Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BORDADO DE GUIMARÃES

O Bordado de Guimarães transformou-se ao longo dos tempos e revestiu-se de um conjunto de características muito específicas que lhe garantem unicidade.

52577815_2256126624635130_8445631043838410752_n.jpg

Pode adquirir algumas das melhores peças de Bordado de Guimarães na Loja Oficina, situada no coração do Centro Histórico de Guimarães, onde é possível também assistir a todo o processo artesanal da manufatura do Bordado de Guimarães e conhecer as artesãs que trabalham diariamente na Loja.

Horário de funcionamento

segunda a sábado

10h00–13h00

14h00–19h00

51781231_2256126571301802_3414225556932132864_n.jpg

51849569_2256126607968465_4401681427825950720_n.jpg

52113254_2256126564635136_5838933796107321344_n.jpg

VILA VERDE CRIA ARTESANATO DA MI-LINHA E MAIS GASTRONOMIA

Artesanato da Mi-linha e gastronomia e novos produtos da EPATV em mais dois dias de Romance!

A programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ continua a conquistar corações com iniciativas intensas e apaixonantes.

1 (5)gastvvmod.jpg

Quarta-feira, dia 13 de fevereiro, a Mi-Linha voltou a encantar com a apresentação de uma nova de linha de produtos. Apresentada no espaço comercial da empresa na Loureira, ‘A arte, o Coração e a Pomba 2019’ destaca a cortiça com os bordados dos motivos dos Lenços de Namorados aplicada no vidro. No entanto, a coleção conta com um leque variado de muitos outros produtos. Das peneiras aos instrumentos musicais, passando por diversificados artigos de decoração, não faltam opções encantadoras e ternurentas na nova coleção.

A celebração do amor e da tradição dá o mote para o Mês do Romance em Vila Verde. Como já tem vindo a ser habitual, para iniciar o dia de S. Valentim, a Escola Profissional Amar Terra Verde organizou e promoveu o ‘S. Valentin Breakfast Day’ deliciando todos os presentes com as iguarias confecionadas pelos alunos de Restauração-Cozinha. Em seguida, foi apresentada a ‘Terapia com Amor’, elaborada pelos alunos de diferentes cursos do estabelecimento de ensino. Três novos produtos foram criados pelos jovens vilaverdenses: uma coleção de produtos de beleza, bombons de chocolate negro e um licor de frutos vermelhos.

1 (1)minilin.jpg

Cortiça aplicada em vidro é a nova aposta da Mi-Linha

As mensagens de amor bordadas pelas mulheres minhotas continuam a inspirar os mais belíssimos e variados produtos Namorar Portugal. Juntando a inspiração à criatividade, a parceira de longa data da marca territorial concelhia, Mi-Linha, apresentou uma nova coleção de produtos. ‘A Arte, o Coração e a Pomba 2019’ é uma linha inovadora que dá principal destaque à cortiça, decorada com os motivos dos Lenços de Namorados, aplicada no vidro. Camila Silva, representante da Mi-Linha, contou já ter vindo a expor os novos produtos na loja e que o feedback tem sido muito positivo. “É bom para nós quando nos vêm dizer que é algo bonito”, afirmou.

Artigos de decoração do lar, instrumentos musicais e peneiras também fazem parte da nova e encantadora coleção da Mi-Linha. “As peneiras são um produto da Namorar Portugal reinventado. Agora, em vez de ser pintado leva um bordado à volta”, revelou Camila Silva. Os bordados e os símbolos ligados aos Lenços de Namorados, como os corações e as pombas, continuam muito presentes nos produtos apresentados pela marca. No entanto, nesta edição do Mês do Romance, Camila Silva implementou algumas mudanças. “Em vez de os linhos usados serem só brancos, este ano temos os verdes, os rosas e os amarelos. Dão um toque mais moderno às peças, que são sempre bordadas à mão”, sublinhou. Por sua vez, o representante da Junta de Freguesia da Loureira, teceu largos elogios a Camila Silva. “Tem excelentes produtos que levam o nome dela, da freguesia da Loureira e do concelho de Vila Verde aos quatro cantos do mundo, o que é muito importante para nós”, vincou Fernando Ferreira.

