Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ASSOCIATIVISMO ARCUENSE ESTÁ EM ALTA

  • Arcos de Valdevez tem Centro Escutista de excelência
  • Revolution Cup trouxe até Arcos de Valdevez cerca de 600 atletas infantis
  • Rancho de Vilarinho das Quartas festejou o seu oitavo aniversário com Festival anual

O passado fim de semana foi de grande agitação associativa em Arcos de Valdevez.

O CEAV – Centro Escutista de Arcos de Valdevez, da responsabilidade direta do Agrupamento 214 de Arcos de Valdevez, viu a distinção como centro de excelência concretizar-se com a cerimónia de descerramento da placa identificativa para o triénio de 2018 a 2020, por parte de elementos do Departamento Nacional de Centros e Parques Escutistas.

IMG_9701

Este Centro é um dos 12 a nível nacional com a classificação de excelência, 3, destacando-se agora oficialmente no conjunto dos cerca de 50 Centros e Parques Escutistas, existentes em Portugal.

O CEAV – Centro Escutista de Arcos de Valdevez tem ultrapassado positivamente todas as expectativas, sendo presentemente uma referência de qualidade no quadro dos Parques e Centros Escutistas de Portugal, pela qualidade dos equipamentos e instalações, e, pelas excelentes propostas que o concelho de Arcos de Valdevez oferece aos grupos nas atividades de ar livre, realizadas em pleno contacto com a natureza.

Por outro lado, na área do desporto, realizou-se durante o fim de semana de 9 e 10 de junho, o “ II Torneio de Futebol Infantil – Revolution Cup Arcos de Valdevez”. Um torneio organizado através de uma parceria entre o Atlético dos Arcos A.D. e o ARC Guilhadeses, direcionado para os escalões de Sub13, Sub11, Sub9 e Sub7 e que trouxe até ao Estádio Municipal e ao Estádio da Coutada, cerca de 600 atletas, de 23 clubes e 44 equipas.

Através deste torneio a organização pretendeu proporcionar aos participantes momentos de lazer e entretenimento através do desporto, acesso à prática de atividade física organizada, promover a modalidade e promover uma convivência sã entre todos os participantes.

Por fim, o Rancho Folclórico da Associação dos Amigos de Vilarinho das Quartas festejou mais um aniversário, levando a cabo, no dia 10 de junho, o seu festival anual com a participação dos grupos Folclóricos ‘A Rusga de Arcozelo’ (Vila Nova de Gaia), o Grupo Folclórico Casa do Povo de Creixomil (Guimarães), o Rancho Etnográfico de Touguinha (Vila do Conde) e o Grupo Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe (Monção).

Os vereadores da Autarquia, Emília Cerdeira e Olegário Gonçalves, marcaram presença em todos os eventos, destacando a dinâmica do movimento associativo arcuense e relevando o seu trabalho em prol dos jovens e da comunidade.

*Fotos gentilmente cedidas pelo Agrupamento de Escutas 214 de Arcos de Valdevez, organização Revolution Cup e Blog Soajo em Notícia

DSC07425

IMG_1150-1

IMG_9999

Vereadora

xx

CABECEIRAS DE BASTO APOIA ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal atribui apoio superior a 39 mil euros ao movimento associativo

O Executivo Municipal de Cabeceiras de Basto, sob a presidência de Francisco Alves, aprovou hoje, dia 8 de junho, por unanimidade, um conjunto de protocolos e contratos-programa com 15 associações locais e outras que promovem iniciativas em Cabeceiras de Basto.

EPAB - Festival de Patinagem (uma das associações apoiadas)

O total dos protocolos deliberados nesta reunião perfaz 39.450 euros, montante que a autarquia deliberou atribuir com o intuito de impulsionar o desenvolvimento das atividades das associações, numa perspetiva de cooperação e parceria com o movimento associativo.

