Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES: CDU CONSIDERA PRIORIDADE DESENVOLVIMENTO DE UMA REDE PÚBLICA DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇOS SOCIAIS

A CDU, representada pelo seu cabeça de lista, Torcato Ribeiro e os candidatos Filipe Gomes e Daniel Marques, visitou a Associação de Paralisia Cerebral de Braga (APCB), cujas instalações se encontram localizadas em Amares.

paralesiacerebral.jpeg

No encontro, a CDU constatou que o trabalho e respostas sociais que a APCB fornece são de grande valor para todo o distrito de Braga. Apesar de possuir novas instalações, falta a capacidade para as equipar, assim como protocolos necessários com a Segurança Social para ampliar a dimensão da resposta e adequa-la à nova capacidade física. É também necessário o reforço dos transportes públicos para Amares, que sirvam de forma concreta, não só os utentes, mas também o pessoal técnico. Foi ainda salientada a importância da intervenção precoce, que contribui em grande medida, para uma integração futura na sociedade, por parte dos utentes da Associação.

Torcato Ribeiro afirmou que "O peso dos estabelecimentos de acção social do Estado é hoje residual, sendo a acção social exercida quase só por via de IPSS, ao mesmo tempo que se alarga uma lógica de privatização das respostas sociais. A CDU dará prioridade à criação de uma Rede Pública de equipamentos e serviços que responda a necessidades sociais, nomeadamente nas áreas dos direitos das crianças e jovens, das pessoas com deficiência e das pessoas idosas, particularmente das pessoas idosas dependentes. Uma Rede Pública que assegure igualdade no acesso aos equipamentos e serviços sociais, a qualidade de prestação do serviço público, com meios humanos e técnicos que assegurem a resposta necessária."

paralesiacerebral_1.jpeg

BRAGA: CDS DEFENDE ADSE PARA OS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS

Areia de Carvalho, candidato pelo distrito de Braga, visita corporações

 “Portugal precisa dos bombeiros voluntários e o Estado tem de saber recompensá-los devidamente pelo serviço que prestam à comunidade.”

Areia de Carvalho nos Bombeiros Voluntários de Am

Foi assim que Areia de Carvalho, primeiro candidato do CDS-PP à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Braga, deu o mote para lançar uma ideia que agrada aos bombeiros voluntários: a sua inclusão no grupo de beneficiários da ADSE, o subsistema de saúde dos funcionários públicos.

Na sua campanha para as eleições legislativas de 30 de janeiro, Areia de Carvalho, que tem por objetivo manter o deputado do CDS-PP pelo distrito de Braga, tem privilegiado visitas às corporações de bombeiros. Foi assim em Esposende, Braga, Vila Verde, Vila Nova de Famalicão, Vieira do Minho e Amares, estando outras visitas agendadas até ao fim da campanha.

“Tenho de destacar o voluntariado dos bombeiros portugueses, que é uma característica rara no mundo. O trabalho daqueles que doam o seu tempo e a sua disponibilidade ao bem comum é algo que não tem preço”, considera Areia de Carvalho, para quem “se não fossem os bombeiros voluntários e o voluntariado que os bombeiros fazem os serviços noturnos e de fim de semana não seriam prestados”.

É o que acontece, por exemplo, em Vieira do Minho, e em outras corporações de bombeiros. “O que seria de Portugal se não tivesse bombeiros voluntários?”, pergunta, insistentemente, o candidato do CDS-PP à Assembleia da República.

Areia de Carvalho lembra que “cerca de 90% das funções da proteção civil são desempenhadas pela sociedade civil, nomeadamente através dos bombeiros voluntários”.

Com base nesses elementos, o candidato adianta que “o CDS-PP assume o compromisso de, em parceria com a Liga dos Bombeiros Portugueses, encontrar soluções que recompensem os bombeiros voluntários pelo serviço público que prestam à comunidade”.

“Os bombeiros voluntários precisam de ser devidamente recompensados pelo Estado. Por exemplo, vamos pensar na hipótese de os bombeiros se tornarem beneficiários do subsistema de saúde da ADSE ou de terem acesso a um estatuto favorecido no processo de aposentação”, adiantou Areia de Carvalho.

A campanha do CDS-PP continua marcada pela proximidade e focada em temáticas que interessam às pessoas e instituições. No próximo sábado, 22 de janeiro, Areia de Carvalho terá a seu lado o líder do partido, Francisco Rodrigues dos Santos, numa ação de campanha no Mercado Municipal de Braga.

