Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

“BRAGA VOLUNTÁRIA” ALARGA REDE DE PARCEIROS

Estrutura Municipal de Voluntariado assinou acordo de cooperação com 23 entidades

Decorreu esta Terça-feira, 6 de Dezembro, a assinatura do acordo de cooperação entre a ‘Braga Voluntária’ e 23 entidades locais, tendo em vista o alargamento da rede de parcerias da Estrutura Municipal de Voluntariado.

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813414 (1).jpg

Na sessão, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a vice-presidente da Câmara Municipal de Braga, Sameiro Araújo, explicou que a estrutura de voluntariado tem vindo a ser renovada e que a ‘Braga Voluntária’ está já a ter um impacto positivo na sociedade.

“Estas entidades que hoje se juntam a nós confirmam, assim, a sua vontade em assumir um compromisso de colaboração para o desenvolvimento do voluntariado na comunidade”, referiu a vice-presidente da Câmara Municipal. “Temos hoje mais um conjunto alargado de associações e organizações que pretendem contribuir para melhorar a sociedade. É precisamente este desejo que ficou evidenciado com a assinatura deste acordo”, acrescentou Sameiro Araújo.

Esta foi a segunda ronda de assinaturas de acordos de cooperação que a Braga Voluntária. O acordo de cooperação visa definir as responsabilidades de cada uma das partes no âmbito da gestão do voluntariado, disponibilizando-se a Braga Voluntária, entre outras, a apoiar a criação de oportunidades de voluntariado que promovam uma participação activa dos cidadãos.

O acordo foi assinado pelas seguintes entidades: Associação Cultural e Recreativa de Cabreiros; Associação de Defesa do Idoso e Crianças de Arentim; Associação de Estudantes de Direito da Universidade do Minho; AFUM – Associação dos Funcionários da Universidade do Minho; AIESEC; APAV – Associação de Apoio à Vítima; APPACDM; Centro Social e Cultural de Ferreiros; Associação Juvenil Jovens em Caminhada; MEERU - Abrir caminho; Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva; Cáritas Diocesana de Braga; Centro Cultural e Social de Santo Adrião; Centro Social da Paróquia de Ferreiros; CERCI Braga; Fundo Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Braga e Empresas Municipais; Grupo 75 - Braga Associação dos Escoteiros de Portugal; Junta de Freguesia de Sequeira; Lions Club de Braga; MUSA - Associação Artística e de Intervenção Social; Pais em Rede; Rede Bibliotecas Escolares; e TEM - Associação Todos com a Esclerose Múltipla.

De referir que a ‘Braga Voluntária’ é uma estrutura de proximidade, de âmbito concelhio, de promoção e desenvolvimento do voluntariado, em cooperação com as organizações promotoras de acções de voluntariado e que interage com os diferentes actores e agentes locais, disponibilizando informação, formação e apoios diversos às organizações e voluntários.

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813432.jpg

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813428 (3).jpg

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813436 (4).jpg

BRAGA QUER CRIAR “VIA VERDE” PARA PROJECTOS SUSTENTÁVEIS NA ÁREA DA HABITAÇÃO

Anúncio feito por João Rodrigues na conferência da Fundação Mestre Casais

A sustentabilidade é o principal foco da Fundação Mestre Casais, um organismo que realizou esta Terça-feira, dia 6 de Dezembro, a sua conferência anual dedicada ao tema Cidades e Edifícios Sustentáveis ’22. A sessão decorreu no Mosteiro de Tibães e contou com a intervenção de João Rodrigues, vereador do Município de Braga, para as áreas da gestão urbanística, regeneração urbana e habitação.

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813410 (4).jpg

E foram precisamente as questões relativas à habitação que o vereador começou por evidenciar, lembrando que o acesso a um direito fundamental como é a habitação condigna, “está cada vez mais dificultado”. Dessa forma, adiantou João Rodrigues, o Município de Braga pretende criar “uma via verde para projectos sustentáveis” na área da habitação.

“Braga quer criar uma verdadeira via verde para projectos sustentáveis que que possam ser desenvolvidos no nosso território. Esses projectos terão acesso a taxas municipais reduzidas e com tratamento preferencial nos serviços municipais, de forma a facilitar a construção sempre em benefício da população, do ambiente e, da sustentabilidade”, explicou João Rodrigues, durante a sessão de abertura na presença de José Mendes, presidente executivo da Fundação Mestre Casais, José da Silva Fernandes, presidente do conselho de administração da Fundação Mestre Casais, e Célia Ramos, vice-presidente da CCDR-N.

Segundo o responsável, a sustentabilidade na habitação consegue-se “evitando os problemas, pelo que mais do que preocupados com apoios à população que sofre com os problemas, devemos estar preocupados em resolver esses mesmos problemas que afectam a população, promovendo a construção de mais e melhor habitação, a custos que as pessoas possam suportar, sem descurar as questões ambientais, de gestão de recursos e, sobretudo, de qualidade”, defendeu João Rodrigues.

