Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BARCELOS COMEMORA DIA INTERNACIONAL DO TURISMO

O Município de Barcelos volta a assinalar o Dia Internacional do Turismo com diversas atividades, no dia 27 de setembro

A primeira atividade é um percurso pedestre, de dificuldade média baixa, pelo Caminho de Santiago que irá percorrer cerca de 8 quilómetros, numa rota que interliga o caminho da Rainha Santa Isabel com o percurso Tradicional do Caminho Português de Santiago. Esta atividade tem início às 9h00, com saída no Posto de Turismo. Também às 9h00 decorre, para os mais radicais, uma descida do rio Cávado em canoa, até à Barca do Lago, em Esposende, numa parceria entre o Município de Barcelos e o Município de Esposende. Esta atividade está, essencialmente, vocacionada para a comunidade escolar, e pretende mostrar e sensibilizar os alunos da área de Turismo para o potencial do Rio Cávado enquanto eixo de dinamização turística.

dia mundial turismo

O Dia Mundial do Turismo fica também marcado por uma visita interpretativa à Feira Semanal, potenciando o conhecimento dos talhões mais tradicionais da feira, mostrando a ligação do território à cultura local, nomeadamente ao mundo rural e à produção cerâmica. Esta atividade tem início às 9h30, com ponto de partida no Posto de Turismo. Ainda durante a manhã, pelas 10h30, realiza-se uma ação de promoção de Turismo Criativo com um workshop de pintura de galos, na Torre Medieval, com o intuito de mostrar, neste dia dedicado ao Turismo, todas as possibilidades que o maior símbolo de Portugal proporciona a quem o quiser pintar, dando largas à imaginação de cada um.

A tarde é dedicada a um workshop formativo para os profissionais que laboram no setor do turismo no concelho. Esta tarde de formação visa dotar os profissionais de competências no domínio do Marketing Digital, de forma a alertar para a necessidade de um posicionamento neste domínio, sendo que este é um dos maiores fatores de competitividade estratégico na ação operacional destes profissionais.

O Dia Mundial do Turismo comemora-se desde 27 de setembro de 1980, depois de ter sido decretada a data pela Organização Mundial do Turismo (OMT) na terceira conferência da Assembleia Geral da OMT em 1979.

Os interessados em participar nas atividades devem inscrever-se através do e-mail turismo@cm-barcelos.pt ou através do número 253 811 882.

BARCELOS AMPLIA CEMITÉRIO DE TAMEL SANTA LEOCÁDIA

Presidente da Câmara inaugurou ampliação do cemitério de Tamel Santa Leocádia

O Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes, e o Presidente da Junta da União das Freguesias de Tamel Santa Leocádia e Vilar do Monte, Manuel Martins, inauguraram no domingo, dia 17 de setembro, a ampliação do cemitério da freguesia de Tamel Santa Leocádia.

Capturar1

Na cerimónia esteve presente o pároco da freguesia, João Antunes, e muitos populares que fizeram questão de assistir à cerimónia de bênção do novo espaço.

Nas palavras que proferiu, o pároco João Antunes, destacou o empenho da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal para resolução do problema do alargamento do cemitério.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal afirmou que este executivo municipal “tem prioridade absoluta na ampliação dos cemitérios”, pois é uma forma de respeitar os que já partiram, e reafirmou a continuação de uma política de obras úteis que sirvam as populações e que respeitem os dinheiros públicos.

Miguel Costa Gomes salientou ainda “que houve um ato solidário e de cidadania do cidadão que cedeu o terreno para o alargamento do cemitério” e “que sem essa doação em parceria com o Município e a Junta de Freguesia esta obra não era viável”.

Por sua vez, o Presidente da Junta referiu a importância deste investimento e da célere agilidade do Presidente da Câmara quando foi colocado em questão o alargamento do cemitério. Manuel Martins afirmou que “continua a contar com a colaboração da Câmara para a evolução da União de Freguesias e para a concretização de outras infraestruturas importantes para os habitantes”.

Esta ampliação dotou agora a freguesia com mais 24 sepulturas, podendo no total, chegar aos 100 lugares disponíveis.

ESCRITOR BARCELENSE ANTÓNIO MAGALHÃES APRESENTA LIVRO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL

A Biblioteca Municipal de Barcelos recebe no dia 14 de setembro, às 21h30, a apresentação do livro de narrativas “Então foi assim” de António Magalhães.

Cartaz_pdf

História e ficção, lenda e realidade, cruzam-se neste pequeno livro, baseado em acontecimentos ou personagens das terras da freguesia de Negreiros, “tradições e costumes que percorreram gerações”.

O livro e o autor vão ser apresentados pelo professor Mário Patrão, da Escola Secundária Alcaides de Faria, e conta com a participação de Armindo Cerqueira e do pianista António Godinho.