Areia de Carvalho nos Bombeiros Voluntários de Vi

Areia de Carvalho nos Bombeiros Voluntários de Vi

Areia de Carvalho nos Bombeiros Voluntários Famal

Areia de Carvalho na Proteção Civil do distrito

VICE-PRESIDENTE DO ISAVE INTEGRA DIREÇÃO DA REDE ACADÉMICA DAS CIÊNCIAS DA SAÚDE DA LUSOFONIA

A Professora Doutora Mafalda Duarte, Vice-presidente do ISAVE – Instituto Superior de Saúde integra a Direção da RACS – Rede Académica das Ciências da Saúde da Lusofonia, para o triénio 2021/2024

isave.jpg

Presidida pelo Professor Doutor Jorge Conde, do Instituto Politécnico de Coimbra, esta associação tem uma nova Direção, que prevê dar continuidade às ações que têm sido levadas a cabo, no sentido de fortalecer e muscular a atuação do ensino superior no espaço lusófono.

A nova Direção propõe-se a continuar a ampliar a base social da RACS, no espaço lusófono, com novos associados efetivos, captando igualmente entidades parceiras e associados afiliados no palco ibero-americano e outras regiões do globo. São também objetivos consolidar a estrutura orgânica e funcional da RACS e os seus serviços internos de apoio, bem como reforçar a divulgação internacional da RACS, com a ampliação das estratégias de comunicação, para múltiplas instituições e organizações de distinta natureza.

No que diz respeito aos projetos futuros, esta nova Direção pretende fortalecer a promoção do intercâmbio e o desenvolvimento da cooperação em ciências da saúde no espaço lusófono, nomeadamente, com a realização de reuniões internacionais multidimensionais, alavancando assim projetos já criados, como: o Programa para Mobilidade Académica – MOTUS; a Revista científica internacional RevSALUS; o Observatório do Ensino Superior da Saúde em territórios de língua portuguesa – OESS; os Núcleos Académicos; e a rede de partilha de recursos bibliográficos de ciências da saúde.

Em consequência, o ISAVE reforça a sua atuação no espaço lusófono, onde visa enaltecer a investigação nas ciências da saúde, multicêntrica e transnacional e valorizar a multiculturalidade e o conhecimento científico na área da saúde na lusofonia.

EPATV ASSEGURA COMPASSO PASCAL EM VILA VERDE E BARBUDO EM 2022

O Diretor Geral da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), recebeu hoje, dia 8 de dezembro, na Festa da Imaculada Conceição, as seis cruzes do Compasso Pascal das paróquias de Vila Verde e Barbudo, assumindo a responsabilidade (mordomia) deste dia festivo para as gentes do Minho, envolvendo   todos os colaboradores e alunos nesta iniciativa.

IMG_0651.jpg

João Luís Nogueira estava acompanhado  de outros elementos da Direção da EPATV, como Sandra Monteiro, Paula Fernandes, Aurélia Barros, os professores Ana Nogueira e Rui Silva, bem como a Coordenadora do Centro Qualifica, Rosa Vieira. 

A entrega das seis cruzes — como é tradição —   decorreu na festa da Imaculada Conceição, no final de uma Eucaristia celebrada pelo Padre  Artur Gonçalves e animada pelo Coro Paroquial de Vila Verde. 

João Luís Nogueira revelou que as Cruzes, no Domingo de Páscoa, irão cumprir a tradição no percurso da freguesia  com envolvimento de toda a comunidade educativa e que para além desta partilha terá ainda como reflexo um almoço convívio   que será servido no restaurante pedagógico da EPATV.  

Na celebração de hoje participaram, ainda os Bombeiros Voluntários de Vila Verde, que transportaram o andor da Nossa Senhora do Sameiro pelas ruas da Vila, numa procissão no final da Eucaristia  

Na homilia, o Padre Artur Gonçalves elogiou o comportamento da EPATV ao assumir esta responsabilidade para com a comunidade: “ainda nos conseguimos surpreender pela positiva com a ousadia desta escola organizar o Compasso pascal, associando-se a uma das mais belas tradições do Minho. Bem hajam pela vossa disponibilidade”. 

Para a EPATV, esta iniciativa traduz o “espírito de integração na comunidade que servimos, estando ao lado das suas mais lídimas tradições, como é esta do Compasso Pascal, no qual vamos participar com todo o entusiasmo dos nossos professores, alunos e colaboradores. Se é um dia de grande alegria para os Vila-Verdenses, para nós será uma enorme jornada de proximidade que nos enobrece” — reconheceu João Luís Nogueira, Diretor Geral da EPATV.

IMG_0720.jpg

AMARES REALIZA MERCADO DE NATAL

É já amanhã, dia 8 de dezembro, pelas 10 horas, que o Mercado de Natal, em Amares, abre as suas portas, trazendo consigo uma oferta recheada de produtos locais e artigos da época, que farão as delícias de todos nesta quadra natalícia.

Dos produtos da terra aos frutos secos, da doçaria à chocolataria, dos licores às compotas, dos artigos de moda aos produtos de beleza, sem esquecer o artesanato e outros produtos tradicionais, entre outros, são vários os "cabazes” que pode comprar e oferecer neste mercado.

