Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA DE BARCELOS PROMOVE ENCONTRO INÉDITO COM OS FUNCIONÁRIOS

Mário Constantino iniciou funções assumindo um objetivo: dar prioridade às pessoas e garantir o bom ambiente na Câmara Municipal

O novo Presidente da Câmara de Barcelos, Mário Constantino, promoveu um momento inédito de encontro e partilha entre todos os funcionários da Câmara Municipal. Mostrando a sua intenção em priorizar as pessoas e garantir o bom ambiente entre todos os que, diariamente, serão o rosto de Barcelos, Mário Constantino relembrou que o empenho, a dedicação e a lealdade são compromissos fulcrais para o desenvolvimento do concelho. “Conto convosco, com eficiência e determinação! Se cada um de nós ajudar, tudo será mais fácil e mais rápido”, disse o Presidente da Câmara, acrescentando que o lema deste Executivo Municipal é “trabalhar, trabalhar, trabalhar”.

CMB4_Mário Constantino.jpg

Neste encontro, que aconteceu durante a tarde de quarta-feira, estiveram também presentes os Vereadores que acompanham Mário Constantino no objetivo de “transformar e desenvolver” Barcelos.

No que diz respeito aos pelouros, o Presidente Mário Constantino é o responsável pelo Ambiente, Obras Municipais, Desporto, Freguesias e ainda Lixo e Jardins. Já Domingos Pereira assume o pelouro das Atividades Económicas, Gestão Financeira, Contratação Pública e Património, enquanto que Mariana Carvalho exerce funções enquanto vereadora dos Recursos Humanos, Educação, Juventude, Inovação e Modernização Administrativa. O Planeamento e Gestão Urbanística e ainda a Fiscalização fica sob responsabilidade de Carlos Eduardo Reis. O vereador António Ribeiro assume a pasta da Saúde, Ação Social, Associativismo, Trânsito e Mobilidade e ainda Proteção Civil. Já o pelouro da Cultura, Turismo e Artesanato está sob alçada da vereadora Elisa Braga.

“Quero um concelho sustentável e devidamente sustentado, uma Câmara aberta ao mundo e à mudança, responsável, inclusiva e integradora, através do crescimento participado e articulado com toda a Comunidade e com o envolvimento de todos os trabalhadores do município. Acredito que a Câmara deve ter um papel determinante para alavancar o desenvolvimento e o progresso do concelho e, ao mesmo tempo, beneficiar da iniciativa, do empreendedorismo, do investimento dos empresários e do desenvolvimento que estes podem trazer ao território”, declarou o Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Mário Constantino.

Relembre-se que Mário Constantino tomou posse na passada segunda-feira, dia 18 de outubro.

CMB1.jpeg

CMB.jpeg

BARCELOS: "PÃO NOSSO" DO TEATRO DE BALUGAS NOMEADO PARA O WWM - WORLD WIDE MECENATE

A peça “Pão Nosso” do Teatro de Balugas é o trabalho português nomeado para o Melhor Espetáculo Internacional no WWM - World Wide Mecenate, um galardão do Premio Mecenate Teatro Amatoriale promovido pela Compagnia AD HOC e com o alto patrocínio da Federação Italiana de Teatro Amador.

Pão Nosso_Teatro de Balugas_7.jpg

Este prémio pretende eleger o Melhor Espetáculo de teatro amador internacional e conta com produções de diferentes países como Cuba, Espanha, Finlândia, França, Hungria e Lituânia.

O trabalho, com texto e encenação de Cândido Sobreiro, já tinha sido premiado em Itália, no ano passado, no Concorso Teatrale Internazionale "Città di Chivasso", para Melhor Espetáculo e Melhor Encenação.

Foi o espetáculo que representou Portugal este ano no Mónaco, no Mondial du Théâtre, o maior e mais importante festival de teatro amador do mundo. Foi também o trabalho vencedor do CONTE - Concurso Nacional de Teatro com o Prémio Ruy de Carvalho para Melhor Espetáculo em 2020, e um dos três espetáculos finalistas nomeados para Melhor Espetáculo Internacional nos prémios ESCENAMATEUR da Confederação de Teatro Amador em Espanha.

A cerimónia de entrega decorrerá em Roma, no dia 15 de dezembro, e o espetáculo premiado será apresentado na capital italiana em 2022.

Teatro de Balugas_Pão Nosso.jpg

World Wide Mecenate_Premio Mecenate Teatro Amatori

PCP ASSINALA CENTENÁRIO DE VICTOR DE SÁ, CONSTRUTOR MILITANTE DA CULTURA E DA LIBERDADE

A 14 de Outubro de 2021, assinala-se o Centenário do nascimento de Victor de Sá, destacado antifascista do concelho e do distrito de Braga, livreiro, escritor e editor, historiador, investigador e professor universitário, que foi também o primeiro deputado do PCP eleito no distrito de Braga, entre 1980 e 1981.

victorsa_foto1.jpg

A sua personalidade multifacetada é a de um lutador coerente e persistente, divulgando a cultura, sistematizando reflexão e conhecimento, intervindo para transformar a realidade do seu tempo, pela liberdade, a democracia e o socialismo.

A DORB do PCP evoca e homenageia a grande contribuição de Victor de Sá para a luta dos comunistas, de todos os democratas e patriotas, constituindo um exemplo e um legado que perdurará bem para lá do seu Centenário.

Dando sequência ao conjunto de iniciativas que assinalam o Centenário de Victor de Sá, anunciamos a realização da sessão de apresentação pública da reedição da obra “Fascismo no quotidiano”, a ter lugar no sábado, 16 de Outubro, pelas 17h30, no Museu Nogueira da Silva (Avenida Central, 61, Braga), com a presença de Francisco Melo, da editora “Página a Página”, Fernanda Ribeiro, Professora na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e autora do prefácio a esta edição, e de Manuel Rodrigues, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP e Diretor do jornal “Avante!”

