Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BRAGA RECEBE AUTOCARROS ELÉCTRICOS

Primeiros autocarros eléctricos marcam novo ciclo nos TUB. Novas viaturas representam investimento de 3 milhões de euros

Um momento histórico que demonstra que os Transportes Urbanos de Braga (TUB) estão na vanguarda da inovação tecnológica e que se traduz na qualificação do serviço prestado à população. Esta Terça-feira, os TUB apresentaram dos primeiros seis primeiros autocarros eléctricos da sua frota, num investimento de três milhões de euros.

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014446

“Actualmente, Braga tem uma empresa de transportes de topo que estabeleceu parcerias com empresas de renome nacional e internacional e que resultam em projectos que marcam a diferença na inovação para a área dos transportes urbanos”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, adiantando que nos próximos dois anos os TUB pretendem renovar a sua frota em cerca de 30% com viaturas eléctricas ou a gás natural comprimido iniciando, dessa forma o processo de descarbonização.

A constante procura em melhorar o seu serviço, a qualificação dos recursos humanos, o reforço das linhas, o aumento do número de passageiros, o progresso em diversas áreas da empresa ou a ligação à comunidade e à vida da Cidade, foram também aspectos evidenciados pelo Autarca durante a cerimónia de apresentação das novas viaturas, que contou ainda com a presença de José Mendes, secretário de Estado adjunto e do Ambiente.

“Este desempenho tem sido alcançado com muito rigor e muito sacrifício potenciando um conjunto de recursos da Cidade. Os Bracarenses têm confiado nos TUB e para o futuro temos o objectivo de alcançar os 20 milhões de passageiros por ano”, adiantou Ricardo Rio, acrescentando que os novos autocarros estarão ao serviço das linhas que cobrem a malha urbana.

Actualmente, os TUB transportam cerca de 50 mil passageiros por dia servindo a totalidade do Concelho com 74 linhas regulares. Nos últimos anos, e graças ao seu esforço estratégico, a empresa municipal tem reforçado o seu crescimento. Com um sistema de bilhética renovado, os TUB disponibilizam 88 pontos de venda e apostam numa estratégia de inovação constante fruto de parcerias com empresas como a Cisco ou a Bosch.

“Às melhorias dos serviços, os TUB juntam agora as melhorias na frota com a aquisição de seis novas viaturas eléctricas que assinalam um passo importante na promoção da mobilidade urbana sustentável do Concelho”, concluiu Ricardo Rio.

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014449

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014463

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014467

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014473

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014474

MUNICÍPIO DE BRAGA CEDE TERRENO AO SPORTING CLUBE DE BRAGA PARA EDIFICAÇÃO DO PAVILHÃO MULTIUSOS

SCB paga 400 mil euros, disponibiliza o Pavilhão ao Município duas vezes por ano e compromete-se a criar circuito de manutenção

O Município de Braga irá ceder ao Sporting Clube de Braga o direito de superfície das inacabadas piscinas olímpicas por um prazo de 75 anos para construção de um Pavilhão Multiusos. Pela cedência a Autarquia recebe do Clube o valor de 400 mil euros. A proposta permite arrancar com a segunda fase da Cidade Desportiva do Sporting Clube de Braga e será analisada amanhã, dia 19 de Setembro, em sede de Reunião do Executivo Municipal.

1

Do acordo consta que o Município poderá utilizar gratuitamente o pavilhão multiusos que o Sporting Clube de Braga edificará no terreno objecto do direito de superfície duas vezes por ano para actividades próprias, em datas a acordar e que não colidam com as actividades do Clube.

O Sporting Clube de Braga obriga-se ainda a criar um circuito de manutenção na envolvente dos campos de futebol, que permita a realização de actividade física, de acesso público e livre. Esta intervenção vai no sentido de valorizar a área envolvente ao Estádio Municipal de Braga, numa perspectiva de construção de uma nova centralidade urbana.

Tendo em consideração a importância do projecto para o Concelho, a Autarquia isentará o Clube, no enquadramento permitido pela lei e regulamentos municipais, do pagamento de taxas e outros encargos relacionados com as construções objecto do presente contrato.

Após a deliberação do executivo municipal sobre a presente proposta, a mesma será submetida a deliberação da Assembleia Municipal.

Relembre-se que a primeira fase da obra dotou a Cidade Desportiva do edifício do centro de formação, assim como de cinco relvados, três naturais e dois sintéticos, um campo de futebol de sete e um para o futebol de praia, que se somaram aos dois campos relvados de treino já existentes.

Na segunda fase, para além do Pavilhão Multiusos com capacidade para 1.250 lugares, será edificado o mini-estádio para os jogos oficiais das equipas B e feminina do Sporting de Braga, que terá uma bancada coberta com 2.800 lugares. Junto ao pavilhão ficará instalada uma área administrativa, a loja do clube e serviços de apoio aos sócios, uma área residencial com 60 quartos duplos, área de refeitório e de descanso/lazer e ainda um espaço de apoio às equipas profissionais (balneários, ginásio, fisioterapia, hidroterapia com piscina, gabinetes de trabalho).

MUNICÍPIO DE BRAGA INICIA TRABALHOS DE REABILITAÇÃO DOS ECOSSISTEMAS RIBEIRINHOS

Recuperação de linhas de água e solos afectados pelo incêndio de Outubro do ano transacto

Decorreu hoje, dia 18 de Setembro, uma sessão de formação sobre obras de reabilitação e valorização dos ecossistemas ribeirinhos após incêndios. A partir de amanhã começam as intervenções de recuperação de linhas de água e solos afectados pelo grande incêndio de Outubro de 2017. Na abertura do evento estiveram presentes o vereador do ambiente da Câmara Municipal de Braga, Altino Bessa, um representante da APA, Vítor Andrês, e os técnicos responsáveis pela formação.

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014433

A sessão de formação teve como público-alvo técnicos municipais e técnicos/operários da empresa adjudicatária, bem como de operários em regime de subcontratação. A formação teve uma componente teórica e prática, que decorrem no gnration e na linha de água de Esporões, respectivamente. Incluiu ainda uma sessão de sensibilização e esclarecimento à população na Junta de Freguesia de Nogueira.

