Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICIPIO DE BARCELOS ASSINA ACORDO DE COLABORAÇÃO COM O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PARA REMOÇÃO DO AMIANTO

Autarquia investe mais de um milhão em escolas do 1.º ciclo e jardins de infância

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, assinou, no passado dia 24 de julho, um acordo de colaboração com o Ministério da Educação para a remoção de materiais de construção com amianto em quatro estabelecimentos de ensino do concelho, da responsabilidade daquele Ministério.

O acordo insere-se no programa nacional, financiado por fundos comunitários, que prevê a retirada de estruturas de amianto em 578 estabelecimentos de ensino a nível nacional, no valor de 60 milhões de euros, quatro dos quais localizados no concelho de Barcelos: Escola Básica de Manhente, Escola Básica e Secundária Vale do Tamel, Escola Básica Gonçalo Nunes e Escola Secundária de Barcelinhos.

Na sessão de assinatura do acordo e colaboração, que decorreu em Vila Nova de Gaia, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, afirmou que "o financiamento da parte do Estado vem a 100%. Este é um financiamento que não tem contrapartida pública nacional por parte das autarquias. Estarão criadas todas as condições para se poder trabalhar tanto na calendarização, como no preço da remoção”. O Ministro disse ainda que "os autarcas têm sido os parceiros máximos da concretização do serviço nacional de educação”, agradecendo-lhes a "enorme generosidade”.

Na mesma sessão, Miguel Costa Gomes destacou a importância desta decisão governativa para o financiamento da remoção do amianto: “este é um problema e desta forma vamos conseguindo colmatá-lo, na medida do possível. É um passo importante porque a utilização do amianto foi proibida em 2005 e, até hoje, não tínhamos conseguido eliminar por completo este material dos estabelecimentos de ensino. Para já vamos intervir em quatro estabelecimentos escolares em Barcelos, mas estes serão só os primeiros”.

Na cerimónia foram assinados acordos de colaboração para intervenção em cerca de 250 escolas de 58 municípios, e apontado o dia 31 de outubro como data limite para o lançamento dos concursos para as mesmas.

Com a assinatura do acordo, será ainda constituída “uma comissão de acompanhamento” em cada uma das autarquias, composta por representantes da Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, municípios e pelos directores dos Agrupamentos de Escolas e Escolas Não Agrupadas que integram estes espaços. A esta comissão caberá “coordenar a execução da empreitada com o desenvolvimento regular das actividades lectivas”.

No que diz respeito aos estabelecimentos de ensino sob a tutela da autarquia de Barcelos, são os seguintes os projetos já aprovados para substituição das coberturas e remoção do amianto: JI Ferreiros (Cristelo), EB1/JI de Fraião (Tamel S.Verísismo), EB1/JI de Cambeses, EB17JI de Remelhe, EB1/JI de Aldão (Vila Frescainha S.Martinho), EB1/JI de Abade de Neiva, EB17JI de Carvalhal, EB1/JI de Perelhal, EB1/JI de Areias de Vilar, EB1/JI de Galegos Santa Maria, EB1/JI de Milhazes, EB1/JI de Moure, EB1/JI de Galegos São Martinho e EB1/JI da Pousa.

As intervenções, no seu conjunto estão orçamentadas em mais de um milhão de euros.

RIVER BLUES REGRESSA A BARCELOS

Espetáculos decorrem na Frente Ribeirinha

O Festival River Blues volta a Barcelos, mas desta vez à Frente Ribeirinha com três espetáculos inseridos na programação de Verão do Município “Prá Frente Barcelos”.

Depois do sucesso das três edições anteriores e com um público em crescendo, este festival procura dar uma nova visibilidade a Barcelos nesta área da música, apostando num evento de qualidade que vem complementar a oferta cultural do concelho, por si mesma de reconhecido dinamismo em termos de bandas rock e pop.

O Festival arranca no dia 28 de agosto, às 22h00, com os “The Smokestackers", um duo formado por João Belchior e Diogo Mão de Ferro, que representam a imagem e o sentimento dos Blues, num repertório que abrange o tradicional e canções mais atuais. Em formato acústico, com umas notas de slide guitar e uma harmónica, e vozes que cantam essas letras já tantas vezes passadas de geração em geração.

