Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIZELA REALIZA CAMPANHA DE ESTERILIZAÇÃO DE ANIMAIS

Protocolo Cheque Veterinário “em marcha”

Integrado no programa Vizela ProAnimal e no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, ontem, dia 4 de setembro, foram esterilizados (castrados) os primeiros animais do Abrigo Municipal ao abrigo do protocolo Cheque Veterinário.

Vizela ProAnimal (3).jpg

Assim, e até à abertura da sala de cirurgia do futuro CRO Vizela, os animais recolhidos e instalados no Abrigo Municipal serão esterilizados recorrendo ao protocolo Cheque Veterinário, que permite que os mesmos sejam levados a Clínicas Veterinárias aderentes ao projeto para serem esterilizados.

A Câmara Municipal disponibiliza também os primeiros cheques veterinários de Esterilização aos proprietários dos animais adotados no Abrigo Municipal em condições para receberem os cheques e que lhes permitirá levar os animais a Clínicas Aderentes ao projeto para serem esterilizados de forma gratuita.

Estas são medidas fundamentais para o controlo da população de animais errantes e de incentivo à adoção através do Abrigo Municipal, um dos pilares de atuação do Programa Vizela ProAnimal.

Entretanto, estão em desenvolvimento os procedimentos técnicos para dar início este mês ao Programa CED (Captura, Esterilização e Devolução) de colónias de gatos de rua e da Campanha Municipal de Esterilização Gratuita de Animais de Companhia de Famílias Carenciadas.  

FAMALICÃO VAI AVANÇAR PARA A CONSTRUÇÃO DE CENTRO DE RECOLHA ANIMAL

Infraestrutura vai substituir atual canil e significa passo em frente na política de defesa animal no concelho

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai avançar para a construção de um Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA) que vai substituir as atuais instalações do Canil Municipal. “É mais um passo em frente na política municipal de defesa animal”, assinala o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que criou no inicio do atual mandato o pelouro da Defesa Animal em Vila Nova de Famalicão.

Infraestrutura vai substituir atual canil_Diana Correia CMVNF (2).jpg

A abertura do concurso público para a realização da empreitada foi aprovada hoje, quinta-feira, 29 de agosto, em reunião ordinária do Executivo Municipal, com um preço base que ultrapassa os 391 mil euros.

O Centro de Recolha de Animais de Vila Nova de Famalicão vai ser construído no lugar de Sertãos, em Calendário, junto às instalações atuais do Canil Municipal, numa área de cerca de 5500 metros quadrados.

Será um equipamento de qualidade que dotará o concelho de um espaço com condições para acolhimento e tratamento de animais errantes. Estará equipado com cerca de 80 boxes para cães, 45 para gatos e 4 para outras espécies.  

Melhorar os objetivos sanitários, controlar doenças, melhorar o bem-estar animal e segurança da população, melhorar as condições de trabalho e a funcionalidade do espaço atualmente existente são preocupações que estão na base desta decisão. “Muito mais do que um canil/gatil municipal este será um espaço de defesa e de sensibilização animal e de promoção da sua adoção, com a criação de dinâmicas e sinergias com a comunidade e o movimento associativo com o objetivo de promover o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida dos animais”, refere Paulo Cunha.

O equipamento estará equipado com todas as condições para o cumprimento dos seus objetivos e das exigências e obrigações legais inerentes a um equipamento desta natureza. Entre outras valências, o espaço estará dividido em instalações por espécie (canil, gatil e outras espécies), instalações individuais e de grupo, celas de quarentena e de ninhadas, enfermaria, armazéns, gabinete veterinário, zona de desinfeção e zona de recreio e atividade física para cães e gatos.

Recorde-se que, dentro da política de defesa animal prosseguida pela autarquia, entrou recentemente em funcionamento o primeiro Parque Canino do concelho, que está instalado no Parque de Sinçães, numa área de 288 metros quadrados e de utilização livre.

Infraestrutura vai substituir atual canil_Diana Correia CMVNF (1).JPG

ARCOS DE VALDEVEZ REALIZA FEIRA DO GARRANO

XV Feira Tradicional Interfreguesias (Sistelo e Merufe)

Numa aposta clara em manter e valorizar as tradições, os usos e os costumes em espaço rural, as freguesias de Sistelo, em Arcos de Valdevez e de Merufe, em Monção, uniram-se novamente, para promover mais uma vez, a Feira Interfreguesias da Portela de Alvite.