A iniciativa, promovida pelo Município de Amares, decorre até ao dia 22 de dezembro no Largo do Município, diariamente entre as 9h00 às 18h00 e aos sábados das 10h00 às 20h00.

Mercado Natalício.jpg

AMARES: URJALÂNDIA ESTEVE MAIS UMA VEZ NA FINAL DOS “PRÉMIOS MUNICÍPIOS DO ANO – PORTUGAL”

No âmbito da cerimónia de entrega dos Prémios Municípios do Ano – Portugal 2021, que decorreu ontem, dia 2 de dezembro, no Funchal, Manuel Moreira, destacou “o imenso orgulho na Urjalândia, um evento genuíno que se tornou uma referência em matéria de sustentabilidade, dando vida a uma aldeia caraterística do norte de Portugal”.

IMG-20211203-WA0003.jpg

Amares figurou entre os finalistas do concurso, com a Urjalândia – Aldeia de Natal Sustentável, um projeto implementado em estreita colaboração entre o Município de Amares e a União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas. O Presidente do Município de Amares, Manuel Moreira, marcou presença na cerimónia, acompanhado pelo Vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro, e pelo Presidente da União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas, Rui Tomada.

A Câmara Municipal de Amares e a União de Freguesias de Vilela, Seramil e Paredes Secas regozijam-se com o reconhecimento do trabalho que tem vindo a ser feito no Urjal, um trabalho que tem estado na linha da frente no que se refere às políticas de desenvolvimento dos territórios, tendo por base a sustentabilidade ambiental e o respeito pelas tradições e ruralidade.

A Urjalândia é um projeto pioneiro, em Portugal, que visa mostrar as práticas de sustentabilidade, com a envolvência das comunidades rurais, dinamizando o Urjal. Trata-se de um projeto concentrado na época natalícia, interrompido pela pandemia, em que toda a aldeia é decorada de modo ecológico, através da reutilização de materiais recicláveis e de materiais naturais, o que resulta de vários meses de trabalho da comunidade rural.

O concurso “Municípios do Ano Portugal” é promovido, anualmente, pela Universidade do Minho, através da sua plataforma UM-Cidades e visa reconhecer as boas práticas de projetos implementados pelos municípios com impacto no território, na economia e na sociedade, promovendo o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade.

A sexta edição contou com 44 candidaturas, estando nomeados projetos de 27 municípios para nove categorias regionais, para a categoria intermunicipal e para o grande prémio Município do Ano 2021. Águeda venceu o Prémio Município do Ano com o projeto AgitÁgueda- Art Festival.

IMG-20211203-WA0004.jpg

IMG-20211203-WA0002.jpg

MUNICÍPIO DE AMARES IMPLEMENTA PROGRAMA DE APOIO ESPECIALIZADO PARA INTERVENÇÃO JUNTO DE CUIDADORES INFORMAIS

O Município de Amares, em articulação com o projeto Cuidar de Quem Cuida e o ACES Cávado II Gerês Cabreira, está a implementar o projeto de apoio especializado “Cuidar de quem cuida”, um projeto nacional reconhecido como uma iniciativa de empreendedorismo social inovadora ao nível da intervenção junto de cuidadores informais, cujo objetivo passa pela capacitação de técnicos de instituições locais para a intervenção, em rede, junto de quem tem a cargo pessoas em situação de dependência.

IMG_1252.jpg

Para a Vice-presidente do Município de Amares e vereadora da Ação Social, Cidália Abreu, “este projeto é uma oportunidade de partilha de experiências entre as diversas técnicas, bem como a possibilidade de capacitar em termos profissionais e pessoais estas profissionais da área social que, no seu dia a dia, lidam com os cuidadores informais e são fundamentais no apoio e na transmissão de conhecimentos e de estratégias de intervenção junto das mesmos. É necessário e urgente cuidar de quem cuida, olhar para os cuidadores informais com todo o respeito e carinho”, sublinha Cidália Abreu.

Até ao momento, o CQC está presente em 23 municípios da zona Norte, num total de 172 entidades envolvidas e 343 técnicos das redes locais capacitados para implementar respostas de apoio a cuidadores.

Implementado pela primeira vez em 2009 na região Entre Douro e Vouga (EDV) e após ter passado por diferentes fases em várias zonas do país, em janeiro de 2019, o CQC foi aprovado como Título de Impacto Social (TIS), um dos quatro instrumentos de financiamento da iniciativa Portugal Inovação Social. A iniciativa está agora a ser replicada em mais municípios da zona norte do país, incluindo Amares.

Nesta fase, o projeto é promovido pelo CASTIIS, tendo como investidores sociais a Fundação Calouste Gulbenkian e o Grupo José Mello Saúde e como parceiros a ACSS, a MAZE e o CINTESIS.

