Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE PROMOVE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL EM CONTEXTO ESCOLAR

Para assinalar o Dia Mundial da Alimentação (16 de outubro), o Município de Esposende realizou o Seminário "Estratégias para a promoção de uma alimentação saudável em contexto escolar", evento inserido na programação associada à estratégia do Plano Municipal de Promoção da Saúde.

alimentação saudável 1

A temática da alimentação saudável no contexto das cantinas escolares, nomeadamente no que se refere à importância de assegurar uma alimentação saudável e equilibrada, esteve em foco e contou com a colaboração do Instituto Superior de Saúde (ISAVE) e do ACES Barcelos/Esposende.

A vice-presidente da Câmara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, apontou os diversos projetos que o município tem em curso na área da saúde, envolvendo os agrupamentos de escolas, a ACES Barcelos/Esposende, IPSSs e vários outros parceiros locais e de ordem nacional. “O trabalho em rede é fundamental. E é importante sustentar toda a nossa ação em estudos científicos e com o necessário apoio técnico, razão pela qual o envolvimento da Academia tem sido também privilegiado, para além, claro, do envolvimento de toda a comunidade local”, vincou Alexandra Roeger.

A esse nível, insere-se um estudo pioneiro realizado pelo Instituto Superior de Saúde (ISAVE), sobre a qualidade das ementas escolares do concelho de Esposende. Os resultados finais revelam, segundo João Silva, docente do ISAVE, elevada taxa de execução, ao nível dos parâmetros em análise, como a diversidade, a qualidade e a composição nutricional.

“Deve louvar-se o dinamismo revelado pelo Município de Esposende, no desenvolvimento de atividades inovadoras, orientadas para a edução alimentar, traduzidas em ementas ricas e diversificadas”, disse o docente.

Recorde-se que o elevado número de ementas inscritas pelo Município de Esposende no Sistema de Planeamento e Avaliação de Ementas Escolares (SPARE), permite que não sejam repetidas ementas em períodos de três meses.

Rita Pinheiro, docente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, sublinhou a ação do Município de Esposende que “sempre se empenhou na melhoria da qualidade das refeições servidas nas escolas”, lançando o desafio para que o trabalho de sensibilização não fique pela ação junto das crianças, mas “chegue também aos pais”.

Sofia Leal, diretora executiva do ACES Barcelos/Esposende, recordou que “é na escola que as crianças fazem a maior parte das refeições”, apelando a uma “responsabilidade partilhada para encontrar uma alimentação equilibrada”. Nesse sentido foi também Luís Matos, nutricionista da Unidade Local de Saúde da Guarda que, além de reconhecer a ação exemplar do Município de Esposende, entende que “o êxito decorre, também, das muitas parcerias estabelecidas”.

Mafalda Duarte, presidente do ISAVE, sublinhou que a instituição à qual preside dispõe de um núcleo de investigação na área da saúde, objeto que se identifica com os projetos desenvolvidos pelo Município de Esposende.

Já Filipa Sommerfeldt Fernandes, terapeuta de sono infantil e autora dos livros “10 Histórias Para Comer Sem Birras” e “Comer Sem Birras” apontou algumas “dicas” para uma alimentação saudável. Desde logo, lembrou que a repetição, apresentando o alimento várias vezes, deve ser complementada por jogos e brincadeiras que levem as crianças a encarar o ato de comer com naturalidade e a diversificar, sem birras, a sua escolha. “O comportamento na área alimentar treina-se. As dietas saudáveis não têm que ser desagradáveis”, alegou Filipa Fernandes.

alimentação saudável