Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

SANTUÁRIO DO BOM JESUS DO MONTE NA DIRECÇÃO-GERAL DO PATRIMÓNIO CULTURAL

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Anúncio n.º 110/2019, DR, 2.ª série, n.º 117, de 21-06-2019 (ver Anúncio)

Despacho de concordância de 29-03-2019 da diretora-geral da DGPC

Parecer favorável de 20-03-2019 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura

Proposta de 31-01-2019 da DRC do Norte

Parecer favorável de 14-12-2018 da CM de Braga

Em 23-11-2018 a DRC do Norte enviou à CM de Braga a proposta de decisão para parecer

Anúncio n.º 68/2017, DR, 2.ª série, n.º 90, de 10-05-2017 (ver Anúncio)

Despacho de 25-01-2017 da diretora-geral da DGPC a determinar a abertura do procedimento de ampliação da classificação,de forma a integrar todo o sacro-monte, incluindo o Elevador do Bom Jesus do Monte (MIP), e eventual reclassificação como MN

Proposta de 24-11-2016 da DRC do Norte para a ampliação da classificação e eventual reclassificação para MN

Decreto n.º 251/70, DG, I Série, n.º 129, de 3-06-1970 (ver Decreto)

fea2cb2d85f267a2eeb81c25bcf2d977.jpg

Nota Histórico-Artística

O Santuário do Bom Jesus do Monte, tal como o conhecemos hoje, é o resultado de múltiplas intervenções arquitectónicas, aliadas a um esforço significativo de actualização estética e catequética que, desde o final do século XV, têm reafirmado a vocação religiosa deste espaço. Na sua construção trabalharam vários artistas de Braga, principalmente durante o período barroco, uma vez que a feição cenográfica dos escadórios e o conceito de igreja de peregrinação se acentuou, essencialmente, nesta época. Da mesma forma, encontra-se-lhe indissociavelmente ligado o nome do arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles, que conferiu a todo este complexo uma unidade arquitectónica e iconográfica, celebrando, ao mesmo tempo, o seu próprio poder enquanto membro da igreja, ao colocar as suas armas no pórtico que dá início ao percurso. As obras do templo mantiveram-se, contudo, até ao século XIX, e muito embora seja a linguagem barroca a predominar em todo o espaço, são múltiplos os testemunhos do rococó e do neoclassicismo.

A primeira edificação religiosa erguida neste local por ordem do Arcebispo D. Jorge da Costa, remonta a 1494. Foi reconstruída, sucessivamente, em 1522 e 1629, datando desta última campanha as seis capelas da Paixão, as casas para os romeiros e a nomeação de um ermitão. Ou seja, se a ideia da Paixão de Cristo associada a um percurso através do monte (entendido como caminho de salvação), esteve presente desde o início, foi a partir da intervenção de 1629 que esta se tornou mais efectiva, culminando, no século XVIII, com o projecto de D. Rodrigo de Moura Teles e de D. Gaspar de Bragança. De facto, em 1722 todo o complexo foi reformulado, uniformizado e definido o percurso a partir do pórtico com as armas do arcebispo, surgindo então as oito novas capelas e as respectivas fontes com figurações mitológicas, que confrontavam "a Verdade e a Fé cristãs (...) com a falsidade emanada de outros cultos" (FERNANDES, 1989, p. 93).

No Terreiro das Chagas encontra-se a fonte com emblemas da Paixão que tem vindo a ser atribuída a André Soares, e com o qual termina esta primeira parte do percurso. Seguem-se o Escadório dos Cinco Sentidos, em que cada fonte corresponde a um sentido, facilmente identificável, e o Escadório das Virtudes (com as representações da Fé, Esperança e Caridade), este último atribuído a Carlos Amarante, e executado já ao tempo do Arcebispo D. Gaspar de Bragança, responsável pela ampliação do santuário.

O paralelo com o Caminho do Calvário e a função catequética do Bom Jesus encontra-se bem expressa ao longo da trajectória ziguezagueante através da qual se chega à igreja, e onde todas as manifestações artísticas convergem num mesmo sentido, como refere José Fernandes Pereira: "no escadório dos Cinco Sentidos a mensagem centra-se no carácter ilusório e pecaminoso do conhecimento sensível" (FERNANDES, 1988, p. 27). Contudo, a água e as imagens sagradas funcionam como possibilidades de purificação, que culminam no Escadório das Virtudes, onde o romeiro contacta com as verdades teologais, encontrando-se, então, "apto a entrar no ponto culminante de todo o percurso: a igreja, a casa de Deus, na qual só devem entrar os puros" (FERNANDES, 1988, p. 27).

