Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

QUIM BARREIROS E PEDRO CACHADINHA ANIMAM FESTAS EM FREXIANDA, NO CONCELHO DE OURÉM

Em junho a Freixianda assinala dia da freguesia e 24º Aniversário de elevação a vila

De 21 a 23 de junho decorrem em Freixianda, no norte do concelho de Ourém, as suas tradicionais celebrações de evocação de elevação a vila. No programa há animação musical, tasquinhas, folclore, desfile da Charanga da GNR, exposições de artesanato e ainda uma exposição de maquinaria agrícola e automóvel.

19157_Cartaz (1).jpg

Participam nas tasquinhas oito coletividades da freguesia com pratos que vão desde a “Chanfana à moda da Ribeira” à “Perna de Porco no espeto com migas”. No que toca à animação está prevista uma sardinhada popular, jogos escutistas, marchas populares, Festival de Ranchos, e um Passeio Pedestre.

O programa musical é encabeçado por Quim Barreiros, dia 22, sábado, pelas 23h00.Foka Energie sobe a palco pelas 22h00 de dia 21, sexta-feira; “Só Ritmo”” atua antes e depois de Quim Barreiros dia 22 , sábado dia 23; o Grupo PA 3 encerra as festas dia 23, domingo, a partir das 22h00. Destaque também para a presença dia 21 de Pedro Cachadinha e seus amigos na sexta feira ás 20h00. No Sábado dia 22 ás 21h00 atuará a Marcha da Pelmá. No Domingo dia 23 haverá um desfile pelas ruas pela Charanga a Cavalo da GNR que depois atuará no Largo do Mercado. Também no domingo ás 18h30 haverá uma tarde de folclore.

Programa

Sexta feira dia 21 (dia da Freguesia)

19h30 – Sardinhada Popular

20h00 – Atuação de Pedro Cachadinha e seus amigos

22h00 – Atuação de Foka Energie

Sábado dia 22

21h00 – Atuação da Marcha da Pelmá

22h00 – Atuação do Grupo “ Só Ritmo”

23h00 – Atuação de Quim Barreiros e sua Banda

00h30 – Continuação da atuação do Grupo “ Só Ritmo”

Domingo dia 23

09h00 – Passeio Pedestre

17h00 – Desfile da Charanga a cavalo da GNR pelas ruas da vila

17h30 – Atuação da Charanga a cavalo da GNR no Largo Juvêncio Figueiredo

18h30 – Tarde de Folclore

22h00 – Atuação do Grupo PA3

O ACERVO BIBLIOGRÁFICO SOBRE A EMIGRAÇÃO PORTUGUESA

30128522348_0068acc1a9_b

  • Crónica de Daniel Bastos

No decurso dos últimos anos o acervo bibliográfico sobre o fenómeno emigratório nacional tem sido profusamente enriquecido com o lançamento de um conjunto diversificado de documentos que ampliam o estudo e conhecimento sobre a relevância da emigração portuguesa.

Neste conjunto diversificado de trabalhos, onde se cruzam os olhares interdisciplinares das ciências sociais, encontram-se livros, capítulos de livros, artigos em revistas científicas, artigos em atas de congressos, conferências e outros tipos de encontros científicos, relatórios, assim como dissertações de licenciatura, mestrado e doutoramento. 

Como sustentam os vários investigadores sociais responsáveis pelo levantamento bibliográfico “Emigração portuguesa: bibliografia comentada (1980-2013)”, este relevante acervo documental “constitui um contributo importante para o conhecimento da emigração”.

Dentro da categoria temática dos livros, que na linha de pensamento do ensaísta Jorge Luis Borges, são “a grande memória dos séculos... se os livros desaparecessem, desapareceria a história e, seguramente, o homem”, são vários os exemplos que asseveram a importância que muitas publicações têm tido na compreensão e enriquecimento do fenómeno emigratório nacional.

