Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE CAMINHA APRESENTA PROJETO “REPOSITÓRIO GENEALÓGICO DO CONCELHO DE CAMINHA”

A apresentação decorre sexta-feira, pelas 17 horas e o objetivo é reconstituir a comunidade histórica do concelho, ou seja, identificar cada pessoa, cada família de cada uma das freguesias

A Câmara Municipal de Caminha vai apresentar o projeto “Repositório Genealógico do Concelho de Caminha” no dia 19 de junho, pelas 17 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A cerimónia contempla ainda a assinatura de um protocolo de colaboração com alguns investigadores locais que vão ceder ao Município as bases de dados que foram construindo de diferentes paróquias. O objetivo deste projeto é conhecer as raízes genealógicas de todos os habitantes de cada freguesia e, no seu conjunto, de todo o concelho.

Recorde-se que o ano passado, a Câmara Municipal de Caminha celebrou um protocolo de investigação com a Universidade do Minho que visa a reconstituição de todas as comunidades históricas do concelho, através da construção de uma base de dados genealógica por cada freguesia, desde o início da existência dos assentos paroquiais (normalmente nas primeiras décadas do século XVII).

Para além disso, no concelho existem vários investigadores que se têm debruçado sobre a genealogia concelhia e têm elaborado bases de dados e efetuado levantamento das informações provenientes dos registos paroquiais de diversas freguesias do concelho. Deste modo, e para se tornar mais célere a reconstituição do Repositório Genealógico Concelhio e para assegurar a autoria das bases de dados já reconstituídas e o levantamento de dados já levados a cabo, a Câmara Municipal de Caminha considera benéfica a parceria entre os investigadores locais e o próprio Município.

Neste sentido, o protocolo de colaboração vai ser celebrado entre o Município de Caminha, a autora da Reconstituição da Comunidade Histórica de Vila Praia de Âncora, Maria Aurora Botão Pereira Rego; os autores da Reconstituição da Comunidades Históricas de Venade e Azevedo, João José Azevedo e Lúcio Mourão; a autora da Reconstituição da Comunidade Histórica de Âncora, Maria Emília Lagido Pereira; e o autor do levantamento manual de dados das Comunidades Históricas das Argas, Moledo, Cristelo, Lanhelas, Seixas, Vilarelho, Argela, Vile e Riba de Âncora.