O templo situava-se, anteriormente, no final do Escadório dos Cinco Sentidos, e a sua traça é atribuída a Manuel Pinto Vilalobos (c. 1725). Foi destruído para dar lugar ao actual, edificado por Carlos Amarante, numa linguagem que denota a abertura ao neoclassicismo, e a depuração decorativa daí decorrente, numa composição onde se destaca o corpo central, coroado por frontão triangular, e ladeado por duas torres. Contudo, e apesar da citação clássica, Amarante denota a influência da arquitectura bracarense de André Soares, bem presente na eficaz animação da fachada. O interior é bastante sóbrio, com quatro capelas laterais, destacando-se no altar principal o Calvário da autoria do escultor de Braga José Monteiro da Rocha, e as telas de Pedro Alexandrino.

RC

Fonte: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/

3e702c5605c54a2c95106c1a5c930ddb.jpg

3ec193c5038e2de3a8f7ab530c72bbb6.jpg

3fa47e9232883b777a38f72598162cbc.jpg

3fd3f5d8164d614012147e98287f7638.jpg

4de2d2860c6b6a96581c2a206c49ca79.jpg

05e7806807d84f7180611161b6e0e7b6.jpg

6cdd7b12aa9d46c7101c0c1fe9849f25.jpg

8d1e561241feb1a8ca7952dad04a7eab.jpg

9aab64a6e9841dbbf3c33da49e922e0d.jpg

9d45874222db7a66f498e5b7509a192f.jpg

9da84d2c61cb284beb35b862b6151530.jpg

65ce0ba886f58a08e7e9773c9c049a1b.jpg

83ebaf6c6caab3b6f69776b6d58bc893.jpg

185a6d7a13a3fd62fc03781a9acb5ff3.jpg

‘LAMAS SONS & VENTOS’ LEVA MÚSICA À PORTA DE LAMAS DE MOURO

Dia 6 de julho

No dia 6 de julho, a Porta de Lamas de Mouro, em Melgaço, recebe a segunda edição do “Lamas Sons & Ventos”, um espetáculo onde a música e a arte andam de mãos dadas. Será um momento único, de descoberta de sons e um ponto de encontro para os amantes da música no Destino de Natureza Mais Radical de Portugal.

Lamas sons e ventos (1) (1).jpg

A envolvente natural, a área de lazer circundante ao Rio Mouro e a vista de montanha magnífica fazem de Lamas de Mouro um paraíso natural e o cenário ideal para este encontro de sons e música. A sessão da abertura oficial acontece pelas 14h30, na Porta de Lamas de Mouro. Ao longo daquela tarde os participantes terão oportunidade de desfrutar de vários momentos musicais, protagonizados por diversos grupos: “A Jigsaw”, “West Coast Man” e “Minnemann Blues Band”.

Para quem estiver interessado em conhecer de perto a região e os seus costumes, durante a manhã, realizar-se-ão outras atividades, como um workshop de pão castrejo e uma pequena caminhada pela vila de Castro Laboreiro. Pelo meio, nã0 faltarão momentos de música e poesia. A paragem para o almoço acontece pelas 12h30, onde os participantes terão a oportunidade de degustar produtos regionais no parque de merendas de Lamas de Mouro (inscrição obrigatória, através do contacto 967 200 344, sendo o custo de 10€ por pessoa).

Haverá ainda a possibilidade de apreciar arte, através da exposição de fotografia "Mulheres" (de Mercedes Vazquez Saavedra) e de assistir a momentos de pintura ao vivo, com os artistas Manuel Cunha e Paula Ribeiro - Pólen & Alua.

PROGRAMA

10h00 – Workshop de Pão castrejo e caminhada pela vila de Castro Laboreiro. Momentos musicais e poesia.

12h30 - Almoço volante com produtos regionais 

14h30 - Sessão de abertura - Porta Lamas de Mouro                

15h00 - Momento musical: “A Jigsaw”

16h30 - Momento musical: West Coast Man

18h00 - Momento musical: Minnemann Blues Band

19h30 - Jantar convívio (cachena assada 10€ por pessoa 

A iniciativa visa dar a conhecer os locais que compõem o Parque Nacional Peneda-Gerês, incentivando à cooperação entre diferentes stakeholders num esforço conjunto de promoção do turismo da região.