“L-Blues” atua de seguida com a banda nortenha a apresentar o novo disco “Luz”, na qual o folk, o blues e o rock caminham lado a lado.

No dia 29 de agosto, às 22h00, é a vez da banda “Delta Blues Riders”, a mais carismática e completa banda de blues de Portugal, subir ao palco da Frente Ribeirinha para partilharem músicas e histórias do universo dos blues, viajando numa estrada de confissões, como quem se encosta ao balcão a desabafar com o barman.

Nas edições anteriores, pelo palco do rio Cávado, passaram nomes como Jean-Paul Rena, Quantic Mode, Minneman Blues Band, L-Blues, António Mão de Ferro, Just Soul Orchestra, Budda Power Blues, Nuno Andrade, Blues Drive e Vitor Bacalhau.

O River Blues é promovido pela Câmara Municipal de Barcelos, contando ainda com a participação de uma empresa e uma produtora de eventos.

VODAFONE EXPANDE FIBRA EM BARCELOS

A Vodafone Portugal alarga a cobertura do seu serviço de fibra no concelho de Barcelos, distrito de Braga, onde mais lares e empresas têm agora acesso à melhor experiência de telecomunicações em Portugal.

vodafonebarcelos.jpg

Esta expansão insere-se no compromisso assumido pela Vodafone de levar a sua rede de fibra ótica a 5,3 milhões de famílias e empresas, permitindo aos consumidores terem maior liberdade de escolha e garantindo o acesso de todos aos benefícios da economia digital.

A posição de destaque que a Vodafone Portugal conquistou ao longo dos últimos anos no serviço de televisão por subscrição é o resultado da qualidade do serviço prestado, bem como de um alargado conjunto de inovações introduzidas no mercado que têm contribuído para os mais elevados índices de satisfação e de recomendação, de acordo com o Barómetro de Telecomunicações da Marktest.

A expansão da fibra ótica da Vodafone Portugal neste concelho possibilita também o acesso das empresas a serviços integrados de telecomunicações e tecnologias de informação, tais como soluções fixas de internet, cibersegurança, aplicações na cloud, Internet of Things, entre outros serviços inovadores.

Características diferenciadoras do serviço Vodafone

  • Vodafone Tvcom os conteúdos preferidos dos portugueses, como Amazon Prime Video, HBO PortugalNetflix e Youtube, pesquisa inteligente por voz, área kids e muito mais;
  • Apps avançadas como Serviços Públicos, que permite aceder a serviços digitais da Administração Pública sem sair de casa; e Smart Replay, que permite rever os principais acontecimentos de um jogo de futebol durante a sua emissão;
  • Zapping ultrarrápido;
  • Imagem 4K: qualidade 4x superior ao Full HD;
  • Smart Router com Super Wi-Fiem toda a casa;
  • Rede 100% fibraque oferece até 1Gbps de velocidade;
  • Velocidade de internet garantida, medida e certificada no dia da instalação;
  • Melhor experiência de Gaming: lag mínimo e jogabilidade máxima;
  • Líder na satisfação dos Clientesem todas as categorias de telecomunicações – Televisão, Rede Fixa, Internet Fixa, Internet Móvel e Rede Móvel – pelo European Consumer Satisfaction Index (ECSI);
  • Experiência de TV por fibra e Internet móvel distinguida “Melhor do Teste”pela DECO PROTESTE. 
  • Melhor rede móvel nos mais recentes estudos de qualidade das redes móveis promovidos pela Anacom.

BARCELOS É MARAVILHA DA CULTURA POPULAR

Município de Barcelos é pré-finalista em três categorias às 7 Maravilhas da Cultura Popular

A RTP vai estar na cidade da Póvoa de Lanhoso na próxima terça-feira, 11 de agosto, para emitir e apresentar os semi-finalistas da edição 2020 das 7 Maravilhas, dedicada à Cultura Popular do distrito de Braga, entre eles a Banda Plástica, o Figurado de Barcelos e a Lenda do Galo de Barcelos.