Programa dispõe de respostas de intervenção em grupo e individuais

Atualmente, no âmbito do CQC, existem respostas de intervenção em grupo e de intervenção individual. As necessidades do território e os recursos disponíveis nas diferentes redes locais determinam quais as respostas a implementar. Relativamente às intervenções em grupo, as respostas CQC consistem nos Programas Psicoeducativos e nos Grupos de Ajuda Mútua; quanto às respostas de intervenção individual propõem os Gabinetes de Apoio ao Cuidador.

As intervenções psicoeducativas contemplam uma intervenção de suporte educativo e de suporte emocional, permitindo ao cuidador obter conhecimentos e partilhar dúvidas e vivências através de momentos organizados para o efeito.

Os Programas Psicoeducativos CQC são programas de intervenção especializada, dinamizados por uma equipa multidisciplinar. Atualmente, esta resposta divide-se em Programas Psicoeducativos para Cuidadores Informais de Pessoas com Demências (PP-CQCd) e Programa Psicoeducativo para Cuidadores Informais – Não Especificados (PP-CQCne). Este último, destina-se a cuidadores informais de pessoas dependentes e cujo nível de dependência pode ter diferentes origens (física e/ou mental).

IMG_1269.jpg

IMG_1283.jpg

AMARES: CENTRO DE ESTUDOS MIRANDINOS ACOLHEU VISITA CULTURAL EM TORNO DO GRANDE POETA DA TAPADA

O grande vulto das letras, Sá de Miranda, foi a figura central de uma visita ao concelho de Amares acolhida, esta quinta-feira, pelo Centro de Estudos Mirandinos – CEM.

Visita Mirandina (1).jpg

O passeio de interesse cultural e gastronómico contou com um grupo de 50 beneficiários do Centro de Convívio de Álvares Cabral do Porto (um espaço de convívio destinado aos aposentados da Administração Pública), que começaram por desfrutar de um agradável almoço, no qual foi possível deliciarem-se com a gastronomia local. Seguiu- se uma visita acompanhada por Luciana Braga, investigadora do CEM, à Igreja de S. Martinho de Carrazedo, onde se encontra sepultado o poeta. O dia terminou com uma ida à Casa da Tapada, última morada de Francisco de Sá de Miranda, onde o grupo teve a oportunidade de fazer uma prova de vinhos verdes produzidos pela respetiva quinta.

Visita Mirandina (2).jpg

AMARES APROVA ORÇAMENTO E PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

Aprovado Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos do Município de Amares para 2022 com mais de 5 milhões de euros para execução de obra

Intervenção no Sistema de Abastecimento de água, melhoria das condições de mobilidade entre as escolas, requalificação da Piscina Municipal Coberta, conclusão das obras em curso na Rede viária e Património Cultural a Norte do concelho são as grandes intervenções para o próximo ano.

IMG_1791.jpg

Com um orçamento superior a 16 milhões de euros (16. 162.417,00€), as Grandes Opções de investimento do Municipio de Amares para 2022 estão direcionadas para as Funções Sociais, que absorvem 62% do investimento (mais de 3 milhões e 300 mil euros).

A melhoria do sistema de abastecimento de água, tal como havia sido assumido pelo Presidente do Município, Manuel Moreira, é uma obra que terá passe prioritário no orçamento para 2022, com valores de 800 mil euros. Para além da Interligação do depósito da Senhora da Paz às Cerdeirinhas, a substituição da conduta de água entre a rotunda do Campelo e a rotunda de Lago terá obrigatoriamente de ser feita, na sequência das obras que serão iniciadas na Estrada Nacional 205 por parte das Estradas de Portugal. O Desporto, Recreio e Lazer prevê verbas de 2 milhões de euros, destinados ao Projeto da Mobilidade que visa a criação de condições de circulação em segurança das crianças e jovens que frequentam as instituições de ensino, através da construção de uma rede pedonal entre a Rua da Senhora do Ó, a Escola Secundária, a EB23 e o Centro Escolar de Ferreiros. Contempla, ainda, a construção de novas paragens em zonas deficitárias do concelho e uma intervenção na entrada do concelho em Lago. A requalificação da piscina coberta, uma valência que serve uma franja considerável de pessoas das mais diversas idades por questões de lazer, desporto e formação, é outro dos grandes objetivos para o próximo ano.