Foram celebrados protocolos ou contratos-programa com as seguintes entidades: Rancho Folclórico os Camponeses de Arosa; ANAP – Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Nuno Álvares de Pedraça; Associação do Grupo Folclórico de S. Nicolau Cabeceiras de Basto; Fábrica da Igreja Paroquial de S. Nicolau; ABA – Associação Bons Amigos de Carrazedo; LIRA – Associação Amigos da Música; Associação Desportiva Roladores de Basto; Arcobike – Clube de Praticantes de BTT; EPAB - Associação Escola de Ensino de Patinagem Artística, Danças e Desportos Sociais das Terras de Basto; Clube Desportivo de Cabeceiras de Basto; Associação Cabeceiras Bike Team; Associação Nacional de Criadores de Gado da Raça Barrosã; Grupo Desportivo de Cavez; Associação Cultural e Desportiva de S. Nicolau de Basto; Associação Cultural e Desportiva Águias de Alvite.

De salientar que a Câmara Municipal atribui apoios às associações pelo trabalho que desenvolvem, reconhecendo, deste modo, que a cooperação e parcerias com estas coletividades são fator de desenvolvimento que este município tem privilegiado ao longo dos anos, uma vez que permitem um maior envolvimento das populações na concretização de iniciativas sociais, culturais, económicas, desportivas, humanitárias entre outas, promovendo a identidade, os valores, usos, costumes e tradições desta terra de Basto.

Note-se que outros apoios ao movimento associativo, que se encontram em fase de apreciação, serão deliberados brevemente

FAFE APOIA ASSOCIATIVISMO

Câmara de Fafe aprova apoios que ascendem meio milhão de euros para associações e coletividades. 440 mil euros são para obras

O Executivo Municipal aprovou, em reunião de câmara, a atribuição de vários apoios na ordem dos 590 mil euros a várias instituições e coletividades do concelho.

DSA_5853A

Dos apoios aprovados, 440 mil euros destinam-se à realização de obras em edifícios de colectividade e associações do concelho.

Este apoio atribuído a associações e coletividades de cariz social, desportivo, cultural e religioso, será destinado à realização de obras de requalificação, ampliação e melhoria dos seus edifícios, dotando-os de melhores condições de trabalho e consequentemente beneficiar a população.

O Presidente da Câmara Municipal, Raul Cunha, explica que “Este apoio vem na sequência das políticas de proximidade e ajuda efectiva às colectividades e associações culturais, desportivas, sociais e outras, assumidas e anunciadas no início do mandato.

Tem como objetivo contribuir para a modernização e melhoria de condições das associações e coletividades permitindo o desenvolvimento de um trabalho com mais qualidade em prol da população do concelho.

É um apoio que traduz as políticas que desenhámos para o desenvolvimento do nosso Município, procurando sempre colocar as pessoas em primeiro lugar.”

BARCELOS APOIA ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal aprova subsídios às freguesias e apoios ao desporto, educação e ação social

A Câmara Municipal aprovou, em reunião ordinária realizada no dia 4 de maio, um conjunto de subsídios a 11 freguesias do concelho, no valor global de 147.500,00€, destinados a comparticipar obras de pavimentação de caminhos, reparação de muros e sistemas de drenagem de águas pluviais, obras em cemitérios e aquisição de terreno para ampliação de cemitério e aquisição de carrinhas para transporte de crianças em idade escolar.

O executivo aprovou, também, protocolos de desenvolvimento desportivo com 21 atletas em nome individual, como forma de apoio à prática desportiva e participação em competições, nas modalidades de atletismo, natação, karaté, judo adaptado, lutas amadoras e ténis de mesa. Foram, também, aprovados contratos de desenvolvimento desportivo com dez clubes de futebol, no âmbito das inscrições dos clubes, atletas, técnicos e dirigentes na Associação de Futebol de Braga, entidade com quem a Câmara Municipal subscreveu um acordo de colaboração em dezembro de 2017. Com a Casa do Povo de Alvito, foi aprovado um contrato programa de desenvolvimento desportivo, para o fomento da modalidade e participação em competições de ténis de mesa, com uma comparticipação financeira do Município no valor de 3.000,00€.