É o caso, por exemplo, da obra “Portugal Querido”, um livro da autoria do argentino Mario dos Santos Lopes, filho de um português emigrante, que foi lançado em 2014 na Argentina. Uma edição que tem o condão de retratar as vivências dos portugueses no segundo maior país da América do Sul, através de testemunhos reais, e que recupera a memória de milhares de compatriotas provenientes na sua maioria dos distritos do Algarve e da Guarda, que durante a primeira metade do séc. XX se estabeleceram na Argentina, à época dos países mais ricos do mundo, em busca de uma vida melhor.

Ainda nesta esteira, enquadram-se dois livros lançados em 2015, designadamente, “A Vida numa Mala – Armando Rodrigues de Sá e Outras Histórias”, e “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”, que resgatam da penumbra do esquecimento, respetivamente, a epopeia da emigração portuguesa para a Alemanha e França nos anos 60.

CERVEIRA REQUALIFICA ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA

Ministro da Educação e Presidente da Câmara Municipal formalizaram investimento de 1,4 ME para requalificar a Escola Básica e Secundária

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, assinaram, na passada sexta-feira, 14 de junho, o Acordo de Colaboração para Requalificação e Modernização da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira – 2ª fase, num investimento de 1,4 ME. Projeto visa a construção de raiz de um Centro de Recursos e de um edifício de apoio ao ensino articulado, a ampliação do espaço de refeitório e a cobertura dos corredores de circulação e dos espaços de recreio, entre outras melhorias.

IMG_2968.JPG

Para o autarca cerveirense, em causa está “um dia muito importante para Vila Nova de Cerveira e para a comunidade educativa. A assinatura deste acordo é o culminar de um processo considerado reivindicativo e que, felizmente, com a intervenção do Sr. Ministro foi corrigida uma injustiça que se arrastava desde 2013”. Fernando Nogueira assegurou que as obras previstas permitem uma “requalificação real e efetiva desta escola, melhorando significativamente a qualidade e as condições necessárias para a formação das crianças e jovens”.

Enaltecendo um país em progresso, mais coeso e mais qualificado, o Ministro da Educação manifestou-se satisfeito por “tirar as obras do papel, as verbas do excel e dar condições para que este serviço público de educação se possa cumprir (…) corrigindo uma situação com a qual havia compromisso para se concretizar”. Tiago Brandão Rodrigues elogiou todo o trabalho realizado em prol da educação, quer ao nível das infraestruturas quer ao nível do projeto pedagógico.

Recebido por um grupo de alunos que integram a Patrulha Ambiental do Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Cerveira, o governante interagiu com estas crianças e jovens que, além de exporem as suas preocupações e enunciarem algumas das ações e iniciativas realizadas, tiveram a oportunidade de oferecer uma garrafa reutilizável ao Ministro da Educação, ao Presidente da Câmara Municipal e ao Diretor do Agrupamento de Escolas do concelho, sensibilizando para a importância de minimizar a distribuição de plásticos. Tiago Brandão Rodrigues não só elogiou esta “boa prática no interior da escola”, como desafiou o grupo a “difundir essa informação junto dos colegas e cativar mais ‘patrulheiros’”, assim como “replicar este exemplo no exterior”.

A deslocação do Ministro da Educação à Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira consistiu numa visita guiada à 1ª fase das obras de requalificação e modernização da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira já concluídas, fruto de um investimento municipal de cerca de 400 mil euros (dos quais 108 mil euros do PDCT original). Esta intervenção incidiu sobre a remoção do revestimento da cobertura em fibrocimento do pavilhão gimnodesportivo, a reformulação dos balneários do campo de jogos, a construção da nova portaria na entrada sul, e a melhoria das condições de conforto térmico do edifício existente, através da implementação de um sistema de isolamento térmico pelo exterior.

A 2ª fase do projeto agora formalizada entre o Ministério da Educação e a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira resulta da reprogramação do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) Norte 2020 que permitiu consignar mais de 1,4ME (financiamento Feder 1,2ME) e visa a construção de raiz no edifício designado como centro de recursos - composto por biblioteca/auditório para capacidade para 119 lugares sentados; a construção de um edifício de apoio ao ensino articulado; a ampliação do espaço de refeitório; a cobertura dos corredores de circulação e dos espaços de recreio; o reforço das condições de segurança e de acessibilidades, bem como a adaptação à eficiência energética.

