Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AUTARQUIA CERVEIRENSE ATRIBUI 274 MIL EUROS ÀS COLETIVIDADES E ASSOCIAÇÕES DO CONCELHO

DSC07998.jpg

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira aprovou, por unanimidade, esta quinta-feira, a atribuição de apoios financeiros a 44 associações e coletividades do concelho para o ano de 2024, num investimento a rondar os 274 mil euros, correspondendo a um aumento de 2% relativamente ao ano anterior.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira sublinha “o importante contributo das associações na promoção e divulgação das tradições e potencialidades do concelho, através da dinamização cultural, desportiva, recreativa, social e preservação ambiental”. Rui Teixeira sublinha que, “aos subsídios anuais, a autarquia mantém apoios logísticos e/ou financeiros, de caráter pontual, consoante as necessidades e propostas apresentadas, e a disponibilidade orçamental municipal”.

A concessão destes subsídios respeita um conjunto de critérios plasmados em regulamento próprio, sendo fundamental a elaboração e a aprovação dos Planos de Atividades e Orçamento. Os pedidos de apoio remetidos à Câmara Municipal são apreciados por uma comissão nomeada que emite, posteriormente, um parecer fundamentado sobre cada processo, relativamente à qualidade e interesse do mesmo para o concelho, concluindo com uma proposta para apreciação e votação pelo executivo municipal.

MUNICÍPIO DE CAMINHA AUSCULTA ASSOCIAÇÕES CONCELHIAS NO QUE RESPEITA À JUVENTUDE E ASSOCIATIVISMO

Câmara dá a conhecer diagnóstico preliminar sobre a Juventude do Concelho

Decorreu este mês, uma reunião onde foram auscultadas as opiniões dos representantes de associações do concelho, relacionadas com Juventude e Associativismo, sobre as ideias e propostas que têm para o concelho. A reunião conduzida pela vereadora com o pelouro da juventude, Sandra Fernandes, teve como objetivos apresentar as medidas que o Município tem de apoio à juventude, dar a conhecer o diagnóstico preliminar sobre a Juventude do Concelho, bem como ouvir o que as associações têm a dizer e que contributos podem dar para se fazer mais e melhor no que respeita ao envolvimento e participação dos jovens.

Participada por mais de 30 associações concelhias, nesta reunião foram divulgados alguns aspetos do diagnóstico preliminar sobre a Juventude do Concelho que o Município está a realizar e foram ouvidos os contributos dos 40 participantes relativamente às políticas juvenis.

Relativamente ao diagnóstico preliminar sobre a Juventude do Concelho que está a ser elaborado pelo município, é importante referir que, o documento em questão tem por base uma amostra representativa de 201 Jovens do concelho de Caminha, com uma idade média de 17 anos. De acordo com os resultados obtidos: 40,3% dos jovens respondentes não praticam desporto; 43,8% desses jovens não costumam participar nas atividades da comunidade; 79,6% manifestam vontade de continuar a viver no concelho e 81,1% não pertencem a nenhuma associação ou grupo juvenil.

Perante tais dados, o Município lançou uma série de desafios e propostas aos presentes, nomeadamente: implementar uma rede de parceiros, que permita concertar estratégias, recursos e metas ao nível da Juventude e Associativismo; criar um grupo de trabalho que envolva os jovens e as Associações, na definição do Plano Municipal de Juventude de Caminha; executar atividades conjuntas, que incentivem à participação e fomentem o associativismo e o voluntariado, sem descurar a divulgação e a possibilidade de angariação de verbas e, ainda, implementar políticas mais amigas dos jovens e das Associações.