Na área social, foram, também, aprovadas diversas medidas, como: apoio logístico a instituições sociais; apoio ao transporte em ambulância a um munícipe com necessidades de tratamento em unidade hospitalar e apoio a transporte em táxi de aluno com necessidades educativas especiais; atribuição de subsídio no valor de 2.118.63€ à Associação de Pais do Jardim de Infância Barcelos 3, para fazer face às despesas das atividades de animação e de apoio à família; acordo com uma clínica dentária no âmbito do programa Barcelos a Sorrir; apoio à habitação social a cinco agregados familiares, no valor global de 26.043€; apoio ao arrendamento habitacional a 24 agregados familiares; apoio a dez alunos do 1.º ciclo nas refeições escolares; atribuição de subsídio no valor 3.000,00€ ao Núcleo de Barcelos da Associação Portuguesa de Paramiloidose; atribuição de subsídio no valor de 15.000,00€ ao Centro de Solidariedade Social de S. Veríssimo, como comparticipação nas despesas de construção do salão de convívio; atribuição de subsídio no valor de 10.000,00€ ao Centro Social e Paroquial de Areias de Vilar, como comparticipação no alargamento do Centro de Dia.

Ao nível do apoio às associações culturais, foram aprovados os seguintes acordos de colaboração: Associação Cultural Monte Fralães, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 6.000,00€; Associação Cultural Magistrói, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 11.000,00€; Associação Cantoral e Atonal de Barcelos, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 13.500,00€; Associação de Artes de Viatodos, com uma comparticipação financeira municipal no valor de 6.000,00€.

Na área da Educação, o executivo municipal aprovou um apoio financeiro ao Agrupamento de Escolas de Fragoso, no valor de 2.000,00€, como comparticipação na elaboração da revista escolar e nas atividades previstas no plano de atividades; um apoio financeiro ao Agrupamento de Escolas de Vila Cova, no valor de 480,00€, como comparticipação na participação da iniciativa “Prémio Ciência na Escola”; um acordo de colaboração com a Universidade do Porto, tendo em vista a realização da Universidade Júnior 2018.

Entre as restantes deliberações, consta a atribuição de subsídio no valor de 15.000,00€ à Casa do Povo de Viatodos, como comparticipação na conclusão das obras das suas instalações.

VIEIRA DO MINHO INAUGURA NOVA SEDE DE ASSOCIAÇÃO DE RIOLONGO

Presidente da Câmara inaugurou nova sede da Associação Cultural e Recreativa de Riolongo

Foi num ambiente de festa e boa disposição que o presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso inaugurou, na tarde de ontem, dia 29 de abril, a nova sede da Associação Cultural e Recreativa de Riolongo.

foto

A inauguração contou com a presença do Presidente da Junta do Mosteiro, dos dirigentes daquela coletividade e da população em geral.

Após o ato solene, o presidente da Câmara inteirou-se de alguns projetos da Associação, parabenizando a coletividade pelas atividades desenvolvidas e pelo envolvimento da freguesia no projeto associativo, salientando, ainda que “as associações, tal como as Juntas de Freguesia, são “parceiros fundamentais” do Município no projeto de desenvolvimento que este executivo tem para o concelho”.

Localizada no Largo da Capela, no lugar Riolongo Nascente, no edifício da Fábrica da Igreja do Mosteiro, onde já funcionou a antiga Escola primária, a sede da Associação Cultural e Recreativa de Riolongo pretende ser um centro de convívio para a população daquele lugar.

De salientar, ainda que este projecto resulta de uma remodelação do edifício, cujas obras de requalificação foram comparticipadas pela Autarquia Vieirense e pela Junta de Freguesia do Mosteiro.

PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO ENALTECE FOLKLOURES

Capturaraflor

O Presidente da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, Dr. Augusto Flor, acaba de endereçar ao Grupo Folclórico Verde Minho – Confederada nº 1424 – uma nota que será publicada na próxima edição da revista “FolkLoures” através da qual enaltece a importância do evento e reconhece a importância da iniciativa que “toma a proporção de acontecimento social”.

