Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA INSTALAÇÃO DE OFICINA DE MECÂNICA AUTOMÓVEL EM ARCOS DE VALDEVEZ

Ensino Superior: Município apoia a instalação de oficina de Mecânica Automóvel para Curso Técnico Superior Profissional (CTESP) em Mecânica Automóvel em Arcos de Valdevez

No âmbito do Curso Técnico Superior Profissional de Mecânica Automóvel, e assente numa partilha de interesses comuns e de repartição de obrigações e responsabilidades entre cada uma das partes, o IPVC e a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez consideram de elevado interesse promover o reforço de cooperação técnica, científica e humana entre as duas instituições, pelo que celebraram protocolos de cooperação.

protocolo_IPVC15.JPG

Assim, foi celebrado um protocolo no valor de 50.000€, que visa contribuir para instalação e funcionamento da Oficina de Mecânica Automóvel para o CTeSP de Mecânica Automóvel, a funcionar no Centro de Formação e Exposições dos Arcos de Valdevez, que deverá permitir aos formandos contactar diretamente com os mais diversos sistemas mecânicos, informáticos, digitais e mecatrónicos, bem como, com equipamentos de diagnóstico e manutenção.

De referir que o Município continua a investir em programas, parcerias e projetos potenciadores do sucesso educativo dos alunos, da prevenção do abandono escolar e da exclusão, estabelecendo redes educativas e de recursos adequados para responder aos desafios da sociedade.

protocolo_IPVC16.JPG

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE PARTICIPA NA CONFERÊNCIA FINAL DO PROJETO ARIEM PLUS

O presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, em representação da CIM Alto Minho, participou no evento final do projeto transfronteiriço ARIEM+. O projeto, implementado na zona de fronteira, tem como objetivo ser um referencial de boas práticas internacionais nas áreas de salvamento e emergência.

1a5ec673-c6e3-45a4-afc2-dd3c668220f4.jpg

Este evento, que contou com a presença da secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, reuniu os diversos parceiros do projeto, nomeadamente a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho); a Agência Galega de Emergências (AXEGA), beneficiário principal; a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte; o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM); a Guarda Nacional Republicana (GNR), a Junta da Galiza e a Junta de Castela e Leão.

Nesta sessão, o autarca ressalvou a importância do projeto para aumentar a resiliência do território perante os riscos naturais, bem como estabelecer protocolos de atuação conjunta, nas áreas do salvamento e emergência.

Cofinanciado pelo INTERREG VA Espanha-Portugal 2014-2020, este projeto visou a definição de um plano territorial de emergências transfronteiriças e a criação de uma rede unificada de gestão operacional de recursos humanos e materiais em situações de risco, de forma a permitirem, em conjunto, melhorar a gestão e a coordenação efetiva nas áreas de salvamento e emergência.

O ARIEM+ é um projeto de colaboração entre responsáveis da gestão e mobilização de recursos para as principais emergências do Norte de Portugal, do sul da Galiza e de Castela e Leão, cujos principais objetivos são aumentar a resiliência territorial face aos riscos naturais transfronteiriços e fomentar o investimento contra determinados riscos, garantindo a resiliência a catástrofes e desenvolvendo sistemas para a sua gestão.

No âmbito deste projeto transfronteiriço, foi possível entregar a várias Corporações de Bombeiros do Alto Minho, kits para operações de resgate e salvamento para intervenção em derrames de matérias perigosas e de monitorização e seguimento de fogo tático.

Por outro lado, organizaram-se diversas ações de capacitação no âmbito da proteção e socorro, dinamizadas pela Escola Nacional de Bombeiros; ações piloto de uso de fogo controlado/ fogo de supressão para a prevenção e combate dos incêndios florestais; assim como, em novembro de 2019, o seminário transfronteiriço FIRECAMP 2019.

Considerando o resultado deste projeto transfronteiriço, o autarca relevou a importância de se apresentar uma nova candidatura.

4a5dcfa0-a6bc-43dc-a8d7-a04a7e3d2c5f.jpg

024b64a7-c983-4898-a068-c3da0e6bed48.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ ASSINALA DIA INTERNACIONAL PARA A ELIMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

25 de Novembro

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez associou-se à campanha "não é uma questão de moda", lançada pelo Centro de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, em parceria com as 8 autarquias do Alto Minho, para assinalar o dia 25 novembro - DIA INTERNACIONAL PARA A ELIMINAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES.

violencia_mulheres3.JPG

Assim, transformaram 8 manequins em "vítimas de violência doméstica", caracterizando-as com marcas de violência física, marcas derivadas da violência sofrida, que foram colocados nos 8 concelhos de intervenção, nomeadamente em Arcos de Valdevez.

A ação, a desenvolver hoje, dia 25 novembro tem como objetivo sensibilizar a população para a problemática e alertar que a violência doméstica é um crime público e não está na moda. A violência doméstica é um problema real, uma responsabilidade de todos nós...

violencia_mulheres2.JPG

violencia_mulheres.JPG

ARCOS DE VALDEVEZ: ATIVIDADES NAS OFICINAS DE CRIATIVIDADE HIMALAYA COM GRANDE PROCURA

As Oficinas de Criatividade Himalaya têm sido palco de um conjunto de atividades diversificadas que permitem às crianças, famílias e público em geral, o contacto com conteúdos no âmbito da ciência, ecologia e sustentabilidade.

sol cozinheiro (4).JPG

Com grande procura e sempre esgotadas, as atividades têm sido um sucesso. Através dos temas, que vão desde os astros às plantas, procura-se que o público conheça de uma forma mais informal as várias facetas do Padre Himalaya.

Na oficina Sol Cozinheiro, por exemplo, as famílias puderam conhecer a figura e legado do Padre Himalaya como percursor do aproveitamento da energia do sol, ao construírem um forno solar que utiliza esta energia para cozinhar alimentos de uma forma segura, saudável e sustentável.

Já na Noite dos Astros, deu-se a conhecer os mistérios do céu noturno, através de uma visita guiada feita no Planetário, um dos poucos existentes no país. 

A palestra “O Sol: uma estrela aqui tão perto” teve como foco o nosso astro-rei, as suas caraterísticas, e a importância do seu estudo para o conhecimento científico da Humanidade. Como palestrante, contou com um arcuense de renome no âmbito Física e da Astronomia, o investigador João Fernandes, docente da Universidade de Coimbra.

Na próxima atividade, das plantas às essências, pretende-se explorar o Himalaya Botânico, a textura e cheiro das plantas e, através da destilação, proceder-se-á à isolação de óleos essenciais.

O mês de dezembro contará com mais duas atividades, Natal Sustentável e Oficinas de Férias. A primeira passará pela elaboração de decorações natalícias a partir de materiais sustentáveis. Já nas férias escolares, abrem-se as portas aos pequenos cientistas e convida-se os mais curiosos a descobrirem o mundo da ciência e do padre Himalaya através de atividades incríveis que ficarão na memória!