Esta reunião, na opinião de Sandra Fernandes, “superou as expetativas, quer pela adesão, quer pela motivação e participação dos intervenientes, sendo que os resultados finais, resultantes da auscultação das instituições, revelaram-se positivamente motivadores e brevemente serão agendadas novas reuniões de trabalho para dar continuidade”.

juventude_associativismo.jpg

CÂMARA DE CAMINHA ASSINA PROTOCOLOS ATRIBUINDO APOIOS DE MAIS DE 150 MIL EUROS A ASSOCIAÇÕES CULTURAIS E DESPORTIVAS

AssinaturaBiblioteca18-03-24-22.jpg

Município reuniu responsáveis para fomentar partilha de experiências e trabalho em rede

Representantes de quase duas dezenas de instituições das áreas cultural e desportiva do concelho de Caminha celebraram esta semana protocolos com a Câmara Municipal, recebendo apoios financeiros diretos de cerca de 155 mil euros. A opção, desta vez, foi realizar uma sessão que reuniu as várias entidades beneficiadas, com o intuito de promover o convívio e o relacionamento entre todos.

“Vocês são o grande braço armado da nossa comunidade. Sei que o vosso trabalho não é fácil e agradeço o empenhamento que colocam na vida associativa, de que todos beneficiamos. São vocês as forças vivas com que contamos”, disse o Presidente da Câmara, Rui Lages, que lançou o desafio às diferentes instituições para que partilhem experiências e trabalhem mais em rede.

Rui Lages pediu ainda aos diferentes responsáveis pelas entidades da cultura e do desporto, de vários pontos do concelho de Caminha, para que participem nas atividades uns dos outros, reforçando assim as iniciativas.   

Estes são apenas alguns dos apoios que a Câmara Municipal dispensa, beneficiando desta vez e através de protocolos, 11 entidades da área do desporto e oito que operam na vertente cultural.

Ao longo do ano serão ainda celebrados outros protocolos, assim como são concedidos diversos apoios financeiros dirigidos especificamente a eventos.

Além dos apoios financeiros, a Câmara apoia estas instituições de múltiplas formas, designadamente disponibilizando transportes, cedendo terrados para festas e outras iniciativas, entre outros. 

Na sessão participou a grande maioria das entidades. De qualquer forma, os apoios, na área do desporto dizem respeito ao Âncora Praia Futebol Clube, Centro Cultural Desportivo Ancorense, Atlético Clube de Caminha, Lanhelas Futebol Clube, Clube Andebol Caminha, Associação Desportiva Juventude Vila Praia, Clube de Praticantes de Karaté de Caminha, Judo Clube Caminha, Associação Cultural e Recreativa de Riba de Âncora, Sporting Clube Caminhense e Desnível Positivo.

O montante total dos subsídios atribuídos na área de desporto é de 93 750€.

Já na área da cultura, as instituições apoiadas são o Grupo Motard de Vilar de Mouros, Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho, Orfeão de Vila Praia de Âncora, Sociedade Muscial Banda Lanhelense, SIRA – Sociedade de Instrução e Recreio Ancorense, GARCEA - Gondarense Associação Recreativa Cultural Estudantil Agrícola, Grupo de Bombos de Vila Praia de Âncora e Casa do Povo de Lanhelas.

O valor total subsídios atribuídos no âmbito do Programa de Apoio ao Associativismo Cultural e Recreativo é de 60 400,00€.

AssinaturaBiblioteca18-03-24-5.jpg

AssinaturaBiblioteca18-03-24-9.jpg

MUNICÍPIO DE VALENÇA REFORÇA APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

Valença Associativismo.jpg

A Câmara Municipal de Valença aprovou, em reunião do executivo municipal, a atribuição de cerca de 435 mil euros às coletividades, sociais, cívicas, culturais, recreativas, educativas e desportivas do concelho.

Este valor, significa um reforço de cerca de 14% na verba global, a distribuir, neste ano de 2024, pelas 52 coletividades valencianas abrangidas pelo Programa de Apoio ao Movimento Associativo do concelho.

O Programa de Apoio ao Movimento Associativo de Valença, em 2024, contempla 27 associações culturais e recreativas, 12 desportivas, 2 da área da educação e 11 de carácter social, cívico e religioso.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira, “as instituições valencianas são o garante da nossa identidade, proporcionam valor acrescentado e riqueza à nossa comunidade e revelam a dinâmica do nosso concelho. Nesse sentido, merecem ser apoiadas e estimuladas pelo papel relevante que desempenham na sociedade e na cidadania ativa."