Feira do Garrano.jpg

A realizar-se no fim-de-semana, de 31 agosto a 1 de setembro, esta iniciativa, organizada pelas Juntas de Freguesia de Sistelo e Merufe, pela Associação Sócio-Cultural e Recreativa de Sistelo e pela Associação Amigos de Merufe, conta com o apoio do Município de Arcos de Valdevez e tem uma agenda preenchida e dedicada ao mundo rural, com a realização da feira do garrano; concurso pecuário; corridas de cavalos, encontro de concertinas; atuações de ranchos e rusgas; a realização do Trail Socalcos e ainda vários momentos musicais.

O Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, considera que esta iniciativa é de louvar pela promoção do território e pelo dinamismo económico e atratividade turística que gera, como também pelo agradável convívio e cooperação vividos entre freguesias e concelhos vizinhos.

VIZELA INSTALA ECO DOGS

Instalados primeiros Eco Dogs

A Câmara Municipal, em parceria com a União de Freguesias de Caldas de Vizela S. Miguel e S. João procederam à colocação de Eco Dogs no fórum vizela, zona ribeirinha, parque das termas e parque de lazer da Barrosa.

IMG_0367.jpg

Esta medida insere-se no âmbito do programa Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

O objetivo deste Executivo passa assim por colocar Vizela na primeira linha das autarquias no que toca às políticas municipais relativas aos animais errantes, em contraponto com o que acontecia até agora, em que se verificava uma total ausência de estratégia nesta matéria

A instalação de Eco Dogs insere-se também no programa Vizela Mais Limpa, proporcionando um ambiente mais limpo e agradável, tendo como objetivo fundamental a melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses.

BRAGA ESTERILIZA GATOS

319 felídeos esterilizados ao abrigo do programa CED. Município atribuiu verba de 40 mil euros a duas associações do Concelho

Ao abrigo do programa CED (Capturar-Esterilizar-Devolver), iniciado em Setembro do ano transacto e que visa o controlo da reprodução e da população de felídeos errantes no Concelho de Braga, foram já esterilizados 319 felídeos, dos quais 194 eram fêmeas. 

Programa CED.JPG

Para a implementação deste programa, o Município de Braga assinou um protocolo de cooperação com a Associação de Protecção Animal Abandoned Pets e com a Associação Para a Protecção de Animais Errantes de Braga, às quais disponibilizou até ao momento uma verba de cerca de 40 mil euros. Estima-se que o trabalho desenvolvido permitiu evitar aproximadamente 600 ninhadas e cerca de 3000 filhotes.

Através do Cheque Veterinário da Ordem dos Médicos Veterinários, as associações no terreno dispõem de todas as ferramentas necessárias à implementação no terreno das medidas de captura, esterilização dos animais e devolução, que permitem a salvaguarda da saúde pública e da saúde animal. Analisando os resultados de ambas as associações, foram emitidos 467 cheques cirúrgicos (CVC) e 302 cheques veterinários CED (CVCED), estes últimos permitiram a identificação electrónica, a desparasitação e a vacinação anti-rábica.

O trabalho das associações aderentes a este projecto passa também pela promoção da adopção dos felídeos cujo comportamento e sociabilização com o ser humano permite que esse processo seja feito em total segurança. 

Este é um programa cujo sucesso se deve, em grande parte, à determinação das equipas de voluntários que, de forma gratuita, dedicam o seu tempo aos felídeos errantes e lhes proporcionam carinho e bem-estar. Ao projecto CED aderiram igualmente vários Centros de Atendimento Médico-Veterinários do Concelho.

VIZELA VAI TER CANIL MUNICIPAL

Câmara lança primeira pedra da obra do Canil Municipal

A Câmara Municipal vai proceder ao lançamento da primeira pedra da obra do Canil Municipal, na Rua das Arcas, n freguesia de Infias, no próximo dia 13 de agosto, pelas 17.30h.

Vizela ProAnimal (2).jpg

De realçar que a Câmara Municipal de Vizela apresentou uma candidatura ao programa estatal de incentivos financeiros para construção e modernização de centros de recolha oficial (CRO) de animais de companhia, que não foi contemplada.

Ainda assim, e tendo em atenção que se trata de uma situação que muito preocupa a Autarquia foi decidido avançar com a construção do Canil Municipal, um projeto no valor de € 259.850,00, acrescido de IVA para que, dessa forma, sejam criadas condições condignas de alojamentos dos animais abandonados neste Município.

De destacar que o edifico é constituído por três áreas distintas, edifício administrativo, zona para o canil e gatil, ligados por uma pala e um pequeno corpo a poente, com jaulas de isolamento/sequestro e quarentena.

De realçar que a construção do canil municipal está integrada no programa Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

Nesse sentido, o Executivo procedeu à implementação de uma série de medidas, das quais se destacam: a compra de medicamentos e alimentos, a recolha com a criação de uma equipa, e recuperação de uma viatura e a aquisição de meios, a construção de um abrigo provisório e construção de Canil e Gatil Municipal, a Campanha de comunicação e sensibilização municipal animal, a contratação de um Veterinário, a implementação de uma Campanha de adoção, a instalação de Eco Dogs, a implementação do Cheque Animal, a Campanha de redução de errantes, a Viatura de socorro animal e a Campanha de vacinação antirrábica e identificação eletrónica de animais.

