Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ARCOS DE VALDEVEZ CONSOLIDA MARGENS DO RIO VEZ

Protocolo com a APA para limpeza das linhas de água, consolidação e reflorestação das margens em Arcos de Valdevez

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez celebrou, com a Agência Portuguesa do Ambiente, no passado sábado, em Alijó, um protocolo no valor de 100 mil euros, numa sessão que contou com a presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes e do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

protocolo APA

Este protocolo visa investir em projetos de regularização fluvial, nomeadamente ao nível da limpeza de ribeiras, da garantia de condições de escoamento e da intervenção nas margens para diminuir o risco de erosão.

O investimento vai ser feito ao abrigo do Fundo Ambiental.

A APA celebrou protocolos com 18 municípios afetados pelos fogos florestais de 2017, sendo objetivo concretizar intervenções que permitam o bom funcionamento da rede hídrica afetada pelos incêndios, para prevenir constrangimentos de escoamento e arrastamento anormal de solos em período de chuvas.

A verba agora disponibilizada vai servir também para recuperar áreas afetadas e algumas infraestruturas. João Esteves, presidente da Câmara Municipal, avança que o Município irá aplicar o dinheiro “na limpeza das linhas de água, consolidação e reflorestação das margens, por causa da erosão dos solos que agora estão desprotegidos e na consolidação de taludes”.

30762884_2005385409472130_2157346225594985897_n

CAMADAS JOVENS DO CRAV VIVEM JORNADA FRUSTRANTE

Sub-16 e Sub-18 Enfrentaram o Direito na Taça de Portugal

 No passado domingo, dia 22, os sub-18 receberam o GD Direito num jogo a contar para a fase final da Taça de Portugal. O CRAV perdeu o encontro por 14-55 e entram na competição com um resultado que pode vir a ser prejudicial para a luta pela disputa dos lugares cimeiros.

sub-16 crav vs direito(1)

O encontro até começou bem para os sub-18 arcuenses que tiveram a oportunidade de inaugurar o marcador.No entanto, a equipa da casa começou a ceder aos poucos, cometendo algumas falhas que foram cruciais para que o resultado ao intervalo fosse desfavorável, fixado em 0-24.

Na segunda parte, o CRAV começou por reduzir o marcador, mas a supremacia da equipa adversária era evidente.Com um rugby mais competitivo, os jogadores do Direito não permitiram que a equipa local tivesse qualquer pretensão de mudar o percurso de jogo.

Por sua vez, os sub-16 receberam a equipa do Direito num jogo também a contar para a Taça de Portugal. Os jovens atletas do CRAV também perderam por 7-66.

A equipa lisboeta desde o início  tomou conta do jogo e demonstrou ser expressamente uma equipa bastante superior. Já oCRAV apresenta-se neste escalão com um grupo algo fragilizado, tendo que recorrer à utilização de alguns elementos do escalão inferior sub-14. Porém, durante o jogo estes jovens demonstraram bastante empenho e um grupo unido, com pretensões de construir uma equipa coesa.

sub-16 crav vs direito(2)

sub-18 crav vs direito(1)

sub-18 crav vs direito(2)

CAMPEONATO NACIONAL DA 1ª DIVISÃO: CRAV CARIMBA PASSAPORTE PARA A FINAL

Final Será Disputada Frente ao S. Miguel a 5 de Maio na Bairrada

Foi um ambiente de grande nervosismo e entusiasmo aquele que se viveu no Estádio Municipal de Rugby de Arcos de Valdevez, no passado dia 21 de abril. Pelas 16 horas soou o apito inicial da meia-final que colocou frente a frente CRAV e Guimarães.

CRAV meia-final(6)

A equipa arcuense era claramente favorita à vitória e foi isso mesmo que demonstrou ao longo dos 80 minutos de jogo, confirmando-se a sua supremacia no resultado final de 25-6.

Os pontos do jogo foram essencialmente marcados na primeira parte, como destaca o treinador do CRAV, Renato Rodrigues, “fomos melhores na primeira parte, marcando duas penalidades e dois ensaios, o que nos permitiu sair para o intervalo com uma boa vantagem”.

Com esta vitória o CRAV garantiu um lugar na final que se realizará na Bairrada, no dia 5 de maio. O outro finalista é o S. Miguel que bateu o Caldas por 15-17 na outra meia-final.

CRAV meia-final(1)

CRAV meia-final(2)

CRAV meia-final(3)

CRAV meia-final(4)

CRAV meia-final(5)

FESTA DO RUGBY JUNTA ATLETAS EM COIMBRA

Festa do Rugby em Mais um Convívio Regional

No dia 22 de abril, as equipas sub-8, sub-10 e sub-12 do CRAV deslocaram-se a Coimbra para participar em mais uma jornada de convívio regional.

Com o tempo atmosférico a contribuir largamente para o sucesso do evento, as equipas presentes preocuparam-se em divertir-se e jogar Rugby, indo ao encontro dos ideais de fruição e desportivismo que estão na base desta modalidade.

convivio regional coimbra

ARCOS DE VALDEVEZ QUER FIXAR OS JOVENS NO CONCELHO

Arrendamento Jovem: Município promove fixação, atração e autonomização dos jovens

São objetivos do Município fixar e atrair jovens no concelho; promover a dinamização e revitalização dos aglomerados urbanos.

casa_arendamento_jovem_valeta2

O Município de Arcos de Valdevez tem implementado um conjunto de medidas onde se pretende apoiar a fixação de jovens no concelho, tais como, a isenção do IMT pra jovens, a promoção do emprego, a valorização da formação profissional, o apoio ao arrendamento jovem, o apoio à melhoria do conforto habitacional, entre outras.

Nesse sentido criou também uma medida de Apoio ao Arrendamento Jovem, a qual, visa por um lado, contribuir para a fixação, atração e autonomização dos jovens e, por outro lado, promover a reabilitação e dinamização dos centros urbanos de Arcos de Valdevez.