Este conjunto de iniciativas teve início com a Conferência “Victor de Sá: uma vida de acção cívica, política e cultural”, no dia 2 de Junho, no Theatro Circo. Incluiu também uma exposição evocativa no espaço da Organização Regional de Braga na edição deste ano Festa do Avante!.

Depois de ter apresentado em sede da Câmara de Braga um conjunto de propostas alusivas ao Centenário de Victor de Sá, o PCP continuará a bater-se pela concretização das iniciativas então aprovadas unanimidade no Executivo Municipal, nomeadamente:

  • A colocação de uma placa alusiva ao Centenário de Victor de Sá no passeio frente ao local onde funcionou a livraria Victor, na rua dos Capelistas, em Braga;
  • A atribuição do nome de Victor de Sá a uma sala de leitura da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva;
  • A promoção do Roteiro da Resistência, dirigido à população estudantil do município de Braga e a turistas, visando a identificação dos espaços de encontro dos democratas e antifascistas de Braga, explicando a sua atividade e o seu papel na luta pela liberdade e democracia;
  • A promoção de um concurso de ideias para elaboração de peça escultórica alusiva à Resistência e Luta pela Democracia, com vista à sua colocação em espaço público junto ao Theatro Circo, local de manifestações pela liberdade;
  • A realização de uma sessão evocativa da vida e obra de Victor de Sá;
  • A reedição, através da Fundação Bracara Augusta, da obra de Victor de Sá intitulada “Testemunho de um Tempo de Mudança” e a sua disponibilização gratuita em formato e-book na página do município na Internet.

A DORB do PCP saúda ainda as iniciativas evocativas do Centenário de Victor de Sá organizadas em Braga, Porto e Lisboa, e as respetivas entidades organizadoras: Universidade do Minho, Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, Universidade do Porto e Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, entre outras.

Joaquim Victor Batista Gomes de Sá nasceu em 14 de outubro de 1921, na freguesia de Cambeses, em Barcelos, mas cedo se transferiu para Braga, cidade onde viveu grande parte da sua vida e desenvolveu o seu percurso profissional, cívico e político. Estudou no Liceu de Sá de Miranda e dedicou-se à atividade cultural em Braga. Em 1942, criou a “Biblioteca Móvel”, levando a leitura a cidadãos sem recursos nas cidades ou nos meios rurais. Em 1947, abriu em Braga a Livraria Victor, à qual, mais tarde, juntou o nome “Centro Cultural do Minho”. Esta foi um verdadeiro centro de difusão do livro e ponto de encontro de muitos leitores, em especial do Norte do País. Fruto da sua atividade cultural e política, foi por oito vezes detido pela PIDE, acusado de integrar o Partido Comunista Português. É autor de inúmeras publicações, tendo ao longo da vida mais de 600 títulos de artigos e mais de 30 livros.

A sua atividade de publicista iniciou-se publicamente em 1937, no jornal Correio do Minho, do qual viria a ser, após o 25 de Abril de 1974, diretor provisório. Participou ativamente nas candidaturas presidenciais de Norton de Matos (1948), Arlindo Vicente e Humberto Delgado (1958). Dinamizou as candidaturas da Oposição pelo distrito de Braga à Assembleia Nacional, integrando as respetivas listas em várias delas. Participou nos Congressos Republicanos de Aveiro. Em 1959 terminou a sua licenciatura em Ciências Históricas e Filosóficas na Universidade de Coimbra e concorreu a professor do ensino secundário. Foi nomeado professor da Escola Comercial e Industrial de Braga, mas foi impedido, por “desnomeação”, de tomar posse do lugar, por ação direta de alguns próceres bracarenses do regime e decisão do Conselho de Ministros. Na Universidade de Sorbonne desenvolveu o aprofundamento científico que lhe permitiu apresentar a sua tese e obter o grau de doutoramento em História pela Universidade de Paris. O seu doutoramento só foi reconhecido em Portugal em 1975. Foi Professor na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (1974-1991), Universidade do Minho e Universidade Lusófona, de cuja Biblioteca foi obreiro e diretor, e que hoje leva o seu nome. Doou o seu espólio documental à Biblioteca Pública de Braga. Tomou a iniciativa mecenática do Prémio de História Contemporânea, que hoje leva o seu nome e é promovido pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho) e vai já na sua 30ª edição.

Agiu num grupo de democratas que, a partir de Braga, trabalharam incansavelmente para as movimentações da Oposição com vista ao derrube do fascismo. No “Verão Quente” de 1975 foi vítima de ameaças dos terroristas do MDLP, tendo a sua livraria sido objeto, em várias noites, de apedrejamento e tiros. Foi o primeiro deputado à Assembleia da República eleito pelo PCP no círculo eleitoral de Braga, tendo desempenhado essa função entre 1980 e 1981, onde presidiu à Comissão Parlamentar de Cultura e Ambiente e subscreveu vários projetos de lei, entre os quais um de defesa do património arqueológico, outro sobre as associações de defesa do património cultural e outro ainda sobre os direitos dos trabalhadores-estudantes.

Em 1990 recebeu do Presidente Mário Soares a Comenda da Ordem da Liberdade. Faleceu em Braga, em 31 de Dezembro de 2003.

A MAÇONARIA NO MINHO EM 1935

Grande Oriente Lusitano dispunha de lojas e triângulos em Braga, Viana do Castelo, Âncora, Afife, Barcelos e Arcos de Valdevez

A Maçonaria viveu durante o Estado Novo um dos seus momentos mais difíceis. O deputado à Assembleia Nacional apresentou um projecto-de-lei sobre sociedades secretas visando a dissolução da Maçonaria.