Lembrando os apoios da Autarquia Bracarense à classe economicamente mais frágil, mas também à classe média, nomeadamente os apoios no âmbito do arrendamento acessível, à eficiência energética ou até mesmo os apoios ao pagamento do empréstimo bancário para aquisição de habitação própria, o vereador destacou que actualmente os apoios às famílias “são o grande mote para as políticas de habitação definidas pelo Estado Central, contudo, não é através de uma política de prestação de apoios sociais ‘ad aeternum’ que vamos tornar a questão da habitação mais sustentável”, considerou.

A finalizar, João Rodrigues lembrou o desenvolvimento de Braga e o seu crescimento populacional, que demonstram o “bom trabalho” que tem vindo a ser realizado no Concelho ao longo dos últimos anos.

“Braga foi o Concelho português que mais cresceu na última década, com um crescimento da população residente de 6,5% face a 2011, crescimento este que fez de Braga não só a Cidade que mais cresceu, como também a única com dimensão a consegui-lo de forma tão sustentada, voltando a ser a cidade mais jovem do País. Um crescimento que deve orgulhar a Cidade e é a prova de que o trabalho que está a ser feito está a dar resultados, mas que traz consigo muitos desafios, nomeadamente, em áreas cruciais como o são a mobilidade, as respostas sociais ou a habitação”, concluiu João Rodrigues, salientando que o Município de Braga continuará a fazer todos os esforços para aumentar a área urbana da Cidade, no âmbito do processo de revisão em curso do PDM, com vista a uma construção de habitação de qualidade para a população.

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813408.jpg

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813396 (8).jpg

CMB06122022SERGIOFREITAS00021513813406 (5).jpg

BRAGA NA LISTA DAS TRÊS CIDADES FINALISTAS A CAPITAL EUROPEIA DA DEMOCRACIA

Juntamente com Barcelona e Bruxelas

Braga é uma das três cidades finalistas candidatas a Capital Europeia da Democracia, numa lista que conta ainda com Barcelona e Bruxelas. Esta é uma iniciativa que pretende destacar a inovação democrática, promover a coesão, oportunidades de colaboração e participação da sociedade.

BragaLETRAS (3).jpg

A lista final foi feita por um júri de especialistas, e a primeira Capital Europeia da Democracia será escolhida por dez mil cidadãos de todos os estados membros do Conselho da Europa, que será anunciada no próximo mês de Janeiro.

“Este é mais um motivo de orgulho para Braga e para as suas instituições. Fazer parte desta lista restrita ao lado de duas das principais cidades europeias como são Barcelona e Bruxelas, é o claro reconhecimento do sucesso das nossas políticas de abertura do processo de decisão democrática a toda a sociedade, de reforço da cidadania e de promoção de uma forte colaboração entre todos os agentes de desenvolvimento que têm sido cruciais para o sucesso de todas as políticas municipais”, refere Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

Após uma série de visitas às cidades candidatas, o júri de especialistas reuniu-se no início de Dezembro para avaliar os programas das cidades candidatas e seleccionar três cidades que continuam na lista para ostentar o título de primeira Capital Europeia da Democracia. Os programas apresentados por Braga e por Barcelona e Bruxelas destacaram-se pela sua abordagem multifacetada à democracia, com projectos inovadores da sociedade civil e capacidade comprovada para colaborar e inspirar acções além-fronteiras.

O objectivo Capital Europeia da Democracia é estabelecer um espaço de colaboração onde os cidadãos da Europa se reúnam, se envolvam, experimentem novas formas de democracia participativa e inclusiva em acção e se inspirem num programa abrangente projectado para promover a democracia e construir ou reconstruir a confiança.

A Capital Europeia da Democracia vai receber diversas actividades que vão atrair visitantes de toda a Europa para se juntarem e participarem em eventos colaborativos para fortalecer a democracia, sendo que a cidade vencedora será reconhecida internacionalmente como um centro de inovação e educação para a participação activa da sociedade.

Recorde-se que em Julho deste ano eram 22 as cidades que concorriam para se tornarem a primeira Capital Europeia da Democracia. Numa segunda fase, estavam em análise a candidatura das cidades de Cascais e Valongo, assim como Antuérpia (Bélgica), Barcelona (Espanha), Bolonha (Itália), Bruxelas (Bélgica), Burgos (Espanha), Linz (Áustria), Metz (França), Opole (Polónia), Rzeszow (Polónia) e Sarajevo (Bósnia e Herzegovina).

MUNICÍPIO DE BRAGA ASSINALA DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

‘A prática de Incluir’ esteve em debate na Biblioteca Lúcio craveiro da Silva

Município de Braga assinala Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

O Município de Braga, em parceria com a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS), assinalou o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência com realização de uma mesa-redonda onde o debate e pensamento crítico deram o mote para discutir o tema ‘A Prática de Incluir’. A iniciativa, que teve lugar este Sábado, dia 3 de Dezembro, foi aberta ao público em geral e decorreu no âmbito da Semana da Inclusão, promovida pela BLCS.

