Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES APOIA ALUNOS DO 1º CICLO

Município ofereceu cadernos de atividades a todos os alunos do 1º ciclo do Agrupamento de Escolas de Amares

A Câmara Municipal de Amares investiu cerca de 25 mil euros em material escolar, numa medida de promoção para a educação que beneficiou cerca de 600 alunos do 1º ciclo do ensino básico do Agrupamento de Escolas do concelho.

DSC09601

À semelhança do ano letivo anterior, o Município de Amares complementou a oferta do Ministério da Educação, distribuindo cadernos de atividades a 587 alunos do 1º ciclo. Para além disso, distribuiu, ainda, material escolar a 236 alunos posicionados no escalão A e B da segurança social.

“Tenho vindo a assumir, desde o início do meu mandato, a Educação como uma área prioritária porque entendo que é uma das bases fundamentais para uma sociedade bem formada e desenvolvida”, refere o presidente da Autarquia, Manuel Moreira.

“Esta é uma medida que pretende promover não só um ensino de excelência no nosso concelho mas também a igualdade de oportunidades entre os nossos alunos e, simultaneamente, contribuir para a redução dos encargos das famílias amarenses”, sublinha o edil.

Recorde-se que, no primeiro mandato de Manuel Moreira, a Câmara Municipal de Amares investiu 8 milhões de euros na educação, introduzindo algumas medidas inovadoras como é o caso do transporte escolar gratuito para todos os alunos, desde o pré-escolar até ao 12º ano de escolaridade, uma das medidas incluídas num pacote de apoios às famílias amarenses.

MINHO COMEMORA 900 ANOS DO NASCIMENTO DE GUALDIM PAIS, MESTRE DA ORDEM DOS TEMPLÁRIOS EM PORTUGAL

Apresentação do programa comemorativo do 9.º Centenário do Nascimento de Dom Gualdim Pais

O 9.º Centenário do Nascimento de Dom Gualdim Pais, Mestre da Ordem do Templo de Portugal, será assinalado com um vasto programa ao qual se associam cinco municípios.

485.0.original

As Jornadas Gualdinianas realizar-se-ão em Barcelos (22 de setembro), Braga (29 de setembro), Coimbra (6 de outubro), Tomar (13 de outubro) e Vila Verde (20 de outubro).

A apresentação do programa decorrerá amanhã, 4 de setembro, na Sala de Reuniões da Câmara Municipal de Barcelos, às 11h00, com a presença de Armandina Saleiro, Vereadora da Cultura da Câmara de Barcelos, e de Lídia Dias, Vereadora da Cultura da Câmara de Braga.

Dom-Gualdim-Pais-1118---1195-Crusader-Templar--amp--Knight

QUEM FOI O AMARENSE D. GUALDIM PAIS?

Gualdim Pais (1118-1195)

Gualdim Pais nasceu em Amares, região de Braga. Escudeiro de D. Afonso Henriques, combateu ao seu lado contra os mouros, vindo a ser ordenado cavaleiro pelo soberano no campo da batalha de Ourique, em 1139. Depois tornou-se cruzado e freire templário, partindo a seguir para a Palestina onde pelejou durante cinco anos. No seu regresso, em 1157, foi feito procurador do Templo em Portugal, sendo o seu 4.º Mestre desde que a Ordem se estabeleceu em Soure, em 1128.

Segundo uma lápide existente no Convento de Cristo, colocada junto à primitiva entrada na Rotunda Templária pelo Infante D. Henrique, Mestre Gualdim Pais além do castelo e vila de Tomar, fundou ainda, os castelos de Pombal, Zêzere (hoje desaparecido - no atual concelho de Vila Nova da Barquinha), Almourol, Idanha e Monsanto.

Deu foral à vila de Tomar, em 1162, que se tornou então a sede dos Templários no reino. Cercado este castelo em 1190, pelas forças Almóadas, sob o comando do califa Abu Yusuf Ya'qub al Mansur, os Templários conseguiram defendê-lo graças a uma estratégia eficaz, até que, ao fim de seis dias, o cerco foi levantado e os muçulmanos abandonaram a empresa. 

Gualdim Pais faleceu em Tomar, no ano de 1195 e encontra-se sepultado na igreja de Santa Maria dos Olivais, que foi panteão dos mestres do Templo.

