Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

RALLY DE PORTUGAL VAI CORRER EM CABECEIRAS DE BASTO

Câmara Municipal dinamiza economia local

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião, do passado dia 14 de dezembro, o protocolo/acordo de parceria para a realização do ‘Rally de Portugal – edição 2019’. A parceria tem como líder do projeto a Câmara Municipal de Matosinhos e como parceiros as Câmaras Municipais de Cabeceiras de Basto, Fafe, Lousada, Mondim de Basto, Paredes, Vieira do Minho, Amarante e Vila Nova de Gaia, sendo que o investimento global orçamentado para a candidatura ascende a 3 milhões de euros.

Rally de Portugal

O Rally de Portugal, enquanto grande evento internacional, assume-se como um importante fator de promoção turística e de afirmação da imagem internacional do país e da região do norte. A realização deste evento desportivo constitui-se, por isso, como um fator determinante na dinamização e desenvolvimento da atividade económica do território.

Fica, assim, assegurada a classificativa de Cabeceiras de Basto do Rally de Portugal 2019, iniciativa que muito tem contribuído para a afirmação da imagem de Cabeceiras de Basto e para a animação do comércio local.

O executivo Cabeceirense aprovou, também por unanimidade, a atribuição de um apoio financeiro no montante de 1.500 euros à Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, representando este um apoio ao comércio local para a dinamização de atividades de animação nesta quadra natalícia. A Associação Empresarial tem colaborado com o Município na dinamização de atividades natalícias, como a instalação da Casa do Pai do Natal, decorações, iluminação, insufláveis, música ambiente e distribuição de balões e rebuçados às crianças.

Por unanimidade foram, igualmente, aprovadas as normas de participação da XXIII Festa da Orelheira e do Fumeiro de Cabeceiras de Basto, a qual decorrerá de 1 a 4 de março de 2019. Este certame tem como principal objetivo promover o aproveitamento das potencialidades que a região apresenta, nomeadamente na produção de orelheiras, enchidos, salpicões, chouriças, alheiras, presuntos, entre outros.

A organização da Festa da Orelheira e do Fumeiro é da responsabilidade da Câmara Municipal.

CABECEIRAS DE BASTO DISTRIBUI CABAZES DE NATAL

Cabazes de Natal chegam a centenas de famílias. Distribuição de 530 cabazes representa um investimento nas famílias cabeceirenses

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto deu início na semana passada à distribuição de 530 cabazes de natal. Os cabazes contêm, entre outros, bacalhau, aletria, açúcar, azeite, sortido e bolo-rei e são entregues a famílias sinalizadas pelos serviços de ação social.

Cabaz de Natal

A iniciativa tem como objetivo ajudar as famílias economicamente mais débeis do concelho, proporcionando-lhes um Natal mais caloroso aos Cabeceirenses.

Nesta quadra natalícia a Câmara Municipal conta com o apoio e colaboração de diversas entidades, parceiras na organização de eventos culturais e solidários que marcam todo mês de dezembro, como a Basto Vida, a Associação Empresarial de Fafe, Cabeceiras de Basto e Celorico de Basto, a Basto Empreende, a Banda Cabeceirense, o Agrupamento de Escolas, o Lions Clube de Cabeceiras de Basto, Academia de Música, a Escola de Patinagem Artística de Basto, o CTCMCB, o Projeto Raízes, as Paróquias, o ICNF, o comércio local, o movimento associativo e outras instituições de solidariedade social.

De salientar que a Câmara Municipal, que muito se empenhou nesta ação específica enquadrada no programa de Natal ‘Cabeceiras de Basto - Um Lugar Mágico’, não limita as suas ajudas às famílias economicamente vulneráveis a esta época.

Também ao longo do ano, através do Banco Local de Voluntariado e da sua Loja Social, e em colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e com a Comissão Municipal de Proteção de Pessoas Idosas de Cabeceiras de Basto (CMPICB), a Câmara Municipal tem vindo a apoiar essas famílias, dentro daquilo que são as suas responsabilidades e possibilidades.

CABECEIRAS DE BASTO ENSINA A CONFECIONAR A LÃ

Casa da Lã acolhe curso de ‘Confeção da Lã’

Arranca amanhã, dia 18 de dezembro, uma ação de formação de 200 horas de ‘VA Confeção de Lã – cultura e empreendedorismo’, um curso que será ministrado na Casa da Lã em Bucos e promovido pelo Centro de Emprego do Médio Ave – Serviço de Emprego de Basto e Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga – Serviço de Formação.

Casa da Lã acolhe curso de ‘Confeção da Lã’

Esta iniciativa, pensada pelo Município de Cabeceiras de Basto com o objetivo de preservar o ofício tradicional do trabalho da lã que atualmente é executado pelas Mulheres de Bucos, na Casa da Lã – um verdadeiro núcleo museológico vivo, foi organizada pelo Centro de Emprego do Médio Ave – Serviço de Emprego de Basto, procurando dar seguimento ao trabalho daquelas Mulheres que têm na estilista Dra. Helena Cardoso, desde há 9 anos, uma parceira que muito tem contribuído para dinamização, modernização e inovação desta arte.

Neste curso participam 16 formandas desempregadas que, com o apoio das formadoras – artesãs da Casa da Lã – e da orientação da estilista Dra. Helena Cardoso, vão aprender a trabalhar a lã, quer no desenvolvimento de peças de vestuário, quer na criação de peças decorativas e outras para a casa.

CRIANÇAS DAS ESCOLAS FESTEJAM O NATAL EM CABECEIRAS DE BASTO

A convite de vários estabelecimentos de ensino, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, a vereadora da Educação, Dra. Carla Lousada, e presidentes das Juntas de Freguesia participaram na passada sexta-feira, dia 14 de dezembro, nas festas de Natal das escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e dos jardins de infância do concelho, designadamente nas iniciativas promovidas pela EB Padre Dr. Joaquim Santos, EB Prof. Filomena Mesquita, escolas de Cavez, Pedraça e Faia.

Crianças das Escolas festejam o Natal em Cabeceiras de Basto

Às festas de Natal das escolas associaram-se, ainda, a diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Dra. Céu Caridade, bem como os coordenadores dos diferentes estabelecimentos de ensino.

Muita música e dança ‘invadiram’ as festas natalícias, onde reinou a alegria e a boa disposição, celebrações que contaram com a presença dos professores, educadores e encarregados de educação.

Nesta quadra festiva, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto ofereceu a todas as crianças do ensino pré-escolar e do 1.º Ciclo um livro em banda desenhada intitulado ‘Núcleo Ferroviário de Arco de Baúlhe – Museu das Terras de Basto’, uma edição da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto com ilustração de Mário José Teixeira e textos de Fátima Magalhães e Conceição Magalhães.

