Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES REALIZOU FESTIVAL DO BACALHAU

Centenas de pessoas visitaram o Festival do Bacalhau em Amares

Caldelas convidou à boa gastronomia naquela que foi o IV Festival do Bacalhau. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Amares em parceria com a União das Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, recebeu a visita de centenas de comensais que não quiseram perder a oportunidade de se deliciarem com o bom bacalhau e as mais diversas melhores iguarias confecionadas à base deste petisco rei, acompanhadas pelo arroz fresco de feijão e regadas pelo refrescante vinho verde do concelho.

DSC07494.jpg

“O Festival do Bacalhau é uma iniciativa que não pretende ter uma grande dimensão, ou seja, é um tipo de evento de verão, que oferece ao visitante um espaço de convívio e de boa gastronomia num conceito mais familiar e ao estilo dos bons arraiais, se quisermos, e que é um formato que tem resultado muito bem e que este ano voltou a resultar”, referiu o vice-presidente da Câmara de Amares, Isidro Araújo, em jeito de balanço.

Mantendo o mesmo formato dos anos anteriores, a iniciativa apresentou-se com uma praça de alimentação ligeiramente maior e uma loiça especialmente criada para o evento – um kit que continha todo o material necessário para que os visitantes pudessem usufruir da sua refeição.

“Este é um festival que está consolidado e que traz já muita gente de fora, nomeadamente, de Braga. O balanço é, neste sentido, muito positivo”, referiu o presidente da União das Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, José Almeida. “O bom ambiente e a boa gastronomia, fizeram desta edição mais um sucesso e é de destacar também a implementação dos kits para as refeições que funcionou muito bem em termos de organização”, concluiu.

Este ano, o Festival do Bacalhau contou com a participação dos restaurantes: O Correia, O Vale do Homem, Quinta do Côvo e Torres.

DEPUTADA CARLA CRUZ (PCP) QUESTIONA MINISTRA DA CULTURA SOBRE A NECESSIDADE DE INTERVENÇÃO URGENTE NO MOSTEIRO DE RENDUFE EM AMARES

Na sequência da visita realizada a 21 de maio por uma delegação do PCP ao Mosteiro de Rendufe, a deputada Carla Cruz questionou o Governo sobre a necessidade urgente de intervenção para suster o elevado grau de degradação e risco de colapso de partes do Mosteiro, designadamente- hospedaria, sala do rebico e capela- mor. Na resposta enviada pelo Governo (em anexo) é assumido que serão realizadas obras na capela-mor, remetendo para futuro a intervenção nas restantes áreas.

Braga - Carla Cruz.jpg

O PCP entende que a resposta do Governo não responde àquelas que são as necessidades de preservação, conservação e valorização de tão importante monumento, pelo que voltou a questionar o Governo (pergunta em anexo), sobre a realização de obras que não estejam dependentes do fim do processo negocial com a Paróquia.

O PCP reafirma o seu compromisso de continuar a defender o património e exigir do Governo a alocação dos meios financeiros e humanos imprescindíveis à concretização da valorização e preservação do Mosteiro de Rendufe.

Capturarpcbrag (1).PNG

Capturarpcbrag (2).PNG

OS FILHOS DE AMARES JAMAIS ESQUECERÃO AS SUAS ORIGENS!

Empresário amarense conquista o mundo com material desportivo para guarda-redes. HO Soccer distribuiu cerca de 200 mil pares de luvas por ano

A marca de luvas de guarda-redes HO Soccer lançou-se no mercado em 2001 e tem vindo a crescer exponencialmente e a conquistar, com determinação, um lugar no mundo do futebol. Com um armazém de distribuição sediado no concelho de Amares, é atualmente, uma das marcas mais usadas a nível amador e profissional e detentora de uma extensa coleção de luvas, disponível em vários cortes e estilos e, ainda, de uma variedade de outros produtos destinados a guarda-redes. O internacional Eduardo, do Sporting Clube de Braga, e Willy Caballero do Chelsea Argentino são apenas dois exemplos dos grandes nomes do futebol 11 que envergam a marca.

IMG_20190704_104455.jpg

Numa perspetiva de continuidade de aproximação aos empresários do concelho, o presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, acompanhado pelo vereador do Desporto, João Esteves, visitou as instalações da empresa e congratulou-se com mais um bom exemplo de sucesso do setor empresarial amarense.

