Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CAMINHA APROFUNDA RELAÇÃO COM VIZINHOS GALEGOS

Presidente da Câmara Municipal de Caminha debate Estratégia de Cooperação Transfronteiriça com dirigentes da AECT Rio Minho e homólogos galegos de A Guarda e Rosal

Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, foi o anfitrião de uma reunião sobre temas transfronteiriços que juntou o Alcalde de A Guarda, António Lomba, a Alcaldesa do Rosal, Maria del Carmen Alonso e os responsáveis do recém-criado Agrupamento Europeu de Cooperação Transfronteiriça Rio Minho (AECT Rio Minho) que juntou também especialistas da Universidade de Vigo, da Fundação Centro de Estudos Euroregionais Galiza-Norte de Portugal e da CIM Alto Minho. Este encontro internacional serviu para ultimar a elaboração da Estratégia de Cooperação do Rio Minho Transfronteiriço, no que ao território do estuário do rio Minho diz respeito e para definir as propostas conjuntas a incluir no Plano de Ação que vai ser elaborado.

reunião (1)

Este encontro junta-se a outros que já tiveram lugar e que têm como objetivo aprofundar a relação entre as duas margens, concretizando-a em ações concretas que beneficiem o território e as pessoas, procurando encontrar um espaço de financiamento próprio no contexto do próximo quadro comunitário que terá início do ano de 2020. Na reunião de Caminha consolidou-se um Plano de Ação Conjunto que passa por agir em cinco eixos estratégicos: os setores produtivos, as redes de governança, a mobilidade e serviços partilhados, o turismo sustentável e a cultura e comércio tradicional. Para Miguel Alves, “a pouco mais de um ano de 2020, data de início do próximo quadro comunitário, este é o momento certo para concretizar uma estratégia comum que dê sentido à relação cultural, paisagística, patrimonial e humana que une as gentes dos dois lados do rio Minho. Eu valorizo muito a singularidade da nossa relação transfronteiriça mas julgo chegada a hora de transformar esse valor imaterial em riqueza para as nossas empresas e populações”.

As reuniões entre os peritos e os distintos municípios da ribeira Minho continuam nas próximas semanas de modo a poder ser encontrado um documento estratégico final.

reunião (2)