7 Maravilhas da Cultura Popular.jpg

A emissão vai contar com os apresentadores Vanessa Oliveira e José Carlos Malato sendo transmitida entre as 10h00 e as 13h00, e retomada das 14h30 às 17h30.

Os 140 finalistas, apresentados no dia 7 resultam de uma seleção entre 504 candidaturas avaliadas por um painel de especialistas composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal Continental e das regiões autónomas.

O concurso 7 Maravilhas de Popular tem como objetivo a valorização e reconhecimento daquilo que carateriza o país e assenta, nesta edição, no património cultural material e imaterial das várias regiões e localidades do país, contribuindo para a diferenciação e promoção territorial.

De notar que o concelho de Barcelos é um território com uma identidade cultural e etnológica muito forte decorrente da variedade de artes e ofícios.

Para ajudar os semi-finalistas na final das 7 Maravilhas da Cultura Popular, pode votar através dos contactos: Banda Plástica de Barcelos (760207820); Figurado de Barcelos ( 760207822); Lenda do Galo de Barcelos (760207826).

"TRICICLO" REGRESSA COM TRÊS MESES DE MÚSICA EM BARCELOS

O ciclo de concertos 'triciclo' está de volta para mais três meses de programação transversal, a decorrer entre outubro e dezembro, depois de uma paragem forçada devido à pandemia da Covid-19. Da programação constam nomes como Samba Sem Fronteiras, Evols e Stereoboy.

Programação triciclo.jpg

O ciclo musical começa no dia 5 de outubro, no Largo Dr.Martins Lima, com “Samba Sem Fronteiras”, grupo luso-brasileiro radicado no Porto, que é um dos mais genuínos exemplos do samba de raiz.

Depois de uma viagem até ao Brasil, o triciclo prossegue no dia 17 de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com “Phole”. O tocador natural de Viana do Castelo apresenta uma forma singular de reinventar o instrumento típico das romarias minhotas.

O triciclo continua no dia 6 de novembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos com “Evols” com a apresentação do novo álbum, “III”. O álbum foi lançado este ano e reafirmou a banda portuense coma uma das referências na música alternativa portuguesa. Ainda em novembro, os barcelenses Ricardo Lomba e Tiago Rosendo “Tresor&Bosxh, apresentam um filme-concerto para toda a família. Os artistas vão dar música às curtas de animação “Solar Walk” e “Jonas and the Sea”, inserido na componente do serviço educativo do triciclo.

Esta performance  foi desenvolvida no âmbito do Circuito -Braga Media Arts e , para além das sessões dedicadas às escolas do concelho, o grupo vai apresentar ao público geral o trabalho, no dia 19 de novembro, no Theatro Gil Vicente.

No último mês de programação, o “triciclo” abre com uma das vozes emergentes da música portuguesa, “A Garota Não”,no dia 5 de dezembro, no Theatro Gil Vicente.

A artista nasceu na pele setubalense de Cátia Marazi Oliveira e é um cruzamento de influências vindas da música popular brasileira, africana, Zeca Afonso, Fausto ou Sérgio Godinho.

O encerramento fica a cargo da eletrónica hipnotizante de “Stereoboy”, no dia 19 de dezembro, na Biblioteca Municipal de Barcelos.

Todos os concertos do ‘triciclo’ seguem as normas vigentes das autoridades de saúde para garantir a segurança de todos os participantes.

O ‘triciclo’ é um ciclo de concertos itinerante que percorre vários espaços do centro histórico de Barcelos com a melhor música nacional e internacional desde outubro de 2018 com uma programação plural e de caráter educativo.

Os bilhetes para estes espetáculos estarão à venda em data a anunciar. Mais informações em cm-barcelos.pt ou www.triciclobcl.pt

BARCELOS REALIZA MICROFEIRAS DE ARTESANATO

MicroFeiras de Artesanato ao Vivo no Largo da Porta Nova

A Câmara Municipal de Barcelos promove um ciclo de microfeiras de artesanato, todas as quintas-feiras do mês de agosto, no Largo da Porta Nova, entre as 10h00 e as 16h00, que tem como objetivo suprir os efeitos que a pandemia do Covid-19 teve numa das atividades económicas que mais sofreu com a pandemia, o artesanato.

