Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

“BELOS TEMPOS” – UMA ENCICLOPÉDIA DA COZINHA MACAENSE

A macaense Ana Manhao Sou é a dirigente do grupo “Macau no Coração” que leva às longínquas paragens do Oriente, particularmente à República Popular da China, a alegria das nossas danças e o colorido dos trajes minhotos, tal como já temos aqui referido no BLOGUE DO MINHO.

20160329-0502-1.jpg

É comummente aceite pela generalidade da comunidade macaense que, desde a transferência de soberania em Dezembro de 1999, Macau está a passar por uma metamorfose relativamente à questão da sua identidade. Neste contexto, é interessante constatar que de entre as componentes principais que definem a cultura de Macau (religião, linguagem, cozinha, etc) a gastronomia é a componente que está mais intrinsecamente ligada à cultura macaense, segundo uma sondagem realizada recentemente na internet abrangendo macaenses residentes um pouco por todo o mundo.

Para Ana Manhão Sou, natural de Macau e apaixonada pela sua terra, a cultura macaense está umbilicalmente ligada à sua vida. Ana é descendente de várias gerações de “genti di Macau” e por isso, a gastronomia local é algo que conhece muito bem desde os tempos de criança.

Esta forte relação com o passado e com a gastronomia fez com que Ana inaugurasse na Rua da Felicidade, em Setembro de 2012, um espaço que nos faz viajar no tempo e recuar até aos anos 60 ou 70. Um espaço que, com nostalgia e saudade desse Macau antigo, Ana deu o nome de “Belos Tempos”: as paredes pintadas com pássaros e com gaiolas procuram trazer a paisagem e tranquilidade daquela época, os pratos floreados fazem lembrar aqueles que eram utilizados na casa da avó quando era criança, as mesas e cadeiras chinesas escuras que só existem no 1º andar parecem ter sido emprestadas dum museu, tudo parece ter parado no tempo em pleno séc. XXI.

Mais do que ter o prazer de servir o minchi, o tacho, o camarão com “fu kuà”, o pãozinho recheado, entre outros pratos dum longo cardápio de pratos cujas receitas foram ensinadas pelos seus avós, a missão da Ana é perpetuar a história da gastronomia macaense para as gerações vindouras. O “Belos Tempos” é também um local de aprendizagem da cozinha macaense. Presentemente, estudantes universitários (sobretudo chineses), são os que mais curiosidade têm manifestado em aprender a cozinhar um estilo de comida que poucos tinham ouvido falar fora de Macau mas que na verdade encarna o culminar harmonioso do cruzamento cultural entre portugueses e chineses por mais de 500 anos.

A convite de fregueses do “Belos Tempos”, Ana tem divulgado a gastronomia macaense além fronteiras. Esteve recentemente em Harbin e em Taipei. O Japão é o próximo destino onde Ana irá promover Macau e a sua gastronomia.

“Belos Tempos”

Rua da Felicidade, nº 10, Macau

Telefone: 2893 8670

Horário: De Segunda-feira a Domingo (das 12:00 às 22:00)

Fonte: Gilberto Camacho / Jornal Tribuna de Macau