Após os incêndios que afectaram o Concelho no ano transacto, o Município efectuou um levantamento das linhas de água afectadas e do tipo de intervenções necessárias. Para efectuar os trabalhos de limpeza e desobstrução em rios e ribeiras que amanhã se iniciam, num montante global de aproximadamente 340 mil euros, o Município recorreu a financiamentos atribuídos pela Agência Portuguesa do Ambiente através do Fundo Ambiental, ao qual se junta uma componente de investimento municipal. As obras terão lugar nas seguintes freguesias: Esporões, União de Freguesias de Nogueira, Fraião e Lamaçães; Nogueiró e Tenões; Santa Lucrécia e Navarra e Crespos e Pousada.

Este financiamento abrange intervenções a montante e a jusante da área ardida e contempla igualmente a recuperação de linhas de água em incêndios de menos de 750 hectares, o que permite incluir dois pontos dei intervenção no Concelho.

A reabilitação das linhas de água permite o controlo dos episódios de cheias, o aumento da qualidade da água, o controlo dos processos erosivos nas margens, a melhoria da qualidade dos solos e a maior preservação da biodiversidade.

Os principais trabalhos a executar são de corte de material arbóreo e arbustivo, a remoção de reutilização de material em obra, a reposição da galeria ripícola e a reabilitação das condições de biofísicas de suporte. 

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014434

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014435

CMB18092018SERGIOFREITAS00000014436

OBRAS NO PARQUE DA PONTE CONDICIONAM TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamento à normal circulação de trânsito

O Município de Braga informa que, devido à realização de trabalhos de consolidação de pavimentos, o trânsito na rotunda junto ao Parque da Ponte estará condicionado na próxima Sexta-feira, 21 de Setembro, entre as 09h00 e as 17h00.

O planeamento dos trabalhos exigirá, por questões de segurança, a circulação de veículos de forma condicionada, sendo esta acção coordenada pela Policia Municipal.

Rotunda Parque Ponte

BRAGA VIU DESFILAR TRADIÇÕES DO MUNDO RURAL

O “Cortejo etnográfico foi o ponto alto de uma semana dedicada às tradições das Freguesias do Concelho” de Braga.

41779845_2124322844265558_1137806015748636672_n

Braga deu destaque às tradições rurais e ao melhor do que o Concelho tem para oferecer a nível etnográfico, gastronómico e cultural.

A Semana do Mundo Rural e das Freguesias teve como palco central o Parque de São João da Ponte e apresentou um programa rico e diversificado, que teve como ponto alto o Cortejo Etnográfico, para além de concertos, desfile de moda, feira de artesanato, entre outras atracções representativas do mundo rural.

Fotos: Município de Braga

41831259_2124322704265572_8037133560399790080_n

41848465_2124324010932108_1465218571087904768_n

41858676_2124324807598695_785449810772623360_n

41867122_2124321850932324_8415270740361740288_n

41869205_2124323894265453_4139435084123996160_n

41869820_2124323720932137_9083063602847416320_n

41871694_2124322494265593_6528870157056475136_n

41876512_2124322177598958_2261376413934288896_n

41880629_2124325020932007_7899359174276939776_n

41880681_2124324047598771_1753383998744166400_n

41884499_2124325234265319_831600917995323392_n

41884504_2124322600932249_7508938001301372928_n

41890329_2124322350932274_3967384797394763776_n

41919272_2124324190932090_2844861890192998400_n

41922909_2124322334265609_795278654450958336_n

41924142_2124322214265621_8917647039135744000_n

41925215_2124323024265540_8695247718378897408_n

41927469_2124324607598715_1501146140022669312_n

41937310_2124325150931994_8215116124677734400_n

41944119_2124323314265511_8266205404908748800_n

41952375_2124321950932314_6587962030806794240_n

41953621_2124324180932091_2339240206755954688_n

41955079_2124321654265677_6397534356407058432_n

41958993_2124323144265528_7043596608520323072_n

41965057_2124322480932261_705327844405805056_n

41975517_2124321824265660_182007043123576832_n

41983570_2124323760932133_2741890023501594624_n

41984460_2124323444265498_6629313245788241920_n

41985836_2124322607598915_2101934660832460800_n

41990580_2124323007598875_5635749987234086912_n

41990954_2124322860932223_2185647035175141376_n

41991823_2124322714265571_9042453802300473344_n

41992189_2124321574265685_6116837520396255232_n

42044354_2124322464265596_6738689286675103744_n

42045273_2124325160931993_4049278420591312896_n

42045369_2124322087598967_4038494290287001600_n

42058327_2124321964265646_4022581487994929152_n

42058669_2124325317598644_6163296697033162752_n

42058713_2124325034265339_8770894882874064896_n

42088780_2124321544265688_7038996002761605120_n

42149041_2124323587598817_4229346706887540736_n

OBRAS CONDICIONAM TRÂNSITO EM BRAGA

Condicionamentos à normal circulação de trânsito

O Município de Braga informa que amanhã, Terça-feira, dia 18 de Setembro, entre as 14h00 e as 16h00, irão realizar-se trabalhos de manutenção na Rua Nova Sta. Cruz, na Freguesia de S. Vitor.

A realização dos trabalhos obrigará à interdição da circulação de veículos pesados nesta artéria no período indicado, garantindo-se a circulação de veículos ligeiros de forma condicionada.

Rua Nova Sta. Cruz_Setembro 2018

MUNICÍPIO DE BRAGA MELHORA EQUIPAMENTO DO CENTRO ESCOLAR DE MERELIM S. PEDRO

Centro Escolar de Merelim S. Pedro dotado de condições de excelência. Equipamento escolar representa investimento de 900 mil euros

Foi com um investimento de cerca de 900 mil euros que o Município de Braga dotou o Centro Escolar de Merelim S. Pedro das melhores condições de conforto e qualidade. A intervenção, há muito ansiada pela comunidade escolar, incluiu a requalificação e ampliação daquele que é, actualmente, um dos melhores Centros Escolares do Concelho.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014401

O equipamento escolar foi inaugurado esta Segunda-feira, 17 de Setembro, pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, numa cerimónia que contou com a presença de vereadora da Educação, Lídia Dias, e dos representantes da comunidade educativa.

Para Ricardo Rio, esta é uma semana muito especial para Braga. “Depois desta escola, na próxima Sexta-feira vamos inaugurar a EB1 de Gualtar e na Segunda-feira, dia 24, vamos proceder à inauguração da EB1 de S. Lázaro. São três obras que marcam a diferença para as suas comunidades e que, a partir de agora, estão dotadas de condições de excelência”, salientou o Edil.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014400

Pensando no bem-estar, conforto e qualidade para os alunos, professores e auxiliares, a EB1 de Merelim S. Pedro foi alvo de uma intervenção global, visando melhorar a segurança e funcionalidade de todo o edifício e sua envolvente, nomeadamente, ao nível da climatização, luminosidade e acústica.