Microfeiras de artesanato.jpg

Sendo Barcelos um território com uma identidade cultural e etnológica muito forte, com grande número de artesãos e uma grande variedade de artes e ofícios, dos quais se destaca, pela sua importância, a olaria, esta iniciativa tem como intuito apoiar e promover este setor e contribuir para o incremento económico dos seus agentes.

Cada feira será composta por seis artesãos, de forma rotativa, abrangendo o maior número possível de artesãos. Estes, apresentam o seu trabalho ao vivo, chamando a atenção dos milhares de pessoas que passam na cidade e na Feira Semanal de Barcelos.

O artesanato é uma parte integrante da cultura barcelense, inspirado nos mais variados temas da cultura e da sociedade e constitui uma manifestação da criatividade ímpar de comunidade artesanal, que faz de Barcelos, neste âmbito, uma das principais referências a nível nacional.

As condições de segurança para a realização da iniciativa foram articuladas e obtiveram a concordância das autoridades de saúde.

BARCELOS AVANÇA NO "MAPEAMENTO DO SETOR ARTÍSTICO-CULTURAL"

Plataforma digital MACB – Mapeamento Artístico e Cultural de Barcelos disponível a 17 agosto no site do Município

O Município de Barcelos aprovou na reunião de câmara de 26 de junho a implementação da plataforma “Mapeamento do Setor Artístico-Cultural”, um plano de ação para a cultura e para os agentes culturais e artistas barcelenses que consiste no levantamento da comunidade artística barcelense através de uma plataforma digital de recolha de dados.

Mapeamento Artístico e Cultural de Barcelos.jpg

Nesse sentido, de 17 de agosto a 14 de setembro, os artistas barcelenses vão poder inscrever-se através da plataforma digital de recolha de dados com o preenchimento de um formulário no site do Município de Barcelos.

Esta iniciativa tem como principais objetivos: recolher informação sobre os intervenientes nas diversas áreas da cultura; tratar os dados recolhidos para potenciais apoios e/ou contratações e candidaturas; conhecer de forma aprofundada a composição do tecido cultural e artístico barcelense; incentivar os artistas apoiando-os no seu processo criativo e encorajando-os à permanência no tecido cultural do concelho; reconhecer o trabalho desenvolvido em diferentes áreas culturais.

O setor artístico-cultural será mapeado por áreas temáticas, nomeadamente artistas e outros agentes culturais, naturais ou residentes ou que exerçam atividades culturais regulares no concelho de Barcelos há pelo menos um ano, naturais do concelho de Barcelos que residam fora do concelho.

As áreas são as seguintes: música, teatro, dança, cinema/audiovisuais, fotografia/vídeo, stand up, magia, artes circenses, artes digitais, artes plásticas e visuais, outras com interesse cultural.

Esta iniciativa tem um papel especialmente importante tendo em conta a atual situação pandémica e os impactos que estão a causar em todos os sectores de atividades, nomeadamente no da cultura, mas pretende ser um processo contínuo e com novas áreas de intervenção no futuro.

BARCELOS COMEMORA ANIVERSÁRIO DO THEATRO GIL VICENTE

O Theatro Gil Vicente comemora sexta-feira, 31 de julho, 118 anos. Comemorações decorrem no Largo Dr. Martins Lima

Dada a restrição do acesso a espetáculos, motivada pela pandemia do Covid-19, a Câmara Municipal organizou um espetáculo ao ar livre no espaço em frente ao Theatro, o Largo Dr. Martins Lima, inserido na programação da iniciativa cultural “Prá Frente Barcelos”.

PráFrenteBarcelos_118 anos Theatro Gil Vicente.jpg

Assim às 21h30, realiza-se um espetáculo de dança pela Escola de Dança de Barcelos com Trovas e Cantigas intitulado “Poetas e Tradições”, com entrada gratuita e lotação limitada.

Esta iniciativa fica também marcada por uma campanha de adoção de animais de companhia, uma parceria com a Strettdogs -Associação de Proteção Animal , no âmbito do acordo de colaboração com o Município de Barcelos.

Pode reservar e levantar o seu bilhete para assistir a este e outros espetáculos do programa “Prá Frente Barcelos”, de terça feira a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, ou no próprio dia do espetáculo no período de 1 hora que antecede o evento.