Recorde-se que a Câmara Municipal já em 2023 tinha reforçado as verbas face ao ano de 2022.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLETIVIDADES INAUGURA EXPOSIÇÃO EM VIANA DO CASTELO

Inauguração da Exposição "Um Século de Portugal: Confederação Portuguesa Das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD)" no Edifício dos antigos Paços do Concelho de Viana do Castelo, dia 2 de março às 17h00.

A Exposição estará patente no Edifício dos antigos Paços do Concelho de Viana do Castelo, de 2 a 23 de março.

419248348_427572402959494_5260372470600493021_n.jpg

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA O ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal apoia com 355 mil euros a atividade de 58 Associações concelhias

A Câmara Municipal celebrou protocolos de apoio financeiro à atividade de 58 Associações do concelho, no valor de 355 mil euros, superior ao ano transato.

IMG-20231129-WA0008 (002).jpg

Para a Autarquia é fundamental dar continuidade a esta parceria, apoiando financeiramente e logisticamente as atividades promovidas pelas coletividades, sendo sempre associado o apoio que o Município Arcuense atribui às associações nomeadamente no apoio à construção, beneficiação e cedência de instalações, ou na aquisição de viaturas e equipamentos.

Na sessão de assinatura dos protocolos o Presidente da Câmara Municipal agradeceu o esforço e colaboração do movimento associativo, reforçando a sua importância no desenvolvimento social, cultural, juvenil, desportivo e recreativo do concelho. Também deu nota, que é essencial que as associações colaborem umas com as outras.

A Câmara Municipal canaliza estas verbas para as Associações, disponibilizando à comunidade arcuense acesso a diversas atividades culturais, desportivas e recreativas, em muitos locais do concelho e dirigidas a vários públicos.

IMG-20231129-WA0004 (002).jpg

MUNICÍPIO DE PÓVOA DE LANHOSO QUER AS ASSOCIAÇÕES JUVENIS DO CONCELHO “A MEXER”

O Conselho Municipal da Juventude da Póvoa de Lanhoso (CMJ) reuniu com a presença do Vereador da Juventude e Associativismo, Ricardo Alves, do Presidente da Federação das Associações Juvenis do Distrito de Braga, (FABUJ), Fernando Vieira, bem com do seu Tesoureiro, Sérgio André Pereira, e dos Presidentes e responsáveis de algumas associações e movimentos juvenis do concelho.

Capturarass (13).JPG

O convite às associações partiu do Município que, nas palavras do Vereador responsável, quer “sentir o pulso aos movimentos juvenis e associativistas do nosso concelho, perceber os efeitos remanescentes do Covid e compreender de que modo poderão retomar a dinâmica existente antes da pandemia”.

Sabendo que as associações juvenis têm várias motivações e atividades que são o seu foco de atuação e intervenção, que vão desde os interesses ambientais, desportivos ou até mesmo políticos, o edil povoense deixou claro que “o mais importante não é o que move os jovens e estas associações, mas sim, que se movam!”

Passando a mensagem de incentivo aos/às jovens para “fazerem acontecer” e “para serem proactivos”, deixou a informação da existência, não só da possibilidade de criar uma Associação; de reativar Associações que já existiam; mas também de se constituírem como Associações de Carácter Juvenil. Nestes processos de adaptação o papel da FAJUB é crucial, uma vez que existe da parte desta entidade total disponibilidade para cooperar. Devendo estes pedidos ser apresentados ao Registo Nacional do Associativismo Jovem (RNAJ), o processo deverá, em breve poder ser feito a partir do Gabinete de Apoio às Associações, sedeado no Espaço Jovem.

