Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

ASSOCIAÇÃO DE HOTÉIS RURAIS DE PORTUGAL ORGANIZA CICLO DE CONFERÊNCIAS

“Doçaria conventual e local”: Instituto Politécnico do Cávado Ave - Barcelos

No âmbito do Projeto HRP Global, promovido pela Associação de Hotéis Rurais de Portugal, teve lugar no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave a segunda iniciativa do Ciclo de Workshops.

Poster_conferencia_Fafe

Tendo como tema "Doçaria Conventual e Local", o workshop decorreu na manhã do dia 19 de março e teve por objetivo debater o importante legado no âmbito da doçaria conventual e local, algo que nem sempre é valorizado e divulgado de forma consistente e eficaz, pelo que com esta iniciativa se pretendeu sensibilizar para a valorização da doçaria conventual e local através de uma promoção adequada e integrada com as ofertas turísticas a criar.

O workshop contou com a presença de académicos e de profissionais do setor do turismo e desenvolveu-se em quatro interessantíssimas e complementares intervenções.

A abrir Filipe Pereira, do IPCA refletiu sobre o tema “Pão de Ló-valorizar e afirmar uma multitude de formas” e João Pedro Gomes, Universidade de Coimbra, proporcionou uma discussão em torno de “Mito e História na Doçaria Portuguesa”. Já na segunda parte do workshop Josefina Salvado dissertou sobre” A Importância das Fontes Históricas na Criação de Narrativas de Storytelling no Turismo Gastronómico”, tendo o workshop terminado com a transmissão da experiência e vivência de Paula Sousa, Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo com o tema “Enoturismo –um novo desafio” e da sua conjugação com a doçaria e outros produtos complementares para a dinamização turística.

Sobre a Associação de Hotéis Rurais de Portugal

Fundada em 2007, a Associação de Hotéis Rurais de Portugal tem como principal objetivo a representação e promoção do Turismo Rural e Hotéis associados. A sua missão é a de promover e divulgar os Hotéis Rurais de Portugal a nível nacional e internacional, potenciando o valor turístico de cada região. Além da promoção, a Associação de Hotéis Rurais de Portugal também atua na área da qualificação e formação destas unidades com o objetivo de elevar os seus níveis de serviço para padrões de excelência, de forma, a corresponder às expectativas dos mercados-alvo.

A visão da AHRP é a de representar todos os Hotéis Rurais de Portugal e unidades do TER, representando-os junto da tutela e entidades governamentais, defendendo e garantindo as suas necessidades e aumentando a sua representatividade na economia nacional.

Atualmente são associados da AHRP 157 unidades hoteleiras distribuídas pelo Algarve, Alentejo, Lisboa e Vale do Tejo, Centro, Norte e Região Autónoma da Madeira.

Sobre o projeto HRP Global – Ciclo de conferências

A Associação de Hotéis Rurais de Portugal (AHRP) desenvolverá, em diversas regiões de Portugal, um ciclo de conferências integrado no Projeto HRP Global, apoiado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e de participação gratuita.

Tendo por público alvo os proprietários e gestores de hotéis rurais e de outros empreendimentos de Turismo no Espaço Rural, empresas de animação turística, entidades públicas e privadas do setor, docentes e estudantes da área de ensino de turismo e jornalistas, a AHRP disponibilizará um conjunto diversificado de temas, incentivando ao debate, à discussão de soluções e desafios para o setor, assim como preparar, direcionar e mobilizar os agentes de Turismo no Espaço Rural para os mercados internacionais.

“Cooperação entre entidades locais e nacionais”

Escola Superior de Turismo de Portalegre

Na passada quarta-feira, dia 14 de Março, teve lugar na Escola Superior de Hotelaria e Turismo de Portalegre a Conferência “Cooperação entre entidades locais e nacionais”. Integrada no Projeto HRP Global, esta foi a primeira de seis conferências de percorrerão várias regiões do país e que colocarão em discussão os desafios para o setor.

A iniciativa teve por objetivo identificar possíveis áreas para o desenvolvimento e estabelecimento de parcerias e cooperações entre diversas entidades no âmbito do turismo para assim tirar proveito das sinergias que possam surgir para divulgação de Portugal como destino de TER.

Participaram na conferência Manuela Murteira da Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo, Pedro Pedrosa da A2Z, Elsa Milheiro, docente da ESECS-IPP e José Manuel Coelho da Quinta do Barrieiro.

Aberta a sessão pela Presidente do Município de Portalegre, Drª Maria Adelaide Teixeira e pelos representantes da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre e da Associação de Hotéis Rurais de Portugal, os cerca 96 conferencistas participaram ativamente nos dois painéis programados “Cooperação territorial” e “Cooperação entre unidades locais para o desenvolvimento regional”.

No primeiro painel abordaram-se matérias associadas ao papel e às dinâmicas institucionais para o desenvolvimento do território e promoção de redes institucionais, nomeadamente “O papel das comunidades intermunicipais no desenvolvimento do território” e “Projetos de cooperação interterritorial de base regional”.

Já no segundo painel as intervenções focaram-se no papel e contributo das entidades privadas para o acompanhamento, articulação e envolvimento nas redes e nos projetos territoriais em desenvolvimento, abordando-se os temas “A contribuição do TER para o desenvolvimento regional mediante a cooperação entre unidades e empresas locais no território português" e “Alentejo Sculpture Park – Maria Leal da Costa – Parque de Esculturas de Marvão”.

Programa Fafe vista leitura