Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BRACARENSES VOTAM ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

Bracarenses podem escolher entre 67 projectos. Inicia-se amanhã o período de votação do Orçamento Participativo

Inicia-se amanhã, dia 1 de Setembro, o período de votação dos 67 projectos seleccionados no âmbito do Orçamento Participativo 2016 da Câmara Municipal de Braga. As votações deverão ser efectuadas através do portal participe.cm-braga.pt.

Na primeira fase da votação, que decorre de 1 a 18 de Setembro, cada cidadão vota em seis projectos, escolhendo aquele que considera mais importante em cada uma das seis áreas em que as propostas podem ser apresentadas (Ecologia, Ambiente e Energia; Solidariedade e Coesão Social; Equipamentos; Cultura e Património; Trânsito e Mobilidade e Turismo, Comércio e Promoção Económica). Na segunda fase, de 21 a 30 de Setembro, os cidadãos poderão escolher um projecto entre os trinta apurados na primeira fase.

Segundo Eduardo Jorge Madureira, coordenador do Orçamento Participativo, a participação de todos nesta fase do processo reveste-se de particular importância. “Quantas mais pessoas se inscreveram e exercerem o respectivo direito de voto, mais possibilidade haverá de as melhores propostas triunfarem, tonando Braga uma cidade mais rica em diferentes vertentes”, afirmou, enfatizando também a qualidade das propostas a votação, sendo as mesmas oriundas de diversas partes do Concelho e abrangentes em termos de áreas de intervenção.

O coordenador do OP realçou ainda que o objectivo passa por conseguir uma participação cada vez mais activa da sociedade nesta iniciativa. “É através de uma cidadania activa e de comunidades preocupadas e interessadas na causa pública que podemos dar passos seguros no sentido do desenvolvimento do Concelho e da procura do bem comum”, referiu.

O Orçamento Participativo tem como principal meta dar voz aos cidadãos e incentivar o diálogo entre eleitos, técnicos municipais, cidadãos e a sociedade civil organizada, estimulando o exercício de uma intervenção cívica activa, informada e responsável, sendo a sociedade instada a decidir sobre a afectação de recursos às políticas públicas municipais.

A Câmara Municipal de Braga alocou para este Orçamento Participativo a verba global de 650 mil euros, sendo que disponibilizou ainda 100 mil euros para o Orçamento Participativo Escolar que decorre de forma paralela, o que totaliza uma verba superior ao ano transacto em 250 mil euros.