Todas as atividades requerem inscrição a partir do preenchimento de um formulário publicado nas redes sociais das Oficinas de Criatividade Himalaya. Não são feitas reservas para atividades cujas inscrições ainda não foram abertas.

Esteja atento, pois as próximas atividades prometem esgotar rapidamente!

Para mais informações contactar via e-mail ou telefone:

E-mail: oficinashimalaya@cmav.pt / Telefone: 258 247 326

sol cozinheiro (5).JPG

256070527_194604509513615_5955612810979131377_n.jp

256546646_194604496180283_72218548162359726_n (1).

DSC05268.JPG

DSC05274.JPG

DSC05284.JPG

ARCOS DE VALDEVEZ É AUTARQUIA FAMILIARMENTE RESPONSÁVEL

O Município de Arcos de Valdevez foi distinguido como Autarquia Familiarmente Responsável, integrando assim a lista dos 84 municípios distinguidos com Bandeiras Verdes pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) por terem adotado “políticas amigas da família”, apesar das restrições da pandemia.

protocolo cachena escolas2.JPG

Nos últimos anos a Câmara Municipal tem vindo a implementar diversas medidas e políticas sociais familiarmente responsáveis. Esta distinção reflete a atenção que o Municipio tem dado às políticas amigas das famílias, como o apoio às crianças e jovens desde a creche ao 12º ano, bolsas para o ensino superior, isenção e redução de impostos e taxas municipais, apoios às famílias desfavorecidas e instituições, entre outras medidas que contribuem para o aumento da qualidade de vida dos arcuenses.

O OAFR foi criado em 2008 pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas e para acompanhar, galardoar e divulgar as melhores praticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar para as famílias em geral.

Medidas Implementadas pelo Município:

  • Reforço da Ação Social Escolar através das atividades de enriquecimento curricular (AEC`S) e oferta de transportes escolares gratuitos, oferta de livros de fichas e atividades, apoio nas refeições escolares, no ensino digital, no prolongamento do horário e na criação de ATL`s; Atribuição de bolsas de estudo aos alunos do ensino superior;
  • Reforço do apoio às famílias e às pessoas desfavorecidas, através do apoio aos trabalhadores com perda de rendimentos, da linha de apoio a pessoas com necessidades especiais e do programa Vale de Compras “Recontro”;
  • Aplicação do IMI Familiar em que as famílias com dependentes beneficiam de mais uma dedução no IMI, no valor de 20 euros para 1 dependente, 40 euros para 2 dependentes e 70 euros para 3 ou mais dependentes;
  • Redução da taxa de IMI;
  • Redução da taxa de participação do Município no IRS aos munícipes;
  • Não aumento das Taxas e Tarifas municipais,
  • Aprovado um apoio ao pagamento das tarifas fixas de água e saneamento;
  • Oferta municipal de estágios curriculares e profissionais e intensificação das relações com as empresas, procurando agilizar a integração no emprego de jovens e desempregados;
  • Os jovens até aos 35 anos de idade beneficiam da isenção de IMT na aquisição de habitação própria;
  • Apoio à fixação de jovens no concelho através da requalificação de edifícios devolutos para arrendamento jovem apoiado;
  • Apoio na melhoria das condições de habitabilidade e realojamento em habitações de pessoas desfavorecidas;
  • Intensificação da cooperação com as entidades locais de saúde, ação social e proteção civil; Apoio financeiro à atividade corrente, à realização de obras e aquisição de equipamentos e na distribuição de equipamentos de proteção individual; Apoio à pessoa com deficiência e doentes oncológicos, entre muitas outras ações de sensibilização e de proximidade;
  • Promoção de programas e iniciativas de apoio ao envelhecimento ativo e saudável e de convívio intergeracional, no âmbito do Plano Municipal do Idoso;
  • Promoção da participação em programas e iniciativas de apoio à igualdade, integração e valorização social, no âmbito do Plano Municipal da Igualdade de Género e não Discriminação
  • Dinamização do Gabinete de Apoio ao Emigrante através do apoio no regresso e reinserção de emigrantes.

Transportes escolares.jpg

Untitled-4.png

20180929_115735.jpg

96415428_270654250993969_7323736657855774720_n.jpg

133432920_383665956065027_3837515796729998668_n.jp

alunos_centro escolar.JPG

EC2BEBB7-9EAE-439D-8E84-F190263F5F21.jpeg

entrega das bolsas de estudo5.JPG

ARCOS DE VALDEVEZ INAUGURA VIENAL DE ARTE

Inaugurada a D’Art Vez

Bienal de Arte estará patente ao público até dia 30 de janeiro 2021, na Casa das Artes concelhia, em Soajo e em Sistelo, bem como disponível em várias montras do comércio local de Arcos de Valdevez

258365901_185348990468343_3795497185644020325_n.jp

Foi inaugurada no passado sábado, dia 20 de novembro, na Casa das Artes, a bienal de Arte D’Art Vez, a qual conta com a coordenação de António Aguiar e a participação de 124 artistas e 152 obras expostas na Casa das Artes concelhia, nas montras de vários comércios da Zona Urbana da sede do concelho, na Casa do Povo de Soajo e na Casa do Castelo de Sistelo.

Este ano, para além de querer levar esta mostra para espaços culturais fora de portas da Casa das Artes e da sede do concelho, havia o objetivo de a levar para mais perto da comunidade, objetivo que foi amplamente conseguido através da disponibilização de várias obras em 13 montras do comércio local.

Os trabalhos com as crianças dos infantários voltaram também a ter grande relevo, através da OCA – Oficina da Casa das Artes nos Jardins de Infância Municipais já que a pintura da capa do catálogo é da autoria das crianças envolvidas neste projeto.

João Manuel Esteves, Presidente da Câmara Municipal, fez questão de agradecer a todos os envolvidos na organização desta bienal e o interesse e colaboração de todos os que quiseram nela participar.

Foi com alegria que o autarca viu o objetivo de promover a descentralização cultural ser concretizado.“Para além dos espaços culturais, agora é possível apreciar a arte quando vamos ao comércio local, ou visitamos o concelho. A D’Art vez proporciona a partilha da Cultura”, referiu atestando que o “investimento na cultura é um investimento feito no progresso da sociedade”.

“A D’Art Vez é um evento de referência no panorama das artes plásticas da região e é mais um motivo para visitar Arcos de Valdevez.

No domingo, dia 21 decorreu a inauguração da mostra na Casa do Povo de Soajo. A Inauguração da mostra na Casa Castelo em Sistelo está agendada para dia 28 de novembro, às 16h.

Faça uma visita a estes locais, passeie pelo concelho e aprecie a Arte!

dart vez 13.jpg

dart vez 2021_2.JPG

dart vez 2021_3.JPG

dart vez 2021_6.JPG

dart vez 2021_8.JPG

dart vez 2021_10.JPG

dart vez 2021_11.jpg

CRAV CONQUISTA VITÓRIA SOFRIDA NO PORTO

CDUP B e C.R. Arcos de Valdevez defrontaram-se no dia 20 de novembro no Estádio Universitário do Porto. O resultado cifrou-se em 15-37 favorável os minhotos, espelhando a superioridade dos visitantes e a boa réplica dada pela equipa da casa.