A quadra natalícia brinda este ano os Cabeceirenses e visitantes com um belíssimo Presépio de Natal que pode ser apreciado na Praça da República, em frente ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, uma produção das oficinas do CTCMCB - Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto.

CABECEIRAS DE BASTO RECEBE CONCERTO DE FLAUTA TRANSVERSAL

Extraordinário concerto encerra Bienal Internacional de Flauta Transversal na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos

Chegou hoje ao fim, com um extraordinário Concerto de Encerramento, a Bienal Internacional de Flauta Transversal que decorreu em Cabeceiras de Basto de 6 a 9 de dezembro.

Extraordinário concerto encerra Bienal de Flauta (1)

Na belíssima Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos atuaram, esta manhã, a renomada flautista Cabeceirense, Adriana Ferreira, acompanhada pela quase bicentenária Banda Cabeceirense e, ainda, os flautistas Ana Maria Ribeiro da Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música e Michel Bellavance da Escola Superior de Genebra.

Assistiram ao concerto os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Francisco Alves e Eng. Joaquim Barreto, vereadores e presidentes de Juntas de Freguesia, entre outros autarcas e público em geral.

Um concerto sublime, extraordinário, que emocionou o público presente.

A Bienal de Flauta, um dos principais eventos do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’, que termina em julho de 2019, arrancou na passada quinta-feira, dia 6 de dezembro, com a inauguração de uma exposição de Flautas. Na sexta-feira e no sábado, dias 7 e 8, decorreram as Masterclasses na Academia de Música, orientadas pela Comissária da Bienal, a flautista Adriana Ferreira, e pelos flautistas Ana Maria Ribeiro e Michel Bellavance.

O Concerto Inaugural da Bienal aconteceu na sexta-feira, dia 7, com a participação dos flautistas Adriana Ferreira, Ana Maria Ribeiro, Michel Bellavance, acompanhados ao piano por Isolda Crespi Rubio.

Ontem, ao final da tarde, na Casa do Tempo de Cabeceiras de Basto, realizou-se um Ensemble pelo grupo de alunos executantes nas Masterclasses, seguido da cerimónia de entrega dos certificados de participação.

Sob o alto patrocínio artístico da notável flautista Cabeceirense Adriana Ferreira, a Bienal Internacional de Flauta Transversal assume-se, assim, como um evento de excelência e de grande relevância no panorama cultural do nosso concelho.

Extraordinário concerto encerra Bienal de Flauta (2)

FLAUTISTAS TOCAM EM CABECEIRAS DE BASTO

Bienal: presidente da Câmara recebeu flautistas no Salão Nobre

O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, acompanhado dos vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, recebeu ontem, dia 6 de dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a Comissária da Bienal Internacional de Flauta Transversal, Adriana Ferreira, bem como os professores responsáveis pela orientação das Master Classes Ana Maria Ribeiro (Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música) e Michel Bellavance (Escola Superior de Genebra).

Bienal presidente da Câmara recebeu flautistas no Salão Nobre

A Bienal Internacional de Flauta Transversal arrancou ontem com a inauguração de uma exposição de Flautas e termina no domingo, dia 9 de dezembro, na Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, em Cabeceiras de Basto com o Concerto de Encerramento, a partir das 11h00.

A Bienal de Flauta é uma das principais atividades do 'Mosteiro de Emoções', cujo concerto inaugural acontece esta noite, a partir das 21h15 na Igreja do Mosteiro.

A flautista, orientadora das Masters Classes e Comissária desta Bienal, Adriana Ferreira, é natural de Cabeceiras de Basto e uma das mais destacadas da sua geração a nível internacional, o que lhe valeu as mais altas distinções em alguns dos mais importantes concursos internacionais de flauta transversal, bem como o lugar de solista na Orquestra Nacional de França e na Orquestra Filarmónica de Roterdão. Neste momento integra a orquestra da Academia Nacional de Santa Cecília de Roma.

Programa:

- Concerto Inaugural | 7 dezembro | 21h15 | Igreja do Mosteiro | Com a participação dos flautistas Adriana Ferreira, Ana Maria Ribeiro, Michel Bellavance acompanhados ao piano por Isolda Crespi

- Concerto de Encerramento | 9 dezembro | 11h00 | Igreja do Mosteiro | Com a participação da Comissária da Bienal e flautista Adriana Ferreira e da Banda Cabeceirense

Mensagem | Presidente da Câmara

É com imenso orgulho que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto organiza a Bienal Internacional de Flauta Transversal, aquele que considero um dos maiores eventos do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ que tem como grande objetivo divulgar o vasto e rico Património Cabeceirense, cujo expoente máximo é o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

Sob o alto patrocínio artístico da notável flautista Cabeceirense Adriana Ferreira, a Bienal Internacional de Flauta Transversal assume-se como um evento de excelência e de grande relevância no panorama cultural do nosso concelho.

Este evento que contempla uma distinta programação musical e pedagógica com a realização de concertos, master classes e, ainda, uma exposição de todos os tipos de flautas, é simultaneamente o reconhecimento à flautista Adriana Ferreira. A ela agradecemos todo o empenho, dedicação e disponibilidade para concretizarmos esta Bienal Internacional de Flauta Transversal que esperamos que seja do agrado de todos, excecional e sublime.

Manifesto igualmente, em meu nome pessoal e em nome da Câmara Municipal, o nosso agradecimento aos flautistas, orientadores e professores Ana Maria Ribeiro e Michel Bellavance, bem como à pianista Isolda Crespi, que aceitaram o desafio que a comissária Adriana Ferreira lhes lançou de estarem com ela e connosco em Cabeceiras de Basto neste magnífico evento.

Um agradecimento também à Academia de Música de Cabeceiras de Basto e à Banda Cabeceirense pela colaboração e participação neste evento.

Mensagem | Adriana Ferreira

É para mim uma honra ser Comissária desta primeira Bienal Internacional de Flauta Transversal a realizar em Cabeceiras de Basto. Agradeço à Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto a organização do evento, que não seria possível sem o trabalho incansável da Academia das Emoções e a colaboração da Academia de Música e da Banda Cabeceirense. Será também uma honra para mim, enquanto Cabeceirense, ter na minha terra um núcleo “flautístico” importante, contando com a professora Ana Maria Ribeiro e o professor Michel Bellavance, reconhecidos flautistas e pedagogos, para orientar um leque de flautistas participantes nas várias Masterclasses; e a pianista Isolda Crespi no Concerto de professores.