O objetivo deste Executivo passa assim por colocar Vizela na primeira linha das autarquias no que toca às políticas municipais relativas aos animais errantes, em contraponto com o que acontecia até agora, em que se verificava uma total ausência de estratégia nesta matéria.

VIZELA PROTEGE ANIMAIS ERRANTES

Câmara de Vizela reuniu com GNR para apresentação do projeto Vizela ProAnimal

O Presidente da Câmara Municipal reuniu esta manhã com a Guarda Nacional Republicana de Vizela, para apresentação do projeto Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

reunião GNR.JPG

O objetivo da reunião foi estabelecer condições para criar pontes e parcerias entre a Autarquia e a GNR local, no sentido de fazer funcionar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

O objetivo deste Executivo passa assim por colocar Vizela na primeira linha das autarquias no que toca às políticas municipais relativas aos animais errantes, em contraponto com o que acontecia até agora, em que se verificava uma total ausência de estratégia nesta matéria.

ESPOSENDE ZELA PELOS ANIMAIS

Município de Esposende implementa medidas no âmbito do Plano para o Bem-Estar Animal

No âmbito das ações inseridas em sede do Plano Estratégico Municipal para o Bem-Estar Animal, o Município de Esposende procedeu à colocação de dispensadores de sacos para dejetos caninos, os quais se encontram agora distribuidos por várias artérias do concelho de Esposende.

bem-estar animal.jpg

Esta iniciativa pretende constituir-se como um relevante contributo para a manutenção da salubridade dos espaços públicos e para se assegurarem as melhores condições de saúde pública, constituindo-se, ainda, como uma estratégia de sensibilização para a aplicação de boas práticas.

Lembre-se que os detentores de animais são obrigados a recolher os dejetos produzidos por estes, exceto os provenientes de cães-guia quando acompanhantes de invisuais, devendo para o efeito utilizar, entre outros meios, um saco de plástico, depositando-os nos equipamentos destinados a tal fim.

A par desta ação, o município aprovou recentemente o Regulamento Municipal de Bem-Estar e Saúde Animal, o qual visa regular, no território, a aplicação das normas legais existentes no que concerne a aspetos como a proibição de atos de violência ou tortura sobre os animais, a proibição do seu abandono e a promoção do bem-estar e saúde animal, bem como quanto a condições de alojamento, manutenção e circulação dos animais de companhia.

A ambulância de socorro de animais de companhia, projeto em parceria com a corporação de Bombeiros Voluntários de Fão, está também em pleno funcionamento, bem assim como a parceria com os vários consultórios de medicina veterinária do concelho e com a Ordem dos Médicos Veterinários para o projeto Cheques Veterinários. Estes constituem uma forma de apoio a famílias desfavorecidas (e sinalizadas pela autarquia) que necessitem de apoio para cuidar dos seus animais de companhia, mas também às câmaras, permitindo suportar um valor mais baixo na esterilização dos animais recolhidos das ruas e que tem permitido a Esposende a realização das campanhas CED (captura, esterilização e devolução). Aliás, para uma melhor execução destas mesmas campanhas, foi recentemente aprovada a celebração de um protocolo com a MIACIS, uma Associação que tem como objetivo a promoção do controlo da reprodução de animais em risco, do seu bem-estar e da sua integração social.

Por outro lado, e ao nível da sensibilização, durante o ano letivo foram realizadas várias ações nos estabelecimentos de ensino concelhios com o projeto “Rafeiro, uma raça com estilo”, que envolveu a visita de animais de companhia e a promoção da sua interação com as crianças. O Projeto “Pegadas”, com objetivos similares de promoção da interação com animais de companhia, irá também, a breve prazo, iniciar-se nas IPSS concelhias.

Ainda no âmbito do Plano Municipal para o Bem-Estar Animal importa referenciar a celebração de um protocolo de colaboração com a ANIESP – Associação Animal de Esposende, cujo objeto é a colaboração interinstitucional, nomeadamente para a promoção da adoção de animais de rua, apoio nas campanhas CED, implementação de ações de sensibilização, entre outras. A Câmara Munciipal atribuiu, por isso, uma verba de 5.000 euros por um período de um ano.

As atividades relacionadas com o Bem-Estar e a Saúde Animal contribuem para a concretização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas e que o Município de Esposende subscreveu.