“Fiquei muito agradado com o projeto desta empresa e com a dinâmica que implementa no nosso concelho ao nível da economia. O José é um jovem empreendedor que tem uma visão de negócio muito aprimorada, que está muito bem lançado no mercado, com um grande volume de negócio em quase todo o mundo, e o facto de ter escolhido o nosso concelho para se instalar constitui para nós um motivo de muito orgulho”, referiu, Manuel Moreira, sublinhando a importância de continuar a apostar num concelho inovador e competitivo, que dê respostas de qualidade aos desafios impostos pela realidade económica atual.

Natural de França mas com raízes no concelho de Amares, na freguesia de São Vicente do Bico, de onde são naturais os familiares, José Mendes, um dos sócios da marca desvendou um pouco daquilo que poderá ser a chave do êxito da empresa, que começou por ser um pequeno negócio nacional e que hoje em dia domina o mercado internacional, nomeadamente, Espanha, Japão, Estados Unidos e Brasil, entre outros.

“Um guarda-redes possui necessidades especiais em relação aos outros jogadores e a competitividade do mercado impõe padrões altos e nós trabalhamos muito para garantir que oferecemos sempre a melhor linha de material possível”. “Comecei com o meu sócio o lançamento de uma marca a nível nacional e depois fomos crescendo a nível internacional. Aqui em Portugal trabalhamos mais como armazém, em Espanha como escritório e depois temos a nossa fábrica no Paquistão”, mencionou José Mendes, dizendo que desde a ideia inicial, passando pelo design até à criação do material todos os produtos são concebidos pela marca.

A título de exemplo, de acordo com o empresário, são distribuídos mais de 200 mil pares de luvas por ano.

“É de facto um número impressionante e que demonstra a quão bem cotada está esta empresa a nível mundial. Nós tivemos conhecimento que a HO Soccer tinha aqui as suas instalações e que já é uma empresa grande ao nível do material desportivo, tivemos curiosidade em conhecer as instalações e confesso que foi uma agradável surpresa”, indicou o vereador do Desporto do Município de Amares, João Esteves. “Confirma-se que é uma empresa que está no top ao nível do material desportivo, neste caso de guarda-redes de futebol, e é enriquecedor para o nosso concelho ter uma empresa desta dimensão”, conclui desejando as maiores felicidades ao empresário.

AMARES ESTÁ ATENTA À POPULAÇÃO SÉNIOR

Amares apresentou resultados do provedor do idoso. População sénior regista poucos casos problemáticos

 “É com muita satisfação que registo que Amares é um concelho com muito poucos incidentes no que diz respeito à população sénior”. A frase foi proferida pela provedora do idoso do concelho, Gracinda Faustino, no decorrer de um seminário promovido, durante a tarde de ontem, com o intuito de apresentar os resultados do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nesta matéria desde a criação desta figura intermediária, que tem como missão assegurar a promoção da qualidade de vida e a defesa dos direitos das pessoas idosas em articulação com a Comissão de Proteção ao Idoso. Uma conclusão que enche de alegria o presidente de Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, e a vereadora da Ação Social, unânimes em reconhecer a “dedicação” da provedora e dos técnicos que trabalham no terreno com esta faixa etária da população.

DSC07339.jpg

“ A sra. provedora tem feito um trabalho notável que registamos com muito agrado. É de louvar a sua entrega a esta causa, bem como a de todos os colaboradores do Município e de instituições parceiras que no seu dia-a-dia trabalham em proximidade com os nossos seniores, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e participação mais ativa nas políticas municipais e na vida em sociedade”, sublinhou Manuel Moreira, deixando, ainda, uma palavra de apreço à vereadora da Ação Social do Município de Amares, que abraçou mais este projeto no seu pelouro.

“ Esta é uma franja da sociedade que mos merce muita atenção e a qual vamos continuar a acompanhar de perto de forma a responder às suas necessidades”, acrescentou.

Também a vereadora Cidália Abreu, a quem coube a abertura do seminário, se congratulou com “o papel determinante” e a forma “eficaz” como a rede social do concelho de Amares, a par da provedora do idoso, tem trabalhado as questões relacionadas com os seniores e que tem, na sua opinião, contribuído para uma população sénior “mais ativa, mais dotada de novas competências e saberes e mais feliz”.