«Recuperar tradições e rituais de tempos remotos, incentivando à participação quer de turistas quer de gentes da terra, revela-se cada vez mais importante no sentido de não deixarmos perder hábitos e costumes que são, afinal, os pilares da nossa cultura popular. O potencial turístico associado a este tipo de iniciativas é enorme, tal tem vindo a ser visível pela evolução que o turismo tem vindo a ter no nosso país. Castro Laboreiro e Lamas de Mouro emerge como uma região com elevado potencial que carece ainda de maior exploração e o turista que vem sai sempre com o desejo de regressar dentro do peito.», atenta Sónia Nogueira, da empresa JUST NATUR- Events & Experiences in Nature, organização do evento.

O evento é uma organização da empresa JUST NATUR- Events & Experiences in Nature e da Câmara Municipal de Melgaço, com o apoio da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Castro Laboreiro e Lamas de Mouro e da MiraXurés. A edição de 2019 está enquadrada no Projeto Europeu de Dinamização da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés, financiado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (POCTEP).

Lamas sons e ventos (24) (1).jpg

Lamas sons e ventos (34) (1).jpg

Lamas sons e ventos (36) (1).jpg

Lamas sons e ventos (41) (1).jpg

Lamas sons e ventos (47) (1).jpg

Lamas sons e ventos (60) (1).jpg

PONTE DE LIMA ACOLHE EXPOSIÇÃO DA FUNDAÇÃO SERRALVES

Fundação Serralves Regressa a Ponte de Lima com Exposição Temporária

Está agendada para a próxima terça-feira, dia 25 de junho, às 18h00, a sessão de abertura da exposição temporária “A Minha Casa é a Tua Casa: Imagens do Doméstico e do Urbano na Coleção de Serralves”, organizada pelo Museu de Arte Contemporânea da Fundação de Serralves.

Capturarseer1.PNG

O Palacete Villa Moraes e a Torre de Cadeia Velha são os edifícios que acolhem esta mostra itinerante, que traz a Ponte de Lima obras que se encontram à guarda daquela reputada instituição cultural do nosso país.

Esta iniciativa cultural surge na sequência de um protocolo entre o Município de Ponte de Lima e a Fundação de Serralves, pelo qual o Município acedeu ao Estatuto de Fundador de Serralves e se procura criar uma cooperação duradoura entre ambas as instituições.

Nesta exposição, “os artistas e as obras nela apresentados colocam o doméstico no centro das suas preocupações, propondo diferentes interpretações daquilo que se entende por casa.” As casas imaginadas por artistas serão temporariamente a nossa casa.

Estará patente até ao dia 29 de setembro, de terça-feira a domingo, das 9h30-13h00/14h00-17h30, com entrada livre.

Capturarseer2.PNG

PONTE DE LIMA REALIZA CORRIDA DE GALGOS

XI Feira de Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima. Corrida de Galgos – Campeonato Nacional da Federação

A Associação Galgueira e Lebreira do Norte vai promover duas corridas de Galgos no recinto da Expolima, em Ponte de Lima.

fcpl-cartaz-galgos-horas.jpg

As provas que integram o Campeonato Nacional decorrem na zona compreendida entre os dois picadeiros, pelas 11h00 e pelas 14h30 de sábado, no âmbito da XI Feira da Caça Pesca e Lazer.

Reconhecidos pelas suas capacidades atléticas, os galgos são os velocistas de curta distância e alta velocidade do mundo canino.

De forma vigorosa, esbelta e aerodinâmica, com pernas longas, e em termos proporcionais, um rosto igualmente longo e estreito, com olhos direcionados para a frente, os galgos “caçam” com a sua visão e sentem o estímulo de perseguir objetos que se movem rapidamente, correndo por gosto.

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Associação Galgueira e Lebreira do Norte, e a organização da XI Feira da Caça Pesca e Lazer, respetivamente o Município de Ponte de Lima e a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima, que unem esforços e apostam novamente na promoção e divulgação de todos os serviços e atividades ligadas ao setor da caça, da pesca e do lazer, como também aos recursos cinegéticos do concelho.

Para participar nesta prova, os “galgueiros” (donos de galgos de corrida) devem estar inscritos como sócios da Associação Galgueira e Lebreira do Norte, sendo a corrida gratuita, para participantes e espetadores.