O BLOGUE DO MINHO agradece ao Grupo Folclórico Verde Minho a possibilidade de dar antecipadamente a conhecer o conteúdo desta missiva.

Capturar1

CDRC AMARENSE CELEBROU 40 ANOS DE EXISTÊNCIA

O Clube Desportivo Recreativo e Cultural Amarense está de parabéns! São 40 anos de existência, de atividades, partilha de experiências e saberes, memórias e testemunhos que foram celebrados, durante a tarde do passado sábado, numa cerimónia que juntou no Auditório Conde Ferreira, em Amares, muitos daqueles ajudaram a escrever as páginas da história do clube.

IMG_2499

A comemoração teve início com a apresentação de um vídeo de ilustrado com os testemunhos e imagens de dirigentes, voluntários, colaboradores, atletas e ex-atletas, seguidores, entre outras pessoas que marcaram precisamente os 40 anos do CDRCAmarense.

Durante a cerimónia, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, felicitou a coletividade pelo 40º aniversário, destacando o papel da mesma na vitalidade do concelho. “O Associativismo tem um peso importante na nossa vida e no nosso concelho. Nos Jovens e nos menos jovens. Por isso, tenho de saudar a coletividade por tantas atividades com muita qualidade e o Martinho. É um homem de garra, determinado. És um rosto e tens feito muito pelo concelho”, sublinhou o autarca, salientando “a entrega, empenho e determinação” com que o CDRCAmarense tem trabalhado em prol do concelho.

DSC04182

Referindo-se aos 40 anos de existência do clube Martinho Antunes, presidente do CDRCAmarense, lembrou que estes foram feitos de “desafios e oportunidades” que foram “acompanhando”. “Quem é de Amares sabe porque estamos aqui. Começamos por fazer coisas pequenas que foram crescendo”.

Martinho Antunes agradeceu “o apoio e empenho” de todos que ao longo dos anos têm acompanhado o CDRCAmarense, lembrando que “o clube está aqui para servir os amarenses e não só, também outras freguesias e até outros concelhos. Um obrigado a toda a gente que aqui esteve e colaborou com este clube. Com estas parcerias consegue-se fazer sempre algo mais. É esta partilha de esforços entre todas as instituições que nos faz conseguir alcançar tudo isto”.

Quem também marcou presença no aniversário foi o Diretor Regional do Norte do IPDJ, Vítor Dias, que deixou uma palavra de apreço a todos os representantes, dizendo que o o CDRCAmarense “é uma referência a nível local, regional e nacional”. “O apoio que temos dado é algum, mas seguramente garanto que é pouco para o trabalho que fazem, para o desenvolvimento das comunidades e para a formação e qualificação dos nossos jovens. É pouco para aquilo que fazem mas quero agradecer em muito o trabalho que têm desenvolvido”, acrescentou.

Já o presidente da União de Freguesias de Amares e Figueiredo,  Paulo Brito, frisou o trabalho de excelência ao nível da cultura, do desporto e de uma diversidade tão grande de áreas” e que têm contribuído para divulgar o clube, a freguesia e o concelho.

Depois da sessão no Auditório Conde Ferreira, as comemorações terminaram com um lanche convívio na sede do clube.

DSC04165

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA ASSOCIATIVISMO

Câmara Municipal de Arcos de Valdevez continua a apoiar as Associações concelhias

A Câmara Municipal continua a apoiar a atividade das Associações concelhias, tendo celebrado recentemente protocolos com o Rancho Típico e Folclórico de Vilela, a Associação Sorriso – Associação Social, Recreativa e Desportiva de Eiras e a Associação Olhar Encantador- Associação Recreativa e Cultural de Padreiro (Santa Cristina).

protocolos_associaçoes_março_2018

Com o Rancho Típico e Folclórico de Vilela celebrou um protocolo de apoio à atividade no valor de 1500,00€.

Com a Associação Sorriso – Associação Social, Recreativa e Desportiva de Eiras celebrou um protocolo de apoio financeiro no montante de 6 000,00€, o qual tem por objetivo comparticipar nos encargos com a execução de obras de “Requalificação da sua sede (Edifício da antiga Escola Primária)”. Através deste protocolo esta Associação comprometeu-se a colocar as instalações ao serviço da coletividade, em especial os seus associados.