CMB03122022SERGIOFREITAS00021513813281 (4).jpg

O debate contou com a participação de Lucinda Vila Verde, representante do Centro Novais e Sousa e há 48 anos ligada a este tema, José António Saraiva, telefonista no Centro de Saúde de Infias e Raquel Cunha, do Centro Terapêutico SalusLive. A moderação esteve a cargo de Aida Alves, directora da BLCS.

Carla Sepúlveda, vereadora do Município de Braga, marcou presença nesta iniciativa destacando que o tema definido para debate não podia ser mais pertinente, tal como os convidados. “É crucial debater o que se faz na prática para que haja uma inclusão assente nas necessidades específicas das nossas crianças, jovens e adultos. Não basta que se fale em inclusão. É urgente que se verifique, no terreno, de que forma é feita esta inclusão. Por vezes, ao achar que estamos a incluir, corremos o risco de excluir, por isso, os espaços e actividades inclusivas devem ser pensados de forma que haja capacidade de resposta para todos”, referiu.

Para a responsável das áreas da Educação, Inovação e Coesão Social, “não basta dizer que estamos a incluir. É preciso que se assegurem os devidos recursos para a prática desta inclusão no dia-a-dia. Em Braga acreditamos que só a partir da experiência de quem está no terreno podemos realmente perceber o que é isto da inclusão. Foi neste sentido que quisemos reunir um painel de pessoas que trabalham directamente com crianças, jovens e adultos com Necessidades Específicas e quisemos dar voz a quem vive o seu dia-a-dia com algumas limitações físicas”.

Como explicou Carla Sepúlveda, o Município de Braga tem feito um trabalho assente na inclusão e aceitação por via dos inúmeros projectos direccionados ou ao público mais jovem, ou ao público sénior. “Este ano levamos a cabo um programa de férias para todas as crianças e jovens do Concelho. Este projecto promove uma inclusão coesa e com base na partilha de experiências positivas que potenciam o crescimento individual e em grupo. É um projecto constituído por uma equipa profissional, com conhecimento de causa no terreno e capaz de passar a inclusão para a prática. Estamos certos de que é em comunidade e em colaboração com todos que a inclusão se faz”, concluiu.

CMB03122022SERGIOFREITAS00021513813285 (1).jpg

CMB03122022SERGIOFREITAS00021513813282 (6).jpg

CMB03122022SERGIOFREITAS00021513813284 (13).jpg

CMB03122022SERGIOFREITAS00021513813288 (12).jpg

BRAGA: ÁRVORE DOS SONHOS ALEGRA NATAL DE UTENTES DE CINCO INSTITUIÇÕES DA CIDADE

Na Árvore dos Sonhos de Natal dos Biscainhos estão 100 desejos à espera da generosidade dos Bracarenses. Esta iniciativa solidária, criada há cinco anos pelos comerciantes da Rua dos Biscainhos, em parceria com o Município de Braga e com o Museu dos Biscainhos, volta a concretizar os sonhos de crianças, jovens e pessoas com deficiência de várias instituições da Cidade.

CMB02122022SERGIOFREITAS00021513813246 (11).jpg

Esta Sexta-feira, dia 2 de Dezembro, os utentes da APPACDM dos pólos de São Lazaro, Gualtar e Fraião, do Instituto de Reabilitação e Integração Social (IRIS), do Centro Novais e Sousa, da Fundação Bomfim e do Centro Cultural e Social de Santo Adrião, colocaram postais com os pedidos na árvore junto ao Museu dos Biscainhos que podem agora ser realizados por quem quiser dar um Natal mais recheado a quem menos tem.

Para ajudar, basta escolher um desejo e entregar o presente no Museu dos Biscainhos ou numa das lojas comerciais da Rua dos Biscainhos, nomeadamente na Adamasttor Saúde & Sabor; Cannabis Store Amsterdam Braga; Corriqueijo; Júlio Cabeleireiro; Pichelaria dos Biscainhos; Podo Sanus e Relojoaria Maurício Queirós.

A acção solidária decorre até 5 de Janeiro e, para o vereador Altino Bessa, esta é uma forma de ajudar quem mais precisa e desafiou a população a proporcionar um Natal mais feliz aos utentes destas instituições. “Estamos a falar de pedidos muito simples que vão desde pijamas a fatos de treino, mochilas, botas ou sapatilhas. Todos somos chamados a realizar os sonhos destas pessoas e a demonstrar carinho e atenção”, referiu o vereador apelando à solidariedade dos Bracarenses para uma vez mais concretizar estes pedidos.

CMB02122022SERGIOFREITAS00021513813232 (1).jpg

CMB02122022SERGIOFREITAS00021513813240 (1).jpg

CMB02122022SERGIOFREITAS00021513813231 (3).jpg

CMB02122022SERGIOFREITAS00021513813233 (4).jpg

CARROSSEL E COMBOIO MÁGICO TRANSPORTAM O NATAL ATÉ AO BRAGA PARQUE

Atividades gratuitas até 31 de dezembro

O Braga Parque preparou mais um Natal cheio de alegria e cor, que vai fazer as delícias de miúdos e graúdos. Para além de um carrossel iluminado com decoração alusiva à época, o shopping tem um comboio que transporta as crianças numa viagem mágica. Ambas as atividades são gratuitas.