1 (1)gastvvmod.jpg

Produtos de beleza, licor e bombons para o dia de S. Valentim

O dia mais romântico do ano não poderia ter começado de melhor forma. A Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV) organizou o já habitual ‘S. Valentin Breakfast Day’, em que todos os presentes puderam tomar o pequeno-almoço em clima de amor e de amizade. Orientados pelo conhecido Chef Vinagre, os alunos do curso de Restauração- Cozinha foram os responsáveis pela confeção das deliciosas iguarias.

Em seguida, sucedeu-se à apresentação de uma nova linha de produtos criada pelos alunos da EPATV, a ‘Terapia do Amor’. Alunos de diferentes cursos e de diversas áreas aceitaram o desafio da Namorar Portugal e traduziram todos os conhecimentos aprendidos nas aulas na forma de fabulosos e criativos artigos. Alunas do 1º ano de Estética, fundamentando-se na aromaterapia, criaram uma coleção de produtos de beleza chamada Ecos, constituída por sais de banho, exfoliante, creme de mãos e de massagem. Posteriormente, decorreu a apresentação de um licor de frutos vermelhos, feito especialmente com framboesas. Em evidente clima de celebração do dia de S. Valentim, seguiu-se a apresentação de um bombom de chocolate negro, mais saudável, na tradicional forma do romance: o coração. Um poema de amor de Luís Vaz de Camões poderá ser lido na embalagem destes bombons. É de notar que as embalagens dos produtos apresentados foram especialmente criadas pelos alunos de Design.

1 (2)gastvvmod.jpg

Dinamizar a economia, valorizar a nossa cultura e a nossa história

Presente em ambas as sessões, o Presidente do Município de Vila Verde parabenizou Camila Silva pela coleção apresentada “que vai certamente conquistar muitos corações”. António Vilela afirmou que a representante da marca Mi-Linha e todos os mais de 70 parceiros da marca Namorar Portugal têm dado mostras inequívocas do seu talento e da sua criatividade, beneficiando o seu volume de negócios e a economia local. “Isto é o objetivo da marca: ajudar as pessoas a sustentar os seus negócios e, ao mesmo tempo, valorizar a nossa cultura e história”, declarou o edil. Os produtos Namorar Portugal têm vindo a ser apresentados por todo o país e já “percorrem os quatro cantos do mundo”. Quanto à sessão de abertura do dia mais apaixonado da programação do Mês do Romance, o Presidente do Município elogiou o evento organizado todos os anos pela EPATV e a capacidade dinâmica dos jovens ao apresentar todas as edições um novo produto. “Hoje temos aqui três belos exemplos da iniciativa da escola e dos jovens, que aproveitam este momento e o Dia dos Namorados para lança produtos Namorar Portugal”, afirma. Para António Vilela este foi um belo “início de um grande dia para Vila Verde.

1 (3)gastvvmod.jpg

1 (4)gastvvmod.jpg

1 (2)minilin.jpg

1 (3)minilin.jpg

1 (4)minilin.jpg

1 (5)minilin.jpg

LENÇO DOS NAMORADOS

Invenção original, deliciosa e comovente do espírito minhoto, os lenços de amor ou namorados popularizaram-se a partir do séc. XIX. Se as meninas finas tendiam a bordá-los certinhos a ponto cruz, já as moçoilas do povo preferiram o pé-de-flor e o de cadeia, para composições ricas em corações, chaves, pombas, silva ou mãos unidas, incluindo quadras de amor… fatalmente semeadas de erros ortográficos, fruto da sua fraca literacia.

52011205_2154200578002599_1842846410878222336_n.jpg

Obra de rapariga casadoira, o lenço era uma declaração de amor íntima oferecida ao rapaz que desejava. Aceitando o namoro, o rapaz atava o lenço ao pescoço sobre o fato de domingo, exibindo-o com orgulho. Não sendo correspondida, este devolvia o lenço. Ontem como hoje, saindo das mãos das bordadeiras minhotas, um lenço de namorados continua a ser um presente de amor sempre único e precioso.