Por último, com a Associação Olhar Encantador- Associação Recreativa e Cultural de Padreiro (Santa Cristina) celebrou um protocolo no valor de 5 500,00€ para apoiar a execução das obras de “Renovação do Parque Infantil de Santa Cristina”, cujo valor total das mesmas ascende a 6 147,54€.

Estes apoios são dados pelo Municipio com o objetivo de colaborar no desenvolvimento das diversas atividades promovidas pelo movimento associativo junto da comunidade.

AUGUSTO FLOR, PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLETIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO, VAI A LOURES FALAR SOBRE FOLCLORE E ASSOCIATIVISMO POPULAR

Iniciativa do Grupo Folclórico Verde Minho

“Rodopiando entre a tradição e a inovação – o Folclore como causa” é o tema que o Dr. Augusto Flor, Presidente da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto vai proferir em Loures no próximo dia 20 de Outubro, pelas 15 horas, no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, local onde habitualmente se reúne a Assembleia Municipal. A iniciativa é do Grupo Folclórico Verde Minho e conta com o apoio da Câmara Municipal de Loures.

CapturarAugustoFlor

O Dr. Augusto Flor é licenciado em Antropologia pelo ISCTE, possui o Curso de Especialista da Escola Militar de Eletromecânica (EMEL) e o Curso de Montador Eletricista na Escola Industrial Emídio Navarro.

É dirigente associativo voluntário desde 1970, tendo em 2012 sido nomeado pelo Secretário de Estado do Desporto e Juventude para Embaixador para a Ética no Desporto- Em 2011, foi nomeado Comissário Nacional para o Ano Europeu do Voluntariado. Em 2007, desempenhou funções de Presidente da Assembleia-geral da Confederação do Desporto de Portugal, sendo desde essa data, Presidente da Direção da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto.

É membro do Partido Comunista Português e, nesse âmbito, detém responsabilidades nas áreas do Movimento Associativo Popular, coordenação de atos eleitorais e referendos, bem como das áreas do Desporto, Teatro, Animação e Exposições de Ciência e Tecnologia da Festa do Avante. Entre 1993 e 1997, foi deputado na Assembleia Municipal de Sesimbra e entre 2003 e 2007 – Chefe de Gabinete do Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República.

Entretanto, o Grupo Folclórico Verde Minho promove no próximo dia 24 de Março uma conferência subordinada ao tema “Folclore e Regionalismo Minhoto na África Austral: A Casa do Minho em Lourenço Marques” a ser proferida por Rui Aguilar Cerqueira. E, no dia 30 de Junho, o Prof. Doutor Manuel Antunes dissertará sobre “Vilarinho da Furna: História e Tradições Populares de uma Aldeia Afundada”. Ambas as conferências terão lugar no mesmo local, em Loures.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA O ASSOCIATIVISMO

Celebrados Protocolos com diversas Associações do concelho

As diversas Associações do concelho exercem um forte papel ao nível do dinamismo desportivo e cultural no concelho, sendo importantes parceiras no desenvolvimento de diversas atividades.

29103728_1960302233980448_6894368353272038276_n

Assim, de forma a ajuda-las no desenvolvimento das mesmas, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez apoia-as financeiramente. Recentemente celebrou protocolos, para apoiar a aquisição de viaturas de nove lugares para transporte de passageiros, com o Centro Recreativo e Cultural de Távora Santa Maria e a Associação Social e Recreativa Juventude de Vilafonche, no valor total de mais de 70 mil euros, melhorando assim as condições de mobilidade e de serviço à comunidade por parte destas entidades.

De igual modo celebrou um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez (AHBVAV), com o objetivo de comparticipar nos encargos com a “Aquisição de um autotanque com capacidade de cerca de 12.000 litros”.