Fonte: http://www.conventocristo.gov.pt/

gualdim-pais-statue-city-of-tomar

AMARES ARRANCA ANO LECTIVO... A TEMPO E HORAS!

Município de Amares quer ser exemplo de boas práticas na educação. Obras na EB 2 e 3 concluídas para o início do ano letivo

Está tudo a postos para o arranque do novo ano letivo no que diz respeito às responsabilidades e competências da Câmara Municipal de Amares, que promete manter um grande investimento em apoios socioeducativos, bem como ao nível dos serviços prestados pelos diversos estabelecimentos de ensino existentes no concelho. A conclusão das obras de ampliação e reabilitação da EB 2 e 3 de Amares é a grande novidade para o início das atividades.

DSC04576

Para o Presidente do Município de Amares, Manuel Moreira, professor de profissão, a Educação é “uma das prioridades e um dos fatores mais importantes para o desenvolvimento do concelho”. “Temos procurado criar condições equitativas de acesso ao ensino, apoiando as famílias amarenses através de um conjunto alargado de medidas. O objetivo é que cada criança tenha as melhores condições para crescer, nas suas várias dimensões, feliz e saudável”, sublinha o autarca.

No primeiro mandato, Manuel Moreira, investiu 8 milhões de euros na educação, introduzindo algumas medidas como a oferta dos cadernos de atividades a todos os alunos do 1º ciclo e a gratuidade do transporte escolar para todos os alunos, desde o pré-escolar até ao 12º ano de escolaridade. A melhoria da qualidade das refeições escolares foi um dos grandes objetivos do presidente que, em 2014, abriu as cantinas de todos os centros escolares do concelho, fazendo com que as refeições fossem confecionadas nas cozinhas dos espaços escolares. Este ano, o serviço vai ser reforçado com a contratação de profissionais especializados para apoio técnico e monitorização das refeições.

Destaque, ainda, para alguns projetos bem-sucedidos como as hortas pedagógicas e a continuidade do regime da fruta escolar, o projeto ´Pimpolho` para a prevenção da ambliopia e o mais recente projeto de combate ao insucesso escolar: “Escola para Tod@s: sucesso na aprendizagem”, inserido no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado e implementado pelo Município de Amares, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Amares e em articulação com a comunidade escolar e as respetivas famílias, num investimento total de cerca de 200 mil euros e com a duração de 3 anos.

A requalificação da EB2 e 3 de Amares, estabelecimento de ensino que serve cerca de 600 alunos do concelho e que, há muito tempo, reclamava obras de melhoria, foi outro dos objetivos que este ano se vê concretizado. No regresso às aulas, os alunos vão já usufruir da EB 2 e 3 de Amares ampliada e requalificada, a garantia é dada pela vereadora da educação, Cidália Abreu, que destaca “a qualidade” do equipamento que vai acolher os alunos do 5º ao 9º anos.

No arranque do novo ano letivo, Manuel Moreira garante “a continuidade dos apoios e um investimento muito forte no sentido de garantir todas as condições para um ensino de excelência”.

O Município de Amares vai continuar a oferecer o material escolar destinado aos alunos posicionados no escalão A e B da segurança social e bolsas de estudo aos alunos do ensino superior. As atividades de apoio e animação à família (AAAF), inclusive, durante o período de interrupção letivas, para ocupação dos tempos livres dos mais novos, vão também continuar a contar com o apoio municipal.

Antecipando o arranque das aulas, o executivo deixa uma palavra de boas vindas a todos os alunos, professores, funcionários, pais e encarregados de educação, e um agradecimento especial à Direção do Agrupamento de Escolas de Amares, pelo excelente trabalho realizado, assim como a todos os que enfrentam vários obstáculos e desafios, mas mesmo assim continuam a dedicar-se à construção de uma Escola de qualidade.

AMARENSES DESCEM O CÁVADO EM CAIAQUE

Descida do Cávado pelo Ambiente voltou a conquistar amantes de caiaque

Cerca de 50 pessoas participaram, no passado domingo, na 5ª Descida do Cávado pelo Ambiente, em caiaque, iniciativa promovida pela Associação de Desenvolvimento Desportivo do Vale do Homem em parceria com o Município de Amares. A partida decorreu logo ao início da tarde na Praia Fluvial de Dornelas e seguiu em direção a Prozelo, onde terminou perto da Igreja.