Texto e foto: Maria Helena Evangelista

VILA VERDE: LENÇOS DE NAMORADOS INSPIRA ARTESÃ A CRIAR PRODUTOS PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA

Namorar Portugal. Rosa Simões apresentou produtos para a primeira infância inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados!

O artesanato continua a prosperar na marca Namorar Portugal, que recebeu de braços abertos, hoje (11 de fevereiro), a estreia da Rosart. A marca representada por Rosa Simões esteve no Espaço Namorar Portugal para dar a conhecer uma encantadora e ternurenta ‘Linha de Brinquedos em Tecido’. No entanto, os brinquedos não vieram sozinhos e fizeram-se acompanhar de um diversificado leque de produtos para a primeira infância. Porta-fraldas, porta-toalhetes, babetes, prende-chupetas… E ainda vários outros produtos que ganharam encanto redobrado com os motivos dos Lenços de Namorados. Inicialmente, a sessão estava marcada para o período matutino, mas foi adiada para o início da tarde, porque, durante a manhã, a marca Namorar Portugal participou no programa televisivo ‘Praça da Alegria’, da RTP.

A (1)naport.jpg

O Capuchinho Vermelho e o Lobo Mau. Bolas, bonecas, peixes, elefantes, ursinhos, gatinhos... Um sem fim de brinquedos em tecido que prometem fazer as delícias da pequenada deixando um rasto de carinho, amor e ternura à sua passagem. A estes somam-se as bolas, guizos e alguns jogos, tudo vocacionado para a primeira infância. De seguida, Rosa Simões apresentou artigos mais úteis para os papás e mamãs, como os porta-fraldas, porta-toalhetes, prende-chupetas e porta-documentos. A coleção Namorar Portugal da Rosart inclui ainda artigos de decoração e utensílios para o lar.

A (2)naport.jpg

Presente na sessão, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, deu as boas-vindas a uma parceira que se estreia este ano na marca territorial do Município de Vila Verde. “É uma linha totalmente nova na marca Namorar Portugal, com brinquedos e outros produtos para a primeira infância, inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados”, referiu, desejando votos dos maiores sucessos para Rosa Simões e a Rosart. Júlia Fernandes relembrou que a iniciativa se inseriu na vasta e apaixonante programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, que se estende de 25 de janeiro a 03 de março, com mais de uma centena de iniciativas. Música, dança, teatro, apresentação de novos produtos, workshops, atividades de natureza, desfiles de moda… Tudo inspirado nos motivos dos Lenços de Namorados.

A (3)naport.jpg

VILA VERDE APRESENTA TRÊS NOVAS LINHAS DE ARTESANATO "NAMORAR PORTUGAL"

Exposição Namorar Portugal e apresentação de três novas linhas de artesanato no Porto Welcome Center!

A programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’ continua na intensa caminhada de promoção do ex-libris de Vila Verde por todo o país. Foi numa das localizações mais movimentadas da cidade da Porto, em frente à Estação de S. Bento, na tarde de ontem (7 de fevereiro), que decorreu a apresentação dos novos produtos Namorar Portugal.

A (3)vvrd.jpg

O LIT- Porto Welcome Center, uma das maiores lojas de turismo do Norte do país, recebeu três parceiras da marca do Município de Vila Verde para uma mostra com alguns dos mais requintados e singulares produtos de artesanato inspirados nas tradições minhotas. Rosa Araújo voltou a combinar duas das maiores artes nacionais, a cerâmica e os Lenços de Namorados, na nova linha de ‘Loiça Pintada à Mão Namorar Portugal’.

A artesã e criativa Maria de Jesus Correia deu continuidade à linha de produtos apresentada nos anos anteriores, mas desta vez o destaque vai para o ‘Coreto e Músicos Namorar Portugal’. Rosa Rodrigues apresentou a ‘Linha Cest’Arte’, uma coleção de cestos em vime voltada para os bebés, que ganha mais encanto com os motivos dos Lenços de Namorados. O espaço recebe também uma mostra de produtos Namorar Portugal, patente ao público até ao dia 14 de fevereiro.

