Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

TERRAS DE BOURO ACOLHE JORNADAS DE BIBLIOTECAS ESCOLARES

III Jornadas Interconcelhias das Bibliotecas Escolares em Terras de Bouro

No dia 11 de julho, Terras de Bouro irá acolher a segunda sessão das III Jornadas Interconcelhias das Bibliotecas Escolares de Terras de Bouro, Vila Verde e Amares.

III BE.jpg

As jornadas interconcelhias, subordindas ao lema “A leitura cria, a leitura transforma Bibliotecas, Ciência e Tecnologia”, são promovidas pelas bibliotecas escolares e municipais de Amares, Terras de Bouro e Vila Verde, com a colaboração das câmaras municipais dos três concelhos, em parceria com a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE) e o Centro de Formação do Alto Cávado (CFAC).

MODA BARCELOS PROMOVE INDÚSTRIA TÊXTIL E LOJISTAS BARCELENSES

Valter Carvalho, Afonso Vilela, Débora Montenegro e Sylvie Dias são alguns dos nomes que marcam presença na edição de 2019

Praça do Município, 28 e 29 de junho, às 22h

Começa já esta semana o Moda Barcelos, um evento que ilustra a ligação de Barcelos à moda, graças à implantação da área do têxtil, a aposta nas vertentes do comércio de vestuário em loja e o design de criadores de Barcelos.

ModaBarcelos19 (1).jpg

O Largo do Município prepara-se para duas noites de glamour, com convidados muito especiais. Valter Carvalho, modelo e DJ, é o apresentador do evento, e Afonso Vilela, Débora Montenegro e Sylvie Dias os manequins com participação especial. Já a estilista convidada é Daniela Sá, fundadora da marca sustentável de vestuário, calçado e marroquinaria Najha.

Na sexta-feira, dia 28, serão apresentados os trabalhos desenvolvidos por designers de moda e por empresas têxteis. Este ano participam as empresas Big Zone, Fonte & Filhos, KEEPING, Polocotton Textile Company, Lda., Pura Alternativa, Lda., Sufixo Gym Wear, Valerius Têxteis, S. A./ Concreto, e os designers Abel Silva, Ana Lemos e Letícia Vieira, Atelier Sara Parracho, Carolina Longras, Carla Oliveira Atelier, Empresa Municipal de Educação e Cultura de Barcelos, S. A. / ETG, Estilista Ibérica Cris Geraldo, Juliana Novais marca Bravery, Miguel Dias, Mini Bambini by Andrea Sophie, Rafael de Sá, Rita Barbosa e Paula Costa.

No sábado, dia 29, à mesma hora, 22h, são apresentadas as coleções dos lojistas. As lojas participantes no Moda Barcelos 2019 são Amora, Atelier de Moda Estilista Ibérica Cris Geraldo, BarcelNoivos, Boutique CáCá, Carla Oliveira Atelier, E.Leclerc , Barcelodis S.A., GOF, Holyoke Kids, Mais Óptica, Mini Bambini By Andrea Sophie, Nico, Ótica CS Visão, PIKAXUA, Skulk e X-Pression.

A mostra de tendências de cabelo e maquilhagem acontece nos dois dias do evento, e ficam a cargo de Liliana Leiras Cabeleireiro e Vanessa Magalhães Cabeleireiro.

No decorrer dos desfiles a animação estará a cargo de Beatriz Silva, vencedora do P.A. Projeto Artístico 2019, versão artista /cover e Pedro Grupo NS, saxofonista.

A festa de encerramento de cada noite tem lugar reservado no Paço dos Condes de Barcelos.

O Moda Barcelos é um projeto de arte e de formação que visa descobrir novos talentos, valorizar e promover a indústria têxtil, as coleções das lojas do comércio local de Barcelos e a área da moda em Barcelos.

Nota: A circulação automóvel estará proibida no Largo do Município a partir de amanhã, dia 27 de junho, até domingo, dia 30 de junho.