“O primeiro orçamento deste mandato corresponde à aproximação do fim de mais um ciclo de fundos comunitários, numa fase em que todos nos procuramos reorganizar perante as consequências sociais e económicas da pandemia e o quadro de instabilidade política do país. Com objetivos elencados e bem definidos olhamos com confiança para o futuro do nosso concelho. Sabemos que os próximos anos serão de grande exigência e de transformações estruturais na dinâmica das autarquias. É com muita garra, criatividade, empenho e foco que continuamos a trabalhar na concretização dos objetivos que temos traçados e que foram validados pela população que representamos e somos chamados a servir. Nos próximos 4 anos, avançaremos de forma planeada e estruturada para a execução dos compromissos que assumimos”, sublinha o Presidente do Município de Amares, Manuel Moreira.

Para além da ações anteriormente elencadas, o ano de 2022 será voltado para o norte do concelho com intervenções muito ambicionadas e que pretendem impulsionar definitivamente um património de valor incalculável e desencadear um verdadeiro salto qualitativo no turismo religioso e economia. Nesse sentido, estão definidas verbas de 500 mil euros para a criação de um centro interpretativo no Mosteiro de Bouro (obra que se prolongará para 2023) e 350 mil euros destinada a Ações de Qualificação de produtos turísticos, onde se incluí uma intervenção no terreiro da Abadia e a criação de uma Loja de Turismo junto ao Santuário.

As intervenções na rede viária absorverão verbas de 500 mil euros e estarão focadas na conclusão das obras em curso: na estrada municipal 535 que liga Vilela-Seramil; estrada municipal 568 que liga Ferreiros-Barreiros e a requalificação da Rua da Cova, em Rendufe.

As despesas correntes correspondem a 66% da despesa do município.

Para além dos investimentos em infraestruturas, Manuel Moreira assume o compromisso de continuar a canalizar verbas para a melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento de áreas estratégicas da democracia como a Saúde, Educação, Ação Social e Cultura.

“Nos últimos quatro anos investimos mais de meio milhão de euros em vacinas, medicação e apoio ao arrendamento, e cerca de 4 milhões em refeições escolares, transportes, manuais e bolsas de estudo. Os amarenses têm hoje acesso a um conjunto de medidas de apoio que tornam o nosso concelho mais atrativo para viver e crescer, sendo Amares reconhecida pelo observatório das famílias, pelo quarto ano consecutivo, como um concelho familiarmente responsável. Vamos continuar a implementar a mesma política social”, refere Manuel Moreira.

Assim, no capítulo “despesas correntes”, destacam-se como atividades mais relevantes a verba de 1 milhão 155 mil euros para a Educação que continua a ser uma prioridade da ação do município, com 480 mil euros destinados a transportes escolares de todos os alunos, 450 mil euros para a componente de apoio à família, 180 mil euros para a confeção de refeições nos centros escolares e 40 mil euros para bolsas de estudo e prémios de mérito. A Ação Social merece também particular relevo com 120 mil euros, designadamente para o apoio à medicação e ao arrendamento, assim como as instituições recreativas e desportivas com 390 mil euros.

As juntas de freguesia absorvem 677 mil euros, sendo que o Presidente do Município reforça a “total confiança no trabalho que tem sido desenvolvidos pelos Senhores Presidentes de Junta que, no mandato anterior, receberam mais de 5 milhões de euros da Câmara Municipal para gestão do território”.

Os documentos foram aprovados, hoje, em Reunião do Órgão Executivo, com 4 votos a favor e 3 abstenções dos vereadores eleitos pelo PS e vão ser apreciados em Assembleia Municipal no próximo dia 17 de dezembro.

MUNICÍPIO DE AMARES PREPARA AUXILIARES DOS CENTROS EDUCATIVOS PARA RESPONDER EM SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA

O Município de Amares, através do Serviço de Proteção Civil, e em articulação com os Bombeiros Voluntários, está a levar a cabo uma ação de formação, acompanhada de simulacro, em todos os centros escolares do concelho. O objetivo é inteirar as auxiliares destes equipamentos municipais acerca dos procedimentos a adotar numa situação de emergência, atenuando os seus efeitos e prestando auxilio às pessoas em perigo.

IMG_1579.jpg

O Vereador que tutela o pelouro da Proteção Civil, Delfim Rodrigues, tem acompanhado de pertas estas ações e destacou a importância deste género de formações. “É fundamental formar as nossas equipas para darem uma resposta célere e adequada quando está em causa a vida e a segurança das nossas crianças, das próprias funcionárias e todo o corpo de docentes”. “Um gesto tão simples como colocar uma manta própria em caso de incêndio num fogão pode evitar um grande incêndio. São ensinamentos que podem ser aplicados no seu dia-a-dia pessoal também”, concluiu Delfim Rodrigues.

As ações de formações têm-se debruçado sobre combate a incêndios, evacuação e primeiros socorros e enquadram-se nas medidas de auto proteção que, obrigatoriamente, devem fazer parte destes estabelecimentos escolares.