CDUP - CRAV 1.jpg

 O início de jogo foi disputado sob o signo do equilíbrio, com os visitados a quererem mostrar os seus pergaminhos de equipa da casa. Assim, aos 4 minutos inauguraram o marcador, com a conversão de uma penalidade, ao que o CRAV respondeu com outra dois minutos depois, restabelecendo a igualdade no marcador (3-3). No entanto, ao minuto 12, após nova penalidade a favor dos arcuenses (3-6), é o CDUP quem marca o primeiro ensaio (10-6).

Contudo a superioridade dos da casa durou pouco mais que 10 minutos. No minuto 23, o CRAV passa para a frente do marcador com o seu primeiro ensaio e não mais largou a posição de vencedor. Até ao intervalo, os minhotos viriam a fazer um segundo ensaio, deixando o resultado em 10-23.

Em campo estavam duas maneiras diferentes de estar em casa. De um lado, o CDUP, com uma equipa menos poderosa fisicamente, conseguia pontualmente algumas penetrações, explorando falhas defensivas do adversário. Por outro lado, esta jovem equipa do CDUP mostrava uma forte organização defensiva, que foi adiando a supremacia dos visitantes. Por sua vez, os arcuenses, como referido, mostraram alguma falta de acerto defensivo em alguns momentos do jogo, mas dominaram quase por completo as operações com um jogo vistoso e intenso, com várias perfurações em várias zonas do terreno, aproveitando a mobilidade das suas unidades.

O início da segunda parte foi o retrato fiel do jogo. Durante quase 25 minutos, o CRAV conseguiu instalar-se no meio campo adversário, dominando na grande maioria dos capítulos do jogo, visto que tinha a supremacia na posse de bola.  O terceiro ensaio dos minhotos, que finalmente tinham quebrado a defesa adversária, viria apenas ao minuto 67 (10-30). Três minutos depois, o CRAV lograva o quarto ensaio, equivalente ao ponto de bónus ofensivo. Tudo parecia estar bem encaminhado para os arcuenses, que atingiriam a plenitude dos objetivos: a vitória mais o ponto de bónus por quatro ensaios marcados ou mais três que o adversário. Todavia, a lutadora equipa do CDUP respondeu com um ensaio nos cinco minutos finais, invalidando o bónus ofensivo do CRAV, que voltou a querer marcar mais pontos, mas sem efeito perante a aguerrida defesa dos portuenses.

Em termos de balanço, o resultado espelha o que se passou no jogo, com um claro domínio da equipa arcuense, que teve uma forte réplica do seu adversário.

CDUP - CRAV 2.jpg

MUNICÍPIO ARCUENSE INICIA REVISÃO DO PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL DE ARCOS DE VALDEVEZ

O Plano de Desenvolvimento Social é um instrumento de definição conjunta de objetivos para a promoção do Desenvolvimento Social Local.

A Câmara Municipal de arcos de valdevez realizou a sessão inicial da revisão do Plano de Desenvolvimento Social do Concelho, com a presença de entidades de diversas áreas de atuação do Município: Ação Social, Inclusão, Igualdade, Saúde, Segurança, Proteção Civil, Desenvolvimento Económico, Emprego, Inovação, Cultura, Desporto e Associativismo.

plano desenvolvimento social.JPG

Neste primeiro encontro, ficou definido que todos os parceiros, de acordo com os grupos de trabalho, iriam dar os seus contributos para o diagnóstico social do território, identificando vulnerabilidades e ameaças, as potencialidades e as oportunidades a considerar em prol do desenvolvimento social e económico do Concelho.

Efetuado o diagnóstico avançar-se-á para a construção do Plano de Desenvolvimento Social, através da definição conjunta e partilhada de objetivos e estratégias de atuação prioritárias, que respondam às necessidades identificadas. Com este plano pretende-se atuar ao nível da redução da pobreza, do desemprego e da exclusão social, promover ações de animação das comunidades e da indução de processos de mudança, com vista à melhoria das condições de vida das populações.

Será também elaborada a Carta Social do concelho, a qual, identifica a rede de serviços e equipamentos sociais existentes no município, constituindo-se como num instrumento de suporte na tomada de decisão, de apoio à cooperação institucional e de informação ao cidadão.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, marcou presença no arranque deste processo e deixou claro que o envolvimento e a participação de todos é essencial para que todo este planeamento seja bem-sucedido e resulte na elaboração de documentos em que todos se revejam. “Precisamos do envolvimento e a participação de todos, pois só assim conseguiremos um desenvolvimento mais inclusivo, justo e sustentável”, afirmou.

plano desenvolvimento social2.JPG

MUNICÍPIO ARCUENSE REFORÇA APOIOS ESCOLARES AOS ALUNOS DO CONCELHO

A Câmara Municipal, à semelhança daquilo que vem acontecendo nos últimos anos, aprovou um reforço do apoio aos alunos através da comparticipação de livros de fichas para os alunos do 1º e 2º ciclo, sendo que àqueles que possuem escalão A e B são oferecidos na íntegra, e aos restantes é atribuído um apoio de 50% do valor dos mesmos.

alunosarcos.JPG

Neste sentido, e porque tem havido mais pedidos devido ao aumento do número de alunos novos a integrarem o Agrupamento, na última reunião de Câmara foi aprovado o reforço em mais 8 mil euros, do Protocolo relativo aos auxílios económicos, celebrado com a Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Valdevez, que passa a ter o valor global de 60.000,00€ de forma a cobrir todos os alunos.

É a pensar no futuro dos alunos e no apoio às famílias que a Câmara Municipal toma estas medidas, as quais são essenciais para a promoção do sucesso escolar e a integração dos jovens na sociedade.

ARCOS DE VALDEVEZ IMPLEMENTA PROJETO "CONDOMÍNIOS DE ALDEIA"

Celebrado protocolo Condomínios de Aldeia - Programa de Apoio às Aldeias Localizadas em Territórios de Floresta, apoiado pelo Fundo Ambiental

A Câmara Municipal celebrou com o Fundo Ambiental um protocolo para a implementação do projeto Condomínios de Aldeia - Programa de Apoio às Aldeias Localizadas em Territórios de Floresta, através do qual se pretende criar dois condomínios de aldeia, localizados no lugar da Quebrada na freguesia de Sistelo e no Lugar de Vilarinho das Quartas na freguesia de Soajo.

condominio de aldeias.jpg

As entidades parceiras serão os Baldios da Freguesia de Sistelo no Condomínio de Aldeia no Lugar da Quebrada, o Baldio da Freguesia de Soajo no condomínio de Aldeia no Lugar de Vilarinho das Quartas, e a Associação Florestal dos Vales do Minho, Coura, Âncora, Vez e Lima (ATLÂNTICA).