Com estes apoios a Câmara Municipal pretende contribuir para que a comunidade tenha acesso a diversos serviços através das associações e das instituições que espalham dinamismo, atividade e são parceiros por excelência na promoção do desenvolvimento de Arcos de Valdevez.

20180204_115622

20180204_120232

20180204_120910

28698458_1960299853980686_5103087527769115319_o

28954372_2094262603920426_3397726875938382551_o

28954423_2094262480587105_7448242831628142236_o

29064455_2094262497253770_9126433221138218210_o

29067360_1960302297313775_3321432478160391083_n

MUNICÍPIO DE ESPOSENDE ESCLARECE DIRIGENTES ASSOCIATIVOS

Município de Esposende esclarece coletividades sobre associativismo

Integrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento Desportivo, a Câmara Municipal de Esposende, em parceria com a Confederação Portuguesa de Coletividades, vai promover uma sessão de formação sobre associativismo, que decorrerá na próxima quarta-feira, dia 14 de março, pelas 21h00, na Casa da Juventude de Esposende.

accao_formacao_FINAL

Subordinada ao tema “Organização Associativa”, esta ação é dirigida aos dirigentes das associações culturais, desportivas, recreativas e outras, e será orientada por Bessa de Carvalho, em representação da Confederação Portuguesa de Coletividades, que irá prestar informação e esclarecimentos sobre variados temas.

Assim, serão abordadas as temáticas “Organização Associativa (Órgãos Sociais e suas competências) e mecanismos de gestão associativa (PAOs e RCs)”, “Estatuto de Utilidade Pública”, “Estatuto de Interesse Público Municipal”, “Obrigações Fiscais – Início de atividade”, “Modelo 22 (obrigatório)”, “Agenda fiscal (IVA; IRC; IMI”, “Relatório Único”. Nesta sessão abordar-se-á, também, o “Financiamento do Movimento Associativo Popular: Quotas; Atividades Estatutárias”, “Atividades não estatutárias (bares/publicidade/cedência de espaços)”, “Projetos e Candidaturas”, “Mecenato”, “Diversificação das fontes de receita”, “Controlo de despesas” e “Implicações legais perante as autarquias de acordo com o POCAL”.

Atendendo à abrangência e importância dos assuntos a abordar, esta será uma excelente oportunidade para o movimento associativo local e regional tomar conhecimento e aprofundar o conhecimento sobre as várias temáticas da sua atividade, pelo que se apela ao convite à participação. A ação é gratuita, contudo carece de inscrição prévia, a efetuar através do e-mail casa.juventude@cm-esposende.pt

AUTARCAS VIZELENSES VISITAM COLECTIVIDADES DO CONCELHO

Câmara iniciou visitas pelas instituições desportivas e de juventude do Concelho

No âmbito do mês de fevereiro, mês da Juventude e Desporto, a Câmara Municipal de Vizela iniciou as visitas pelas diversas instituições desportivas e ligadas à juventude do Concelho.

Visita assoc. desp. juv.

A Câmara visitou já o Desportivo Fundação Jorge Antunes, o FC. Tagilde, a Coração Azul, a Associação “Os vizelenses”, o Clube de Automóveis Antigos e a Associação de Ténis de Mesa de Braga.

Na passada sexta-feira, realizou-se a iniciativa Made In Vizela, uma tertúlia com jovens vizelenses que, pelo percurso de vida, académico e profissional, partilharam histórias inspiradoras.

Ontem no Bar do Rio, teve lugar o Vizela 2038, cujos protagonistas foram os agentes associativos juvenis do Concelho.

A sessão abriu com os Vereadores do Desporto e Juventude, Agostinha Freitas e Jorge Pedrosa, respetivamente, e contou também com a presença de Vitor Dias, da delegação do norte do IPDJ.

Dos presentes, destaque para os Agrupamentos de escuteiros, a VIA - Vizela Imaginativa, a Baiciência, a Coração Azul e o Grupo de Jovens de Infias, sendo que cada uma delas fez a apresentação da sua associação, assim como uma perspetiva de como vêm Vizela daqui a 20 anos.