MUNICÍPIO DE BARCELOS APOIA FREGUESIAS

Câmara Municipal atribui 209 mil euros às freguesias

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 24 de julho, subsídios a 12 freguesias do concelho, no valor global de 209.000,00€, destinados à comparticipação em obras de construção de equipamentos públicos (cemitério e casa mortuária), requalificação, alargamento e pavimentação de ruas e outras vias de comunicação, construção de muros e de sistemas de drenagem de águas pluviais.

Na mesma reunião, o executivo aprovou a atribuição de dois subsídios aos Bombeiros Voluntários de Barcelos: o primeiro, no valor de 10.000,00€, como comparticipação na aquisição de um veículo florestal de combate a incêndios; o segundo, no valor de 1.810,00€, destinado a apoiar os custos de aquisição de um sistema de comunicações.

Foram aprovadas, também, as propostas de adenda aos acordos de colaboração com as três corporações de bombeiros do concelho, tendo em vista a comparticipação financeira do Município no âmbito dos seguros de responsabilidade civil obrigatória das viaturas das referidas corporações.

Foi aprovado um subsídio no valor de 2.000,00€, à Associação de Pais e Alunos da Escola Básica e Secundária do Vale do Tamel, como comparticipação financeira nas despesas de mobiliário para o ATL.

A Câmara Municipal aprovou, ainda, dois aditamentos aos contratos de desenvolvimento desportivo em vigor: com a Associação Amigos da Montanha para a dinamização do areal de Barcelinhos e que inclui uma comparticipação financeira do Município no valor de 8.000,00€; com a associação Futebol Clube de Roriz que inclui um apoio financeiro adicional por parte do Município, no valor de 2.000,00€, face às dificuldades acrescidas para o clube no âmbito da pandemia do Covid-19.

Com a ACOBAR foi aprovado um acordo de colaboração que inclui uma comparticipação financeira municipal no valor de 2.000,00€.

Apoios sociais

O executivo municipal aprovou, também, as seguintes propostas de âmbito social: o apoio à renda de 34 agregados familiares; o apoio à habitação social de um munícipe, através da elaboração de um projeto de arquitetura, legalização e fiscalização de habitação unifamiliar; a aquisição de serviços de táxi para o transporte de um jovem portador de doença grave e com necessidades económicas, entre a sua residência e o Centro que frequenta; as despesas de cabazes alimentares a agregados familiares carenciados, fornecidos por quatro freguesias.

Por fim, a Câmara Municipal aprovou um regime excecional para as situações de mora no pagamento da renda devida nos termos de arrendamento urbano habitacional e não habitacional, no âmbito da pandemia do Covid-19 e de acordo com a Lei n.º 4-C/2020, de 6 de abril, no período compreendido entre 7 de abril e 20 de setembro, verificada a quebra de rendimentos prevista naquela Lei.

BARCELOS CANTA DE GALO NA ARTE DA JARDINAGEM

Jardim das Barrocas em Barcelos é uma das obras primas da arte de jardinagem do Minho

Em pleno centro histórico da cidade de Barcelos encontra-se uma das mais magníficas obras de arte da jardinagem do Minho e seguramente do país. Trata-se do Jardim das Barrocas, também conhecido por Passeio dos Assentos ou Passeio das Obras.

109148880_3331796036883442_5076298438616488664_o.jpg

Construído durante o século XVIII como parte integrante do Templo do Senhor da Cruz ou Igreja do Bom Jesus da Cruz, a qual se situa mesmo em frente no largo da Porta Nova, os jardins em estilo rococó, apresentam um passeio com muro de onde sobressaem grandes janelões com vistas para o jardim, além de uma entrada monumental entre obeliscos e fontes.

A sua extraordinária beleza e o aspeto cuidado com que são mantidos graças ao esforço empenhado dos funcionários do município barcelense fazem destes jardins um verdadeiro cartão-de-visita da cidade de Barcelos.