Com cerca de 600 alunos, o edifício da Escola Básica e Secundária de Vila Nova de Cerveira não sofre obras de requalificação desde a sua construção há 25 anos.

MUNICÍPIO DE CERVEIRA É DESFAVORÁVEL À PROSPECÇÃO DO LÍTIO NA SERRA D'ARGA

Autarquia cerveirense pronuncia-se desfavoravelmente à prospeção de lítio na Serra d’Arga

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira foi hoje notificada pela Direção-Geral de Energia e Geologia para se pronunciar relativamente à prospeção de lítio na Serra d’Arga. O pouco conhecimento do processo, o fato de ser um assunto ainda pouco amadurecido e, acima de tudo, o perímetro bastante significativo para a freguesia de Covas, são os motivos evocados pela autarquia para sustentar um parecer desfavorável.

IMG_0416.jpg

Apesar deste ser um assunto da ordem do dia da agenda nacional, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira apenas foi notificada, de forma formal e oficial, esta segunda-feira, 17 de junho, no âmbito da audição em curso aos municípios em cujo território se insere a área objeto do pedido de prospeção de lítio.

De acordo com o documento enviado pela Direção Geral de Energia e Geologia, em breve será aberto o concurso público para atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais e lítio e minerais associados numa área situada no concelho de Vila Nova de Cerveira.

Atenta à informação até aqui veiculada e em concertação com os restantes municípios alto-minhotos envolvidos, a Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira dá um parecer desfavorável a todo este processo, apresentando respetiva fundamentação para essa tomada de posição.

De acordo com o autarca local, “o concelho de Vila Nova de Cerveira sabe e ainda sente nos dias de hoje os impactos que uma exploração de minério tem na população e no seu meio ambiente”. Fernando Nogueira relembra que “ainda não estão ultrapassadas as sequelas da anterior exploração de volfrâmio que esventraram as encostas da Freguesia de Covas, com repercussões e ocorrências de poluição no principal curso de água da freguesia (rio Coura)”.

O edil cerveirense realça ainda que, estando perante um processo ainda pouco conhecido e do assunto ainda carecer de análise mais profunda, não é de todo aceitável colocar um perímetro muito significativo da freguesia de Covas à destruição. “Da nossa parte, todos os esforços serão feitos e todas as diligências encetadas em torno da preservação do vasto e valioso património natural desta freguesia, assim como da salvaguarda dos interesses da sua população”, disse.

O executivo municipal manifesta ainda muitas dúvidas quanto ao acautelar das questões técnicas, económicas e sociais, além dos impactos ambientais e territoriais.

VIKINGS INVADEM FAMALICÃO E COMEM BACALHAU À MESA

Iniciativa gastronómica decorre de 4 a 7 de julho em 14 restaurantes do concelho. O bacalhau à mesa com os vikings em Famalicão

Já é mais que sabido que, durante a idade média, a costa portuguesa foi invadida por Vikings. Aquilo que se vai sabendo cada vez mais é que foram eles que trouxeram o famoso bacalhau para Portugal. Os Vikings foram os grandes pioneiros no consumo do bacalhau, sendo que costumavam comê-lo seco e aos pedaços nas suas longas viagens marítimas, pois este era o seu alimento predileto.

Bacalhauvik.jpg

Isso mesmo levou a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão a associar o bacalhau à Feira Medieval e Viking, em mais uma sessão dos Dias à Mesa. Entre 4 e 7 de julho, o bacalhau é rei em Vila Nova de Famalicão, conjugando-se com um evento cultural histórico que atrai habitualmente muitos milhares de pessoas até ao concelho. Este é, de resto o principal objetivo da iniciativa Dias á Mesa, que arrancou no Carnaval, com o Cozido à Portuguesa e nas Festas de Maio, com os Rojões.

Ao longo do ano, contam-se oito fins-de-semana gastronómicos sempre associados a eventos culturais e desportivos do município.

