Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BARCELOS COLOCA MÚSICA CLÁSSICA EM DESTAQUE NO MÊS DE JUNHO

Música, cinema, teatro e dança preenchem programação do Teatro Gil Vicente para o mês de junho

O Teatro das Beiras vem a Barcelos no dia 8, pelas 21h30, para apresentar a peça “O Clube dos Pessimistas”, encenada por Gil Salgueiro Nave. Um clube bizarro, extravagante, em que a ideia de olhar o mundo através do pensamento 'quanto pior, melhor' se propaga e altamente influenciado pela presença das novas tecnologias.

Personagens estranhos num mundo estranho e simultaneamente tão próximo e real, sustentam uma metafórica dissertação sobre o estado civilizacional do tempo que nos é dado a viver. A entrada custa 2 euros. O teatro só regressa ao palco mais perto do final do mês, no dia 19, com o espetáculo “Boneca Abandonada”, apresentado e encenado pelo grupo de teatro amador, Pioneiros da Ucha. A entrada é gratuita e o início está marcado para as 16h00.

A ZOOM – Associação Cultural cumpre a tarefa das sessões de cinema quinzenais com a exibição dos filmes “A Assassina”, de Hou Hsiao-Hsien, que recebeu o prémio de Melhor Realização no Festival de Cinema de Cannes, a 9 de junho, e de “Não Toque no Machado”, de Jacques Rivette, a 23 de junho, um filme adaptado da obra “A Duquesa de Langeais” de Balzac e que marca o início de um ciclo dedicado ao cineasta francês, falecido em janeiro passado. Haverá ainda, no dia 29, a apresentação do documentário “Tecla Tónica - A Alquimia da Electrónica na Música em Portugal”, de Eduardo Morais, que traça a história da música eletrónica nacional desde os anos 60 até agora. As sessões têm início às 21h30 e custam 3,5 euros, à exceção dos sócios para quem a entrada é gratuita.

No dia 10 de junho, feriado nacional, serão celebradas no Largo Dr. Martins Lima as Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas com um concerto protagonizado pela Orquestra do Norte e pelo Coro de Câmara de Barcelos. A cerimónia inicia às 17h00. Também ao ar livre e já perto do verão, a ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Arcozelo sobe ao palco para apresentar uma mostra coreográfica na noite de 17 de junho. No dia seguinte, o projeto bracarense Ópera per Tutti leva um momento único de drama musical a este largo emblemático da cidade, pelas 21h30, porque afinal a ópera é mesmo para todos.

O Conservatório de Música de Barcelos dará música aos barcelenses em mais duas noites: a 14 de junho com o espetáculo “Cosi Fan Tutte” e a 22, com “Leandro, o Rei da Helíria”, numa adaptação do texto dramático infantil de Alice Vieira. A entrada é gratuita.