António Martins Magalhães nasceu na freguesia de Negreiros, concelho de Barcelos, em 23 de junho de 1935. Frequentou os seminários franciscanos, onde estudou Humanidades, Filosofia e Teologia. Iniciou a actividade docente em 1976.

Frequentou, de 1978 a 1980, o curso de Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. De 1980 a 1982, profissionalizou-se nas disciplinas de Português, Latim e Grego na Escola Secundária Oliveira Martins, no Porto. Interrompido o curso de Letras, frequentou e concluiu o curso de Humanidades na Faculdade de Filosofia de Braga, em 1987. Foi professor de Português na Escola Secundária Alcaides de Faria, até julho de 2000, onde orientou o estágio pedagógico ligado à Universidade do Minho, durante cinco anos.

Em 1972, ganhou o “Prémio Capitão Simões Vaz”, de reportagem, instituído pelo “Notícias” de Lourenço Marques.

Tem colaboração dispersa por diversas publicações, nomeadamente nas revistas “Amanhecer”, “Avenida do Minho” e jornal “A Voz do Minho”. “O Galo da Lenda”, um dos contos vencedores do concurso literário promovido, no ano de 1994, pela Câmara Municipal de Barcelos, integra a coletânea “Pedras no Rio do Tempo”.

BARCELOS INAUGURA LINHA DE TRANSPORTE URBANO

Inauguração da linha de transporte urbano marca Semana da Mobilidade. Município de Barcelos adere à iniciativa e organiza diversas atividades entre 16 e 22 de setembro

A inauguração da linha de transporte urbano, designada BarcelosBus, vai marcar a Semana Europeia da Mobilidade, uma iniciativa da Agência Portuguesa do Ambiente que tem como lema, em 2018, "Combina e Move-te" e a que o Município de Barcelos volta a aderir.

A inauguração realiza-se no dia 17 de setembro, às 15h00, na Avenida da Liberdade, com a linha vermelha e linha amarela, servindo os principais aglomerados populacionais e estabelecendo uma ligação entre eles e com os principais equipamentos da cidade e da área urbana.

O serviço experimental inicia na terça-feira, dia 18 de setembro, da parte da manhã, sendo gratuito durante toda a semana, até dia 22 de setembro.

A linha amarela, com cerca de 10 quilómetros, garante uma frequência de passagem em cada paragem de 40 minutos e ligará Vila Frescainha de S. Pedro a Arcozelo, passando pelo acesso pedonal do IPCA e pela Estação da CP.  

A linha vermelha, com cerca de 13 quilómetros, garante uma frequência de passagem de 1 hora e liga o Estádio Cidade de Barcelos à freguesia de Rio Covo Santa Eugénia e à EB 2,3 Rosa Ramalho, em Barcelinhos, passando, ainda, pelas principais escolas.

As duas linhas cruzam-se no ponto central da cidade: o Campo da Feira.

Quanto aos horários, está garantida uma oferta cadenciada ao longo do dia, nos dias de semana, tendo início às 6h40 e término às 19h30, assim como uma oferta ao sábado de manhã, com início às 6h40 e término às 13h30.
Relativamente aos preços, o bilhete inteiro tem o valor de 1€, o bilhete meio 0,50€, o cartão valor tem um custo de 0,90€, o passe estudante e o passe sénior têm o valor de 10€ e o passe social tem o valor de 20€ mensais.

A Semana da Mobilidade decorre entre 16 e 22 de setembro e compreende um conjunto de atividades organizadas pela Câmara Municipal, com o objetivo de propor aos cidadãos a diminuição do tráfego automóvel e a opção por comportamentos mais sustentáveis, como o uso da bicicleta ou do transporte público, proporcionando uma descoberta da cidade, do património e dos seus habitantes, num ambiente mais saudável e sustentável.

Ainda na segunda feira, dia 17, pelas 10h00, realiza-se no Auditório da Câmara Municipal uma palestra sobre transporte urbano, onde será apresentado o novo sistema de transportes urbanos e temas referentes à Mobilidade Sustentável.

No dia 18, às 19h00, o programa Barcelos Saudável promove uma iniciativa de desporto de rua no Parque da Cidade; no dia 19, às 21h00, o Largo da Porta Nova será palco de uma caminhada noturna guiada pelo centro histórico da cidade de Barcelos.

O dia 21 de setembro é dedicado ao desporto ao ar livre, na Avenida da Liberdade, com uma mega aula de combat e um passeio radical, entre outros desportos amadores.

No dia 22 de setembro assinala-se o Dia Sem Carro com um passeio multimodal que inicia com uma viagem de comboio, seguido de caminhada e termina com uma viagem de autocarro, com partida na Estação Ferroviária de Barcelos.

A festa das cores “Friends Holi Color” encerra a Semana Europeia da Mobilidade no dia 22 de setembro, às 15h00, na frente ribeirinha. A entrada é livre.