Quanto a Gracinda Faustino, com um brilho nos olhos a revelar a forma apaixonada como se dedica a esta e a outras missões em prol da sociedade, enalteceu a figura das pessoas de idade mais avançada. “Os idosos são uma enciclopédia, merecem todo o carinho e respeito. Representam o presente e um conjunto de saberes que devem ser valorizados e satisfaz-me muito não haver muitos incidentes neste concelho. Os poucos casos com que nos deparamos são, muitas vezes, questões familiares fáceis de resolver”, indicou, acrescentando que vai continuar a trabalhar com o mesmo empenho para levar a sua missão “a bom porto”.

Lembrando que a população sénior é um grupo profundamente heterogéneo e de maior vulnerabilidade que necessita de vigilância o presidente da Comissão de Proteção ao Idoso, Carlos Branco,  considerou, neste domínio o “notável e inexcedível” trabalho da provedora Gracinda e do Município de Amares, em contacto permanente e articulação com as instituições concelhias, as quais na opinião do presidente do município amarense desenvolvem um trabalho de excelência.

O Seminário de Apresentação de Resultados do Provedor do Idoso de Amares contou com uma caracterização inicial do concelho, seguida da apresentação de vários projetos que estão a ser desenvolvidos no âmbito da terceira idade como é o caso do PAIMA – Projeto de Apoio aos Idosos do Município de Amares, Clic@r na Melhor Idade, e Luz de Presença, apresentados por Adolfo Barros, Marlene Lima e Liliana Brandão, respetivamente. A anteceder estas comunicações, a presidente do ISAVE, Mafalda Duarte, falou sobre a temática “Saber Envelhecer.”

Recorde-se que, no terreno desde 2017, a provedora do idoso realizou uma visita de apresentação e no Dia Mundial do Idoso (1 de outubro) a todas as IPSS´s do concelho, reuniu com o Inspetor da Policia Judiciária para abordar a problemática das burlas aos idosos e com a Comissão de Proteção ao Idoso e participou no passeio convívio concelhio, entre muitas outras ações.

DSC07343.jpg

DSC07346.jpg

DSC07352.jpg

DSC07374.jpg

AMARES PROMOVE MAIS UMA INICIATIVA AMIGA DO AMBIENTE

EcoRiver atraiu mais de 100 pessoas à margem do Rio Cávado

Mais de 100 pessoas participaram, este domingo, em mais um evento de cariz ambiental promovido pela Câmara Municipal de Amares, desta vez, em articulação com a Junta da União de Freguesias de Amares e Figueiredo. EcoRiver, assim se chamou a iniciativa que proporcionou, na mesma manhã, diversas atividades aos participantes, na margem do Rio Cávado, em Figueiredo.

amamamam (1).jpg

“O EcoRiver integrou pela primeira vez, este ano, a agenda ambiental de verão. Estamos muito satisfeitos com os resultados pois esta foi uma oportunidade de promovermos uma zona de lazer fluvial fantástica. Tivemos a presença de muitos visitantes que desconheciam o local e o feedback foi motivador”, referiu o vereador do Ambiente do Município de Amares, Vítor Ribeiro, em jeito de balanço. 

“Esta foi uma excelente forma de tirar o melhor proveito dos recursos maravilhosos que a natureza nos deu e, ao mesmo tempo, de promover a utilização responsável e conservação do nosso património ambiental”. Temos vindo a promover uma série de iniciativas com o intuito de alertar para a importância da preservação do meio ambiente e é nesta linha que pretendemos continuar”, sublinhou o presidente da Autarquia, Manuel Moreira.

O presidente da freguesia de Amares e Figueiredo, Paulo Brito, também se congratulou com o resultado desta iniciativa. “Estas ações de foro ambiental são sempre de louvar e em boa hora nos associamos ao Município de Amares para levar a cabo esta atividade. De salientar a junção da promoção ambiental ao convívio que culminou numdia muito bem passado e que os participantes apreciaram”.

