Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

NOVO CORONAVÍRUS E COVID-19: ASSOCIAÇÃO QUESTIONA MEDIDAS EM ESPOSENDE

A Associação Cidadãos de Esposende pediu ao presidente da câmara informações sobre o plano de contingência para o concelho.

A Associação Cidadãos de Esposende questionou o presidente da câmara municipal de Esposende, Benjamim Pereira, sobre o plano de contingência do concelho para a Prevenção de Transmissão da Infeção Humana pelo novo coronavírus 2019-nCOV, que causa a infeção Covid-19.

Nota de Imprensa.JPG

Os responsáveis da associação consideram que é "fundamental" verificar se o município segue as orientações emanadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e se já se encontra disponível um plano de contingência para Esposende.

Depois de a ministra da Saúde, Marta Temido, ter anunciado o fecho de vários locais no norte do país e a suspensão de visitas a hospitais e lares, a Associação mostra-se preocupada pela aparente falta de prevenção nos espaços geridos pelo município de Esposende.

Questões sobre Covid-19

A Associação colocou a Benjamim Pereira algumas questões, para entender que medidas foram ou vão ser tomadas na prevenção do Covid-19 no concelho de Esposende. A lista enviada é a seguinte:

  1. Foi feito o reforço dos stocks de materiais de higienização como gel desinfetante para as mãos ou toalhetes, existem em todos os serviços e equipamentos municipais?
  2. Foi feito um reforço da limpeza dos serviços e equipamentos municipais?
  3. Foram afixados nos diversos espaços informação prática sobre autoproteção individual?
  4. Estão definidos os recursos humanos mínimos para cada uma das áreas prioritárias e assegurar linhas de substituição?
  5. Na eventualidade de um período crítico está assegurada uma “reserva estratégica” de bens ou produtos cuja falta possa comprometer o exercício das atividades essenciais e prioritárias?
  6. A câmara municipal de Esposende referiu que o Albergue de São Miguel de Marinhas registou, em 2019, a passagem de 7127 peregrinos, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?
  7. A câmara municipal de Esposende referiu que o Centro de Informação Turística local registou, em 2019, uma afluência de 4790 visitantes, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?
  8. A câmara municipal de Esposende referiu que o Centro Interpretativo de S. Lourenço teve, em 2019, a visita de 11.363 pessoas, que medidas vão ser tomadas nesse espaço?

Para os responsáveis da Associação Cidadãos de Esposende, é fundamental contactar IPSS, coletividades e escolas com o objetivo de as sensibilizar para os cuidados de prevenção, controlo e vigilância a ter na utilização dos equipamentos municipais, aconselhando ainda a ponderação dos eventos a realizar nos mesmos.

A organização solicitou um esclarecimento urgente a todas as questões colocadas, alertando o máximo responsável local para a necessidade urgente em agir.

Há municípios, como os de Santarém ou Albergaria-a-Velha ou recentemente Guimarães, com planos de contingência muito bem definidos e preparados para todas as eventualidades. O presidente da câmara municipal de Esposende deve atuar de forma urgente e criar um plano de contingência, seguindo as recomendações da DGS no sentido de cada instituição pública ou privada, se preparar através do seu próprio plano de contingência, para enfrentar a possível pandemia do vírus 2019-nCOV.

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil

A Associação também questionou Benjamim Pereira sobre o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Esposende, solicitando imediata informação sobre quem são os responsáveis estratégicos do plano e se a informação que consta no site planos.prociv.pt é a que vigora atualmente.

Os responsáveis da organização dizem não entender que tenha se ser uma associação local sem fins lucrativos a acautelar os interesses locais ou a alertar sobre a prevenção num caso grave, que foi espoletado em Portugal nas últimas semanas.

Fotografia registada da Associação.jpg

Nota de Imprensa dois.JPG