Através deste projeto, que é complementar ao programa ‘‘Aldeia Segura’’, pretende-se remover total ou parcialmente a biomassa florestal, através da afetação do solo a usos não florestais com o objetivo de reduzir, prevenir e minimizar os riscos associados a fenómenos de incêndios rurais e revitalização das atividades agrícolas e silvo pastoris e o fomento das atividades de turismo, lazer e recreação baseados nos recursos e valores naturais.

Através deste projeto serão disponibilizados apoios com a condição de enquadramento em projetos agregados, de modo a evitar ações isoladas, e que envolvam a comunidade/aldeia no seu conjunto, ou seja, organizados sob a forma de Condomínio.

O projeto Condomínio de Aldeia – Programa de apoio às aldeias localizadas em territórios de floresta é promovido pelo Fundo Ambiental e conta com um apoio de 50.000,00€.

condominio de aldeias2.jpg

CÂMARA MUNICIPAL DE ARCOS DE VALDEVEZ FORNECE CARNE DE CACHENA NAS ESCOLAS DO CONCELHO

Na última reunião de Câmara foi aprovada a renovação do protocolo de colaboração a celebrar entre o Município, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez, o Agrupamento de Escolas de Valdevez, a Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos do Agrupamento de Escolas de Valdevez e a UNISELF, com vista à continuidade do fornecimento de carne de cachena nos refeitórios escolares, cujo custo total estimado, para o ano letivo 2021/2022, é de 24.000,00€.

cachena5.JPG

Esta medida está enquadrada no Programa de Valorização dos Produtos e Produtores Locais - “Terras do Vez – Sabores e Tradições”, implementado pela autarquia.

Através dela, o Município e os seus parceiros pretendem promover, valorizar e divulgar os produtos locais, bem como melhorar a qualidade e o valor nutricional das refeições servidas aos alunos do Agrupamento de Escolas de Valdevez.

Esta iniciativa foi elogiada pela pelo Ministério da Educação, através da Direção Geral da Educação e Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares, e pela DGAV – Direção Geral de Alimentação e Veterinária, do Ministério da Agricultura, que entendem que é um projeto inovador e uma iniciativa amiga do ambiente, promotora da economia local e a Carne Cachena um produto local com uma pegada ecológica mais baixa e cultural, pois valoriza e promove tradições e saberes ancestrais, económica, já que contribui para a dinamização da produção e do comércio local, bem como contribui para melhorar a qualidade das refeições escolares.

foto tabuleiro - carne cachena2.png

protocolo cachena escolas2.JPG

PINTOR ARCUENSE MUTES EXPÕE NA ALEMANHA

Mutes convidado a expor em Berlim

A convite da Galeria  Von Zeidler Art Gallery, sediada em Westfalische Str 82 Berlim, (Alemanha), o pintor Arcuense Mutes vai estar presente numa exposição de pintura, no dia 19 de Novembro, a 91 th International Cultural Exchange of Arts.

Nesta mostra Internacional de Arte, participam 54 artistas plásticos oriundos de 14 Países.

Esta é a 15 exposição internacional do autor.

Exposição Berlim.jpg

COMÉRCIO DE ARCOS DE VALDEVEZ COM GRANDE DINAMISMO

PROCOM já aprovou projetos no valor de 800 mil euros

A Câmara Municipal relançou o PROCOM - Programa de Apoio ao Comércio de Arcos de Valdevez, uma iniciativa que se destina a apoiar a criação, expansão e/ou modernização de micro e pequenas empresas do comercio tradicional de Arcos de Valdevez.

Até ao momento foram realizadas 2 edições deste programa, em que o Município apoiou 40 estabelecimentos comerciais de várias freguesias do concelho, em cerca de 400 mil euros, sendo o investimento total destes projetos de mais de 800 mil euros.

O número de candidaturas apresentadas nesta segunda edição do PROCOM corresponde a cerca do dobro das apresentadas em 2020, o que reflete o dinamismo e vontade do comércio arcuense de melhorar, expandir e de se lançar em novos voos.

Os contratos de financiamento com as 26 empresas selecionadas já foram celebrados, sendo que o valor total do investimento destes projetos é da ordem dos 500 mil euros e o apoio do município no valor de 245 mil euros.

Destinado a todos os comerciantes do concelho de Arcos de Valdevez, e agora com uma maior abrangência para as empresas, os empresários em nome individual com contabilidade simples podiam candidatar-se ao PROCOM.

Esta é mais uma iniciativa da Autarquia arcuense de apoio às empresas, à criação de emprego e ao rendimento.

procom 1.png

procom 2.png

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA COMÉRCIO COM 3 MIL VALES DE DESCONTO

 “Natal em Arcos de Valdevez é Comércio Tradicional”

Campanha decorre de 1 de dezembro a 6 de janeiro de 2022 e visa promover a compra e o consumo de produtos e serviços no concelho de Arcos de Valdevez, dinamizando, assim, a economia local.

vale natal - Cópia.png

Porque o Natal representa uma época muito importante para o comércio local e, sendo este um dos setores mais castigados pela Pandemia COVID-19, a Câmara Municipal considera necessário criar estímulos para atenuar o impacto económico causado pela crise pandémica.

Neste sentido, o Município de Arcos de Valdevez vai lançar, de 1 de dezembro a 6 de janeiro de 2022, uma campanha para estimular o consumo local e apoiar o comércio do concelho durante a época natalícia.

Esta iniciativa será concretizada através da entrega de 3000 vales de desconto, com valor unitário de 5€, nos comércios aderentes, com o objetivo de incentivar os arcuenses e outros consumidores a comprarem no comércio local.

Por cada compra de valor igual ou superior a 20€, num dos estabelecimentos aderentes à campanha, o consumidor recebe o vale, podendo descontar diretamente nessa compra ou em outra compra em outro estabelecimento aderente.

Os vales de desconto são de uso único e são válidos até dia 6 de janeiro de 2022.

Poderão participar nesta iniciativa os estabelecimentos de comércio tradicional de todo o concelho de Arcos de Valdevez, de área inferior a 200m2, desde que cumpram as condições de participação e cuja atividade principal seja venda de produtos alimentares, vestuário e calçado, artigos de desporto, produtos de higiene pessoal e de higienização da habitação, artigos para o lar, decoração e retrosarias, eletrodomésticos, informática e telecomunicações, brinquedos, barbeiros e cabeleireiros, livrarias e papelarias, floristas, fotografia, etc.

Para aderirem a esta campanha, os proprietários de estabelecimentos de comércio devem ter sede e localização da empresa no concelho de Arcos de Valdevez; preencher o formulário de adesão disponível em www.cmav.pt  ou www.aciab.pt; e afixar o cartaz de identificação de estabelecimento aderente (em caso de espaço físico) em local visível.