BRAGAHABIT ASSINALA 20 ANOS A APOIAR O ALOJAMENTO DAS FAMÍLIAS

Bragahabit assinalou 20 anos de um serviço ´imprescindível´ para a comunidade. Empresa municipal apoia mais de 1300 famílias por ano

A Bragahabit – Empresa Municipal de Habitação de Braga assinalou hoje, dia 21 de Junho, o seu 20.º aniversário com uma cerimónia que decorreu no Espaço Vita. Durante esta sessão, que contou com a presença de representantes de diversas associações e entidades públicas e privadas, foram recordados os momentos mais significativas do percurso desta empresa municipal.

CMB21062019SERGIOFREITAS00000019650.jpg

Em média, a Bragahabit apoia anualmente mais de 1.300 famílias, com um número médio de 4 pessoas por agregado. Como referiu Vitor Esperança, administrador da Bragahabit, foram e são muitos os cidadãos de Braga que recebem uma ´ajuda importante e imprescindível para uma vida humana digna´, designadamente na disponibilidade de uma habitação para residência do seu agregado familiar ou na atribuição de apoios financeiros que atenuam o esforço que as famílias de baixos rendimentos têm no pagamento das suas rendas de casa.

Segundo Vitor Esperança, o trabalho da Bragahabit vai muito para lá da gestão das habitações municipais, sendo a componente social que faz com que esta seja uma ´empresa municipal distinta´. “Os nossos objectivos passam por garantir os princípios da cidadania, igualdade, habitação, aprendizagem, solidariedade, inclusão e futuro. Temos uma dimensão inovadora que passa pelo imaterial e, em colaboração com outros parceiros sociais do Concelho - designadamente os que pertencem à Rede Social do Município -, interagimos com todas as famílias apoiadas, fazemos o seu diagnóstico social, ouvimos as suas preocupações e damos-lhes todo o apoio possível na busca de soluções para os seus problemas”, referiu.

CMB21062019SERGIOFREITAS00000019648.jpg

Por seu turno, Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, afirmou que, no futuro, a Bragahabit terá de continuar com responsabilidade directa sobre a revitalização e requalificação dos espaços habitacionais que gere, criando, ao mesmo tempo respostas inovadoras que vão ao encontro dos novos desafios estratégicos identificados.

“O acesso digno, confortável, seguro e económico à habitação é um requisito crucial para a qualidade de vida das comunidades mais desfavorecidas e uma prioridade do executivo municipal. Nesse sentido, é fácil fazer um balanço muito positivo do trabalho da Bragahabit para a concretização deste objectivo. Agora, novos desafios surgem e o acesso à habitação é uma questão premente para uma franja mais alargada da população, fruto dos desenvolvimentos neste sector. A Câmara Municipal e a Bragahabit têm de procurar soluções tão inovadoras como as que foram criadas no passado”, disse.

O Edil lembrou que, ao longo destes últimos anos, houve um aumento considerável de apoios fruto do compromisso financeiro da Câmara Municipal para apoiar novos programas, como é bom exemplo o RADA, que praticamente duplicou a verba disponível entre 2013 e 2019. Actualmente, através de apoios comunitários do PEDU, estão em curso intervenções profundas nos bairros de Santa Tecla e das Enguardas.

A Bragahabit tem ainda a responsabilidade de assegurar apoios socioeducativos em 12 estabelecimentos de ensino no concelho de Braga, prestando serviços de apoio às famílias e nas actividades complementares de animação, no qual inclui o serviço de refeições escolares, cujo número anual ronda as 175 mil.

CMB21062019SERGIOFREITAS00000019641.jpg

CELORICO DE BASTO ABRE ÉPOCA BALNEAR

Celorico de Basto prepara-se para abrir época balnear

Está tudo preparado, em Celorico de Basto, para receber os banhistas. As piscinas municipais ao ar livre irão abrir portas no próximo dia 25 de junho, no dia 28 será a vez de entrar em funcionamento as piscinas municipais do Parque de Lazer de Fiães de Cima, Codessoso.

piscinas municipais ao ar livre.jpg

As piscinas Municipais são um dos equipamentos turísticos e de lazer mais procurados durante o Verão em Celorico de Basto. Espaços com todas as condições de comodidade ideais para quem passa por este concelho, para residentes e jovens que integram os diferentes campos de férias promovidos no concelho.

 “De facto, esta infraestrutura é muito requisitada durante o Verão, diariamente passam centenas de pessoas pelas piscinas Municipais que aproveitam para usufruir de uma estrutura com todas as condições para acolher os banhistas durante a época balnear. Um espaço que também acolhe, ao longo do mês de julho e início de agosto, os jovens que integram os diferentes campos de férias, atl´s e outros serviços de ocupação de tempos livres” disse Joaquim Mota e Silva, Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto.