Desta vez, são 14 os restaurantes aderentes – Alfa, Bisconde, Colina do Ave, Combinação de Sabores, Craazy’s, Dona Maria Pregaria, El Vagabundo, Ganesh Club, Moutados de Baixo, Páteo das Figueiras, Porta-Enxerto, Praça, Tanoeiro, Vinha Nova. Assado no forno ou na brasa, cozido, frito, de cebolada, com natas... são vários os formatos de confeção do bacalhau disponíveis, em função da especialidade e do saber fazer de cada um dos restaurantes aderentes.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “qualquer altura do ano é boa para degustar um bom prato de bacalhau, no entanto, ao conjugar esta iguaria gastronómica com a sua história, estamos a proporcionar uma experiência enriquecedora do ponto de vista cultural e gastronómico aos visitantes que nos procuram por esta altura do ano”. Para o autarca “Os Dias à Mesa são um projeto turístico com dimensão horizontal, que junta a gastronomia com outros atrativos, enriquecendo a nossa agenda cultural e desportiva e chamando até Vila Nova de Famalicão mais pessoas”.

Feira Medieval & Viking (1).jpg

VIZELA PREPARA CONCENTRAÇÃO MOTARD

Câmara promoveu briefing de segurança e coordenação da XII.ª Concentração Motard

A Câmara Municipal promoveu esta manhã um briefing de segurança no âmbito do Plano coordenação para a XII.ª Concentração Motard, com vista a dar resposta à realização deste evento, marcado para os dias 21, 22 e 23 de junho, no Parque das Termas.

PC Motard.JPG

Os Planos de Coordenação para Eventos de Nível Municipal são documentos que, pela sua natureza visam regular o planeamento, a organização e a coordenação dos diversos agentes de proteção civil e de todas as entidades com missões de apoio envolvidas durante todo o decorrer do evento, para no caso de ocorrer alguma situação anómala e inusitada, à qual necessite a sua intervenção, o tempo de resposta e de ação seja minimizado ao indispensável à reposição da normalidade. 

Caraterizam-se como sendo instrumentos de gestão operacional que visam responder a situações excecionais durante o período de realização de um evento.

Assim sendo, no decorrer da manhã de hoje foram discutidas medidas de segurança do evento com os agentes envolvidos, Câmara Municipal de Vizela (Serviço Municipal de Proteção Civil, Divisão do Desporto, Lazer e Tempos Livres, Turismo e Cultura), Moto Clube de Vizela, Guarda Nacional Republicana, Bombeiros Voluntários de Vizela e União de Freguesias de Caldas de Vizela (S. Miguel e S. João).

Esta reunião teve como objetivo o planeamento, organização e coordenação dos agentes de Proteção Civil e das entidades de apoio envolvidas durante todo o evento, para que, caso ocorra alguma situação anómala e inusitada à qual seja necessária a sua intervenção, o tempo de resposta seja minimizado de modo a repor a normalidade.

Deste briefing de segurança resultaram as seguintes conclusões:

- Definição do plano integrado de proteção civil, de onde cumpre destacar os instrumentos de proteção civil, meio e contactos dos envolvidos e, por ultimo, mas não mesmo importante, a sala do posto de coordenação do evento;

- Definição do trajeto do Passeio Turístico Motard;

- Definição de outros elementos de natureza logística e de apoio ao evento;

- Compromisso de grande articulação e cooperação entre todas as entidades envolvidas.

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA EDUCAÇÃO INAUGURA REQUALIFICAÇÃO DA ESCOLA BÁSICA DO GERÊS E EB DE RIO CALDO

Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Drª Alexandra Leitão inaugurou as  renovadas Escola Básica do Gerês e EB de Rio Caldo

No âmbito da inauguração das renovadas Escolas Básica do Gerês e EB de Rio Caldo, que foram alvo de importantes e fundamentais obras de requalificação e adaptação, a Senhora Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Drª Alexandra Leitão, visitou Terras de Bouro no dia 14 de Junho.