Num diacom temperaturas elevadas, os amantes de caiaque, vindos de diversos pontos da região, puderam refrescar pelas águas do Cávado e desfrutar de uma tarde de convívio e de uma viagem repleta de belezanatural e patrimonial.

DSC03149

AMARES RECEBE AUTARCAS LUSODESCENDENTES RADICADOS EM FRANÇA

Encontro bilateral entre autarcas amarenses e lusodescendentes de França

O vice-presidente da Câmara Municipal de Amares, Isidro Araújo, acompanhado pela vereadora Cidália Abreu, recebeu, no final da tarde de ontem, um grupo de autarcas lusodescendentes, pertencentes à Associação CÍVICA – Associação dos Autarcas Portugueses em França.

DSC03024

Esta iniciativa surgiu fruto de um contacto previamente estabelecido com a respetiva associação que solicitou junto do Município de Amares uma reunião no sentido de criar pontos de encontro e de partilha entre Amares e a França, país onde se encontram diversos emigrantes, nomeadamente do concelho de Amares.

Neste encontro, onde marcaram também presença alguns presidentes de junta do concelho de amares, foi possível trocar contactos e partilhar interesses que possam ter impacto na economia do concelho essencialmente a nível das pequenas empresas e do turismo.

"Amares tem todo o interesse em estar tanto quanto possível perto de todos aqueles que, na França ou em qualquer outra parte da Europa, procuram outras formas de vida. Os autarcas lusodescendentes são aqueles que melhor conhecendo a comunidade portuguesa podem ser sempre elos mais fortes de ligação, apoio e ajuda", referiu o vice-presidente, Isidro Araújo.

Isso mesmo corroborou Rui Ribeiro Barata, conselheiro das Comunidades Portuguesas em França, destacando a importância deste género de encontros pela forma como permitem "estabelecer pontes de ligação" entre diferentes pontos do mundo, cruzando "interesses, saberes e mercados".

MUNICÍPIO DE AMARES IMPLEMENTA PROGRAMA "ALDEIA SEGURA - PESSOAS SEGURAS"

A Câmara Municipal de Amares, em colaboração com os Bombeiros Voluntários e a Guarda Nacional Republicana, dinamizou esta quinta-feira, dia 16 de agosto, uma reunião de trabalho que serviu para articular estratégias, distribuir kits de proteção, folhetos informativos e as respetivas placas de sinalização no âmbito do programa “Aldeia Segura-Pessoas Seguras”, iniciativa que procura garantir uma maior proteção da população das aldeias com maior risco de incêndio rural nas freguesias de primeira prioridade.

DSC02987

O Município de Amares tem trabalhado na implementação do programa com as Juntas das freguesias de Bouro Santa Marta, Bouro Santa Maria, Goães e da União de freguesias de Vilela, Paredes Secas e Seramil, freguesias de primeira prioridade, segundo a análise do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Segundo o presidente da Câmara, Manuel Moreira, “esta é mais uma estratégia preventiva que visa incentivar a consciência coletiva para as medidas de autoproteção e facilitar a coordenação das equipas de intervenção em situações de fogos descontrolados que impliquem a evacuação das aldeias”. O autarca considera, neste sentido, “fundamental a implicação e a recetividade que os agentes locais, nomeadamente as juntas de freguesia, têm demonstrado para com a temática”.

Das reuniões preparatórias resultaram já a definição de 18 pontos de refúgio/abrigo situados nas freguesias de maior risco, e a definição dos oficiais de segurança local, pessoas que assumem um papel muito relevante ao nível da proteção da comunidade.

Nesta fase, estão a ser também a ser sinalizados os caminhos de evacuação dos aglomerados populacionais para os locais de refúgio.

DSC03006

ESCRITORA ALICE VIEIRA EMOCIONA-SE EM AMARES

60 anos depois Alice Vieira reencontrou-se com Caldelas. Escritora e jornalista emocionou-se no Parque das Termas

As recordações de uma das maiores escritoras portuguesas da atualidade foram descortinadas, 60 anos depois, num reencontro com o passado, que decorreu no Parque das Termas. Com mais de 80 títulos publicados, Alice Vieira escreveu “Águas de Verão”, uma obra inspirada em todas as aventuras vividas em Caldelas e que esteve na base do seu regresso a Amares.