Esta é sem dúvida uma forma relevante de afirmar Cabeceiras de Basto num plano artístico, mas também de celebrar a arte, a música e a flauta transversal mais especificamente, com toda a seriedade, empenho e brilho. Muito obrigada a todos os participantes e a todos os envolvidos, seremos sem dúvida e mais uma vez, muito felizes, com a nossa arte.

CABECEIRAS DE BASTO AMPLIA REDE DE SANEAMENTO

Câmara Municipal executa obras de ampliação da rede de saneamento na Senhora de Fátima. Mais e melhor ambiente

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto avançou com a empreitada de ampliação da rede de saneamento ao lugar da Senhora de Fátima, em Refojos, constituindo esta uma obra de dimensão considerável, possibilitando mais e melhor qualidade ambiental nesta zona do concelho, pela anulação progressiva das fossas sépticas existentes.

Câmara Municipal inicia obras de ampliação da rede de saneamento na Senhora de Fátima

O presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, acompanhado do vereador Eng. Pedro Sousa e de técnicos do Município, visitou na semana passada as obras em curso na freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela.

A construção da rede de saneamento inclui a construção de duas estações elevatórias de esgotos, a colocação de cerca de 1.200 metros de condutas de esgotos e 35 ligações domiciliárias, podendo até, num futuro próximo, servir mais habitações.

Esta empreitada, com grande importância ao nível da melhoria da qualidade ambiental do concelho, integra-se num conjunto mais vasto de obras que mereceram aprovação no âmbito do programa de financiamento POSEUR-12-2017-06 ‘Ciclo Urbano da Água’ - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

O custo total desta obra ascende a um montante de 170 mil euros, prevendo-se a sua conclusão em meados de 2019.

CABECEIRAS DE BASTO ATRIBUI PRÉMIOS AOS VENCEDORES DE CONCURSO LITERÁRIO

Vereadora da Cultura entregou prémios aos vencedores do XII Concurso Literário Nacional – Conto Infantil

Decorreu esta tarde, dia 30 de novembro, na Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, no Arco de Baúlhe, a entrega de prémios aos vencedores do XII Concurso Literário Nacional – Conto Infantil de Cabeceiras de Basto, cujo primeiro prémio foi atribuído a Rui Damásio Alvites, de Boticas, com o conto ‘A Gata Que Só Queria Brincar’, recebendo um prémio pecuniário no valor de 600 euros.

Vereadora da Cultura entregou prémio ao vencedor do XII Concurso Literário Nacional – Conto Infantil

Em segundo lugar classificou-se Susana Manuela de Sousa Sá, natural do Porto, com o conto ‘A Menina Que Falava Com Os Moinhos’ e em terceiro lugar Gláucia Kronberg Medeiros Lima, da Maia, com o trabalho ‘As Aventuras de Um Pequeno Guerreiro’. O Cabeceirense Valdir Daniel Neiva Teixeira foi agraciado com a Menção Honrosa para o melhor jovem escritor com o conto ‘A Menina Que Tinha Medo de Amar’. Os 2.º e 3.º classificados foram premiados com 350 e 250 euros, respetivamente, enquanto o melhor jovem escritor recebeu 200 euros.

A cerimónia de entrega dos prémios teve início com a leitura de excertos dos quatro contos premiados, belíssimo momento protagonizado pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que fez uma brilhante interpretação, desvendando, desde logo, a todos os presentes, um pouco das histórias dos contos vencedores.

O júri do XII Concurso Literário Nacional - Conto Infantil de Cabeceiras de Basto, constituído por Joaquim Jorge Carvalho, na qualidade de presidente, e por Belanita Abreu e Simão Machado, professores e escritores, fundamentou a escolha destas obras nos critérios de organização, coerência e coesão do texto, obediência às características do género em questão, criatividade, qualidade literária, contendo uma alusão ao concelho de Cabeceiras de Basto.

Na oportunidade, o presidente do júri destacou a qualidade dos trabalhos apresentados, que classificou de “boa e muito boa, alguns muito próximos da excelência”, tendo feito um pequeno resumo e uma abordagem crítica de cada um dos contos. Felicitou a Câmara Municipal pela dinamização deste concurso literário que vai já na sua 12.ª edição, iniciativa que tem ganho “consistência e credibilidade”, afirmando-se como uma “referência cultural relevante”.

A vereadora da Cultura, Dra. Carla Lousada, que presidiu a esta sessão, saudou os vencedores deste concurso, salientando que a Câmara Municipal, ao promover a literatura, investe nas gerações futuras. Agradecendo a presença de todos, a vereadora disse que “são momentos como este que representam a aposta na cultura, aposta esta a que vamos dar continuidade, promovendo e enaltecendo os valores, a história e a nossa identidade”.

O presidente da Junta de Freguesia do Arco de Baúlhe e Vila Nune, Carlos Teixeira, enquanto anfitrião, manifestou o seu contentamento pela realização deste evento na Biblioteca Municipal, localizada na sua freguesia, reconhecendo a importante aposta que a Câmara Municipal faz na Cultura e parabenizando a vereadora por todo o trabalho desenvolvido nesta área pelo Município.

Com esta iniciativa, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto pretendeu promover e consolidar os hábitos de leitura e de escrita criativa, através de uma atividade que estimule o envolvimento da população a nível nacional. O Concurso Literário Nacional promove deste modo a escrita criativa e valoriza a expressão literária, divulga autores portugueses (sem obras publicadas) e aspetos relativos à cultura literária e à cultura cabeceirense.

Esta é uma iniciativa integrada no programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’, que decorre até julho de 2019, e resulta de uma candidatura a Fundos Comunitários, através do NORTE 2020 que, para além das ações imateriais de promoção do Nosso Mosteiro tem também associado um conjunto de obras de requalificação e restauro do imóvel.

CABECEIRAS DE BASTO E IBERDROLA CELEBRAM PROTOCOLOS

Proteção da fauna e da flora e apoio à Equipa de Intervenção Permanente dos Bombeiros

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a IBERDROLA assinaram esta manhã, dia 29 de novembro, dois protocolos – um para a valorização da fauna e flora em território Cabeceirense e outro relacionado com o apoio à EIP - Equipa de Intervenção de Permanente dos Bombeiros Cabeceirenses. Estes dois protocolos enquadram-se no Programa de Medidas de Compensação do Sistema Electroprodutor do Tâmega.

Câmara e Iberdrola firmam protocolos (1)

A cerimónia de assinatura dos protocolos decorreu na antiga Casa Florestal de Foliposo, no Parque Aventura sediado em Riodouro, em plena Serra da Cabreira, na presença de técnicos da Câmara (GTF – Gabinete Técnico Florestal), da IBERDROLA, do ICNF, da Biosfera, do Comandante Distrital de Operações de Socorro de Braga, bem como de representantes dos Bombeiros Cabeceirenses e dos Baldios de Riodouro. Acompanhou o presidente da Câmara nesta sessão o vereador Eng. Pedro Sousa.