Grao_Mestre_Norton_Matos.JPG

Em 27 de Março de 1935, a Câmara Corporativa, através de um extenso e detalhado relatório, emite o seu parecer favorável, documento que é publicado no Diário das Sessões da Assembleia Nacional em 2 de Abril de 1935. O documento veio subscrito por Domingos Fezas Vital, Afonso de Melo, Gustavo Cordeiro Ramos, José Gabriel Pinto Coelho e Abel de Andrade (relator).

A proposta de Lei é aprovada por unanimidade na Assembleia Nacional em 6 de Abril de 1935 e publicada em Diário do Governo, I Série, em 21 de Maio de 1935.

Em 31 de Janeiro de 1935, o General Norton de Mattos – à altura Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano – endereçou o seu protesto junto de José Alberto dos Reis, presidente da Assembleia Nacional e antigo maçon. Em 4 de Abril desse ano, apresenta a sua demissão de Grão-Mestre e a Maçonaria entra em triangulação ou seja, a sua organização em células com um número mínimo de três obreiros.

À altura da sua ilegalização, o Grande Oriente Lusitano contava no Minho com a seguinte organização:

Em Braga a loja Luz e Liberdade com 47 membros.

Em Viana do Castelo a loja Fraternidade com 75 membros.

Em Âncora a loja Vedeta do Norte com 12 membros.

Em Afife um triângulo com 6 membros.

Em Barcelos um triângulo com 4 membros.

Em Arcos de Valdevez um triângulo com 6 membros.

Capturarcamcorpmaç.JPG

O MUNDO FANTÁSTICO DO GALO DE BARCELOS - STORYTELLING NO NORTE SHOPPING

De 11 a 17 de outubro, o Norte Shopping, no Porto, recebe a exposição “O Mundo Fantástico do Galo de Barcelos – Storytelling”, onde o Galo de Barcelos estará em destaque.

barcbar.jpg

A exposição é composta por oito peças, sendo uma delas gigante e, além de exibir e promover a criatividade e a qualidade dos mestres artesãos locais em várias produções, a iniciativa pretende enquadrar o artesanato de Barcelos em contextos diferentes e para outros públicos.

O Galo de Barcelos é uma das mais reconhecidas figuras nacionais sendo, simultaneamente, uma das principais produções do artesanato de Barcelos. Mas esta peça já não se resume apenas ao galo de barro, permitindo-se a diversas expressões criativas, de diferentes áreas do artesanato e da arte contemporânea. É por isso que a exposição itinerante “O Mundo Fantástico do Galo de Barcelos - storytelling” tem como objetivo reunir peças de várias dimensões e materiais criadas por artesãos de Barcelos de diferentes áreas – desde o barro às madeiras, passando pelo ferro e seus derivados, ou mesmo materiais mais contemporâneos como a pasta de papel – proporcionando-lhes liberdade criativa e permitindo abordagens totalmente distintas.

Esta exposição retrata o Galo de Barcelos, não apenas como uma peça de artesanato, mas acima de tudo como um ícone diferenciador e representativo da diversidade cultural e criativa do nosso país, como sendo criativo único no mundo para modelar e reinventar materiais e transformá-los em obras de arte. Por esta razão, a UNESCO distingue a comunidade de Barcelos pela sua criatividade, tendo-lhe atribuído o título de Cidade Criativa em 2017.

Esta ação faz parte do “Cultura no Centro”, o projeto da Sonae Sierra que tem como objetivo apoiar artistas e entidades nacionais de âmbito cultural.

Esta não é a primeira vez que o artesanato barcelense está em destaque nos espaços comerciais. De julho e até setembro, houve a oportunidade de apreciar o artesanato de Barcelos em Viana do Castelo, Coimbra, Guimarães e Braga.

BARCELOS: MUSEU DE OLARIA RECEBE EXPOSIÇÃO "BONECREIRO"

A Sala da Capela do Museu de Olaria recebe, até 31 de dezembro de 2021, a exposição “Bonecreiro” resultante do trabalho desenvolvido pelos artistas Alberto Berruto, Auréline Caltagirone, Carolina Garfo, Fábio Araújo, Francesco Caruso, Laura Monteiro, José Sottomayor e Maria Luísa Ramires numa residência artística organizada pela POUSIO - Arte e Cultura em parceria com o Museu de Olaria, decorrida entre maio e junho deste ano, em Barcelos.

bonecreibarc (1).JPG

Fomentando a criação e a experimentação interdisciplinar destes artistas emergentes em contacto com os artesãos locais do município, a residência artística procurou fortalecer, assim como dinamizar, a pesquisa e a produção em torno do artesanato e das práticas artísticas de Barcelos, em diálogo com a sua comunidade.

Com curadoria de Ana Bacelar Begonha, "Bonecreiro", que estará patente até ao final do ano, na Sala da Capela do Museu, conta com trabalhos multidisciplinares que vão desde a cerâmica, à serigrafia, à pintura, ao vídeo ou ainda à performance e que se preocupam com reinventar e recontextualizar práticas tradicionais, assim como questionar as dicotomias entre velho e novo, digital e material ou real e ficcional.

A exposição contará também com uma projeção do documentário Bonecreiros (2021), de Alberto Berruto e Francesco Caruso, sobre o processo da residência, na Sala Multiusos do Museu no dia 20 de novembro, às 16h00, para assinalar a semana em que se comemora o Dia Mundial da Criatividade.

A exposição “Bonecreiro” é organizada pela POUSIO -Arte e Cultura em parceria com o Museu de Olaria de Barcelos.