A sessão terminou com um momento musical, protagonizado pelos vizelenses Leonor e Pimentel.

Começou também ontem, dia 15, o Torneio de Veteranos, no Pavilhão dos Bombeiros Voluntários de Vizela, que se irá prolongar todo o mês, de 2ª a 5ª feira, envolvendo vários clubes do Concelho que se associaram a este torneio promovido pela Autarquia. De destacar a participação dos clubes: A.D. S. Paio S.C., C.C.D. Santa Eulália, C.C.R. Montesinhos, C.C.R.R.B. – Infias, Desportivo Jorge Antunes, F.C. Tagilde, F.C. Vizela e GNR – Vizela.

Durante este mês, continuam as visitas às instituições desportivas, sempre ao final do dia, ou nas horas em que os atletas se encontram a treinar nas diferentes instalações desportivas, para que no local, juntamente com os dirigentes, se possa aferir das realidades inerentes à prática desportiva do Concelho.

AMARES APOIA O ASSOCIATIVISMO

Município de Amares formalizou protocolo de colaboração com mais de 50 associações concelhias

O presidente da Câmara Municipal de Amares assinou, na passada sexta-feira, 52 protocolos de colaboração com as várias associações, coletividades e outros organismos do movimento associativo concelhio. A formalização do respetivos protocolos simboliza a regulamentação dos apoios concedidos pela autarquiapara execuçãodo Plano de Atividades 2018 e representa um investimento de cerca de 160 mil euros.

DSC01027

“A atribuição destes subsídios não se trata de uma despesa, mas sim de um investimento que fazemos convictos do vosso trabalho. Da vossa parte, pedimos empenho e que estas verbas sejam utilizadas em prol do nosso povo”, referiu, Manuel Moreira, sublinhando o retorno e impacto que as ações levadas a cabo pelas diversas entidades depois têm na comunidade.

Lembrando que o GADJ – Gabinete do Associativismo, Desporto e Juventude “está de portas abertas para auxiliar as associações concelhias”, nomeadamente na elaboração dos seus planos de atividades e na partilha de ideias para a dinamizaçãoe desenvolvimentodesportivo, social e cultural do concelho, o autarca manifestou intenção de continuar a trabalhar “de forma estreita” com todos os intervenientes.

Já o vereador do Associativismo, Desporto e Juventude, João Esteves, enalteceu o papel das associações para a dinâmica local e desenvolvimento das freguesias do concelho, reconhecendo que, “sem esse trabalho o desenvolvimento do concelho não seria o mesmo”.

DSC01033

DSC01036

DSC01071

GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DOS TRABALHADORES DOS ESTALEIROS NAVAIS DE VIANA DO CASTELO COMEMORA 50 ANOS DE EXISTÊNCIA

Comemorações do Cinquentenário do GDCTENVC. Exposição “O Mar e a Construção Naval”. Paula Pereira vai apresentar um trabalho singular

Vai estar patente na galeria da Santa Casa da Misericórdia de Viana de 12 de janeiro a 2 de fevereiro. Sobre esta mostra diz-nos esta artista vianense: “Podendo parecer iguais, com as mesmas cores, os mesmos sons, os mesmos padrões, os mesmos perigos, os mares são todos diferentes, são todos únicos. Tal como os mares, também as suas embarcações e as suas gentes são todas diferentes. Cada uma é singular. E é admirável como a partir da identidade do nosso mar, dos nossos barcos, do nosso estaleiro, da nossa Viana, das nossas memórias e histórias, se desenha e constrói uma mostra tão singular e pessoal.

CARTAZ EXPOSIÇÃO O MAR E A CONSTRUÇÃO NAVAL

Esta coleção de pinturas, esculturas e instalação surge diretamente desses elementos, com a particularidade da artista intervir diretamente no espaço arquitetónico da galeria: uma sala sonora em que o obscurecimento repentino interpela a perceção e a experiência física do espectador.

A cor entra em cena, ora com tons quebrados, tanto nas telas como nas esculturas em ferro, ora com tons fosforescentes que mostram novas abordagens e jogos de luzes.

