Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PORTUGUESES REAFIRMAM VONTADE DE CONTINUAREM A SER UM PAÍS SOBERANO E INDEPENDENTE

Amares e Famalicão representaram o Minho nas comemorações do 1º de Dezembro

Cerca de 34 entidades, integrando 2 grupos de percussão, 1 banda nacional militar e 30 bandas filarmónicas civis desfilaram esta tarde na avenida da liberdade, em Lisboa, evocando a data histórica da Restauração da Independência Nacional em 1640.

restauração 2016 (49).JPG

O desfile teve início junto ao monumento aos Mortos da Primeira Grande Guerra e desceu rumo à Praça dos Restauradores onde teve lugar uma interpretação conjunta final das Bandas participantes, sob a direção do Maestro Tenente Duarte Cardoso, da Banda do Exército.

Ao longo do desfile, foram interpretadas diversas marchas, bem como o Hino da Restauração. O alinhamento do momento coletivo contou também, além do Hino da Restauração, com a interpretação dos Hino da Maria da Fonte e do Hino Nacional.

restauração 2016 (59).JPG

O Movimento 1º de Dezembro lançou a ideia deste grandioso Desfile e mobilizou por todo o país, com o apoio dos seus delegados e da Confederação Musical Portuguesa, diferentes bandas e municípios para o efeito. Um evento desta grandiosidade foi possível realizá-lo graças ao apoio da Câmara Municipal de Lisboa e à capacidade de organização da EGEAC. A iniciativa contou também com o endosso da SHIP - Sociedade Histórica da Independência de Portugal, que o incluiu no Programa Oficial das Comemorações do 1º de Dezembro.

O Minho esteve representado pelo Grupo de Bombos de Atei, de Mondim de Basto, a Banda Filarmónica de Santa Maria de Bouro (Amares) e a Banda Marcial de Arnoso (Vila Nova de Famalicão). Viana do Castelo não se fez este ano representar uma vez que a Banda Filarmónica da Associação Musical de Vila Nova de Anha não compareceu.

Coube ao Dr. José Ribeiro e Castro, na qualidade de Presidente do Movimento 1º de Dezembro, proferir as palavras solenes que antecederam o encerramento oficial das comemorações.

restauração 2016 (34).JPG

restauração 2016 (36).JPG

restauração 2016 (38).JPG

restauração 2016 (40).JPG

restauração 2016 (44).JPG

restauração 2016 (45).JPG

restauração 2016 (48).JPG

restauração 2016 (51).JPG

restauração 2016 (52).JPG

restauração 2016 (53).JPG

restauração 2016 (55).JPG

restauração 2016 (113).JPG

restauração 2016 (120).JPG

restauração 2016 (130).JPG

restauração 2016 (132).JPG

restauração 2016 (134).JPG

restauração 2016 (136).JPG

restauração 2016 (144).JPG

restauração 2016 (145).JPG

restauração 2016 (157).JPG