De referir que este é um projecto financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte – NORTE2020, no valor de 578 mil euros.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014406

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014414

BRAGA APOSTA NA DESCARBONIZAÇÃO

Projecto inovador promove novas tecnologias em contexto real: BUILD une parceiros no desenvolvimento de soluções tecnológicas para descarbonização das Cidades

Decorreu hoje, dia 17 de Setembro, a sessão de apresentação pública do BUILD - Braga Urban Innovation Laboratory Demonstrator e a assinatura do acordo de cooperação entre o Município de Braga e os seus diversos parceiros.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014426

Integrado no programa Laboratórios Vivos para a Descarbonização, apoiado pelo Ministério do Ambiente através do Fundo Ambiental, o BUILD é um projecto de inteligência urbana que cria um ambiente de inovação com o suporte de parceiros científicos - Universidade do Minho (UMinho), o Centro de Computação Gráfica (CCG) e o Laboratório Internacional de Nanotecnologia (INL) – e parceiros estratégicos - Transportes Urbanos de Braga, Braval, Agere e Juntas de Freguesia de S. Victor e S. Vicente.

A área de intervenção é localizada nas freguesias de São Vicente e de São Victor, junto às Escolas D. Diogo de Sousa, Leonardo Da Vinci, Enguardas e Francisco Sanches. Abrange a Urbanização do Pachancho e o Areal de Baixo, estendendo-se ao nó de Infias e ao Bairro das Enguardas.

O projecto, que tem um custo de 800 mil euros e é co-financiado a 49,4%, iniciou-se em Abril do presente ano e termina no final de Maio de 2019. Promove o desenvolvimento, validação e teste de novas tecnologias, serviços e respectivas aplicações em contexto real, tendo em vista reduzir as emissões de gases com efeito estufa e a intensidade carbónica provenientes das actividades e serviços realizados neste espaço. 

Como referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o Município assume a sustentabilidade como uma área de primordial importância e pretende contribuir, de forma concreta, para o desenvolvimento sustentado do Concelho e dar o exemplo na resposta às metas nacionais estabelecidas no âmbito do Acordo de Paris e do Programa Nacional para as Alterações Climáticas 2020/2030.

“Estes são objectivos desafiantes e cruciais para o futuro que devem marcar a actuação dos poderes públicos, estimulando dessa forma a própria sociedade civil a desenvolver iniciativas que invertam o ciclo negativo de degradação do meio ambiente e ameaça da sustentabilidade futura”, referiu, apontando ainda a capacidade demonstrada por Braga em transferir conhecimento para a dimensão da gestão urbana, aproveitando o espirito inovador das diversas entidades envolvidas: “No final do projecto queremos replicar estas boas práticas a nível concelhio e esperamos que as soluções aqui encontradas sejam adoptadas também a nível nacional”.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014427

Tecnologias nas áreas da mobilidade, eficiência energética e hídrica

O potencial de inovação está directamente ligado aos parceiros envolvidos e a um conjunto de iniciativas capazes de introduzir tecnologias ao nível dos sistemas de informação, tais como: carregamento de veículos eléctricos; Iluminação pública eficiente e inteligente; gestão de trafego; contadores inteligentes; produção de energia para autoconsumo; compostagem/aproveitamento de águas pluviais e monitorização de consumos.

As tecnologias a implementar são, maioritariamente, nas áreas temáticas da mobilidade, eficiência energética e hídrica. Estão também previstas acções de cidadania e da dimensão social.

Através do BUILD, e por forma a articular todas as actividades previstas, será criado o Laboratório de Inovação Urbana (LIU) – um projecto estratégico ao nível da relação com as Universidades e que procura explorar o potencial de inovação que acontece nos laboratórios em Braga. Trata-se de um laboratório de experimentação especificamente dedicado à territorialização em ambiente urbano, com o suporte da investigação produzida pelos parceiros científicos deste projecto, fundamental para garantir o funcionamento da infra-estrutura tecnológica que será implementada e os serviços associados.

A implementação do projecto BUILD e, em particular, a criação do LIU é considerada estratégica a longo prazo. Após o término do BUILD será dada prioridade à aplicação dos resultados bem-sucedidos deste projecto a toda a cidade e concelho de Braga, contexto no qual o LIU constituirá uma estrutura permanente que irá contar com a Universidade do Minho, o Centro de Computação Gráfica e o Laboratório Internacional de Nanotecnologia como parceiros científicos estratégicos, aberta a outras instituições e universidades.

O School Bus é um exemplo dos projectos financiados no âmbito do BUILD e será o maior responsável pela impacto ambiental da alteração de comportamentos que o projecto visa atingir através da redução do congestionamento automóvel no perímetro das escolas.

CMB17092018SERGIOFREITAS00000014429

BRAGA BARROCA CONDICIONA TRÂNSITO NA CIDADE

Condicionamentos ao estacionamento e à normal circulação de trânsito

b09

O Município de Braga informa que, devido à realização da Braga Barroca, são tomadas as seguintes medidas em matéria de trânsito:

- Entre as 19h00 do dia 17 e as 12h00 do dia 24 de Setembro é proibido o estacionamento automóvel no arruamento poente (entre a praça e o edifício municipal) e no arruamento nascente da Praça Municipal;

- Entre as 09h00 do dia 18 e as 12h00 do dia 24 de Setembro é proibido o trânsito automóvel no arruamento poente (entre a praça e o edifício municipal) da Praça Municipal;

- Entre as 10h00 e as 12h00 do dia 19 de Setembro é proibido o trânsito automóvel na Praça Municipal;

- Entre as 19h00 do dia 19 e as 23h59 do dia 20 de Setembro é proibido o estacionamento automóvel na Rua de São Vicente, mais concretamente entre os números 185 e 214 e a Rua de Santa Teresa;

- Entre as 19h00 do dia 21 e as 20h00 do dia 23 de Setembro é proibido o estacionamento automóvel nas faixas centrais (confinantes com a plataforma central) da Praça Municipal;

- Entre as 16h15 e as 20h00 do dia 22 de Setembro é proibido o trânsito automóvel na Praça Municipal;

- Entre as 14h30 e as 18h00 do dia 23 de Setembro é proibido o trânsito automóvel na Praça Municipal.