Esta é mais uma medida da Câmara Municipal para promover a dinamização e revitalização do comércio, nomeadamente o comércio tradicional.

natal é comércio tradicional - cartaz.png

MUNICÍPIO ARCUENSE APOIA OCUPAÇÃO DOS TEMPOS LIVRES DOS ALUNOS DAS ESCOLAS BÁSICAS

Mais de 21 mil euros para apoiar as Famílias através dos ATL

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez continua a apoiar o serviço de Atividades de Ocupação dos Tempos Livres para os alunos da Escola Básica Padre Himalaya, em Távora Sta. Maria, e da Escola Básica Dr. Manuel da Costa Brandão, em Sabadim.

IMG_2410.JPG

 Na última reunião de Câmara aprovou a atribuição de apoios no valor de 880,00 mensais a atribuir à ADECAS – Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim e ao Centro Recreativo e Cultural de Távora, as duas associações que asseguram o funcionamento dos ATL no presente ano letivo. Atualmente cada uma destas associações tem 44 alunos inscritos neste serviço de apoio aos alunos e famílias.

Através desta resposta é possível apoiar as famílias destas localidades, já que os alunos saem das escolas ao final do dia e estão nestes centros até às 20h00, sendo apoiados nos estudos, realizando atividades e praticando desporto. Assim, os pais podem trabalhar e realizar outras tarefas durante este período.

A Câmara Municipal continua, assim, a apoiar e incentivar a fixação das pessoas nos seus locais de residência e dos alunos nestes centros escolares fora da sede do concelho.

IMG_2409.JPG

7D87DBA6-4A25-43FE-A1E6-06277122BDE3.jpeg

68DC3AF3-046A-4267-B6D1-51F53DEF5618.jpeg

EC2BEBB7-9EAE-439D-8E84-F190263F5F21.jpeg

CRAV-BRAGA: DUELO MINHOTO AO SOL MAS MORNO!

Na quinta jornada da primeira fase com campeonato Nacional 1, a equipa do C.R. Arcos de Valdevez esmagou o Braga Râguebi com um contundente 73-03.

CRAV Vs BRAGA 1.jpeg

Na radiosa tarde de 14 de novembro, os adeptos que assistiram ao CRAV – Braga estiveram longe de presenciar um jogo emocionante. Com efeito, a supremacia arcuense foi incontestável desde o início, refletindo a diferença de patamares e objetivos entre as duas equipas: enquanto que o CRAV assumidamente anseia pela conquista do campeonato, os da cidade dos arcebispos procuram a consolidação que lhes permita a manutenção no escalão.

A diferença também se mostrou a nível dos modelos de jogo. Enquanto os visitantes procuravam contrariar o adversário impondo situações de contacto no bloco avançado, com destaque para a capacidade e disponibilidade da terceira linha, os arcuenses apostaram nas circulações rápidas de bola, com fixações rápidas de modo a colocar o jogo junto às linhas laterais. Com efeito, aproveitando as dificuldades do adversário ao nível da defesa, os arcuenses cedo conseguiram bater a último reduto bracarense, marcando o primeiro ensaio logo aos três minutos de jogo (7-0). O Braga Râguebi ainda reagiu, obtendo pouco depois uma penalidade no meio campo adversário, que lhe permitiu reduzir a diferença no marcador (7-3).

No entanto, a resistência visitante foi sol de pouca dura. Com efeito, mau grado a opção tática do Braga Râguebi em procurar impor os seus avançados, foi o CRAV que afirmou a sua supremacia nas formações ordenadas e foi dominando o jogo em termos de posse de bola, mostrando-se também eficaz nos alinhamentos. Passado um momento de uma certa atrapalhação, com vários “avants” que interrompiam a continuidade das jogadas, o CRAV foi acertando agulhas, à medida que os ensaios se somavam. Foram seis ensaios sem resposta na primeira parte, que fixaram o resultado em 38-3.

Na segunda parte, o jogo entrou numa fase incaracterística. Nos 15 minutos iniciais foi o Braga Râguebi a dispor da posse de bola, aproveitando bem o facto de se terem feito várias substituições em simultâneo na equipa do CRAV, que precisou de algum tempo para se reorganizar. Daqui resultou um domínio bracarense, não conseguindo todavia traduzir esta maior posse de bola nem em domínio territorial nem em pontos. Depois disso, o CRAV voltou à catadupa de ensaios, logrando marcar ainda mais quatro. Nos últimos cinco minutos, em defesa da sua honra, o Braga procurou um ensaio para encerrar o jogo, estando muito perto da linha de ensaio adversária. No entanto, uma intercepção de Henrique Calheiros viria a matar o sonho bracarense com o décimo primeiro ensaio do CRAV e o quarto da conta pessoal do atleta no jogo.

Na próxima jornada, o CRAV deslocar-se-á ao Estádio Universitário do Porto, onde defrontará a equipa do CDUP a militar neste escalão.

CRAV Vs BRAGA 2.jpeg

CRAV Vs BRAGA 3.jpeg

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA DIAS NA NATUREZA NA PORTA DO MEZIO

Dias na Natureza na Porta do Mezio

20 e 21 de Novembro

A Porta do Mezio está a preparar um fim-de-semana repleto de atividades na Natureza que não pode perder!

Inscreva-se!

Contactos: 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Dia 20 - Sábado

09h30 - Jeep tour Mezio 55%OFF

10h00 – Trilho Pedestre “Das lagoas da Travanca à Porta do Sol e ao Baloiço do Mezio”

11h15 - Jeep tour Mezio 55%OFF

14h00 – Tour Panorâmico ao Parque Nacional da Peneda-Gerês (saída desde a vila de Arcos de Valdevez) Grátis

14h30 – Oficina “Cogumelos Silvestres de Outono”

15h00 - Observações Solares

14h30 - Parque Aventura do Mezio: Arborismo e slide 50%OFF

Dia 21 - Domingo

09h00 – Trilho Pedestre “Pelas cumeadas da Serra do Soajo”

10h30 - Passeios a cavalo no Mezio 15%OFF

14h00 – Tour Panorâmico ao Parque Nacional da Peneda-Gerês (saída desde a vila de Arcos de Valdevez) Grátis

14h30 - Batismos a cavalo

14h30 - Parque Aventura do Mezio: Arborismo e slide 50%OFF

Descrição das Atividades:

Atividade 1 - Jeep Tour do Mezio

Uma experiência única às portas do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Um tour pelo Mezio que o vai levar a descobrir este maravilhoso lugar num jipe Land Rover. Vai poder visitar as deslumbrantes lagoas da Travanca e visitar o maior baloiço panorâmico de Portugal.

Horário do 1º tour: 09h30 às 11h00

Horário do 2º tour: 11h15 às 12h45

Pontos de passagem: Porta do Mezio, Baloiço do Mezio, Porta do Sol, Mata do Mezio, Travanca, Lagoas da Travanca, Núcleo Megalítico do Mezio, Gião.

Preço (55% desconto): 15€ 

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 2 – Trilho Pedestre “Das lagoas da Travanca, à Porta do Sol e ao Baloiço do Mezio”

Caminhada pelos bosques e riachos do Mezio, em pleno Parque Nacional da Peneda-Geres, desde a Porta do Mezio até às lagoas da Travanca, à Porta do Sol e ao baloiço do Mezio. Teremos árvores despidas, folhas caídas, cogumelos e muitas cores do Outono dignas de muitas fotografias.