Recentemente aprovou um regulamento que pretende definir as regras e procedimentos de acesso à referida medida que coloca a concurso, para arrendamento a jovens, um conjunto de habitações, propriedade do Município, a custos inferiores aos praticados no mercado de arrendamento.

O Regulamento será agora colocado à consideração da Assembleia Municipal para aprovação.

Esta medida é feita a pensar no apoio à população jovem, na revitalização dos centros históricos e dinamização e fixação de população no concelho.

ARCOS À MESA SERVE CABRITO... E OUTRAS DELÍCIAS DA NOSSA GASTRONOMIA!

Arcos à Mesa – Cabrito. [28 e 29 de Abril]

No fim de semana de 28 e 29 de Abril o cabrito assado no forno vai ser o prato de eleição nos restaurantes arcuenses, que abrem as suas portas para servirem uma das iguarias mais procuradas na região.

cachena_cartaz

A tenra carne do cabrito, acompanhada pelos excelentes vinhos verdes de produtores e engarrafadores locais, fazem deste prato um sabor distinto do mundo rural e as delícias de quem o prova.

Para além deste manjar, em Arcos de Valdevez poderá deliciar-se também com outras iguarias e sabores próprios da região, como o bolo de discos, a broa de milho, a laranja de Ermelo, os charutos de ovos e os excelentes vinhos verdes.

Aproveite o fim de semana para visitar um destino de eleição que se destaca por estar inserido em pleno Parque Nacional Peneda Gerês, Reserva Mundial da Biosfera, e possuir localidades e monumentos que se destacam pela sua beleza e riqueza histórica.

Exemplo de Soajo, com a sua Eira Comunitária dos Espigueiros, um dos ex-libris do concelho, classificado pelo IGESPAR como Imóvel de Interesse Público desde 1983; Sistelo, localidade que viu a sua paisagem cultural ser classificada como monumento nacional, a primeira do país a obter este reconhecimento, e ainda vencedora do concurso 7 Maravilhas de Portugal Aldeias; ou o Santuário Mariano de Nossa Senhora da Peneda, situado na freguesia da Gavieira e construído entre os finais do Séc. XVIII e os meados do Séc. XIX e o Paço de Giela, monumento nacional desde 1910, o qual é atualmente um local de visitação obrigatório no concelho e na região.

Venha a Arcos de Valdevez e desfrute da Natureza! Realize atividades como trilhos ou passeie na Ecovia do Vez, ou então visite a Porta do Mezio, umas das cinco entradas para o PNPG !

Venha provar a nossa gastronomia e delicie-se com os sabores próprios da região.

Para mais informações – www.cmav.pt

ARCOS DE VALDEVEZ RECEBE ESTUDANTES DE MEDICINA

Arcos de Valdevez volta a receber o projeto MedOnTour – Medicina na Periferia

Este ano 78 estudantes de Medicina do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) saíram do Porto para 12 municípios no Norte e Centro do país com a missão de realizar rastreios gratuitos e outras ações de promoção da saúde junto das populações.

receção grupo medontour 3

A Câmara Municipal recebeu nos Paços do Concelho o grupo de alunos destacado para Arcos de Valdevez no âmbito do projeto MedOnTour – Medicina na Periferia, uma iniciativa realizada há já 14 anos e que tem sido recebida e apoiada anualmente pelo município.

Durante os dias 20,21 e 22 de Abril, além dos rastreios e da prevenção, realizados no Campo do Trasladário e junto ao Mercado Municipal, os estudantes ainda lecionaram aulas de educação sexual em estabelecimentos de ensino da vila.

Os estudantes do ICBAS prepararam sessões de informação sobre o VIH e métodos contracetivos e abordaram temas que consideram relevantes, como o consentimento nas relações sexuais e afetivas, a valorização do corpo e a identidade de género.

A Medicina na Periferia visa complementar a formação curricular do atual plano de estudos do Mestrado Integrado em Medicina, que é um dos principais objetivos do Departamento de Medicina desta Associação.

Pretendem promover a prática de conhecimentos adquiridos, o desenvolvimento das capacidades na interação médico-doente, o contacto com diferentes realidades de prestação de cuidados de Saúde no nosso País e a intervenção na população geral no âmbito da Medicina preventiva.

receção grupo medontour

receção grupo medontour2

ARCOS DE VALDEVEZ REÚNE EXECUTIVO MUNICIPAL

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:

  • O Sr. Presidente informou que decorreu em Arcos de Valdevez mais uma ação a nível nacional do Orçamento Participativo, com a presença da Secretária de Estado adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, e bastante participação da população. Referiu que da sessão ocorrida no ano passado saiu vencedor um projeto de uma arcuense, Carla Moreira, com um projeto para a criação de uma Escola de Artes Ofícios.
  • Aproveitou para avançar que também está ser preparado um Orçamento Participativo Municipal.
  • Convidou o executivo para a cerimónia de comemoração do 25 de Abril, as quais terão inicio pelas 9h00 com uma homenagem aos Combatentes do Ultramar, na Praceta Combatentes do Ultramar (junto Centro escolar Prof.António de Melo machado); às 9h30, as cerimonias oficiais com o hastear das bandeiras, com a participação dos Bombeiros Voluntários, Corpo Nacional de Escutas e Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez; às 10h30 decorrerá um concerto pela Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez no auditório da Casa das Artes.
  • Deu conta que se iria celebrar no domingo, dia 15 de Abril, o protocolo com a Universidade do Minho no âmbito do Projeto de Conservação, Estudo, Valorização e Divulgação dos Fortes de Bragandelo e Pereira, Extremo, Arcos de Valdevez;
  • Também informou das comemorações dos 30 anos da CRC Távora no domingo, dia 15 de Abril;
  • Informou também da realização de uma festa da Casa dos Arcos em Paris no fim de semana de 14 e 15 de Abril;
  • Informou que irá decorrer o Ciclo de Teatro Brasileiro;
  • Informou que irá ser celebrado com a APA, em Alijó, um protocolo, no valor de 100 mil euros para a limpeza das margens. Este ato contará com a presença do Sr. Ministro do Ambiente;
  • O Sr. Presidente também deu conhecimento à Câmara da visita aos Arcos de Valdevez da Associação de femmes chef´s dénterprises da região de Paris, França. Este encontro teve como principal objetivo estreitar relações, pensando em futuras parcerias, e dar a conhecer o Concelho e as suas potencialidades ao nível do investimento industrial, agrícola, comercial, da reabilitação urbana e do turismo;
  • Deu conhecimento também que o transmissor da Rádio Valdevez queimou e que a Câmara Municipal se encontra a dar todo o apoio possível a esta entidade;
  • Informou também que o Conselho Regional do Norte rejeitou a proposta do Governo relativamente à reprogramação dos Fundos Comunitários, nos termos em que estava apresentada;
  • Também informou que foi aprovada a candidatura de Valorização de Sistelo, num investimento total de 250 mil euros. Esta candidatura engloba a recuperação do Castelo, dos espigueiros e do moinho de Porto Cova;
  • O Sr. Presidente enalteceu o facto de o Município ter voltado a ficar no 4º lugar do ranking que mede a transparência de todos os municípios do País, tendo felicitado os serviços da autarquia pelo feito conseguido;
  • A Câmara também tomou conhecimento que continuam ser realizadas ações de esclarecimento nas freguesias relativamente as limpezas dos terrenos;
  • Idem, que foi necessário cortar o trânsito na Rua de S.Bento devido às obras de requalificação da mesma.

DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO ANO DE 2017: foram aprovados os documentos relativos à prestação de contas do ano de 2017, elaborados nos termos do nº 2.2 do POCAL, e do Anexo à Resolução do Tribunal de Contas nº 4/2001, no uso da competência prevista na alínea i) do nº 1 do artº 33º do Anexo I à Lei nº 75/2013, de 12 de Setembro, os quais se encontram integralmente elaborados e acompanhados do relatório e parecer e da certificação legal das contas efetuadas pelo Revisor Oficial de Contas C& R, Ribas Pacheco, nos termos do artº 77º, nº 2 da Lei nº 73/2013, de 3 de Setembro, estando disponíveis para consulta.

A autarquia apresentou uma execução de 24 milhões de euros.

O ano 2017 foi um ano de concretizações para o concelho e para os arcuenses com melhorias na qualidade de vida, com valorização da educação, cultura e desporto, com promoção e atratividade empresarial e turística e com sustentabilidade ambiental e do território.

PROJETO DA 1ª REVISÃO AO ORÇAMENTO E 2ª ALTERAÇÃO AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS PARA 2018: foi aprovado o projeto da 1ª Revisão ao Orçamento Municipal e a 2ª Alteração ao Plano Plurianual de Investimentos para 2018, com um valor global de € 1.364.366 euros, elaborada nos termos do ponto 8.3.1 do POCAL.

            PROTOCOLOS

  • Foi aprovada a celebração de um protocolo de colaboração entre o Município e o Centro de Atletismo de Arcos de Valdevez, para dinamização do Centro de Marcha e Corrida de Arcos de Valdevez, no valor de 3000€ a ser pago em duas parcelas (1500€ inicialmente e 1500€ após condições protocolares cumpridas).
  • Foi aprovado celebrar com a Junta de Freguesia de Monte Redondo um protocolo no valor de 30.000,00 euros de apoio financeiro para a execução das obras de "Beneficiação do Caminho do Castro ao Caminho do Côto", cujo orçamento ascende a 39.943,50 euros + IVA.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Soajo, no montante de 000,00 euros para apoiar a realização das principais obras e intervenções que pretendem levar a cabo em Soajo, e que fazem parte do Plano de Atividades para o ano 2018, nomeadamente as “Obras no caminho de acesso ao cemitério no Lugar de Vilar Suente – 12.000€, Obras no caminho da Longa no Lugar de Várzea, pavimentação e arranjos – 10.000€ e a 3ª Fase do Poço das Mantas, com a criação de mais uma represa e a zona será dotada de arranjos, plantação de árvores e gradeamento p/segurança – 25.000€”, cujo orçamento ascende a 37.000,00 euros + IVA.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Rio Frio no montante de 30.000,00 euros apoiar a Beneficiação e Pavimentação dos Caminhos de: Sabogueiro - 1ª Fase; Pedreira (Aveleiras); das Terças (Laceiras); Carneiro (Benta); Sabogeuiro - 2ª Fase; e do Gondião, cujo orçamento ascende a 40.628,00 euros.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Paçô, no montante de 000,00€ para apoiar as obras / trabalhos que pretende executar no corrente ano, a fim de serem incluídas no protocolo de 2018, nomeadamente o “Alargamento e pavimentação Caminho Alto da Prova – 17.064,82€; Pavimentação caminho na Rôta – 2.395€; Pavimentação Largo do Vilar – 4.062,50€; Equipamento Informático – 1.757€; Pavimentação caminho Água Levada – 1.463,42€; Cobertura de tanque lavar roupa – 735€; Canalizar Água nas Felposas – 1.750€ e Atividades sociais – 2000€, cujo orçamento ascende o valor de €31.227,74 + IVA.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Padroso, no valor de 30.000,00€, para a concretização de diversas obras na freguesia, nomeadamente a “Beneficiação da rede viária: Pavimentação do caminho de Covela - Covela de Cima 8.087,50€; Pavimentação do caminho de Quintães Cruzeiro/Covos – 5.387,50€; Caminho Quintães Espinha – 8.134,50€, arranjo de diversos fontanários e lavadouros públicos - 9.955,00€ e execução de um muro de suporte junto ao edificio da Sede de Junta – 11.250€, cujo orçamento ascende a 42.814,50 euros + IVA.
  • Idem com a Junta de Freguesia de Sistelo, no valor de 30.000,00€, para apoiar a realização da obra de alargamento e beneficiação do caminho do Cabo, lugar de Igreja, alargamento e beneficiação do caminho do Barroco, lugar de Igreja e beneficiação da fonte pública "Fontinha" do lugar da Quebrada, cujo valor orçamental total é de 38.638,60€ (IVA incluído).
  • Idem com a Junta de Freguesia de Rio de Moinhos, no valor de 30.000,00€.