Agradecemos aos Órgãos de Comunicação Social a melhor divulgação possível para estas informações.

BRAGA: IOTech APRESENTA NOVIDADE TECNOLÓGICA

A startup IOTech vai iniciar em outubro a comercialização de um novo serviço web, designado ioHub. Trata-se de uma plataforma colaborativa e inteligente, disponível na “cloud” (logo, acessível em qualquer lugar, hora e dispositivo), que permite o contacto entre o cidadão e um provedor de serviços, isto é, uma rede de prestadores de serviços diversificados, em tempo real.

AFS_5947

A apresentação oficial desta novidade tecnológica acontecerá nos dias 26 e 27 de setembro, durante o 28º Digital Business Congress, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, numa organização da APDC – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações. Já na Web Summit 2019 será lançada a versão em inglês do ioHub. Dois eventos em que a IOTech participará pela primeira vez.

“O ioHub é o principal produto da IOTech e é usado como prova de conceito do paradigma IO (innovation on)”, explica Filipe Portela, CEO da startup famalicense, acrescentando que a plataforma “contribuirá para a resolução de preocupações dos cidadãos em várias áreas (saúde, economia, advocacia, educação, outros), de forma rápida e eficaz, e simplificará também a forma como as organizações interagem com os seus clientes”.

A rede ioHub está a crescer e encontra-se na fase de registo de novos clientes. Qualquer empresa ou prestador individual pode fazer o seu registo sem custos em iohub.iotech.pt.

Instalada na Incubadora Famalicão Made IN – Polo da Riopele, a IOTech desenvolve soluções inteligentes e inovadoras capazes de simplificar a vida das pessoas, conectando-as a um mundo interativo.

A IOTech tem uma academia de formação, a ioAcademy, e uma loja online, a ioStore, com todas as soluções que desenvolve.

AFS_5956

AFS_5959.jpg

AFS_5966

BRAGA: ALIENAÇÃO DO EDIFÍCIO DA FÁBRICA CONFIANÇA É MOTOR DA REGENERAÇÃO URBANA ENVOLVENTE

O Município de Braga apreciará, na sua próxima reunião pública de Executivo, a realizar na Quarta-feira, dia 19 de Setembro, a proposta relativa à alienação do edifício da Fábrica Confiança, imóvel localizado na Freguesia de S. Vítor, tendo por base um rigoroso Caderno de Encargos elaborado sob a coordenação do Pelouro do Vereador Miguel Bandeira.

1

Como vem sendo amplamente divulgado, a Câmara Municipal de Braga não tem acesso a qualquer financiamento comunitário para promover a reabilitação do imóvel – pese embora os apelos unânimes dirigidos pelo Executivo ao Primeiro-Ministro e a diversas autoridades de gestão -, sendo que as verbas disponibilizadas para esta componente no actual Quadro Comunitário não chegaram para comportar os investimentos realizados (e a realizar) no Forum Braga e no Mercado Municipal.

“Perante um grande volume de projetos que Braga tem em curso, fundamentais para o Concelho e para a qualidade de vida dos Bracarenses, não teríamos recursos suficientes e necessários para intervir na Fábrica Confiança, condenando assim o edifício a uma acelerada degradação que poria em causa a sua preservação futura e teria efeitos nefastos na envolvente”, sustenta Ricardo Rio.

Daí que a opção sempre equacionada para estas circunstâncias passe pela alienação do imóvel, permitindo que o investimento privado possa concretizar o que a esfera pública não consegue.

Esta foi, aliás, uma opção politicamente legitimada no último ato eleitoral, visto que o programa apresentado pelos candidatos da Coligação ‘Juntos por Braga’ expressava taxativamente que se procederia a uma “análise sobre o futuro da antiga Saboaria e Perfumaria Confiança, tomando uma decisão definitiva sobre as suas oportunidades de reabilitação ou a sua alienação com vista ao financiamento de outras iniciativas culturais e patrimoniais, mas sempre com a salvaguarda dos valores arquitetónicos e a criação de núcleo museológico da fábrica original”.

Caderno de Encargos rigoroso para cumprir objectivos estratégicos

O Caderno de Encargos executado por técnicos especializados do Município de Braga, que suporta a proposta agora formalizada pelo Executivo Municipal, visa garantir diversos objetivos ao nível da salvaguarda patrimonial, da preservação da memória industrial da Fábrica Confiança, do enquadramento urbanístico, dos fins legitimados para o local e do impacto na zona envolvente.

Classificada que está em PDM a mancha de implantação da Fábrica Confiança como «Área de Equipamentos», “assim se manterá, não havendo qualquer alteração a esta classificação para efeitos de reabilitação e intervenção daquele edifício”, explica Ricardo Rio.

O presidente do Executivo Municipal acredita que aquele pode e deve ser, a breve prazo, um novo espaço para a Braga, reabilitado, que crie uma nova centralidade naquela zona da Cidade, em que será possível fazer a ligação ao Complexo Desportivo da Rodovia, à Universidade do Minho, ou até ao centro da Cidade.

Neste sentido, o Caderno de Encargos prevê imposições e condicionantes de ordem patrimonial, no desenvolvimento de qualquer projeto para ali pensado, como por exemplo a preservação integral das três fachadas do edifício principal; a preservação do legado fabril urbano, da Fábrica, devendo ser integrada na memória da antiga chaminé.

Na ótica da preservação da história do que era a Fábrica Confiança, deverão ser previstas áreas e espaços interpretativos e de exposição que evoquem e celebrem o passado da fábrica, nomeadamente, através de imagens, espólio e produtos associados a esta unidade fabril e que sejam facultados ao uso e fruição pública dos cidadãos que o pretendam conhecer e visitar.

Para Ricardo Rio, “qualquer projeto para ali concebido deverá contemplar uma componente de franco acesso ao público e auto-sustentável”, garantindo o acesso a pessoas com mobilidade condicionada, com áreas úteis nunca inferiores a 500 m2, garantindo a existência de zonas de apoio a visitantes, com uma área destinada ao espaço museológico. Os conteúdos a expor neste espaço serão da responsabilidade do Município de Braga sendo do promotor a responsabilidade da sua manutenção e suporte de custos operacionais associados.

Estes são, porém, apenas alguns aspetos de um vasto conjunto de requisitos expresso no referido Caderno de Encargos, que se remete em anexo.