A POUSIO – Arte e Cultura é uma associação que surgiu em 2019 para dar resposta à necessidade de criação de novos contextos de produção artística. Tem como objetivo ligar produtores culturais nacionais - artistas, curadores, museólogos e investigadores - a comunidades social ou culturalmente isoladas no país. Propondo várias formas de contacto, a POUSIO tem como objetivo: evidenciar a importância da arte e da cultura como instrumentos de novas soluções sociais; incentivar a produção artística desafiando-a a conhecer novas realidades, a abrir diálogo com novas comunidades e artistas, a expor a sua experiência; promover a troca de conhecimento e criar uma cultura de serviço - uma cultura que crie novos acessos.

Na cidade de Barcelos, ergue-se o Museu de Olaria, equipamento cultural na área da cerâmica com notoriedade internacional. A contínua missão (estudar, documentar, conservar, e divulgar o património cerâmico) materializou-se num acervo com mais de 10000 itens, e em diversas publicações. Nele podemos encontrar várias tipologias cerâmicas e artefactos dos principais centros oláricos portugueses (passado e presente), países de expressão portuguesa, entre outros. Estas atraem investigadores de vários campos do conhecimento, e ainda, possibilitam uma ampla e periódica oferta expositiva ao público.

A exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h00 e, aos sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

bonecreibarc (2).JPG

ARTISTA BARCELENSE FÁBIA MAIA ATUA AMANHÃ NO THEATRO GIL VICENTE

A artista barcelense Fábia Maia apresenta, amanhã, 9 de outubro, às 22h00, no Theatro Gil Vicente um espetáculo que, para além de contar com temas já conhecidos da artista, apresenta também inéditos que farão parte do seu primeiro disco de longa duração, “Avariações”.

241638506_4261530877301703_8948168609114168960_n.j

Depois de dois EPs lançados e de uma participação no Festival RTP da Canção deste ano, no qual se sagrou finalista, Fábia Maia apresenta-se, agora, ao público barcelense em formato independente e com uma nova sonoridade sem género artístico definido, acompanhada por um quarteto de músicos excecionais.

O bilhete para assistir ao espetáculo pode ser adquirido no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

ARTESÃ CIDÁLIA TRINDADE EXPÕE NA TORRE MEDIEVAL DE BARCELOS

Exposição “Recortes de Inovação numa produção de tradição – O Figurado de Cidália Trindade” na Torre Medieval até novembro

“Recortes de Inovação numa produção de tradição – O Figurado de Cidália Trindade” é o nome da exposição que estará patente entre 8 de outubro a 14 de novembro, na Torre Medieval.

Imagem 1gallbarc.JPG

Cidália Trindade, apesar de gostar da modelagem, tarefa que desempenhava no passado, considerou que o figurado seria o caminho que gostava de percorrer, onde a criatividade e a imaginação não têm limites.

Para além disso, mais desafiante, pois teve de aprender novas técnicas de modelagem e pintura. As primeiras peças que produziu . Enquanto artesã, foram uns presépios  e, como correu bem, achou que devia começar a fazer outras peças, mais variadas e coloridas, tais como, galos, os músicos, as minhotas, os santos, entre outras.

De referir que, Cidália Trindade representa a temática floral num registo singular, no âmbito da produção de figurado.

Gosta de apresentar as suas peças com cores vivas e variadas, feitas a partir de tintas de água, que ela própria mistura até chegar à cor que mais lhe agrada.

Embora o seu percurso na área do figurado de Barcelos, seja, ainda, muito curto, sente-se realizada profissionalmente e nota que o seu trabalho já vai sendo reconhecido e procurado pelo público, principalmente nas feiras de artesanato em que participa.

Este reconhecimento é comprovado pela distinção “Prémio Revelação Artesanato Tradicional” que lhe foi atribuído na 38.ª Mostra Nacional de Artesanato e Cerâmica de Barcelos, em 2021, em face do percurso que tem desenvolvido.

Neste sentido, pretende-se com a presente exposição individual de Cidália Trindade, dar a conhecer o seu trabalho, a sua criatividade e a paixão pela arte, bem como promover esta produção certificada que é o Figurado de Barcelos , o qual constitui um precioso património que muito orgulha os barcelenses.

A exposição pode ser visitada, na Torre Medieval de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00 e, aos sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 17h30.

gallba.JPG

GALO ASSADO VOLTA A SER "REI" À MESA EM BARCELOS

O Município de Barcelos promove de 8 a 10 de outubro mais uma edição do Fim de Semana do Galo Assado, atividade que faz parte do programa promocional “7 Prazeres da Gastronomia”.

Galo Assadoo.jpg

A iniciativa decorre entre o almoço do dia 8 de outubro e o jantar do dia 10, contando com a adesão de 15 restaurantes do concelho, que disponibilizarão ao público um dos mais famosos pratos da gastronomia barcelense. Cada restaurante vai confecionar e servir o galo à sua maneira – Galo assado no forno, recheado, com castanhas,à peregrino, entre outros, e mesmo não sendo concurso as composições servidas cumprirão todo o articulado do concurso em sede de qualidade.

O Fim de Semana Gastronómico do Galo Assado tem como objetivo dinamizar o setor da restauração em época baixa e constituir um argumento estratégico de afirmação de Barcelos no produto “Gastronomia” na região do Porto e Norte. É também uma forma de capitalizar a imagem do galo de Barcelos para o setor da restauração e gastronomia. E é, ainda, um argumento estruturante para rememorar a lenda do galo e fortalecer a forte ligação do território barcelense e do seu contexto histórico à peregrinação a Santiago de Compostela, a que está

A iguaria do Galo Assado encontra-se em fase final do processo de qualificação (marca de certificação em fase de conclusão), o que vem acrescentar mais valor a este prato e contribuir para um maior destaque no contexto da Gastronomia Nacional.ligada a Lenda do Galo.