Do programa fez parte o segundo EcoPlogging, dinamizado pelo Município de Amares, uma aula surpresa dinamizada pelo ginásio ProEnergy, uma sessão de Padlle dinamizada pela Urban Academy e um piquenique com porco no espeto. O evento contou, ainda, com um insuflável aquático, yoga para pais e filhos e momentos musicais abrilhantados por Galdino Gal.

amamamam (2).jpg

amamamam (3).jpg

AMARES REALIZA FESTIVAL DO BACALHAU

Festival do Bacalhau realiza-se entre os dias 12 e 14 de julho em Caldelas. Evento apresenta um kit de loiça própria como novidade

Os apreciadores de bacalhau vão poder deliciar-se com as melhores iguarias confecionadas à base deste petisco rei, acompanhadas pelo arroz fresco de feijão e regadas pelo refrescante vinho verde do concelho naquela que é a IV edição do Festival do Bacalhau. A iniciativa está de regresso à Vila Termal de Caldelas entre os dias 12 e 14 de julho.

DSC07008.jpg

Os pormenores do evento gastronómico foram dados a conhecer, esta manhã, em conferência de imprensa à comunicação social, pelo presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, pelo vice-presidente, Isidro Araújo, e pelo presidente da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, José Almeida, na Loja de Turismo Interativa de Caldelas.

“Este é um evento muito importante para a economia do concelho e que tem atraído muita gente à Vila de Caldelas”, começou por referir o presidente da Câmara de Amares, admitindo que o objetivo central desta iniciativa é precisamente “revitalizar” a vila termal.

“Caldelas é uma vila linda, com imenso potencial e que precisa de gente a circular por aqui e este género de iniciativas, que são fruto do trabalho de promoção do território, registam uma grande procura e têm um impacto muito significativo no comércio, nas casas de turismo e alojamento local e é isso que se pretende”. “O concelho merece este tipo de iniciativas”, concluiu Manuel Moreira.

Mantendo o mesmo formato dos anos anteriores, a iniciativa apresenta-se com uma praça de alimentação ligeiramente maior e traz como novidade uma loiça especialmente criada para o evento – um kit que contém todo o material necessário para que os comensais possam usufruir da sua refeição e que pode ser levantado em local próprio para o efeito mediante uma caução de 1€.

 “Este festival está a ganhar consolidação e dentro dos próximos um ou dois anos procuraremos que ganhe mais impacto, nome e projeção. Estamos até a pensar promovê-lo na Galiza que pode ser um público-alvo muito interessante. Pode até ganhar uma dimensão e projeção diferente, mas para isso terá de ser repensado quanto ao seu modelo.” Nesta edição, a grande novidade será a louça específica do evento à semelhança do que acontece com o Festival das Papas”, revelou o vice-presidente da Autarquia, Isidro Araújo.

Promovido pela Câmara Municipal de Amares em parceria com a União das Freguesias de Caldelas, o Festival do Bacalhau conta com a participação dos restaurantes: O Correia, O Vale do Homem, Quinta do Côvo e Torres que vão servir ao púbico um menu fixo pelo preço de cinco euros, que inclui prato e bebida.

Para os visitantes que pretenderam degustar com uma refeição mais elaborada, os restaurantes vão ter à disposição outras alternativas mediante o preço de cardápio.

À boa gastronomia e ao típico espírito do arraial minhoto a que se pretende associar este festival, junta-se o bom ambiente proporcionado pela animação musical. A noite de sexta-feira vai ser animada por um grupo de cavaquinhos e a de sábado pelo cantador ao desafio Anjinho e companheira.

Política de descentralização do executivo municipal tem tido “bons resultados” 

Para o presidente de Junta da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, João Almeida, este é um festival que “está consolidado” e que assenta numa “política de descentralização” dos eventos promovidos no concelho de Amares.

É uma ideia “fantástica” deste executivo e que tem tido resultados, sublinhou José Almeida, destacando o número de pessoas que visitam a Vila de Caldelas durante o evento e o “bom ambiente” que por lá se vive nesses dias.

José Almeida lembrou, ainda, que a Associação das Marchas de Caldelas vai estar também representada no festival, com uma tenda para venda de sobremesas confecionadas pelas mãos dos seus elementos.

DSC06982.jpg

AMARES APOIA FÉRIAS ESCOLARES

Município de Amares volta a apoiar atividades para férias escolares

O Município de Amares, no âmbito das suas políticas municipais centradas na melhoria contínua da qualidade de vidas das pessoas, volta a apoiar o desenvolvimento das férias desportivas e/ou férias de verão, levadas a cabo por diversas entidades, garantindo desta forma a ocupação saudável e ativa das crianças e jovens do concelho durante o período de interrupção letiva, promovendo, paralelamente, o seu desenvolvimento desportivo, cultural, pessoal e social dos mais novos.

