Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PONTE DE LIMA: MERCADO AGROLIMIANO JÁ ESTÁ ONLINE

Município de Ponte de Lima promove até 24 de janeiro a edição especial da VI Feira 100% Agrolimiano

O mercado Agrolimiano já está online. Ponte de Lima lançou hoje uma plataforma digital de incentivo e promoção aos produtores locais, a consultar em mercadoagrolimiano.pt

website-mercado-agrolimiano.jpg

A autarquia reinventou uma solução para promover a economia local e apoiar os produtores a reerguerem-se através do desenvolvimento de uma plataforma digital que permitirá criar soluções e assegurar a preponderância de compra e venda de produtos locais.

Assumindo um formato totalmente digital este evento pretende mostrar, divulgar e difundir o setor agroalimentar de Ponte de Lima num momento em que os profissionais enfrentam um dos maiores desafios de sempre, e que tem sido severamente penalizado com a atual situação pandémica que o país e o mundo atravessa.

Durante este período e, através desta iniciativa inédita no setor agroalimentar, serão apresentados e promovidos vários produtores e os produtos do território, facilitando a realização de negócios, criando campanhas exclusivas e fornecendo todas as informações necessárias, levando Ponte de Lima numa viagem aos quatro cantos do mundo.

Até ao momento estão inscritos 16 produtores locais, que apresentam uma diversidade de produtos únicos e endógenos como o mel, a sidra, o vinho verde, enchidos e fumados, fruta, hortícolas, cogumelos, carne, doces e chocolates, entre outros, perspetivando-se que outros adiram ao projeto.

Com entregas gratuitas em todo o território nacional, e durante o período da feira, através de um simples clique poderá aceder a mercadoagrolimiano.pt e no conforto do seu lar, receber e consumir os produtos que adquirir nas melhores condições.

BRAGA: 53ª EDIÇÃO DA AGRO REALIZA-SE EM SETEMBRO

Certame adiado devido à “incerteza associada à pandemia”

A InvestBraga – Agência para a Dinamização Económica avançou com o adiamento da 53ª edição da AGRO - Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação. A feira, inicialmente prevista para o primeiro trimestre deste ano, deverá ocorrer de 16 a 19 de Setembro.

53ª Agro.png

“Queremos que a AGRO aconteça num ambiente de qualidade e com a segurança a que já habituámos expositores e visitantes, melhorando, simultaneamente, a experiência de todos os que possam passar pelo Altice Forum Braga durante a feira”, avança Carlos Silva, administrador da InvestBraga.

Apesar de dispor de um plano de contingência rigoroso, que cumpre todas as recomendações da Direcção Geral de Saúde (DGS), a InvestBraga não encontrou outra opção que não a de alterar o calendário do certame. “Dada a incerteza associada à pandemia neste primeiro trimestre, não tivemos outra alternativa e avançámos com o reagendamento da feira. Acreditamos que em Setembro já possam existir condições para a concretização da AGRO. Contamos também que o certame, em 2022, volte a acontecer no primeiro trimestre do ano, retomando a sua posição na agenda nacional e internacional de feiras agro-alimentares”, acrescenta o responsável pela organização da histórica feira bracarense. 

Recorde-se que este é um dos mais importantes certames de agricultura do Noroeste Peninsular e o mais relevante no Norte de Portugal, sendo a AGRO a única feira nacional a integrar a Eurasco – European Federation of Agricultural Exhibitions and Show Organizers.

De sublinhar que a InvestBraga está a acompanhar a evolução pandémica e o quadro de medidas impostas pelas autoridades competentes.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA JOVENS AGRICULTORES

Jovens agricultores que invistam em Arcos de Valdevez podem concorrer a apoio de 10 milhões de euros para instalação e exploração agrícola

O Município de Arcos de Valdevez informa que estão a decorrer, até 20 de janeiro de 2021, as candidaturas a apoios à instalação de jovens agricultores em territórios de baixa densidade, através de um prémio à primeira instalação e apoio ao respetivo investimento na exploração agrícola.

agriculturaarc.jpg

O Ministério da Agricultura está a promover a instalação de jovens em territórios de baixa densidade, através de incentivos ao investimento na exploração agrícola, medida que integra o Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020. Este programa destina-se a jovens agricultores, com idades entre os 18 e os 40 anos, que se instalem pela primeira vez numa exploração agrícola em concelhos de baixa densidade, nos quais se insere o concelho de Arcos de Valdevez.