Associado a este processo existem, ainda, os suportes promocionais referente ao Storytelling da iguaria do Galo Assado, bem como pin's, que foram disponibilizados ao restaurantes para estes oferecerem por cada Galo vendido. Esta ação promocional decorre no âmbito da candidatura Minho Região Europeia da Gastronomia.

Participam nesta edição os restaurantes: Alma dos Reis (Igreja Nova), Bagoeira (Barcelos), Casa dos Arcos (Barcelos), Chuva (Barcelinhos), Galliano (Barcelos), Muralha (Barcelos), Pedra Furada (Pedra Furada), Pérola (Barcelos), Taberna Lopes (Vila Seca), Taberna do Armindo (Remelhe), Taberna “O Manhoso” (Tamel S. Veríssimo), Tasquinha do Careca (Perelhal), Tasca da Ponte (Barcelinhos), Três Maria (Barcelos) e Vera Cruz (Barcelos).

O Fim de Semana do Galo Assado inclui também um percursos pedestre , com o “Trilho das Poças”  , percurso que liga as freguesias de Creixomil, Mariz e Vilar do Monte.

As inscrições para a participação neste programa são gratuitas e obrigatórias e  limitadas ao número de lugares, através dos seguintes contactos: turismo@cm-barcelos.pt; tel. 253 811 882.

Cartaz XV Galo Assado 2021.jpg

MUNICÍPIO DE BARCELOS COMEMORA MÊS DA MÚSICA E DO PEREGRINO COM VÁRIAS INICIATIVAS

O Município de Barcelos tematiza o mês de outubro à música e ao peregrino, duas realidades que estão intrinsecamente ligadas ao território de Barcelos, a primeira pela massa critica e criatividade existente na comunidade barcelense neste “cluster” e a outra pelo facto de Barcelos possuir uma ligação umbilical do ponto de vista simbólico, histórico e cultural ao caminho de Santiago.

Mês da Música e do Peregrino.jpg

Neste contexto foram definidas várias atividades e ações entre os quais se destacam tertúlias jacobeias, caminhadas e o primeiro festival Internacional de guitarra. Atividades essas, que juntam agentes técnicos de cada um dos domínios, e que estabelecem pontes entre o caminho de Santiago e a música enquanto eixos de leitura e interpretação da história e património barcelense .

O programa inicia amanhã, dia 5 de outubro, sob o mote “Música e Monumentos”, às 11h00, com o concerto da Banda Musical de Oliveira, no Largo Dr.Martins Lima.

No dia 12 de outubro, às 21h00, a Casa da Azenha é o local escolhido para a apresentação do livro “A peregrina no Caminho Português de Santiago de Compostela- caminho central”, de Cláudia Moura. Esta iniciativa resulta de uma parceria com a Associação ACB – Albergue Cidade de Barcelos.

Para comemorar o Dia do Peregrino, que se assinala a 13 de outubro, nesse dia, têm lugar duas iniciativas. Às 18h00, a inauguração da estátua “Galo Peregrino” do artista Adriano Faria, na rotunda da Avenida S.João, em Barcelinhos, sendo esta inciativa organizada pela Junta de Freguesia de Barcelinhos. Às 21h30 é a vez da tertúlia jacobeia “Peregrinando”, na Casa da Azenha.

Na sexta-feira, dia 15 de outubro, às 21h30, no Templo do Bom Jesus da Cruz assiste-se ao Festival Internacional de Guitarra da Cidade de Barcelos, que conta com o concerto de abertura de Diogo Carlos.

A programação do mês da Música e do Peregrino contempla ainda, no dia 16 de outubro, às 21h30, no Templo do Bom Jesus da Cruz, um concerto com Alex de Sousa e Fábio Fernandes.

No dia 17 de outubro, o dia começa às 9h30, com uma caminhada pelo Caminho de Santiago em Macieira de Rates. As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias através do e-mail:vivermacieira@gmail.com. Às 21h30, é a vez do Templo do Bom Jesus da Cruz receber o concerto de Antony Graham Devine.

A fechar o mês da Música e do Peregrino, o Templo do Bom Jesus da Cruz volta a ser esolhido , mas desta vez para um concerto de órgão de tubos ibérico pelo organista Sean Maxweel, no dia 20, às 21h30.

Esta aposta do Município segue a linha da promoção cultural que tem animado a cidade nos últimos meses, levando às salas de espetáculos do Município propostas culturais para vários públicos.

BARCELOS: PROGRAMAÇÃO DO THEATRO GIL VICENTE REGRESSA COM A MARCA DA DIVERSIDADE

O Theatro Gil Vicente apresenta, no mês de outubro, uma programação diversificada com teatro, cinema, oficinas de criação e música.

Programação Theatro Gil Vicente_outubro.jpg

Outubro começa com uma peça musical gráfica “Pequeno Mundo” do Space Ensemble, no dia 1 de outubro, às 14h30 e 21h30, desenvolvida por um grupo de criativos que cruzam diversas linguagens artísticas, em parceria com uma investigadora da área da Biologia. O projeto é financiado pela Direção-Geral das Artes.

O teatro está de volta ao cenário do teatro nos dias 2, 15, 16, 23 e 30 de outubro. Primeiro, com “Conversas com Magalhães”, às 21h30, pela Via3, Companhia de Teatro; nos dias 15 e 16, a peça de teatro “Estultos”, pela Cultura Espera- Associação; no dia 23, às 21h30, a peça “Ai a minha filha”, por Carlos Cunha Produções. A fechar, no dia 30, às 21h30, é a vez do palco do TGV receber a peça de teatro “A noite de Molly Bloom”, pela Acta- A  Companhia de Teatro do Algarve.

