, Dra. Carla Lousada, investigadores e historiadores, técnicos do Município, professores e estudantes do ISCET, convidados e público em geral.

Associaram-se, ainda, ao evento os Chefs António Loureiro e António Costa, a especialista em gastronomia conventual, Dra. Anabela Ramos, a investigadora Dra. Arminda Costa, bem como os investigadores e também chefs Paulo Castro e Teresa Mendes.

Nesta ação promocional da ‘Mesa de Cabeceiras’ no Porto estiveram em destaque os vinhos verdes de Basto, os licores, cavacas e rosquilhos, produtos de fumeiro, mel, entre outros, assim como produtos do receituário beneditino como o perrexil, o arroz doce, a marmelada, a compota de flor de laranjeira, entre outros.

Na oportunidade, o vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Dr. Inácio Ribeiro, elogiando “a forma abnegada com que trabalham os produtores locais” e desafiando-os a continuar a trabalhar em nome da qualidade dos seus produtos, disse que o Turismo do Porto e Norte “tem as suas portas abertas” para os Municípios promoverem aquilo que de melhor fazem. “Temos, ainda, o desafio de fazer com que todos aqueles que nos visitam (lojas de turismo) possam percorrer todo o nosso território”, salientou Inácio Ribeiro.

Coube à vereadora do Turismo e da Cultura, Dra. Carla Lousada, cumprimentar e agradecer a todos “por se juntarem a nós neste momento, tão especial, que pretende dar a conhecer Cabeceiras de Basto, numa das suas vertentes mais emblemáticas – a gastronomia”. E sublinhou: “estou certa de que a vossa presença em muito nos ajudará a promover o que de melhor temos para oferecer aos turistas, cativando e despertando a curiosidade de novos públicos”.

Os Chefs presentes agradeceram o convite, elogiaram a iniciativa – oportunidade para tomarem contacto mais próximo com os produtos de excelência de Cabeceiras de Basto – assumindo-se, igualmente, como defensores da boa gastronomia tradicional portuguesa.

Todos os produtores locais presentes neste evento falaram sobre as especificidades dos seus produtos, dando a conhecê-los um pouco melhor, bem como a origem dos mesmos.

A ‘Mesa de Cabeceiras’ que se estende até ao próximo mês de junho é um evento de degustação e exaltação da carne cabeceirense, onde os chefs convidados trabalharão três tipos de carne: barrosã, maronesa e minhota. No total, serão três os momentos em que profissionais e dirigentes de turismo, críticos gastronómicos, empresários de restauração e hotelaria, comunicação social e influencers, se sentarão à ‘Mesa de Cabeceiras’.

Esta experiência de contacto com produtos endógenos das terras de Basto será combinada com as influências dos saberes e sabores beneditinos e com a criatividade dos Chefs convidados para o evento. Carnes, vinhos, ervas condimentares, compotas, mel e licores, partilharão, nos dois próximos meses, a mesa de três espaços distintos em Guimarães, Braga e Porto, onde será promovida a gastronomia Cabeceirense pela ‘mão’ dos Chefs António Loureiro, Paula Peliteiro e António Costa.

A iniciativa visa a promoção dos melhores sabores Cabeceirenses, bem como a afirmação de Cabeceiras de Basto como destino gastronómico pela qualidade dos seus produtos endógenos.

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais (2).JPG

MUSEU DAS TERRAS DE BASTO CELEBROU "DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS"

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, através do Museu das Terras de Basto, associou-se ontem, dia 17 de abril, à comemoração do ‘Dia Internacional dos Monumentos e Sítios’ que se celebra hoje promovido pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC), em colaboração com a ICOMOS Portrugal.

Museu das Terras de Basto celebrou ‘Dia Internacional dos Monumentos e Sítios’ (1).jpg

A vereadora da Cultura, Dra. Carla Lousada, e o presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Prof. Luís Santos, associaram-se à iniciativa.

Sob o tema ‘Património e Paisagem Rural’ e com a participação do projeto Férias Solidárias da Associação de Pais, bem como do Curso de Formação ‘Capacitar para a Inclusão’, realizou-se uma visita à exposição do linho, patente no Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe, seguida de uma caminhada pela Ecopista. As crianças tiveram, ainda, oportunidade de desenvolver atividades relacionadas com a temática do linho.

Esta ação pretendeu sensibilizar os participantes, em particular, e a população, em geral, para a importância da preservação do património cultural material e imaterial.

Cabeceiras de Basto tem uma oferta diversificada e muito rica, com destaque para o património edificado e imaterial com imponentes monumentos e magníficas paisagens que regalam o olhar e confortam a alma. Realçamos, a este propósito, o Museu das Terras de Basto, no Arco de Baúlhe, bem como o Nosso Mosteiro, o Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Mosteiro Beneditino, ex-líbris do concelho de Cabeceiras de Basto – um bem cultural classificado de interesse público.

Museu das Terras de Basto celebrou ‘Dia Internacional dos Monumentos e Sítios’ (2).jpg

BASTOEMPREENDE PARTICIPOU NA 16ª EDIÇÃO DA FEIRA NANTERRA

Uma iniciativa que contou com o apoio do Município de Cabeceiras de Basto

A BASTOEMPREENDE - Núcleo Associativo de Empresas participou, com o projeto GoBasto, na 16ª Feira de Nanterre, uma iniciativa que decorreu entre os dias 12, 13 e 14 de Abril e que contou com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

5863aa61-9e2f-4bad-959a-4d5c18e07d3b.jpeg

Este projeto pretende promover internacionalmente as empresas da Região de Basto, dando a conhecer as suas especificidades endógenas, assim com a sua diferenciação competitiva, especialmente nos setores agroalimentar e turismo.

