Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CONCURSO DE FOTOGRAFIA EM BRAGA JÁ TEM VENCEDORES

Conhecidos os vencedores do XII Concurso Municipal de Fotografia

A Câmara Municipal de Braga, em conjunto com o Museu de Imagem, promoveu a 12ª edição do Concurso Municipal de Fotografia, subordinado ao tema “Vistas, perspectivas e postais sobre o Centro Histórico”.

1º Premio Nuno Costa CNV000025 (PB)

O júri do concurso decidiu atribuir o Primeiro Prémio ao concorrente Nuno Miguel Silva Costa e Menções Honrosas aos concorrentes Pedro Emanuel Sardo Alvim e Marcelo Gonçalves Marques, registando que estes trabalhos corporizavam significativo mérito e qualidade. O júri entendeu também deixar registado um voto de reconhecimento e louvor à participação no concurso de utentes do Centro D. João Novais e Sousa, instituição que acolhe e apoia pessoas com deficiência mental e cuja participação vem conferindo a esta iniciativa uma verdadeira dimensão social, genuinamente inclusiva, na medida em que proporciona uma experiência sociocultural em paralelo e harmonia com os demais cidadãos.

1º Premio Nuno Costa CNV000017 (PB)

O Concurso teve por base a utilização de máquinas descartáveis com flash (uma por concorrente, limitadas a 50) disponibilizadas de forma gratuita aos participantes. O período para captação de imagens prolongou-se por cerca de 24 horas, com início no dia 20 de Dezembro. 

A presente edição teve como novidade o facto de as fotografias a realizar pelos concorrentes terem sido reveladas a Preto e Branco e não a cores, como habitualmente. Esta opção técnica e artística, conjugada com o tema escolhido para esta edição do concurso, tiveram como objectivo despertar o interesse e a sensibilidade dos concorrentes, em particular, e dos munícipes e cidadãos em geral relativamente ao Centro Histórico nas suas múltiplas dimensões e esferas de interesse. Desde logo, enquanto agregado de espaços urbanos, definidos e delimitados por conjuntos edificados e por edifícios singulares de excepcional valia patrimonial, mas também enquanto cidade viva, activa e fruída pelos cidadãos enquanto “utilizadores” da cidade antiga, centro cívico, cultural e económico do Município por excelência.

Neste enquadramento cada concorrente deixou-se inspirar pelas mais de 110 Ruas, Largos, Campos, Praças e Avenidas, que compõem o Centro Histórico de Braga, bem como pelos mais de 2500 edifícios que o integram, de entre os quais se destacam mais de 40 imoveis classificados como Bens Culturais, e teve a oportunidade de captar as mais belas e extraordinárias vistas, perspectivas e postais sobre o “nosso” Centro Histórico.

Decidiu ainda o júri seleccionar fotos de todos os trabalhos a concurso para integrarem uma exposição pública alusiva ao mesmo que irá ser inaugurada no espaço museológico da Fonte do Ídolo em data a anunciar brevemente.

1 comentário

Comentar post