De realçar que de 16 a 22 de setembro, os munícipes podem utilizar o novo transporte urbano “BarcelosBus” gratuitamente e utilizar livremente bicicletas pela cidade.

MARIA JOÃO ENTRE OS GRANDES NOMES DO JAZZ AO LARGO, EM BARCELOS

Iniciativa da Câmara Municipal decorre entre 12 e 16 de setembro, com atuações no Largo Dr. Martins Lima e na frente ribeirinha

A cantora de jazz Maria João está entre grandes nomes que, entre 12 e 16 de setembro, vão atuar em espaços de entrada livre, em Barcelos, no âmbito do Festival Jazz ao Largo.

Capturar1

Esta é a terceira edição de um evento cada vez mais consolidado e que, este ano, conta com uma programação de qualidade que traz grandes nomes do jazz nacional e europeu, como: Maria João / Ogre – Electric Trio, Jade, Jake McMurchie, Julian Sartorius e Lokomotiv, de Carlos Barretto.

O Festival Jazz ao Largo vai decorrer  entre o Largo Dr. Martins Lima e a frente ribeirinha, junto à Casa da Azenha, em Barcelos, com entrada livre , mantendo a fórmula da última edição, com os concertos no exterior do Teatro Gil Vicente (Largo Dr. Martins Lima) e as sessões de free jazz na frente ribeirinha da Azenha.

Maria João é um dos nomes mais conhecidos do jazz português e apresenta “Ogre” a mais recente aventura, um híbrido musical que mistura o jazz e a eletrónica, com uma banda com instrumentação invulgar e uma abordagem artística singular, que leva ao público numa travessia pelo mundo dos sons, saltando fronteiras entre o digital e o analógico.

O Festival abre no dia 12, às 21h30, no Largo Dr.Martins Lima, com o espetáculo inédito NIB, um projeto de músicos de Barcelos, formado por Ricardino Lomba (eletrónicas), José Moutinho (guitarra), Helena Silva (violino) e Filipe Coelho (esculturas sónicas), que vai protagonizar um espetáculo único, criando música improvisada em tempo real sobre o filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton.

A programação prossegue no exterior do Teatro Gil Vicente com os Lokomotiv (dia 13), Jade (dia 14) e Maria João / Ogre Electric Trio (dia 15), que começam às 22h00.

A Frente Ribeirinha da Azenha volta a ser palco de sessões de free jazz, durante a tarde, com início às 17h00, por onde irão passar Jake McMurchie (dia 15) e Julian Sartorius (dia 16), que encerra o evento.

À semelhança dos anos anteriores, o Jazz ao Largo oferece ainda um workshop de improvisação, liderado por Jake McMurchie, que conta no seu curriculum com nomes como Portishead, Massive Attack e a National Youth Jazz Orchestra, dos quais foi músico de sessão. O workshop está marcado para dia 15, às 15h00, sendo que os interessados se podem inscrever através do e-mail jazzaolargo@gmail.com.

Organizado pelo Município de Barcelos, o Festival Jazz ao Largo é uma ideia da Associação Burgo Divertido.

Capturar2

MUSEU DA OLARIA DE BARCELOS REABRE AO PÚBLICO

O Museu de Olaria reabre ao público esta tarde, depois de os resultados das análises efetuadas à qualidade do ar dentro do edifício concluírem que os locais avaliados estão em conformidade com a legislação em vigor.

image-large

Recorde-se que no passado dia 30 de agosto foi detetada uma avaria na unidade de controle da humidade e temperatura dentro do edifício, que motivou uma intervenção técnica prevista no programa de qualidade que certifica os serviços do Museu.

Por precaução, e apenas durante o período necessário à realização das análises, o Museu de Olaria permaneceu encerrado.

MUNICÍPIO DE BARCELOS APOIA FAMÍLIAS

Câmara Municipal de Barcelos mantém taxas para 2019 e aprova apoios às famílias

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, na reunião ordinária de 7 de setembro, as taxas da Derrama, do IMI e da participação no IRS para o ano de 2019.

As taxas da Derrama vão-se manter em 2019, com isenção da cobrança aos contribuintes com um volume de negócios até 150 mil euros e, acima deste valor, será lançada uma Derrama de 1,2% sobre o lucro tributável e não isento gerado na área geográfica do Município. Quanto à participação no IRS dos rendimentos do ano de 2018, a taxa deverá fixar-se nos 5%, ou seja idêntica à do ano 2017.

No que concerne ao IMI, também vai ser mantida a taxas de 0,35%, bem como os valores de isenção do IMI familiar. Neste caso, a redução da taxa de IMI, que incide sobre os prédios urbanos destinados à habitação permanente em 20€, 40€ e 70€ para as famílias com um filho, com dois ou com três ou mais filhos, respetivamente.

Ainda na mesma reunião, o executivo municipal aprovou a implementação de um serviço experimental de transportes urbanos, que vai começar a operar com dois itinerários na área urbana, a partir do próximo dia 18 de setembro.