O CMJ da Póvoa de Lanhoso, cujo regulamento foi aprovado em 2017, não reunia desde 2019. Com alicerces lançados, é agora o momento de o reavivar, fazendo-o crescer e solidificando o seu papel na comunidade, em especial junto dos/das jovens povoenses.

Sendo o propósito desta reunião, que decorreu no CIMF, reforçar a importância do Associativismo como escola de cidadania participativa e veículo de aprendizagem social, fica lançado o desafio aos jovens povoenses para que abracem uma causa e se associem, que criem espaços de discussão e conciliação, pois é através destas dinâmicas que vão produzir mudanças no seu próprio presente e, consequentemente, no futuro da Póvoa de Lanhoso.

A próxima reunião ficou já marcada para Dezembro, data em que se espera que mais associações oriundas de todo o concelho já se tenham ligado a este movimento. Dois pontos que ficaram em agenda referem-se à eleição dos representantes do CMJ no Conselho Municipal de Educação e nas Comissões de Honra e Executiva, no âmbito das Comemorações dos 50 anos do dia 25 de Abril.

FAMALICÃO RECONHECE IMPORTÂNCIA DO ASSOCIATIVISMO JUVENIL

Com a atribuição de um conjunto de apoios financeiros no valor total de quase 15 mil euros

“As associações juvenis têm um papel muito importante no dia-a-dia dos nossos jovens, no seu crescimento e no seu desenvolvimento”. Foi com esta certeza sobre a importância do movimento associativo juvenil que o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão assinou ontem um conjunto de protocolos para a atribuição de apoios financeiros, num valor global de quase 15 mil euros, destinados a apoiar as atividades regulares de 5 associações juvenis do concelho: a Koklus- Associação Juvenil de Fradelos, a YUPI - Youth Union of People With Initiative, a Associação Guias de Portugal, o Corpo Nacional de Escutas - Junta do Núcleo de Vila Nova de Famalicão e a Quebraritmo - Associação Juvenil.

Capturarass1.JPG

“Em Famalicão queremos dar resposta às necessidades e interesses dos nossos jovens. Queremos que se integrem e participem na construção do nosso futuro coletivo e nesta matéria as associações juvenis dão, cada uma na sua área de intervenção, um contributo fundamental”, referiu Mário Passos, que na cerimónia desta segunda-feira, 3 de julho, se fez acompanhar pela vereadora da Juventude, Luísa Azevedo.

À Associação Guias de Portugal, que em Famalicão conta com 4 companhias (Famalicão, Pedome, Riba de Ave e Joane), envolvendo diretamente cerca de 250 jovens raparigas com idades entre os 6 e os 12 anos, foi atribuído um apoio de 2 mil euros. Ao Corpo Nacional de Escutas, representado pelo Junta de Núcleo de Vila Nova de Famalicão, através dos seus 44 agrupamentos e mais de 3 mil jovens escuteiros, a autarquia atribuiu um apoio de 8 mil euros. Por sua vez, a Koklus- Associação Juvenil de Fradelos que desempenha um conjunto de atividades de índole cultural e desportiva a Câmara Municipal concedeu um apoio de mil euros. À YUPI e à Quebraritmo a autarquia concedeu um apoio de 3000 e 850 euros, respetivamente.

Capturarass2 (1).JPG

VIEIRA DO MINHO APRESENTA MOSTRA DE ASSOCIATIVISMO

No âmbito do Projeto Sentir Vieira,  este fim de semana, a Praça Central da Vila de Vieira do Minho, vai acolher mais uma edição da Mostra do Associativismo, com o objectivo de dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelas várias coletividades do município.

Capturarvimi (4).JPG

Durante os dois dias, e para além da mostra do trabalho desenvolvido, o certame conta também com momentos lúdicos, onde as várias atividades recreativas e de animação serão uma constante. Das várias atividades propostas, destaque para as atuações dos ranchos folclórico , tocadores de concertina, bandas filarmónicas, Grupo de Cavaquinhos da Universidade Sénior e, Coro  e Orquestra do Conservatório de Musica de Vieira do Minho e ainda atuação da Banda Impaktus. A edição 2023 conta também com a realização da XXV Ferra dos Poldros, na Serra da Cabreira, numa organização da Associação dos Criadores de Equinos de Raça Garrana.