Idem com a Junta de Freguesia de Aboim das Choças, no valor de 30.000,00€,  para apoiar a execução das obras de “Construção de Fontanário; Beneficiação do Caminho de Costa do Monte e Execução do Processo de Toponímia para a Freguesia de Aboim das Choças”, cujo  orçamento ascende a 38.418,36 euros + IVA.

PROJETO DE REGULAMENTO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE ARRENDAMENTO JOVEMfoi deliberado aprovar o Projeto de Regulamento do Programa Municipal de Arrendamento Jovem, bem como submete-lo a aprovação da Assembleia Municipal.

EDUCAÇÃO

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA REALIZAÇÃO DO PROJETO TERRA EDUCA- SCHOOL 4 ALL: foi autorizada a abertura de concurso por Consulta Prévia, tendo em vista a AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA REALIZAÇÃO DO PROJETO TERRA EDUCA- SCHOOL 4 ALL pelo preço base de 63.180,00 Euros.

Existe a necessidade de assegurar o desenvolvimento, em parceria com as escolas do concelho de Arcos de Valdevez, de um conjunto de atividades de divulgação e partilha de boas práticas para a sustentabilidade, associadas às manifestações do património imaterial, cultural e natural, enquadradas na ação "TERRA EDUCA: O caminho para a sustentabilidade".

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA FORNECIMENTO E MONTAGEM DA SALA DE FUTURO- SCHOOL 4 ALL: foi autorizada a abertura de concurso por Consulta Prévia, tendo em vista a AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA FORNECIMENTO E MONTAGEM DA SALA DE FUTURO- SCHOOL 4 ALL, pelo preço base de 47.717,00 Euros. 

O Objetivo é o fornecimento e montagem de equipamentos integrados no projeto Sala de Futuro- SCHOOL 4 ALL. Esta sala é um espaço de aprendizagem e ensino enfocado nas perspetivas de novo espaço físico, recursos, mudança de papéis de alunos e professor e apoio a diferentes estilos de aprendizagem. Visa criar áreas de trabalho, aprendizagem, iteratividade e participação dos alunos, criação multimédia, áreas de trabalho em equipa e de aprendizagem informal.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA FORNECIMENTO DE RECURSO HUMANO PARA EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES- SCHOOL 4 ALL: foi autorizada a abertura de concurso por Consulta Prévia, tendo em vista a AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA FORNECIMENTO DE RECURSO HUMANO PARA EQUIPAS MULTIDISCIPLINARES- SCHOOL 4 ALL, pelo valor base de 37.172,00 Euros

O Objetivo é a contratação de um recurso humano, nesta caso um Técnico Superior de Serviço Social, para assegurar 24 meses de colaboração articulada com o Agrupamento de Valdevez no âmbito do projeto suprarreferido

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA REALIZAÇÃO DO PROJETO CRIARTE- SCHOOL 4 ALL: foi autorizada a abertura de concurso por Consulta Prévia, tendo em vista a AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA REALIZAÇÃO DO PROJETO CRIARTE- SCHOOL 4 ALL, pelo valor base de 33.540,00 Euros.

Esta aquisição de serviços visa o desenvolvimento de atividades no âmbito do projeto CRIARTE, com incidência nas Atividades de Expressão Musical e Expressão Plástica nos JI municipais, a criação de um Ex-Libris e Oficinas de Escrita Criativa com o total de alunos do Ensino Secundário, ambas incluídas no centenário do escritor Teixeira de Queirós.

PRONÚNCIA DO MUNICIPIO SOBRE O EXERCÍCIO DO DIREITO DE PREFERÊNCIA NA ALIENAÇÃO DO SOLAR DE REQUEIJO: a Câmara aprovou a venda por parte da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários, do Porto, do Centro Residencial de Formação Empresarial de Arcos de Valdevez – Casa de Requeijo, à Luna Hotels & Resort Group, pelo valor de € 1.150.000,00, para a instalação de um empreendimento turístico.

AÇÃO SOCIAL

Abril 2018 - Mês Prevenção dos Maus Tratos na Infância: foi aprovada a proposta da CPCJ de Arcos de Valdevez relativa à realização de um conjunto de atividades comemorativas do Mês Prevenção dos Maus na Infância - Abril de 2018, de acordo com a seguinte programação: 20 de Abril, durante a parte da manhã - Operação Azul (GNR); 27 de Abril, às 12:00, Laço Humano

Os custos previstos estimam-se em cerca de 1547,00€ + IVA.

APOIOS

  • Foi aprovado apoiar o CRAV - Clube de Rugby de Arcos de Valdevez em 3500€ para fazer face às despesas com a realização no dia 14 de Abril de mais uma edição do Festival Internacional Rugby Celta.
  • Foi aprovado apoiar em 900€ a Associação Sócio Cultural Padre Himalaya para a aquisição de uma eletrobomba submersível para extração de água no valor de 1.556,85 euros (IVA incluído).
  • Foi aprovado atribuir à Incubo – Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras, a comparticipação, no valor de 90.000.00€, que tem sido concedida anualmente pelo Município à Instituição para apoio à atividade desenvolvida na dinamização do tecido económico e social, assente no desenvolvimento de projetos dirigidos às empresas, aos empresários, aos empreendedores e à criação de emprego e para o desenvolvimento de vários projetos no valor global de 907.460.87€.

AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS PARA ATUALIZAÇÃO DE CARTOGRAFIA NUMÉRICA VETORIAL E PRODUÇÃO DE ORTOFOTOMAPAS À ESCALA 1:10000 PARA O CONCELHO DE ARCOS DE VALDEVEZ: foi aprovado adjudicar o procedimento referido em epígrafe, à empresa Socarto – Sociedade de Levantamento Topo Cartográficos, Lda., pelo valor de 48.810,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

Prestação de serviços de conceção e aluguer de material publicitário de grande formato - Serviço de Turismo 2018: foi aprovado adjudicar o procedimento referido em epígrafe, à empresa Publivaldevez – Unipessoal, Lda., pelo valor de 49.120,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE INTERESSE MUNICIPAL: foi aprovado o pedido de reconhecimento de interesse público municipal, apresentado pela NOS Towering – Gestão de Torres de Telecomunicações, da instalação da estação de radiocomunicações,  na Quinta dos Abrigueiros,  na freguesia de Jolda (Madalena), deste concelho, fundamentado o requerente o pedido com a necessidade de passar a disponibilizar aos seus clientes  acesso a uma rede moderna de alta velocidade, disponibilizando serviços de voz e de dados, de acordo com os requisitos tecnológicos existentes, prestando  também um serviço público de comunicações. A localização permitirá que a empresa dê cumprimento às obrigações de garantir excelentes níveis de cobertura numa área compreendida entre as localidades de Valinho, Jolda (Madalena), Vilarinho, Novais, Sucarreira, Codeceira, Letrigo, Soutelo, Igreja, Bemposta, bem como o eixo viário IC28.    

PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE INTERESSE MUNICIPAL: foi aprovado o pedido de reconhecimento de interesse público municipal, apresentado pela empresa TELCABO Telecomunicações e Eletricidade, Lda, em nome da  NOS Towering – Gestão de Torres de Telecomunicações,  da instalação da estação de radiocomunicações ,  no lugar  de Barrozinha- Bermum, freguesia de Sabadim, deste concelho, fundamentado o requerente o pedido com a necessidade de passar a disponibilizar aos seus clientes  acesso a uma rede moderna de alta velocidade, disponibilizando serviços de voz e de dados, de acordo com os requisitos tecnológicos existentes, prestando  também um serviço público de comunicações, nomeadamente melhorando as comunicações móveis,  disponibilizar  um canal de telecomunicações para emergências, e combater o isolamento das populações.

PEDIDO DE ATRIBUIÇÃO DE ESPAÇO por trás da loja nº 6 do mercado municipaL: foi aprovado atribuir à a Firma Manuel da Silva Araújo, com sede na Praça Salvador Alves Pereira, nesta vila e concelho, o local vago por trás da loja nº 6 do Mercado Municipal.

PEDIDO DE ABERTURA DE PROCEDIMENTO | Alargamento do Caminho de Novais – Jolda Madalena: foi aprovada a abertura de procedimento para a execução da obra de Alargamento do Caminho de Novais – Jolda Madalena, pelo preço base de 14.320,00 Euros.

Ampliação da rede de saneamento – Rio de Moinhos – Zona A: foi aprovado dar início ao procedimento concursal tendente à sua adjudicação pelo preço base de 30.231,00 Euros,

OBRAS MUNICIPAIS

Projeto de execução de medidas de eficiência energética para os Paços do Concelho e Casa das Artes: foi aprovado adjudicar o procedimento referido em epígrafe, à empresa ERI – Engenharia, S.A., pelo valor de 16.600,00 €, a que acresce o IVA à taxa legal em vigor.

EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEIS NAS FAIXAS  DE PROTEÇÃO À ESTRRADA M º 530 - S.JORGE: foi aprovada a abertura de procedimento por Ajuste Direto à empresa AMBIFLORA para execução de 12,36 ha de execução das ações de gestão de Combustíveis na Faixas de Proteção à Rede Viária Municipal nº 530 que atravessa a ex freguesia de S. Jorge da União de freguesias de S. Jorge e Ermelo pelo valor de 16.500,00 € aos quais acresce o IVA.

EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE GESTÃO DE COMBUSTÍVEIS NAS FAIXAS  DE PROTEÇÃO À ESTRRADA M º 530 – ERMELO: foi aprovada a abertura de procedimento por Ajuste Direto à empresa Mário Alexandre Costa Cerqueira, Lugar santo António Vale 4970-719 Arcos Valdevez Nif 186898630 para execução de 11,2 ha  de execução das ações de gestão de Combustíveis na Faixas de Proteção à Rede Viária Municipal nº 530 que atravessa a ex freguesia de Ermelo da União de freguesias de S. Jorge e Ermelo pelo valor de 14.950,00 € aos quais acresce o IVA.

reabilitação de espaço público do centro histórico, 2ª fase, Rua de S. Bento e espaços envolventes: foi aprovado o plano de trabalhos e respetivo cronograma financeiro respeitando o n.º 4, do artigo 361.º do CCP.

LIGAÇÃO ENTRE O IC 28 E O PARQUE EMPRESARIAL DE MOGUEIRAS – TROÇO A (ENTRADA SUDOESTE DA SEDE DO CONCELHO): foi aprovada prorrogação do prazo a título gracioso, por 80 dias, isto é até 22/06/2018.

Ampliação da Rede de Saneamento a Guilhadeses (Mó da Lomba/Fontão Covo): foi aprovada a prorrogação do prazo por 30 dias.

 AMPLIAÇÃO E BENEFICIAÇÃO DA REDE: AbastECIMENTO DE água NO CamINHO DE Pedregais a Nogueira (RIO DE Moinhos), CamINHO DE Cima DE Vilaboa (Gondoriz) e SanEAMENTO DO CAMINHO DA Costeira (S.Paio): foi aprovada a homologação do auto de vistoria para efeitos de liberação da caução.

MUNICÍPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ E UNIVERSIDADE DO MINHO VALORIZAM PATRIMÓNIO CULTURAL

“Monumentos são dos mais notáveis e extraordinários na sua tipologia histórica”, responsável pelo estudo Luís Fontes, Unidade de Arqueologia da UM

protocolo um_fortins5

“Estamos a dar passos relativamente ao futuro, valorizando o nosso rico Património Cultural”, Presidente da Câmara Municipal, João Esteves

No âmbito do Programa municipal de comemorações do Ano Europeu do Património Cultural, a Câmara Municipal celebrou, no passado domingo, na freguesia do Extremo, o protocolo para “Conservação, Estudo, valorização e Divulgação dos Fortes de Bragandelo e da Pereira, Arcos de Valdevez”, a realizar pela Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho, com um valor de 20 mil euros, para a execução de Estudos de Arqueologia e História, Levantamentos Topográficos Especializados, Conceção e Produção de Conteúdos para divulgação, tendo sido a sala da sede da Junta de freguesia pequena para acolher todos os que quiseram assistir ao ato.

protocolo um_fortins6

Através deste protocolo, far-se-á a pesquisa bibliográfica, limpeza dos Sítios arqueológicos, prospeção, execução de levantamento topográfico detalhado e de reconstituição fotogramétrica e 3D, execução de sondagens arqueológicas no Forte do Bragandelo com criação de um dia de visitas para público e população local, conceção e produção de conteúdos para divulgação, indicação de metodologias de valorização, conservação e potenciação do Sitio.

