Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE CERVEIRA SUBSCREVE “DECLARAÇÃO DE TUI” PARA POTENCIAR O RIO MINHO

Vila Nova de Cerveira integra um conjunto de entidades portuguesas e galegas que, no passado sábado, 13 de fevereiro, assinou um acordo para a criação de um novo organismo de cooperação transfronteiriça. A 'Declaração de Tui' deixou claro que o rio Minho é um elemento de união num território com características, cultura e objetivos comuns.

13_fev_02

O presidente Fernando Nogueira representou o concelho de Vila Nova de Cerveira nesta cerimónia que envolveu, no Parador de Tui, os municípios do Alto Minho e de Pontevedra (Galiza) e onde ficou manifestada uma vontade de trabalhar em conjunto em prol do desenvolvimento do rio Minho.

Para Vila Nova de Cerveira, este é mais um passo que consolida o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido entre Cerveira e Tomiño (Galiza) em prol de um crescimento sustentável do território com impactos positivos na melhoria da qualidade de vida e da coesão social da população deste território comum. Ainda recentemente, os dois concelhos candidataram o projeto denominado ‘Agenda de Cooperação Transfronteiriça - Amizade Cerveira Tomiño’, cujo principal desafio é caminhar para uma efetiva ‘desfronteirização’.

O documento assinado no passado sábado, e que ficou conhecido como ‘Declaração de Tui’, é a génese de uma nova associação de cooperação de âmbito transfronteiriço e apresenta-se como uma nova ferramenta para unir este território aproveitando os seus interesses comuns para delinear uma estratégia concertada. A constituição de um novo organismo versa um fórum permanente de discussão em que estejam representados todos os atores institucionais e sociais que integram a área transfronteiriça, de forma a desenvolver projetos conjuntos que possam ser submetidos a programas comunitários no âmbito da Cooperação Territorial Europeia.

A assinatura da ‘Declaração de Tui’ celebrou-se simbolicamente a 13 de fevereiro devido à coincidência com o aniversário do Tratado de Lisboa de 1668, que declarou a paz entre Espanha e Portugal, e que permitiu a confirmação da restauração da independência do estado luso frente à coroa espanhola.

Este ato transfronteiriço serviu ainda para apresentar publicamente os projetos apresentados na candidatura do Rio Minho aos fundos comunitários do programa Interreg V A-POCTEP. A candidatura “Preservação e valorização do Rio Minho Transfronteiriço”, coordenada pela Uniminho, pretende conseguir um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros no território transfronteiriço, com o objetivo de consolidar a região como destino turístico de qualidade e atrair visitantes através da criação da marca ‘Rio Minho’. Esta candidatura foi o resultado do trabalho de um ano que começou com a assinatura do Pacto do Rio Minho Transfronteiriço, em março de 2015, em Valença, e envolveu diversas entidades da Galiza e do Norte de Portugal.