De acordo com o Presidente da Direção da Basto Empreende, Joaquim Barreto, “a internacionalização é um dos vectores primordiais da dinâmica empresarial, funcionando como garantia de sucesso e sustentabilidade. Neste enquadramento, a Basto Empreende tem dinamizado diversas ações em prol do enaltecimento da região de Basto e, em concreto, das suas empresas. A promoção de contactos além-fronteiras, nomeadamente através da participação neste tipo de eventos, releva-se de suma importância”.

O projeto GoBasto conta “com a participação de uma equipa multidisciplinar, empenhada em promover o território empresarial, diminuindo as assimetrias regionais, pelo impacto positivo que o mesmo irá representar nas exportações e visibilidade do território”, referiu Pedro Sousa, Vice-presidente da BASTOEMPREENDE. Pedro Sousa terminou referindo que “foram vários os produtos promovidos, em concreto compotas, licores, vinho, mel, artesanato, linho e fumeiros da região. Apraz-me referir que os nossos produtos foram muito apreciados pelos visitantes. De facto, a região de Basto prima pela qualidade dos seus produtos”.

A iniciativa em questão é apoiada pela CCDR-N e financiada pelo Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

IMG_0657.jpeg

PROJETO GoBasto PARTICIPOU NA 4ª EDIÇÃO DO PORTUGAL OPEN DAY, NA SUÍÇA

O Projeto Go Basto, promovido pela Basto Empreende, participou na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça, um evento que decorreu no passado fim de semana e que contou com a participação, entre outros, da Associação de Apoio à Comunidade Portuguesa (AACP).

7dd9a350-900b-45a6-b9d4-e062b1538025.jpeg

Esta iniciativa, organizada pela APSV Portuguesa (Associação de Pais de Estudantes da Escola Portuguesa da Região de Sierre e Valais), teve como objetivo promover a cultura portuguesa, em diferentes esferas. Neste âmbito, o Projeto Go Basto participou, dando a conhecer à comunidade portuguesa radicada na Suíça e à população Suíça, as potencialidades da região de Basto, sobretudo do ponto de vista empresarial.

De acordo com o Presidente da Direção da Basto Empreende, Joaquim Barreto, “a participação da Região de Basto neste evento teve um impacto positivo, pois permitiu promover estas Terras além-fronteiras, concretamente as empresas associadas da Basto Empreende, que operam em diversos setores da actividade económica”.

A iniciativa contou, para além da equipa técnica, com a presença do Presidente da Direção da Basto Empreende, Joaquim Barreto e do Vice-Presidente, Pedro Sousa.

O projeto “Go Basto” (que conta com o apoio da CCDR-N, do Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia) pretende assim, conferir às empresas da região de Basto uma vantagem competitiva, através do fomento da conetividade com a Europa.

IMG_1271.jpeg

IMG_1273.jpeg

IMG_1274.jpeg

IMG_1283.jpeg

CABECEIRAS DE BASTO: BARRAGEM DO FRIDÃO NÃO AVANÇA!

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto entende positivo o fim do impasse

O Programa Nacional de Barragens de Elevado Potencial Hidroelétrico (PNBEPH) aprovado pelo Governo Português, em 7 de dezembro de 2007, tinha como objetivo aproveitar o potencial hidroelétrico nacional, mediante a implantação de novos aproveitamentos hidroelétricos, nomeadamente o Aproveitamento Hidroelétrico do Fridão, barragem que afetava o território dos concelhos de Amarante, Celorico de Basto, Mondim de Basto, Cabeceiras de Basto e Ribeira de Pena.

A execução do PNBEPH teve início com o lançamento de concursos públicos para a atribuição das concessões da conceção, construção e exploração de 10 aproveitamentos em Portugal e, em 17 de dezembro de 2008, foi celebrado o contrato de adjudicação da concessão do Domínio Hídrico do Aproveitamento Hidroelétrico do Fridão, entre o Estado Português e a EDP – Produção.

Seguiram-se anos de negociações no sentido de se definirem e acertarem as medidas de compensação socioeconómica a conceder a cada um dos municípios afetados. Houve avanços e recuos vários e, quando Cabeceiras de Basto e a EDP haviam chegado a uma plataforma de entendimento quanto às referidas compensações, surgiram notícias da perda de interesse por parte da EDP-Produção em avançar com a construção do Aproveitamento Hidroelétrico do Fridão.

Por via da reavaliação do Plano Nacional de Barragens, o Governo Português, em 18 de abril de 2016, decidiu adiar o projeto do Aproveitamento Hidroelétrico do Fridão pelo período de três anos.

Hoje, dia 16 de abril, quando estamos prestes a atingir o fim do período de adiamento do projeto, o Ministro do Ambiente anunciou que a Barragem de Fridão não será construída.

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que nunca se opôs à construção da barragem, mas que também nunca tomou qualquer posição de favor quanto à mesma, aceitando apenas a decisão do governo português de promover o melhor aproveitamento dos recursos naturais, como a água para a produção de energia, vê como muito positivo o fim do impasse que durava há vários anos.

"MESA DE CABECEIRAS" É APRESENTADA AMANHÃ NO PORTO

Iniciativa integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ é apresentada no Porto Welcome Center

É apresentada amanhã, dia 17 de abril, pelas 16h00, no Porto Welcome Center (sito na Praça de Almeida Garrett 27, Porto), a iniciativa ‘Mesa de Cabeceiras’, ação promocional que contará com a presença do vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Inácio Ribeiro. Marcarão, igualmente, presença no evento o vice-presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Mário Machado, e a vereadora do Turismo e da Cultura, Carla Lousada.

Mesa de Cabeceiras - TPNP - Apresentação (17-04-2019).png

Os renomados Chefs António Loureiro, Paula Peliteiro e António Costa estarão, também, presentes nesta apresentação pública da ‘Mesa de Cabeceiras’ que incluirá uma degustação de produtos locais e também de tradição gastronómica beneditina. Neste âmbito contaremos, igualmente, com a presença dos chefs Paulo Castro e Teresa Mendes. A especialista em gastronomia conventual, Anabela Ramos, dará também a conhecer algumas especificidades dos sabores beneditinos, assim como a investigadora Arminda Costa.