A intervenção vai incidir maioritariamente no Forte de Bragandelo, o mais bem conservado. Estes fortins são do séc. XVII, enquadrados por tal no período da Guerra da Restauração, e representam uma mais-valia para o turismo e a cultura do concelho, e em particular para a freguesia do Extremo, uma vez que são exemplares superlativos no contexto de toda a Península Ibérica.

Presentes nesta cerimónia estiveram o Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, o Prof. Doutor Rui Vieira de Castro, Reitor da UM, a Prof. Doutora Manuela Martins, Vice-Reitor da Área de Cultura e Sociedade; o Doutor Luis Fontes, Unidade de Arqueologia da UM; a Doutora Rebeca Blanco-Rotea, Universidade de Santiago de Compostela; a Dra. Elvira Rebelo, Diretora de Serviços de Bens Culturais da DRCN (em representação do Diretor da DRCN Doutor António Ponte), o Presidente da Junta de Freguesia e o Tesoureiro da União das Freguesias de Portela e Extremo, Arlindo Barbosa e Abel Correia, bem como muitos populares que fizeram questão de assistir ao momento.

protocolo um_fortins7

Nesta sessão foi destacada toda a importância histórica e cultural dos monumentos, tendo ficado bem presente que estes dois exemplares são dos mais bem conservados de que há memória e que existe uma grande vontade de criar condições para que se transformem numa referência nacional e internacional.

O papel da população também foi relevado, tendo os estudiosos solicitado a sua ajuda ao nível do estudo que irá ser feito.

Para o autarca, João Esteves, este é mais um passo de grande importância para o desenvolvimento cultural, económico e social do concelho e da freguesia, classificando os dois monumentos como mais “um ponto de atração para o concelho, de reforço da identidade cultural, de promoção do património e da História de Arcos de Valdevez e de Portugal”.

Joao Esteves fez ainda votos de que a relação com a universidade do Minho se torne ainda mais forte, pois “só com conhecimento podemos promover o desenvolvimento, fixar e atrair mais pessoas para o território. “

protocolo um_fortins8

protocolo um_fortins9

ARCOS DE VALDEVEZ COMEMORA O 25 DE ABRIL


Comemorações do 25 de Abril em Arcos de Valdevez

À imagem do que acontece, ano após ano, em todo o país, Arcos de Valdevez não deixa passar em branco as comemorações do Dia da Liberdade.

2018-04-25 - CONVITE - 25ABRIL2018 (2)

Desta feita, o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, convida todos os munícipes a assistirem, pelas 09h00, à Homenagem a realizar aos Combatentes do Ultramar, na Praceta Combatentes do Ultramar (junto ao Centro Escolar Prof. António Melo Machado).

Após este momento, cerca das 09h30, na Praça Municipal, seguir-se-ão as Cerimónias Oficiais de Comemoração do 25 de Abril com o Hastear das Bandeiras e guarda de honra efectuada pelos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, pelo Corpo Nacional de Escutas – Agrupº214 e pela Banda da Sociedade Musical Arcuense.

Por último, pelas 10h30, terá lugar no Auditório da Casa das Artes, o Concerto pela Banda da Sociedade Musical de Arcos de Valdevez (entrada gratuita).

Venha assistir às cerimónias e celebrar o Dia da Liberdade!

 

MUTES APRESENTA CATÁLOGO/LIVRO 2000-2018 NA CASA DAS ARTES DE ARCOS DE VALDEVEZ

No próximo dia 28/04/2018 pelas 18:00, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, o Artista Arcoense Mutes, apresenta o seu Livro/Catálogo.

Após quase duas décadas dedicadas à pintura, o pintor decidiu pela primeira vez apresentar um livro/catálogo, que reúne algum do meu trabalho feito nestes anos. Será exibida também uma pequena exposição que é uma retrospectiva de várias correntes pictóricas daquilo que o próprio foi criando durante esse período. O convite é estendido a todos, especialmente à população Arcoense (onde reside).

a (9)

Mutes (César de Barros Amorim) nasce em França, Margny Les Compiegne em 1976, regressa a Portugal em 1986, reside actualmente em Arcos de Valdevez. È pintor autodidacta, expõe com regularidade desde 2004. Está representado em diversas colecções nacionais e estrangeiras em vários Continentes, é amante do Cubismo. Já ultrapassou mais de uma centena de exposições, nacionais e Internacionais. Já expôs na Suíça, Suécia, Espanha, Itália, Inglaterra, Alemanha e França, estes Países que já vão fazendo parte da sua caminhada . Em Outubro de 2016 recebeu o Prémio Art Prize Picasso no Museu do Louvre em Paris. A arte de Mutes remete-nos para o mundo primordial das infâncias do homem, onde a cor comunica com os nossos sentidos e as formas livres nos falam da vida e das lutas entre as sombras e a luz dos desejos. Cada figura que nasce numa tela de Mutes conta-nos uma história, grita-nos as injustiças da nossa sociedade, mostra-nos a luta entre o ter e o ser, aponta o dedo denunciador das elites e do seu poder, revela-nos o cinzentismo da alta finança em confronto com a miséria dos explorados e a alienação das massas pelos midia e pelas novas tecnologias. Absorver todos os signos das figuras de Mutes não é um exercício fácil, ele obriga o observador a fazer um exercício de desconstrução do real imediato para o real exposto, a simbiose entre a animalidade dos desejos obscuros e os desejos sonhados. A primeira percepção da obra de Mutes ou é conquistada de imediato ou é assimilada após várias observações, onde se vai descobrindo cada figura, cada detalhe conforme Mutes se vai revelando na sua visão do mundo pictórico em percursos tortuosos da exposição que faz dos mundos dentro do mundo para onde nos encaminha e do qual somos parte e figurantes. Mas depois de nos conquistar e de nos introduzir nesse mundo dentro dos seus mundos, depois de assimilarmos os contornos da cor em simbiose com os ritmos, sentimo-nos parte dessas histórias, actores e participantes de um mundo sonhado e mutante onde a cor é signo de esperança e de alegria fraterna.