20190614_1602190.jpg

A inauguração contou com a presença de várias entidades civis, religiosas e militares. A cerimónia começou com a visita à requalificada Escola Básica de Rio Caldo onde os presentes puderam verificar as obras realizadas e assistir a bênção das instalações.

De seguida e na Escola Básica do Gerês, a Secretária de Estado Adjunta e da Educação e os presentes foram brindados por um momento musical levado a cabo pelos alunos locais. De seguida, foram visitadas as diversas salas e procedeu-se à bênção das obras de requalificação. No final, foi oferecido um lanche convívio proporcionado pelos encarregados de educação e pela Câmara Municipal de Terras de Bouro.

No caso da Escola Básica do Gerês, a requalificação funcional do edifício, passou pela criação de novos espaços sanitários, pela ampliação do alpendre tardoz e pela criação de um recreio coberto exterior no logradouro. Já no caso da Escola Básica de Rio Caldo, as modificações consistiram: na construção de duas estruturas cobertas autónomas exteriores para o recreio e zona de espera para o transporte escolar; na criação de dois novos espaços sanitários; na concepção de um espaço próprio de recreio para as crianças dos jardins-de-infância e ainda no melhoramento das condições de manobralidade dos veículos de transporte escolar na entrada superior.

A “Requalificação e Adaptação da Escola Básica de Rio Caldo” orçou o valor de 268. 048,00 euros e a obra da Escola Básica do Gerês”, ficou por 229.623,49 euros, significando assim um investimento global de cerca de 497.671,49 euros.

De salientar, por fim, que nas duas intervenções foi efetuada uma alteração relevante nas condições térmicas dos imóveis com substituição de caixilharias e aplicação de novos materiais isolantes, como capoto, o que proporcionará um aumento significativo na eficiência energética dos edifícios, além das evidentes melhorias de conforto e bem-estar.

20190614_152824.jpg

20190614_152825.jpg

20190614_153141.jpg

20190614_155432.jpg

20190614_160348.jpg

20190614_162035.jpg

20190614_162201.jpg

20190614_163046.jpg

20190614_163945.jpg

20190614_164559.jpg

20190614_165002.jpg

20190614_165155.jpg

20190614_165909.jpg

20190614_170333.jpg

MUNICÍPIO DE VIZELA ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Câmara de Vizela entrega bolsas de estudo para alunos do ensino superior

A Câmara Municipal vai proceder à entrega das bolsas de estudo a alunos do ensino superior, no próximo dia 21 de junho, na Praça do Município, pelas 17.30h.

De realçar que a atribuição de auxílios económicos a estudantes se reveste de decisiva importância, enquanto forma de suprimir ou minorar as desigualdades económicas e sociais, muitas vezes obstáculo ao prosseguimento de estudos.

Assim, as bolsas deste ano já foram atribuídas de acordo com o novo Regulamento, com alteração do critério de atribuição, com uma nova fórmula muito mais capaz, para dar resposta às necessidades efetivas dos alunos na atribuição das bolsas, sendo que a Câmara atribui agora 30% da bolsa atribuída pelo Ministério do Ensino Superior, criando um princípio de igualdade.

Assim, e tendo em conta esta nova fórmula, a Câmara Municipal quadruplicou o valor atribuído de 15.000,00€ para 60.000,00€, passando a atribuir seis vezes mais bolsas, passando de 25 para 150 bolsas atribuídas.

O objetivo foi criar um Regulamento mais equilibrado, que crie proporcionalidade e igualdade, pois a Câmara irá apoiar todos aqueles que frequentam o ensino superior, com carências económicas efetivas (comprovadas pelos serviços de ação social escolar das universidades).

PONTE DE LIMA MANTÉM A TRADIÇÃO DA CORRIDA DA VACA DAS CORDAS

Tradição em Ponte de Lima - Vaca das Cordas. Quarta-feira, 19 de junho / 18 horas

A vila mais bonita de Portugal, Ponte de Lima mantém a tradição da “Vaca das Cordas”.