Esta experiência de contacto com produtos endógenos das terras de Basto será combinada com as influências dos saberes e sabores beneditinos e com a criatividade dos Chefs convidados para o evento. No total, serão três os momentos distintos em que profissionais e dirigentes de turismo, críticos gastronómicos, empresários de restauração e hotelaria, comunicação social e influencers, se sentarão à ‘Mesa de Cabeceiras’. Carnes, vinhos, ervas condimentares, compotas, mel e licores, partilharão, nos próximos meses, a mesa de três espaços distintos em Guimarães, Braga e Porto, onde será promovida a gastronomia Cabeceirense pela ‘mão’ dos Chefs António Loureiro, recentemente galardoado com uma estrela Michelin, Paula Peliteiro e António Costa.

A Mesa de Cabeceiras é um evento de degustação e exaltação da carne cabeceirense, onde os chefs convidados trabalharão três tipos de carne: barrosã, maronesa e minhota.

A iniciativa visa a promoção dos melhores sabores Cabeceirenses, bem como a afirmação de Cabeceiras de Basto como destino gastronómico pela qualidade dos seus produtos endógenos.

ESCRITORA CABECEIRENSE FERNANDA CARNEIRO CONTA HISTÓRIAS "NAS MARGENS DO TEMPO!

Fernanda Carneiro lançou quinta obra ‘Nas Margens do Tempo’

Foi apresentado no passado sábado, dia 13 de abril, o livro ‘ Mas Margens do Tempo’ da autora Cabeceirense, Fernanda Carneiro, iniciativa na qual esteve presente o vice-presidente da Câmara, Dr. Mário Machado, em representação do edil de Cabeceiras de Basto.

Fernanda Carneiro lançou quinta obra ‘Nas Margens do Tempo’.JPG

O evento que lotou o auditório da Casa do Tempo contou, ainda, com a presença da vereadora da Cultura, Dra. Carla Lousada, da 1.ª Secretária da Assembleia Municipal, Dra. Paula Gonçalves, em representação do presidente daquele órgão, do deputado da Assembleia Municipal, Dr. Domingos Machado que apresentou a obra, presidentes de Juntas de Freguesia, entre outros autarcas do Município e das freguesias, Teresa Macedo da Editora Labirinto, entre muitos familiares e amigos da autora.

A quinta obra de Fernanda Carneiro, ‘Nas Margens do Tempo’, desdobra-se em vários capítulos, crónicas onde estão sempre presentes fragmentos de vida, registos do quotidiano, tradições, pessoas e lugares cuja existência, maioritariamente, se cruzam com a própria existência da autora.

Agradecendo à autora “por todo o trabalho desenvolvido em prol da memória dos Cabeceirenses”, Mário Machado elogiou a capacidade e força de vontade de Fernanda Carneiro, pessoa que considerou como “mulher do povo e de convicções fortes”.

Nas palavras da Fernanda Carneiro, “este livro que é uma homenagem a muitos Cabeceirenses” que trabalharam em prol do desenvolvimento do concelho.

Considerada uma “mulher dinâmica, determinada e autêntica”, Fernanda Carneiro tem assumido, ao longo dos anos, um papel importante na promoção cultural concelhia, registando as memórias de um povo, o seu povo, os Cabeceirenses.

Coube ao Dr. Domingos Machado apresentar esta obra, descrevendo igualmente a autora que qualificou como “um exemplo de simplicidade e autenticidade, uma mulher da Liberdade que escreve com muito sentimento”.

O presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, deixou à autora uma mensagem de congratulação pela sua quinta obra, palavras que foram lidas pela 1.ª Secretária, Paula Gonçalves. Joaquim Barreto felicitou e incentivou Fernanda Carneiro “a continuar a redigir” as suas crónicas com “alma e coração”, referindo que “este livro reflete o orgulho de ser Cabeceirense”.

Com a edição de mais este livro, Cabeceiras de Basto “fica mais rico, já que é mais um importante testemunho para a história local e eu, enquanto Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, registo aqui, e para memória futura, as minhas palavras de apreço e gratidão”, lê-se no prefácio escrito por Francisco Alves, presidente da Câmara.

CABECEIRAS DE BASTO REVÊ PDM

PDM de Cabeceiras de Basto em revisão

Decorre até ao dia 6 de maio o prazo de constituição de interessados para formular sugestões bem como apresentar informações sobre quaisquer questões que possam ser consideradas no âmbito do procedimento de Revisão do Plano Diretor Municipal de Cabeceiras de Basto.

PDM Cabeeiras de Basto - revisão.jpg

Todas as sugestões deverão ser apresentadas, por escrito, ao presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, utilizando para o efeito o impresso próprio que pode ser obtido no Serviço de Atendimento Único na Câmara Municipal ou na página da internet (http://www.cabeceirasdebasto.pt).

Os interessados poderão consultar os documentos aprovados na página da internet (http://www.cabeceirasdebast.pt) ou no Serviço de Atendimento Único da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, durante as horas normais de expediente.

A revisão do Plano Diretor Municipal de Cabeceiras de Basto surge da determinação da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto em operacionalizar e ajustar as estratégias de ordenamento do território concelhio e, consequentemente, dos respetivos Instrumentos de Gestão Territorial (IGT) ao quadro legislativo vigente, ao desenvolvimento socioeconómico e às previsíveis orientações de crescimento e estruturação decorrentes do quadro económico atualmente ativo.

