Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE CAMINHA APROVEITA ÚLTIMOS RECURSOS DO QREN PARA A ÁREA DO DESPORTO E VAI MELHORAR O CAMPO DE FUTEBOL DE LANHELAS

Reunião do Executivo decorre esta quarta-feira, dia 3 de setembro, às 15 horas, nos Paços do Concelho

Depois do interregno do mês de agosto, as reuniões de câmara voltam esta semana a fazer parte da agenda do executivo caminhense. Assim, na reunião que terá lugar amanhã, dia 3 de setembro, às 15 horas, Miguel Alves vai propor ao executivo caminhense a ratificação da abertura de procedimento de concurso público urgente – “Construção do Campo de Futebol – Lanhelas”, bem como a celebração de um protocolo com a Casa do Povo de Lanhelas. Da ordem de trabalhos ainda fazem parte a celebração de um protocolo entre o Município de Caminha e a União de Freguesias de Gondar e Orbacém; a atribuição de subsídios à Sociedade Musical Banda Lanhelense, ao Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora e à Junta de Freguesia de Seixas e o prolongamento de horário para o ano letivo de 2014/2015, entre outros assuntos.

A ratificação da abertura de procedimento de concurso público urgente – “Construção do Campo de Futebol – Lanhelas” é um dos assuntos que será apreciado e votado pelo executivo. Esta proposta surge na sequência da apresentação de uma candidatura a fundos comunitários para Infraestruturas e Equipamentos Desportivos, integrados no objetivo específico “Qualificação dos Serviços Coletivos e Territoriais de proximidade”, do eixo prioritário IV “Coesão Local e urbana”, do Programa Operacional Regional do Norte 2007-2013. O executivo quis aproveitar as últimas oportunidades do QREN e  as possibilidades abertas para financiamentos de equipamentos desportivos, daí ter optado por melhorar o parque desportivo concelhio. É de realçar ainda que esta obra só avançará se a candidatura for aprovada pelo ON2.

De acordo com a memória descritiva o projeto, a “Construção do Campo de Futebol – Lanhelas” consiste na execução da pavimentação e infraestruturas da construção de um campo de relva sintética para a prática de futebol, localizado no Lugar de São Gregório, em Lanhelas. Dos trabalhos constam a construção de um campo de dimensões de 106x59m (marcações 101x54m), segundo os requisitos para a prática de futebol estabelecidos pela Federação Portuguesa de Futebol. O projeto ainda integra a construção de novos balneários adaptados às realidades do relvado sintético, de acordo com as novas orientações da legislação vigente. Assim, o projeto contempla a construção de 4 novos balneários, e de um Posto Médico de Primeiros Socorros, arrecadação de material desportivo e a criação de espaço de lavandaria e espaço para produção de água quente. Da proposta faz ainda parte a criação de lugares para pessoas com mobilidade reduzida e seus acompanhantes.

Para o executivo caminhense esta obra é importante e vai melhorar o Parque Desportivo do Concelho de Caminha, dotando-o de mais um equipamento de qualidade, a utilizar quer pelas associações, quer pelo desporto escolar.

No entanto, por se tratar de um investimento avultado e o local ser uma propriedade da Casa do Povo de Lanhelas, a Câmara Municipal vai propor igualmente ao executivo a votação de um protocolo a celebrar entre a Casa do Povo de Lanhelas e a Câmara Municipal de Caminha. Segundo o protocolo a Casa do Povo cede ao Município de Caminha, a título gratuito, a utilização do prédio, por um período de 25 anos, a fim de este proceder à construção de um 'Campo de Futebol de Lanhelas', para uso das escolas envolventes”.

O executivo irá também votar a minuta do contrato para realização da empreitada “Ecovia-Caminho do Rio (Caminha-Lanhelas).

Em debate estarão ainda os subsídios a atribuir à Sociedade Musical Banda Lanhelense, no montante de 5.400 euros, para realização de quatro espetáculos até ao final do ano; ao Grupo Etnográfico de Vila Praia de Âncora, no valor de 5 mil euros, como forma de comparticipação para organização do Festival Ibérico de Folclore e à Junta de Freguesia de Seixas, no montante de 800 euros, como forma de comparticipação para organização do Mercado Medieval de Seixas.

Da ordem de trabalhos ainda faz parte a celebração de um protocolo entre o Município de Caminha e a União de Freguesias de Gondar e Orbacém, que visa a cedência por parte do Município de uma viatura todo terreno e respetivo kit de 1ª intervenção à Junta de Freguesia durante o período de vigência da Equipa Municipal de Proteção Florestal.

Tendo em atenção que o ano letivo 2014/2015 está prestes a iniciar, o executivo vai ainda apreciar e aprovar o prolongamento de horário para o ano letivo de 2014/2015, cujo objetivo é apoiar as famílias caminhenses.

Serviços municipais melhorados

Conforme oportunamente divulgámos, o Município de Caminha e o STAL - Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins, assinaram na passada semana um acordo que estabelece as 35 horas semanais de trabalho para os funcionários da Câmara Municipal de Caminha. Esta decisão foi tomada em simultâneo com a reformulação dos horários dos diversos serviços, com o objetivo de servir melhor, e põe fim à jornada contínua. Este sistema está em prática desde 29 de setembro último, e permitia a saída de funcionários a partir das 14h00, encerrando as portas da Câmara ao público às 16h00.

O acordo assinado pelo presidente da Câmara e pelos representantes do STAL, assim como a reformulação dos horários dos serviços vão ser objeto de discussão e votação na reunião de Câmara.