A (4)vvrd.jpg

Sentimentos, afetos e artesanato no coração do Porto

O Porto Welcome Center, casa bem conhecida da marca Namorar Portugal, voltou a receber o Mês do Romance de braços abertos. À fascinante e criativa coleção de arte de figuras populares com motivos dos Lenços de Namorados, Maria de Jesus Correia junta aos santos populares a linha ‘Coreto e Músicos Namorar Portugal’.

A artesã barcelense conta com uma coleção que deixa a todos que a veem um breve travo de nostalgia. Combinando a estética moderna na criação das figuras populares ligadas às suas raízes culturais, a coleção catapulta-nos para um ambiente de tradição. Falando acerca da nova linha que conta com “músicos apaixonados” em coretos decorados, Maria de Jesus Correia revela que “isto é uma paixão. Sempre dentro do tema dos Lenços de Namorados, vão-se fazendo coisas que nos dê prazer de continuar”.

Em seguida, Rosa Rodrigues apresentou a nova ‘Linha Cest’arte’. A talentosa artesã volta, pelo segundo ano consecutivo, a combinar duas das mais tradicionais artes portuguesas ao unir a cestaria aos bordados minhotos. A coleção de cestos em vime deste ano foi preparada para um novo público. “Este ano pensei numa linha para bebés que também merecem”, afirma Rosa Rodrigues. Os cestos são de cores diferentes, decorados com detalhes pensados para o público infantil e os motivos dos Lenços de Namorados.

Por último, pelas mãos experimentadas de quem domina com mestria esta bela forma de arte ficámos a conhecer ‘Loiça Pintada à Mão Namorar Portugal’. Apesar de já se dedicar à pintura em cerâmica há mais de vinte anos, Rosa Araújo entrou há três anos na marca territorial do município de Vila Verde. Concebida através de técnicas de cerâmicas transmitidas de geração em geração e juntando-se aos encantadores motivos inspirados nos bordados minhotos, os produtos da criativa preparam-se para abrilhantar o lar. “Este ano, a minha opção passou por apresentar peças decorativas volumosas. Trouxe apenas uma que não é decorativa mas sim utilitária: uma garrafa de licor com molde diferente do habitual e uns copinhos a acompanhar”, afirma a artesã, sem esconder a satisfação por integrar a família Namorar Portugal. “Estou contente por ser bem acolhida na loja Namorar Portugal, onde tem pessoas que nos representam muito bem. Para o ano cá estou eu novamente”, certifica a artesã.

A (2)vvrd.jpg

“A marca Namorar Portugal está espalhada pelo país todo”

Em representação do Turismo do Porto e Norte, Raquel Almeida dá as boas vindas à marca Namorar Portugal. A representante da entidade regional destaca com contentamento a colaboração com o Município de Vila Verde e com a marca Namorar Portugal. “Acho de louvar toda esta movimentação e inovação que dão em volta do tema” afirma Raquel Almeida, referindo-se ao extenso trabalho de divulgação e preservação do património único e ex-libris de Vila Verde que são os Lenços de Namorados.

Presente na sessão, o Presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, deixa palavras de agradecimento ao Turismo do Porto e Norte por receber a exposição dos produtos da marca Namorar Portugal e por apoiar iniciativas ligadas ao turismo. Para o edil, através destas parcerias, a entidade regional contribuiu para o engrandecimento e desenvolvimento da região.

“Hoje, provavelmente a região norte do país é das regiões com maior crescimento em termos de turismo”, refere o edil. Relativamente à apresentação dos novos produtos Namorar Portugal, a decorrer na cidade do Porto pela segunda vez na semana, o Presidente do Município vinca “os produtos e os parceiros da marca têm grande sucesso, vêm conquistando mercados e dinamizando o seu negócio”.

É com grande satisfação que António Vilela vê, todos os anos, a adição de parceiros à marca Namorar Portugal e a constante criação de novos produtos. “O crescimento da marca tem-se dado à custa da parceria com aqueles que, de ano para ano, conseguem inovar, modernizar com novas estratégias de mercado e captar novos públicos. Como já repararam, a Namorar Portugal está espalhada pelo país todo. Isto é a forma de chamarmos a atenção para Vila Verde”, conclui o edil. 