PAN ACUSA PSD, CDS E PCP DE INSENSIBILIDADE POR IMPEDIREM A ALIMENTAÇÃO DE COLÓNIAS DE GATOS NA VIA PÚBLICA

Insensibilidade de PSD, CDS e PCP impedem a alimentação de colónias de gatos

  • Enorme insensibilidade e falta de humanismo de PSD, CDS e PCP
  • Lei n.º 27/2016 definiu o programa CED* como metodologia preferencial para controlo das populações de colónias de gatos, em defesa da saúde pública
  • Um dos passos integrantes do programa CED* é a correta alimentação dos animais
  • É moralmente indefensável obrigar a sociedade, que se quer mais sensível e compassiva, a abster-se de alimentar um animal
  • Os cuidadores que alimentam dezenas de animais, cujo sofrimento não conseguem ignorar, ainda são apontados como criminosos

Ontem à tarde na Comissão de Agricultura e Mar, PSD, CDS e PCP chumbaram a proposta de texto final do PAN que visava determinar a admissibilidade de alimentação de colónias de gatos na via pública, sem colocar em causa a saúde e salubridade públicas e de acordo com regulamentação municipal no que concerne à localização e forma de alimentação.

A Lei n.º 27/2016, de 23 de agosto, definiu o programa CED (Captura, Esterilização, Devolução) como metodologia preferencial para controlo das populações de colónias de gatos, em defesa da saúde pública. Manifestamente contrário ao espírito da Lei, existem regulamentos municipais a proibir tout court a alimentação dos animais submetidos ao programa. É totalmente desprovido de sentido o Estado investir na esterilização e tratamento dos animais, estatuindo simultaneamente que os mesmos devem ser deixados morrer à fome, como defendem PSD, CDS e PCP. Para além de toda a insensibilidade e falta de humanismo demonstrados por estes três partidos, importa referir que remover a alimentação das colónias de gatos significa amputar o programa CED de um dos seus componentes essenciais, é retirar-lhe o sentido e o efeito prático.

Ditam as boas práticas internacionais, um dos passos integrantes do programa CED é a correta alimentação dos animais, em locais designados para o efeito e em respeito pela salubridade pública.

A motivação para os referidos regulamentos é a de evitar o crescimento populacional dos animais na via pública, impedir a conspurcação do espaço público e proteger a saúde pública. Todos estes objetivos são válidos e fundamentais. O PAN lamenta uma vez mais o que foi uma constante ao longo desta legislatura: a coligação destes três partidos que obstaculizam sempre o avanço da proteção e bem-estar animal no nosso país. 

VIZELA RETOMA CALENDÁRIO DE SERVIÇO OFICIAL DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA E DE IDENTIFICAÇÃO ELETRÓNICA

Câmara aumenta periodicidade da campanha de vacinação antirrábica

Integrado no programa Vizela ProAnimal e no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, a Câmara Municipal de Vizela informa que será retomado a partir de hoje o “Calendário de Serviço Oficial de Vacinação Antirrábica e de Identificação Eletrónica”, na área do Concelho de Vizela.

A Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica serão agora efetuadas no veículo de socorro móvel animal, hoje apresentado e inserido no programa Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

Para enorme benefício dos munícipes, a periodicidade da campanha, anteriormente mensal, será agora semanal no centro urbano (S. Miguel e S. João), e anteriormente anual, será agora mensal nas freguesias de Santa Eulália, Infias, Tagilde, São Paio e Santo Adrião, nos dias e horas indicados no novo calendário.

Assim, o novo veículo irá apoiar na Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica, através da deslocação às freguesias – 1 vez por mês (12 vezes/ano) e ao centro urbano – 1 vez por semana (48 vezes/ano). O atendimento será efetuado individualmente no interior, com condições físicas semelhantes a um consultório, melhorando substancialmente a qualidade no serviço.

Capturarcalrab.PNG

VIZELA JÁ TEM VEÍCULO SOCORRO MÓVEL ANIMAL

Vizela já tem veículo de socorro móvel animal

Integrado no programa Vizela ProAnimal e no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, a Câmara Municipal de Vizela apresentou hoje o novo veículo de socorro móvel animal.

apres. VAMA.JPG

De realçar que esta medida está integrada no programa Vizela ProAnimal, um plano integrado para este setor que a Câmara Municipal se encontra a desenvolver no sentido de estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.

O Presidente da Câmara Municipal destacou na sua intervenção que a aquisição deste veículo faz muito sentido numa Autarquia que não tem um CRO definitivo, destacando ainda que Vizela é uma das primeiras Câmaras do país a fazer este tipo de intervenção com um veículo de socorro animal.

Este novo veículo de socorro móvel animal tem como principal preocupação o bem-estar dos animais, aliado às diversas intervenções que têm sido efetuadas no abrigo provisório, dotando-o de melhores condições para o acolhimento dos animais errantes.