Capturarb2 (3).JPG

 

Na idade do faz de conta, não pode faltar o Pai Natal que, este ano, vai surpreender e aparecer quando os meninos menos esperarem. Sempre mantendo o bom comportamento, os mais pequenos têm de estar de olhos bem abertos para receber o senhor das barbas brancas, que andará pelo shopping a distribuir abraços e a espalhar o encanto do Natal.

Na escadaria central, já se encontra montado o tradicional presépio que conta a história do nascimento de Jesus. Num cenário deslumbrante, os bonecos em miniatura e os detalhes impressionantes irão deslumbrar todos os que por lá passarem.

No Braga Parque, seja para a família ou para os amigos, os visitantes vão poder encontrar aquele presente especial, a lembrança de última hora ou ainda as iguarias que vão compor a mesa de Natal. Criando memórias felizes, o shopping pretende proporcionar momentos inesquecíveis, para que as famílias possam tirar o máximo desta época natalícia.

Horários | dezembro

Carrossel (Praça Central)

Dias da semana | 15h às 22h

Fins de semana e feriados | 12h às 22h

Dias 24 e 31 | 12h às 16h

Comboio (Piso 2)

Dias 1 a 8 | 15h às 18h e das 19h30 às 22h

Dias 19 a 30 | 15h às 18h e das 19h30 às 23h

Dias 24 e 31 | 12h às 16h

Pai Natal

Disponível durante os fins de semana e feriados, e ainda na semana que antecede o Natal

Braga Parque Natal (3) (1).jpg

Capturarb3 (3).JPG

BRAGA: NUNO MIGUEL MEDEIROS RECEBEU PRÉMIO DE HISTÓRIA ALBERTO SAMPAIO

Cerimónia decorreu esta Quinta-feira, 1 de Dezembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho

O Salão Nobre dos Paços do Concelho acolheu esta Quinta-feira, 1 de Dezembro, a cerimónia de entrega do Prémio de História Alberto Sampaio 2022 ao investigador Nuno Miguel Ribeiro de Medeiros, pelo trabalho “Edição para o Grande Consumo em Portugal: Um século de Romano Torres (1885/86-1990)”. A sessão de entrega do prémio, que resulta da parceria entre os Municípios de Braga, Guimarães e Famalicão e Sociedade Martins Sarmento, coincidiu com a data de aniversário de nascimento de Alberto Sampaio.

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813189.jpg

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, destacou a importância do prémio que “presta homenagem a um vulto da nossa história”. “Este é um prémio que visa manter viva a pessoa e a obra de Alberto Sampaio, promovendo o desenvolvimento de estudos científicos e de investigação nas áreas ligadas ao seu legado, em especial, nas disciplinas da História Social e Económica”, salientou o Edil durante a cerimónia.

Já Nuno Medeiros, vencedor do prémio, mostrou-se honrado pelo prémio atribuído ao seu trabalho de investigação que procura conhecer os processos sobre a produção editorial, a criação do livro e a sua circulação no mercado como objecto de consumo.

O júri, constituído sob a égide da Academia das Ciências de Lisboa, a quem está confiada a direcção científica do Prémio, deliberou, por unanimidade, atribuir o Prémio de 2021 ao investigador Nuno Miguel Ribeiro de Medeiros que apresentou um trabalho com o título “Edição para o Grande Consumo em Portugal: Um século de Romano Torres (1885/86-1990)”.

O Prémio de História Alberto Sampaio, inicialmente instituído em 1995 pelos Municípios de Guimarães e Vila Nova de Famalicão e pela Sociedade Martins Sarmento, foi renovado em 2016, contando a partir de então com o Município de Braga.

Segundo o júri, o trabalho agora premiado “concretiza-se no estudo do percurso de uma empresa centenária, a Romano Torres (1885/86-1990), aproveitando o acervo documental do Arquivo Histórico desta editora referencial no mercado da edição em Portugal destinada ao grande consumo da leitura”. “O trabalho configura-se como um exercício transdisciplinar enriquecedor para a historiografia nacional, ao mesmo tempo que se insere, em pleno, no quadro de objectivos que subjaz ao Prémio Alberto Sampaio”, acrescenta o júri, destacando ainda a elevada qualidade da generalidade dos trabalhos admitidos.

Conforme prevê o regulamento, o trabalho vencedor será publicado na Revista de Guimarães.

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813187.jpg

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813195 (5).jpg

MERCADO DE NATAL MARCA ARRANQUE DA PROGRAMAÇÃO NATALÍCIA DA CIDADE DE BRAGA

Evento decorre até 24 de Dezembro, na Praça Municipal

O Mercado de Natal coberto, localizado na Praça Municipal, é a grande novidade deste ‘Braga é Natal’ que arrancou esta Quinta-feira, 1 de Dezembro. O coração da Cidade deixa-se invadir pelo espírito natalício, com a presença de vinte expositores e muita cultura.

