Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PORTAL DO ASSOCIATIVISMO DE ARCOS DE VALDEVEZ É EXEMPLO DE BOAS PRÁTICAS

Portal do Associativismo reconhecido pela Agência para a Modernização Administrativa como um exemplo de Boas Práticas Nacionais

A Câmara Municipal releva o trabalho realizado pelas Associações e toda a atividade desenvolvida, pois são um parceiro fundamental na dinamização social, cultural e desportiva no concelho.

portal_associativismo

Neste sentido, e de forma a ajudá-las em várias questões do dia-a-dia foi criado pelo município o Gabinete de Apoio ao Associativismo, situado nas piscinas municipais. Neste local têm acesso à disponibilização de informações, articulação de agendas e apoio ao nível das candidaturas a programas de apoio.

Ligado à criação deste Gabinete de Apoio está a criação do Portal do Associativismo, o qual foi recentemente reconhecido pela Agência para a Modernização Administrativa como um exemplo de Boas Práticas Nacionais. Nesta plataforma eletrónica está acessível toda a informação necessária para as associações. Foi-lhes disponibilizado espaço para alojamento para os seus sites e duas contas de correio eletrónico.

Este reconhecimento deixa a Autarquia bastante satisfeita e orgulhosa, pois revela que está no caminho certo naquilo que é o apoio dado ao Movimento Associativo do concelho.

Em suma, este portal tem como principais objetivos fortalecer a intervenção social, cultural, recreativa e desportiva do associativismo arcuense, incentivar um maior envolvimento das populações na vivência comunitária, promover o intercâmbio entre a autarquia e as associações do concelho e da diáspora, estimular, desenvolver e divulgar os valores do associativismo e valorizar o empenho e a dedicação dos dirigentes associativos que, a título voluntário, dedicam parte das suas vidas e do seu tempo livre às atividades públicas e ao bem comum.

De realçar que, para além deste tipo de apoios, a autarquia celebra anualmente protocolos com estas entidades. Em 2014 foram entregues ao movimento associativo mais de 760 mil euros.