Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CABECEIRAS DE BASTO TRATA ULMEIROS

Ulmeiros da Praça da República sujeitos a tratamento por endoterapia

Os ulmeiros, bonitas árvores que formam autênticos chapéus de sombra que se encontram há longos anos nos jardins da Praça da República, no centro da vila Cabeceirense, foram vítimas de uma doença/praga que levaram várias árvores à morte.

Ulmeiros da Praça da República sujeitos a tratamento por endoterapia (1).jpg

Em junho de 2016, dos 10 ulmeiros existentes, sete árvores surgiram com sinais evidentes do ataque fulminante. De imediato e através do seu Gabinete Técnico Florestal (GTF), a Câmara Municipal solicitou a colaboração das entidades competentes, tendo em vista a realização do diagnóstico e proposta de solução para tão grave problema, estudo esse que foi realizado pela UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e designado ‘Estudo Fitossanitário a Ulmeiros em Cabeceiras de Basto’.

Após o envio de amostras da terra, das raízes e das folhas dos ulmeiros da Praça da República para o INIAVE – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária – para análise fitossanitária, foram detetados organismos potencialmente fitopatogénicos – Phytophthora sp. e Pythium sp. (microorganismos que causam doenças das plantas). Perante esta análise, foi solicitado à UTAD o estudo fitossanitário de todos os ulmeiros, tendo esta recomendado a substituição de cinco ulmeiros mortos e o tratamento dos restantes cinco indivíduos afetados.

De acordo com o Gabinete Técnico Florestal, a substituição dos cinco ulmeiros mortos foi efetuada colocando exemplares com compatibilidade do enxerto no passado mês de janeiro deste ano, sendo que a poda sanitária (corte das pernadas e ramos mortos) foi realizada em fevereiro.

No passado dia 28 de abril foi efetuado tratamento por endoterapia dos troncos e folhas com o objetivo de prevenir os ataques da lagarta-do-negrilho.

A endoterapia é um método para o tratamento de árvores por meio substâncias fitoterapêuticas que consiste na injeção do produto dentro do tronco da árvore. As substâncias ativas são injetadas no tronco e absorvidas pela totalidade dos tecidos vegetais, tornando o tratamento especialmente eficaz para o controlo de pragas que se alimentam daqueles tecidos. Neste caso foi aplicada substância repelente para a prevenção dos ataques da lagarta-do-negrilho. Note-se que a aplicação da substância foi realizada por uma equipa da UTAD liderada pelo Prof. Luís Martins e pelo GTF do Município.

Esta intervenção vem, assim, concluir o processo de recuperação dos ulmeiros após o declínio observado no passado verão.

Ulmeiros da Praça da República sujeitos a tratamento por endoterapia (4).jpg

Ulmeiros da Praça da República sujeitos a tratamento por endoterapia (5).jpg