Fotos: Luís Eiras / Esposende Altruísta

109231791_3331795366883509_3740209977104076705_o.jpg

109239233_3331795726883473_3016912109763201821_o.jpg

109206163_3331796333550079_6102369581302748519_o.jpg

109793391_3331795436883502_4027877608812903849_o.jpg

109323073_3331795393550173_3167747917902789109_o.jpg

109196503_3331795506883495_6947869568866893640_o.jpg

109223715_3331795213550191_5049298414085886684_o.jpg

109243316_3331795216883524_4854661468133960149_o.jpg

109177774_3331795590216820_1470976775370847393_o.jpg

109172084_3331795646883481_1001848374773688877_o.jpg

109446769_3331795223550190_293098661297164001_o.jpg

109398124_3331795626883483_4798298362770536611_o.jpg

109243927_3331795906883455_3606884449592235867_o.jpg

109284969_3331795946883451_7657688470321385787_o.jpg

109169742_3331796073550105_1352888921541458491_o.jpg

109230365_3331796140216765_2546712140339807377_o.jpg

109284409_3331796206883425_1835219787226447170_o.jpg

BARCELOS EM DIA DE FEIRA NOS COMEÇOS DO SÉCULO XX

Barcelos em dia de feira no campo com o mesmo nome, em frente ao Hospital da Santa Casa da Misericórdia, vendo-se também a igreja da Misericórdia, nos começos do século XX.

Hoje denomina-se Jardim das Barrocas e foi construído durante o século XVIII para enquadramento do Templo do Senhor da Cruz. É um passeio com muro onde se rasgaram janelões com vistas para o jardim.Templo do Bom Jesus da Cruz.

A sua origem está relacionada com o aparecimento miraculoso de uma cruz de terra negra no chão barrento do Campo da Feira em Dezembro de 1504. O templo actual abriu ao culto em 1710. É um edifício de cúpula e planta centrada com o espaço interior disposto em cruz grega, da autoria do Arquitecto João Antunes. Este templo é anualmente o palco central da Tradicional Festa das Cruzes (3 de Maio).

Fonte: www.cm-barcelos.pt

Capturarfeirabarcelosbarcelosamp.PNG

BARCELOS CONSTRÓI ECOVIA ENTRE BARCELINHOS E SANTA EUGÉNIA

Avança construção do troço da Ecovia entre Barcelinhos e Santa Eugénia

A Câmara Municipal de Barcelos vai lançar o concurso público para a construção do troço da Ecovia entre Barcelinhos (Lugar de Souto dos Burros) e Rio Covo Santa Eugénia (até à ponte dos caminhos de ferro), numa extensão de 1800 metros, com passagem sob a Ponte Medieval.

Barcelostroço.JPG

A obra terá um prazo de execução de seis meses e um custo estimado de 695 mil euros, acrescido de IVA, sendo comparticipada financeiramente, na sua maior parte, pelo Programa Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), através da prioridade 4.5 (Mobilidade Urbana).

Insere-se no projeto “Ecovia do Rio Cávado entre Fornelos e Pousa”, numa extensão de mais de 22 quilómetros e que se desenvolve, na sua totalidade, na margem esquerda do Rio Cávado. Obteve da Assembleia Municipal, em abril de 2019, o reconhecimento de interesse público e o parecer favorável da Direção regional da Cultura do Norte, da Agência Portuguesa do Ambiente, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Norte e da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte.

O troço 03 Barcelinhos / Rio Covo Santa Eugénia abrange dez parcelas de terreno, com as respetivas servidões administrativas já constituídas a favor do Município, incluindo a parcela pertencente à Fundação Asilo-Escola Gonçalo Pereira, um processo coordenado pela Vereadora do Pelouro da Gestão Patrimonial, Anabela Real.

Terminado o processo de obtenção da totalidade dos terrenos, o projeto avança agora para concurso público.

116218319_3611558958876817_1100033248381243202_o.jpg

ARTESÃO BARCELENSE GLÓRIA ARAÚJO EXPÕE BORDADO DE CRIVO EM BARCELOS

Exposição de bordado de crivo no Posto de Turismo

O Posto de Turismo de Barcelos tem patente, até 13 de setembro, a exposição “A Singeleza do Bordado de Crivo” da artesã barcelense Glória Araújo.

crivobarcelos (1).JPG

A exposição foi inaugurada no dia 24 de julho e, devido às restrições em termos de ocupação de espaços fechados, a mesma contou apenas com a presença da Vereadora do Turismo, Ilda Trilho, da artesã Glória Araújo e de alguns artistas.

