Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

DESFOLHADA TRADICIONAL ANIMA PARQUE DO MOSTEIRO EM CABECEIRAS DE BASTO

Realizou-se ontem, dia 25 de setembro, no Parque do Mosteiro de Cabeceiras de Basto, a Desfolhada Tradicional, uma iniciativa produzida pela Associação Arborada e animada pelos Cavaquinhos da Raposeira, numa noite de grande azáfama e festa integrada no programa da Feira e Festas de S. Miguel.

Desfolhada Tradicional animou Parque do Mosteiro (1)

Centenas de pessoas participaram nesta desfolhada à moda antiga que contou com a participação especial de utentes de Espaços de Convívio e Lazer do concelho.

O presidente de Junta de Freguesia de Refojos de Basto, Outeiro e Painzela, Leandro Campos, associou-se ao evento que pretendeu reviver uma tradição muito antiga em Terras de Basto, transformando-se o Parque do Mosteiro numa grande eira, onde o povo desfolhou o milho ao som de cantigas populares.

Os Cavaquinhos da Raposeira que atuaram no palco montado no Parque do Mosteiro proporcionaram aos presentes um animado bailarico.

De referir que a sementeira do milho é feita nos princípios de maio para ser, posteriormente, sachado em junho. Depois de mondado e de bem regado, o milho cresce e em meados de setembro ou inícios de outubro são cortadas as canas. À medida que se desfolha o milho vão-se amontoando as espigas em cestos para serem depois levadas para os espigueiros.

No Parque do Mosteiro recordaram-se, assim, as lides mais características de outrora mas que ainda hoje se mantêm bem vivas em algumas localidades do nosso concelho.

Desfolhada Tradicional animou Parque do Mosteiro (2)