PAREDES DE COURA HOMENAGEIA OS COURENSES QUE COMBATERAM NA PRIMEIRA GRANDE GUERRA

Paredes de Coura homenageia com Memorial e livro os seus filhos que intervieram na I Guerra Mundial

6ª feira | 28 jun | 18h00

“Paredes de Coura na I Guerra Mundial - do Armistício à Paz em Versalhes” é evocado esta sexta-feira, dia 28 de junho – data em que se comemora O Tratado de Versalhes, assinado a 28 de junho de 1919, e que inaugurou oficialmente o período de Paz --, com o lançamento do livro inédito ‘O Silêncio e a Voz dos Heróis de Paredes de Coura na I Guerra Mundial’, bem como com a inauguração do Memorial em homenagem aos Combatentes Courenses.

IMG_9065.JPG

“Lembrar é antes de mais uma forma de amar. Uma forma de amar aqueles que deram em sacrifício pelo seu país muitos anos das suas vidas. Outros, porém, tiveram menos sorte e deram a vida toda. Mas a morte, como escreveu Camões, nunca será o final para todos aqueles que por obras valerosas se vão da lei da morte libertando”, o tributo de Vitor Paulo Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, recordando também que “nesse tempo dramático, muitas famílias e aldeias inteiras do concelho tiveram vontade de esquecer tempos tão violentos. Mas hoje é imperioso lembrar aqueles que lutaram pelo seu país e pela democracia. Queremos, por isso, que este livro e o monumento que vamos levantar sejam os lugares da memória dos que lutaram. O que de importante significa para nós permanecerá na memória desse lugar. Permanecer é significar”.

IMG_9043.JPG

Lembrar é uma forma de amar

‘O Silêncio e a Voz dos Heróis de Paredes de Coura na I Guerra Mundial’ é uma homenagem aos combatentes courenses que há 100 anos participaram naquele conflito, militares filhos da terra que intervieram nos palcos da Europa e de África, e foi escrito em coautoria por Henrique Rodrigues e Albino Penteado Neiva. Já o Memorial em homenagem aos combatentes courenses tem assinatura do escultor Ricardo Crista e vai permanecer à entrada das Portas de Corno de Bico, na Avenida Cónego Bernardo Chouzal.

“Temos o dever de lembrar que a Europa foi e poderá voltar a ser o mais violento dos continentes. É, por isso, dever cívico combater a força do esquecimento e construir lugares de memória ou de reflexão”, justifica Vitor Paulo Pereira, sublinhando que tanto o livro como o memorial “serão duas pertinentes formas de evocar a memória do altruísmo, do amor e do sacrifício”. Para o autarca, “a História, a permanência, a identidade e grandeza de Portugal estão profundamente ligadas ao contributo valoroso do povo de Coura e dos seus militares. Revemo-nos na ação dos nossos antepassados, nos atos de valentia e de coragem, de abnegação e de patriotismo de todos quantos participaram nessa Grande Guerra”.

Para além destas iniciativas nesta sexta-feira, 28 de junho, no dia seguinte o Arquivo Municipal promove ainda duas conferências temáticas: “Bernardino Machado, a Guerra e a Paz”, da autoria de Norberto Cunha, e “Paredes de Coura na Guerra. Os Heróis Ignorados”, da autoria de Henrique Rodrigues. Entretanto, no Arquivo Municipal, continua patente a exposição “Paredes de Coura na 1ª Grande Guerra”, que foi inaugurada no passado dia 14 de junho.

Recorde-se que o Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial ocorreu no dia 11 de novembro de 1918. O Tratado de Versalhes, assinado a 28 de junho de 1919, inaugurou oficialmente o período de Paz.

IMG_20190625_163045.jpg

IMG_20190625_163115.jpg

FAMALICÃO ABRE UM MERCADO PROVISÓRIO QUE É NOVO

Equipamento vai permanecer em funcionamento durante o período de obras do Mercado Municipal já com uma filosofia próxima do que vem aí

É provisório mas é novo! É com este mote que abre ao público na próxima quarta-feira, 3 de julho, o Mercado Provisório de Famalicão, nas instalações da Fagricoop – Cooperativa Agrícola e dos Produtores de Leite de Vila Nova de Famalicão, na Rua do Sr. da Agonia, na cidade famalicense.