As piscinas municipais ao ar livre da vila de Celorico de Basto funcionam todos os dias das 10h00 às 19h00. As piscinas municipais do parque de lazer de Fiães de Cima em Codessoso funcionam das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 17h00. Os dois espaços encerram às segundas durante a manhã para manutenção.

abertura da época balnear.jpg

EXPLORAÇÃO DE LÍTIO NA SERRA D’ARGA EM DESTAQUE NA REUNIÃO DESCENTRALIZADA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA

Reunião pública descentralizada terá lugar 24 de junho, pelas 18H30

Segunda-feira, dia 24 de junho, o executivo desloca-se à União de Freguesias de Arga de Baixo, Arga de Cima e Arga de São João, para realizar mais uma reunião pública descentralizada, cujo tema em destaque será a questão da exploração do Lítio na Serra d’Arga. A reunião terá lugar pelas 18H30, no edifício da Junta de Freguesia de Arga de São João.

As reuniões públicas descentralizadas são um instrumento de participação que os munícipes têm à disposição para dialogar diretamente com os decisores políticos concelhios. Estas reuniões favorecerem a proximidade junto da população e permitem ao presidente e vereadores da Câmara Municipal ouvir, esclarecer e prestar contas da gestão municipal, contribuindo assim para uma democracia local mais participativa.

Recorda-se que estas reuniões apresentam como único ponto da ordem de trabalhos a audição dos munícipes. Assim, os munícipes interessados em intervir deverão proceder à respetiva inscrição, com uma antecedência mínima de 48 horas, na Câmara Municipal, através do telefone 258 710 300 ou do e-mail geral@cm-caminha.pt. Ainda o podem fazer junta de freguesia. É de realçar que, no momento da inscrição, os munícipes deverão indicar o contacto telefónico e o assunto a tratar. Será dada prioridade aos assuntos relacionados com as freguesias em questão e de interesse coletivo e/ou público.

PINTO DA COSTA VAI A FAMALICÃO FALAR DE "ADIÇÕES DO BOM USO AO ABUSO"

Pinto da Costa vai estar em Famalicão para falar de “Adições do Bom uso ao Abuso”. Conferência decorre quarta-feira, pelas 21h00, no auditório da CESPU

“Adições do bom uso ao abuso” é o tema da próxima conferência de Saúde Pública, que vai decorrer na próxima quarta-feira, dia 26 de junho, pelas 21h00, no auditório da Cespu. A iniciativa gratuita mas de inscrição obrigatória através do link https://bit.ly/2MWCaqC conta com as participações do professor José Pinto da Costa, catedrático de medicina legal e de psicologia judiciária do departamento de direito da Universidade Portucalense e diretor do Centro Médico-legal, de Ricardo Dinis Oliveira, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e de Isabel Pinheiro, psicóloga.

conferênciapintcost.jpg

CORO CONTRAPONTO ATUA EM CERVEIRA

“Sente a História”: Coro Contraponto atua domingo no Cineteatro de Cerveira

Doze temas, todos interpretados à capella, sendo um deles uma estreia absoluta. O Coro Contraponto protagoniza, este domingo à noite, no Cineteatro de Cerveira, mais um concerto integrado no projeto alto-minhoto “Sente a História”. Momento servirá para o grupo de jovens cantores que esteve em destaque no programa Got Talent Portugal, da RTP1, apresentar, pela primeira vez, a Canção da Lenda do Cervo Rei, neste registo musical tão peculiar. Entrada é livre, limitada à lotação do espaço.

27ºconcerto - Contraponto.jgp.jpg

Com o objetivo de permitir uma experiência de história ao vivo, onde a música vai ao encontro da arquitetura dos monumentos, a iniciativa “Sente a História” contempla três linhas de programação (bandas filarmónicas, coros e jovens solistas do Alto Minho em contexto de música de câmara).

Vila Nova de Cerveira já recebeu, em fevereiro, a Banda de Música de Ponte de Lima que, na Igreja Matriz, presenteou os presentes com um concerto jovial e moderno. Este programa cultural regressa à ‘Vila das Artes’ com os Contraponto a interpretar 12 temas de Bee Gees, Queen, Elton John, The Beatles, Coldplay, Simone de Oliveira e José Afonso – todos à capella como é a sua imagem de marca -, sendo um deles uma estreia absoluta, já que será apresentada, pela primeira vez, a Canção da Lenda do Cervo Rei, com música de Fernando C. Lapa e letra do cantor repentista Augusto Canário.