DSC_5373.jpg

Para além da ocupação dos tempos livres, este apoio concedido pela Autarquia tem como missão colmatar “em parte uma necessidade sentida pelos pais e/ou encarregados de educação, facilitando-lhe a conciliação entre a vida profissional e a vida familiar garantindo-lhe a ocupação ativa e feliz dos seus filhos durante o período de férias”, refere a vereadora da Educação e Ação Social do Município, Cidália Abreu.

No total, são cerca de 200 as crianças que usufruem das diferentes atividades programadas e nas quais o Município de Amares investe cerca de 13 mil euros.

DSC_5429.jpg

DSC06955.jpg

AMARENSES LIMPAM MARGENS DO RIO CÁVADO

Cerca de 3 dezenas de voluntários aderiram ao 1º Ecoplogging de Amares. Iniciativa promoveu limpeza na margem do Rio Cávado

Cerca de 30 pessoas participaram, no passado sábado, na primeira edição do Ecoplogging de Amares, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Amares, em parceria com a Junta de Freguesia de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, que combinou a atividade física com a recolha de lixo durante o trajeto. Inserida na Agenda Ambiental do Município de Amares para 2019, esta ação promoveu a limpeza da margem do Rio Cávado.

amaresamar (1).jpg

Criada a partir da combinação das palavras inglesa jogging (corrida) e da palavra sueca plocka upp (apanhar), o plogging é a nova tendência mundial de fitness, que traz benefícios ao meio ambiente e à sociedade, combinando o desporto com a causa ambiental.

Em Amares, num percurso de sensivelmente seis quilómetros, com início na Zona de Lazer da Ombra, em Ferreiros, e término no Lugar de Ancede, em Prozelo, foram recolhidos cerca de 300 quilos de lixo.

amaresamar (2).jpg

“O Município de Amares adotou este conceito cujo principal objectivo é o de

sensibilizar a população em geral para a importância da preservação e
proteção das nossas margens dos rios. É preciso tomarmos medidas em prol
do ambiente e esses são gestos que devem partir de cada um”, sublinhou o vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro.

“Para além da sensibilização, este evento também pretendeu dar a conhecer um pouco mais sobre os cerca de 30km das margens do rio Cávado e do rio Homem. Esta primeira edição foi um sucesso. Participaram mais de 30 voluntários de todas as idades e ao todo retiramos deste ecossistema do Rio Cávado mais de 300 kg de lixo, ao mesmo tempo que usufruímos de uma manhã de convívio e de partilha de ideias, e apreciámos uma paisagem escondida”, concluiu o vereador.

No próximo dia 7 de julho, vai realizar-se o segundo Ecoplogging, desta vez em Figueiredo, a partir das 9h30, inserido na iniciativa Ecoriver, um evento de cariz ambiental organizado em parceria com a Junta da União de Freguesias de Amares e Figueiredo.

No âmbito da agenda ambiental de verão estão, ainda, programados mais dois ecoplogging´s: um no dia 21 de julho, inserido no Green Sunset, em Barreiros, e outro no dia 4 de agosto, no BlueDay, em Fiscal, na Zona de Lazer dos Moinhos. Está, ainda, previsto um evento de sensibilização ambiental dedicado às crianças que estão a participar nas férias desportivas do concelho.

amaresamar (3).jpg

IDOSOS DE AMARES RECEBEM CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DE INFORMÁTICA

Certificados de formação do projeto 'Clic@r na melhor idade' foram entregues a 9 amarenses

No âmbito do projeto 'Clic@r na melhor idade', 9 pessoas da freguesia de São Vicente do Bico receberam os certificados de frequência desta formação que promoveu, ao longo dos últimos meses, algumas competências digitais ao nível da utilização básica do computador, da navegação na internet e na utilização responsável do email e das redes sociais junto de pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, que ainda não tinham um contato muito forte com o mundo digital.

Clicar.jpg

Os certificados foram entregues pelo presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, pela vereadora da Educação, Cidália Abreu, e pelo presidente da junta de freguesia de São Vicente do Bico, Fernando Soares.

