Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO VIANENSE QUER SERVIÇO DE RADIOTERAPIA NA UNIDADE LOCAL DE SAÚDE DO ALTO MINHO

Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo vai apelar à tutela para que seja criado Serviço de Radioterapia na Unidade Local de Saúde do Alto Minho

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, recebeu em audiência a Liga dos Amigos do Hospital de Viana do Castelo, na sequência de um abaixo assinado subscrito por mais de 30 mil cidadãos dos dez concelhos do distrito. O autarca, sensível às necessidades apresentadas, assumiu que irá dar nota desta necessidade junto da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho e do Ministério da Saúde.

Z62_3217.jpg

A audiência serviu sobretudo para que a direção da Liga dos Amigos do Hospital, encabeçada por Defensor Moura, apresentasse os argumentos para a necessidade daquela área de prestação de serviços na ULSAM. Segundo a Liga dos Amigos do Hospital, são 400 novos doentes por ano no distrito a necessitar destes cuidados e que têm que se deslocar a Braga ou ao Porto.

Perante estes factos, Luís Nobre mostrou-se sensibilizado com os argumentos do abaixo assinado para a criação de um Serviço de Radioterapia e garantiu que irá apresentar junto da tutela e da CIM Alto Minho aquelas preocupações, tanto mais que o Ministro da Saúde é um profissional da área e certamente entenderá a necessidade registada pela Liga, que precisa de enquadramento técnico por se tratar de uma área muito específica.

Recorde-se que a Liga lançou o abaixo assinado para auscultar a opinião dos potenciais utentes da ULSAM sobre a inexistência deste serviço para tratar doentes com cancro, documento que foi subscrito por mais de trinta mil cidadãos do distrito. A Liga dos Amigos do Hospital “pugna há 42 anos pela humanização dos cuidados hospitalares prestados aos doentes do Alto Minho”, pelo que este serviço iria minorar e evitar deslocações e sofrimento aos pacientes.

Por todos estes motivos, Luís Nobre comprometeu-se a levar o assunto à tutela, de forma a reforçar as diligências já recentemente tomadas pela Liga junto do próprio Ministro em março passado.

Z62_3220.jpg

Z62_3221.jpg