Para a elaboração do mesmo, o Município não contou com qualquer contributo da Junta de Freguesia de S. Victor, apesar de o mesmo ter sido solicitado, de forma expressa, no final do mês de Julho último.

Numa opção que se respeita, a autarquia local entendeu informar a Câmara Municipal na semana passada da sua oposição a esta alienação e da promoção de um debate para identificar estratégias alternativas, o que foi considerado extemporâneo pelo Executivo Municipal, face à decisão já tomada de avançar com a proposta de alienação.

A alienação do edifício em causa, cuja avaliação dos peritos municipais revela ter um valor estimado em cerca de 4M€, permitirá ainda a concretização de outros investimentos na esfera cultural e patrimonial do Concelho, como expresso na proposta sufragada pelos eleitores Bracarenses acima citada.

SÃO TIAGO E NOSSA SENHORA DO MINHO LEVAM OS MINHOTOS EM PROCISSÃO PELAS RUAS DE LISBOA

As gentes do Minho radicadas na região de Lisboa afluíram hoje ao Jardim Vasco da Gama, em Belém, para mais uma jornada de convívio e divulgação das nossas tradições.

DSCF2085

A festa começou com a celebração de missa campal em honra de S. Tiago e Nossa Senhora do Minho, presidida pelo Padre Alexandre Santos, a que se seguiu a procissão solene pelas ruas da zona monumental de Belém, repleta de turistas nacionais e estrangeiros.

E, quando os minhotos se juntam o folclore aparece, após participarem na procissão, transportanto consigo andores e pendões, subiram ao palco o Grupo Folclórico e Etnográfico de Palmeira – Braga e o Grupo de Danças e Cantares Genuínos da Serra d’Arga – Caminha, além naturalmente do anfitrião Rancho Folclórico da Casa do Minho em Lisboa.

DSCF2082 (2)

A festa que hoje se realizou vem na linha de continuidade da “Romaria de Santiago” que outrora por ocasião do dia 25 de Julho, juntava minhotos e galegos em redor da velha capelinha de Nossa Senhora da Boa Viagem, situada em Caxias e actualmente em ruínas – numa iniciativa da Casa do Minho e da Xuventud de Galícia – como elo de ligação entre as duas comunidades que possui a mesma matriz etnográfica e cultural e que remonta à vetusta Galaécia.

A esta romaria veio mais recentemente juntar-se a Nossa Senhora do Minho – bela no seu trajar domingueiro de lavradeira e trazendo consigo duas espigas de milho simbolizando o pão – cujo culto se venera no seu santuário, no cimo da serra d’Arga, de onde a nossa vista alcança o Minho quase por inteiro.

DSCF2017

DSCF2024

DSCF2027

DSCF2028

 

DSCF2036

DSCF2037

 

DSCF2039

DSCF2040

DSCF2043

DSCF2046

DSCF2048

DSCF2049

DSCF2051

DSCF2052

DSCF2055

DSCF2059

DSCF2063

DSCF2066

DSCF2067

DSCF2077

DSCF2079

DSCF2084

DSCF2085

DSCF2086

DSCF2087

DSCF2092

DSCF2104

DSCF2105

DSCF2112

DSCF2114

DSCF2115

DSCF2116

DSCF2118

DSCF2120

DSCF2121

DSCF2127

DSCF2128

DSCF2132

DSCF2138

DSCF2141

DSCF2144

DSCF2147

DSCF2152 (2)

DSCF2153

DSCF2155

DSCF2157

DSCF2169

DSCF2171

DSCF2177

DSCF2182

DSCF2184

DSCF2186

DSCF2191

DSCF2192

DSCF2194

BRAGA LANÇA PROJECTOS ESTRUTURANTES PARA TRANSFORMAR PRÁTICAS DE MOBILIDADE

Semana Europeia da Mobilidade decorre de 16 a 22 de Setembro

O Município de Braga apresentou esta Sexta-feira o programa da Semana Europeia da Mobilidade (SEM) 2018, que decorrerá entre os dias 16 e 22 de Setembro. Esta será uma semana dedicada à sensibilização dos Bracarenses para as soluções de mobilidade partilhada e para os benefícios do uso de modos suaves, mas será, sobretudo, o ponto de partida para a implementação de projectos estruturantes que visam transformar as práticas de mobilidade na Cidade.

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014381

“Queremos que os Bracarenses tenham consciência que a mobilidade é uma questão com muito impacto na sua qualidade de vida. E, se é certo que ainda existem muitos problemas para resolver, como é o caso do nó de Infias, existem também iniciativas que vão fazendo a diferença no quotidiano da população”, salientou o Autarca, durante a sessão de apresentação da SEM 2018.

Já a partir da próxima Segunda-feira, 17 de Setembro, o Município inicia o ‘School Bus’, um projecto que pretende reduzir o congestionamento automóvel no perímetro das escolas. “O School Bus tem como foco principal retirar viaturas de circuitos que estão manifestamente mais carregados, pelo que a selecção dos equipamentos escolares teve como único critério a questão do volume de tráfego existente”, explicou Ricardo Rio.

Ainda no contexto escolar, a Autarquia está a implementar o ‘Stop and Go’ para aumentar as condições de segurança junto às escolas, através da criação de zonas de paragem rápida para a saída e entrada de crianças. Estas zonas estão a ser implementadas junto às escolas com ensino básico, nomeadamente na Rua do Raio, S. João do Souto, na Escola André Soares, Francisco Sanches, D. Pedro V, Colégio D. Diogo e Colégio DaVinci.

Já o vereador Miguel Bandeira abordou alguns dos projectos estruturantes para a mobilidade que estão agora a ser implementados, como a criação de zonas 30 em diversos bairros residenciais, a requalificação da variante da encosta em Lamaçães ou a criação dos laboratórios vivos para a descarbonização - ‘Braga Urban Innovation Laboratory Demonstrator (BUILD), uma iniciativa apoiada pelo Ministério do Ambiente através do Fundo Ambiental e cujo protocolo será assinado na próxima Segunda-feira, dia 17 de Setembro.

A implementação de 150 lugares de estacionamento de bicicletas, a implementação de 160 lugares de estacionamento de motociclos, a implementação de faixas BUS e a apresentação dos novos autocarros eléctricos dos TUB são outras das medidas que serão executadas até ao final do ano.