Um especial obrigado as seguintes pessoas que participaram neste livro:

Adolfo Luxúria Canibal - (Mão Morta)

Luiz Morgadinho - (Pintor Surrealista)

Noélia de Santa Rosa - (Escritora)

Nuno Soares - (Arqueólogo)

Rafael Cruz - (Designer e Músico)

17308944_10212175363202066_8691960637568137303_n

OS TRÊS PICOS DOS ARCOS É UM DESAFIO À AVENTURA

Com o espírito aventureiro ao rubro, a Ardal-Porta do Mezio preparou uma nova e empolgante atividade, a conquista dos 3 Picos dos Arcos.

Cartaz_3 Picos

Será uma aventura imperdível num dos parques nacionais mais belos de Portugal, o Parque Nacional da Peneda-Gerês, onde vamos conquistar os três picos de Arcos de Valdevez: a Pedrada, o Pedrinho e as Pastorinhas.

Caminhar acima das nuvens, por entre bosques, lagos, aldeias de montanha, prados e falésias onde ainda vive a tradição da pastorícia e sobressai o esforço dos antepassados na moldagem da paisagem.

Esta será uma aventura, acessível a todos os que gostam de caminhar, serão dias que nunca mais vão sair da sua memória.

Faça a mochila, calce as botas, pegue no bastão e venha ser feliz na montanha.

A iniciativa "Os 3 Picos dos Arcos" arranca já no dia 28 de Abril, com a realização do Pico da Pedrada.

Será uma empolgante conquista, na elevação mais alta do concelho de Arcos de Valdevez e do distrito de Viana do Castelo, com 1416 metros. Em plena Serra do Soajo, esta será uma aventura, num daqueles lugares únicos que nos transporta para algo mágico e encantando.

Características do Trilho:

Data da realização: 28 de Abril de 2018

Local de encontro: 8h30 – Porta do Mezio (Coordenadas GPS - 41°53`05``N; 8°18`48´´W)

Hora de saída: 9h00 – Porta do Mezio

Distância: 12 km

Âmbito do percurso: Paisagístico e Natural

Duração: 5h00

Dificuldade: Moderado

Inscrições: www.portadomezio.pt/ 258 510 100/ portadomezio@ardal.pt

Nota: Os participantes devem trazer roupa e calçado adequado, reforço alimentar e água.

Calendarização:

Pico da Pedrada – 28 de Abril

Pico do Pedrinho – 12 de Maio

Pico das Pastorinhas – 23 de Junho

MUNICÍPIO ARCUENSE APRESENTA RELATÓRIO E CONTAS DA GERÊNCIA

Autarquia com maior execução dos últimos anos, no valor de 24 milhões de euros

O ano 2017 foi um ano de concretizações para o concelho e para os arcuenses com melhorias na qualidade de vida, com valorização da educação, cultura e desporto, com promoção e atratividade empresarial e turística e com sustentabilidade ambiental e do território.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mais proximidade e mais investimento promoção de Arcos de Valdevez

Em Arcos de Valdevez, o ano 2017, ficou marcado pelo alcance de importantes objetivos para o concelho ao nível da redução do desemprego, obtendo um decréscimo de 24%; o concelho entrou no Top 21 da Dimensão Visitar da Região Norte, de acordo com o último estudo da Bloom Consulting Portugal City Brand Ranking,  e está no Top do "Ranking" Nacional do Índice de Transparência Municipal de 2017, ocupando a 4ª posição nos 308 municípios. Estes resultados são fruto da aposta da Câmara na proximidade com os arcuenses e na parceria com as Juntas de Freguesia, Associações, Instituições Sociais e Famílias, transferindo mais de 3,6 milhões de euros, através da atribuição de apoios ou da celebração de protocolos.

Mais 3 milhões de euros de Investimento

A Autarquia apresentou uma execução de 24 milhões de euros. Esta execução é a melhor dos últimos anos e resulta de uma gestão pró-ativa, criteriosa e responsável. Foi reduzida a dívida à banca em cerca de 1 milhão de euros e houve um reforço de investimento municipal, em mais de 3 milhões de euros.

Nas Grandes Opções do Plano em 2017, a Autarquia investiu mais de 13,7 milhões de euros, sendo de destacar que 60% desse montante foi realizado em Funções Sociais e 25% em Funções Económicas.

Educação, Economia e Qualidade de Vida são prioridades

O ano 2017 ficou marcado por grandes intervenções, tais como a execução da 1ª fase da obra da EB 2,3/S. Houve um reforço da ação social escolar e dos programas de apoio aos mais desfavorecidos e foi recuperado o edifício na Valeta, para arrendamento Jovem. Foram apoiados os Bombeiros Voluntários e as Comissões de Compartes de Baldios e beneficiada a rede viária florestal e a manutenção e construção de infraestruturas, tendo em vista a prevenção e combate de fogos florestais e o socorro à população.

Por todo o concelho foram investidos milhões de euros na melhoria da rede de estradas, água, saneamento, iluminação e recolha de resíduos.

No ordenamento do território foram realizadas diversas intervenções de requalificação do espaço público em vários locais do concelho.