“Aprender não tem idade e este projeto é disso um exemplo. A Sra. vereadora da Ação Social e Educação implementou esta iniciativa com a qual me congratulo porque tem possibilitado aos formandos um contacto mais próximo com as novas tecnologias e, consequentemente, com os seus familiares no estrangeiro”, referiu o presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira.

“Esta é uma das muitas iniciativas que temos vindo a promover com o intuito de promover o envelhecimento ativo, associado à aprendizagem de novos conhecimentos, e à qual muitas freguesias e IPSS´s do concelho aderiram e que tem tido uma excelente recetividade por parte dos formandos, que se tem mostrados muito satisfeitos”, acrescentou.

Isso mesmo corroborou Maria Augusta Tinoco, uma das formandas, que diz ter sido uma experiência “muito útil e agradável” porque agora se sente “mais perto” dos filhos e dos netos que estão no estrangeiro e pelos “bons momentos” de convívio e partilha de experiência que trocou com os colegas.

Também o presidente da Junta de Freguesia de São Vicente do Bico, Fernando Soares, mostrou o seu contentamento com o facto de ter acolhido este projeto que, na sua opinião, “só pela forma como desperta o envolvimento das pessoas da freguesia e possibilita aos formandos manter a mente ocupada ao mesmo tempo que os dota de novas aprendizagens vale por si só”.

Esta ação, promovida pela Câmara Municipal de Amares em parceria com a INCoDe 2030 e em articulação com as juntas de freguesia e IPSS´s do concelho, conta com 8 freguesias e 4 IPSS´s que integram o projeto.

AMARENSES LIMPAM MARGENS DO RIO CÁVADO

O Plogging chega ao concelho de Amares. Atividade promove limpeza pelas margens do Rio Cávado

O Município de Amares e a União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, promovem no próximo dia 29 de junho, em coorganização com a Plogging World Run and Clean, o 1º Ecoplogging nas margens do Rio Cávado, uma iniciativa que combina a atividade física com a recolha de lixo durante o trajeto.

ecoplogging press.jpg

Criada a partir da combinação das palavras inglesa jogging (corrida) e da palavra sueca plocka upp (apanhar), o plogging é a nova tendência mundial de fitness, que traz benefícios ao meio ambiente e à sociedade, combinando o desporto com a causa ambiental.

A iniciativa, que pretende dar a conhecer as margens ribeirinhas do Cávado e do Homem e, simultaneamente, ajudar na valorização ambiental do nosso património ambiental, tem partida marcada para as 9h30, na Zona de Lazer da Ombra.

Um par de ténis de corrida é tudo o que é preciso para melhorar a condição física e fazer do mundo um lugar mais limpo. Por isso, a organização lança o repto: "Juntem-se a nós. Tragam as sapatilhas que nós disponibilizamos as luvas".

Ao participar está a ajudar o ambiente e a manter-se saudável ao mesmo tempo que se criam hábitos de civismo e de convívio. Além disso, saiba que, segundo a aplicação sueca de saúde - a Lifesum, em cerca de 30 minutos um utilizador comum gasta cerca de 288 calorias a praticar Plogging.

Note-se que, a comunidade de ecoploggers tem o hábito de  “postar”, nas redes sociais, como o Instagram e o Facebook, fotos com as sapatilhas e o lixo recolhido durante o percurso. Por isso, os participantes devem seguir este exemplo e não esquecer o #plogging ou #ecoploggingamares.

As inscrições devem ser efetuadas antecipadamente através do seguinte link: https://forms.gle/auPdxg6xRqEba2JA9.

MUNICÍPIO DE AMARES INCENTIVA A CRIATIVIDADE E CIDADANIA DOS JOVENS

Criatividade dos alunos do 1º ciclo de Amares espelhada em calendário para 2020. Município ofereceu um exemplar a cada aluno

Um calendário que reúne fotos de trinta telas feitas por todas as turmas do 1.º ciclo, no âmbito da área da Cidadania, alusivos aos temas do ambiente sustentável, direitos humanos e educação rodoviária foi oferecido pela Câmara Municipal de Amares a todos os alunos deste grau de ensino e respetivos professores.