O concerto decorre no âmbito do projeto “Sente a História” que está a realizar 30 concertos em 30 locais históricos do Alto Minho, envolvendo mais de 1500 músicos e 10 municípios. Este é já o 27º concerto da iniciativa, cujo objetivo é surpreender o público com novas abordagens e novos talentos.

Antes do concerto do Coro Contraponto, está agendada para as 21h30 uma visita guiada e animada à Igreja Matriz de Vila Nova de Cerveira, um momento que conta com a “presença” de El-Rei D. Manuel…

PONTE DE LIMA - PROGRAMA FÉRIAS PARA A INCLUSÃO – VERÃO 2019

O Município de Ponte de Lima, prosseguindo uma política de inclusão social, promove mais um Programa de Férias para a Inclusão no período mais longo das férias escolares, que não raras vezes é motivo de preocupação para pais e encarregados de educação.

Cartaz_Ferias_Inclusao_VERAO_2019-01.jpg

Este programa pretende desenvolver um conjunto de ações que visam estimular o desenvolvimento psicomotor de grupos de maior vulnerabilidade, destinado a crianças que frequentam os Centros de Apoio à Aprendizagem, dos vários Agrupamentos de Escolas do Concelho de Ponte de Lima.

O programa irá decorrer entre os dias 24 de junho e 31 de julho, próximos, nas instalações da EB 1 de Ponte de Lima, entre as 9h30 e as 16h00 e prevê um conjunto de atividades desportivas, lúdicas e recreativas de ocupação de tempos livres, cuja participação é gratuita.

O programa conta com um responsável pedagógico, que elabora e executa um plano de atividades, a realizar em sala e no exterior, que passa por visitas ao Festival Internacional de Jardins, às Piscinas Municipais, à Feira do Cavalo, à ALAAR, ao Eco Parque, ao Clube Náutico de Ponte de Lima, à Feira do Livro e às Lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos, entre outras. Em paralelo, o programa prevê, ainda, jogos didáticos, ateliês de pintura, trabalhos manuais, atividades de culinária e atividades desportivas.

EPATV ENCERRA ERASMUS+ SOBRE SUSTENTABILIDADE

A EPATV acolheu entre os dias 18 e 20 de Junho a quarta e última reunião transnacional do projeto Erasmus+  Boost Your Green (2016-1-FR01-KA219-024021).

IMG_20190618_103341.jpg

Ao longo de 3 anos, a EPATV e os parceiros oriundos de França (coordenador), Bulgária, Macedónia, Portugal, Roménia e Turquia avaliaram e discutiram (no sentido de encontrar estratégias e recomendações comuns) as suas práticas no sentido de estimar o seu desempenho ambiental em seis vetores: Resíduos, Energia, Água, Alimentação Biodiversidade e Solidariedade, isto no primeiro ano de projeto. No segundo, agiram no sentido de melhorar o desempenho ambiental e no terceiro procuraram inovar ainda ao encontro da sustentabilidade.

Findas as atividades fez-se, nesta reunião o balanço da sua conclusão e prepararam-se os importantes relatórios a apresentar no final de cada projeto, o kit pedagógico que permitirá a formação ambiental dos alunos, adicionalmente todos os parceiros apresentaram o balanço de três anos de projeto.

A EPATV perspetiva a melhoria do seu desempenho, contando para tal com as boas práticas reunidas neste projeto e a sua experiência no âmbito do programa Eco-Escolas.

TEATRO EM CABECEIRAS DE BASTO CONTA HISTÓRIAS COM MENSAGENS QUE EMOCIONAM

Oficinas de Jogos Dramáticos do CTCMCB encerram época com duas magníficas representações

Para assinalar o encerramento da temporada das Oficinas de Jogos Dramáticos, espaço de aprendizagem, partilha e formação de crianças dos 6 aos 12 anos, que o CTCMCB – Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto dinamizou ao longo dos últimos meses, na passada quarta-feira, dia 19 de junho de 2019, na Casa da Juventude, familiares, amigos e muitos outros cabeceirenses lotaram o auditório da Casa da Juventude, para assistirem à representação de duas magníficas peças protagonizadas pelo pequenos atores e atrizes.

DSC_9041.JPG

“Onde está o branco?”