Devido às más condições climatéricas que se fizeram sentir esta manhã, a plantação de 20 carvalhos (árvore autóctone) que estava prevista para assinalar esta cerimónia não pôde ser concretizada na sua totalidade, cabendo ao presidente da Câmara e aos responsáveis da IBERDROLA plantar uma árvore.

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal sublinhou a importância dos protocolos hoje assinados, destacando a relação profícua com a IBERDROLA que tem trabalhado em sintonia com a autarquia. “Quando há diálogo, há consenso e as coisas funcionam”, afirmou Francisco Alves.

Os responsáveis da IBERDROLA, Eng. José María Otero e Eng. Sara Hoya, enalteceram a colaboração e parceria estabelecida com o Município de Cabeceiras de Basto, afirmando que “há muito trabalho pela frente” e que é sempre muito positiva a cooperação entre as diferentes entidades envolvidas no projeto para se conseguir “fazer o melhor possível”.

De salientar que o protocolo que visa o desenvolvimento de atividades relativas à fauna e flora tem um período de vigência de 6 anos, de 2018 a 2023, abrangendo uma área de intervenção florestal de 445 hectares. As atividades incluem, entre outras, a plantação de sobreiros e de folhosas autóctones. As áreas de compensação previstas para 2018 e 2019, definidas em articulação entre o GTF e o ICNF, estão inseridas no Perímetro Florestal da Serra da Cabreira e distribuídas pelos Baldios de Gondiães, Vilar e Uz, Moimenta e Rabiçais, Arosa, Refojos, Riodouro e Cabeceiras de Basto (S. Nicolau). Esta parceria entre a Câmara Municipal e a IBERDROLA permitirá, assim, a recuperação de vastos espaços florestais concelhios que foram fustigados pelos incêndios florestais.

O protocolo de apoio financeiro para a aquisição de equipamentos de suporte e meios materiais de auxílio ao funcionamento da EIP vigorará até dezembro de 2021 e insere-se no âmbito do protocolo de criação da EIP, celebrado entre o Município Cabeceirense, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, com o objetivo de assegurar a intervenção de socorro e  proteção civil, a aquisição de equipamentos, bem como a realização de ações de formação para garantir a segurança dos trabalhos de execução do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, designadamente da Barragem de Daivões.

Para a Iberdrola, “a cooperação com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto é, uma vez mais, um motivo de orgulho. Aqui, a Iberdrola procura, através destes protocolos, aproximar-se da comunidade, neste caso, contribuindo para a existência de uma Equipa de Intervenção Permanente e para o desenvolvimento de ações que melhorem a flora e fauna locais. Enquanto desenvolve, nesta região, um dos maiores projetos hidroelétricos dos últimos 25 anos, a nível europeu – o Sistema Eletroprodutor do Tâmega – a Iberdrola quer continuar lado a lado com aqueles que mais próximos estão da obra, e isso envolve, claro, o concelho de Cabeceiras de Basto”.

Câmara e Iberdrola firmam protocolos (2)

CABECEIRAS DE BASTO QUER MELHORIA ENERGÉTICA NOS PAÇOS DO CONCELHO E CASA DOS MAGISTRADOS

Executivo Municipal aprova projetos de execução da promoção da eficiência energética nos Paços do Concelho e Casa dos Magistrados

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua reunião, do passado dia 23 de novembro, os projetos de execução da Promoção da Eficiência Energética no Edifício dos Paços do Concelho e na Casa dos Magistrados. Os projetos visam melhorar a classe energética dos edifícios, promover a redução dos consumos energéticos, bem como melhorar as condições de conforto para os seus utilizadores. Para o efeito serão efetuadas intervenções nas portas, janelas e tetos dos Paços do Concelho para reforço e melhoria da eficiência energética do edifício, ao passo que na Casa dos Magistrados será aplicado isolamento térmico, substituição de envidraçados, alteração dos sistemas de iluminação, ventilação e aquecimento.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

O executivo camarário reconheceu, por unanimidade, o interesse municipal do projeto de Renaturalização das Margens do Rio de Ouro, que visa a melhoria da, habitualmente, designada ‘Praia do Caneiro’ e deliberou remeter o assunto à próxima sessão da Assembleia Municipal para apreciação e votação por aquele órgão deliberativo.

Por unanimidade, o executivo municipal aprovou mais oito apoios à natalidade num total de 4.000 euros, um pedido de apoio à iniciativa empresarial e económica nas áreas agrícolas, pecuária ou florestal no montante de 1.000 euros, um pedido de redução de taxas de licença de obra a um munícipe, bem como um pedido de certidão de desanexação de uma parcela de terreno e um pedido de alteração de alvará de loteamento.

De entre outros assuntos foram, ainda, aprovados dois pedidos de cedência de transporte ao Agrupamento de Escolas, um para os alunos do 1º Ciclo se deslocarem às Piscinas Cobertas de Refojos e Arco de Baúlhe no corrente ano letivo e outro para transporte dos alunos de duas turmas do 3º Ciclo para visitarem o Museu Ferroviário do Arco de Baúlhe.

Foi igualmente aprovado, por unanimidade, conceder o transporte a mais 38 utentes da Unidade de Saúde Familiar ‘O Basto’ de Cabeceiras de Basto/ACES AVE I – Terras de Basto na deslocação ao IPO do Porto para rastreio do cancro da mama, assumindo, assim, o Município responsabilidades, no âmbito das suas atribuições e competências, de promoção da saúde e prevenção das doenças.

CABECEIRAS DE BASTO VALORIZA FAUNA E FLORA

Câmara Municipal e IBERDROLA assinam protocolos amanhã

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a IBERDROLA Generación S.A. Unipessoal assinam amanhã, dia 29 de novembro, no Parque Aventura em Foliposo, freguesia de Riodouro, em plena Serra da Cabreira, dois protocolos – um no âmbito da valorização da fauna e flora em território Cabeceirense e outro relacionado com o apoio à constituição de uma Equipa de Intervenção de Permanente nos Bombeiros Cabeceirenses.

Na oportunidade serão plantados entre 20 a 30 carvalhos naquela zona florestal, numa ação simbólica daquilo que representa esta iniciativa de sensibilização ambiental.

O protocolo que visa o desenvolvimento de atividades relativas à fauna e flora nomeadamente plantações, melhorias florestais, manutenção das plantações, recolha de sementes, entre outros, constituem ações no âmbito das medidas compensatórias do projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, protocolo que foi aprovado em reunião do Executivo Cabeceirense do dia 28 de setembro. Este protocolo tem um período de vigência de 6 anos e estabelece as condições de financiamento asseguradas pela IBERDROLA pela execução, por parte do Município, das atividades relativas à fauna e flora acima mencionadas.