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813128 (1).jpg

A par do carrossel que fará as delícias dos mais novos, o espaço está repleto de artesanato urbano e produtos tradicionais alusivos a esta quadra festiva. Também alguns dos melhores sabores Bracarenses estarão representados, com as bancas de produtos agro-alimentares, doces, chocolates, bebidas, entre outros artigos.

Esta manhã, na abertura oficial do mercado, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, mostrou-se optimista quanto ao sucesso deste primeiro mercado de Natal. “Temos todos a referência dos mercados tradicionais de Natal do centro da Europa e Braga nunca tinha tido uma solução específica deste género. Desafiámos os operadores e a adesão foi muito boa”, referiu o Edil, deixando a possibilidade de, no próximo ano, realizar a iniciativa num espaço mais amplo.

Sobre a programação “Braga Natal”, que se prolonga até 13 de Janeiro, Ricardo Rio afirma que as “expectativas são altíssimas” tendo em conta a qualidade das iniciativas que irão acontecer.

“O Natal em Braga é sempre uma experiência memorável e, este ano, julgo haver condições para ser ainda mais marcante. Investimos mais na programação, temos uma oferta mais alargada e estruturada, desde logo com este Mercado de Natal, mas também com o parque de diversões no Altice Forum Braga e com a Parada de Natal”, sustentou

De referir que o Mercado de Nata conta com um palco por onde irão passar inúmeros espectáculos culturais e artísticos. Todos os dias, haverá teatro, música, dança e novo circo. Destaque para o espectáculo de teatro para a infância “Táxi Duende”, pelo Grupo de Teatro Malad’arte, com várias actuações, mas também para o Novo Circo, com o espectáculo “Fábrica de Circo”, pelos Malatitsch.

A música com os coros e os concertos de Natal serão uma constante, com a apresentação de cerca de duas dezenas de espectáculos musicais.

Haverá ainda espaço para espectáculos de dança e de bailado, pela Companhia Backstage e pela Academia Souldancers de Braga.

O Mercado de Natal irá decorrer até 24 de Dezembro, funcionando no seguinte horário: de segunda-feira a quinta-feira, e aos domingos, o espaço estará aberto das 10h00 às 19h00, e de sexta-feira a sábado, das 10h00 às 22h00. Na véspera de Natal, dia 24 de Dezembro, as portas ficaram abertas das 10h00 às 14h00. A entrada neste espaço é livre.

O programa do “Braga É Natal” está disponível em https://braganatal.cm-braga.pt/

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813147 (1).jpg

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813162 (3).jpg

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813144 (4).jpg

CMB01122022SERGIOFREITAS00021513813137 (7).jpg

BRAGA MOSTROU QUE QUER SER CAPITAL EUROPEIA DA CULTURA EM 2027

Júri internacional da candidatura visitou a Cidade

O júri internacional que avalia o processo de candidatura da Capital Europeia da Cultura em 2027, esteve esta Quarta-feira de visita a Braga e ficou a conhecer a dinâmica da Cidade. Os membros do painel de especialistas percorreram vários espaços do Concelho, num itinerário muito diversificado. A comitiva reuniu com a directora regional da Cultura no Mosteiro de Tibães, contactou com associações culturais, membros da Assembleia Municipal e diversos protagonistas da Cidade de Braga. A visita terminou no Mercado Municipal, num momento único que mobilizou a sociedade e os agentes culturais.

CMB30112022SERGIOFREITAS00021513813124 (12).jpg

“Braga mostrou que quer ser Capital Europeia da Cultura e temos as mais altas espectativas de que podemos atingir esse objectivo. A Cidade fez tudo o que estava ao seu alcance para apresentar uma candidatura excepcional, uma candidatura dos Bracarenses, de todo o Concelho, mas também de toda a região e da Eurorregião. Esta candidatura mobilizou apoios a todos níveis no Norte de Portugal e em toda a Galiza assumindo-se como um excelente desafio para aquilo que a Europa deve ser no futuro, onde a Cultura desempenha um papel fundamental”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

‘Tempo de Contemplação’ é o tema da candidatura Bracarense, cujo programa artístico da é composto por 48 projectos divididos pelos quatro pilares da candidatura: empatia, deambulação, desassossego e criação. Estão ainda previstos seis eventos de natureza mais festiva apelidados de “celebração”. Mais de 85% dos projectos são de carácter regional e cerca de 45% fomenta a cooperação transfronteiriça, juntando parceiros do Norte de Portugal e Galiza.

“Em Braga olhamos para a Cultura como um veículo de transformação da sociedade e do nosso território em todas as suas dimensões e achamos que merecemos indiscutivelmente este título”, concluiu Ricardo Rio.

Braga é uma das quatro cidades finalistas candidatas ao título de Capital Europeia da Cultura 2027, juntamente com Aveiro, Évora e Ponta Delgada.

Entre os dias 5 e 6 de Dezembro terá lugar, em Lisboa, uma nova audiência das cidades finalistas, estando a audiência de Braga marcada para dia 6 durante a manhã. No dia 7 de Dezembro será conhecido o nome da cidade portuguesa que irá receber o título de Capital Europeia da Cultura em 2027.