Foi também aprovado remeter à Assembleia Municipal o reconhecimento de interesse público de uma parcela de terreno onde está projetado construir o Canil e Gatil Municipal, na União de Freguesias de Gamil e Midões.

Aprovados apoios sociais escolares e às famílias

No âmbito dos apoios sociais educativos foi deliberada a comparticipação na aquisição das fichas de trabalho de Língua Portuguesa, Matemática e Estudo do Meio a todos os alunos do 1.º ciclo do concelho de Barcelos, para o ano letivo 2018/2019, uma medida que tem um custo estimado de 117 mil euros.

Foram, também, aprovados os seguintes apoios nas refeições escolares a alunos dos jardins de infância e de escolas do 1.º ciclo do concelho: refeição gratuita a 613 alunos (Escalão A) e comparticipação em 50% do valor da refeição a 991 alunos (Escalão B).

Entre as restantes deliberações, nesta área, contam-se a atribuição de subsídio no valor de 6.500,00€ ao Agrupamento de Escolas Vale D’Este, para aquisição de um pavilhão pré-fabricado; a atribuição de transporte de táxi para aluno portador de deficiência intelectual; a atribuição de um subsídio no valor 1.998,50€ à União de Freguesias de Silveiros e Rio Covo Sta. Eulália, para pagamento a tarefeira; a isenção das mensalidades relativas à utilização das Piscinas Municipais para a prática da atividade de piscina, para a época 2018/2018, por parte dos alunos das unidades de apoio educativo especializado e dps alunos com multideficiência do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho.

Ainda no âmbito social foi deliberado aprovar a proposta de apoio ao arrendamento habitacional a 41 famílias, relativo a processos reavaliados e novos processos.

Subsídios às freguesias

Na reunião de 7 de setembro, a Câmara Municipal aprovou subsídios a 12 freguesias, no valor global de mais de 130 mil euros, destinados a obras em caminhos, muros e alargamentos, abrigos de passageiros e aquisição de terrenos.

Quanto às restantes deliberações destacam-se as seguintes: contratos programa de denvolvimento desportivo com as duas associações e um atleta no concelho, que incluem uma comparticipação financeira do Município no valor global de 11.900,00€; o apoio financeiro a artesãos barcelenses que participaram na Feira Internacional do Artesanato, em Lisboa, no final do passado mês de junho; a atribuição de um subsídio à Ordem dos Franciscanos Capuchinhos, no valor de 1.000,00€; o acordo de colaboração com a Associação Zoom, que inclui uma comparticipação financeira municipal no valor de 10.655,00€.

Nota: As propostas foram aprovadas por unanimidade, à exceção da 39, 40 e 41 que foram aprovadas por maioria e, na proposta 36, o IMI e o IRS foram aprovados por maioria e a Derrama por unanimidade. Já a proposta 35 foi retirada da ordem do dia.

MILHÕES DE FESTA AGITA BARCELOS

Frente ribeirinha foi palco de mais de 50 concertos durante quatro dias. Milhões de Festa continua a afirmar-se pelo seu caráter singular

A edição de 2018 do Milhões de Festa, que se realizou entre os dias 6 e 9 de setembro, em Barcelos, mostrou que o festival mantém vivo o entusiasmo da descoberta musical, graças a um cartaz eclético, que abrangeu diferentes públicos e até mesmo gerações, e sempre desafiante, afirmando-se como montra de eleição para os projetos mais emergentes da atualidade, vindos de todo o mundo.

Milhões de Festa 2018

O Milhões de Festa, organizado pelo Município de Barcelos em parceria com a promotora Lovers & Lolypops, continua a afirmar-se, nacional e internacionalmente, pelo seu caráter alternativo e singular, tendo registado, nesta edição, mais de 10 mil entradas nos quatro dias (o primeiro dia voltou a ser de entrada livre, permitindo a toda a população conhecer o festival).

Foram mais de 50 concertos, divididos por quatro palcos: Palco Milhões e Palco Lovers, onde decorrem os concertos da noite, Palco Piscina e Palco Taina, onde as tardes são passadas entre mergulhos ou a apreciar a gastronomia regional.

O Milhões de Festa voltou a envolver a cidade de Barcelos, onde se realiza desde 2010 e com a qual mantém uma relação umbilical, levando alguns concertos a locais emblemáticos, como a Torre de Menagem ou o coreto no Campo 5 de Outubro.

The Mauskovic Dance Band, Circle, Squarepusher, Warmduscher, Lena D'Água e Primeira Dama com Banda Xita, Nubya Garcia, Electric Wizard ou Os Tubarões foram alguns dos concertos que mais se destacaram nesta edição e levaram o público ao rubro.