IMG_1583.jpg

IMG_1592.jpg

IMG-20211119-WA0010.jpg

IMG-20211119-WA0004.jpg

MUNICÍPIO DE AMARES PREPARA PLANO DE AÇÃO PARA CONTROLO E CONTENÇÃO DA PROLIFERAÇÃO DAS ESPÉCIES EXÓTICAS INVASORAS

O Vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro, deslocou-se, ontem, ao terreno acompanhado por uma equipa de especialistas e da Comunidade Intermunicipal do Cávado para dar início a um plano de ação para controlo e contenção da proliferação das espécies exóticas invasoras, no seguimento de um projeto intermunicipal recentemente aprovado pelo Fundo Ambiental.

IMG_1489.jpg

“Controlo e contenção da proliferação das espécies exóticas invasoras na NUT III Cávado – Conhecer e planear para agir” é o nome da candidatura efetuada pela CIM Cávado em parceria com os Municípios seus associados – Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Vila Verde e Terras de Bouro, com o objetivo de dotar o território de uma estratégia de ação a longo prazo, com a definição de três planos de ação local, para as espécies aquáticas conhecidas como “Pinheirinha-de-água” e “Jacinto de Água” e da espécie ripícola a “Sanguinária-do-Japão”, espécies inseridas na Lista Nacional de Espécies Invasoras.

O vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro, destaca o facto de Amares estar nos últimos anos a identificar a distribuição de espécies exóticas invasoras, que são “altamente prejudiciais” para o funcionamento dos ecossistemas e causam danos nas infraestruturas públicas ou privadas. “Em Amares estamos muito preocupados com a forte presença, junto de galerias ripícolas, designadamente do Rio Cávado, da espécie sanguinária do japão que é uma espécie invasora muito perigosa. Também já identificamos a elódea ou espiga-de-água cuja presença no Rio Cávado nos preocupa pela forma rápida que se está a propagar, o que implica que têm urgentemente que ser removidas”, refere Vítor Ribeiro.

“Também estamos extremamente preocupados com a presença e distribuição da pinheirinha-de-água no Rio Homem. Em Amares, temos efetuado ações de limpeza para tentar controlar a sua propagação. No entanto, é uma luta que só faz sentido de forma coordenada entre os vários municípios e principalmente com a articulação célere da Agência Portuguesa do Ambiente”. Esta candidatura vai permitir definir planos de ação concertados e captar investimento comunitário para tentar eliminar estas espécies dos nossos territórios. Considerando os custos avultados no combate às espécies invasoras é urgente que surjam fontes de financiamento sob pena de o processo se vir a tornar irreversível”, acrescenta.

Com uma dotação de 50 mil euros, este projeto intermunicipal atento aos problemas da presença e crescente proliferação destas espécies exóticas invasoras no território da NUT III Cávado, nomeadamente nos rios e afluentes.

IMG_1517.jpg

IMG_1539.jpg

IMG_1562.jpg

PROF. JOSÉ PRECIOSO NA EPATV: “FUMAR DEIXOU DE ESTAR NA MODA”

“Está nas nossas mãos deixar de fumar. Fumar é como poluir um rio. É fácil poluir, difícil é despoluí-lo” — garantiu hoje o professor José Precioso, do Instituto da Educação da Universidade do Minho, na EPATV — Escola profissional Amar Terra Verde.

IMG_9828-2.jpg

Acerca dos comportamentos juvenis, José Precioso deixou um alerta: “não tens o direito de pressionar o outro a fazer o que ele não quer. Fumar deixou de estar na moda e vós podeis ser a primeira geração de não fumadores.  Fumar é ser sofisticado/a, ter estilo ou ser charmoso/a. Nada disto é verdade. Se vos pressionarem, tens de aprender a dizer não”.

José Precioso fala na primeira etapa, aberta aos alunos dos primeiros e segundos anos do Curso Técnico Profissional de Estética e de Curso Técnico Profissional Cabeleireiro(a), de uma dupla jornada que assinala o Dia Nacional do Não Fumador que prossegue quarta-feira, com nova sessão em que é oradora a Prof. Isabel Sousa.

Coordenada pelo Prof. José Barros e pelo Serviço de Psicologia Orientada Dra. Catarina Pessoa e Dra. Joana Gomes, esta iniciativa trouxe à EPATV um dos maiores especialistas do não tabagismo, um movimento que quer evitar a morte de cinco milhões de pessoas em cada ano.

“Ninguém nasce fumador” mas aprende-se a fumar com os pais, amigos, no emprego, na escola e por causa da publicidade – lembrou este professor universitário.

Ao consumo do tabaco acontece o mesmo que no álcool ou na alimentação onde também “há uma indústria que o produz e quer vender” — acrescentou José Precioso que desmontou alguns mitos.

Algumas raparigas pensam que fumar ajudar a emagrecer ou que deixar de fumar engorda. “Errado: comer menos, beber menos álcool e consumir menos açúcar e gorduras e queimar calorias com exercício físico são as regras a seguir para emagrecer”.