Sob o lema "Combina e Move-te", o programa da SEM 2018 prevê a realização de ‘peddy bus’ para as escolas, acções de educação rodoviária, acções de fiscalização júnior, concurso de ideias para pintura e ilustração dos abrigos dos TUB e medições ambientais junto às escolas. SEM termina no dia 22 de Setembro, às 21h00, com a realização de um passeio nocturno de bicicleta no âmbito da programação da Cidade Europeia do Desporto.

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014382

OP ESCOLAR LEVA NOVOS EQUIPAMENTOS À EB 2/3 ANDRÉ SOARES

Pórticos desportivos visam combater sedentarismo entre os alunos

Os alunos da escola EB 2/3 André Soares contam agora com quatro novos pórticos desportivos. Este foi um dos projectos vencedores do Orçamento Participativo Escolar de 2018, que visa combater o sedentarismo e estimular a actividade física e convívio saudável entre a comunidade educativa.

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014341

“É com enorme satisfação que vemos uma iniciativa que lançamos há quatro anos trazer melhorias nas escolas do Concelho. O Orçamento Participativo (OP) é um instrumento que já existe em muitas cidades no qual que é dada a oportunidade aos cidadãos de ajudarem a Câmara Municipal a escolher e financiar as iniciativas ou projectos a desenvolver no território”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante a inauguração do ‘Parque André Soares’, que decorreu esta Sexta-feira, 14 de Setembro.

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014338

À semelhança do que acontece no OP geral, a comunidade escolar Bracarense é chamada a gerir uma parte do orçamento municipal, apresentando projectos e iniciativas que, ao serem seleccionadas podem fazer a diferença em cada estabelecimento escolar.

O projecto hoje inaugurado foi idealizado por Tiago Pinto, um ex-aluno da EB 2/3 André Soares que, desta forma, pretende ‘desligar’ as crianças do mundo virtual e dos telemóveis, para passarem a ter momentos activos e saudáveis durante o recreio. “É este o espírito do OP, incutir nos cidadãos valores de cidadania participativa com a consciência de que todos podemos fazer a diferença. Este projecto do Tiago é a demostração dessa cidadania em prol dos outros uma vez que apresentou uma ideia e não vai usufruir dela por já não ser aluno desta escola”, enalteceu Ricardo Rio.

Também a vereadora da Educação enalteceu a participação e a adesão da comunidade educativa ao OP Escolar com o objectivo comum de construir uma escola melhor. “A escola constrói-se com todos. Não pode haver barreiras ou fronteiras, por isso, temos que estreitar laços para resolver os problemas que, com vontade e bom senso, podem ser resolvidos”, sustentou Lídia Dias, lembrando que com o OP Escolar “estamos a criar cidadãos participativos e cada vez mais atentos ao mundo que nos rodeia”.

Essa “quebra de barreiras” ficou ainda mais demonstrada fruto de um projecto de colaboração entre a Junta de Freguesia de S. Victor e as Eco-Escolas que, através da recolha de 180 kg tampinhas ofereceu uma cadeira de rodas à EB 2/3 André Soares, uma escola localizada na União de Freguesias de S. Lázaro e S. João Souto.

“Para a acção social não podemos ter fronteiras e não podemos ficar fechados na nossa Freguesia. Com a ajuda da comunidade, esta acção transformou tampinhas e lixo reciclável, num equipamento que está à disposição de quem precisar”, explicou Ricardo Silva, presidente da Junta de Freguesia de S. Victor.

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014344

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014353

CMB14092018SERGIOFREITAS00000014359

BRAGA REALIZA CORTEJO ETNOGRÁFICO

Cortejo Etnográfico da Semana do Mundo Rural e das Freguesias. Domingo, 16 de Setembro, às 14h30, com saída e chegada no Estádio 1.º de Maio, em Braga

O Município de Braga promove o Cortejo Etnográfico da Semana do Mundo Rural e das Freguesias, que se realiza Domingo, 16 de Setembro, às 14h30.

O cortejo tem saída do Estádio 1.º de Maio, percorre a Avenida da Liberdade até ao cruzamento da Avenida João XXI, fazendo depois o percurso inverso.

Recordamos que, entre as 14h30 e as 18h30 de Domingo, 16 de Setembro, é proibido o trânsito automóvel no acesso da Avenida Imaculada Conceição à Avenida da Liberdade;

Pelo mesmo motivo e no período mencionado, o trânsito é especialmente condicionado em todas as artérias que conflituem com o trajecto do cortejo, nomeadamente:

  • Acesso da Avenida João XXI à Avenida da Liberdade;
  • Praça e Rua Araújo Carandá;
  • Rua Américo Ferreira Carvalho e Largo Sr. Dos Aflitos; Rua dos Barbosas;
  • Rua e Largo da Devesa;
  • Rua de Santo Adrião;
  • Acesso da Rua Conselheiro Lobato à Avenida da Liberdade

ADERE RENOVA CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE

A AGERE - Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga concluiu com êxito a auditoria de renovação da certificação do seu sistema de Gestão da Qualidade e a manutenção dos seus sistemas de Ambiente e de Segurança e Saúde no Trabalho.

Braga, 14/09/2015 - Agere..(Sérgio Freitas)

Onze anos depois de ter iniciado o processo de implementação de um SIG-Sistema Integrado de Gestão, baseado nos normativos ISO 9001, ISO14001, e OHSAS 18001, a empresa não só demostrou que este se encontra eficazmente implementado, como renovou a certificação nas três áreas novamente sem o registo de qualquer ‘não conformidade’.

O Município de Braga e a AGERE congratulam-se com o resultado da auditoria realizada pelo organismo certificador AENOR que realçou “o envolvimento de todos os colaboradores na melhoria do desempenho e da sustentabilidade da Organização”, e o empenho da liderança evidenciado pela “participação da Administração e da Direção Geral nas actividades do Sistema de Gestão Integrado”.

A atribuição do prémio APDA “Tubos de Ouro 2017” relativo à redução de perdas de água, o esforço da organização na redução de afluência indevidas à rede de águas residuais e as diversas iniciativas que visam aproximar a realidade da empresa à investigação de vanguarda, foram aspectos destacados como pontos fortes da actividade da AGERE no último ano.

Os auditores destacaram ainda os resultados obtidos pela empresa no domínio da optimização dos recursos, salientando com particular ênfase, a renovação do parque de viaturas, que permitirá uma diminuição significativa das emissões de CO2 e a optimização do processo de gestão de energia, com impactes muito positivos em termos ambientais.

