Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

AMARES PROMOVE VINHO VERDE NA 1ª FESTA DO LOUREIRO

Sucesso da primeira edição já antevê próximos eventos

Mais de 1.500 pessoas passaram, este fim-de-semana, pela primeira edição da Festa do Loureiro, em Amares. Um número que, segundo o presidente da Câmara Municipal, Manuel Moreira, revela “o sucesso e o interesse que o evento despertou nas pessoas” e que, por isso mesmo, irá contar com próximas edições.

Festa do Loureiro_1.jpg

Organizado pela Câmara Municipal, de Amares, em parceria com a ATAHCA, o certame, que decorreu na tenda montada para o Festival das Papas de Sarrabulho, reuniu não só os grandes produtores vinícolas do concelho, mas também as produções de menor dimensão de vinhos caseiros: brancos, tintos, roses e até espumantes.

Para acompanhar a prova dos vinhos, a festa juntou ainda os verdadeiros e genuínos sabores da gastronomia local, num ambiente com animação marcadamente popular.

A Festa do Loureiro contou com um programa variado dedicado ao vinho verde em articulação com a ATAHCA, que incluiu um seminário, sessões de harmonização de vinho, provas comentadas e cocktails com vinho verdes.

No final da Festa, Manuel Moreira afirmou que, para uma primeira edição, “estamos muito satisfeitos e esta satisfação estende-se também aos produtores e vinicultores que aqui estiveram presentes”.

Esta foi uma oportunidade da autarquia dar a conhecer os produtos locais numa área de negócios que está em crescente no concelho de Amares. O autarca Manuel Moreira frisou também que o vinho de Amares reveste-se de uma extrema importância para a economia local, associado ainda à componente turística, que tem recebido da Câmara Municipal um grande apoio na captação de investimento. Prova disso é a compra recente de duas grandes quintas amarenses para a produção de vinhos: o Solar da Bouças e a Quinta da Tapada; e a entrada este ano no mercado do vinho da Quinta de Dornelas, recuperada recentemente por um empresário amarense.

A Festa do Loureiro veio para ficar, sendo considerada pelo Município como mais um meio para a promoção dos vinhos de Amares e para divulgação do enoturismo no território. Desta forma, consegue-se potenciar o envolvimento dos produtores com os visitantes, estruturando-se novos canais de distribuição para afirmação das marcas vínicas produzidas no concelho.