O novo veículo irá apoiar na Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica, através da deslocação às freguesias – 1 vez por mês (12 vezes/ano) e ao centro urbano – 1 vez por semana (48 vezes/ano). O atendimento será efetuado individualmente no interior, com condições físicas semelhantes a um consultório, melhorando substancialmente a qualidade no serviço.

Este veículo prestará ainda apoio na recolha e transporte de animais errantes, protegendo-os e salvaguardando-os das condições atmosféricas e de olhares alheios, com maior respeito pela condição. Os animais serão devidamente acondicionados  no transporte, aumentando a segurança e o bem-estar, e poderão ser transportados para o Abrigo/CRO e os acidentados para clínicas com protocolo cheque veterinário, e os errantes para esterilizações com protocolo cheque veterinário.

De realçar que desde que este Executivo tomou posse, a Câmara Municipal de Vizela entregou uma maior atenção a esta matéria, que foi completamente descurada nos mandatos anteriores, mas que é sem duvida uma situação preocupante de preservação do bem-estar animal.

Nesse sentido, o Executivo procedeu à implementação de uma série de medidas, das quais se destacam: a compra de medicamentos e alimentos, a recolha com a criação de uma equipa, e recuperação de uma viatura e a aquisição de meios, a construção de um abrigo provisório e construção de Canil e Gatil Municipal, a Campanha de comunicação e sensibilização municipal animal, a contratação de um Veterinário, a implementação de uma Campanha de adoção, a instalação de Eco Dogs, a implementação do Cheque Animal, a Campanha de redução de errantes, a Viatura de socorro animal e a Campanha de vacinação antirrábica e identificação eletrónica de animais.

O objetivo deste Executivo passa assim por colocar Vizela na primeira linha das autarquias no que toca às políticas municipais relativas aos animais errantes, em contraponto com o que acontecia até agora, em que se verificava uma total ausência de estratégia nesta matéria.

FEIRA DO CAVALO DE PONTE DE LIMA ABRE COM GALA DA TRADIÇÃO

XIII Feira do Cavalo Ponte de Lima abriu com Gala da Tradição

Abriu ontem ao público a XIII Feira do Cavalo de Ponte de Lima, evento de referência a nível nacional e internacional, classificada nestes 13 anos como como “Destino Equestre Internacional”, “Melhor Destino de Horseball” e “Evento do Ano”, entre outros títulos.

P2270538 (Medium).jpg

O evento com forte predominância desportiva, realiza o Campeonato da Europa de Equitação de Trabalho de Juniores e de Young Riders, a taça de Portugal de Dressage/CDE, Concurso de Modelo e Andamentos, eleição do Campeão dos Campeões, para além das provas de Equitação de Trabalho, jogos de Horseball, Equitação à Portuguesa e um Derby de Atrelagem.

As Olimpíadas de Equitação Adaptada, que como habitualmente se realizam nos primeiros dias da Feira, decorreram em colaboração com a APPACDM e com a participação de 90 atletas.

Filipe Pimenta, Diretor da Comissão Executiva da Feira do Cavalo, afirmou que “Ponte de Lima com a sua Feira do Cavalo é uma referência. Os cavaleiros da região já são referência à escala nacional, formados em Ponte de Lima”. Filipe Pimenta revelou ainda que “o segredo para o sucesso da Feira, baseia-se em criar a sua própria identidade. (...) A feira é cada vez mais internacional, tal como os próximo eventos “Os Jogos Equestres”, marcados para agosto, de 7 a 10, e o Campeonato da Europa de Horseball, de 12 a 17 de agosto, onde estarão 20 equipas a competir”.

Por sua vez, a Presidente da Associação Concelhia das Feiras Novas, Dra. Ana Maria Machado realçou que “a Feira do Cavalo desde os seus primórdios, é como os campeonatos de equitação adaptada: inclui todos os cidadãos.”

A visita oficial ao evento contou com a presença da Diretora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Engª Carla Alves, que realçou o “mérito de trabalhar com a nossa genética, congratulando o Município por um evento de tão grande projeção turística da região.”

Considerando que a Feira do Cavalo de Ponte de Lima faz a diferença relativamente a outros eventos que se realizam no país, o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes afirmou que a “Feira do Cavalo de Ponte de Lima prima pela qualidade da organização; pela qualidade dos eventos que são realizados ao nível do desporto equestre; pela qualidade dos expositores e obviamente pela qualidade das infraestruturas que temos construído ao longo destes anos.” O autarca reforça que “são estas as condições que fazem de Ponte de Lima seguramente uma das melhores Feiras do país, e eu diria mesmo no contexto daquilo que é a região Norte e Galiza”.