A música preenche alguns dias de programação, a começar com o concerto da barcelense Fábia Maia, no dia 9 de outubro, às 22h00, um  espetáculo que, para além de contar com temas já conhecidos da artista, apresenta também inéditos que farão parte do seu primeiro disco de longa duração, "Avariações".

O triciclo apresenta dois concertos: Jorge Queijo + Francisco Antão, com a apresentação ao vivo do álbum “Adufes & Pandeiros”, no dia 8 de outubro, às 22h00, num concerto que junta percussões tradicionais e eletrónica.

No dia 22 de outubro, às 22h00, os Mão Morta, na sua versão Redux, apresentam a banda sonora original que criaram para uma obra-prima do cinema do mundo italiano e tocam-na ao vivo acompanhando a exibição. Adolfo Luxúria Canibal, Miguel Pedro e António Rafela vão dar música a “Rapsódia Satânica”(Nino Oxilia, 1915), no Theatro Gil Vicente.

Nos dias 9, 16 e 23 de outubro, às 10h00, o palco do Gil Vicente recebe "A Palhaçaria que há em ti", uma oficina de sensibilização e prática da arte clownesca, expressão artística que permite a reinvenção de estados de ser e estar, através de vivências e de reflexões sobre o processo e a função social da palhaçaria.

A rubrica “Em família no TGV” reserva as tardes de domingo para os mais novos, dias 10 e 31, às 16h, com “Uma vez Hera...Hera para sempre!”, no âmbito do serviço educativo, no dia 10. No dia 31, último dia do mês, é a vez de “Pluft, o Fantasminha,” um espetáculo de música e animação.

A Zoom promove no Theatro três noites de cinema no mês de outubro, com a exibição, no dia 12, do filme “A Colecionadora”; no dia 19, “O Joelho de Claire”, e, no dia 27, do filme “A Minha Noite Em Casa de Maud”, de Éric Rohmer. As sessões têm início às 21h30 e têm entrada paga.

Fora de portas, o Largo Dr. Martins Lima recebe, no dia 5 de outubro, às 11h00, o concerto “Música e Monumentos" pela Banda Musical de Oliveira e dirigido pelo maestro Alfredo Macedo, com um reportório diverso, com a partilha de obras de vários países.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Theatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

BARCELOS REPETIU ELEIÇÕES MUNICIPAIS EM 1914

O Ministério do Interior - Direcção Geral de Administração Política e Civil, através do Decreto nº. 353, publicado em Diário do Govêrno n.º 35/1914, Série I de 1914-03-07, fixou o dia 29 de Março para a repetição, nas assembleias de Lama, Gueral e Vila Sêca, das eleições da Câmara Municipal de Barcelos e dos procuradores à Junta Geral do distrito de Braga.

Capturarelebarce.JPG

BARCELOS RECEBE PRÉMIO NACIONAL "MOBILIDADE EM BICICLETA"

Cerimónia aconteceu em Lisboa, no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade

O Município de Barcelos recebeu, esta segunda-feira, 20 de setembro, o Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta”, na categoria “Autarquias e Freguesias”.

barcelbibiclet.jpg

O galardão é atribuído, desde 2006, pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), entidade corresponsável, juntamente com a sua congénere espanhola e a Câmara Municipal, pelo XVII Congresso Ibérico “A Bicicleta e a Cidade – A Era da Infraestrutura”, que aconteceu em Barcelos, no início de junho, e que juntou mais de 50 oradores internacionais, numa troca de experiências e partilha de boas práticas relativas à mobilidade sustentável e, em particular, à mobilidade ciclável.

A cerimónia de entrega do prémio aconteceu no Auditório da Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa, e inseriu-se na Semana Europeia da Mobilidade, este ano, dedicada ao tema “Mobilidade Sustentável: em Segurança e com Saúde”.

“O prémio procura reconhecer publicamente o contributo de entidades ou individualidades que tenham promovido a utilização da bicicleta nas suas múltiplas vertentes, através da criação ou melhoria de condições e facilidades em Portugal e/ou da divulgação de iniciativas fomentadoras do uso deste modo de transporte não motorizado”, descreve a FPCUB.

Tal como o Congresso Ibérico ocorrido em Barcelos, também o Prémio Nacional “Mobilidade em Bicicleta” contou com o alto Patrocínio do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e com a presença do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro.

O prémio é o reconhecimento do esforço feito pelo Município de Barcelos na promoção da mobilidade ciclável no concelho, que teve a sua primeira grande referência em 2018, com a criação do Barcelos Bus, o primeiro transporte público urbano em Barcelos, que contempla atualmente duas linhas, mas que, futuramente, irá aumentar a sua área de abrangência, passando a funcionar com cinco linhas.

A par do Município de Barcelos, foi também distinguido o IPCA, na categoria “Instituições de Ensino”, destacando-se o projeto “U-Bike IPCA”, com a disponibilização de 130 bicicletas à comunidade académica. Ao todo, foram galardoadas 15 instituições e personalidades.

Entretanto, no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, o Município de Barcelos volta a promover, juntamente com a Agência Portuguesa do Ambiente, entre os dias 16 e 22 de setembro, um conjunto de iniciativas sob o lema “Mova-se de forma sustentável. Seja Saudável”, com o objetivo de promover hábitos mais saudáveis.