Será um passeio suave desenhado também para pais e filhos.

Hora de início: 10h00

Hora de fim: 12h30

Pontos de passagem: Porta do Mezio, Mata da Travanca, Lagoas da Travanca, Porta do Sol, Baloiço do Mezio

Extensão: 6,5 km

Preço: 3€/pax

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 3 - Tour em Autocarro Panorâmico ao Parque Nacional da Peneda-Gerês

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, único no país é um local maravilhoso. Venha descobrir alguns dos mais belos recantos deste Parque Nacional num tour em autocarro panorâmico.

Hora de início: 14h00

Hora de fim: 17h00

Pontos de passagem: Vila de Arcos de Valdevez, Porta do Mezio, Vila do Soajo
Preço: grátis

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Programa:

14h30 – Saída do Parque da Azenha de Arcos de Valdevez

15h00 – Visita à Porta do Mezio

16h00 – Visita à Vila do Soajo

17h00 – Regresso a Arcos de Valdevez

Atividade 4 – Oficina “Cogumelos Silvestres de Outono”

Esta atividade consistirá num pequeno passeio para observação de cogumelos, com o intuito de dar a conhecer a grande biodiversidade que caracteriza este grupo de seres vivos.

Durante a caminhada serão visitados locais representativos dos principais tipos de habitats existentes, tais como bosques de resinosas, de folhosas e matos.

Venha maravilhar-se com estes magníficos fungos que habitam a nossa Serra.

Hora de início: 14h30

Hora de fim: 16h30

Preço: 10€/pax

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 5 – Observações Solares

Sessões de observação solar, com recurso a telescópios, onde é explorada a natureza do Sol enquanto estrela, a sua origem e evolução.

Hora de início: 14h30

Hora de fim: 16h30

Preço: 2€/pax (gratuito até aos 5 anos)

Atividade 6 – Parque Aventura: Arborismo e Slide

Traga a sua família ou amigos à Porta do Mezio para um dia cheio de aventura. O arborismo é constituído por vários percursos possíveis com diferentes graus de dificuldade, adequado para todos os gostos. Uma experiencia fascinante, onde terá de transpor obstáculos entre plataformas fixadas nas copas das árvores. Com recurso a escalada, pontes suspensas, cordas em escada e redes terminando num emocionante slide de mais de 100 metros.

Todas as atividades são realizadas com máxima segurança e acompanhamento. Parta nesta aventura connosco.

Hora de início: 14h00

Hora de fim: 17h00

Preço (50% desconto):

- Circuito esquilo (5 pontes e slide) – 5€/pax

- Circuito águia-real (10 pontes e slide) – 7,5€/pax

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 7 – Trilho Pedestre “Pelas cumeadas da Serra do Soajo”

Venha caminhar pela Serra do soajo, em caminhos de pastores em pleno território do lobo ibérico, visitar o fojo do lobo, observar algumas manadas de cavalos garranos em liberdade e as espécies de fauna e flora características do local.

Um excelente programa com experiências que promete ficar na memória.

Hora de início: 9h00

Hora de fim: 12h30

Pontos de passagem: Travanca, Lagoas da Travanca, Branda de Berzavô, Cabeço dos Bicos, Calçada dos Bicos, Fojo da Cabrita, Branda de Bostejãos, Casa Florestal da Junqueira

Extensão: 12 km

Preço: 10€/pax

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 8 – Passeios a cavalo no Mezio

Sempre desejou fazer um passeio a cavalo? A Porta do Mezio traz-lhe a oportunidade de realizar esse desejo.

Venha explorar a montanha e deliciar-se com as belíssimas paisagens da forma mais bela: num encantador passeio a cavalo.

Hora de início: 10h30

Hora de fim: 11h30

Pontos de passagem: Porta do Mezio, Mata do Mezio, Baloiço do Mezio

Extensão: 3 km

Preço (15% desconto): 30€/pax 

Inscrições limitadas e obrigatórias – 258 510 100 / portadomezio@ardal.pt

Atividade 9 – Batismos a cavalo Garrano

Esta é uma oportunidade única para aqueles que nunca tiveram a experiência de andar a cavalo.

Venha desfrutar desta experiência inesquecível e conhecer os pequenos e robustos cavalos de raça Garrana.

Hora de início: 14h30

Hora de fim: 16h30

Preço: 2€/pax (gratuito até aos 5 anos)

Cartaz1_Dias na Natureza.jpg

Cartaz2_Dias na Natureza.jpg

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ VOLTA A OFERECER PINHEIROS DE NATAL

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez vai oferecer, no Mercado Municipal, “Pinheirinhos de Natal” a todos os interessados.

avore de natal.jpeg

A iniciativa da Câmara Municipal visa evitar o corte indiscriminado de árvores no concelho e, ao mesmo tempo, criar condições para que os munícipes não fiquem privados de um dos mais simbólicos elementos do Natal: o pinheiro.

Estes pinheiros, oferecidos pelo Município para a decoração de Natal, são cortados pelos sapadores florestais, em zonas selecionadas para operações de silvicultura preventiva, proporcionando assim melhores condições de desenvolvimento às restantes árvores envolventes.

Os pinheirinhos ficarão disponíveis para entrega gratuita a partir do próximo dia 26 de Novembro.

Os interessados deverão dirigir-se à secretaria do Mercado Municipal no horário das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30h.

A Câmara Municipal aproveita para agradecer também a colaboração dos Baldios de S. Jorge na escolha e doação dos exemplares a distribuir.

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

Camara Municipal - Cópia (3).JPG

REUNIÃO ORDINÁRIA DE 11 DE NOVEMBRO DE 2021

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

No Período Antes da Ordem do Dia o Sr. Presidente deu nota das varias atividades culturais a decorrer nos diversos espaços do Município, tendo realçado a realização da iniciativa “De repente canta a gente”.

Esta iniciativa pretende divulgar uma vertente do património imaterial tradicional do Alto Minho - os Cantares ao Desafio.

Trata-se de uma iniciativa da CIM- Alto Minho e do Município de Arcos de Valdevez.

No caso específico do concerto da Casa das Artes de Arcos de Valdevez e do projeto realizado neste concelho, teremos ainda a presença de um artista local – o Produtor e DJ arcuense Freak J - cuja performance se insere na vertente de novas abordagens dos Cantares ao Desafio, que vai agregar esta forma de cantar tradicional às novas estéticas da música eletrónica e de DJ. O espetáculo conta ainda com as presenças dos músicos e cantadores locais Carlos Rodrigues e Leiras de Soajo.

Deu nota igualmente da abertura da mostra D’Art Vez no próximo dia 20 de novembro, pelas 22h na Casa das Artes. Esta mostra irá abranger a sede do concelho, Soajo e Sistelo.