De salientar que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, em reunião de 22 março de 2019, deliberou, por unanimidade, iniciar o procedimento de Revisão do Plano Diretor Municipal de Cabeceiras de Basto adaptando-o aos novos conceitos de solo urbano e solo rústico introduzidos pela Lei de Bases Gerais da Política Pública de Solos, de Ordenamento do Território e de Urbanismo, Lei n.º 31/2014, de 30 de maio e concretizados no Regime Jurídico dos Instrumentos de Gestão Territorial, aprovado pelo Decreto -Lei n.º 80/2015, de 14 de maio e pelo Decreto Regulamentar n.º 15/2015, de 19 de agosto, estabelecendo um prazo para conclusão do procedimento de revisão de 15 meses, terminando a 14 de julho de 2020.

PROJETO GoBasto PARTICIPA NA 4ª EDIÇÃO DO PORTUGAL OPEN DAY QUE SE REALIZA NA SUÍÇA

Projeto GoBasto participa na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça

O Projeto Go Basto, promovido pela Basto Empreende, está presente na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça. Este evento que conta com a participação, entre outros, da Associação de Apoio à Comunidade Portuguesa (AACP) iniciou hoje, dia 13 de abril, e termina dia 14.

IMG_1046.jpg

Esta iniciativa, organizada pela APSV Portuguesa (Associação de Pais de Estudantes da Escola Portuguesa da Região de Sierre e Valais), tem como objetivo promover a cultura portuguesa, em diferentes esferas. Neste âmbito, o Projeto Go Basto pretende dar a conhecer à comunidade portuguesa radicada na Suíça e à população Suíça, as potencialidades da região de Basto, sobretudo do ponto de vista empresarial.

O plano de ação do projeto Go Basto compreende 4 ações de capacitação e de apoio à internacionalização de cadeias de valor, nomeadamente: Ação 1 - Posicionamento Internacional da marca "Basto”; Ação 2 - Ciclo de sessões para a promoção de práticas de competição; Ação 3 - Comunicar e promover a Região de Basto além-fronteiras e Ação 4 - E-Basto: E‐Commerce como impulsionador da internacionalização.

De acordo com o Presidente da Direção da Basto Empreende, Joaquim Barreto, “a participação na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça resulta das conclusões do estudo «Posicionamento Internacional da marca "Basto”», sendo uma importante oportunidade para promover as Terras de Basto”. De facto, concluiu, “a competitividade das empresas depende, cada vez mais, da aposta no conhecimento, na inovação e na internacionalização, na medida em que a economia global está em permanente mutação”. Ciente desse facto, o projeto Go Basto pretende conferir às empresas da região de Basto uma vantagem competitiva, através do fomento da conetividade com a Europa.

O Projeto Go Basto conta com o apoio da CCDR-N, do Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

BASTOEMPREENDE PARTICIPA COM O PROJETO GoBasto NA 16ª EDIÇÃO DA FEIRA NANTERRE

A BASTOEMPREENDE - Núcleo Associativo de Empresas participa com o projeto GoBasto na 16ª Feira de Nanterre, uma iniciativa que inicia hoje e que termina no dia 14 de Abril.

2733a2b0-1e45-42bb-9f63-b984d02ee55c.jpg

Este projeto pretende promover internacionalmente as empresas da Região de Basto, dando a conhecer as suas especificidades endógenas, assim com a sua diferenciação competitiva, especialmente nos setores agroalimentar e turismo. O GoBasto, composto por quatro ações, conta “com a participação de uma equipa multidisciplinar, empenhada em promover o território empresarial, diminuindo as assimetrias regionais, pelo impacto positivo que o mesmo irá representar nas exportações e visibilidade do território”, referiu Pedro Sousa, Vice-presidente da BASTOEMPREENDE.

De facto, “esta iniciativa, organizada pela Associação Recreativa e Cultural dos Originários de Portugal (ARCOP), é conhecida pela Capital da Diplomacia Municipal, pelo que a presença na mesma é uma oportunidade para dar a conhecer a Região de Basto e o que de melhor temos para oferecer. Esta iniciativa conta com a presença de vários municípios, possibilitando um encontro da diáspora, num cenário de excelência, que conta com a exposição de produtos e de emblemas territoriais, essenciais à afirmação de Portugal em França”, referiu Pedro Sousa, Vice-Presidente da Basto Empreende.

Pedro Sousa terminou referindo que “é muito relevante a divulgação dos produtos da Região de Basto, na Feira de Nanterre, pois tal participação permite ao Projeto Go Basto atingir os seus objetivos, dando um contributo local e regional para a promoção do desenvolvimento económico e social daquela região”.

A iniciativa em questão é apoiada pela CCDR-N e financiada pelo Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

CABECEIRAS DE BASTO APROVA CONTAS E RELATÓRIO DE GESTÃO DE 2018

Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou por maioria as Contas e o Relatório de Gestão 2018

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto aprovou por maioria, na sua reunião de ontem, 11 de abril, a Prestação de Contas e o Relatório de Gestão referente ao ano de 2018, documentos que agora serão remetidos à Assembleia Municipal para deliberação.

Cabeceiras de Basto - vista aérea panorâmicaa.jpg

Aprovados pela maioria Socialista e com os votos contra dos vereadores do IPC, os documentos refletem pormenorizadamente a atividade desenvolvida pela Câmara Municipal no ano anterior, demonstrando que foram atingidos os objetivos a que o executivo se propôs.

O ano de 2018 ficou marcado pelo Equilíbrio Orçamental, alcançando-se uma poupança corrente de 1 milhão de euros entre as receitas correntes e as despesas correntes, acrescidas das amortizações médias.     Assistiu-se a uma redução da dívida de médio e longo prazo em 323 mil euros, menos 6,5% face a 2017, bem como à manutenção da capacidade de endividamento face à lei em vigor, o que permitiu ao Município dispor de uma margem de endividamento de 2,6 milhões de euros. Verificou-se, igualmente, um aumento do património municipal em 2,4 milhões de euros.