A tradição é secular e acontece sempre na véspera do feriado religioso do Corpo de Deus, ao final da tarde, numa ação coordenada pela Associação dos Amigos da Vaca das Cordas com o apoio do Municipio de Ponte de Lima.

61466443_2712676128807394_6121785782282747904_n (5).jpg

 A tradicional corrida da “Vaca das Cordas” começa na rua do Arrabalde, seguindo em direção ao Largo da Matriz, cumprindo a tradição de dar três voltas à igreja. A “corrida” prossegue pelas ruas do Centro Histórico, até ao areal, onde milhares de pessoas tentam “fintar” o animal ou simplesmente assistir a este espetáculo popular. É um dia de festa, que mostra a alma e a tradição do povo.

O Cartaz a anunciar esta emblemática tradição limiana é da autoria do designer limiano, Ricardo Rodrigues com fotografia do conceituado fotógrafo limiano, Amândio Vieira.

Ponte de Lima acolhe milhares de forasteiros que desfrutam a noite a deliciar-se com a saborosa gastronomia e a assistir a este momento cheio de simbolismo e tradição.

A tradição cumpre-se, ainda, durante a noite com a confeção dos tapetes de flores nas ruas do Centro Histórico de Ponte de Lima. Na quinta-feira, 20 de junho, a partir das 16h30 horas, realiza-se a Procissão do Corpo de Deus.

CELORICO DE BASTO RECEBEU AS OLIMPÍADAS DO DESPORTO

Atletas dos 11 Municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa estiveram este sábado, 14 de junho, em Celorico de Basto a participar nas Olimpíadas do Desporto do Tâmega e Sousa.

_DSC0017.jpg

As provas decorreram em várias infraestruturas desportivas do concelho nomeadamente no Gimnodesportivo de Celorico de Basto, no Gimnodesportivo da Mota, no Estádio Municipal e no parque de Jogos da Raza.

O Município de Celorico de Basto fez-se representar em duas modalidades, Andebol e Futebol de 7 masculino tendo ficado classificado no 2º e no 3º lugar, respetivamente.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu na Gimnodesportivo de Celorico de Basto e contou com a presença do Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, o Secretário Executivo da CIM-TS, Telmo Pinto, o Vereador da Câmara Municipal de Cinfães, Pedro Semblano e o Vereador da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Sérgio Barbosa.

“Foi um dia dedicado ao desporto a decorrer num concelho que apresenta cada vez melhores condições ao nível de equipamentos desportivos. Neste concelho a aposta no desporto é considerável e existem várias modalidades federadas a competir nos diferentes escalões muito por força deste incrementos de equipamentos de qualidade e outros incentivos à prática de desporto nomeadamente os apoios que o Município faculta às associações desportivas” disse Fernando Peixoto.

Em Celorico de Basto, foram premiados dois atletas de desporto adaptado na modalidade de ténis de mesa, o José Mendes de Lousada e a Manuela Mota, também de Lousada. Em competição estiveram 4 modalidades, o Andebol que classificou em 1ª lugar o Município de Amarante, em 2º lugar o Município de Resende e em 3º o Município de Celorico de Basto. No futebol de 7 feminino o pódio foi composto em 1º lugar por Lousada, em 2º lugar por Paços de Ferreira e em 3º lugar, Cinfães. No futebol de 7 masculino destacou-se em 1º lugar os atletas de Penafiel, em 2º lugar a equipa de Celorico de Basto e em 3º lugar a equipa de Cinfães. Para finalizar no ténis de mesa feminino foi apenas atribuído o 1º lugar ao Município de Lousada à atleta Luciana Ribeiro, no Ténis de Mesa Masculino, em primeiro lugar ficou Pedro Brandão do Município de Paços de Ferreira, em 2º lugar ficou Afonso Lopes do Município de Penafiel e em 3º lugar ficou Ricardo Teixeira do Município de Penafiel.