Os mais pequeninos contaram-nos uma extraordinária história, a partir da representação de um ambiente de competição e egoísmo que existia numa fábrica de tintas onde as cores, faltava lá o branco, não se entendiam, não trabalhavam em equipa e competiam desenfreadamente entre si. Com a chegada do branco tudo muda e passa a existir a harmonia e o trabalho de equipa. Uma bela história que encantou todos os presentes não só pela atuação dos dezassete meninos e meninas mas também pela mensagem de paz e amor que a história transmitiu.

Uma história baseada no texto de Luciano Luppi, encenada por Francisca Magalhães, com cenografia, figurinos e adereços de Joana Veloso e Francisca Magalhães.

“O Construtor de Sonhos”

Os onze atores mais velhinhos contaram aos espetadores a história de um mundo imaginário que de repente se vê mergulhado num grande roubo. O “construtor de sonhos” foi roubado pelas malvadas insónias e para que tudo se resolvesse foi preciso muita determinação e uma grande e forte união entre todos. Cansado e velho, o “construtor de sonhos” morreu mas, felizmente, houve alguém para continuar o seu extenuado trabalho, até porque a força, a determinação e o trabalho de todos permitiu recuperar o objeto mágico, simbolizado por um martelo, que possibilitou continuar a construir todos os sonhos. Com efeito, um mundo sem sonhos é um mundo triste, enfadonho e infeliz.

Uma história que emocionou os presentes, com texto e encenação de Roberto Moreira e cenografia, figurinos e adereços de Joana Veloso e Francisca Magalhães

Entre outras participações, designadamente na Festa do S. Pedro da Raposeira, no final deste mês, o CTCMCB está já a preparar o próximo espetáculo da agenda cultural do Município, o Passeio Literário que terá lugar no dia 18 de julho à noite.

DSC_9182.JPG

BARCELOS PROMOVE COMPETÊNCIAS DIGITAIS

Câmara Municipal de Barcelos, IPCA e Centro Abel Varzim promovem competências digitais

A Câmara Municipal de Barcelos aprovou, em reunião ordinária de 17 de junho, um acordo de colaboração entre a autarquia, o Instituto Politécnico e Cávado e Ave e o Centro Social Abel Varzim, de Cristelo, tendo em vista a promoção de competências digitais junto dos cidadãos do concelho em situação de vulnerabilidade, com menor acesso às novas tecnologias, aumentando, assim, os níveis de competências digitais e promovendo mais igualdade de oportunidades, mais cidadania e mais participação.

CMB_Competências digitais.jpg

O IPCA compromete-se a promover ações que assegurem o envolvimento da comunidade estudantil no projeto, enquanto voluntários/mentores, assegurar o recrutamento dos voluntários, bem como de todos os dados necessários para a operacionalização do projeto. 

Quanto ao Centro Social Abel Varzim, compete-lhe assumir e coordenar as iniciativas e atividades, bem como desenvolver ações que visem a construção coletiva de uma comunidade criativa para a inclusão digital, nomeadamente selecionando o público-alvo das referidas ações.

O Município inscreve os voluntários/mentores no Banco Local do Voluntariado e assume a logística para a deslocação destes voluntários, no âmbito das atividades previstas e divulga o projeto junto da Rede Social de Barcelos.

Os objetivos do acordo são os seguintes: promover a coesão social e o reforço da inclusão social; motivar para a utilização de sistemas digitais, promovendo-se condições, meios e informação para que as pessoas possam beneficiar da era digital e compreender esses benefícios; promoção da igualdade de oportunidades de acesso, utilização e criação junto de públicos mais vulneráveis ou com menos adesão à formação nestas áreas; assegurar, através de um reforço da utilização de serviços de banda larga, a generalização do acesso gratuito e equitativo às tecnologias digitais, para um maior acesso à informação, comunicação e interação; promover a concertação de estratégias entre os outorgantes, de modo a evitar situações de duplicação ou sobreposição de resposta; promover a otimização de sinergias entre as partes; promover a coesão territorial através de estratégias de aproximação regional, nomeadamente incentivando à responsabilidade social de empresas e instituições de ensino superior.

EMPRESAS DE FAMALICÃO MOSTRAM INOVAÇÃO NA ITMA

Três empresas de Vila Nova de Famalicão estão na ITMA 2019, a feira de eleição para fabricantes mundiais de equipamentos para a indústria têxtil apresentarem as suas inovações tecnológicas. Esta edição decorre em Barcelona desde ontem e até quarta-feira, 26 de junho.