De referir, ainda que a iniciativa abre ao público, no dia 1 de julho, pelas 10h00.

Tratando-se de um evento de cariz social e cultural que merece ser enaltecido, a Câmara Municipal de Vieira do Minho convida todos os Vieirenses a visitarem a Feira Mostra.

MUNICÍPIO DE CELORICO DE BASTO CELEBRA CONTRATOS-PROGRAMA COM ASSOCIAÇÕES CULTURAIS

Autarquia procura ajudar as associações culturais a desenvolver a sua atividade com maior autonomia e em melhores condições

O Município de Celorico de Basto celebrou este sábado, 17 de junho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, 20 protocolos de cooperação com as associações culturais do concelho com o objetivo proporcionar às associações e entidades maior autonomia e capacidade para a promoção das suas atividades culturais.

CapturarCE3 (5).JPG

O presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, disse durante a assinatura dos contratos programa que o objetivo destes contratos assenta primeiramente “em dar às nossas associações culturais a capacidade de se afirmarem na comunidade. Reconhecemos que o seu papel na sociedade é fundamental para manter os usos, costumes e tradições bem vivas e que temos de ser capazes, com políticas de cooperação e diálogo, de proporcionar melhores condições para que estas coletividades possam desenvolver a sua atividade e continuar a enriquecer a cultura deste concelho”. O autarca reconhece que o associativismo é “feito por carolice, de forma apaixonada e desinteressada, numa dedicação a atividades que aproximam pessoas que trabalham em torno de valores para o bem de todos”. José Peixoto Lima diz que as forças vivas aqui presentes devem ser motores da atividade cultural e nos estaremos cá para os ajudar, para os impulsionar, para lhes dar as melhores condições para a realização da sua atividade. Ainda não temos todas as condições ao nível de equipamentos que ambicionamos, mas estamos a trilhar o caminho. Este ano inauguramos o Centro Cultural de Fermil, um espaço polivalente que está também ao serviço das coletividades sempre que queiram apresentar uma peça de teatro, um espetáculo musical, desenvolver a sua atividade. Na Mota temos um espaço similar ao Centro Cultural de Fermil em fase final de conclusão, falta apenas terminar os arranjos exteriores, e aqui em Celorico temos o antigo ciclo preparatório, que será batizado como “oficina da música” e que garantirá as melhores condições às coletividades musicais do concelho. Espaços polivalentes ao serviço da comunidade”.

Este contrato-programa de desenvolvimento cultural abrange, numa primeira fase, 24 associações culturais, e consta de um apoio monetário proporcional à atividade exercida por cada associação. Algumas dessas associações contam ainda com a cedência de infraestruturas do Município para que possam exercer a sua atividade de forma condigna.

Na cerimónia de assinatura do contrato-programa esteve a ACRG – Associação Cultural e Recreativa de Gémeos, a ADIR – Associação de Defesa dos Interesses de Ribas; a Associação Cultural e Recreativa de Ourilhe; a Associação Cultural e Recreativa Somos Minho; a Associação Cultural – Bombos de santa Eufémia – Agilde; a Basfado; o Centro Cultural e Folclórico de Gandarela de Basto; o GTC – Grupo de Teatro Celoricense, a ADIC – Associação Dinamizadora dos Interesses do Corgo, a VivaMoreira – Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Moreira do castelo, a Banda Musical de St.ª Tecla, o Grupo Cultural Recreativo Núcleo Infantil de Gandarela de Basto, a TEQUE – Associação Cultural, o Rancho Folclórico Recreativo e Cultural St.ª Maria de Canedo, a Associação Cultural e Recreativa de Carvalho, a Associação Juvenil – Villa de Beatus, a Associação de Pais e encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Gandarela, a Arnoia em Movimento – Associação Recreativa, Social, Cultural e Desportiva, a Associação Cultural e Recreativa de Caçarilhe, a Casa do Povo de Fermil. Falta formalizar protocolo com a Associação do Centro Recreativo Cultural e Desportivo Dos Amigos do castelo, a Associação de Pais e Encarregados de Educação de Celorico de Basto e Arnoia, o Rancho Folclórico e Juvenil do Centro Cultural e Recreativo de S. Bartolomeu do Rego, a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica de Fermil e Jardim de Infância de Canedo.