Por sua vez, Júlia Fernandes, Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, não poupa elogios ao espaço e às criativas que apresentaram os seus produtos. “Mesmo com o desafio à sua criatividade e à inovação, estas três parceiras foram capazes de apresentar produtos completamente diferenciados e belíssimos”, afirma.

A vereadora não deixa ainda de destacar a programação de 38 dias consecutivos e com mais de 100 iniciativas do Mês do Romance que estão a decorrer espalhadas um pouco por todo o país. “Tentamos que a programação chegue um pouco a todo lado, espalhando a marca e levando o conceito mais longe possível. Que vá ao encontro de todos os gostos e que seja abrangente”, declara Júlia Fernandes.

A (1)vvrd.jpg

PONTE DE LIMA ENSINA A BORDAR O TRADICIONAL LENÇO DE NAMORADOS

O Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima volta a assinalar o Dia de S. Valentim com a promoção de uma oficina criativa dedicada à aprendizagem e bordadura dos tradicionais lenços de namorados.

A iniciativa – agendada para o dia 9 de fevereiro, pelas 14 horas – vai permitir aos participantes a aquisição de técnicas elementares para a execução das peças, cuja origem remonta ao século XVIII.

A oficina cultural, destinada ao público em geral, carece de inscrição prévia através do preenchimento de formulários disponibilizados para o efeito.

Garanta a sua presença em mais uma oficina temática de celebração do amor.

O CIT espera por si!

49345016_801018140237610_1258396753116266496_n.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ ENSINA A ARTE DA CESTARIA

Escola de Artes e Ofícios: Abertas inscrições para formação na área da Cestaria

A Escola de Artes e Ofícios, projeto arcuense vencedor da área da cultura do Orçamento Participativo de 2017, encontra-se em desenvolvimento, tendo inscrições abertas para uma formação na área da cestaria, a decorrer no Mercado Municipal de Arcos de Valdevez, às quartas-feiras, das 19h às 23h.

Escola de artes e oficios2.jpg

Os inscritos terão direito a obtenção de certificação e subsídio de alimentação.

Todos os interessados poderão inscrever-se na Epralima ou na página do Facebook da Escola de Artes e Ofícios.

De relembrar que a EAO, com a duração de 12 meses, prevê o desenvolvimento de um conjunto de atividades formativas para recuperar/manter ativas tradições dos concelhos envolvidos e trata-se de uma ideia que poderá servir de base para a criação do próprio emprego, fomentando o desenvolvimento regional e turístico. Servirá também para realizar formação em áreas temáticas, envolvendo a administração local, valorizando os conhecimentos ancestrais dos artesãos/mestres para formar outras pessoas.

Em suma pretende-se promover o rico património cultural e envolver as pessoas, nomeadamente os mais jovens.

NAMORAR PORTUGAL EM VILA VERDE É PAIXÃO PELO ARTESANATO

AR do Minho. A paixão pelo artesanato e pela tradição em destaque no pontapé de saída do Mês do Romance!

Está oficialmente aberta a edição de 2019 da programação mais romântica do país, ‘Fevereiro – Mês do Romance’. De 25 de janeiro a 03 de março, são mais de uma centena de iniciativas inspiradas nos sentimentos e afetos dos Lenços de Namorados, que vão decorrer um pouco por todo o país, com especial incidência no concelho de Vila Verde. Workshops, saraus, poesia, música, dança, desporto, atividades de natureza, apresentação de novos produtos da marca Namorar Portugal…

A (1).jpg

Não faltam motivos para uma visita a Vila Verde, onde pode beneficiar também de descontos e condições especiais nos estabelecimentos de alojamento, restauração e diversão noturna aderentes aos ‘Sabores do Romance’. O pontapé de saída teve lugar durante a tarde de hoje, 25 de janeiro. A Loja Interativa de Turismo de Vila Verde foi palco da estreia da empresa bracarense AR do Minho na grande família Namorar Portugal, a paixão dos intervenientes pelo artesanato e pela tradição foi o grande destaque da sessão. O evento foi abrilhantado por uma prestação musical protagonizada por dois alunos da Academia de Música de Vila Verde.