A iniciativa compreende um conjunto de atividades, como a disponibilização de trotinetes elétricas e de bicicletas em vários pontos da cidade e a possibilidade de usar o Barcelos Bus de forma gratuita entre os dias 16 e 22 de setembro. No último dia, “Dia Europeu sem Carros”, a Avenida da Liberdade estará cortada ao trânsito automóvel, entre as 9h00 e às 18h00

MUNICÍPIO DE BARCELOS ADERE ÀS JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO E AO DIA MUNDIAL DO TURISMO

Descobrir Barcelos através do Património e do Turismo

De 24 a 27 de setembro, o Município de Barcelos associa-se às Jornadas Europeias do Património e à Comemoração do Dia Mundial do Turismo, com um programa plural de atividades numa dinâmica inclusiva.

Jornadas Europeias do Património e ao Dia Mundial

Este ano o objetivo das Jornadas Europeias do Património e do Dia Mundial do Turismo passa pela inclusão, com o objetivo de reunir as pessoas em torno do seu património e da cultura que as envolve.

Com os temas “Património Inclusivo e Diversificado #patrimonioenosso” e “Turismo para um crescimento inclusivo”, o programa começa , no dia 24 de setembro, com uma visita guiada ao Museu de Olaria e oficina temática para grupos com necessidades educativas especiais, sob o mote “Sentir o Património”. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição obrigatória através do e-mail servicoeducativo@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 824 741.

No sábado, 25 de setembro, tem lugar, das 8h30 às 13h00, o programa anual de pedestrianismo “Caminhar para Conhecer Barcelos”, com o percurso “Trilho do Monte do Facho” com passagem pelas freguesias de Alheira, Oliveira, Galegos Santa Maria e Roriz.

Da parte da tarde, das 14h00 às 16h00 e das 16h00 às 18h00, pode usufruir de um passeio de barca no Rio Cávado. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição obrigatória através do e-mail turismo@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 811 882.

Das 14h30 às 18h30, na ludoteca do Museu de Olaria, decorre um encontro de jogos de tabuleiro, destinado ao público em geral. A atividade tem entrada livre, mas sujeita a inscrição obrigatória através do e-mail arqueologia@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 824 741.

As atividades terminam no dia 27. Nesse dia, das 14h30 às 17h00, pode participar ainda num percurso criativo, o Mundo Maravilhoso do Figurado de Barcelos, visita guiada no centro histórico de Barcelos ao encontro da instalação artística das esculturas do Figurado. Inscrições obrigatórias através do e-mail turismo@cm-barcelos.pt ou do telefone 253 811 882.

Todas as iniciativas cumprem as medidas de contingência a nível nacional, recomendadas pela OMS e a Direção-Geral de Saúde, tendo sempre presente a segurança e o bem-estar dos munícipes.

BARCELOS: PRÉ-INSCRIÇÕES PARA A NOVA ÉPOCA DESPORTIVA NAS PISCINAS MUNICIPAIS NO SITE DO MUNICÍPIO

A época desportiva 2021/2022 da Escola de Natação e Aulas de Grupo, das Piscinas Municipais de Barcelos, terá início no dia 06 de outubro de 2021, encontrando-se já a decorrer o período de pré-inscrição online, através de formulário disponível em https://www.cm-barcelos.pt/viver/desporto/piscinas-municipais/.  Apenas quem não dispõe de meios para realizar a pré-inscrição online poderá dirigir-se à secretaria das piscinas.

PiscinasMunicipais2021.jpg

A atividade do equipamento cumpre rigorosamente as orientações da Direção-Geral de Saúde e do Centro de Saúde de Barcelinhos, nomeadamente em matéria de higienização dos equipamentos e espaços, proteção individual e distanciamento físico, no sentido de salvaguardar as condições de segurança para todos os utilizadores e de segurança sanitária.

Estarão disponíveis serviços como Escola de Natação, que contempla aulas para Bebés (dos 18 meses aos 3 anos), aulas de Aprendizagem e Aperfeiçoamento, para crianças (dos 4 aos 14 anos) e adultos, e também as Aulas de Grupo, como Hidroginástica e Atividade Aquática. Todas as aulas serão uma vez por semana, com a duração de 40 minutos.

O uso de máscara é obrigatório, sendo apenas dispensada para a realização da aula; é obrigatória a utilização de calçado nos chuveiros, nas instalações sanitárias e nas áreas de circulação do recinto, cumprir a etiqueta respiratória e respeitar a sinalética existente no local.

A utilização da piscina interior, para Regime Livre, fica condicionada aos mesmos períodos das aulas e também de acordo com a disponibilidade do espaço. Este serviço implica a recolha de nome e contacto de cada utente na receção (medida imposta pela DGS).

O horário de funcionamento das aulas e outras atividades é das 07h:05m às 21h:10m. Os utentes podem entrar nos 10 minutos antes que antecedem a sua aula/atividade e terão 15 minutos para sair das instalações após o término da mesma.

O Município pretende que este equipamento continue ao serviço de todos os cidadãos, reconhecendo a sua importância para a saúde e bem-estar físico e para o apoio às atividades das suas instituições, assim como dos utilizadores em geral.

CONHECE AS QUEIJADINHAS DE BARCELOS?

Queijadinhas-de-Barcelos-660x330.jpg

Descrição: A Bella Queijadinha de Barcelos apresenta-se sob duas formas: em estrela de cinco bicos e em forma de charuto. A massa do recheio é envolvida em hóstia e, depois de lhe ser dado o formato, a queijadinha vai ao forno a cozer. Quando sai do forno é mergulhada numa calda de fondant e seca ao ar, o que lhe dá uma cor branca. A base do recheio é uma massa de amêndoa com frutos em calda, queijo branco fresco e ovos triturados até ficar com uma consistência de papa. Depois de pronta, a queijadinha tem uma consistência macia, embora o invólucro seja estaladiço.