JMC - José Maria de Araújo Campos, MTEX e ROQ (que integram a delegação portuguesa composta por cinco empresas) dão a conhecer, a par de mais 1.700 expositores, equipamentos e processos inovadores, bem como ideias e soluções eficazes, que prometem fazer jus às “revoluções” que desde 1951 são reveladas na ITMA - certame que se realiza de quatro em quatro anos.

Em estreia absoluta na ITMA, a JMC - José Maria de Araújo Campos assume como principal objetivo desta presença o aumento das exportações. “Depois de um ciclo recente de grandes investimentos que permitiram incrementar a capacidade produtiva e criar postos de trabalho, chegou a hora de apostar nas vendas para os mercados internacionais”, diz o administrador da empresa de Cavalões, que exibe na feira novas máquinas de lavandaria e tinturaria industrial.

A MTEX NS leva para a ITMA “três soluções inovadoras” para a indústria têxtil, as máquinas Falcon, Dragon e Turnkey. Elói Ferreira, Presidente Executivo, destaca que a empresa é hoje uma “criadora de tecnologia”, patamar que “alcançou em apenas dois anos, com coragem, ambição, visão e um forte investimento de 20 milhões de euros”.

Sediada em Esmeriz, a MTEX NS está presente em 40 países nos cinco continentes e ambiciona ser, “dentro de três anos, a empresa líder em impressão digital”.

A ROQ é uma presença assídua na ITMA e faz nesta edição estreias mundiais. A empresa líder mundial na produção de máquinas de estamparia têxtil apresenta um “mar de inovações”, ou seja, três novas máquinas. “A ROQ NOW, uma máquina de impressão têxtil 100% digital que produz 300 peças por hora; a ROQ NEXT, a nova máquina automática de estamparia têxtil, uma linha de embalagem completa que vem introduzir várias inovações; a ROQ CTS, uma máquina que imprime diretamente nos quadros de serigrafia”, adianta a empresa de Oliveira S. Mateus

ESPOSENDE PROMOVE "O PODER DA COLABORAÇÃO"

O Poder da Colaboração em Esposende

No âmbito da adesão do Município de Esposende ao Ano Nacional da Colaboração, a Câmara Municipal, em parceria com o Fórum para Governação Integrada, vai promover, no próximo dia 12 de julho, o evento “O Poder da Colaboração em Esposende”.

CMEedificio-paços.jpg

A iniciativa, agendada para as 14h30, no Auditório Municipal de Esposende, visa reforçar laços e promover o estabelecimento de novas parcerias, na construção de uma comunidade de pertença dos cidadãos.

Na sessão de abertura intervirá o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, e o Coordenador Executivo do Fórum para a Governação Integrada, Rui Marques.

Serão de seguida apresentados os projetos colaborativos do Município e no painel, que terá como mote a temática “Colaborar faz toda a diferença”, membros de várias organizações partilharão as suas experiências colaborativas inspiradoras, designadamente Américo Mendes, da Associação Incentivar Partilha, Ricardo Anselmo, do BNI Portugal, Carlos Ribeiro, do Esposende Empreendedor - ACICE, Vitor Simões, do Programa de Impacto Social 4Change, e Luís Baião, do Sim, Somos Capazes. A sessão inclui um período de debate e um momento cultural pelo Grupo Amador Cavaquinhos de Esposende.

A participação neste evento é gratuita, contudo carece de inscrição, a efetuar através do link: https://forms.gle/stZauAvTwAch8u4F9.

O Ano Nacional de Colaboração é uma iniciativa de âmbito nacional que tem como objetivo mobilizar e inspirar a sociedade portuguesa, através dos cidadãos/as e das instituições, para a relevância estratégica da colaboração, quer como forma de resolução de problemas, quer de otimização dos recursos disponíveis.

Com a adesão a esta iniciativa, o Município contribui para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, designadamente do ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis, ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

PRESIDENTE DA REPÚBLICA VAI AO SÃO JOÃO A BRAGA

Presidente da República nas Festas de São João de Braga

O Município de Braga vem por este meio informar que, Sua Excelência o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, irá marcar presença nas Festividades do São João de Braga.

1907376_10201266081253648_3043051947458196842_n

A partir das 21h30, de Domingo, dia 23 de Junho, o Presidente da República irá fazer percurso pedonal compreendido entre a rotunda de São João da Ponte e a Praça da República, pela Avenida da Liberdade, participando assim na maior festa popular de Portugal.

No final, pelas 01h00, o Presidente da República irá assistir ao tradicional espectáculo pirotécnico.