A (2).jpg

“Fazemos com muito amor e carinho. É de coração’

Há oito anos, as irmãs Barbosa e Silva criavam a empresa de artesanato AR do Minho. Apesar de serem bracarenses de gema, foi em Vila Verde e ainda em tenra idade que começou a crescer esta paixão, já que passavam boa parte das férias numa casa da família, em Soutelo. Amélia Barbosa e Silva contava apenas quatro anos de idade quando foi desafiada a replicar um Lenço de Namorados.

Aceitou a tarefa prontamente, completou-a antes de celebrar o 5º aniversário e guarda com afeto o produto da sua arte e esforço: “Ainda o tenho lá em casa, está encaixilhado”. Por sua vez, Rita começou com 11 anos de idade, na instituição vilaverdense Obra das Mães, que ensinou  este ofício a centenas de jovens.

Um amor que cresceu na infância e se prolonga pela vida fora. “Há oito anos, oferecemos aos familiares mais próximos uns corações bordados por nós. As reações foram muito positivas e, uma semana depois, fomos convidadas para participar na exposição da Semana do Coração, que decorreu na escola onde sou docente. E aí começou esta aventura”, contou Amélia.

A ligação à marca Namorar Portugal é natural, porque ambas valorizam a cultura, a tradição e os afetos. Porta-moedas, porta-chaves, almofadinhas e alfinetes de lapela (todos artesanais) são apenas alguns dos produtos que pode encontrar na coleção ‘AR do Minho a Namorar Portugal’. “São trabalhos em fazenda de lã, bordados em linha de seda com algumas pedrinhas. É tudo manual, fazemos com muito amor e carinho. É de coração”, concluiu Amélia Barbosa e Silva.

A (3).jpg

“O talento e carinho que põem nos seus trabalhos”

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde deu as boas-vindas às novas parceiras Namorar Portugal, a quem deixou rasgados elogios pelo enorme talento e saber que demonstram na sua área de atividade. “O sucesso que a marca Namorar Portugal conhece hoje é resultado do talento e carinho que as pessoas põem nos seus trabalhos. Vão certamente ajudar a valorizar a marca”, afirmou António Vilela, frisando a dinâmica impressionante dos parceiros que permite à marca Namorar Portugal lançar anualmente dezenas novas coleções e linhas de produtos. O edil terminou deixando um forte agradecimento a todos que contribuíram e contribuem para o sucesso da marca Namorar Portugal.

Por sua vez, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde falou de uma programação extensa, intensa e apaixonante, que se estende de 25 de janeiro a 03 de março, com iniciativas um pouco por todo o país. “Um programa para agradar a todos os públicos e idades. Inclui concertos, saraus, dança, desporto, turismo de natureza, apresentação de novos produtos… Todos os fins de semana, o Espaço Namorar Portugal recebe diferentes workshops temáticos”, referiu Júlia Fernandes, sublinhando que a programação permitirá à marca continuar a crescer, a alcançar diferentes públicos e a conquistar novos mercados.

A programação Fevereiro - Mês do Romance segue a todo o vapor durante este fim de semana, 26 e 27 de janeiro, com várias atividades. A iniciativa ‘Namorar Portugal no Coração do Cais de Gaia’, nas instalações do Empreendimento Cais de Gaia, leva à cidade gaiense workshops, espetáculos musicais, exposição de produtos Namorar Portugal, mostras temáticas… Tudo com entrada gratuita. Em Vila Verde, destaque para os diversos workshops no Espaço Namorar Portugal, a apresentação de nova linha de produtos no espaço Joana (Cabanelas) e a Tarde de Dança, no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde. Programação completa: https://goo.gl/eCFRdt.

B.jpg

BARCELOS MOSTRA LOUÇA TRADICIONAL

Barcelos é considerada como um dos mais importantes núcleos de olaria em Portugal, em virtude da existência abundante de barro na região, havendo registos de produção olárica desde a Idade Média.

50048249_2361875887178470_3578152467071762432_n.jpg

“Louça Tradicional de Barcelos, Velhos Saberes, Novas Formas” pela Cerâmica João Coelho Silva é o nome da exposição que abre ao público sábado, 19 de janeiro, às 11h00, na Torre Medieval.