O consumo de tabaco é responsável pela morte de 650 mil pessoas na União Europeia, entre os 35 e 69 anos, e por 25 a 30 mil portugueses, o que transforma o ato de fumar num “problema de saúde publica grave” e a primeira causa de morte evitável nos países ocidentais.

José Precioso lembrou aos jovens que 90% dos cancros de pulmão, 75% de bronquites crónicas e enfisemas, bem como 25% das doenças cardiorespiratórias são devidas ao consumo de tabaco que é também um “inimigo do coração”.

Esta dependência “prejudica também as mulheres embora estas fumem menos e há menos tempo” e causa outro tipo de cancros como nos lábios, bexiga, fígado, pâncreas e esófago”.

O tabaco — sendo responsável por 50% dos cancros — degrada também a aparência física, como podem ver através do site www.tobaccobody.fi, convida ao decréscimo de exercício físico, gera impotência sexual nos homens.

Se a dependência é causada pela nicotina, o papel que envolve o cigarro  (alcatrão) é o gerador de maior número de doenças, garantiu José Preciso que desmentiu outro mito: bastam dois ou três meses para ficarmos dependentes. É como a cafeína (cf. www.tobaccofacts.com).

Em termos de consumo de tabaco, Portugal está a meio da tabela europeia (12 % de jovens com 15 anos fumam um cigarro por semana) mas já estivemos pior (20%), num movimento semelhante ao do álcool. Por isso, fumar é uma moda em extinção.

20211115_145802.jpg

SÉNIORES DE AMARES FESTEJARAM O SÃO MARTINHO

Em época de São Martinho, os seniores de diferentes freguesias do concelho de Amares, desfrutaram de um magusto como é, anualmente, promovido no âmbito da iniciativa do "Desportiv@Mente 2.0", dinamizado ao abrigo do Plano Nacional de Desporto para Todos, promovido pelo IPDJ, e coordenado pelo Clube Desportivo, Recreativo e Cultural Amarense (CDRCA), em parceria com a Câmara Municipal de Amares e a Valoriza.

IMG_1242.jpg

No dia de São Martinho, a vice-presidente do Município de Amares, Cidália Abreu, também se juntou a este momento de convívio, destacando a importância deste género de iniciativas e o seu contributo para uma comunidade “feliz e ativa”.

Este ano, em virtude da COVID-19, o magusto realizou-se de forma descentralizada em diferentes dias e freguesias do concelho.

Esta iniciativa é apenas um dos exemplos das várias atividades que, anualmente, têm vindo a ser desenvolvidas com o intuito de promover o envelhecimento ativo e inclusivo da população sénior do concelho e que, após terem sido interrompidas fruto da COVID 19, têm vindo a retomar gradualmente, conforme a evolução da pandemia.

IMG_1230.jpg

AMARES PROMOVE "ENCONTROS DA PSICOLOGIA"

O Município de Amares vai promover, no próximo dia 17 de novembro, sob o mote "Encontros da Psicologia", um encontro entre técnicos dos projetos de intervenção na área da psicologia, que se encontram a ser desenvolvidos no concelho, por várias entidades. A iniciativa vai decorrer entre as 9:30h e as 13:00h, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Este evento será dinamizado pelos vários psicólogos que estão na linha da frente das intervenções que estão a ser desenvolvidas e pretende ser um momento de partilha e de conhecimento mútuo entre técnicos de projetos e intervenções psico-sociais. A entrada é livre.

GOVERNO DA PRIMEIRA REPÚBLICA CEDEU AO MUNICÍPIO DE AMARES EM 1926 – 20 DIAS ANTES DA IMPLANTAÇÃO DA DITADURA MILITAR! – O ADRO DA IGREJA PARA REGULARIZAÇÃO DO LARGO

O Ministério da Justiça e dos Cultos - Direcção Geral da Justiça e dos Cultos - 2.ª Repartição, através do Decreto nº 11653m publicado em Diário do Govêrno n.º 99/1926, Série I de 1926-05-08, cedeu definitivamente à Câmara Municipal do concelho de Amares os materiais e terreno, incluindo o respectivo adro, da antiga igreja, em ruínas, da sede da freguesia de Amares, para regularização do largo em que se encontra situado aquele edifício.

Capturaramar1.JPG

Capturaramar2.JPG

AMARES DISTINGUIDO COMO "AUTARQUIA MAIS FAMILIARMENTE RESPONSÁVEL"

O Município de Amares vai receber, pelo quarto ano consecutivo, a distinção de “Autarquia Mais Familiarmente Responsável”. A menção atribuída pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) tem por objetivo galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de apoio municipal às famílias.