A Vereadora do Turismo salientou a importância desta exposição no sentido de os espaços culturais do Município conseguirem diversificar tanto, no sentido, de exporem todas as artes patentes  “num concelho onde cada vez mais as artes e ofícios tradicionais continuam a manter uma forte presença na economia e que urge em continuar a valorizar”.

“Esta exposição mostra e dignifica que a certificação do bordado de crivo trouxe um momento de valorização deste produto e afirmação da dinamização económica, bem como a sua proteção e diferenciação”.

Glória Araújo agradeceu ao Município o apoio que tem dado aos artesãos e a valorização que transmitiu aos artesãos de bordado de crivo, ao esta produção ter sido certificada em 2019.

E acrescentou “com esta exposição pretendo dar a conhecer os meus trabalhos e promover esta produção certificada na sua generalidade pois constitui um património nacional que muita nos orgulha a nós enquanto artesãos e, com certeza a todos os barcelenses”.

Glória Araújo é, hoje, acreditada pelo CEARTE- Centro de Formação Profissional para o Artesanato e o Património, é uma das três artesãs certificadas da produção Bordado de Crivo de S.Miguel da Carreira.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h000; aos sábados das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 16h00.

crivobarcelos (2).JPG

FEIRA DE BARCELOS NOS COMEÇOS DO SÉCULO XX

Barcelos em dia de feira no campo com o mesmo nome, em frente ao Hospital da Santa Casa da Misericórdia, vendo-se também a igreja da Misericórdia.

Hoje denomina-se Jardim das Barrocas e foi construído durante o século XVIII para enquadramento do Templo do Senhor da Cruz. É um passeio com muro onde se rasgaram janelões com vistas para o jardim.Templo do Bom Jesus da Cruz.

A sua origem está relacionada com o aparecimento miraculoso de uma cruz de terra negra no chão barrento do Campo da Feira em Dezembro de 1504. O templo actual abriu ao culto em 1710. É um edifício de cúpula e planta centrada com o espaço interior disposto em cruz grega, da autoria do Arquitecto João Antunes. Este templo é anualmente o palco central da Tradicional Festa das Cruzes (3 de Maio). Fonte: www.cm-barcelos.pt

Pormenor do Campo da Feira de Barcelos, vendo-se um grande aglomerado de pessoas, mulheres, homens e crianças. Aspecto de uma Barraca de feira popular, vendo-se crianças e um homem.

Fonte: Arquivo Municipal do Porto

Capturarfeirabarcelos1.PNG

Capturarfeirabarcelos2.PNG

Capturarfeirabarcelos3.PNG

MUSEU DA OLARIA DE BARCELOS EXPÕE "MÃOS NO BARRO, FIGURAS DA VIDA" DE MANUEL MACEDO

A Sala da Capela do Museu de Olaria tem patente, até 29 de novembro, a exposição “Mãos de barro, figuras de vida” do artesão barcelense Manuel Macedo.

Imagem 1olariabarc.JPG

A exposição foi inaugurada no dia 24 de julho e, devido às restrições em termos de ocupação de espaços fechados, a mesma contou apenas com a presença da Vereadora da Cultura, Armandina Saleiro, e de Manuel Macedo.

A Vereadora salientou a importância desta exposição onde “uma produção certificada como o barro se tem reinventado nas formas e conceitos, face ao aparecimento de novos materiais e utensílios, mas mantendo a sua autenticidade como arte identitária do concelho de Barcelos”.

E acrescentou: “As obras do artesão Manuel Macedo patentes nesta exposição baseiam-se, sobretudo, numa recolha incessante do património cultural minhoto. O barro é reconhecido como um tesouro escondido, revelador de riqueza e identidade cultural e estas obras representam tal e qual isso”.