Esta parceria entre a Câmara Municipal e a IBERDROLA apresenta inúmeras vantagens do ponto de vista ambiental e socioeconómico, atendendo ao facto de que estão em causa a recuperação de vastos espaços florestais concelhios, o fomento da economia e do emprego local.

Na reunião camarária do dia 14 de setembro foi, igualmente, aprovado um protocolo de apoio financeiro para a aquisição de equipamentos de suporte e meios materiais de auxílio ao funcionamento da EIP, no âmbito do protocolo celebrado entre o Município Cabeceirense, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Cabeceirenses, com o objetivo de assegurar em permanência a intervenção de socorro em ocorrências no âmbito da proteção civil, bem como aquisição de equipamentos de suporte, meios materiais e realizar ações de formação de reconhecida importância para garantir a segurança no âmbito dos trabalhos de execução do Sistema Eletroprodutor do Tâmega. O protocolo vigorará até dezembro de 2021.

Para a Iberdrola, “este será um momento assinalável no crescimento da ligação que tem vindo a desenvolver com o município de Cabeceiras de Basto. A assinatura destes dois protocolos – nas áreas de flora e fauna e no apoio a uma Equipa de Intervenção de Permanente – é, para a Iberdrola, representativa do contributo que quer trazer à região em que está a ser construído o Sistema Eletroprodutor do Tâmega. Recorde-se que esta obra representa um investimento superior a 1.500 milhões de euros, em curso até 2023”.

PRIMEIRO-MINISTRO INAUGURA EM CABECEIRAS DE BASTO UNIDADE DE CUIDADOS CONTINUADOS DA BASTO VIDA

O Primeiro-Ministro, Dr. António Costa, inaugurou ontem, dia 26 de novembro, a Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) de Média Duração da Basto Vida, em Cabeceiras de Basto. Esta Unidade abriu portas ao público no dia 2 de abril deste ano com uma lotação de 30 camas e integra a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

Primeiro-Ministro inaugurou Unidade de Cuidados Continuados da Basto Vida (1)

Acompanharam o governante nesta cerimónia, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Dr. Vieira da Silva, a Ministra da Saúde, Dra. Marta Temido, os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves e Eng. Joaquim Barreto, respetivamente, bem como a presidente da direção da Basto Vida, Dra. Fátima Oliveira, e demais dirigentes da instituição.

Primeiro-Ministro inaugurou Unidade de Cuidados Continuados da Basto Vida (2)

Vereadores, presidentes de Juntas de Freguesia, membros da Assembleia Municipal, dirigentes e representantes dos serviços desconcentrados do Estado, entre muitos convidados e população em geral, assistiram também à cerimónia de inauguração daquela Unidade da Basto Vida.

Depois de visitar as instalações e de cumprimentar utentes e funcionários da instituição, o Primeiro-Ministro referiu que o Serviço Nacional de Saúde foi a mais importante conquista do 25 de Abril. Lembrando que a realidade do país é hoje bem diferente de há anos atrás, António Costa evidenciou as mais-valias das Unidades de Cuidados Continuados Integrados que “são fundamentais” para responder às novas doenças que vão surgindo mas também como resposta à longevidade da população que é uma realidade cada vez mais evidente. “O desafio é que possamos continuar a viver com a maior qualidade possível”, sublinhou o governante.

Primeiro-Ministro inaugurou Unidade de Cuidados Continuados da Basto Vida (3)

Afirmando que “a Rede (RNCCI) tem de crescer para responder às lacunas”, o Primeiro-Ministro mencionou que está a ficar concluída “uma reforma essencial que é a descentralização de competências para os municípios na área da saúde. O triângulo Estado -Terceiro Setor - Poder Local é fundamental para fazer mais e melhor”, frisou.

António Costa manifestou, por fim, a sua satisfação por estar em Cabeceiras de Basto a inaugurar tão valioso equipamento na área da saúde, numa altura em que se assinalam os 3 anos de governação Socialista.

Na oportunidade, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social considerou a criação da RNCCI como “o passo mais inovador” em termos das respostas públicas na área da saúde, lembrando os novos desafios em termos da gestão e da articulação com outras respostas sociais. “É necessário um novo impulso para que a RNCCI seja cada vez mais profunda”, disse Vieira da Silva, reforçando a importância da cooperação entre os ministérios da saúde e do trabalho, solidariedade e segurança social para que “a Rede possa ser cada vez mais um pilar do Estado Social”.

Primeiro-Ministro inaugurou Unidade de Cuidados Continuados da Basto Vida (4)

Por seu turno, a Ministra da Saúde salientou a importância da afirmação dos cuidados continuados, desejando que, no futuro, a RNCCI possa ser “mais proativa” e dê “mais respostas” à comunidade. Referindo-se à UCCI da Basto Vida, Marta Temido disse ainda: “é bom sentir que o poder local está atento e ao lado das populações”.

Depois de agradecer a presença do Primeiro-Ministro na inauguração deste importante equipamento de saúde para Cabeceiras e para a região, o presidente da Câmara disse que “este dia fica na história da Basto Vida, na história do nosso concelho, na história dos cabeceirenses”.

E continuou: “Somos um concelho que, passo a passo, resolve os seus problemas e encontra respostas para atingir objetivos de melhoria da qualidade de vida e do bem-comum”.

Com esta Unidade de Saúde, Cabeceiras de Basto passa a contar com “condições de saúde de qualidade ao nível dos Cuidados Continuados e de Reabilitação de Média Duração”. A solução encontrada para alavancar e gerir o projeto, através da Cooperativa Basto Vida, uma IPSS constituída pela Câmara Municipal e por privados, “é exemplar como modelo de solução”, destacou Francisco Alves, fazendo referência às respostas já existentes em Cabeceiras de Basto ao nível dos internamentos de longa duração da Santa Casa da Misericórdia. E acrescentou: “esperamos, com alguma ansiedade, diga-se, que o internamento público de curta duração, já criado e previsto em Cabeceiras de Basto por despacho do Governo de 29 de dezembro do ano passado, Unidade gerida pelo Hospital da Sra. da Oliveira, de Guimarães, possa integrar rapidamente a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e reiniciar quanto antes o seu funcionamento”.

Agradecendo a todos os que contribuíram para que este equipamento fosse uma realidade e afirmando que “sem o Estado ele não seria possível”, o edil deixou uma “palavra de reconhecimento a todos os que aqui trabalham. Continuem assim”, concluiu.