A Prestação de Contas e o Relatório de Gestão 2018 são bem reveladores da grande atividade levada a efeito pela edilidade Cabeceirense em todas as áreas da atividade municipal, designadamente na área cultural, educativa, social e desportiva, bem como na promoção e valorização do património e do território.

A este respeito destaca-se o apoio às famílias, com a atribuição e disponibilização de 85 incentivos à natalidade, num montante total de 42.500 euros; apoio ao Fomento da Produção Pecuária a 177 agricultores que beneficiaram do apoio que ascendeu a 16.745 euros; atribuição de 19 apoios à iniciativa empresarial e económica nas áreas Agrícola, Pecuária ou Florestal, num montante de 19 mil euros; a entrega de 31 bolsas de estudo no valor de 20.475 euros e de 46 auxílios económicos, num total de 33.810 euros; o apoio financeiro para aquisição de material escolar no montante de 2.344 euros; a entrega de 530 Cabazes de Natal, implicando um investimento de mais de 10 mil euros; a implementação do programa ‘Férias Solidárias’ nas pausas letivas de 2018 (Páscoa, Verão e Natal) para 113 alunos; atividades de animação e apoio à família (pré-escolar) e a componente de apoio à família (1º ciclo) para cerca de 227 crianças; atividades de enriquecimento curricular a todos os 552 alunos do 1º ciclo; o fornecimento de refeições às crianças do ensino pré-escolar e aos alunos do 1º ciclo, num total aproximado de 98 mil refeições/ano; e o transporte diário de cerca de 1.102 alunos de todos os níveis de ensino. Destaca-se, ainda, a conquista, em novembro de 2018, do galardão das ‘Autarquias Mais Familiarmente Responsáveis’, o que muito orgulha a Câmara Municipal.

Tendo como objetivo reforçar a autonomia das instituições, designadamente da Régie-Cooperativa Basto Vida, juntas de freguesia, associações e clubes, a Câmara Municipal disponibilizou apoios financeiros no montante de 2,3 milhões de euros àquelas entidades, parceiras do Município, o que possibilitou a viabilização de inúmeras iniciativas e obras que contribuem para a promoção da qualidade de vida da população do concelho.

O objetivo principal das Autarquias é criar condições para o bem-estar das populações e isso só se consegue executando investimentos, quer materiais quer imateriais.

A área da cultura e património ficou fortemente marcada em 2018 pelo desenvolvimento do programa Cultural Mosteiro de Emoções. No ano transato tiveram continuidade as obras de Requalificação do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, no âmbito da Candidatura ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos – Património Cultural Ímpar’ aprovada e financiada pelo programa comunitário NORTE 2020 - FEDER. Estas intervenções incluíram obras de restauro da antiga livraria beneditina, de reabilitação das coberturas da Igreja e ala nascente do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, de conservação e restauro da fachada principal da Igreja e torres sineiras, do desassoreamento e limpeza do trecho da Ribeira de Penoutas, bem como o vasto programa cultural designado de ‘Mosteiro de Emoções’. Este programa desenvolveu inúmeras atividades relacionadas com três eixos temáticos – Cultura/Artes Performativas, Gastronomia/Sabores e Saúde e Bem-Estar - destacando-se a Bienal Internacional de Flauta Transversal; o Concurso Literário Nacional – Conto Infantil de Cabeceiras de Basto; e ainda a apresentação do Livro de Atas do III Seminário Internacional que a Câmara Municipal organizou sob o tema ‘Ora et Labora em Refojos de Basto: espacialidades, materialidades, espiritualidades’, evento realizado em junho de 2017.

No setor cultural assumiu também relevo o vasto programa cultural desenvolvido pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB), bem como o concerto realizado pela Orquestra XXI, verdadeira seleção nacional de jovens músicos portugueses radicados no estrangeiro, que permitiu inscrever o nome de Cabeceiras de Basto no roteiro dos grandes eventos musicais nacionais.

No que se refere à educação, destaca-se a substituição da cobertura dos balneários do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto, a instalação de sistema de videovigilância para a EB/S de Cabeceiras de Basto, bem como a execução do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar que visa a promoção do sucesso escolar e o combate ao abandono escolar.

No setor da saúde evidencia-se a entrada em funcionamento da Unidade de Cuidados Continuados Integrados da Basto Vida com 30 camas para internamentos de média duração, congratulando-se a Câmara Municipal com o aumento das respostas na Unidade de longa duração da Santa Casa da Misericórdia de S. Miguel de Refojos que beneficiou de mais 9 camas, bem como na Unidade de Internamento Pública de Cabeceiras de Basto, gerida pelo Hospital Senhora da Oliveira de Guimarães, que viu a sua resposta aumentada em mais 11 camas de curta duração.

Ao nível das infraestruturas, destaca-se a forte aposta no abastecimento público de água, destacando-se, a este respeito, o reforço de captações, a ampliação de redes ou a construção de novas condutas, bem como a construção do reservatório de Vazelim para abastecimento de água à antiga freguesia de Gondiães.

Nos setores do saneamento e resíduos, e com financiamento comunitário, evidenciaram-se a continuação da execução de duas grandes empreitadas financiadas pelo programa comunitário POSEUR, designadamente ‘Tratamento de Águas Residuais das Freguesias de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau) e Painzela’ que resultará na ampliação da rede de saneamento, ao longo da EN 205, com ligação à ETAR de Refojos, Estação de Tratamento de Águas Residuais que será ampliada e melhorada e, como consequência, determinará a desativação e selagem da ETAR da Cumieira; e a ‘Construção de ETAR no limite das Freguesias do Arco de Baúlhe e Basto’ que prevê a ampliação da rede de saneamento, desde a rotunda da Portela de Alvite, passando por Olela, Basto, até à ETAR do Arco de Baúlhe que será integralmente substituída por uma nova e que levará à desativação e selagem das ETAR’s da Portela de Alvite e de Olela. De realçar, ainda, o início da execução de novas grandes obras de saneamento, designadamente a construção de redes de saneamento em Chacim, Senhora de Fátima e Outeiro; Alvite e Faia e, ainda, Pena Redonda, em Outeiro, igualmente financiadas pelo programa POSEUR.