CMB30112022SERGIOFREITAS00021513813113 (2).jpg

CMB30112022SERGIOFREITAS00021513813121 (14).jpg

CMB30112022SERGIOFREITAS00021513813096 (8).jpg

CMB30112022SERGIOFREITAS00021513813111 (9).jpg

STARTUP BRAGA PASSA A APOIAR PROJECTOS NA ÁREA DA SUSTENTABILIDADE

Anuncio feito por Ricardo Rio durante a abertura do Unique Summit

A Startup Braga vai passar a apoiar projectos de empreendedorismo na área da Sustentabilidade. O anúncio foi feito por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a cerimónia de abertura do Unique Summit, que decorre até amanhã no Altice Forum Braga.

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813026 (10).jpg

“Além de projectos nos domínios da biotecnologia, nanotecnologia, ciências da saúde e das tecnologias de informação, vamos passar a considerar nos diversos programas de incubação e de aceleração a componente da Sustentabilidade porque acreditamos que esta é uma forma de acelerar os projectos de natureza económica nesta área, de forma a potenciar a investigação de processos de transformação da nossa sociedade”, explicou Ricardo Rio, durante a sessão que contou com a presença de Rui Vieira de Castro, reitor da Universidade do Minho, António Cunha, presidente da CCDR-N, António Dias Martins, director executivo da Startup Portugal, e Arturo Villar Menéndez, CEO e fundador da rede internacional Global Startup Cities.

Criada como hub de inovação tecnológica da InvestBraga, a Startup Braga dedica-se a apoiar projectos de elevado potencial empreendedor a atingir mercados internacionais e a criar os seus modelos de negócio. “Não vamos alterar o cerne da actividade da Stratup Braga, vamos é alargar o âmbito da nossa intervenção para o domínio da Sustentabilidade. Nestes anos temos procurado trazer sobretudo empresas das áreas dos vectores estratégicos considerados prioritários e desenvolver um ecossistema empreendedor. Agora vamos também apoiar empresas ligadas à área da Sustentabilidade e isso vai exigir da nossa parte um reforço de meios para envolver outras empresas nos nossos diversos programas de criação, aceleração e incubação de startups”, garantiu o Autarca.

Com mais de 70 oradores confirmados, o Unique Summit conta com mais de 400 participantes de alguns dos principais ecossistemas empreendedores da Europa, Ásia, África e América.

Até amanhã, o evento terá, talks e mesas redondas que debaterão a evolução do ecossistema empreendedor à escala global, trazendo alguns dos principais protagonistas em áreas como o investimento, tecnologia, cidades e território, mobilidade, bioeconomia, agrotech, ou inovação social.

O Unique Summit permite que as startups, cidades e centros de I&D apresentem as suas potencialidades na Global Innovation Area, um espaço pelo qual todas as entidades presentes passarão ao longo destes dias.

Promovido pelo consórcio internacional Global StartupCities, que junta cidades potenciadoras de ecossistemas empreendedores e que não são capitais de países, a organização desta edição é da responsabilidade da InvestBraga que, através do seu hub de inovação, Startup Braga, tem estado a trabalhar num conjunto de momentos que procurarão fomentar a partilha de conhecimento e boas práticas, novas oportunidades económicas e o networking entre empreendedores, investidores e decisores políticos.

O Unique Summit conta com o apoio do dst group, e das empresas Accenture, Altice, Bosch, Edigma, Get Bus, ISSUU, Microsoft, Moviik, Prio e TUB como innovation partners. Toda a actividade do Unique Summit pode ser acompanhada em pormenor em https://www.uniquesummit.com

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813039 (5).jpg

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813049 (5).jpg

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813022 (7).jpg

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813046 (6).jpg

CMB29112022SERGIOFREITAS00021513813029 (7).jpg

BRAGA: ABERTURA DA PROGRAMAÇÃO “BRAGA É NATAL”

O Município de Braga procede amanhã à abertura da programação ‘Braga é Natal’ que terá lugar amanhã, Quinta-feira, dia 1 de Dezembro, com diversas iniciativas, em Braga.

11h30 | Praça Municipal - Abertura do Mercado de Natal

14h30 | Exterior do Altice Forum Braga -  Abertura do Parque de Diversões de Natal

18h00 | Avenida Central - Cerimónia de Inauguração das Luzes de Natal

Estas iniciativas contarão com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

De 1 de Dezembro a 13 de Janeiro, a magia e o espírito de Natal invadem as ruas da Cidade com a realização de mais uma edição do programa ‘Braga é Natal’. As ruas, praças e avenidas iluminam-se com milhares de luzes, que vão aquecer os corações dos Bracarenses e de todos quantos visitam a Cidade nesta quadra festiva. A Cidade estará de portas abertas ao mundo encantado do Natal, com mais de 200 actividades que terão lugar no Centro Histórico, na Praça Municipal e no Altice Forum Braga.