Deixando palavras de “testemunho e apreço” pela inauguração da UCCI da Basto Vida, o presidente da Assembleia Municipal fez uma retrospetiva histórica do edifício que acolhe hoje a Unidade, bem como do processo de criação da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) de Média Duração.

Joaquim Barreto mostrou-se “recompensado e reconhecido” por todo o trabalho que foi realizado, realçando que Cabeceiras de Basto “tem procurado as respostas necessárias para que as pessoas se sintam cá bem”.

Manifestando o seu agradecimento aos responsáveis do poder local e central pela oportunidade de inaugurar a UCCI da Basto Vida, a presidente da direção, Fátima Oliveira, falou aos presentes das valências da instituição, que tem vindo a prestar importantes serviços ao nível social e da saúde.

“Esta UCCI para além de ser uma excelente resposta para os utentes que dela necessitam é também uma mais-valia na área do emprego, uma vez que criou 40 postos de trabalho direto e 15 opostos de trabalho indireto”, disse a responsável da Basto Vida, referindo que “a taxa de ocupação, desde a sua abertura, há sete meses, é em média superior aos 95%”. E a finalizar disse: “continuaremos a trabalhar por um serviço de excelência”.

A Régie Cooperativa Basto Vida – Serviços de Ação Social e Cuidados de Saúde foi constituída em 2010 e tem como objetivo principal o apoio social e os cuidados de saúde na área do Município de Cabeceiras de Basto, onde presta diversos serviços. Para além da gestão desta Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) de Média Duração, a Basto Vida dinamiza os Espaços de Convívio e Lazer do concelho, tem em funcionamento um Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão, uma Loja Social, bem como diversos programas ‘Livros Sociais’, ‘Medicamentos Sociais’, entre outros.

Primeiro-Ministro inaugurou Unidade de Cuidados Continuados da Basto Vida (5)

CURTIR CIÊNCIA PROMOVEU DEBATE SOBRE CONDUÇÃO AUTÓNOMA

A partir de 2020 a possibilidade de darmos de caras com um automóvel sem condutor vai ser mais forte. As investigações há muito que decorrem no sentido de aplicar ao mundo automóvel muitos dos mais recentes avanços tecnológicos.

DSC_4153

Este foi o tema da palestra promovida no passado dia 21 de novembro, à noite, pelo Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães, em articulação com a equipa de Formação de Adultos da Escola Secundária Francisco de Holanda. Inserida na Semana da Ciência e Tecnologia, a palestra contou com os investigadores João Borges e Nelson Rodrigues, alunos de doutoramento na Universidade do Minho.

Carros sem condutor já não é uma realidade apenas de filmes de ficção científica. Grandes empresas internacionais têm feito testes com veículos não tripulados e os investigadores acreditam que nos próximos anos eles vão afirmar-se no mercado. Segundo estes investigadores, ligados ao projeto Bosch-UMinho, os avanços das tecnologias trazem também novos desafios. Desde logo ao nível da segurança. “Tornando-se o carro uma espécie de computador, com possibilidade de controlo remoto, ficará também mais exposto à ação de “hackers”. Podemos ter, se não forem tomadas medidas, um carro que é roubado à distância, através de um computador”, referiu João Borges.

DSC_4151

CABECEIRENSES DEBATEM EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

Tertúlia sobre Educação Patrimonial decorreu na Casa do Tempo

‘Educação Patrimonial’ foi o tema da terceira tertúlia integrada no Ciclo ‘O Futuro Visita o Passado’ do programa cultural Mosteiro de Emoções que decorreu ontem à tarde, dia 21 de novembro, na Casa do Tempo.

Tertúlia sobre Educação Patrimonial decorreu na Casa do Tempo

Coube ao presidente da Assembleia Municipal, Eng. Joaquim Barreto, proceder à abertura e ao encerramento deste evento, evidenciando o processo permanente e sistemático de trabalho educacional centrado no Património Cultural como fonte primária de conhecimento e enriquecimento individual e coletivo.

A tertúlia teve como oradores a Dra. Belanita Abreu, escritora de livros infantis, formadora na área da escrita criativa e licenciada em Ensino Básico, bem como a Dra. Iolanda Silva que é licenciada em Gestão do Património, mestranda em Património e Turismo Cultural.

Esta terceira tertúlia foi especialmente dirigida a professores, educadores, animadores socioculturais, empresas de animação, técnicos ligados à educação, cultura e turismo mas também para todos os interessados e população em geral.

A partir da experiência e do contacto direto com as evidências e manifestações da cultura, em todos os seus múltiplos aspetos, sentidos e significados, o trabalho de Educação Patrimonial procura levar as crianças e adultos a um processo ativo de conhecimento, apropriação e valorização de sua herança cultural, capacitando-os para um melhor usufruto destes bens, e propiciando a geração e a produção de novos conhecimentos, num processo contínuo de criação cultural.

Esta foi a terceira tertúlia inserida no Ciclo de Tertúlias ‘O Futuro Visita o Passado’ que é uma das 23 atividades do programa cultural ‘Mosteiro de Emoções’ que tem como grande objetivo divulgar o vasto e rico Património Cabeceirense, cujo verdadeiro ex-líbris é o Mosteiro de S. Miguel de Refojos.

O programa cultural Mosteiro de Emoções decorre até julho de 2019 e resulta de uma candidatura a Fundos Comunitários, através do NORTE 2020, e que, para além das ações imateriais de promoção do Nosso Mosteiro tem também associado um conjunto de obras de requalificação e restauro do imóvel.

As tertúlias que compõem este Ciclo de Tertúlias ‘O Futuro Visita o Passado’ têm como objetivo, por um lado a integração de novos residentes, profissionais e visitantes regulares na comunidade, por outro o reforço da identidade local junto da população jovem, bem como a formação e sensibilização dos agentes associativos e dinamizadores recreativos e culturais locais.

CABECEIRAS DE BASTO: IBERDROLA SENSIBILIZA CRIANÇAS PARA A PROBLEMÁTICA AMBIENTAL

Iberdrola sensibilizou crianças para a preservação e valorização ambiental em ação educativa que decorreu em Cabeceiras de Basto

Cerca de 100 crianças participaram ontem, dia 20 de novembro, na Ação de Formação Ambiental sobre ‘Fauna e Flora’ que se realizou no auditório do Centro Hípico de Vinha de Mouros. Organizada pela Iberdrola, através da Biosfera e com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, na iniciativa participaram 45 alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º ciclo das Escolas Básicas do Arco de Baúlhe e da Faia e ainda 50 alunos dos 5.º e 6.º ano do 2.º ciclo da Escola Básica do Arco de Baúlhe.