A abertura oficial do Campeonato da Europa de Equitação de Trabalho de Juniores e de Young Riders,e respetivas equipas antecedeu a Gala Tradicional, um espetáculo único e multicultural enchendo de cor e música o recinto da Feira.

A Feira do Cavalo continua até domingo. Consulte o programa em: http://www.feiradocavalo.pt/cmpontedelima/uploads/writer_file/document/4722/programa_feiracavalo_2019.pdf

DSC00622 (Medium).jpg

P2270522 (Medium).jpg

P2270599 (Medium).jpg

P2270650 (Medium).jpg

P2270721 (Medium).jpg

P2270794 (Medium).jpg

P2270822.jpg

ESPOSENDENSES ADOTAM ANIMAIS

Domingo há Feira de Adoção Animal em Esposende

No âmbito do Plano Municipal de Bem Estar Animal, o Município de Esposende vai realizar no próximo domingo, dia 7 de julho, mais uma Feira de Adoção, que decorrerá entre as 10h00 e as 12h00, na zona ribeirinha de Esposende, junto às piscinas municipais Foz do Cávado.

DSC_0086.JPG

A iniciativa tem como principal objetivo promover a adoção de animais, incentivando a população a acolher, de forma responsável, animais recolhidos das ruas, depois de devidamente esterilizados, vacinados e microchipados.

Assim, estarão disponíveis para adoção alguns animais provenientes do canil intermunicipal, bem como outra informação relevante para todos aqueles que pretenderem adotar um animal. No local estará presente a Escola de Treino COMtakto, que apresentará exercícios de treino de obediência simples.

Integrado no âmbito do Plano Municipal de Bem Estar Animal, o Município desenvolveu, no ano letivo 2018/2019, o projeto “Rafeiro - uma raça com muito estilo”, como forma de sensibilizar a comunidade educativa para a problemática do bem-estar animal. A iniciativa envolveu a participação de mais de 200 crianças e incluiu visitas da comunidade escolar ao Canil Intermunicipal do Alto Minho e visitas dos animais aos Jardins de Infância. O projeto foi finalizado com êxito, pelo que tem continuidade assegurada para o próximo ano. Projeto similar será também implementado, a curto prazo, nas Instituições Particulares de Solidariedade Social, constituindo mais uma das ações previstas no Plano Municipal de Bem Estar Animal

Estas atividades refletem-se no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da ONU, Saúde de Qualidade (ODS 3), Educação de Qualidade (ODS 4), Cidades e Comunidades Sustentáveis (ODS 11) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

DSC_0037.JPG

FEIRA DO CAVALO EM PONTE DE LIMA ABRE AS PORTAS AMANHÃ

Ponte de Lima está em contagem decrescente para a XIII Feira do Cavalo.

O evento com forte predominância desportiva, promove nesta edição o Campeonato da Europa de Equitação de Trabalho de Juniores e de Young Riders.

convite_fcavalo_frente.jpg

Em simultâneo decorre a taça de Portugal de Dressage/CDE, e as Olimpíadas de Equitação Adaptada, que se associam e precedem o evento, tendo tido já início esta manhã, com a participação de 90 atletas.

A visita oficial ao evento está agendada para as 17h30 de amanhã, assim como a gala da tradição que marca a primeira noite da Feira do Cavalo, um espetáculo único e multicultural que decorre pelas 22h00.

Composta por várias provas e números em que o Cavalo Lusitano é o protagonista, a Feira é de entrada gratuita para o visitante.

PONTE DE LIMA REALIZA CORRIDA DE GALGOS

XI Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima. Corrida de Galgos – Campeonato Nacional da Federação

A Associação Galgueira e Lebreira do Norte vai promover duas corridas de Galgos no recinto da Expolima, em Ponte de Lima.

fcpl-cartaz-galgos-horas.jpg

As provas que integram o Campeonato Nacional decorrem na zona compreendida entre os dois picadeiros, pelas 11h00 e pelas 14h30 de sábado, no âmbito da XI Feira da Caça Pesca e Lazer.

Reconhecidos pelas suas capacidades atléticas, os galgos são os velocistas de curta distância e alta velocidade do mundo canino.

De forma vigorosa, esbelta e aerodinâmica, com pernas longas, e em termos proporcionais, um rosto igualmente longo e estreito, com olhos direcionados para a frente, os galgos “caçam” com a sua visão e sentem o estímulo de perseguir objetos que se movem rapidamente, correndo por gosto.

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Associação Galgueira e Lebreira do Norte, e a organização da XI Feira da Caça Pesca e Lazer, respetivamente o Município de Ponte de Lima e a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima, que unem esforços e apostam novamente na promoção e divulgação de todos os serviços e atividades ligadas ao setor da caça, da pesca e do lazer, como também aos recursos cinegéticos do concelho.

