Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CASA DAS ARTES DE FAMALICÃO COMEMORA 23.º ANIVERSÁRIO COM PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

herman8204.jpg

Herman José, Orquestra de Jazz de Espinho, Beatriz Alves, Marta Ren e JP Simões são convidados

1 e 2 de junho

Casa das Artes de Famalicão celebra 23 anos de intensa atividade artística no próximo dia 1 de junho, com o consagrado Herman José a subir ao palco do Grande Auditório para um concerto único. O espetáculo Herman & Quarteto tem início às 21h30. Acompanhado por quatro músicos de luxo, Herman evoca as personagens dos seus mais de 40 anos de vida artística (Feliz & Contente, Serafim Saudade, Tony Silva, Maximiana, José Esteves, Nelo), juntamente com muitas e hilariantes estórias de carreira, entrecortadas com “stand up” e os seus incontornáveis êxitos, do “Saca o Saca Rolhas” à “Canção do Beijinho”, do “Serafim Saudade” ao “Vamos Lá Cambada”, da “Cor Do Teu Baton” ao seu hino à folia “És tão boa, És tão boa”.

A festa prossegue a 2 de junho com Canções de Liberdade, um concerto da Orquestra de Jazz de Espinho com as vozes de Beatriz Alves, JP Simões e Marta Ren. A direção musical é de Eduardo Cardinho e Paulo Perfeito. Este concerto, com início marcado para as 17h00, no Grande Auditório, integra o 7.º Ciclo de Concertos Promenade – Música para Famílias, da Casa das Artes de Famalicão. Canções de Liberdade é o resultado de um convite que a Orquestra de Jazz de Espinho estendeu a oito compositores para a criação de obras inéditas sobre canções icónicas que, à volta do globo, materializaram o protesto, a luta pela liberdade, a defesa dos direitos humanos, da justiça e dos mais elementares princípios da dignidade humana. O reportório vai de José Afonso a Nina Simone, de LLuis LLach à Liberation Music Orchestra, de Sérgio Godinho a Sam Cooke.

Casa das Artes de Famalicão

, teatro municipal, tem como missão a criação, fruição e apresentação de projetos artísticos e culturais, de todos e para todos. Faz parte da Rede Nacional de Teatros e Cineteatros e, ao longo dos anos, programou e apresentou grandes nomes do espetáculo a nível mundial em áreas tão diversas como a música, o teatro, o circo, o cinema ou a literatura. A forte aposta do município de Famalicão na oferta de uma programação cultural eclética tem vindo a afirmar este espaço como um dos mais conceituados palcos do país, atraindo um público cada vez mais numeroso, numa política de verdadeira democratização cultural.

Para mais informações sobre o programa do 23.º aniversário e bilheteira, por favor consulte o site da Casa das Artes de Famalicão

.

JP Simões_cr_Tiago Fezas Vital.jpg

Marta Ren_cr_Mike Ghost.jpg

OJE_cr_Camila Ribeiro Moutinho.jpg