Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

FAMALICÃO LANÇA CAMPANHA DE RECOLHA DE MANUAIS ESCOLARES USADOS

Banco de Livros funciona na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco desde 2012

Com a aproximação do final do ano letivo, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão lança mais uma campanha de recolha de manuais escolares usados. Ao longo desta semana, os serviços municipais estão a distribuir pelas escolas um desdobrável onde se explica a forma como as famílias podem contribuir para o Banco de Livros Escolares e como podem usufruir do empréstimo.

ANÚNCIO BANCO DE LIVROS.jpg

  cedência dos manuais usados, do 5.º ano ao 12.º ano, deverá ser efetuada até 13 de julho, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, Polos da Biblioteca, sedes de Agrupamentos de Escolas e Cooperativas de Ensino do concelho. A divulgação da listagem dos livros disponíveis para empréstimo será publicada na página da internet da Biblioteca Municipal, em http://www.bibliotecacamilocastelobranco.org/, no dia 22 de julho.

O Banco de Livros Escolares funciona desde 2012 e a doação de manuais tem vindo a crescer a cada edição, sendo objetivo da autarquia continuar a aumentar a recolha e entrega de manuais. Em 2015, foram angariados um total de 1200 manuais escolares, do 5.º ao 12.º ano de escolaridade.

Os principais objetivos do Banco de Livros são desenvolver o sentido de partilha e solidariedade social, promover a reutilização dos manuais escolares e o respeito pelo livro, diminuir os custos de aquisição de manuais escolares e promover a educação ambiental, principalmente junto das gerações mais novas.

De acordo com as normas de participação da iniciativa, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco é a entidade responsável pela constituição e gestão do banco de manuais escolares entregues pela população.