Mas mais do que concertos, o Milhões de Festa distingue-se por proporcionar experiências musicais fora do comum, o que ficou evidente quer na abertura, quer no encerramento. O espetáculo de "boas-vindas" protagonizado pelos Ensemble Insano, coletivo de 20 músicos barcelenses, aconteceu no piso -4 do estacionamento subterrâneo anexo ao edifício da Câmara Municipal. E uma das novidades da edição deste ano foi a "Silent Disco", com a música a ser transmitida diretamente para os auscultadores entregues à assistência, podendo o público escolher entre os dois DJ que punham som em simultâneo. Portanto, foi em modo silencioso que terminou o festival.

O Milhões de Festa evidenciou também responsabilidade ambiental. Este ano, foram servidos copos de plástico reutilizáveis, reduzindo consideravelmente o lixo produzido e contribuindo para um recinto mais limpo. 

BARCELOS PROMOVE DEBATE SOBRE O FUTURO DA ENERGIA EM BAIXA TENSÃO

Conferência “Os municípios e o futuro da energia em baixa tensão – 4 soluções". Dia 14 de setembro, às 10h00, no Auditório da Câmara Municipal

A Associação de Estudos de Direto Regional e Local em parceria com o Município de Barcelos promove no próximo dia 14 de setembro, pelas 10h00, no Auditório da Câmara Municipal, uma conferência intitulada “Os Municípios e o Futuro da Energia em Baixa Tensão (BT) – 4 Soluções”.

Tem como objetivo discutir as principais implicações decorrentes do fim da maioria das concessões de distribuição de energia elétrica em baixa tensão e das alterações importantes neste setor, bem como, dos procedimentos necessários à continuação da exploração da rede.

A conferência conta com a presença de diversos especialistas e tem como coordenador o Carlos José Batalhão (AEDREL). A sessão de abertura será feita pelo Presidente da Municipal de Barcelos, Miguel Costa Gomes,

A conferência tem inscrição obrigatória para aedrel@ardrel.org ou 968 115 308, com um valor 15€ e preços especiais para mais de 3 participantes por entidade. Este valor inclui certificado de participação e destina-se a dirigentes e funcionários dos municípios, freguesias, comunidades intermunicipais e áreas metropolitanas, entre outros.

Capturar1

CIDADES CRIATIVAS DA UNESCO APRESENTAM PROJETOS CULTURAIS EM REDE

Ciclo de “talks” percorre Municípios de Barcelos, Braga, Amarante, Idanha-a-Nova e Óbidos

A Biblioteca Municipal é o local escolhido para o Município de Barcelos receber, no dia 13 de setembro, uma de cinco “talks” sobre a Rede de Cidades Criativas da UNESCO que irão decorrer ao longo da próxima semana nos municípios portugueses que integram aquela rede, cuja participação é gratuita, mas sujeita a inscrição através de formulário online.

Este ciclo de “talks” tem como objetivo refletir estrategicamente sobre a presença portuguesa na UCCN (UNESCO Creative Cities Network) e sobre o impacto dessa presença nas cidades portuguesas e nos profissionais do setor cultural e criativo português.

Os municípios portugueses membros da UCCN (Amarante, Barcelos, Braga, Idanha-a-Nova e Óbidos) foram desafiados para se juntarem à equipa do projeto de investigação para a dinamização do ciclo 2CN-CLab Talks “Cultura, Redes e Política: Portugal na Rede de Cidades Criativas da UNESCO” e através de um ciclo de cinco Talks sobre a UCCN, a decorrer de forma descentralizada durante uma semana nas cinco cidades, sob o formato de mesas-redondas, pretende promover o debate sobre as caraterísticas do trabalho em rede e a importância estratégica de integrar a UCCN.

O Município de Barcelos é uma entidade pública que tem vindo a desenvolver um trabalho intenso de preservação, valorização e promoção das artes e ofícios tradicionais. A sua integração na Rede de Cidades Criativas da UNESCO permite o reconhecimento internacional da tradição artesanal e da arte popular de Barcelos como um valor patrimonial, histórico e social, a criação de mais postos de trabalho, nomeadamente no turismo criativo e de experiências, o reforço da notoriedade e reputação da criatividade dos barcelenses nas suas diversas artes, a promoção da criação de estruturas de apoio à atividade artística e a valorização das oficinas criativas tradicionais e apoio a novas gerações de artesãos, e este ciclo de conversas informais trará certamente benefícios pela partilha de saberes criativos e know-how.

O 2CN-CLab é realizado no âmbito do projeto “Redes de Cooperação Cultural Transnacionais: Portugal europeu, lusófono e ibero-americano”, que está a ser desenvolvido com o apoio da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (SFRH/BPD/101985/2014) no Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho (Portugal), na Faculdade de Ciências da Comunicação da Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) e na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (Brasil).