Note-se, também, que ficou concluída em 2018 a empreitada de ‘Instalação de Ecopontos Subterrâneos nas três Vilas de Cabeceiras de Basto’, financiada pelo programa comunitário POSEUR, com a colocação de 34 ecopontos subterrâneos para recolha de vidro, embalagens, papel e pilhas. Associada a esta intervenção, foram ainda instalados  12 contentores subterrâneos para lixos orgânicos indiferenciados, investimento este totalmente suportado pelo Município.

Em 2018 foram inauguradas as obras de remodelação do piso térreo da ala poente dos Paços do Concelho para a instalação do novo SAU – Serviço de Atendimento Único e Espaço do Cidadão, obra financiada também pelo programa comunitário NORTE 2020 – FEDER.

Naquele ano, foi também constituída uma EIP – Equipa de Intervenção Permanente na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, assumindo a Câmara Municipal 50% das despesas de remuneração e dos respetivos encargos sociais dos elementos que compõem a equipa.

O ano de 2018 ficou, assim, marcado pela realização de um conjunto diversificado de iniciativas e obras, ações que vêm dar continuidade ao processo de desenvolvimento do concelho e que tem como principais objetivos a construção de uma sociedade mais justa e solidária, e a promoção de um concelho mais proativo, mais competitivo e mais reconhecido, desideratos que têm vindo a ser alcançados.

CABECEIRAS DE BASTO PROMOVE PREVENÇÃO DOS MAUS TRATOS NA INFÂNCIA

CPCJ de Cabeceiras de Basto dinamiza ‘Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância’ até ao final de abril

No âmbito da iniciativa ‘Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância’ que a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Cabeceiras de Basto leva a efeito durante este mês de abril, arrancam segunda-feira, dia 15, ações lúdico-pedagógicas nos equipamentos municipais.

Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância - cartaz.jpg

No total, 28 crianças e jovens desenvolverão atividades na Escola Fixa de Trânsito, nas Piscinas Municipais do Arco de Baúlhe e de Refojos de Basto, bem como no Centro Hípico de Cabeceiras de Basto.

Para além das atividades a decorrer entre os dias 15 e 18 de abril, durante todo este mês é divulgada a iniciativa ‘Abril – Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância’ através da distribuição de cartazes por todo o concelho, levando a comunidade a refletir sobre o tema.

De referir que na última semana deste mês, em todos os jardins de infância do concelho serão distribuídas t-shirts para a ‘Construção de um Laço Humano’, ação que contará com a colaboração do Centro de Teatro (CTCMCB) e do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto.

Todas as intervenções a realizar têm como principal objetivo alertar a comunidade educativa e a população em geral para a problemática dos Maus Tratos na Infância, levando-os a refletir sobre a melhor forma de o prevenir.

REGIÃO DO BASTO PROMOVE-SE NA SUIÇA

Projeto GoBasto participa na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça

O Projeto Go Basto, promovido pela Basto Empreende, irá participar na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça, um evento que decorrerá nos dias 13 e 14 de Abril e que contará com a participação, entre outros, da Associação de Apoio à Comunidade Portuguesa (AACP).

IMG_0694.jpg

Esta iniciativa, organizada pela APSV Portuguesa (Associação de Pais de Estudantes da Escola Portuguesa da Região de Sierre e Valais), tem como objetivo promover a cultura portuguesa, em diferentes esferas. Neste âmbito, o Projeto Go Basto irá participar, dando a conhecer à comunidade portuguesa radicada na Suíça e à população Suíça, as potencialidades da região de Basto, sobretudo do ponto de vista empresarial.

O plano de ação do projeto Go Basto compreende 4 ações de capacitação e de apoio à internacionalização de cadeias de valor, nomeadamente: Ação 1 - Posicionamento Internacional da marca "Basto”; Ação 2 - Ciclo de sessões para a promoção de práticas de competição; Ação 3 - Comunicar e promover a Região de Basto além-fronteiras e Ação 4 - E-Basto: E‐Commerce como impulsionador da internacionalização.

De acordo com o Presidente da Direção da Basto Empreende, Joaquim Barreto, “a participação na 4ª Edição do Portugal Open Day, na Suíça resulta das conclusões do estudo «Posicionamento Internacional da marca "Basto”», sendo uma importante oportunidade para promover as Terras de Basto”. De facto, concluiu, “a competitividade das empresas depende, cada vez mais, da aposta no conhecimento, na inovação e na internacionalização, na medida em que a economia global está em permanente mutação”. Ciente desse facto, o projeto Go Basto pretende conferir às empresas da região de Basto uma vantagem competitiva, através do fomento da conetividade com a Europa.

O Projeto Go Basto conta com o apoio da CCDR-N, do Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

IMG_0695.jpg

BASTOEMPREENDE PARTICIPA COM O PROJETO GoBasto NA 16ª EDIÇÃO DA FEIRA NANTERRE

A BASTOEMPREENDE - Núcleo Associativo de Empresas participará com o projeto GoBasto na 16ª Feira de Nanterre, uma iniciativa que decorrerá entre os dias 12, 13 e 14 de Abril.

IMG_0657.jpg

Este projeto pretende promover internacionalmente as empresas da Região de Basto, dando a conhecer as suas especificidades endógenas, assim com a sua diferenciação competitiva, especialmente nos setores agroalimentar e turismo. O GoBasto, composto por quatro ações, conta “com a participação de uma equipa multidisciplinar, empenhada em promover o território empresarial, diminuindo as assimetrias regionais, pelo impacto positivo que o mesmo irá representar nas exportações e visibilidade do território”, referiu Pedro Sousa, Vice-presidente da BASTOEMPREENDE.