Esta distinção é o resultado das opções e políticas sociais que têm sido implementadas e desenvolvidas nos últimos anos, motivadas pela prestação de um serviço cada vez mais próximo, equitativo e socialmente responsável à população amarense.

A cerimónia de entrega das bandeiras aos municípios distinguidos vai ter lugar no próximo dia 25 de novembro, em Coimbra.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE AMARES FESTEJOU 9º ANIVERSÁRIO

Ontem, dia 10 de novembro, a Biblioteca Municipal Francisco de Sá de Miranda esteve em festa para celebrar o seu 9º aniversário. A comemoração contou com a presença do Presidente do Município de Amares, Manuel Moreira, da Vice-presidente e responsável pelo Pelouro da Cultura, Cidália Abreu, e do Vereador do Turismo, Delfim Rodrigues, que se juntaram à equipa da biblioteca para festejar a efeméride. A tarde contou, ainda, com o anterior Vereador da Cultura, Isidro Araújo, e com a Universidade Sénior de Amares.

255272163_1723004424572057_5371758801036886101_n.j

A Biblioteca Municipal de Amares é um espaço que tem à disposição dos seus utilizadores vários serviços permanentes, designadamente a leitura de um fundo documental com grande atualidade, uma secção de periódicos (com jornais diários, nacionais, regionais e locais), o empréstimo domiciliário de livros, música, filmes, jogos e revistas, entre outros serviços.

O espaço está aberto ao público de segunda a sexta-feira entre as 9h00 e as 18h00 e ao sábado entre as 9h30 e as 13h00.

255511322_1723004214572078_7867460437530786466_n.j

254734341_1723004067905426_655548256029484036_n.jp

255340167_1723004187905414_4025947536656901268_n.j

AMARES RECOLHE ALIMENTOS

Recolha alimentar realiza-se dias 13 e 14 de novembro em Amares

O Município de Amares vai promover este fim de semana, dias 13 e 14 de novembro, mais uma campanha de recolha alimentar, com o objetivo de continuar apoiar as famílias amarenses mais desfavorecidas, através do Banco de Recursos da Autarquia – Arca dos Sonhos.

A iniciativa vai decorrer no Galego, Intermarché e Mini Preço com distintos horários.

𝐃𝐢𝐚 𝟏𝟑:

Galego e Mini Preço: 8h30 - 18h00

Intermarché: 9h00 - 18h00

𝐃𝐢𝐚 𝟏𝟒:

Galego: 8h30 - 12h30

Mini Preço: 8h30 - 18h00

Intermarché: 9h00 - 18h00

Quem quiser apoiar esta causa pode dirigir-se a um destes espaços e depositar em local próprio, devidamente identificado, os bens de primeira necessidade.

À semelhança de anteriores campanhas, esta recolha alimentar vai contar com a colaboração do Clube de Voluntariado da Escola Secundária de Amares.

AMARES RECEBE CONGRESSO "CONTEXTOS DE INTERVENÇÃO NA INFÂNCIA E JUVENTUDE"

A ANGES - Associação Nacional de Gerontologia Social, em colaboração com a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria e a Câmara Municipal de Amares, realiza no dia 22 de novembro, como celebração do Dia Internacional dos Direitos das Crianças (20 Novembro), o Congresso “Contextos de Intervenção na Infância e na Juventude”. A iniciativa vai ter lugar entre 10h e as 17h, em formato presencial, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares e em formato online.

A inscrição é gratuita mas obrigatória para os dois formatos- https://forms.gle/VQDEdLXCWY4yeKBU9

Programa congressoamares.jpg

EPATV EM VIENA COM PROJETO ERASMUS+ SAFE - Safe spAce For IEarning

A EPATV coordena, desde outubro de 2020, o projeto Erasmus+ “SAFE - Safe spAce For lEarning”, centrado na análise da importância dos espaços seguros para a aprendizagem na Educação de Adultos.

1636026466258.jpg

Devido ao período pandémico que marcou os últimos tempos ainda não tinha sido possível a realização de uma reunião presencial. Entre 3 e 4 de novembro, todos os parceiros deste consórcio, liderado pela Amar Terra Verde, estiveram reunidos em Viena (Áustria) para discutir e preparar todos os produtos intelectuais a produzir, entre os quais se destaca um guia orientador para a criação de espaços seguros de aprendizagem e um jogo “simulador” que permite visualizar diferentes espaços, avaliando a perspetiva de segurança.

A EPATV esteve representada nesta reunião por Francisca Borges, coordenadora do projeto, e Rosa Vieira, coordenadora do departamento de Educação de Adultos da EPATV.

Paralelamente, os docentes Alberta Duarte e Arnaldo Sousa, estiveram também num projeto de mobilidade no mesmo país, a contactar com formadores na área de Educação de Adultos que trabalham com públicos em situação de risco.