DSC_9106.JPG

Com 10 espaços de ocupação diária e 14 de ocupação cíclica, área de produtores locais, de empreendedores locais e multifunções, o Mercado Provisório representa já uma nova abordagem à natureza e dinâmica do futuro Mercado Municipal, cujas obras de construção, a partir da reabilitação do atual edifício, arrancam no próximo dia 10 de julho, com um valor total de investimento de 3,3 milhões de euros e um prazo de execução de 365 dias, com cofinanciamento Norte 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

O que definirá a Missão do Mercado Municipal, como lugar não só de trocas comerciais, mas também de encontros e de saberes, abrange desde logo um público que não é entendido exclusivamente como consumidor, mas também como cidadão, aprendiz, empreendedor, curioso e parceiro. O Mercado de Transição assenta já neste pressuposto de missão, que permitirá implementar a formação aos comerciantes e paralelamente a dinamização de um conjunto de atividades e ações, que possam trazer novos públicos olhando esses públicos do Mercado em função do seu posicionamento como comércio de proximidade.

Aberto de segunda a sábado (às segundas e quintas, das 08h00 às 19h00; às terças, quartas e sextas, das 07h00 às 19h00; e aos sábados, das 07h00 às 14h00), este é um espaço de encontros, de trocas e de saberes renovando-se a sua função original enquanto distribuidor de alimentos frescos, mas agora alargando o seu papel social, educativo e económico na vida do concelho.  

O funcionamento do Mercado Provisório será acompanhado de um plano formativo transversal destinado aos comerciantes e vendedores, mas também aos trabalhadores do mercado que assenta num modelo informal e de grande proximidade ao contexto de venda e exposição de produtos. Tem por objetivo capacitar e apoiar os comerciantes, por forma a que desenvolvam novas ferramentas e conhecimentos nas áreas de higiene e segurança alimentar, marketing e exposição de produtos, atendimento, sustentabilidade, logística e armazenamento, assim como uma abordagem aos princípios e regras legais de funcionamento do comércio.

O plano formativo, contruído em parceria com o Centro Qualifica, ACIF e Didaxis de Riba D´Ave, abrangerá cerca de 80 pessoas, incluindo os funcionários do município que trabalham no projeto e no mercado municipal, comerciantes (peixe, carne, frutas, legumes, flores e velas), lojistas e médios/ grandes produtores agrícolas. A formação terá uma duração global de 200 horas, divididas em 5 áreas temáticas e será efetuada ao longo de 1 ano, com um acompanhamento próximo dos comerciantes e essencialmente uma base informal de aprendizagem.

DSC_9109.JPG

VIZELA ESTÁ CADA VEZ MAIS VERDE!

Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas ‘Vizela + Verde’

O Município de Vizela viu aprovado o seu projeto ao Programa Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas – ‘Vizela + Verde’, promovido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude.

vizela+verde.jpg

Este programa é direcionado para jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos e decorrer entre o dia 1 de julho e 15 de setembro de 2019. Ao todo, estão previstos o envolvimento de 40 jovens.

O projeto ‘Vizela + Verde’ visa a preservação dos recursos florestais e seus ecossistemas, através da prevenção e deteção de incêndios florestais, incentivando o voluntariado ambiental de jovens, preferencialmente residentes no concelho de Vizela, com vista à sensibilização, promoção e vigilância, nomeadamente na valorização da floresta e na diminuição dos riscos de fogos florestais.

Pretende-se, assim, efetuar a vigilância fixa em dois pontos estratégicos do Concelho de Vizela, no Monte do São Bento e Alto de Penabesteira, para deteção dos incêndios florestais e sensibilização das populações, ficando vigiada a totalidade da área do Concelho de Vizela.