De facto, “esta iniciativa, organizada pela Associação Recreativa e Cultural dos Originários de Portugal (ARCOP), é conhecida pela Capital da Diplomacia Municipal, pelo que a presença na mesma é uma oportunidade para dar a conhecer a Região de Basto e o que de melhor temos para oferecer. Esta iniciativa contará com a presença de vários municípios, possibilitando um encontro da diáspora, num cenário de excelência, que contará com a exposição de produtos e de emblemas territoriais, essenciais à afirmação de Portugal em França”, referiu Pedro Sousa, Vice-Presidente da Basto Empreende.

Pedro Sousa terminou referindo que “é muito relevante a divulgação dos produtos da Região de Basto, na Feira de Nanterre, pois tal participação permite ao Projeto Go Basto atingir os seus objetivos, dando um contributo local e regional para a promoção do desenvolvimento económico e social daquela região”.

A iniciativa em questão é apoiada pela CCDR-N e financiada pelo Programa Operacional do Norte: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia.

CRIANÇAS DE CABECEIRAS DE BASTO PASSAM PÁSCOA DIVERTIDA COM FÉRIAS SOLIDÁRIAS

A Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, em colaboração a Câmara Municipal e com o Agrupamento de Escolas, encontra-se a dinamizar, até ao dia 18 de abril, a iniciativa Férias Solidárias para crianças do ensino pré-escolar.

Férias Solidárias 2019 (1).jpg

Com uma oferta diversificada e acompanhada por profissionais qualificados, as férias solidárias vêm preencher as férias escolares da Páscoa, dando assim resposta às necessidades dos encarregados de educação que não têm com quem deixar os filhos.

As atividades que acontecem ao longo do dia no Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos e na Escola Básica do Arco de Baúlhe juntam cerca de 60 crianças no seu total com o objetivo de desenvolver a criatividade e ocupar os tempos livres.

Férias Solidárias 2019 (2).jpg

Durante as férias solidárias estão a ser dinamizadas atividades variadas designadamente, atividades físicas, trabalhos manuais, ateliers de música e pintura, expressão plástica e dramática, dança, jogos tradicionais e didáticos, jogos de construção e memorização, horas da história e da leitura e ainda, visualização de filmes na Casa do Tempo, passeios na Ecopista e visitas à Escola Fixa de Trânsito e ao Museu das Terras de Basto.

As atividades propriamente ditas decorrem entre as 09h30 e as 18h00, sendo os participantes acompanhados por monitores e assistentes especializados na realização das diferentes atividades artísticas.

Exercitar a criatividade de forma divertida, ao mesmo tempo, que se desenvolvem importantes componentes educativas tais como a concentração, a coordenação o gosto pela leitura e pelas artes são os objetivos desta iniciativa.

A Câmara Municipal cede os equipamentos e os materiais, assegurando ainda os transportes. O pagamento aos monitores é da responsabilidade da Associação de Pais e Encarregados de Educação, sendo as refeições subsidiadas nos termos da Ação Social Escolar.

Férias Solidárias 2019 (3).jpg

CABECEIRAS DE BASTO JÁ TEM PLANO OPERACIONAL PARA A FLORESTA

Comissão Municipal de Defesa da Floresta aprovou Plano Operacional Municipal 2019

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta reuniu no passado dia 4 de abril e aprovou o Plano Operacional Municipal (POM) 2019 do concelho de Cabeceiras de Basto que visa operacionalizar todo o dispositivo de Defesa da Floresta Contra Incêndios, auxiliando, ainda, o planeamento do combate aos incêndios florestais. O objetivo primordial deste Plano Operacional Municipal (POM) é estabelecer de forma coordenada o envolvimento das entidades intervenientes na prevenção, vigilância, primeira intervenção e combate aos fogos florestais, no sentido de tornar claro o papel e responsabilidade de cada um dos intervenientes.

Defesa da Floresta.jpg

No âmbito das queimas e queimadas, foi igualmente aprovada a proibição de realização de queimadas extensivas e de queimas de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração nos espaços rurais definidos no PMDFCI de Cabeceiras de Basto, durante o período crítico e quando o índice de risco de incêndio seja de níveis muito elevado ou máximo, constituindo exceções as ações decorrentes de exigências fitossanitárias de cumprimento obrigatório.

De entre outros assuntos, durante esta reunião a Comissão tomou conhecimento das estatísticas sobre as áreas ardidas e ocorrências no período entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2018, bem como das intervenções silvícolas e ações de sensibilização executadas no concelho em 2018.

CABECEIRAS DE BASTO APURA FINALISTAS DO CONCURSO MUNICIPAL DE IDEIAS "ESCOLAS EMPREENDEDORAS In.Ave"

A Comunidade Intermunicipal do Ave em colaboração com o Gabinete de Educação para o Empreendedorismo e Cidadania, a Universidade Aberta e o Município de Cabeceiras de Basto, no âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Ave – Escolas Empreendedoras In.Ave, organizaram o Concurso Municipal de Ideias concelhio. O projeto centra-se na educação para o empreendedorismo e cidadania, visando o desenvolvimento das competências, emoções, valores e ferramentas empreendedoras nos alunos. Foram convidados a participar no desenvolvimento deste projeto, o Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e o Externato S. Miguel de Refojos.

Concurso Municipal de Ideias ‘Escolas Empreendedoras In.Ave’ - Cab.Basto.JPG

O Concurso Municipal de Ideias de Cabeceiras de Basto realizou-se ontem, dia 4 de abril, no Auditório da Casa do Tempo, iniciativa que contou com a participação de 12 equipas, envolvendo 49 alunos e 3 professores do Externato S. Miguel de Refojos. 

