Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAMINHO DE BRAGA A SANTIAGO "PRECISA DE ASSOCIAÇÕES UNIDAS"

A Associação do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro (ACJMR), que liga Braga a Santiago de Compostela, comunicou esta quarta-feira, 28, ao presidente da Academia Jacobeia a necessidade de reunir num projeto comum todas as associações envolvidas na promoção deste novo itinerário de peregrinação.

Caminho Braga a Santiago (2)

No final do encontro, entre o presidente da ACJMR, Abdón Fernandez, e o presidente da Academia Jacobeia, Xesus Palmou, foi divulgado um comunicado, segundo o qual esta entidade mostrou disponibilidade para promover uma reunião entre a ACJMR e as associações Codeseda Viva e dos municípios do Caminho Minhoto Ribeiro.

Além de Abdón Fernandez, participaram também na reunião, em Pontevedra, A Estrada, o presidente da Associação Espaços jacobeus, António Devesa, e o secretário da ACJMR, Dario Rodriguez. 

Os responsáveis da ACJM explicaram, durante a hora em que decorreu o ”encontro cordial”, o “trabalho realizado pela associação do Ribeiro durante mais de uma década (2006, ano da fundação) com o objetivo de conseguir que este itinerário seja considerado um caminho oficial a Santiago de Compostela”.

Segundo o comunicado, “a reunião incidiu prioritariamente na necessidade de estabelecer critérios unificadores sobre os diversos aspetos do projeto, em comum com as outras associações que trabalham” no estudo e promoção do Caminho Minhoto Ribeiro (também conhecido como Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros).

O presidente da Academia Jacobeia, adianta o documento, “ofereceu-se para promover uma reunião entre todas as associações, no sentido de desenvolver um projeto comum e impulsionar o efetivo reconhecimento do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro”.

O encontro foi ainda importante para “reforçar a colaboração existente” entre a ACJMR e a Associação Espaços Jacobeus,  e para pôr em evidência que este itinerário, que liga Braga a Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros, “é um trajeto integral” e como tal deve ser apresentado às entidades competentes para o oficializar.

Caminho Braga a Santiago (01)