Os apoios têm uma dotação de 10 milhões de euros, estando 2 milhões de euros alocados ao programa “Jovens Agricultores”, destinado à atribuição de prémio à instalação, e 8 milhões de euros para apoiar o respetivo investimento na exploração agrícola. As medidas são complementares, e implicam uma candidatura conjunta.

Para o Município a criação destes incentivos promove a fixação e a atração de jovens, a criação de riqueza e de emprego, contribuindo para que Arcos de Valdevez seja mais atrativo para viver e investir.

PONTE DE LIMA PROMOVE AGROLIMIANO

130827397_3502582313129160_1450798696443443488_o.j

VI Feira 100% Agrolimiano apresenta edição especial em formato online

O Município de Ponte de Lima promove, entre os dias 15 e 24 de janeiro de 2021, uma edição especial da VI Feira 100% Agrolimiano que vai decorrer este ano exclusivamente em modalidade online.

A autarquia reinventou uma solução para promover a economia local e apoiar os produtores a reerguerem-se através do desenvolvimento de uma plataforma digital que permitirá criar soluções e assegurar a preponderância de compra e venda de produtos locais.

Assumindo um formato totalmente digital este evento pretende mostrar, divulgar e difundir o setor agroalimentar de Ponte de Lima num momento em que os profissionais enfrentam um dos maiores desafios de sempre, e que tem sido severamente penalizado com a atual situação pandémica que o país e o mundo atravessa.

Durante este período e, através desta iniciativa inédita no setor agroalimentar, serão apresentados e promovidos vários produtores e os produtos do território, facilitando a realização de negócios, criando campanhas exclusivas e fornecendo todas as informações necessárias, levando Ponte de Lima numa viagem aos quatro cantos do mundo.

Com um simples clique poderá aceder a www.mercadoagrolimiano.pt e participar nos programas online existentes e organizados no âmbito deste evento. Terá oportunidade de conhecer e adquirir uma diversidade de produtos únicos e endógenos como o mel, a sidra, o vinho verde, enchidos e fumados, fruta, hortícolas, cogumelos, carne, doces e chocolates, entre outros, e no conforto do seu lar, recebe-los e consumi-los nas melhores condições.

Contamos com a vossa participação nesta edição especial!

GOVERNO ACOLHE MEDIDA PAN: CRIAÇÃO DE PROGRAMAS DE FORMAÇÃO A NOVOS AGRICULTORES-FLORESTAIS

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza conseguiu o acolhimento do Governo, em sede de discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2021, de uma medida que visa a criação de programas de formação a novos agricultores-florestais. O objetivo é que, no primeiro semestre de 2021 o Governo, em articulação com Câmaras Municipais e as Juntas ou Uniões de Freguesia, cria um programa de formação dirigido a novos agricultores- florestais, com o objectivo de desenvolver programas educativos sobre a produção de floresta biológica e a agricultura sintrópica.

No entender do PAN, a definição de estratégias sustentáveis para a gestão da nossa floresta tem sido considerado um fator determinante para minimizar os impactos dos incêndios, no combate à seca e desertificação e às alterações climáticas. Nas últimas décadas a gestão da nossa florestal tem sido baseada no cultivo de extensas áreas de monoculturas, principalmente de eucaliptos e pinheiro bravo, com reflexos catastróficos na nossa biodiversidade, nos nossos recursos aquíferos e na criação de condições propícias à proliferação de grandes incêndios florestais. 

Neste sentido, para o PAN é fundamental que estimular o surgimento de novos agricultores florestais, bem como odesenvolver programas de formação educativos e que promovam novas técnicas para a gestão florestal mais sustentável, que contribua para a riqueza do país respeitando as suas especificidades e encontrando soluções que minimizem o consumo de energia e de recursos naturais.

GOVERNO ACOLHE PROPOSTA DO PAN: IVA DE ADUBOS E FERTILIZANTES NÃO-ORGÂNICOS PASSA DE 6% PARA 13%

O Grupo Parlamentar do PAN – Pessoas-Animais-Natureza conseguiu o acolhimento do Governo, em sede de discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2021, de uma medida que visa agravar a taxa de IVA dos adubos sintetizados e fertilizantes não-orgânicos de 6% para 13% em 2021, com o objetivo de fomentar a prática da agricultura em modo biológico.

É sabido que algumas práticas agrícolas, como as fertilizações, têm um impacto significativo no meio ambiente, em especial sobre os solos, a vegetação e a qualidade das águas. Os problemas de poluição causados por fertilizantes refletem-se não só sobre o ambiente, mas também sobre a saúde humana e sobre a qualidade dos produtos agrícolas. 

Consulte a proposta de alteração na integra, aqui