Para participar nesta prova, os “galgueiros” (donos de galgos de corrida) devem estar inscritos como sócios da Associação Galgueira e Lebreira do Norte, sendo a corrida gratuita, para participantes e espetadores.

FAMALICÃO JÁ TEM PARQUE CANINO EM SINÇÃES

Parque Canino de Sinçães já abriu. Estrutura tem uma área de 288 metros quadrados para a brincadeira

Já abriu o Parque Canino de Vila Nova de Famalicão e os primeiros utilizadores já tiveram oportunidade de desfrutar do espaço. Com uma área de 288 metros quadrados, o parque localizado em Sinçães, junto à Casa das Artes, foi desenvolvido a partir de um projeto elaborado pela “Espaçus” e a sua implementação foi concretizada pelo município através de um investimento de 12.100 euros.

AFS_8285.jpg

Para além dos caixotes próprios para os dejetos e dos bebedouros, o espaço está ainda apetrechado com vários equipamentos de agilidade como um túnel, arco para salto, rampa, barras de salto e slalom, permitindo o treino, mas também muita brincadeira.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “a proteção e defesa dos animais tem estado na primeira linha da nossa governação”. Segundo o autarca, “desde 2017, quando criamos o pelouro da “defesa do animal” que estamos a assumir diretamente esta tarefa que é também uma responsabilidade muito grande de defender e proteger os animais”.

“Com este parque, estamos a permitir que os animais que não têm um espaço para correr e brincar em segurança, o passam fazer, em condições de excelência, próprias de uma cidade moderna e amiga dos animais”, adianta ainda Paulo Cunha.

De resto, o autarca lembrou ainda a campanha lançada recentemente pelo município contra o abandono dos animais. Assente no conceito de que “um ser vivo não é um brinquedo”, a campanha promovida e realizada pela autarquia em colaboração com o movimento “Patas Solidárias” pretende apelar a todas as pessoas e aos famalicenses em particular para que não abandonem os seus animais.

Quanto ao Parque Canino, salienta-se que o mesmo está vedado em madeira numa altura de 1,70 m de forma a impossibilitar a fuga dos animais, sendo que os acessos se fazem através de um portão duplo. Na zona envolvente, a vegetação cumpre a função de isolamento acústico.

As regras de utilização do espaço que estão afixadas na entrada informam sobre o uso exclusivo para o exercício de canídeos, sobre a responsabilização do acompanhamento dos animais por parte dos seus detentores; recomenda-se a utilização do espaço por animais devidamente desparasitados e vacinados, entre outras normas.

AFS_8312.jpg

AFS_8345.jpg

FAMALICÃO INAUGURA PRIMEIRO PARQUE CANINO

Hoje, quinta-feira, pelas 17h00, em Sinçães

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, inaugura amanhã, quinta-feira, pelas 17h00, em Sinçães, o primeiro Parque Canino no concelho.

Com uma área de 288 metros quadrados o espaço foi desenvolvido a partir de um projeto elaborado pela “Espaçus” e a sua implementação foi concretizada pelo município através de um investimento de 12.100 euros.

Para além dos caixotes próprios para os dejetos e dos bebedouros, o espaço está ainda apetrechado com vários equipamentos de agilidade como um túnel, arco para salto, rampa, barras de salto e slalom, permitindo o treino, mas também muita brincadeira.

O espaço está vedado em madeira numa altura de 1,70 m de forma a impossibilitar a fuga dos animais, sendo que os acessos se fazem através de um portão duplo. Na zona envolvente, a vegetação cumpre a função de isolamento acústico.

As regras de utilização do espaço que estão afixadas na entrada informam sobre o uso exclusivo para o exercício de canídeos, sobre a responsabilização do acompanhamento dos animais por parte dos seus detentores; recomenda-se a utilização do espaço por animais devidamente desparasitados e vacinados, entre outras normas.

CÂMARA DE CAMINHA E SELVA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS INTERVÊM NO CONTROLO E ESTERILIZAÇÃO DAS COLÓNIAS DE GATOS

Protocolo foi assinado e as ações de captura, esterilização e devolução ao meio avançam em breve

A Câmara e a Associação Selva dos Animais Domésticos assinaram um protocolo com vista à intervenção e estabilização das colónias de gatos existentes no concelho. Esta parceria surge na sequência do Orçamento Participativo e permitirá capturar, esterilizar e devolver ao seu meio os gatos,devidamente identificados através de microchip, sem perder de vista, paralelamente, a eventual adoção.A associação será a responsável pela operacionalização do projeto, cabendo ao Município a transferência da verba e a monitorização do trabalho, a cargo do veterinário municipal.

