Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GUIMARÃES CONTRATA JARDINEIROS PARA CUIDAR DOS JARDINS

Câmara de Guimarães contrata uma dezena de jardineiros para cuidar dos espaços verdes do concelho. Iniciaram funções esta segunda-feira

Assistentes operacionais já entraram ao serviço para tratarem, entre outros espaços, dos jardins e parques de lazer do concelho. Contratos foram assinados esta segunda-feira.

Guimaraes_Contratos_Jardineiros

O Município de Guimarães procedeu à assinatura de contratos de trabalho com dez novos assistentes operacionais para limpeza de espaços verdes e ajardinamento no concelho de Guimarães, cuja área verde é composta por cerca 400 hectares.

A oficialização do vínculo laboral foi efetuada no Salão Nobre da Câmara Municipal, esta segunda-feira, 01 de setembro, data em que os Contratos de Trabalho em Funções Públicas, celebrados em regime de tempo indeterminado, entraram oficialmente em vigor.

«O concelho de Guimarães é conhecido por ter jardins e espaços verdes muito bem cuidados, bonitos e com elevada qualidade estética. A contrapartida que vos peço é que mantenham e reforcem os padrões de referência e que sejam bons profissionais», disse Domingos Bragança, Presidente da Autarquia, no momento da celebração dos contratos.

«Espero que façam o melhor por Guimarães, com base numa relação de trabalho e de amizade entre todos os membros da Divisão de Espaços Verdes. O trabalho zeloso e feito em equipa dá sempre bons resultados», acrescentou o responsável pelo Município, acompanhado na sessão por Amadeu Portilha e Adelina Paula Pinto, vereadores com responsabilidades nas áreas dos Serviços Urbanos e Ambiente e Recursos Humanos, respetivamente.

Os assistentes operacionais, o mais velho com 51 anos e o mais novo com 27 anos, terão como funções cultivar flores, árvores, arbustos ou outras plantas e semear relvados em parques ou jardins públicos, além de procederem à preparação do terreno, rega, tutoragem e aplicação de tratamentos fitossanitários e fertilizações. Entre outras tarefas, efetuarão sementeiras, plantações e reprodução de plantas (estacaria e enxertia), transplantações e repicagem, além de assegurarem a poda das árvores existentes nos parques, jardins e via pública.

A abertura do procedimento concursal para recrutamento excecional de uma dezena de jardineiros, nos termos do disposto no artigo 66.º da Lei n.º 66 -B/2012, de 31 de dezembro, foi aprovada pelo Executivo Municipal em reunião realizada no dia 13 de outubro de 2013, tendo sido deliberada pela Assembleia Municipal em reunião efetuada no dia 21 de novembro do ano passado.