As inscrições têm de ser efetuadas com um registo individual previamente no portal do Instituto Português do Desporto e Juventude, não existem custos de inscrição. Os jovens que reúnam os requisitos do programa são selecionados, por ordem de inscrição, pelas Direções Regionais do IPDJ.

Para mais informações sobre este projeto, bem como o formulário de inscrição encontram-se disponíveis em https://programas.juventude.gov.pt/florestas/projetos/detalhe/800

Condições Obrigatórias:

- Sensibilidade e idoneidade para o exercício do voluntariado para a natureza e florestas

- Idade entre 18 e 30 anos

Funcionamento do Programa:

- 1 de Julho a 15 de Setembro

- Períodos de 15 dias

Horários dos Turnos:

- Manhã: 09H30 às 14H30 - Tarde: 14H30 às 19H30

Apoios:

- Subsidio diário de 12 €

- Identificação individual

- Seguro de acidentes pessoais

- Transporte aos locais de vigia

BOMBOS DA ASSOCIAÇÃO “US BAT N’PELLE” – ALFÂNDEGA DA FÉ – BRAGANÇA – RUFAM NO FOLKLOURES’19

Vêm do nordeste transmontano, mais especificamente de Alfândega da Fé, no concelho de Bragança. São a Associação Us Bat n’Pelle nasceu de um grupo de amigos que se juntavam no mês de fevereiro para ajudar na realização do desfile de carnaval daquela vila transmontana.

CapturarUsBateNaPele.PNG

Em 2015, numa brincadeira, pediram emprestados bombos a alguns amigos de terras vizinhas, apresentaramo-se no desfile de Carnaval e, de uma forma cuidada e organizada, juntaram mais de 20 tocadores de bombos.

A população perguntava se no ano seguinte iriam novamente desfilar nos festejos de Carnaval, porque tinha sido diferente e haviam emprestado mais alegria ao desfile. E, assim determinados, decidiram constituir notarialmente a associação Us Bat n’ Pelle.

A associação tem como objectivos fundamentais a produção, promoção e divulgação de actividades culturais, recreativas, desportivas e musicais, nomeadamente a prática da música com bombos e outros instrumentos, bem como a defesa do ambiente e contribuir para o desenvolvimento regional e local,.

É ainda seu propósito contribuir para um salutar e benéfico aproveitamento e utilização dos tempos livres, desenvolvendo actividades de âmbito nacional, dirigidas à população.

FB_IMG_1546475969796.jpg

Cartaz-2019.jpg

PAN QUER QUE GOVERNO APROVE CARREIRA DE NUTRICIONISTA E PSICÓLOGO CLÍNICO ATÉ AO FINAL DA LEGISLATURA

  • Em 2015, o Governo assumiu o compromisso de criar as carreiras de psicólogo e nutricionista, não o tendo feito até à data
  • A criação das carreiras é essencial para garantir a autonomia técnica dos profissionais e a proteção dos doentes no acesso à saúde
  • Atualmente, os nutricionistas estão dispersos em carreiras diferenciadas, o que provoca uma disparidade profissional injustificada
  • Na grande maioria dos países europeus, a intervenção dos psicólogos clínicos está perfeitamente definida e enquadrada numa carreira autónoma

O PAN – Pessoas – Animais – Natureza, avançou hoje com duas iniciativas legislativas que visam acriação da carreira de psicólogo e de nutricionista.

Desde 2012 que se tem assistido ao desenvolvimento do processo de revisão e reestruturação das carreiras do Serviço Nacional de Saúde, designadamente a carreira de Técnico Superior de Saúde e a consequente criação de três carreiras especiais, respetivamente a dos farmacêuticos, dos psicólogos e dos nutricionistas, conforme compromisso do Ministério da Saúde. Com efeito, em 2015, foram inclusivamente publicadas pelo Governo no Boletim do Trabalho e Emprego, para consulta pública, as propostas dos diplomas legais para a criação destas carreiras, o que atesta a sua necessidade e devida fundamentação.

