Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CELORICO DE BASTO: TURISMO EM BASTO FOI TEMA DE CONFERÊNCIA

O Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto foi, no dia 27 de julho, um dos oradores da conferência “Turismo em Basto com vida – os desafios e oportunidades de financiamento, promovida pela recém criada Associação Comercial de Celorico de Basto.

_DSC7997.jpg

A iniciativa decorreu no Centro cultural Marcelo Rebelo de Sousa e procurou elucidar uma vasta plateia para os desafios, ameaças e oportunidades inerentes ao turismo na região de Basto.

Para o autarca José Peixoto Lima, Celorico de Basto é um concelho pleno de potencial de desenvolvimento no setor do turismo sendo fundamental reorganizar os produtos turísticos “promovendo uma relação de proximidade, diálogo e coesão entre os Municípios deste território, impulsionando uma estreita cooperação entre todos e com isso, dotar esses produtos de escala, com a dimensão que nos pode alavancar para outros patamares de desenvolvimento, juntos somos mais fortes. Vivemos um paradigma diferente, em que a parceria e colaboração são fundamentais para vencer os problemas”. O autarca salientou neste aspeto a importância da marca “terras de Basto”, “com uma forte identidade histórica e geográfica que é importante promover na área do turismo, produtos locais e outros produtos que verificarmos como fundamentais. Temos um potencial único, demarcado pelo turismo do interior, o turismo de natureza”. O edil Celoricense fez ainda algumas observações estatísticas que denotam a evolução concertada e crescente deste setor no concelho, como o aumento do alojamento local, de empresas de animação turística, número de dormidas e fluxo de turistas nacionais, enfatizando que é importante continuar o concelho e o território a nível interno. Referiu que tem já implementado um conjunto de medidas amigas dos investidores, “como é o caso de não cobrarmos qualquer valor pela derrama e do IMI estar no valor mínimo”. Referiu a criação do Gabinete de Apoio ao Investidor a funcionar na Câmara Municipal com capacidade de apoiar e informar os investidores. O autarca salientou a importância de “pegar nos melhores indicadores para puxar o concelho para cima, indicadores muito positivos, como o aumento do volume das nossas exportações e aumento das empresas fixadas no concelho”, referindo que um dos principais problemas com que as empresas se confrontam “é a falta de mão de obra”, e nesse aspeto salientou ser preciso “criar politicas ativas para fixar as populações, um trabalho que a Câmara Municipal está a desenvolver, criando condições para uma educação inclusiva e uma habitação acessível para todos”.

A terminar, o autarca destacou alguns dos grandes problemas que o setor do turismo enfrenta no concelho para se afirmar, como o combate à sazonalidade,  referindo ser necessário, “em cooperação com os concelhos vizinhos, desenvolver programas atrativos, de grandes eventos que possam contribuir para que os turistas se sintam movidos a visitar o território na chamada época baixa, a organização de produtos turísticos em escala local e regional, a preservação ambiental como ativo muito importante, o reforço das infraestruturas públicas (fibra óptica, acessos rodoviários, equipamentos culturais  e animação desportiva)e por último a formação de pessoas ligadas ao setor.

A conferência que contou com sala cheia, foi promovida pela Associação empresarial de Celorico de Basto tendo o seu presidente, Jorge Reis, observado que “esta é a primeira grande iniciativa desenvolvida por esta associação que assenta em três pilares fundamentais, informar, formar e aproximar. O setor do turismo é uma atividade económica relevante para Portugal e Celorico não pode ser exceção, a criação de riqueza e empregabilidade é aquilo que nos move.

 A iniciativa contou ainda com a participação de Idalino Leão, Presidente da Confagri que ressalvou a importância da agricultura no turismo, crucial para promoção de uma gastronomia de qualidade que seja, por si só porta de entrada de turistas.

Intervenção muito aguardada a do Presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Pedro Martins, que apresentou as entidades que preside ressalvando os múltiplos prémios ganhos pelo TPNP na promoção do território e destacou de forma clara os desafios, as ameaças e as oportunidades de financiamento de um setor em crescimento galopante. Ressalvou as levadas como produto deste território e que poderão servir de alavanca para coesão territorial e tornar-se um forte produto de atratividade turística.

_DSC8007.jpg

_DSC8015.jpg