Houve, ainda, uma clara aposta na promoção da cultura, desporto e lazer através do apoio a várias iniciativas promovidas pela Casa das Artes e pelas associações arcuenses, bem como foi intensificada a descentralização cultural pelas freguesias. Avançou-se com a obra do Centro Interpretativo do Barroco, na Igreja do Espírito Santo, com a obra do Museu da Água ao Ar livre e com o projeto da Oficina de Criatividade Himalaya. Foi renovado o relvado do Estádio Municipal da Coutada, reabilitado o Complexo das Piscinas Municipais e executadas as obras de manutenção nos circuitos turísticos, ecovia, passadiços e rede de trilhos pelo concelho.

Visando o reforço da competitividade do território, a geração de riqueza e a criação de emprego, o Município manteve o apoio à captação, instalação e ampliação de várias empresas no concelho e um conjunto de incentivos e benefícios fiscais. Foram realizadas obras de melhoria nos parques empresariais e foi requalificado o Mercado Municipal. Com a ACIAB, a Cooperativa Agrícola, a Incubo, a ARDAL, a Associação de Vinhos e as nossas comunidades de emigrantes, foram dinamizadas várias iniciativas, no concelho e no estrangeiro, de promoção dos produtos e empresas locais, de dinamização económica e de fixação e atração de investimento industrial, comercial, para o mundo rural e turismo, tais como a Expovez, Ciclos Gastronómicos, Natal, Páscoa Festivinhão, feiras de artes e ofícios tradicionais e de produtos locais entre outras.

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, refere que “A Gerência de 2017 contribuiu assim para um passo em frente na construção de um concelho mais atrativo para viver, trabalhar, investir e visitar.”

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO ARCUENSE REÚNE EM FRANÇA COM A ASSOCIAÇÃO DE FEMMES CHEFS D'ENTREPRISES

Presidente da Câmara reuniu com a Associação de Femmes Chefs d’Entreprises

O Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, esteve num encontro promovido em Arcos de Valdevez com a Associação de Femmes Chefs d’Entreprises, da região de Paris, França.

encontro_associação_femmes_chefs_enterprises

Este encontro foi organizado por arcuenses membros desta associação empresarial francesa, o que confirma “a aposta que a Câmara Municipal tem desenvolvido de envolvimento dos nossos emigrantes na fixação e atração de investimentos e na promoção do concelho”, adiantou o presidente da Câmara Municipal, João Esteves.

Esta reunião/convívio teve como principais objetivos estreitar relações, pensando em futuras parcerias, e dar a conhecer o Concelho e as suas potencialidades ao nível do investimento industrial, agrícola, comercial, da reabilitação urbana e do turismo. O autarca aproveitou o momento para fazer uma breve apresentação, dando conta dos benefícios e incentivos que o Município disponibiliza aos investidores.

Deste encontro ficou a certeza e o interesse em realizar em breve um encontro em Paris para divulgar as potencialidades de Arcos de Valdevez.

encontro_associação_femmes_chefs_enterprises3

encontro_associação_femmes_chefs_enterprises4

PROJETO ARCUENSE VENCE EDIÇÃO DE 2017 DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO PORTUGAL

Orçamento Participativo Portugal: Projeto arcuense foi um dos vencedores da edição 2017

No ano passado, no âmbito das sessões do Orçamento Participativo Portugal, saiu da sessão realizada em Arcos de Valdevez um dos projetos vencedores.

Capturar

A arcuense Carla Moreira venceu na área da cultura através do projeto de Criação de uma escola de artes e ofícios. Este projeto prevê o desenvolvimento de um conjunto de atividades formativas para recuperar/manter ativas tradições dos concelhos envolvidos e trata-se de uma ideia que poderá servir de base para a criação do próprio emprego, fomentando o desenvolvimento regional e turístico. Servirá também para realizar formação em áreas temáticas, envolvendo a administração local, valorizando os conhecimentos ancestrais dos artesãos/mestres para formar outras pessoas.

Este projeto tem a duração de 12 meses e conta com uma verba atribuída de 100.000€. Desenvolver-se-á nos concelhos de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca.

Os Municípios e a Direção Regional de Cultura já estão a trabalhar no projeto que envolverá a Escola Profissional Epralima, onde se pretende promover o rico património cultural e envolver as pessoas, nomeadamente os mais jovens.

ARCOS DE VALDEVEZ PREVINE MAUS TRATOS NA INFÂNCIA

CPCJ de Arcos de Valdevez e o Município assinalam o Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

Ao longo do mês de abril, a Comissão Nacional de Proteção Crianças e Jovens em Risco volta a lançar campanha “Laço Azul”, a qual promove a prevenção dos maus tratos na infância.

Capturar1

Esta campanha conta com a colaboração do Município e da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Arcos de Valdevez, que chegam à população com ações de sensibilização, apelando à atenção de todos para esta problemática e para a prevenção da mesma.

No próximo dia 20, durante a manhã, crianças deste concelho acompanharão a GNR numa operação STOP "OPERAÇÃO AZUL", a qual consiste em abordar/sensibilizar os automobilistas para a problemática. Serão entregues panfletos informativos e fitas azuis para colocarem nos veículos, indo ao encontro da história que fez com que se internacionalizasse este movimento.

No dia 27 de Abril será construído um laço humano pelos alunos do 1º ciclo deste concelho, em redor do posto da GNR. As crianças farão uma visita guiada àquele posto pelos militares, e após, no Campo Trasladário assistirão a uma demonstração da equipa cinotécnica da GNR.

Durante este mês de Abril contamos com o apoio de todos para sensibilizar para a prevenção de qualquer forma de violência exercida sobre as crianças e jovens.

De forma a manifestar todo o apoio e empenho nesta causa, este mês use um Laço Azul.

A campanha do laço azul iniciou-se em 1989, nos EUA, quando uma avó, Bonnie Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro. Bonnie contou aos elementos da comunidade que se revelaram ‘curiosos’ sobre os maus-tratos a que a sua neta estava sujeita e os quais já tinham morto outro neto de forma brutal.

E porquê o azul, perguntaram???

Bonnie respondeu: Porque apesar de azul ser uma cor bonita, não quero esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos meus netos.

Capturar2