No entanto, este processo revelou-se infrutífero e já em 2016 o Ministério da Saúde e as Ordens Profissionais da Saúde realizaram reuniões bilaterais para a produção do documento “Compromisso para o Desenvolvimento e Sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde”. No que concerne ao eixo estratégico relativo ao aperfeiçoamento da gestão dos recursos humanos e da motivação dos profissionais de Saúde, foi proposta, em articulação com o Ministério das Finanças, a implementação simultânea das carreiras de farmacêutico, nutricionista e psicólogo. Acontece que, em 2017, apenas foi criada a carreira especial de farmacêutico, mantendo-se, por criar, as carreiras especiais de nutricionista e de psicólogo.

O PAN entende que no contexto atual em que sistematicamente se questiona a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde a atividade do psicólogo clínico e do nutricionista, enceta uma elevada complexidade técnica cujos reflexos, não se cingindo apenas ao bem-estar e saúde dos utentes, repercutem-se também em questões muito mais transversais. Para além disso, associada à garantia de qualidade das prestações de saúde encontra-se a sua natureza cada vez mais complexa e tecnicamente diferenciada, o que tem gerado um grau de especialização cada vez mais elevado dos profissionais de saúde.

No caso da criação da carreira especial de psicólogo clínico na grande maioria dos países europeus, a intervenção destes profissionais está perfeitamente definida e enquadrada numa carreira autónoma ou em conjunto com profissionais considerados do mesmo nível de qualificações, competências e funções e em linha com as normas de Direito Comunitário.

Com a criação da carreira especial de nutricionista, será possível a regularização da situação atual, com a dispersão do nutricionista por três carreiras diferentes. Por outro lado, atendendo ao processo de convergência da profissão de dietista para a profissão de nutricionista – contemplado na Lei n.º 126/2015, de 3 de setembro, pelo qual foi reconhecida a semelhança de competências académicas e profissionais – acresce a necessidade de definir igualmente o processo de transição destes profissionais. Em consequência, deve ser formalizada a reunião destes profissionais na mesma carreira, dando cumprimento ao disposto no n.º 1 do artigo 59.º da Constituição da República Portuguesa, garantindo-se que todos têm direito “à retribuição do trabalho, segundo a quantidade, natureza, e qualidade, observando-se o princípio de que para trabalho igual salário igual, de forma a garantir uma existência condigna”.

VAUDEVILLE RENDEZ-VOUS EM CONTAGEM DECRESCENTE

Falta menos de um mês para Barcelos receber o mais influente festival de circo contemporâneo do país, o Vaudeville Rendez-Vous – que decorre  entre 24 e 27 de julho nas cidades do Quadrilátero.

cartazbarcrendez.jpg

A celebrar a sua estreia no Festival, Barcelos recebe o primeiro espetáculo desta sexta edição. “A Simple Space”, dos Gravity & Other Myths – agendado para o dia 24 de julho, às 22h00, no Largo da Porta Nova –, é uma das seis estreias nacionais que vão marcar o evento, sendo a primeira vez que o festival conta com a participação de uma companhia australiana. Sete acrobatas executam uma performance “crua, frenética e delicada”, apresentada de forma intimista.

O grupo ‘Coração nas Mãos’ apresenta-se em Barcelos com a peça “Chá das Cinco”, no dia 25 de julho, às 19h00, no Largo da Porta Nova, numa performance que conta com quatro amigas, e mais uma que não chega, que bebem chá num ambiente pouco pacífico. Ainda no mesmo dia, às 22h, Elvis Mendes – vencedor da primeira bolsa de criação Vaudeville Rendez-Vous, em parceria com o Instituto Nacional de Artes do Circo (INAC) –, apresenta “A Fábrica da Mentira”, também no Largo da Porta Nova.

