Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO DE BRAGA ASSEGURA REFEIÇÕES A ALUNOS CARENCIADOS NA PAUSA LECTIVA DO VERÃO

Medida será implementada no Concelho pela primeira vez

O Município de Braga vai, pela primeira vez, assegurar o fornecimento de refeições aos alunos carenciados do Concelho durante a pausa lectiva de Verão. O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, no final da Reunião do Executivo que decorreu hoje, 6 de Junho, nos Paços do Concelho.

CMB06062016SERGIOFREITAS000000619.jpg

Ricardo Rio explicou que o processo está a ser articulado com as Juntas de Freguesia e Agrupamentos de Escolas no sentido de definir os moldes de implementação da medida no terreno. “Esta iniciativa será uma realidade já este Verão e irá abranger todos os alunos que efectivamente tenham necessidades económicas”, frisou o Edil.

Na reunião em que se aprovaram os apoios económicos aos alunos do 1º ciclo abrangidos pelos escalões A e B no ano lectivo 2016/2017, no valor de global de 140 mil euros, o Autarca Bracarense reafirmou o compromisso do actual Executivo em proceder à oferta generalizada dos manuais escolares aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico.

“Sabemos da intenção do Governo em financiar a oferta de manuais escolares aos alunos do 1.º ano, mas lamentamos que, numa altura em que o ano lectivo está prestes a terminar, ainda não se saiba exactamente como é que esta medida será operacionalizada”, sustentou, garantindo que o Município de Braga está preparado para assegurar o reembolso dos manuais a todos os alunos até ao 4.º ano de escolaridade.

Caso a medida governativa avance, Ricardo Rio garante que a “poupança gerada em termos dos manuais para os alunos do 1.º ano será canalizada para outro tipo de apoios no domínio da educação e no apoio às famílias Bracarenses”.

Nesse sentido, Ricardo Rio saúda a intenção do Governo em “seguir as boas práticas das Autarquias”, referindo que, nesta matéria, “não existe nenhum tipo de objecção de carácter ideológico ou partidário, até porque temos um Governo do Partido Socialista a apoiar, a nível nacional, a medida que o mesmo Partido Socialista reprovou em termos concelhios”.

CMB06062016SERGIOFREITAS000000609.jpg

Projecto ´Braga a Sorrir´ com resultados ´eloquentes´

Outro dos assuntos abordados pelo Executivo Municipal foi a proposta de atribuição de um apoio financeiro à Organização Não Governamental (ONG) ‘Mundo a Sorrir’ no sentido de garantir a continuidade do ‘Braga a Sorrir’, um “projecto inovador” para Braga e pioneiro a nível nacional que disponibiliza cuidados de saúde oral às franjas mais carenciadas da população.

Segundo Ricardo Rio, os resultados do projecto são “eloquentes”, tendo superado em larga escala o que estava inicialmente previsto. No primeiro ano de actividade, o Centro de Apoio à Saúde Oral, localizado nas antigas instalações do Hospital de S. Marcos, prestou cuidados a 918 utentes do Concelho de Braga, nomeadamente a indivíduos em situação de carência socioeconómica, pobreza e exclusão social, num total de 4.549 consultas e 5.592 tratamentos.

Com uma equipa de nove colaboradores, com apoio de 16 voluntários e 19 instituições parceiras, o ‘Braga a Sorrir’ possibilitou ainda a colocação de 113 próteses dentárias e a doação de mais de 1.800 escovas e pastas de dentes.

A par das consultas e dos tratamentos integrais, nalguns casos de reposição da própria dentição, os beneficiários do projecto “melhoraram a sua auto-estima e qualidade de vida”, aumentando ainda as probabilidades de inclusão social e profissional. Ricardo Rio reafirmou, por isso, o grande alcance social do ‘Braga a Sorrir’, referindo que “o próprio Governo vai em breve implementar em alguns centros de saúde da área metropolitana de Lisboa este projecto a título de experiência piloto”.

Sobre a vertente das acções de sensibilização nas escolas do 1.º ciclo previsto no primeiro ano do ‘Braga a Sorrir’ e que “não foi operacionalizada por indisponibilidade das próprias escolas”, Ricardo Rio adiantou que esta componente será reconvertida e direccionada para outros níveis de ensino ainda no decorrer deste ano.

Vencedores do ‘Parlamento Concelhio’ visitaram Câmara Municipal

Esta Reunião do Executivo contou com a presença de um grupo de 10 alunos do 8.º ano da EB 2, 3 de Gualtar, vencedores da iniciativa ‘Parlamento Concelhio – Pequenos Grandes Políticos’, promovida pelo Município de Braga.

Nesta deslocação à Câmara Municipal, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o dia-a-dia do presidente e dos vereadores. Depois de assistirem à Reunião de Câmara, os alunos reuniram com Ricardo Rio tendo-lhe apresentado em detalhe o projecto ´B3-Eco’, que lhes deu a vitória no ‘Parlamento Concelhio’.

CMB06062016SERGIOFREITAS000000617.jpg