A mostra, organizada pela Câmara Municipal de Barcelos, visa retratar todo o trabalho de uma vida dedicada ao barro pela família de João Coelho Silva, no domínio da louça regional de Barcelos.

Apareça, a entrada é livre!

PONTE DE LIMA ENSINA A BORDAR O TRADICIONAL LENÇO DE NAMORADOS

O Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima volta a assinalar o Dia de S. Valentim com a promoção de uma oficina criativa dedicada à aprendizagem e bordadura dos tradicionais lenços de namorados.

A iniciativa – agendada para o dia 9 de fevereiro, pelas 14 horas – vai permitir aos participantes a aquisição de técnicas elementares para a execução das peças, cuja origem remonta ao século XVIII.

A oficina cultural, destinada ao público em geral, carece de inscrição prévia através do preenchimento de formulários disponibilizados para o efeito.

Garanta a sua presença em mais uma oficina temática de celebração do amor.

O CIT espera por si!

49345016_801018140237610_1258396753116266496_n.jpg

PRESIDENTE DA REPÚBLICA APRECIA CERVEJA “LETRA” CRIADA POR BIÓLOGOS MINHOTOS

Uma imagem vale mais do que mil palavras… o professor Marcelo Rebelo de Sousa é um apreciador de boa cerveja artesanal e, na foto, mostra uma garraga da cerveja “Letra”, produto criado por dois biólogos minhotos.

50048257_1962565447173308_2029115959934976000_n.jpg

A cerveja artesanal minhota foi criada por dois investigadores da Universidade do Minho, Filipe Macieira e Francisco Pereira, naturais respetivamente de Braga e Ponte de Lima, os quais fundaram uma empresa destinada à investigação e produção de cerveja artesanal. Como novidade, a cerveja é apresentada com uma letra diferente de acordo com o aroma obtido pelas diferentes variedades de levedura e de lúpulos.

Estes dois investigadores realizaram o mestrado integrado em Engenharia Biológica na Universidade do Minho em 2008 e são agora proprietários da empresa FermentUM, produtora da Letra – Cerveja Artesanal Minhota, lançada em Outubro no mercado português.

810440

PONTE DE LIMA: OFICINAS CULTURAIS DO CIT REGRESSAM EM JANEIRO COM TECELAGEM MANUAL

O Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima abre o novo ciclo de Oficinas Culturais de 2019 com um atelier criativo dedicado às Artes e Ofícios tradicionais da região. A iniciativa, agendada para o dia 12 de janeiro, pelas 14 horas, pretende promover a aprendizagem das técnicas elementares da tecelagem manual, desde a preparação da urdidura até à execução das peças.

oficinas_culturais_2019_a3_1.png

As Oficinas Culturais do CIT destinam-se ao público em geral que pode participar gratuitamente nas atividades mediante o preenchimento do formulário de inscrição disponibilizado para o efeito.

Esteja atento às próximas iniciativas a realizar ao longo do ano de 2019 e garanta o seu lugar!

O CIT espera por si!

Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima

Telefone: 258 240 215

E-mail: cit@museuspontedelima.com

oficinas_culturais_2019_banner_2_1.png

PONTE DE LIMA: CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DO TERRITÓRIO ENCERRA CICLO DE OFICINAS COM BROA DE PASSAS

O Centro de Interpretação do Território (CIT) de Ponte de Lima promoveu no passado sábado, 15 de dezembro, uma oficina cultural dedicada à confeção artesanal da broa de milho com passas cozida em forno antigo de lenha. As participantes percorreram todo o processo de cozedura tradicional do pão, desde a amassadura até ao momento da degustação.

IMG_1724.JPG

As Oficinas Culturais do CIT destinam-se ao público em geral que pode participar gratuitamente nas atividades, bastando para isso o preenchimento do formulário de inscrição disponibilizado para o efeito.

Esteja atento às próximas iniciativas a realizar ao longo do ano de 2019 e garanta o seu lugar!

O CIT espera por si!

IMG_1780.JPG

OFICINAS CULTURAIS 2019 - CALENDÁRIO.jpg