No dia 26,  às 11h00, há lugar para um “Showcase”, no Theatro Gil Vicente, que irá permitir aos criadores emergentes apresentarem os seus projetos aos programadores que marcam presença no Vaudeville Rendez-Vous. Mais tarde, às 19h00, é a vez  da dança acrobática “Zoog”, de Amir and Hemda, que representa o amor e o ódio numa relação, assim como a rotina e os altos e baixos de uma história íntima, apresentar a sua performance, no Largo da Porta Nova. Ainda no mesmo dia, o grupo francês Cirque Exalté  põe em cena  o espetáculo “Furieuse Tendresse”, que liga a polimórfica e multidisciplinar cultura underground do circo dos anos 60 e 70, às 22h00, na Praceta Francisco Sá Carneiro.

No último dia do festival, a companhia portuguesa Dulce Duca traz, ao Largo da Porta Nova,  às 11h00, o espetáculo “Um belo dia”, baseado nas memórias do autor, que coloca a artista no centro do palco a representar emoções. A última atuação do Festival em Barcelos cabe a “Pelat”, de  Joan Català, que concilia dança, circo, teatro e performance, e promove uma interação única com o público. Esta interpretação tem lugar, às 19h00, no Largo da Porta Nova.

O Vaudeville Rendez-Vous – reconhecido pelo júri internacional do Europe For Festivals/Festivals For Europe, com o selo EFFE Label 2019-2020 – tem como missão a sensibilização da comunidade para as artes circenses e a formação de novos públicos. A última edição daquele que é considerado o mais influente festival de circo contemporâneo do país reuniu mais de 15 mil pessoas em Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão e contou com mais de 60 artistas portugueses e internacionais.

Criado e organizado pelo Teatro da Didascália, o evento, que em 2019 conta com um total de nove estreias – seis estreias nacionais e três estreias absolutas, com entrada gratuita -, afirma, mais uma vez, o seu compromisso de valorização e projeção do circo contemporâneo. É a partir da força regional que o festival pretende dinamizar a internacionalização da cultura e dos artistas portugueses, através das redes europeias que o festival integra – CircusNext e Circostrada.

Este projeto é cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte, Norte 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

VIZELA: CONTAS SÃO CONTAS!

Câmara Municipal de Vizela esclarece - alteração orçamental suporta três homenagens e não uma

A Câmara Municipal de Vizela informa que na reunião de Câmara realizada ontem foi aprovada uma alteração ao Orçamento da Despesa, com o objetivo de reforçar a rubrica ‘reconstrução e recuperação da rede viária municipal’ no valor de 43.000,00€.

Capturarsedeviz.PNG

Atendendo à polémica lançada sobre a matéria em apreço e apesar de não ser objetivo da Câmara Municipal abordar esta questão neste momento, mas tendo em atenção o aproveitamento político que o PS Vizela está a fazer deste tema, cumpre prestar alguns esclarecimentos sobre esta questão.

O objetivo de realização desta alteração ao Orçamento foi criar condições para que a Câmara Municipal possa efetuar três homenagens e não apenas uma, não tendo o Sr. Presidente da Câmara avançado publicamente com esta informação pelo facto de ainda estarem em sigilo e da Câmara ainda não ter abordado os familiares dos homenageados.

Assim, a Câmara Municipal de Vizela vem por este meio esclarecer os vizelenses que o valor do reforço será utilizado na realização de três homenagens, a saber:

- Alfredo Ribeiro – junto à AIREV;

- Rotunda Joaquim Sousa Oliveira – junto à Ponte Romana;

- Rotunda Lions Clube de Vizela – junto ao Castelo.

Assim, a Câmara Municipal de Vizela lamenta a atitude do PS Vizela e o aproveitamento político que fez desta matéria, tentando iludir os Vizelenses com demagogia, alegando que o objetivo desta alteração ao orçamento foi realizada para beneficiar uma instituição em particular.

Com esta atitude, o PS Vizela revela, uma vez mais, não sabe viver em Liberdade e Democracia nem respeitar as competências e atribuições da Autarquia.

Por fim, a Câmara Municipal de Vizela esclarece que, no âmbito do exercício das suas atribuições e competências, cumpre e cumprirá, escrupulosamente, o que está estabelecido na lei.