IMG_20190621_143702.jpg

O calendário, integralmente financiado pela Autarquia, insere-se no âmbito do Plano Anual de Atividades, do Agrupamento de Escolas de Amares, promovido pelo Departamento do 1.º ciclo e tem como principal objetivo contribuir para o desenvolvimento de atitudes e comportamentos que tenham como referência os direitos humanos e o respeito pelos outros, alicerçados em modos de estar na sociedade, bem como conferir a este nível de ensino uma identidade própria.

Recorde-se que, todos os trabalhos artísticos, que estiveram na génese desta atividade, estiveram expostos na Feira do Livro e Mostra Pedagógica de Amares.

IMG_20190621_143736.jpg

AMARES REALIZA ENCONTRO SOBRE "DIÁLOGO E CONSTRUÇÃO: POÉTICA COLETIVA DOS TERRITÓRIOS"

Encontrarte Amares propõe “Diálogo e Construção: poética coletiva dos territórios”. Festival regressa em julho cumprindo 10 anos de programação artística gratuita

O encontro entre pessoas, a experimentação artística e a comunhão de afetos – assim se assume na sua génese o Encontrarte Amares. O festival, bienal, regressa de 26 a 28 de julho, cumprindo 10 anos de programação cultural gratuita, que cruza linguagens artísticas distintas, artistas nacionais e internacionais e público. A proposta artística desta edição orienta-se sob o tema "DIÁLOGO e CONSTRUÇÃO: Poética coletiva dos territórios", desafiando criadores de diversas áreas e população a agir e refletir sobre as idiossincrasias da região.

Encontrarte Amares.jpg

A edição 2019 conta com artistas convidados para desenvolver projetos em formato de residência artística dos quais se destaca a criação do novo álbum da harpista espanhola Angélica Salvi: “Phantone”, a ser gravado e apresentado no Mosteiro de Rendufe. A harpista vai convidar o público a mergulhar nos seus referenciais emocionais e espirituais, servindo-se deles como o guião de um sonho.

De destacar, também, João Rat e César L. Gomes, dois jovens artistas Amarenses que estão atualmente a desenvolver um trabalho de recoleção fotográfica, sonora e de objetos pelas 16 freguesias do concelho que vai, durante o evento, desafiar o publico para uma experiência imersiva sobre o território. Uma viagem pelos rios Cávado e Homem, por Dom Gualdim Pais e António Variações, pela folhagem verdejante e o rochoso granítico.

À semelhança do que aconteceu nas últimas edições, a programação do encontro integra, ainda, projetos oriundos de um open call nacional e internacional, que desafia artistas a residir por um período de 10 dia em Amares, experiência que culmina em novas criações artísticas realizadas em colaboração com a população local.

O Encontrarte Amares recriou-se, ao longo destes 10 anos e, mais do que nunca, reforça o seu papel de ligação a Amares convocando artistas, população, visitantes, entidades públicas e privadas para a construção de um espaço de cruzamentos, discussão e criação coletiva.

AMARES VENCEU CONCURSO INTERMUNICIPAL "AS OLIMPÍADAS DA CIDADANIA E DO PATRIMÓNIO"

A turma B do 3º e 4º anos do Centro Escolar de Caldelas, do Agrupamento de Escolas de Amares, venceu, ontem, o Concurso Intermunicipal "As Olimpíadas da Cidadania e do Património", iniciativa integrada no projeto Plataforma + Cidadania.

IMG_2837.jpg

O evento, que contou com a presença da vereadora da Educação do Município de Amares, Cidália Abreu, realizou-se no Auditório Municipal de Esposende, tendo participado os municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado – Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde, que competiram pelo lugar vencedor através de um jogo interativo.

O projeto +Cidadania tem uma intenção clara e objetiva de envolvimento e implicação dos diversos atores da comunidade numa rede social e comunitária em prol do bem comum, tendo sido desenhado sob a temática da Educação para a Cidadania. É dirigido, em especial, para as crianças, no entanto, implica necessariamente o envolvimento dos diferentes agentes envolvidos na educação deste grupo.

A missão deste projeto é, recorrendo às tecnologias digitais, promover o desenvolvimento dos níveis de cidadania participativa em crianças mobilizando a rede social e comunitária para a construção de uma sociedade mais solidária, mais responsável e interdependente.

O Concurso Intermunicipal "As Olimpíadas da Cidadania e do Património" foi uma iniciativa promovida pela CIM Cávado, em articulação com o Município de Amares e com a colaboração do Agrupamento de Escolas de Amares.