Região: Norte.

Outras denominações: Queijadinhas. Queijadinhas de Barcelos.

Particularidade: Bolo em forma de estrela de cinco bicos ou de charuto, com uma capa de açúcar branco e recheado com um doce feito à base de amêndoa e frutos em calda.

História: A queijadinha com o nome de A Bella Queijadinha de Barcelos surgiu por volta de 1900, na Confeitaria Salvação de Barcelos, que sempre a fabricou e a registou com aquele nome. Embora se encontrem nessa região outras confeitarias a fabricar produtos similares, a verdadeira queijadinha é a de Barcelos. A receita foi passada aos descendentes, sempre oralmente, até à atual geração, que é a quinta. A confeitaria, apelidada em 1830 de Confeitaria Confiança, mudou o seu nome para Salvação, por volta de 1850, devido ao hábito que o seu proprietário, o Sr. Manuel Joaquim Duarte Ferreira, tinha de «jurar pela sua salvação» que os doces eram da última fornada. Assim, os clientes passaram a chamar-lhe o Salvação. O Sr. Manuel Joaquim apreciou o nome e fê-lo acrescentar aos seus apelidos, mudando também o nome à confeitaria. Estes dados constam do Historial da Confeitaria Salvação.

Uso: Como sobremesa ou gulodice a qualquer hora do dia.

Saber fazer: Trituram-se frutos em calda (laranja em maior proporção, maracujá, damasco, pêssego), amêndoa e um pouco de queijo branco até formar uma papa que vai ao lume a engrossar com gemas de ovos. Depois da pasta fria acrescenta-se miolo de amêndoa ralado para dar o ponto de enformar. Embrulham-se em hóstia, dando-se a umas a forma de estrela e a outras a forma de charutos. Vão ao forno a secar, sendo seguidamente mergulhadas numa calda de açúcar feita com água e claras em castelo, o que lhes dá depois de secas uma cor branca.

Fonte: https://tradicional.dgadr.gov.pt/pt/

MUNICÍPIO DE BARCELOS ADERE À SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE

O Município de Barcelos volta a aderir, este ano, à Semana Europeia da Mobilidade, uma iniciativa da Agência Portuguesa do Ambiente, cujo lema de 2021 é “Mobilidade Sustentável : em Segurança e com Saúde”, sob o slogan “Mova-se de forma sustentável. Seja Saudável”.

Programa Semana Europeia Mobilidade_2021.jpg

O lema “Mobilidade Sustentável : em Segurança e com Saúde” tem como objetivo encorajar a manter a forma física e mental enquanto exploramos a beleza da nossa cidade, região ou país, respeitando o ambiente, a nossa saúde e a dos outros, ao cuidarmos da escolha do nosso meio de transporte.

A iniciativa decorre entre 16 e 22 de setembro e compreende um conjunto de atividades organizadas pela Câmara Municipal, “com o objetivo de proporcionar aos cidadãos oportunidades para se deslocarem a pé, de bicicleta ou de transporte público, em vez de automóvel, permitindo uma descoberta da cidade, do património e dos seus habitantes, num ambiente mais saudável e sustentável”.

A inauguração das trotinetes elétricas em vários pontos da cidade , em parceria com a empresa BOLT marca o arranque deste completo programa delineado pelo Município, no dia 16 de setembro, às 9h00, no Largo da Porta Nova.

De realçar que de 16 a 22 de setembro, os munícipes podem utilizar o transporte urbano “BarcelosBus”, gratuitamente, das 7h00 às 20h30 e ainda têm a possibilidade de aluguer de bicicletas e de aprender a pedalar destinado a todas as idades, sob o mote Barcelos – Cidade mais sustentável/ “O papel do indivíduo na sociedade, todos os dias, das 9h às 18h00, no Largo da Porta Nova e no Theatro Gil Vicente.

No dia 18, pode ainda desfrutar de viagens sonoras experimentais pelas duas linhas, vermelha e amarela, do "BarcelosBus". Com entrada na Avenida dos Combatentes, a viagem na linha amarela é das 16h29 às 17h09 e, na linha vermelha, das 17h09 às 18h09.

Ainda durante toda a Semana Europeia da Mobilidade, das 9h30 às 18h00 e ao sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 e ao domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00, pode usufruir de um Mobipaper, com início no Posto de Turismo.

Nos dias 16,20,21 e 22 , o programa Barcelos Saudável promove uma aula de desporto, no Pavilhão Municipal. A participação é gratuita, mas com limite de vagas e inscrição obrigatória, através do e-mail transito.mobilidade@cm-barcelos.pt.

No dia 19 de setembro, às 10h00, realiza-se um passeio pedonal e um passeio de bicicleta, com partida junto ao Templo do Bom Jesus da Cruz.

No dia 20, decorre a campanha “Um dia no comboio”, inserida no Ano Europeu do Transporte Ferroviário, com a oferta viagens de ida e volta por apenas 1€.

Esta iniciativa consiste na sensibilização da população em geral para as vantagens da utilização da ferrovia no transporte de passageiros, mas também de mercadorias. A campanha de oferta do bilhete a preço reduzido estará disponível na CP – Comboios Portugal.

No último dia,  22 de setembro, assinala-se o Dia Europeu sem Carros. No âmbito deste dia, sob o mote “Na cidade, sem o meu carro”, a Avenida da Liberdade estará cortada ao trânsito, das 9h00 às 18h00.

Todas as iniciativas cumprem as medidas de contingência a nível nacional, recomendadas pela OMS e a Direção-Geral de Saúde , tendo sempre presente a segurança e o bem-estar dos munícipes.