Iberdrola sensibilizou crianças para a preservação e valorização ambiental (1)

Participaram nesta ação o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, a vereadora Dra. Carla Lousada, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, Sara Hoya que é gestora de Ambiente na Iberdrola e Diego Fernandez, responsável pela Biosfera.

Iberdrola sensibilizou crianças para a preservação e valorização ambiental (2)

Ao longo do ‘circuito’ montado no auditório do Centro Hípico, as crianças ficaram a conhecer várias espécies de seres vivos – fauna e flora – estudadas no contexto ambiental do Sistema Eletroprodutor do Tâmega. Árvores, invertebrados, peixes, mamíferos, aves e anfíbios foram as espécies que estiveram expostas ao longo dos seis pontos de paragem, num percurso cheio de surpresas preparadas pela Biosfera, designadamente o ‘lago’ das trutas, onde as crianças foram estimuladas a interagir com os peixes.

Os mais pequenos ficaram a conhecer as árvores autóctones e infestantes mais abundantes da zona norte de Portugal como é exemplo o carvalho, castanheiro, azevinho, medronheiro, oliveira, eucalipto, mimosas, entre outras.

Coelho, codornizes, galinhas, pintainhos, rã ibérica, tritão, tartaruga, trutas foram também alguns dos animais que puderam ser observados ao longo do circuito.

No exterior do auditório, os mais novos foram ainda convidados a entrar num barco, uma experiência inédita para algumas das crianças que se divertiram muito com a experiência.

Esta ação educativa teve como principal objetivo sensibilizar os mais novos para a preservação ambiental, numa lógica da valorização dos territórios que veem implantados investimentos desta grandeza como a construção da barragem de Daivões, localizada no limite do concelho de Cabeceiras de Basto com Ribeira de Pena.

A sensibilização ambiental é uma ferramenta essencial para podermos atingir uma mudança de atitudes em relação à proteção ambiental e só através da educação se conseguirão atitudes mais corretas para com o ambiente, sendo esta a finalidade da Iberdrola com a dinamização desta iniciativa.

“Assumindo-se a Iberdrola como a energética do futuro, não poderia esquecer os que dele vão fazer parte: os mais novos. Foi com grande orgulho que a Iberdrola, juntamente com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Biosfera, desenvolveu esta ação de formação ambiental, que deu a cerca de 100 crianças uma outra visão sobre a natureza que as rodeia”, veiculou a empresa – “maior produtor de energias renováveis da Europa e dos EUA”.

Trata-se de um dos grandes eventos promovidos em Cabeceiras de Basto no âmbito do plano de ação socioeconómico desenvolvido com os municípios que envolvem o Sistema Eletroprodutor do Tâmega, um dos maiores projetos hidroelétricos dos últimos 25 anos, a nível europeu, que conta com um investimento de mais de 1.500 milhões de euros até 2023.

Iberdrola sensibilizou crianças para a preservação e valorização ambiental (3)

IBERDROLA PROMOVE EM CABECEIRAS DE BASTO AÇÃO DE CARIZ AMBIENTAL E EDUCATIVO

Iberdrola promove ação de cariz ambiental e educativo em Cabeceiras de Basto

A Iberdrola, através da Biosfera e com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, leva a efeito no próximo dia 20 de novembro, terça-feira, uma Ação de Formação Ambiental sobre ‘Fauna e Flora’, a decorrer no auditório do Centro Hípico de Vinha de Mouros.

Iberdrola - ações ambientais e educativas - Arquivo 2017

A iniciativa tem como destinatários alunos do 3.º e 4.º anos do 1.º ciclo e alunos do 5.º e 6.º ano do 2.º ciclo, atingindo cerca de 100 alunos.

Na primeira sessão, agendada para a manhã do dia 20, entre as 10h00 e as 12h00, participam 45 alunos dos 3.º e 4.º anos do 1.º ciclo das Escolas Básicas do Arco de Baúlhe e da Faia, sendo que na 2.ª sessão, das 14h30 às 16h30, estarão presentes 50 alunos dos 5.º e 6.º ano do 2.º ciclo da Escola Básica do Arco de Baúlhe.

Na sala onde irá decorrer a formação ambiental da responsabilidade da Iberdrola e da Biosfera serão dadas a conhecer várias espécies de seres vivos (fauna e flora) estudados no contexto ambiental do Sistema Eletroprodutor do Tâmega – um dos maiores projetos hidroelétricos levados a cabo na Europa nos últimos 25 anos – sistema que integra a construção, entre outras, da barragem de Daivões, localizada no limite do concelho de Cabeceiras de Basto com Ribeira de Pena, infraestrutura com impacto no território de Cabeceiras de Basto.

A Iberdrola vê espelhado nesta formação o compromisso que mantém com o desenvolvimento social dos territórios onde está presente, como é o caso de Cabeceiras de Basto.

Proporcionar a cerca de 100 crianças a oportunidade de conhecerem melhor a fauna e flora que as rodeia é também uma forma de contribuir para a preservação da natureza e para a construção de um futuro mais verde. Um futuro que, na região, ficará também marcado pela entrada em funcionamento do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, em construção até 2023. As obras têm dinamizado os municípios que as rodeiam e vão, até ao seu término, criar 13.500 empregos diretos e indiretos.

De salientar que a Biosfera é uma empresa de consultoria especializada no meio ambiente, com uma equipa multidisciplinar especializada, que trará a Cabeceiras de Basto, no próximo dia 20 de novembro, biólogos e engenheiros ambientais para o desenvolvimento desta ação com os estudantes.

CABECEIRAS DE BASTO COMBATE VESPA ASIÁTICA

Mais de 100 ninhos de vespa velutina destruídos

Desde o início do ano de 2018, 107 ninhos de vespa velutina foram destruídos no concelho de Cabeceiras de Basto. Os ninhos surgiram, na sua maioria, nas árvores em zonas rurais, mas também nos telhados e interiores de habitações, anexos e em muros.

Ninhos Vespa Asiática (1)

A deteção ou a suspeita de existência de ninho ou de exemplares de vespa velutina no território cabeceirense deve ser comunicada à Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, que dará o devido seguimento ao processo de destruição pela Polícia Municipal com o apoio das brigadas municipais, Proteção Civil e, em situações de perigo de incêndio, com o apoio dos Bombeiros Voluntários.

A destruição dos ninhos deve ser feita pelas entidades que se encontram habilitadas para esta tarefa com recurso a equipamento de proteção e de acordo com as orientações do Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa Velutina em Portugal. Na exterminação dos ninhos não devem ser usadas armas de fogo, mesmo no caso de difícil acesso pois este método só provoca a destruição parcial do ninho e contribui para a dispersão e disseminação da vespa asiática por constituição de novos ninhos.