Programa:

15H00

Frederico Dinis – Artista

Graça Ramos – Comissão de Acompanhamento dos processos de Certificação da Olaria e do Figurado

Manuel Gama – 2CN-Clab

Nuno Rodrigues – Barcelos Creative City

Representante do Centro Cultural de Amarante

Teresa Costa – Adere-CERTIFICA

BARCELOS VAI CONSTRUIR CANIL E GATIL

Câmara dá passo importante para a construção de canil e gatil. Assembleia Municipal votará reconhecimento de interesse público

A Câmara Municipal aprovou, em reunião ordinária de 7 de setembro, remeter à Assembleia Municipal, para deliberação, o reconhecimento do interesse público relativamente ao terreno onde está projetado a construção do Canil e Gatil Municipal, em Gamil.

Trata-se de uma área de 2.560m2 destinada à construção daquele equipamento municipal, sendo aproximadamente 900m2 de ocupação do solo com a implantação das infraestruturas de apoio; a restante área de 1.660,0m2 é considerada não impermeabilizada, usando terra natural/vegetal.

Com a aprovação da nota descritiva e justificativa, bem como da planta geral de implantação do projeto e da submissão à Assembleia Municipal para efeitos de apreciação e votação, está dado um passo importante para a construção do Canil e Gatil de Barcelos.

MUNICÍPIO DE BARCELOS AVANÇA COM SERVIÇO EXPERIMENTAL DE TRANSPORTES URBANOS

Dois itinerários adequados às necessidades da população

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 7 de setembro, a implementação de um serviço experimental de transportes urbanos.

Enquanto Autoridade de Transportes, no âmbito do disposto na Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, compete ao Município assegurar a gestão e organização da exploração dos serviços de transporte público rodoviário de passageiros.

Segundo o Plano Nacional de Políticas de Ordenamento do Território, os principais problemas identificados são: a excessiva dependência da rodovia, o uso de automóveis privados, o insuficiente desenvolvimento de outros modos de deslocação, bem como a elevada intensidade energética e carbónica das atividades económicas e meios de transporte.

O Município de Barcelos pretende inverter essa tendência e desenvolver estratégias que visam incentivar e promover modos de deslocação alternativos ao automóvel, contribuindo assim para uma maior sustentabilidade do sistema de transportes e a descarbonização do espaço urbano, conferindo uma melhor qualidade de vida aos seus munícipes.

Nesse sentido, a existência de uma rede de transportes públicos adequada às reais necessidades dos utilizadores constituiu uma condição essencial à garantia do desenvolvimento económico e bem-estar das populações.

Tendo em atenção o exposto, o serviço experimental de transportes urbanos de Barcelos contemplará dois itinerários – linha vermelha e linha amarela – adequados às reais necessidades da população, servindo os principais aglomerados populacionais e estabelecendo ligação com os principais equipamentos da cidade.

Estas duas linhas configuram o primeiro passo para o desenvolvimento de um sistema de transportes integrado, que, para além de servir as deslocações pendulares, irá fomentar a mobilidade para o centro da cidade. As pessoas que até agora não tinham uma alternativa disponível para as suas deslocações por motivos de lazer e compras, poderão usufruir deste serviço aos dias úteis e sábados.

A área de influência abrange a União de Freguesias de Barcelos, Vila Boa, Vila Frescainha (S. Martinho e S. Pedro) e as freguesias de Arcozelo, Barcelinhos e Rio Covo Santa Eugénia.

A linha amarela, com cerca de 10 quilómetros, ligará Vila Frescainha de S. Pedro a Arcozelo, passando pelo acesso pedonal do IPCA e pela Estação da CP.

A linha vermelha, com cerca de 13 quilómetros, liga o Estádio Cidade de Barcelos à freguesia de Rio Covo Santa Eugénia e à EB 2,3 Rosa Ramalho, em Barcelinhos, passando, ainda, pelas principais escolas.

É garantida uma oferta cadenciada ao longo do dia, de segunda a sexta-feira, com início às 6h40 e término às 19h30, bem como ao sábado de manhã, das 6h40 às 13h30. A linha amarela terá uma frequência de passagem em cada paragem de 40 minutos e a linha vermelha de uma hora.

Os bilhetes simples custarão um euro e o passe mensal 20 euros, sendo que haverá desconto de 50% nos passes para pessoas com mobilidade reduzida, estudantes, reformados, pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e menores de 13 anos. As crianças até aos quatro anos não pagam.

MINHOTOS DERAM “BAILINHO” NA MADEIRA

O Grupo Folclórico de Santa Maria de Moure – Barcelos participou no passado domingo no Festival de Folclore FestiBrava, organizado pela Casa do Povo da Ribeira Brava, o qual teve lugar no passado domingo na Ribeira Brava.

40640458_10215745375001634_3200146524130508800_n

O evento, realiza-se, desde 2001, sendo esta a 18.ª edição que contou, este ano, com a presença de sete grupos folclóricos, incluindo um grupo de Barcelos, e outro do Bombarral, com os quais a Casa do Povo da Ribeira Brava realiza intercâmbios folclóricos.