S GARRANOS/LUNA HOTELS & RESORTS VICE-CAMPEÕES NACIONAIS DE TOUCH RUGBY

BELGAS BOITSFORT VENCEM O TORNEIO. AGRÁRIA/NUTRIVA E CDUL CAMPEÕES NACIONAIS

A quinta edição do ArcosTouch, realizada no passado dia 22 de Junho, em Arcos de Valdevez, teve alguns aliciantes particulares. Desde logo no início do torneio, disputou-se a Final do Campeonato Nacional – Categoria Open Mix.

BVtvSbEQ.jpeg

Num emocionante jogo a Agrária/Nutriva viria a vencer a equipa Os Garranos/Hotel Luna Arcos de Valdevez na final por 4-3, com o jogo a ser decidido em Drop Off (Bola de Jogo), com apenas três jogadores em campo para cada equipa.

Após este jogo, teve início o Torneio e que obteve um novo recorde com 18 equipas participantes, superando as 16 da edição anterior. Às cinco equipas estrangeiras vindas de Espanha, França e Bélgica, juntaram-se 6 equipas da zona de Lisboa (CDUL, Técnico, Barbaros, Intocaveis Cascais, Benfica, e São Miguel), três de Coimbra (Agrária/Nutriva com duas equipas, e a AAC), GDM ElectroMoitense (Anadia), Porto (Invictus), de Tábua-Viseu (Tábua/Viseu2001) e claro está a equipa da casa, Os Garranos/Luna Hotel Arcos de Valdevez.

Na categoria Open All a equipa do CDUL, confirmou em Arcos de Valdevez o primeiro lugar, que trazia desde a primeira jornada, e sagrou-se o novo Campeão Nacional, batendo na Final a equipa Os Intocaveis de Cascais, em Drop Off (bola de jogo) por 3-2.

Já quanto à Categoria Open Mix, a final do Torneio viria a ser disputada entre duas equipas Belgas (Boitsfort e os Celtic), tendo os primeiros vencido por 4-2 e tornando-se assim os novos vencedores do ArcosTouch.

Quanto a prémios individuais, temos os seguintes vencedores:

CATEGORIA OPEN ALL:

- MVP Masculino: André Abrantes (Académica de Coimbra)

- MVP Feminino: Catarina (Barbaros - Lisboa)

CATEGORIA OPEN MIX:

- MVP Masculino: Luís Salvado (Garranos/Hotel Luna - Arcos de Valdevez)

- MVP Feminino: Houda Vernhet (Galaxy - Paris).

PRÉMIO EQUIPA FAIR PLAY: São Miguel – Lisboa.

A cerimónia de atribuição de prémios (do Torneio e Campeonato Nacional) contou com a presença de diversas individualidades: da FIT (Federation of International Touch), o Presidente Erick Acker; da EFT (European of Federation of Touch), Linda Acker e da TRP ( Touch Rugby Portugal), o Presidente Amilcar Seco.

Arcos de Valdevez esteve representado pelo Presidente da Autarquia, Dr. João Manuel Esteves; Vereador Sr. Nelson Fernandes e ainda pelo Presidente da Junta de Freguesia de Arcos de Valdevez Salvador, Vila Fonche e Parada, Sr. Rui Aguiam e claro está, pelos Presidentes dos Clubes Locais: C.R. Os Garranos, Sr. Paulo Gameiro e Presidente do CRAV, Dr. Fernando Manso.

Mas o ArcosTouch é muito mais que um torneio desportivo. O objectivo da organização do evento é o de preparar um programa que permita aos cerca de 500 visitantes, conhecer a região e disfrutar da gastronomia, hotelaria e visitar o comércio local; num cenário de beleza natural de Arcos de Valdevez, num fim de semana das festividades de São João.

Estas características fazem do ArcosTouch um Torneio de referência a nível internacional.

Informamos também, e em tom de despedida, que a 6ª Edição do ArcosTouch já tem data agendada: 20 de Junho de 2020.