Manuel Macedo agradeceu o facto de poder expor as suas peças num lugar tão importante para o concelho e para o país, como o Museu de Olaria, salientando o papel do barro na sua vida: “O barro nasceu comigo, desde os meus três anos que o barro está nas minhas mãos. A minha maior preocupação é registar um Minho tradicional, eternizando-o no barro. Desde figuras como as minhotas, gentes do campo, profissões que marcaram o dia-a-dia da região, ofícios já desaparecidos ou em vias de extinção (lavadeira, moleiro, engraxador, homem a lavrar) e santos populares”.

Manuel Macedo participa em inúmeras feiras de artesanato nacionais e internacionais e em exposições, nas quais tem sido, frequentemente, premiado e reconhecido.

A exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 17h30; aos sábados e domingos, das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30.

MUNICÍPIO DE BARCELOS LANÇA CONCURSOS DE OBRAS DE 4 MILHÕES DE EUROS

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária realizada no dia 24 de julho, a abertura do procedimento de concurso público da “Recuperação e remodelação da Casa Conde de Vilas Boas”. A obra vai a concurso por 2.633.327,91€, acrescido de IVA, e integra o conjunto dos projetos inscritos no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (prioridade de investimento 6.5), programa cofinanciado pela União Europeia que prevê uma comparticipação de cerca de 2.3 milhões de euros para este projeto.

Imagem 1barcelosconc.JPG

Trata-se de uma intervenção com reabilitação integral do edifício Casa Conde de Vilas Boas e tem como objetivo principal criar uma estrutura vocacionada para a memória da cidade e realização de eventos que possam atrair dinâmicas de outras instituições. Por outro lado, segue a sequência de reabilitação da Casa Ascensão Correia que incluiu, no mesmo quarteirão o Museu de Olaria, dando origem a uma concentração de oferta diversificada de estruturas orientadas para as atividades culturais. Ao mesmo tempo, recupera a qualidade paisagística do ambiente urbano da margem direita do Rio Cávado e da Ponte Medieval.

O executivo municipal aprovou, também, a abertura do procedimento de concurso público da “Requalificação e ampliação das instalações da EB1/JI da Pousa”, com o valor base de 1.359.410,96€, acrescido de IVA, um investimento integralmente assumido pelo orçamento municipal. A intervenção incidirá sobre o edifício “Plano dos Centenários”, com requalificação do edificado e a ampliação necessária à organização dos espaços educativos.

Planos para os centros Hospitalar e Intermodal e acordo com Resulima

Foi aprovado, ainda, um novo período de participação do público sobre o Plano de Pormenor do Centro Hospitalar de Barcelos, por um prazo de 15 dias úteis, uma vez que o período de discussão inicial (que decorreu entre 20 de abril e 8 de maio) poderá ter sido prejudicado pelas medidas de confinamento decorrentes da pandemia do Covid-19.

Também na mesma reunião o executivo municipal aprovou o início do procedimento de elaboração do Plano de Urbanização para a Envolvente ao Centro Intermodal de Barcelos (envolvente da gare ferroviária e central de camionagem), previsto no PDM, para estar concluído num prazo de seis meses, bem como a abertura de um período de formulação de sugestões durante um período de 15 dias úteis.

A Câmara Municipal aprovou também uma adenda ao acordo celebrado com a Freguesia de Paradela e a Resulima, em julho de 2015, que fixa as condições de execução do investimento a efetuar a título de compensação financeira pela instalação e funcionamento do aterro naquela freguesia. A adenda contempla a competência da Resulima para a “obtenção de todas as aprovações, autorizações, licenciamentos e financiamentos necessários, assim como o lançamento dos procedimentos administrativos de contratação pública e a direção técnica das obras a realizar”, enquanto o Município de Barcelos se responsabiliza pela fiscalização da execução das obras a realizar.

Foi, ainda aprovada a decisão de não adjudicação da obra “Execução da Rede de Ciclovias Urbanas e Melhoria das Condições Operacionais e de Rebatimento do Transporte Público”, no valor de 2.793.900,00€, acrescido de IVA, publicitada no passado dia 22 de maio, devido à falta de apresentação de propostas no âmbito do concurso público.

Por fim, o executivo municipal aprovou a resolução fundamentada no âmbito do processo cautelar movido por uma empresa a laborar no Mercado Municipal, tendo em vista a realização das obras previstas naquele equipamento público.