Também informou que foi celebrado o protocolo “Condomínio de Aldeia” - Programa de apoio às aldeias localizadas em territórios de floresta, promovido pelo Fundo Ambiental, cujo objetivo é garantir a remoção total ou parcial da biomassa florestal, através da afetação do solo a usos não florestais com o objetivo de reduzir, prevenir e minimizar os riscos associados a fenómenos de incêndios rurais e revitalização das atividades agrícolas e silvo pastoris e o fomento das atividades de turismo, lazer e recreação baseados nos recursos e valores naturais.

Por fim, informou que na próxima segunda-feira, dia 15 de novembro pelas 15h, no CMIT, decorrerá a sessão inicial da revisão do Plano de Desenvolvimento Social do Concelho

APOIO ATL

Foi aprovado apoiar o Centro Recreativo e Cultural de Távora Santa Maria, no funcionamento do seu ATL, o qual se encontra em plena atividade, registando um total de 44 alunos inscritos, o que representa um crescimento comparativamente ao ano escolar anterior superior a 30%. 

Nesse enquadramento, foi aprovada a atribuição de um apoio de 880,00 euros mensais, a reavaliar no final de cada trimestre, conforme ocorrido nos anos transatos.

Idem, A ADECAS – Associação Desportiva e Cultural de Aboim/Sabadim, no âmbito do funcionamento do seu ATL o qual neste ano letivo, acompanha cerca de 44 alunos da Escola Básica Dr. Manuel Brandão, a realizar na sua instituição.

Nesse enquadramento, foi aprovada a atribuição de um apoio de 880,00 euros mensais, a reavaliar no final de cada trimestre, conforme ocorrido nos anos transatos.

Protocolo de Cooperação nO âmbito do Curso Técnico Superior Profissional de Mecânica Automóvel: foi aprovado o protocolo de cooperação entre o IPVC e o Município no âmbito do Curso Técnico Superior Profissional de Mecânica Automóvel, prevendo um apoio financeiro do Município de 40.000,00 Euros, para a implementação de uma Área Alimentar (bar e cantina), na qual serão disponibilizadas refeições aos alunos.

Auxílios Económicos 2021/2022 - Reajustamento ao Protocolo estabelecido com a Associação de Pais e Encarregados de educação do Agrupamento de Escolas de Valdevez: foi aprovado o pagamento à Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Valdevez, o valor de 8.102,35€, passando assim a considerar-se o valor total do Protocolo em 60.000,00€.

Transportes Escolares 2021/2022 - Pedido de reajustamento ao Lote 12: devido ao aparecimento de novos pedidos de transporte foi aprovado um reajustamento do valor adjudicado à empresa Táxis Rocha e Fernandes Lda. para o lote 12, o qual passará de 98€ para 108€/dia.

PROTOCOLO DE VALORIZAÇÃO DOS PRODUTOS LOCAIS NAS REFEIÇÕES ESCOLARES DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALDEVEZ: foi aprovada a renovação do Protocolo de Colaboração a celebrar entre o Município, a Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez, o Agrupamento de Escolas de Valdevez, a Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos do Agrupamento de Escolas de Valdevez e a UNISELF - Sociedade de Restaurantes Públicos e Privados, SA, com vista à continuidade do fornecimento de carne de cachena nos refeitórios escolares, cujo custo total estimado, para o ano letivo 2021/2022, é no valor de 24.000,00€ (vinte e quatro mil euros).

Reabilitação, Construção e Beneficiação de Vias Municipais (Bloco 12) - Obras de Correção de Traçados para Melhoria da Segurança Rodoviária: foi aprovado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Martins & Filhos, S.A., pelo valor de 123.727,50 euros, e prazo de execução de 180 dias.

Pedido de abertura de procedimento concursal para instalação de “Mosaicos FGC e Controlo de Invasoras Lenhosas do Município de Arcos de Valdevez”: foi aprovada a abertura de procedimento pelo valor base de 332.000,00 euros, e prazo contratual de 365 dias;

Recuperação da derrocada de Sistelo - Arcos de Valdevez | 2ª Fase: foi aprovado o projeto de execução da obra referida em epígrafe.

O projeto de execução em referência diz respeito à 2ª fase da obra de Recuperação da Derrocada de Sistelo, levada a efeito pelo Município de Arcos de Valdevez.

No essencial, esta 2ª fase, repõe, com rigor, a urografia, os socalcos (e seus suportes) as infraestruturas de rega e agrícolas - pré-existentes ao deslizamento de terras - garantindo a reconstituição da “paisagem natural, declarada pela UNESCO como reserva mundial da biosfera e classificada como monumento nacional - Paisagem Cultural de Sistelo”.

Os trabalhos a realizar no âmbito da 2 ª fase, cujo custo total encontra-se estimado em cerca de 540.674,40€, incluem:

- Desassoreamento do rio (na zona de derrocada) e restabelecimento das margens.

- Remoção de caminhos de acesso e plataforma do estaleiro de obra.

- Reconstrução de muros de suporte em alvenaria sobre lintel de betão armado.

- Escavação e aterro (por camadas) para reconstituição dos socalcos pré-existentes.

- Restabelecimento de todas as infraestruturas de rega, servidões, portais e ramadas.

- Reposição da camada arável/terra vegetal nos campos agrícolas.

Adenda ao Contrato para Alocação de Verbas no âmbito dos Programas PART e PROTRansP: foi aprovada uma adenda ao "Contrato para Alocação de Verbas no âmbito dos Programas PART e PROTRansP", acrescentando o valor de 29.337,95€ (vinte e nove mil e trezentos e trinta e sete euros e noventa e cinco cêntimos), bem como uma adenda aos contratos outorgados com as operadoras Salvador Alves Pereira, Lda e Auto Viação Cura, Lda, no âmbito da execução dos programas PART e PROTransP.

PEDIDO DE RECONHECIMENTO DE BENEFICIO FISCAL À AQUISIÇÃO DE HABITAÇÃO POR JOVENS NO CONCELHO DE ARCOS DE VALDEVEZ – SUBSTITUIÇÃO DE DELIBERAÇÃO: foi aprovado um pedido de reconhecimento do benefício da isenção total do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) na aquisição de imóvel destinado a habitação própria e permanente do agregado familiar, ao abrigo das normas do Regulamento Municipal para a Concessão de Incentivo Fiscal à Aquisição de Habitação por Jovens no concelho de Arcos de Valdevez.

Aquisição de gasóleo rodoviário para a frota municipal (2022): foi aprovado proceder à abertura de um procedimento concursal conducente à aquisição de gasóleo rodoviário pelo valor base de 100.000,00 euros, cujo fornecimento vigorará durante o ano económico de 2022;

Pedido de autorização para abertura de procedimento para aquisição de Equipamentos de Proteção Individual para os trabalhadores do Município - anos 2021/2022: foi aprovada a abertura de procedimento para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual e Fardamento para os trabalhadores do Município, anos 2021/2022, pelo valor base de 37 750,00 euros, 8.000,00 euros em 2021 e 29.750,00 euros em 2022 e prazo contratual de 365 dias.