38923563_1823836337710162_2275230277624135680_n

A escritora falou das suas memórias de infância em Caldelas e do seu percurso enquanto jornalista e escritora, dos prémios que recebeu, da escrita infantojuvenil e para adultos, da poesia e da sua coleção de presépios.

Durante a sua infância, Alice Vieira passava os três meses das férias de verão, no Grande Hotel da Bela Vista, em Caldelas. Vinha com os tios e com mais alguns amigos da família. “Eram pessoas muito rigorosas mas quando chegavam a Caldelas, deixavam-me livre e eu sentia-me imensamente feliz porque podia fazer coisas que em Lisboa eram impensáveis”, relembrava a escritora na sua passagem por Amares.

Aqui, a escritora começou a sua estadia com uma visita ao Mosteiro de Santo André de Rendufe e regressou ao Grande Hotel da Bela Vista, onde, com os olhos em brilho, deu uma autêntica lição de memória, localizando espaços e pessoas. O dia, de coração e alma cheia, ficou marcado, entre outras coisas, por uma visita surpresa de uma colega de liceu e faculdade, a amarense professora Ana Maria Andrade de Besteiros. Um reencontro cheio de emoções e memórias partilhadas. Alice Vieira foi brindada, ainda, com uma visita guiada e conheceu com mais detalhe as instalações da Termas de Caldelas.

No desvendar de “Águas de Verão”, sessão moderada por Maria José Machado e muito acarinhada pelo público, marcaram presença, o vice-presidente da Câmara Municipal de Amares e vereador da Cultura, Isidro Araújo, a vereadora, Cidália Abreu e o presidente da Junta da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, José Manuel Almeida.

A tarde foi abrilhanta pela AFA Estudos Musicais.

39012976_1823836124376850_6702601425265885184_n

ESCRITORA ALICE VIEIRA VAI A AMARES

Escritora Alice Vieira está em Caldelas a 11 de Agosto

É um dos momentos do Verão. A escritora Alice Vieira vem a Caldelas, no dia 11 de Agosto, pelas 18h00, para falar da sua carreira e da sua infância em Amares.

image004

A completar 75 anos de vida, Alice Vieira é considerada uma das três melhores escritoras portuguesas da atualidade.

A vinda a Caldelas reveste-se de especial significado, uma vez que parte das férias de Verão da escritora, na infância, eram passadas nas termas caldelenses.

A sessão, no relvado do Parque das Termas, contará com a presença da professora Maria José Machado, atualmente a lecionar em Timor e com a participação musical da AFA-Estudos Musicais que irá sonorizar a sessão.

Recorde-se que Alice Vieira escreveu um livro «Águas de Verão» inspirado nas suas férias em Amares e nas termas.

AMARES ASSINALA DIA INTERNACIONAL DA JUVENTUDE

Para assinalar o Dia Internacional da Juventude que se comemora no próximo domingo, dia 12 de agosto, a Câmara Municipal de Amares vai oferecer aos jovens, com idades até aos 30 anos, entradas gratuitas nas Piscinas Municipais de Amares e Caldelas. A iniciativa é condicionada mediante lotação do espaço.

Capturar1

CICLISTAS PEDALAM AMANHÃ EM AMARES

Rendufe acolhe já este sábado o 17º Prémio de Ciclismo.

Disputa-se no próximo dia 11 de agosto o 17º Prémio de Ciclismo de Rendufe, iniciativa da Associação de Ciclismo do Minho e da Secção de Ciclismo do Rendufe Futebol Clube pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã. A prova é destinada aos escalões de pupilos/benjamins, iniciados, infantis, juvenis, cadetes e juniores.

Ciclismo

As diversas provas do 17º Prémio de Ciclismo de Rendufe vão ser realizadas em Rendufe (Amares), nas imediações da junta de freguesia local. O arranque das provas está marcado para as 15h00 e a cerimónia protocolar e de entrega de prémios está prevista para as 18h00.

As provas de destreza vão decorrer na Rua Urbanização das Neves e as provas em linhas serão disputadas no seguinte percurso: Rendufe (Avenida do Monte), à drt. p/Braga EN 205, Lago, rotundo à drt. p/ Igreja de Lago, à drt. p/Rendufe, Igreja de Lago, Campo de Jogos do Rendufe FC, Entroncamento, à drt. p/Rendufe (centro), Avenida do Monte.

Organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pela Secção de Ciclismo do Rendufe Futebol Clube, o 17º Prémio de Ciclismo de Rendufe conta com a colaboração da Câmara Municipal de Amares, Junta de Freguesia de Rendufe, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Controlsafe, Salvaggio e AFAcycles.

CERVEJA EM AMARES É UM FESTIVAL

Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares voltou a ter “casa cheia”

Praça do Comércio foi sala de convívio para milhares de amarenses e visitantes

DSC01763

Sucesso confirmado em mais um Festival da Cerveja e da Francesinha de Amares. A 14ª edição do evento, que decorreu entre os dias 2 e 5 de agosto, reuniu, em plena Praça do Comércio, em Ferreiros, milhares de apreciadores para se deliciaram com este petisco, acompanhado pela refrescante cerveja e por um programa de animação variado.

“O balanço é muito positivo. Apesar das altas temperaturas que se fizeram sentir as pessoas não se desmotivaram, bem pelo contrário, aderiram em grande, começou por referir Paulo Gomes, o presidente da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, entidade que organiza o festival, com o apoio da Câmara Municipal de Amares.

“Apostamos na prata da casa para preencher os momentos de animação e o resultado foi muito bom porque as pessoas adoraram. Este ano, a grande surpresa foi juntar às nossas marchas populares, que tem já uma grande tradição no nosso concelho, uma marcha de fora – a Marcha de Bela Flor de Campolide – e foi um momento muito bonito e participado, acrescentou.

Também quisemos que esta festa se estendesse a toda Praça do Comércio e, por isso, colocamos um insuflável e outros divertimentos mais descentralizados para que toda a área fosse abrangida e todos os comerciantes pudessem beneficiar com isso”, concluiu.

Para o presidente da Câmara de Amares o sucesso de mais uma edição também foi visível pelo bom ambiente que se viveu durante os quatro dias do festival.

“Esta é uma festa que tem já muita tradição e que, anualmente, serve de ponto de encontro para amarenses e visitantes, de convívio para familiares e amigos, de acolhimento aos nosso emigrantes e este ano não foi exceção. Foi uma verdadeira festa à boa forma minhota, com boa gastronomia e muita animação”, sublinhou Manuel Moreira.

Mesmo reconhecendo que as Francesinhas não são um prato típico do concelho, o autarca lembrou que há muitos espaços de restauração do concelho confecionam “muito bem” esta especialidade e não tem dúvidas que todos ficaram “muito agradados com a qualidade” deste petisco servido pelo Pastelaria Bom doce e Tasquinha do Tomadas.

DSC01785

AMARES RECEBE ESCRITORA ALICE VIEIRA

Escritora Alice Vieira está em Caldelas a 11 de Agosto

É um dos momentos do Verão. A escritora Alice Vieira vem a Caldelas, no dia 11 de Agosto, pelas 18h00, para falar da sua carreira e da sua infância em Amares.

image004

A completar 75 anos de vida, Alice Vieira é considerada uma das três melhores escritoras portuguesas da atualidade.

A vinda a Caldelas reveste-se de especial significado, uma vez que parte das férias de Verão da escritora, na infância, eram passadas nas termas caldelenses.

A sessão, no relvado do Parque das Termas, contará com a presença da professora Maria José Machado, atualmente a lecionar em Timor e com a participação musical da AFA-Estudos Musicais que irá sonorizar a sessão.

Recorde-se que Alice Vieira escreveu um livro «Águas de Verão» inspirado nas suas férias em Amares e nas termas.

CERVEJA JORRA NO FESTIVAL DE AMARES

Festival da Cerveja e da Francesinha volta a animar Amares. Evento decorre de 2 e 5 de agosto

É amante de uma refrescante cerveja e de uma deliciosa francesinha? Se sim, então Amares tem a proposta ideal para si. A Praça do Comércio, em Ferreiros, volta a ser o ponto de encontro para centenas de amarenses, emigrantes e visitantes, em mais uma edição do Festival da Cerveja e da Francesinha, que acontece entre os dias 2 e 5 de agosto.