Foi igualmente evidenciado o foco da AGERE na satisfação do Cliente e na aposta da excelência dos serviços, o que se traduziu no facto de a água fornecida pela AGERE se encontrar “entre as mais baratas do país e entre as que tem mais qualidade”. Neste mesmo âmbito foi ainda destacada a atribuição à AGERE, por parte da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos, do “selo de qualidade exemplar da água para consumo humano”.

No capítulo da Saúde e Segurança dos Colaboradores, foi realçada a adjudicação da avaliação de riscos nos postos de trabalho a empresa externa e a afectação a 100% de mais um técnico de Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho, o que demonstra a “valorização da integração da actividade preventiva” da AGERE nesta área.

BRAGA RECEBE ATLETAS MEDALHADOS

Recepção a atletas medalhados tem lugar amanhã, Sexta-feira, 14 de Setembro, às 17h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, Braga

O Município de Braga recebe os diversos atletas Bracarenses medalhados em diversas provas internacionais. A recepção terá lugar amanhã, Sexta-feira, dia 14 de Setembro, às 17h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, em Braga.

A iniciativa contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, e de Sameiro Araújo, Vereadora do Desporto e Juventude.

Entre os atletas homenageados estão:

Francisco Trincão, David Carmo e Francisco Moura, do SCBraga, Campeões Europeus Sub19 Futebol

João Peixoto do SCBraga (Medalha Bronze 800 Metros Campeonato Europa Juvenis);

Carlos Freitas do Clube Atletismo Bracara (Medalha Bronze Campeonato Europa IPC);

Léa Barros do SCBraga (Medalha Bronze Kumite (-47Kg) Campeonato Europa Cadete Karaté);

Davide Machado do Ponto COM (2º Lugar Campeonato Mundo Orientação BTT Mass Start);

Júlio Ferreira do SCBraga (Medalha Prata (-80Kg) Campeonato Europeu Taekwondo);

Sara Rocha da Associação Académica de Coimbra (Campeã Europa Pool Equipas e Medalha Bronze Campeonato Europa Pool Bola 9).

EXPOSIÇÃO MOSTRA LEGADO DO RECOLHIMENTO DAS CONVERTIDAS EM BRAGA

Iniciativa integra programa da Braga Barroca

O Município de Braga inaugura esta Sexta-feira, 14 de Setembro, às 18h00, uma exposição sobre o legado do antigo Recolhimento de Santa Maria Madalena e São Gonçalo (Convertidas).

cartaz Convertidas

A iniciativa, organizada em parceria com a Direcção Regional de Cultura do Norte e a Misericórdia de Braga, vai estar patente no Centro Interpretativo da Memória da Misericórdia de Braga – Palácio do Raio e marca o início de mais uma edição da Braga Barroca.

Esta exposição tem como objectivo continuar a zelar pela salvaguarda da memória do antigo Recolhimento das Convertidas, bem como a valorização do trabalho desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Norte, sob a coordenação de Isabel Silva, na inventariação e conservação do seu espólio.

Enquadrando-se na programação da Braga Barroca, iniciativa que anualmente procura divulgar este pródigo período histórico, e também nas Jornadas Europeias do Património, a exposição permitirá reforçar a consciência patrimonial dos bracarenses e dar nota pública de um contínuo esforço pela valorização e preservação do Recolhimento das Convertidas.

A cerimónia de inauguração inclui o concerto ‘Cantos Devocionais da Europa Barroca’, protagonizado pela soprano Eva Braga Simões acompanhada por Hugo Sanches, no Alaúde, e Carmina Repas Gonçalves, na Viola da Gamba.

Paralelamente à exposição decorre, às 21h30, uma sessão de história local intitulada “Oração, Trabalho e Penitência”, com Marta Lobo de Araújo, da Universidade do Minho, galardoada com o Prémio Laranjo Coelho 2017 atribuído pela Academia Portuguesa de História. Também no Sábado, dia 23 de Setembro, acontecerá uma visita orientada ao espaço do antigo recolhimento entre as 10h30 e as 12h30.

BRAGA CRIA UNIDADES LOCAIS DE PROTECÇÃO CIVIL

Em Arentim e Cunha, Espinho, Nogueira, Fraião e Lamaçães, Pedralva e Sobreposta

A Comissão Municipal de Protecção Civil de Braga aprovou a criação de novas Unidades Locais de Protecção Civil nas freguesias de Arentim e Cunha, Espinho, Nogueira, Fraião e Lamaçães, Pedralva e Sobreposta, que se juntam à já criada unidade de S. Victor, aprovada no ano transacto. A medida foi anunciada após a reunião desta Comissão reuniu ordinariamente que decorreu na passada Sexta-feira.

5

Estas unidades, que actuarão essencialmente na prevenção e sensibilização pública, constituir-se-ão como a base da organização da Protecção Civil Municipal, tirando partido da proximidade de excelência que têm das pessoas e das instituições nos territórios onde estão inseridas.

Com a aprovação destas unidades, caberá ao Município desenvolver e promover formação aos seus elementos bem como a aquisição de equipamento de identificação e protecção individual que permita o cabal desempenho da sua missão, garantindo também uma permanente articulação com o Serviço Municipal de Protecção Civil.

Depois das reuniões extraordinárias realizadas em Agosto, a propósito da determinação do Alerta Especial da Autoridade Nacional de Protecção Civil de nível vermelho, a Comissão Municipal de Protecção Civil aprovou, por unanimidade, o novo Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil de Braga, que integra agora a área de intervenção veterinária.

O Plano - que se encontra em operacionalidade -, foi, ainda, alvo de alguns melhoramentos e simplificação de conteúdos, de modo a ser mais simples a sua consulta e execução em situações de acidente grave ou catástrofe.

O Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil de Braga é um documento formal que define o modo de actuação dos vários organismos, serviços e estruturas a empenhar em operações de protecção civil a nível municipal.

O documento, que se encontrava em revisão, após consulta pública e agora com o parecer da Comissão Municipal de Protecção Civil, será enviado à Comissão Nacional de Protecção Civil para a necessária homologação.

