Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

NÚMERO DE PEREGRINOS REGISTADOS NOS POSTOS DE TURISMO CRESCEU 21,3% FACE A 2017

Aumento da procura turística do concelho consolidada em todas as vertentes

O número de peregrinos registados nos Postos de Turismo de Caminha e Vila Praia de Âncora durante o ano que findou cresceu 21,3% face a 2017. Estes valores vêm confirmar a tendência que já se verificava no final do primeiro semestre, traduzindo a procura crescente e consolidada do concelho também por este tipo de turismo.Este registo junta-se aos valores do INE, divulgados na semana passada, que apontavam para um recorde absoluto de hóspedes e dormidas no concelho de Caminha no ano de 2017.

Peregrino.jpg

Ainda em relação aos peregrinos, refira-se que o número dos que pernoitaram no Albergue de Caminha (gerido pela Associação dos Amigos do Caminho de Santiago de Viana do Castelo) cresceu 30,5% relativamente a 2017.

Em termos de nacionalidades, a Alemanha é opaís que mais peregrinos coloca no nosso concelho.Nos nossos Postos de Turismo,a procura por parte dos alemães cresceu 44% relativamente ao ano anterior, assumindo a liderança da tabela de nacionalidades, seguidos da Espanha, Portugal, Itália e Reino Unido.

O aumento do movimento de peregrinos representa um fenómeno consolidado e que vem subindo de ano para ano.  Por exemplo, em 2018, no Albergue, dormiram o triplo de peregrinos relativamente a 2015. Mais: nos últimos cinco anos, o número de pessoas que pernoitaram no Albergue cresceu 656%.

Para o presidente da Câmara, “depois dos números do INE divulgados na semana passada, que apontavam para um recorde absoluto de hóspedes e dormidas no concelho de Caminha no ano de 2017, os números dos peregrinos de Santiago vêm confirmar a aposta certeira do Município na indústria do Turismo e na valorização do território”.

Miguel Alves recorda que “o número de turistas em Caminha cresce a um ritmo superior ao país e á região e os Caminhos de Santiago são um forte veículo de atração”. Existe de facto uma estratégia consolidada, para a qual contribui “o investimento que a Câmara fez na melhoria das condições do Caminho, da sinalética e da sua divulgação, a aposta que muitos hotéis e restaurantes têm feito na promoção de produtos dirigidos aos peregrinos e a tomada de consciência global sobre a beleza e segurança do Caminho Português da Costa vem resultando neste forte crescimento. Creio que estamos todos de parabéns: autarcas, empresas, instituições e população”, conclui o autarca.