Nesta exposição, a inspiração no mar, nos desenhos técnicos da construção naval, nos objetos dos navios, materializa-se com a madeira, o ferro e os elementos naturais da fauna e flora marinha”.

À medida que se vai aproximando o fim das comemorações deste cinquentenário do GDCTENVC, as iniciativas surpreendem cada vez mais pela novidade das iniciativas e dos colaboradores que vão participando nas mesmas. Falta saber o que virá a seguir.

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA ASSOCIAÇÕES DO CONCELHO

Todos os anos, para além de outro tipo de apoios pontuais, a Câmara Municipal celebra protocolos de apoio à atividade com as diversas associações existentes no concelho.

assinatura protocolos amigos de sa acrap e clube de pesca

Recentemente celebrou protocolos de colaboração com a Associação Amigos de Sá - Associação Cultural e Desportiva no valor de € 1.500,00, com a associação de Pesca Desportiva do Vez no valor de € 4.000,00 e com a  Associação Cultural e Recreativa Amadora Prozelense no valor de 10.000,00€.

De referir que a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez tem uma forte parceria com as Associações Recreativas, Sociais, Culturais e Desportivas do concelho. Esse apoio reflete o reconhecimento por parte do município em relação a toda a dinâmica desenvolvida por parte de todas as entidades, pois sem a dedicação e parceria existente, tornava-se impossível prestar à comunidade o serviço que se presta de forma diversificada em termos de atividade e idades dos públicos, cobrindo todo o concelho através das associações e das instituições.

MUNICÍPIO DE BRAGA APOIA COLECTIVIDADES DESPORTIVAS NA AQUISIÇÃO DE VIATURAS DE TRANSPORTE

Apresentação de candidaturas até dia 31 de Dezembro

O Município de Braga vai apoiar as colectividades desportivas a adquirir viaturas de transporte, até 9 lugares, para atletas dos escalões de formação. Para o efeito serão disponibilizados dois apoios anuais de 5.000€, sendo que as duas colectividades contempladas com esta verba serão seleccionadas após uma análise a diversos critérios de avaliação.

Desporto Formação

Este apoio anual visa o fomento do fenómeno desportivo, incidindo especificamente junto das colectividades desportivas, entidades promotoras do desporto por excelência. No âmbito da Cidade Europeia do Desporto 2018 (CED18), Braga está prestes a viver um ano de intenso fulgor desportivo, acolhendo centenas de eventos, promovendo a prática desportiva informal e incentivando a prática desportiva competitiva.

Assim, apresenta-se um novo apoio anual que dirige a sua acção para a aquisição de viaturas de transporte até 9 lugares. O Município disponibilizará dois apoios de 5.000€, para aquisição de carrinhas de transporte para atletas dos escalões de formação.

O apoio está disponível a todas as colectividades desportivas que possuam sede no Concelho de Braga, sendo que a data limite para apresentação de candidatura é até 31 de Dezembro de 2017.

Para o processo de candidatura, as colectividades desportivas deverão preencher o Requerimento Genérico do Município de Braga (disponível no Balcão Único ou no portal web em http://goo.gl/ox2EBU), sendo os processos analisados de acordo com os seguintes critérios:

  • N.º de Atletas;
  • N.º de Modalidades;
  • Género dos Praticantes;
  • Valor da Mensalidade paga pelos atletas dos escalões de formação;
  • Localização e Quantidade de competições do calendário competitivo;
  • Existência e descrição do projecto inclusivo;
  • Indicações de outros apoios já recebidos pela CMB;
  • N.º de Registo do RECAM.
  • Declaração de Não Dívida à Autoridade Tributária e Segurança Social.

Recorde-se que o Município já tem vindo a lançar diversos apoios efectivos ao associativismo desportivo, nomeadamente através do pagamento do processo de filiação dos escalões de formação em todas as modalidades, da comparticipação em 25% das despesas inerentes à organização dos jogos/competições integradas em calendários competitivos formais e do pagamento de três cartões de filiação (treinador, massagista/fisioterapeuta/médico e dirigente).