CapturarCE1 (14).JPG

CapturarCE2 (7).JPG

BRAGA APOIA COLECTIVIDADES DESPORTIVAS NA AQUISIÇÃO DE VIATURAS DE TRANSPORTE

Candidaturas até 30 de Junho

O Município de Braga vai apoiar as colectividades desportivas a adquirir viaturas de transporte, até 9 lugares, para atletas dos escalões de formação. Este é um apoio anual que começou a ser concedido em 2018, no sentido de responder à reduzida capacidade de transporte providenciada pelas colectividades desportivas.

Capturarrodo (10).JPG

A este apoio de 5.000€ poderão candidatar-se todas as colectividades desportivas que possuam sede no Concelho de Braga. O processo de candidatura decorre até 30 de Junho de 2023, sendo necessário o preenchimento do requerimento genérico do Município de Braga (disponível no Balcão Único ou no portal do Município). Os processos serão analisados de acordo com os seguintes critérios:

  • N.º de Atletas;
  • N.º de Modalidades;
  • Género dos Praticantes;
  • Valor da Mensalidade paga pelos atletas dos escalões de formação;
  • Localização e quantidade de competições do calendário competitivo;
  • Existência e descrição do projecto inclusivo (caso exista);
  • Indicações de outros apoios já recebidos pela CMB;
  • N.º de Registo do RECAM (o registo deverá estar actualizado);
  • Declaração de Não Dívida à Autoridade Tributária e à Segurança Social.

O Município de Braga recorda ainda que se mantém em aberto o procedimento de oferta de DAE (Desfibrilhador Automático Externo), a todas as colectividades desportivas que o pretendam, desde que para tal cumpram o processo de licenciamento prévio junto das entidades competentes.

SANTA MARTA DE PORTUZELO REALIZA FESTA DAS ASSOCIAÇÕES

Capturarsmass (4).JPG

A Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzelo, para assinalar a efeméride do Dia Nacional das Associações e Coletividades, que se celebrou no dia 31 de maio e o Dia Mundial da Criança, que se comemorou no dia 1 de junho, irá realizar no próximo dia 17 de junho, no Souto de Santa Marta, em Santa Marta de Portuzelo, a Festa das Associações e a comemoração do Dia Mundial da Criança.

Esta festividade será realizada com a participação das diversas associações da nossa freguesia e servirá para que elas mostrem, a todos os que se desloquem ao Souto de Santa Marta, o que de valor se produz em Santa Marta de Portuzelo.

Programa:

15:00 - Abertura

16:30 - Aula de Trail - pela Escolinha Nem o Céu é o Limite

18:00 - Aula de Pilates - pela Associação Cultural e Desportiva de Santa Marta de Portuzelo

20:15 - Atuação da Escola de Folclore de Santa Marta de Portuzelo

21:15 - Atuação da Fanfarra Santa Marta de Portuzelo

Durante o dia:

Miniparque aventura - Guias de Santa Marta de Portuzelo

Tabela de basquetebol - Associação Cultural e Desportiva de Santa Marta de Portuzelo

Insufláveis - Junta de Freguesia de Santa Marta de Portuzelo

Canoagem - Santa Marta Remo Clube

Petiscos realizados por:

Associação das Festas Populares de Santo António das Carvalheiras

Escola de Folclore de Santa Marta de Portuzelo

Comissão de Festas da Romaria de Santa Marta

Associação de Pais do Centro Escolar de Santa Marta de Portuzelo