EXPANSÃO DA REDE DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS A COUTO - TRAMOS 4.2 E 4.3: foi aprovado o auto de consignação da empreitada referida em epígrafe, adjudicada à empresa Habimonção, Lda., pelo valor de 77.836,98 euros, e prazo de execução de 90 dias.

PEDIDO DE REVISÃO DE RENDA DE HABITAÇÃO SOCIAL: foi aprovado o pedido da revisão da renda de um agregado familiar do concelho.

Pedido de apoio económico - Processo 116/2021: foi aprovado atribuir a um agregado carenciado do concelho um apoio económico no valor de 512,91€, para pagamento dos serviços de ligação da água desde o interior da habitação até à rede de abastecimento pública.

PEDIDO DE APOIO PARA O PAGAMENTO DA TARIFA DE ÁGUA E SANEAMENTO: de acordo com os critérios de atribuição previstos no Regulamento Municipal de apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade social, foi aprovado um pedido de apoio para o pagamento da tarifa de água e saneamento.

LIMPEZA DE EDIFÍCIOS DO SERVIÇO DE CULTURA E TURISMO - ANO 2021 e PF 616/2020 - LIMPEZA DE EDIFÍCIOS DO SERVIÇO DE DESPORTO - ANO 2021: foi aprovada a renovação do contrato, ao abrigo do legalmente previsto, por igual período de um ano. 

 “Trail Olhar Encantador”

Foi aprovado apoiar a Associação Olhar Encantador, no valor de 3.000,00 euros para ajudar a fazer face aos custos com a organização da terceira edição do Trail Olhar Encantador.

Mobilidade Urbana - Entrada Norte - Avenida de ligação da Rotunda da Solidariedade à Rotunda da Variante | MODIFICAÇÕES OBJETIVAS DO CONTRATO: foi deliberado aprovar os respetivos trabalhos a menos e trabalhos complementares, que resultam das modificações expostas e implicam o seguinte:

- Trabalhos a menos no valor de 61.270,30 euros, que correspondem a 5,31% do valor do contrato;

- Trabalhos complementares de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 73.181,83 euros, que correspondem a 6,34% do valor do contrato;

- Trabalhos complementares de espécie não prevista no contrato inicial no valor de 52.336,78 euros, que correspondem a 4,54% do valor do contrato.

Assim, perfaz-se um diferencial de 64.248,31 euros que corresponde a 5,57% do valor do contrato da empreitada.

Escola Básica Prof. António Melo Machado - Drenagens e pavimento exteriores- Aprovação de modificações objetivas: foi deliberado aprovar os respetivos trabalhos a menos e trabalhos complementares: 

- Aprovação de trabalhos a menos no valor de 1.081,31 euros (S/IVA);

- Aprovação de trabalhos complementares de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 252,50 euros (S/IVA);

- Aprovação de trabalhos complementares de espécie não previstas no contrato inicial no valor de 829,81 euros (S/IVA).

Reabilitação de passeios na área urbana da sede do concelho | Aprovação de trabalhos: foram aprovados trabalhos complementares de espécie prevista no contrato no valor de 9.082,00 euros; bem como aprovada a prorrogação legal de prazo de 20 dias, até 24/11/2021.

Mobilidade Urbana - Entrada Norte - Avenida de ligação da Rotunda da Solidariedade à Rotunda da Variante: foi aprovada a prorrogação do prazo solicitada a título GRACIOSO por 49 dias, isto é, até 17 de dezembro de 2021, devendo ser solicitado ao empreiteiro a apresentação do plano de trabalhos ajustado e o correspondente plano de pagamentos.

CENTRO INTERPRETATIVO DO SOAJO - Alteração e adaptação funcional de edifício: + a prorrogação do prazo solicitada a título GRACIOSO por 20 dias, isto é, até 21 de novembro de 2021.

Reconstrução de passagem hidráulica no CM 1284 - Avelar – Cabreiro: foi autorizada a liberação de 100% da caução, por terem decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Ligação entre o IC 28 e o Parque Empresarial de Mogueiras - Troço A (Entrada Sudoeste da Sede do Concelho): foi autorizada a liberação de 60% da caução total, por terem decorrido 2 anos completos desde a receção provisória.

Reabilitação, Construção e Beneficiação de Vias Municipais - BLOCO 9 (Gondoriz, Vilafonche, Guilhadeses, Oliveira e Couto): foi aprovada a prorrogação do prazo solicitada a título GRACIOSO por 72 dias, isto é, até 15 de dezembro de 2021.

Reabilitação, Construção e Beneficiação de Vias Municipais - Infraestruturas, Drenagens, Obras Acessórias e Pavimentações em Várias Freguesias: foi autorizada a liberação de 100% da caução total, por terem decorrido 5 anos completos desde a recção provisória.

Reabilitação da EN 202-2 (Entre a Ponte e o CM 1295) – Gondoriz: foi aprovada a homologação do auto e liberação da caução nos termos deste.

Ampliação do PE das Mogueiras e do PE de Paçô - Terraplanagem de lotes: foi aprovada a homologação do auto e liberação da caução nos termos deste.

Pavimentação do Caminho de Acesso à Habitação Social – Guilhadeses: foi autorizada a liberação de 60% da caução total, por terem decorrido 2 anos completos desde a recção provisória.

Construção de dois abrigos para passageiros em Travassos e Barral, na freguesia de Oliveira: foi autorizada a liberação da totalidade da caução inicial (100%), por ter decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Revitalização e valorização de Espaços Urbanos - reconstrução de muros nas margens do Vez: foi autorizada a liberação de 100% da caução, por ter decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Construção de muros de suporte em Arcos S. Paio, Cabreiro, Guilhadeses, Jolda Madalena, Sabadim e Sistelo: foi autorizada a liberação de 100% da caução, por ter decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Reabilitação e construção de muros de suporte - CM 1306 (Leirada): foi autorizada a liberação da totalidade da caução inicial (100%), por ter decorrido 5 anos completos desde a receção provisória.

Escola Padre Himalaia - Alteração e Ampliação do Jardim de Infância: foi aprovado o valor provisório da revisão de preços dos autos de medição n.º 1 a 14 da obra supracitada no valor de 5.756,29 euros (cinco mil, setecentos e cinquenta e seis euros e vinte e nove cêntimos), ou seja, valor a ser pago ao empreiteiro.

EXPANSÃO DA REDE DE SANEAMENTO A SOUTO E SANTAR - BACIA DE DRENAGEM 2 - PROVA-PAÇÔ- APROVAÇÃO DE TRABALHOS: foi aprovado proceder à aprovação dos respetivos trabalhos a menos e trabalhos complementares:

 - Aprovação de trabalhos a menos no valor de 7.920,36 euros (S/IVA);

 - Aprovação de trabalhos complementares de quantidades não previstas no contrato inicial no valor de 13.777,75 euros (S/IVA).

 - Aprovação de trabalhos complementares de espécie não previstas no contrato inicial no valor de 6.600,00 euros (S/IVA).