Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MELGAÇO PROMOVE CAMINHADA INTERNACIONAL PELAS PESQUEIRAS DO RIO MINHO

No dia 31 de março

Inscrições a decorrer

Melgaço promove, no dia 31 de março, uma caminhada temática pelas margens do rio Minho. Acompanhados por pescadores de Melgaço e de Arbo (Galiza), os participantes terão a oportunidade de assistir a uma simulação da pesca da lampreia e conhecer mais sobre esta arte ancestral. Um percurso de 6 km, que permitirá desfrutar de maravilhosas paisagens, de Portugal e de Espanha.

Caminhada_pesqueiras.png

O programa tem início pelas 09h00, junto à Casa da Cultura, com partida para o Rio Minho, onde se dará início à caminhada. Ao longo do percurso, os pescadores irão contar histórias e curiosidades sobre a arte da pesca artesanal, da escalada da lampreia e das construções milenares existentes nas duas margens, bem como explicar o processo de desenvolvimento das redes de pesca, simulando a pesca da Lampreia.

Do Prato ao Rio_Lampreia do Rio Minho (12).jpg

Estas construções, património cultural e paisagístico do Rio Minho, testemunham saberes ancestrais na escolha dos melhores sítios para a sua implementação, na sua orientação em relação às correntes do rio, no processo de trabalhar a pedra e erguer os muros, na escolha das redes mais adequadas e, ainda, no sistema de partilha comunitária do seu uso. A origem das suas construções perde-se na História: as primeiras referências documentadas são do séc. XI. Já eram utilizadas pelos romanos para a pesca daquela que é considerada uma das maiores iguarias do Rio Minho: a Lampreia.

A ação prossegue com a visita ao Centro de Interpretação da Lampreia ‘ARABO’, na vizinha Galiza, concretamente em Arbo. Um momento de degustação da Lampreia do Rio Minho, acompanhado de vinho Alvarinho das adegas de Melgaço e Arbo, finda o programa.

As inscrições são limitadas e podem ser realizadas através do link http://bit.ly/Caminhada-Internacional ou na receção da Câmara Municipal de Melgaço, até dia 28 de março. Têm um custo de 5€ por pessoa.

A ação, numa parceria com o Concelho de Arbo, com a Melgaço Radical, com as associações “A Batela”, “Vaguarda”, “Arrepions”, a Associação dos Pescadores de Arbo e com os Bombeiros Voluntários de Melgaço, insere-se no programa de animação da iniciativa “Lampreia do Rio Minho – Um Prato de Excelência”, que, até dia 15 de abril, é promovida pela ADRIMINHO e pelos seis municípios do Vale do Minho – Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Valença e Vila Nova de Cerveira. A Lampreia do Rio Minho constitui um valioso cartão-de-visita da região. Durante este período os vários municípios propõem várias atividades, entusiasmando à descoberta da riqueza patrimonial e paisagística da região. Mais informações aqui!

“O RIO MINHO É VIDA”

Para os mais curiosos sobre a temática, a Câmara Municipal de Melgaço convida a visitar a exposição de fotografia “O Rio Minho é vida”, patente na Casa da Cultura até dia 13 de abril.

A mostra é da autoria do artesão Vicente López Martínez e é composta por 45 fotografias e 17 esculturas de pesqueiras do Rio Minho e lampreias. Uma pesqueira e uma batela em tamanho real integram a exposição.

Do Prato ao Rio_Lampreia do Rio Minho (15).jpg