40758172_1845097552238225_5744835039791677440_n

A iniciativa contou com a presença da Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Dra Rita Andrade.

Aproveitamos para lembrar que os minhotos constituíram uma das principais comunidades a efectuar o povoamento da Madeira, não sendo pos de estranhar certas semelhanças nas coreografias de algumas danças tradicionais do Minho e da Madeira.

Fotos: Governo Regional da Madeira / Juan Silva

40549801_1845097258904921_5009618444958564352_n

40610048_1845097618904885_370885926546571264_n

40610050_10215745376881681_984846734096072704_n

40628698_1845098012238179_7843627137478164480_n

CÂMARA DE BARCELOS OFERECE CADERNOS DE ATIVIDADES AOS ALUNOS DO CONCELHO

Medida abrange todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico

A Câmara Municipal vai oferecer os livros de fichas obrigatórios – Português, Matemática e Estudo do Meio – aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico das escolas de Barcelos e alunos residentes no concelho.

Escola

O apoio é concedido a todas as crianças, independentemente do escalão da Segurança Social em que se encontram. Para ter acesso a este apoio, os pais / encarregados de educação devem adquirir as fichas (de preferência  em livrarias do concelho), solicitando fatura com a discriminação dos livros e respetivos preços, em nome do aluno, bem como a indicação da escola que o aluno vai frequentar.

Posteriormente, deve entregar a fatura original no Balcão Único da Câmara Municipal de Barcelos, acompanhado do respetivo documento de identificação e número de IBAN.

A data limite para apresentação da fatura é o dia 30 de novembro.

A Câmara Municipal de Barcelos já ofereceu gratuitamente os manuais escolares aos alunos do 1.º ciclo antes mesmo do Ministério da Educação ter assumido este apoio e agora passa também a oferecer os cadernos de atividades.

Livros gratuitos até ao 7º ano

No mesmo âmbito, recorde-se que o Município vai implementar, pelo segundo ano consecutivo, o Banco de Livros Escolares que, no ano letivo 2018/2019, vai permitir o empréstimo de manuais escolares aos alunos que ingressam agora no 3º ciclo do Ensino Básico, mais precisamente no 7º ano, em parceria com os Agrupamentos de Escolas do concelho.

A medida implica um investimento municipal a rondar os 70 mil euros, que vão ser destinados à aquisição de cerca de 5000 manuais escolares de disciplinas nucleares como português, matemática, história e geografia, inglês e ciências naturais.

Esta medida, em complemento com a do Ministério da Educação, vai permitir a cobertura de livros gratuitos até ao 7.º ano.

O Banco de Livros é uma iniciativa do Município de Barcelos que disponibiliza gratuitamente manuais escolares, a título de empréstimo. Cada Agrupamento de Escolas ficará responsável pela constituição e gestão do seu Banco de Livros Escolares, com normas e procedimentos definidos por regulamento próprio, coordenando assim os empréstimos de manuais, sem custos para as famílias.

Os encarregados de educação que pretendam ter acesso aos manuais escolares deverão oficializar o pedido junto do seu Agrupamento, sendo que, quem beneficia dos livros durante um ano letivo deve garantir uma prudente utilização dos manuais para que voltem a ser emprestados no ano letivo seguinte.

Para qualquer esclarecimento de dúvidas sobre o Banco de Livros Escolares pode enviar e-mail para educacao@cm-barcelos.pt.

BARCELENSES OUVEM JAZZ

Jazz anima a programação de setembro do Teatro Gil Vicente. O programa cultural do mês de setembro do Teatro Gil Vicente contém música, cinema e teatro.

A programação arranca com teatro no dia 2 de setembro, às 16h00, com a peça “Lagarta Sim, Lagarta Não” pela Companhia de Teatro de Santo Tirso, inserido no programa “Em Família no TGV”. Nos dias 22 e 23, é a vez da peça de teatro “O Fronteiro de Deus”, inserido nas Jornadas Gualidinianas “A Vida heróica de D.Gualdim Pais, o maior monge-guerreiro de Portugal” pela Nova Comédia Bracarense.

Nos dias 12, 13, 14, 15 e 16 realizam-se ao ar livre, no Largo Dr. Martins Lima, espetáculos de música inseridos no “Jazz ao Largo”, um ciclo de concertos gratuitos com grupos e músicos nacionais e internacionais de renome, a saber Maria João / Ogre – Electric Trio, Jade, Jake McMurchie, Julian Sartorius e Lokomotiv, de Carlos Barretto.

Esta edição traz como novidade a apresentação do filme “Sherlock Jr.”, de Buster Keaton, que será musicado ao vivo pelo NIB - Núcleo de Improvisação Barcelense, espetáculo inédito que vai abrir a terceira edição do Jazz ao Largo, no dia 12, pelas 21h30, no Largo Dr. Martins Lima.