DSC01533

Mais do que um festival que convida a sentar à mesa e a deliciar-se com as francesinhas confecionadas pela Pastelaria Bom doce e Tasquinha do Tomadas, a 14ª edição do evento promete, à semelhança daquilo que tem vindo a acontecer anualmente, ser um espaço de convívio e animação. Isso mesmo refere o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, lembrando que este é “um momento grande momento de convívio pensado para acolher e dar as boas vindas aos emigrantes do concelho, não esquecendo os restantes munícipes e todos aqueles que visitam Amares por esta altura do ano”.

Para além da zona da restauração, na qual a cerveja e a francesinha vão ser as principais atrações, a iniciativa organizada pela União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, com o apoio da Câmara Municipal de Amares, volta a manter a aposta num programa diversificado para animar os quatro dias do festival.

“Procuramos dar a oportunidade aos nossos emigrantes para desfrutarem de algumas das nossas tradições como é o caso das marchas populares a que muitos não têm oportunidade de assistir em outra época do ano e depois dar voz também a alguns dos grupos musicais do nosso concelho, para além de outras surpresas”, menciona o presidente da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, Paulo Gomes, destacando que “esta é uma festa que reúne centenas de famílias, amigos, emigrantes e visitantes.”

A programação arranca no dia 2 de agosto, às 21h00, com a atuação de José Santos. No dia 3, a noite fica reservada à atuação da Marcha da Valoriza, da Marcha de Goães e da Marcha da USA – Universidade Sénior de Amares, prevista para as 21h00, e à performance do DJ Rasec, às 00h00. No dia 4, a tarde é dedicada ao desporto com nova edição do Colorir Amares, iniciativa organizada pela Associação de Montanhismo Idas e Voltas por aí, com partida marcada para as 17h30. À noite, às 21h00, voltam a atuar as marchas populares, desta vez, a Marcha de Caldelas e a Marcha de Campolide (Lisboa). Às 22h00 sobe ao palco grupo amarense D Maria, seguindo-se a atuação do DJ Rui Sá, às 00h00. A terminar a programação, no dia 5, às 21h00, o grupo verde Minho, anima os presentes com o som dos tradicionais cavaquinhos.

De 2 e 5 de agosto, já sabe, todos os caminhos vão dar à Praça do Comércio, em Ferreiros, Amares.

DSC01535

AMARES PROMOVE CINEMA EM CONCERTO

A Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro promove no mês de agosto dois concertos de verão. O primeiro acontece no dia 10 de agosto, pelas 21h45, em Santa Maria de Bouro, e o segundo realiza-se no dia 11 de agosto, pelas 21h30, em Caldelas.

A iniciativa, inserida no programa de animação termal, conta com o apoio do Município de Amares, da Junta de Freguesia e Paróquia de Bouro Santa Maria, bem como da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos.

Os espetáculos têm entrada livre.

Concertos de      verão

AMARES: MINHOTOS FORAM EM ROMARIA AO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DA ABADIA

Convívio Mais Vida levou centenas de seniores ao Santuário de Nossa Senhora da Abadia em Amares

O Convívio Mais Vida, iniciativa integrada no programa da Festa da Saúde, que decorreu este fim de semana em Cabeceiras de Basto, levou ontem, dia 29 de julho, centenas de pessoas ao Santuário de Nossa Senhora da Abadia em Amares, um passeio-convívio que se realiza anualmente e que proporcionou momentos de lazer e de confraternização a todos os participantes.

Convívio Mais Vida (1)

Este convívio é um momento de reencontro entre seniores de todas as freguesias do concelho e consiste num passeio com missa, almoço e tarde de grande confraternização.

Neste ano a animação musical esteve a cargo do grupo SDF de Cabeceiras de Basto, aos quais se juntaram outros grupos de tocadores e cantadores informais do concelho.

O Convívio Mais Vida contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Francisco Alves, dos vereadores Dra. Carla Lousada e Eng. Pedro Sousa, da presidente da Basto Vida, Dra. Fátima Oliveira, bem como de presidentes das Juntas de Freguesia, entre outros autarcas.

A iniciativa solidária organizada pela Basto Vida, em colaboração com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e com as Juntas de Freguesia, teve como objetivo combater o isolamento e promover a qualidade de vida, estimulando uma vida mais ativa e ajudando a quebrar com o ciclo de solidão e rotina que tantas vezes acompanha o quotidiano dos seniores.

Convívio Mais Vida (2)