Em Cabeceiras de Basto, na categoria do 3º Ciclo, classificou-se o projeto ‘Dsmoke’ (detetor de fumos) dos alunos de 7º ano Ana Luísa do Rêgo Plácido, José Francisco da Costa Coelho, José Rodrigo Pacheco Magalhães, Maria Teixeira Vieira, Ricardo André Abreu Dias, Duarte Nuno Casinha Plácido e André Dinis Barroso Gomes.

Na categoria do Secundário, em primeiro lugar classificou-se o projeto ‘Dtumble’ (detetor de quedas, um sistema que emite um alerta em situação de acidente), desenvolvido pelos alunos do 11ºB António Ricardo Magalhães Teixeira; David Amadeu Carvalho Gonçalves; Hélder David Oliveira Magalhães e Leonardo José Pinto Magalhães; em segundo lugar o projeto ‘Recuperador de água automático’ (mecanismo para reutilizar águas domésticas) apresentado pelos alunos do 11ºB Bárbara Pereira Ferreira e Francisco Dias Costa; e em terceiro lugar o projeto ‘Cartas da minha terra’ (baralho de cartas com ícones do concelho para promoção cultural e patrimonial de Cabeceiras de Basto), pertencente às alunas do 11ºB Diana Marlene Gomes Magalhães; Inês Isabel Magalhães Castro; Inês Prata Teixeira e Márcia Manuela Carvalho Oliveira.

Todos os alunos que desenvolveram projetos no âmbito desta iniciativa receberam certificados de participação. Os estudantes premiados receberam, ainda, entradas nas Piscinas Municipais Descobertas durante os meses de verão de 2019.

Os Concursos Municipais de Ideias decorreram nos diferentes municípios da CIM do Ave e pretenderam apurar os melhores projetos sociais dos alunos que frequentam o 2º ciclo, 3º ciclo e secundário que participaram no projeto, no ano letivo 2018/2019.

De salientar, ainda, que o júri do Concurso Municipal de Ideias de Cabeceiras de Basto foi composto pela vereadora da Educação, Carla Lousada, pelo coordenador do projeto das Escolas Empreendedoras In.Ave, Jacinto Jardim, por Roberto Moreira da Associação No Encalço de Ideias, por Elisabete Ribeiro do Núcleo Associativo de Empresas – Bastoempreende e ainda por Marco Campos, técnico de Educação do Município de Fafe.

SAPADORES FLORESTAIS DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DO AVE RECEBEM VIATURA

A viatura devidamente equipada foi entregue à equipa de sapadores do concelho de Vieira do Minho que, em conjunto com as equipas de Cabeceiras de Basto e de Mondim de Basto constituem a Brigada de Sapadores Florestais da Comunidade Intermunicipal do Ave.

56428421_1422721307869696_1629665120730742784_n.jpg

O presidente do Município de Vieira do Minho, António Cardoso, entregou a chave da viatura à nova equipa que, a partir deste momento, se junta às três equipas já existentes no concelho.

Esta nova equipa de sapadores florestais vai receber formação específica durante o mês de abril, para, de seguida, iniciar o trabalho de silvicultura e prevenção no território de Vieira do Minho e, quando necessário nos concelhos vizinhos de Cabeceiras de Basto e Mondim de Basto.

CABECEIRAS DE BASTO RECEBE VISITA DA COMISSÃO DE AGRICULTURA E MAR

Comissão de Agricultura e Mar visitou Cabeceiras de Basto

A Comissão de Agricultura e Mar, presidida pelo Eng.º Joaquim Barreto, deputado do PS na Assembleia da República, visitou no passado sábado, dia 30 de março, uma exploração pecuária de bovinos da raça autóctone barrosã em Vila Boa, freguesia de Bucos, tendo visitado igualmente as instalações da Mútua de Basto/Norte, na vila de Cabeceiras de Basto, sendo recebida, no final da manhã, no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelos vereadores, Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa.

Comissão de Agricultura e Mar visitou Cabeceiras de Basto.jpg

O presidente da Comissão de Agricultura e Mar, em declarações aos órgãos de comunicação social locais, destacou a importância dos deputados visitarem os locais onde estas explorações existem, identificando-se com os problemas que os produtores sentem no seu dia-a-dia. Joaquim Barreto realçou, igualmente, “a grande coragem” daqueles que ainda resistem e mantêm estas atividades no mundo rural.

O propósito desta visita foi especialmente o contacto com várias raças autóctones, pelo que os deputados, pertencentes a vários quadrantes políticos, estiveram, na manhã deste sábado, em Arcos de Valdevez a visitar uma exploração de bovinos da raça cachena e terminaram o dia em Mondim de Basto em visita a uma exploração da raça maronesa.

CABECEIRAS DE BASTO HOMENAGEIA PROFESSORA ANA BARROSO QUEIRÓS

Professora Ana Barroso de Queirós homenageada pelos antigos alunos. Câmara Municipal associou-se à singela homenagem

O vereador, Eng. Pedro Sousa, em representação do presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, participou, no passado sábado, dia 30 de março, na homenagem que os antigos alunos da escola primária de Chacim, em Refojos, fizeram à sua professora, Ana Barroso de Queirós, carinhosamente tratada por professora Aninhas.

Professora Ana Barroso de Queirós homenageada.jpg

A Câmara Municipal associou-se à singela homenagem que contemplou vários momentos, missa, almoço-convívio e uma cerimónia na antiga Escola Primária de Chacim, com a oferta de uma salva de prata à professora Aninhas, em reconhecimento pela dedicação que colocou no ensino de tantos Cabeceirenses.

Nesta cerimónia que juntou cerca de 150 pessoas, marcaram também presença o presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, o pároco Manuel Baptista, os antigos alunos, designadamente Joaquim da Costa Gonçalves que liderou o grupo organizador deste evento, bem como amigos e familiares da professora Aninhas.

De salientar que os antigos alunos ofereceram à sua professora uma placa, em sinal de gratidão por todos os ensinamentos que lhes foram transmitidos.