A programação prossegue com os concertos no exterior do Teatro Gil Vicente de Lokomotiv (dia 13), Jade (dia 14) e Maria João / Ogre Electric Trio (dia 15), que começam às 22h00.

A Frente Ribeirinha da Azenha volta a ser palco de sessões de free jazz, durante a tarde, com início às 17h00, por onde irão passar Jake McMurchie (dia 15) e Julian Sartorius (dia 16), que encerra o evento.

À semelhança dos anos anteriores, o Jazz ao Largo oferece ainda um workshop de improvisação, liderado por Jake McMurchie, que conta no seu curriculum com nomes como Portishead, Massive Attack e a National Youth Jazz Orchestra, dos quais foi músico de sessão. O workshop está marcado para dia 15, às 15h00, sendo que os interessados se podem inscrever através do e-mailjazzaolargo@gmail.com.

A Zoom promove no Teatro duas noites de cinema no mês de setembro. No dia 20, às 21h30, “Honra de Cavalaria” de Albert Serra” e, no dia 27, “Hendy and Lucy” de Kelly Reichardt.

No último dia, o espaço cénico recebe o espectáculo de música “Lince”, às 22h00, no Largo Dr. Martins Lima.

A peça “Humidade” no dia 7, às 21h30, pela Companhia de Teatro de Braga foi cancelada devido a impedimento da companhia.

Os bilhetes para assistir aos espetáculos no Teatro podem ser adquiridos no local, ou através de reserva por e-mail (tgv@cm-barcelos.pt) ou telefone (253 809 694).

BARCELOS QUER SABER ONDE PARAM OS COMBOIOS APÓS OBRAS DE ELECTRIFICAÇÃO

CP ainda não definiu paragens dos comboios após obras de eletrificação. Câmara Municipal de Barcelos pediu esclarecimentos

O Presidente do Conselho de Administração da CP Comboios de Portugal, E.P.E., comunicou à Câmara Municipal de Barcelos que não há ainda qualquer decisão quanto às paragens dos comboios dos serviços Alfa Pendular e Intercidades, na Linha do Minho, após serem concluídas as obras de eletrificação, uma vez que o modelo de oferta a ser implementado ainda não está definido.

comboios

Assim, “não têm qualquer fundamento”, as notícias que têm vindo a público sobre as paragens daqueles serviços, nomeadamente, na estação de Barcelos.

A Câmara Municipal pediu esclarecimentos à CP, tendo em conta o prejuízo para a cidade e para o concelho que constituiu a retirada da paragem do comboio Celta em Barcelos, desde 2014. Esta decisão, recorde-se, levou a que a Câmara Municipal aprovasse por unanimidade, em junho daquele ano, um voto de protesto pela falta do Governo ao compromisso estabelecido com o Município, no âmbito do acordo alcançado no Eixo Atlântico, de uma paragem do Celta na estação de Barcelos.

As obras de eletrificação da Linha do Minho entre Nine e Viana do Castelo deverão estar concluídas em breve, enquanto as obras entre Viana do Castelo e Valença arrancaram no final do passado mês de julho. Juntas, as duas obras, têm um custo de 86,4 milhões de euros.

FOTÓGRAFO FRANCÊS HENRI CARTIER-BRESSON DEIXOU-NOS REGISTOS DE BARCELOS E VIANA DO CASTELO EM 1955

Mestre Henri Cartier-Bresson visitou Portugal em 1955 e deixou-nos excelentes registos fotográficos de várias regiões do país como Lisboa, Porto, Nazaré, Alentejo e, como não podia deixar de ser, excelentes imagens do Minho, mais concretamente de Barcelos e Viana do Castelo. As fotos pertencem à Fondation Henri Cartier-Bresson, sediada em Paris.

19569_286860632988_4487174_n

Nascido em 1908, em Chanteloup-en-Brie, uma comuna francesa da região de Íle-de-France, no seio de uma família abastada ligada à indústria têxtil, Henri Cartien-Bresson veio a interessar-se pela fotografia no início da década de trinta, inspirado na fotografia “Três Rapazes no Lago Tanganica”, da autoria do fotógrafo húngaro Martins Munkácsi, publicada em 1931 na revista “Photographies”

Após a segunda guerra mundial, fundou a agência fotográfica Magnum e passou a trabalhar para revistas de renome como a Life e a Vogue para registar grandes acontecimentos mundiais. São dele, imagens únicas que registam a vida na antiga URSS, após a Revolução Cultural na China, os eunucos chineses que serviam a família do imperador e os últimos dias de vida de Gandhi.

Henri Cartier-Bresson morreu em 2004, aos 95 anos de idade, em Montjustin, uma comuna francesa na região dos Alpes da Alta Provença.

11885343_980932725281748_3170404256639748363_n

11887932_980938681947819_3203702314162982710_n

11891167_980938788614475_1687147016676207606_n

11892029_980937178614636_4543666491557556049_n

11952005_980939035281117_463891202033451149_n