BRAGA ASSUME “PAPEL LIDERANTE” EM PORTUGAL

Marcelo Rebelo de Sousa inaugurou o ‘Altice Forum Braga’

"Este é um passo significativo a nível nacional e internacional que mostra bem o papel liderante que o Município de Braga assume actualmente”. Foi desta forma que o presidente da República inaugurou esta Terça-feira, 11 de Setembro, o requalificado ‘Altice Forum Braga’. Marcelo Rebelo de Sousa elogiou o dinamismo de Braga e a sua “capacidade de concretizar um projecto único que se revela um começo permanente na construção do futuro e de um país melhor”.

CMB11092018SERGIOFREITAS00000014305

O “contraste com o passado”, fruto da requalificação do antigo Parque de Exposições é, segundo Marcelo Rebelo de Sousa, “o retrato do presente e do futuro” de Braga. “Sabemos que Braga sempre foi história, património, cultura, religião. Sabemos ainda que esta Cidade foi tantas vezes iniciativa pioneira, desassombro académico, energia empresarial, vocação para obras e infra-estruturas e um dos vários Nortes de onde arrancou Portugal. A partir de certo momento, ficou claro que Braga passou a ser também líder da juventude, criatividade e empreendedorismo, mas agora abre-se um novo ciclo que constitui um salto qualitativo para Braga, para a região e para o país”, assinalou o presidente da República.

O crescimento económico de Braga, a criação de emprego, a capacidade de atrair grandes empresas para o seu território, foram aspectos evidenciados por Marcelo Rebelo de Sousa, que mostrou a “responsabilidade” que recai sobre Braga para o futuro. “Este Forum é um começo, não um fim de caminho. É um equipamento que tem de responder às expectativas que suscita em qualidade cultural, em actividade económica, em adesão social, servindo não apenas os Bracarenses, mas todo o país e aberto á Europa e ao mundo contribuindo ainda mais para uma maior homogeneidade social”.

E foi com os olhos postos no futuro que Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que os grandes desígnios de Braga devem continuar a ser a juventude, o dinamismo demográfico e a aposta no futuro.

“Estes são os grandes desafios para Braga, mas também para Portugal que tem de manter a ambição no crescimento, emprego, exportações, investimento, redução da dívida, combates às indiferenças e injustiças sociais”, sustentou, para depois se dirigir a Ricardo Rio e a Carlos Oliveira, respectivamente presidentes da Câmara Municipal de Braga e da InvestBraga, afirmando que “como munícipe do coração que sou desde meados do século passado, não escondo o imenso júbilo com que partilho os vossos sonhos e as vossas realizações. Como Presidente da República Portuguesa não escondo a empenhada esperança com que convosco conto para, em conjunto, construirmos não apenas uma Braga mas, mais do que isso, um Portugal melhor”, concluiu Marcelo Rebelo de Sousa.

E foi, também, com o foco no futuro que Ricardo Rio sustentou que o ‘Altice Forum Braga’ é um espaço que “marca o presente e o futuro de Braga” e representa a concretização de alguns objectivos que estavam na linha das prioridades do Executivo Municipal. “Era impensável adiar por mais um ano que fosse a intervenção que voltasse a devolver a dignidade, a polivalência, o conforto, a segurança, as condições técnicas que permitem utilizar este espaço para as mais diversas utilizações”, referiu o Autarca.

“Este espaço pertence a todos os Bracarenses e a todos os milhares que irão usufruir das muitas valências. É um espaço que todos os Bracarenses ansiavam ver reinventado e requalificado, que permitisse fazer possível o impossível e concretizar aquilo que até há bem pouco tempo parecia inimaginável que pudesse acontecer na Cidade de Braga”, disse Ricardo Rio, acreditando que agora o ‘Altice Forum Braga’ passe a ser “o espaço natural para acolher múltiplos eventos desportivos, sociais, científicos, económicos, culturais que serão o ponto de encontro da Cidade de Braga”.

Como explicou o Autarca, o ‘Altice Forum Braga’ “é mais uma peça num puzzle que temos construído nas várias dimensões de crescimento e de pujança económica do Concelho de Braga, da região e de tudo o país”, concluiu Ricardo Rio, garantindo que a Cidade irá continuar na senda dos grandes momentos.

Já Carlos Oliveira, frisou que o ‘Altice Forum Braga’ permite também reforçar a aposta no turismo de negócio, “um sector estratégico deste projecto que passa por fomentar este tipo de turismo, com a realização de congressos, certames, reuniões e várias actividades de empresas, como os corporate dinners, que trazem a Braga visitantes para eventos e que aproveitam para conhecer a Cidade”, explicou o presidente da InvestBraga, durante a cerimónia que contou ainda com a presença do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Recorde-se que o Forum Braga abriu as portas a 29 de Abril após um processo de reconstrução do antigo Parque de Exposições de Braga (PEB) que custou mais de nove milhões de euros e já recebeu mais de 40 eventos, superando os 100 mil visitantes. A partir de ontem, e após o acordo de naming rights, entre a InvestBraga e a Altice Portugal - numa parceria de três anos, na qual a operadora investe um milhão de euros em tecnologia/bilhética e comunicação nos canais próprios de marketing -, o espaço passou a designar-se ‘Altice Forum Braga’, beneficiando de todo o ‘knowledge’ da Altice Portugal que passa a marcar presença na infra-estrutura e nos eventos e acções realizados e dinamizados.

Este equipamento apresenta o maior auditório da região Norte (1.454 lugares) e a segunda maior sala de espectáculos do país, a seguir ao Altice Arena, com capacidade para acolher 12 mil espectadores. Trata-se de um espaço polivalente preparado para acolher concertos, exposições, feiras, congressos e todo o tipo de eventos. Conta ainda com uma galeria Forum Arte Braga e um parque com 650 lugares de estacionamento. O espaço exterior tem ainda capacidade para receber concertos para mais de 20 mil pessoas.

O dia da inauguração oficial do Altice Forum Braga culmina com um concerto da banda norte-americana ‘Thirty Seconds To Mars’. Para o futuro estão já confirmados outros eventos de grande dimensão, a nível nacional e internacional, como o Congresso da Ordem dos Psicólogos - que se realiza já a partir de amanhã -, o INL Summit, os concertos de Postmodern Jukebox e Harlem Gospel Choir, além do Dance Wolrd Cup, que vai juntar em Braga cerca de 6500 crianças e jovens de 48 países, para além de muitos outros eventos já agendados e que serão atempadamente apresentados.

CMB11092018SERGIOFREITAS00000014270

CMB11092018SERGIOFREITAS00000014272

CMB11092018SERGIOFREITAS00000014276

CMB11092018SERGIOFREITAS00000014299