Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ESPOSENDE APOIA BOMBEIROS

Município assume encargos com seguros das corporações dos Bombeiros Voluntários de Esposende e de Fão

O Município de Esposende vai assumir todos os encargos financeiros relativos aos seguros de acidentes de trabalho, frota automóvel, responsabilidade civil de transporte de doentes e de embarcações das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho.

DSC00275

A medida, aprovada, por unanimidade, em reunião do executivo camarário, traduz-se num investimento global de 18.745 euros, correspondente a um período de 12 meses, e constitui mais um incentivo à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Esposende e à Benemérita Associação dos Bombeiros Voluntários de Fão.

Enquanto unidades operacionais tecnicamente organizadas, de reconhecido mérito, cuja missão abrange relevantes áreas de interesse público, os bombeiros garantem o socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes, catástrofes ou calamidades, o socorro a náufragos e buscas subaquáticas, o socorro e transporte de sinistrados e doentes, incluindo a urgência pré-hospitalar, sendo-lhes, ainda reconhecidas outras competências em matéria de prevenção, segurança e outras atividades de proteção civil.

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, refere que, numa ótica de promoção e salvaguarda dos interesses das populações, designadamente, nos domínios da saúde, da ação social e da proteção civil, o Município tem vindo a garantir um conjunto de apoios, de vária ordem, aos corpos de bombeiros do concelho. Acrescenta que “reconhecendo as limitações financeiras destas instituições, a Câmara Municipal entendeu assumir mais este encargo, por forma a contribuir para a manutenção do tão relevante serviço que prestam à comunidade”.

Para além do subsídio anual de 17 500 euros a cada instituição, a Câmara Municipal tem apoiado a aquisição de viaturas e equipamentos, tendo também estabelecido protocolos de cooperação, respetivamente para as áreas da formação e para a recolha e transporte de animais errantes feridos, com a correspondente comparticipação financeira.

DSC00309