De acordo com a presidente da Selva dos Animais Domésticos, este é um passo fundamental para o controlo das colónias e para travar a proliferação de animais errantes. Idalina Torres mostra-se otimista e refere que a associação está a trabalhar há já bastante tempo nesta área, nomeadamente na identificação das colónias, tendo ainda desenvolvido contactos com as clínicas veterinárias, o que tornará possível dar início às esterilizações, sobretudo de fêmeas.

Os animais esterilizados que sejam devolvidos ao seu meio serão identificados eletonicamente e através de um pequeno corte na orelha esquerda. Serão ainda desparasitados e vacinados. A colónia será depois devidamente acompanhada.

A Câmara compromete-se a transferir a necessária verba, até ao montante máximo de 30 mil euros, repartidos em duas parcelas.

Para Idalina Torres, a situação atual é muito complexa e a pressão sobre a associação é cada vez maior, devido também ao avanço da lei que impede o abate de animais nos canis. .        

Recorde-se que a Câmara tem em curso outra iniciativa nesta área, tendo aprovado há alguns meses o Regulamento do Regime Especial de Esterilização de Animais de Companhia.

O regulamento vem causa visa estabelecer e definir o Regime Especial de Esterilização de Animais de Companhia do Município de Caminha, garantindo de forma gratuita, a esterilização de animais. De acordo com o documento, o presente regime é aplicável aos animais de companhia, cães e gatos, cujo detentor pertença a um agregado familiar com carências económicas, devidamente comprovadas pelos Serviços de Ação Social do Município ou sejam resgatados das ruas por populares ou associações zoófilas legalmente constituídas.

FAMALICÃO LANÇA CAMPANHA CONTRA O ABANDONO DOS ANIMAIS

Em 2018, foram abandonados no concelho mais de 750 animais

O município de Vila Nova de Famalicão vai lançar nos próximos dias uma campanha de comunicação e sensibilização contra o abandono dos animais. Assente no conceito de que “um ser vivo não é um brinquedo”, a campanha promovida e realizada pela autarquia em colaboração com o movimento “Patas Solidárias” pretende apelar a todas as pessoas e aos famalicenses em particular para que não abandonem os seus animais.

imagem_para-noticia_cao.jpg

“Com a proximidade do período de férias, o número de animais abandonados costuma aumentar e é precisamente isso que queremos contrariar e combater”, assinala o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, afirmando que “com esta campanha pretende-se consciencializar as pessoas invocando os sentimentos de humanidade, responsabilidade e amor”. E acrescenta “um ser humano não abandona um animal”.

De acordo com os dados estatísticos em 2017, foram recolhidos pelos serviços do canil municipal de Famalicão 841 animais abandonados no concelho, sendo que em 2018, foram recolhidos 758 animais abandonados. Em relação aos animais adotados os números subiram de 433 em 2017 para 541 em 2018.

Para além das redes sociais e plataformas online do município, serão desenvolvidas também ações de comunicação no espaço público, através da colocação de outddors e outros suportes de comunicação.

imagem_para-noticia_gato.jpg

VIZELA CELEBRA PROTOCOLO COM ORDEM DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS

Presidente da Câmara assinou protocolo com a Ordem dos Médicos Veterinários

O Presidente da Câmara assinou esta manhã um protocolo com a Ordem dos Médicos Veterinários, para a implementação do Programa Nacional de Apoio à Saúde Veterinária para Animais de Companhia em Risco – Cheque Veterinário.

ass. prot. OMV.jpg

Este programa consiste na articulação entre os membros da Ordem dos Médicos Veterinários e os Municípios aderentes, sob a coordenação da Ordem, de forma a criar uma rede de apoio de cuidados primários médico veterinários para animais em risco.

Este programa destina-se à coordenação da atribuição de cheques veterinários emitidos pelos Municípios que irão atribuir aos responsáveis pelos animais em risco, por eles identificados, para utilização nos CAMV (Centros de Atendimentos Médico-Veterinários) participantes na rede Cheque Veterinário.

O Cheque Veterinário visa a prestação de cuidados de saúde aos animais em risco (animais errantes, animais de famílias carenciadas e colonias de gatos), nomeadamente no que se refere a esterilizações e tratamento de urgência de animais de rua acidentados.

A assinatura do Protocolo em apreço com a Ordem dos Médicos Veterinários implica um custo estimado para o ano de 2019 de € 5.900,00.

De realçar que esta medida surge no seguimento da reestruturação em curso do setor veterinário municipal, tendo em vista a construção de um plano integrado para este setor, o programa Vizela ProAnimal, recentemente apresentado pela Câmara Municipal e que este Executivo pretende desenvolver a curto e médio prazo, para estruturar, dinamizar e dignificar as políticas municipais relativas aos animais errantes.