_DSC0021.jpg

_DSC9824.jpg

_DSC9873.jpg

_DSC9915.jpg

_DSC9959.jpg

_DSC9990.jpg

CELORICO DE BASTO RECEBEU AS OLIMPÍADAS DO DESPORTO

Atletas dos 11 Municípios que compõem a Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa estiveram este sábado, 14 de junho, em Celorico de Basto a participar nas Olimpíadas do Desporto do Tâmega e Sousa.

_DSC0017.jpg

As provas decorreram em várias infraestruturas desportivas do concelho nomeadamente no Gimnodesportivo de Celorico de Basto, no Gimnodesportivo da Mota, no Estádio Municipal e no parque de Jogos da Raza.

O Município de Celorico de Basto fez-se representar em duas modalidades, Andebol e Futebol de 7 masculino tendo ficado classificado no 2º e no 3º lugar, respetivamente.

A cerimónia de entrega de prémios decorreu na Gimnodesportivo de Celorico de Basto e contou com a presença do Vice-presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Fernando Peixoto, o Secretário Executivo da CIM-TS, Telmo Pinto, o Vereador da Câmara Municipal de Cinfães, Pedro Semblano e o Vereador da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Sérgio Barbosa.

“Foi um dia dedicado ao desporto a decorrer num concelho que apresenta cada vez melhores condições ao nível de equipamentos desportivos. Neste concelho a aposta no desporto é considerável e existem várias modalidades federadas a competir nos diferentes escalões muito por força deste incrementos de equipamentos de qualidade e outros incentivos à prática de desporto nomeadamente os apoios que o Município faculta às associações desportivas” disse Fernando Peixoto.

Em Celorico de Basto, foram premiados dois atletas de desporto adaptado na modalidade de ténis de mesa, o José Mendes de Lousada e a Manuela Mota, também de Lousada. Em competição estiveram 4 modalidades, o Andebol que classificou em 1ª lugar o Município de Amarante, em 2º lugar o Município de Resende e em 3º o Município de Celorico de Basto. No futebol de 7 feminino o pódio foi composto em 1º lugar por Lousada, em 2º lugar por Paços de Ferreira e em 3º lugar, Cinfães. No futebol de 7 masculino destacou-se em 1º lugar os atletas de Penafiel, em 2º lugar a equipa de Celorico de Basto e em 3º lugar a equipa de Cinfães. Para finalizar no ténis de mesa feminino foi apenas atribuído o 1º lugar ao Município de Lousada à atleta Luciana Ribeiro, no Ténis de Mesa Masculino, em primeiro lugar ficou Pedro Brandão do Município de Paços de Ferreira, em 2º lugar ficou Afonso Lopes do Município de Penafiel e em 3º lugar ficou Ricardo Teixeira do Município de Penafiel.

_DSC0021.jpg

_DSC9824.jpg

_DSC9873.jpg

_DSC9915.jpg

_DSC9959.jpg

_DSC9990.jpg

MUNICÍPIO DE VIZELA QUER REUNIR-SE COM GRUPOS PARLAMENTARES DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Câmara Municipal de Vizela solicita reunião com grupos parlamentares da Assembleia da República

A Câmara Municipal solicitou uma reunião a todos os grupos parlamentares da Assembleia da República, especificamente aos deputados eleitos pelo distrito de Braga, no sentido de os sensibilizar para a necessidade de criação do nó de acesso à A11 em Vizela.

Atendendo a que o Concelho é composto por cinco freguesias, possuindo uma área de 24 km2 e 24.000 habitantes, sendo um dos três concelhos do distrito de Braga com maior densidade populacional. No Concelho, onde predomina a indústria têxtil, verifica-se, ainda, a existência de um desenvolvido comércio. As empresas existentes estão, essencialmente, ligadas ao ramo têxtil, vestuário e calçado, cuja produção está direcionada, quase exclusivamente, para o mercado externo.

Sucede que, para além da sua área territorial, Vizela, por questões de proximidade, serve, ainda, mais freguesias de outros Concelhos, que utilizam vários dos seus serviços, designadamente serviço de finanças, serviço de segurança social, notário, conservatória, correios, centro de saúde, entre outros, o que significa que, diretamente, e por estas freguesias se encontrarem mais próximas do centro de Vizela do que do centro das respetivas sedes de Concelho, Vizela serve, ainda, mais 23.048, perfazendo, assim, um total de 47.048 habitantes diretamente servidos pelo concelho de Vizela.