O programa completo está disponível em: http://bit.ly/3g2fAfx

BRAGA INAUGURA ÁRVORE DOS DESEJOS

O Município de Braga inaugura Árvore dos Desejos da Associação Virar a Página, que terá lugar amanhã, Quarta-feira, dia 30 de Novembro, pelas 15h00, na Pop-Up Store (Largo Barão de São Martinho, perto do Posto de Turismo).

A iniciativa contará com a presença de Altino Bessa, vereador do Município de Braga.

Este Natal, a Associação “Virar a Página” vai realizar uma campanha de recolha de donativos para aquisição do espaço onde actualmente está a funcionar e confecciona as refeições. Para além disso, a campanha pretende recolher embalagens para refeições, alimentos não perecíveis, detergentes - como lixívia ou para louça -, pequenos electrodomésticos para as pessoas apoiadas e chocolates para o Natal, entre outros bens.

MUNICÍPIO DE BRAGA CELEBRA ACORDO COM CIDADES DE ISRAEL E DO SENEGAL

O Município de Braga celebra acordo entre as cidades de Braga, Dakar (Senegal) e Yerucham (Israel) em cerimónia que terá lugar amanhã, Quarta-feira, dia 30 de Novembro, no Altice Forum Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente do Município de Braga.

Este acordo está enquadrado na iniciativa Talent Cities do Global Parliament of Mayors, que se destina a criar um ecossistema internacional de talento para corresponder aos desafios mais prementes na criação e captação de talento.

Esta parceria surge numa altura em que Braga recebe a Unique Summit e se assume cada vez mais como um novo centro global de startups, com um ecossistema de inovação dinâmico e atractivo.

GRUPO FOLCLÓRICO DA UNIVERSIDADE DO MINHO: QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA ‘22

A 3.ª edição deste concerto dedicado aos cantares polifónicos tradicionais acontece na Igreja dos Terceiros, em Braga.

GFUM_Polifonias_2022 (1) (1).jpg


O Grupo Folclórico da Universidade do Minho (GFUM) organiza a terceira edição do concerto “Quem canta seus males espanta” na Igreja dos Terceiros, em Braga.
Depois do sucesso das edições anteriores, o GFUM volta a organizar este concerto que tem como objetivo a promoção e a divulgação do canto polifónico a capella, que se está a candidatar a Património Cultural Imaterial Nacional, através da candidatura do “Canto a Vozes”.
Neste contexto, o concerto reunirá vários grupos com este trabalho de salvaguarda e valorização. São eles: GFUM, Grupo Etnográfico de Fermedo e Mato (Arouca) e Cantadeiras de S. Martinho de Crasto (Ponte da Barca).
O concerto será encerrado com um coro de comunidade, que tem vindo a ser preparado, no qual se têm juntando vozes de diferentes grupos e realidades entre cantadores e cantadeiras, evidenciando as polifonias da região.

GFUM_Polifonias_2022 (2).jpg

Quem_Canta_22.jpg

EMBAIXADORES EMPRESARIAIS DE BRAGA REUNIRAM PARA DEBATER OPORTUNIDADES DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

Encontro antecedeu sessão de abertura do Unique Summit

Os Embaixadores Empresariais de Braga estiveram reunidos esta Segunda-feira, dia 28 de Novembro, numa Cimeira com o objectivo de criar sinergias entre as diversas empresas de forma a serem concertadas acções concretas em prol do desenvolvimento do Concelho.

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513812993 (5).jpg

O encontro, realizado na Colunata Eventos do Bom jesus, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Braga e da InvestBraga, Ricardo Rio, e do Administrador Executivo da InvestBraga, Carlos Silva. Nesta Cimeira participou ainda o CEO e fundador da rede internacional Global StartupCities, Arturo Menéndez.

O evento antecedeu a sessão de abertura, no mesmo local, da terceira edição do Unique Summit, que este ano se realiza em Braga de 28 a 30 de Novembro. A iniciativa junta empreendedores e stakeholders de ecossistemas de inovação dos quatro cantos do mundo e é uma oportunidade para os nossos empresários debaterem a evolução do ecossistema empreendedor local e estreitarem laços com outros mercados.

Desta forma, os Embaixadores Empresariais tomaram conhecimento das várias acções previstas para estes três dias de duração do Unique Summit, podendo assim tirar o máximo proveito das potencialidades deste evento, nomeadamente a identificação de novas oportunidades de negócio e o contacto com novos investidores e projectos inovadores.

Considerada um exemplo de cooperação, esta Cimeira de Embaixadores Empresariais foi também mais uma oportunidade para recolher contributos, apresentar os desafios para o futuro e delinear apostas estratégicas conjuntas.

O encontro reflecte a cultura de relacionamento entre os agentes públicos e privados que tem sido promovida pelo Município e pela InvestBraga, facto que tem contribuído de forma decisiva para a qualificação do tecido económico Bracarense e para afirmar Braga como um território competitivo e atractivo para o investimento.

