Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE QUER GARANTIR MEDICAMENTOS A CARENCIADOS

Município de Esposende e Associação Dignitude estabelecem protocolo para garantir medicamentos a carenciados

O Município de Esposende procedeu, hoje, à assinatura do protocolo de colaboração com a Associação Dignitude, que visa garantir a disponibilização de medicamentos a pessoas do concelho em situação de carência económica.

_DSC4964-001

A Associação Dignitude, Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, é responsável pelo desenvolvimento, operacionalização e gestão do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento, que tem por objetivo garantir o acesso a medicamentos comparticipados prescritos por receita médica, por parte de qualquer cidadão que se encontre numa situação de carência económica. Podem, assim, beneficiar deste apoio os indivíduos beneficiários de prestações sociais de solidariedade, como também todos os que se deparem com uma situação inesperada de carência económica decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações.

Através desta parceria, o Município compromete-se a assegurar uma comparticipação financeira anual de 5 mil euros, correspondente a 100 euros por pessoa, sendo que, caso este valor não cubra o valor total da medicação, a Associação Dignitude assegura o restante montante, através do fundo do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento.

Em representação da Câmara Municipal, a Vice-Presidente, Alexandra Roeger, referiu que este protocolo constitui mais um passo no âmbito das políticas sociais do Município, refletindo um trabalho em rede em prol do bem-estar e da qualidade de vida dos cidadãos, e que envolve não só um conjunto diverso de entidades como a própria sociedade civil.

Alexandra Roeger sublinhou que, por via deste protocolo, estarão salvaguardadas as situações de carência ao nível da aquisição de medicamentos, realçando o trabalho sério, rigoroso e sustentado que tem vindo a ser desenvolvido no âmbito do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento. Esta parceria vem complementar o apoio que é assegurado às pessoas idosas do concelho, através de um protocolo estabelecido, em 2014, entre o Conselho Local de Ação Social de Esposende e o Lions Clube de Esposende, no âmbito da intervenção da Loja Social.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal, que detém os pelouros da Coesão Social e Saúde Pública, aproveitou para, em traços gerais, aludir à intervenção desenvolvida nestas áreas, através de múltiplas ações e projetos, orientados para as diferentes franjas da população. Destacou a importância da inovação na intervenção, apontando, a propósito, o projeto “Som da memória – paisagens sonoras”, que visa proporcionar a cognitiva e sensorial através da música a pessoas com problemas de memória ou demência. Notou, por outro lado, que no âmbito da colaboração com as Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho, o Município irá promover, através de parcerias, a sua capacitação em matéria de segurança, condições trabalho, ambiente e ao nível da gestão da economia social. Tudo em nome da melhoria da qualidade de vida da população, assinalou.

Conclui, vincando que o Município está empenhado em garantir um concelho cada vez inclusivo, e agradeceu a colaboração dos vários parceiros que irão possibilitar a materialização, no território de Esposende, do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento.

Francisco Faria, o Presidente da Delegação Norte da Associação Nacional de Farmácias, uma das entidades fundadoras da Associação Dignitude, expressou o reconhecimento à Câmara Municipal pela parceria, possibilitando alargar esta rede de apoio na aquisição de medicamentos também ao concelho de Esposende. Este responsável deu nota de que, desde a sua fundação, em novembro de 2015, a Associação Dignitude já disponibilizou mais de 75 mil embalagens de medicamentos, beneficiando mais de 1600 famílias, e que conta atualmente com a adesão de aproximadamente 400 farmácias e cerca de 60 entidades parceiras.

Lembrando que um em cada cinco portugueses não tem acesso aos medicamentos que necessita e que destes 1/4 são crianças, Francisco Faria salientou a mais valia do Programa abem, ajudando quem efetivamente precisa de apoio na aquisição da medicação. Expressou orgulho por fazer parte deste projeto, cujos princípios básicos assentam na transparência e na confidencialidade, sublinhou, reconhecendo que o Programa abem “tem impacto e altera a vida das pessoas de forma positiva”.

A integração neste programa obedece a um conjunto de critérios, entre os quais a avaliação socioeconómica dos candidatos. A apresentação de candidaturas poderá ser efetuada já a partir do próximo dia 16 de abril, no Serviço de Ação Social do Município, sito na Rua dos Bombeiros, n.º 51, em Esposende, ou através do e-mail accaosocial@cm-esposende.pt

_DSC4998-001