Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

RODRIGO JOSÉ RODRIGUES FOI UM DOS MAIS ILUSTRES FILHOS DE CELORICO DE BASTO

Nasceu em Britelo, no concelho de Celorico de Basto, em 1879.

Concluído o curso liceal em Lamego, ingressou, em Lisboa, na Escola Médico-Cirúrgica, alcançando o bacharelato em Medicina (1902).

Tendo seguido a carreira de oficial do Exército, foi médico militar do Quadro Colonial, com ser­viços prestados em Cabo Verde (1903) e na India (1904-1910).

Desempenhou também os cargos de reitor do Liceu de Goa e de professor da Escola Médica local, de director penitenciário (a partir de 1910), de membro do Conselho Colonial (1912-1919), de administrador e director das prisões (1919), e de ins­pector das Escolas Primárias Superiores (até 1926). No domínio político, man­teve sempre a filiação no Partido Republicano Português. Membro da Liga Académica Republicana, viria a ser governador civil de Aveiro (1911) e do Porto (1911), e deputado por esta cidade (1913), antes de sobraçar a pasta do Interior entre 9 de Janeiro de 1913 e 9 de Fevereiro de 1914. Terminada a sua actividade governamental, regressou à Câmara dos Deputados em representa­ção de Lisboa (1915, 1921 e 1922). Preso em 1918, viria ainda a ser governador de Macau, nos anos de 1922 a 1924, e secretário da delegação portuguesa à Sociedade das Nações, entre 1925 e 1926/27. Demitido do serviço pela Dita­dura Militar, passou à reforma como capitão-médico. Foi autor de vasta biblio­grafia. Morreu em Oliveira de Azeméis, a 19 de Janeiro de 1963. Era membro influente da Família Rodrigues, chamada também de Casa-Civil de Afonso Costa, irmão de Daniel Rodrigues e de Urbano Rodrigues.

Fonte: Ministros e Parlamentares da 1ª Republica - Guinote et al - Lisboa - 1991 - Assembleia da República