A Vespa Velutina Nigrithorax (também chamada de vespa das patas amarelas) – predadora da abelha europeia – é uma espécie com uma área de distribuição natural que se estende pelas regiões tropicais e subtropicais do norte da Índia ao leste da China, Indochina e ao arquipélago da Indonésia, no continente da Ásia, daí a designação de vespa asiática, ocorrendo normalmente nas zonas montanhosas e mais frescas da sua área de distribuição, pelo que pode estar preadaptada para explorar ambientes temperados, como é o nosso caso.

A existência da vespa velutina tem sido reportada desde 2011 na região norte de Portugal. Os principais efeitos da sua presença manifestam-se em várias vertentes, designadamente na apicultura, por se tratar de uma espécie carnívora e predadora das abelhas europeias; e na saúde pública que, apesar de não serem mais agressivas que a espécie europeia, no caso de sentirem os seus ninhos ameaçados reagem de modo bastante agressivo. Esta espécie distingue-se pela coloração do abdómen (mais escuro na vespa asiática) e das patas (cor amarela).

CABECEIRAS DE BASTO ASSINALA DIA MUNDIAL CONTRA A DIABETES

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto associou-se ao Lions Clube que assinalou hoje o Dia Mundial da Diabetes de uma forma simbólica, através da projeção de luz azul na fachada do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, neste dia 14 de novembro, data oficial da comemoração desta doença em memória de Frederick Banting que, juntamente com Charles Best, foi o responsável pela descoberta da insulina em 1922.

Dia Mundial da Diabetes

Participaram nesta ação o presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves e a vereadora do pelouro da Saúde, Dra. Carla Lousada, o presidente do Lions, Dr. Ernesto Oliveira, entre outros associados do clube e demais convidados.

Este dia visa consciencializar as pessoas sobre a doença e divulgar as ferramentas para a prevenção da diabetes que tem tido um aumento alarmante de casos no mundo.

De salientar que no próximo sábado, dia 17 novembro, na Casa do Tempo, a partir das 14h30, e a propósito do Dia Mundial da Diabetes, a Farmácia Moutinho e a Medibasto organizam uma palestra designada ‘Unidos pela Diabetes’ com o objetivo de dar a conhecer melhor a doença, a sua identificação, os sintomas, a prevenção, complicações, tratamento e outros cuidados de saúde fundamentais para que a população, nomeadamente os Cabeceirenses obtenham mais informações sobre esta patologia crónica.

Nesta iniciativa serão palestrantes médicos, enfermeiros, farmacêuticos e diabéticos que relatarão os seus casos.

A diabetes é uma doença crónica que afeta cerca de 8,3% da população mundial. Estima-se que afete 385 milhões e que em 2035 poderá atingir 592 milhões de pessoas.

CABECEIRAS DE BASTO AJUDA BOMBEIROS

Executivo Municipal atribui mais 59 mil euros ao movimento associativo. Bombeiros Cabeceirenses apoiados com 35 mil euros

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou, por unanimidade, na sua última reunião, do passado dia 9 de novembro, a celebração de seis protocolos de colaboração com associações e instituições do concelho com vista ao desenvolvimento de planos sociais, desportivos, culturais e recreativos a realizar no Município de Cabeceiras de Basto, atribuindo para o efeito um total de 59 mil euros de apoios financeiros.

Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto

À Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses foi atribuído um apoio financeiro no valor de 35 mil euros, ao Conselho Económico Paroquial de Arco de Baúlhe foi atribuído um apoio de 12.500 euros, ao Arco Rotações Clube e à Associação dos Festeiros do Arco (AFA) o montante de 5 mil euros a cada e à Associação Antigos Atletas Cabeceirenses e aos Cavaquinhos da Raposeira o valor de 750 euros cada.

O executivo Cabeceirense ratificou o projeto de execução do Parque de Campismo de Cabeceiras de Basto. Trata-se de um projeto que visa concluir aquele equipamento que, há uns anos atrás, começou a ser construído em Vinha de Mouros. O parque, cuja classificação proposta é de 4 estrelas, terá uma capacidade média para 150 campistas, dispondo, para além dos edifícios de apoio, de três áreas distintas – espaço para tendas, para caravanas/autocaravanas (30 lugares) e uma área de lazer.

Durante esta reunião foi igualmente aprovado, por unanimidade, apoiar mais 38 utentes da Unidade de Saúde Familiar ‘O Basto’ de Cabeceiras de Basto/ACES AVE I – Terras de Basto na deslocação ao IPO do Porto para rastreio do cancro da mama no próximo dia 20 de novembro, assumindo, assim, o Município uma das suas atribuições e competências que é apoiar iniciativas de promoção da saúde e prevenção das doenças.

Foi também aprovado um pedido de transporte solicitado pelo Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto para os alunos de História e Geografia de Portugal da Escola  Básica do Arco de Baúlhe para visitarem o Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Aprovou mais um pedido do mesmo Agrupamento para a cedência do Auditório da Casa da Juventude para a cerimónia de entrega de diplomas aos alunos que entraram no Quadro de Mérito no ano letivo 2017/2018, agendada para o próximo dia 16 de novembro. Foi igualmente aprovada a celebração de um protocolo com o Agrupamento de Escolas para a utilização das instalações do Pavilhão Gimnodesportivo de Refojos para aulas de atividade física.

O executivo Cabeceirense ratificou, ainda, um pedido de apoio logístico do Clube de Praticantes de Motocross e Enduro de Basto para a realização de uma prova de enduro que decorreu no passado dia 4 de novembro em Cabeceiras de Basto.

Foi igualmente aprovada pelo Executivo a atribuição de 2 mil euros à Associação Patinhas Abandonadas de Vieira (APAV) para apoiar aquela associação que, ao longo deste ano, tem acolhido dezenas de canídeos provenientes do concelho de Cabeceiras de Basto.

Por unanimidade, o executivo municipal aprovou dois pedidos de certidão de desanexação de parcelas de terreno e autorizou uma operação de loteamento.

Nesta reunião, a Câmara Municipal ratificou a celebração de um protocolo de permuta e de constituição de servidão que visa a criação e acesso à ‘Área Verde e de Lazer do Rio de Ouro’, no Arco de Baúlhe, mais conhecida por praia do Caneiro. No seguimento desta decisão, ratificou também o ‘Projeto de Renaturalização das margens do Rio de Ouro no lugar do Caneiro’ para a referida praia.

De entre outros assuntos foi, ainda, atribuído mais um apoio à natalidade, aprovados dois pedidos de redução e um de isenção de taxas a três munícipes para frequência na Piscina Municipal de Refojos.