De realçar ainda que, ao longo deste mandato, por entender que o turismo é uma área com enorme relevo para o desenvolvimento económico, o Executivo da Câmara Municipal tem implementado um conjunto de políticas voltadas para o desenvolvimento turístico do Concelho.

Assim, entende-se que não é possível ao Município de Vizela desenvolver políticas de desenvolvimento económico e de atração de empresas e investimento sem que se verifiquem as condições necessárias para o mesmo, neste caso a construção de um acesso à A11 em Vizela.

Importa ainda acrescentar que o Município de Vizela não dispõe de condições para, por si só e sem o adequado apoio do Governo, conforme se verificou nos concelhos limítrofes, proceder à execução da referida intervenção de construção de um acesso à autoestrada A11.

O Município de Vizela fará tudo o que estiver ao seu alcance para que a construção de um acesso à A11 em Vizela, colocando-se, desta forma, ao lado dos Vizelenses em mais uma luta pela defesa dos seus interesses e dos interesses do Concelho.

BRAGA REALIZA SARAU ARTÍSTICO

Sarau Artístico reflecte balanço positivo do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular

No âmbito do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular, o Agrupamento de Escolas Sá de Miranda, em parceria com a CEA - Cooperativa de Ensino Artístico, entidade executora das actividades, levou a cabo durante o ano lectivo 2018/2019 um projecto artístico que culminou com o sarau intitulado ‘Por um mundo melhor’, que decorreu no Altice Forum Braga. Esta iniciativa contou com uma exposição de Artes Plásticas onde se encontram patentes os trabalhos dos alunos de todas as Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico do Agrupamento.

CMB17062019SERGIOFREITAS00000019529.jpg

O Programa Municipal de Enriquecimento Curricular encontra-se em funcionamento nas diversas escolas de ensino básico do Concelho de Braga desde o ano lectivo 2005/2006. No presente ano lectivo, o programa estabelece-se por via de protocolos tripartidos com 11 dos 12 Agrupamentos de Escolas mais o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e 7 entidades executoras seleccionadas pela direcção dos respectivos Agrupamentos.

Como explicou Lídia Dias, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, a Autarquia Bracarense concebeu o Programa Municipal de Enriquecimento Curricular, em parceria com os Agrupamentos de Escola, assente em actividades de carácter facultativo e de natureza eminentemente lúdica, formativa e cultural que incidem, nomeadamente, nos domínios desportivo, artístico, científico e tecnológico. “Este programa assenta numa estratégia alargada de promoção do sucesso educativo e de qualificação dos tempos de permanência das crianças nas escolas, promovendo uma estreita articulação entre o funcionamento da escola e a organização de respostas sociais no domínio de apoio à família. Chegados à recta final do ano lectivo, o balanço da implementação do modelo das Actividades de Enriquecimento Curricular em vigor verifica-se bastante positivo e concordante com a taxa de cobertura que, em termos do número de alunos a frequentar as AEC, ascende a 98%”, referiu.

Lídia Dias lembrou, ainda, que o Município “reconhece a importância das actividades lúdicas no desenvolvimento global da criança e, como tal, o modelo de AEC adoptado pretende contribuir para o desenvolvimento das crianças num contexto lúdico-pedagógico”.

Após auscultação das entidades parceiras, nomeadamente os Agrupamentos de Escolas e Escola Não Agrupada do Concelho de Braga, pôde-se aferir a unanimidade em manter o presente Modelo de Implementação do Programa Municipal de Enriquecimento Curricular para o próximo ano lectivo 2019/2020.

CMB17062019SERGIOFREITAS00000019533.jpg

CMB17062019SERGIOFREITAS00000019540.jpg

CMB17062019SERGIOFREITAS00000019546.jpg

CMB17062019SERGIOFREITAS00000019547.jpg