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513812992.jpg

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513812994.jpg

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513812989 (3).jpg

“UNIQUE SUMMIT” RETRATA MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E COOPERAÇÃO SEGUIDO POR BRAGA

Presidente da República elogiou desenvolvimento sustentável de Braga

Decorreu hoje, dia 28 de Novembro, a sessão de abertura da terceira edição do Unique Summit, uma cimeira que junta, no Altice Forum Braga, empreendedores e outros stakeholders de ecossistemas de inovação dos quatro cantos do mundo. De 28 a 30 de Novembro, Braga é palco do debate em torno do empreendedorismo e inovação.

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513813014.jpg

Esta sessão contou com a presença de Ricardo Rio, presidente do Município de Braga, de Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, e de Arturo Villar Menéndez, CEO e fundador da rede internacional Global StartupCities.

O autarca Bracarense realçou que este é um evento que ´retrata bem´ o modelo de desenvolvimento económico e de cooperação entre os diversos agentes que Braga tem procurado corporizar, com bastante sucesso, ao longo da última década e que faz a diferença no bem-estar das comunidades.

“Em contraciclo com o que acontece no país, Braga está a crescer em termos de população devido ao seu crescimento sustentado e diversificado e à capacidade demonstrada em criar oportunidades de emprego qualificado e oferecer uma elevada qualidade de vida aos seus cidadãos”, afirmou, sublinhando que este trabalho é ainda mais meritório pelo facto da cidade estar fora das áreas metropolitanas nacionais. 

O edil sublinhou que a Global StartupCities é uma rede internacional constituída por cidades que “corporizam essa mesma estratégia de olhar para o desenvolvimento económico como motor do seu crescimento, estabelecendo pontes entres agentes de desenvolvimento e encontrando estratégicas comuns que podem partilhar para atingir bons resultados, motivo pelo qual faz todo o sentido Braga receber este evento”.

Por seu turno, Marcelo Rebelo de Sousa destacou o facto de Portugal receber, num curto espaço de tempo, dois eventos de grande importância relacionados com startups: a Unique Summit e a Web Summit. “Este facto demonstra que a comunidade de startups valoriza Portugal e que o empreendedorismo é uma prioridade do país”.

O Presidente da República elogiou ainda o caminho que Braga tem vindo a percorrer e que faz com que a cidade seja um ´caso especial´ no panorama nacional. “É uma cidade que está a crescer e onde a juventude faz toda a diferença. As universidades, os centros de investigação, a força das empresas e o seu crescimento faz com que Braga seja, a nível nacional, uma cidade chave nas exportações e captação de investimento estrangeiro. Para atingir estes resultados são fundamentais a liderança e as políticas públicas que têm vindo a ser seguidas pelo Município e que privilegiam o desenvolvimento sustentável, a cooperação, o dinamismo e o empreendedorismo”, referiu.  

Evento conta com mais de 400 participantes de quatro continentes

Com mais de 70 oradores confirmados, o Unique Summit conta com mais de 400 participantes de alguns dos principais ecossistemas empreendedores da Europa, Ásia, África e América.

O evento terá, nos dias 29 e 30 de Novembro, talks e mesas redondas que debaterão a evolução do ecossistema empreendedor à escala global, trazendo alguns dos principais protagonistas em áreas como o investimento, tecnologia, cidades e território, mobilidade, bioeconomia, agrotech, ou inovação social.

Irá ainda permitir que as startups, cidades e centros de I&D apresentem as suas potencialidades na Global Innovation Area, um espaço pelo qual todas as entidades presentes passarão ao longo destes dias.

De sublinhar que o Unique Summit conta com o apoio do dst group, e das empresas Accenture, Altice, Bosch, Edigma, Get Bus, ISSUU, Microsoft, Moviik, Prio e TUB como innovation partners.

Promovida pelo consórcio internacional Global StartupCities, que junta cidades potenciadoras de ecossistemas empreendedores e que não são capitais de países, a organização do evento em 2022 é da responsabilidade da InvestBraga que, através do seu hub de inovação, Startup Braga, tem estado a trabalhar num conjunto de momentos que procurarão fomentar a partilha de conhecimento e boas práticas, novas oportunidades económicas e o networking entre empreendedores, investidores e decisores políticos.

Toda a actividade do Unique Summit pode ser acompanhada em pormenor em uniquesummit.com.

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513813002 (7).jpg

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513813005 (1).jpg

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513813003.jpg

CMB28112022SERGIOFREITAS00021513813013.jpg

 

BRAGA ACOLHE 3ª UNIQUE SUMMIT

O Município de Braga promove a cerimónia de abertura dos trabalhos da 3º Unique Summit, que terá lugar amanhã, Terça-feira, dia 29 de Novembro, no Altice Forum Braga.

A cerimónia de abertura contará com a presença de Ricardo Rio, presidente do Município de Braga, Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho, António Cunha, Presidente da CCDR-Norte, António Dias Martins, director-executivo da Startup Portugal, Maria José Fernandes, presidente do IPCA, e Arturo Villar, CEO e fundador da rede internacional Global StartupCities.

A terceira edição do Unique Summit decorre até 30 de Novembro e junta empreendedores e stakeholders dos quatro cantos do mundo com o objectivo de reflectir sobre o ecossistema empreendedor à escala mundial.