Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

INVESTIGADOR ANTÓNIO VIANA APRESENTA O SEU LIVRO "POR AMOR A VIANA E A AREOSA" NA SEDE DO GRUPO ETNOGRÁFICO DE AREOSA

“Por Amor a Viana e a Areosa”: Em Viana, António Viana apresenta novo livro

Trata-se do quarto livro deste bem conhecido investigador areosense. É apresentado no próximo dia 9 de Março, 17 horas, na sede do Grupo Etnográfico de Areosa, entidade responsável pela edição. De António Viana saíram já as seguintes publicações: “A Falar de Areosa”¸ “A Falar de Abel Viana” e “A Falar de Mário Viana”. A obra que ora vai ser apresentada reúne todas as crónicas do autor publicadas no jornal “A Aurora do Lima”, no período de 2000/2016.

Imagem_1amorviana (1).jpg

São 84 gostosas crónicas em que foram abordadas questões de interesse público neste alargado espaço de tempo. São artigos escritos com preocupações pedagógicas, invocando com alguma regularidade os ensinamentos do tempo, experiências de vida, e maturidades que a idade sempre proporciona. São crónicas enxutas, que se leem com o sabor próprio da boa leitura, que não afadigam, antes nos atiçam a memória e nos transportam a tempos e lugares que a memória já esqueceu.

Estamos assim perante um livro de leitura agradável e consulta regular, que conta com o prefácio de Bernardo Barbosa, Diretor da vetusta “A Aurora do Lima”.

Gonçalo Fagundes Meira

Imagem_1amorviana (2).jpg

Imagem_1amorviana (3).jpg

Imagem_1amorviana (4).jpg

Imagem_1amorviana (5).jpg

Imagem_1amorviana (6).jpg

Imagem_1amorviana (7).jpg

Imagem_1amorviana (8).jpg

Imagem_1amorviana (9).jpg

Imagem_1amorviana (10).jpg

Imagem_1amorviana (11).jpg

Imagem_1amorviana (12).jpg

VILA FRANCA DO LIMA ANUNCIA A TRADICIONAL FESTA DAS ROSAS

Festa das Rosas em Vila Franca do Lima é uma das mais emblemáticas festas minhotas
Vila Franca do Lima, no concelho de Viana do Castelo, vai estar em festa de 10 até 13 de Maio. Trata-se da Festa das Rosas, uma das mais emblemáticas romarias minhotas, famosa pelo seu desfile de cestos floridos da Festa das Flores, confecionados com caules, folhas, botões e pétalas de flores naturais, que as mordomas transportam à cabeça para oferta a Nossa Senhora do Rosário.

rosas2-890x527.jpg

Foto:https://www.mundoportugues.pt/

A Festa das Rosas de Vila Franca, em Viana do Castelo, é a primeira grande romaria do calendário festivo do Alto Minho e passou a ser também a primeira festa do concelho a constar no Inventário do Património Cultural e Imaterial nacional.
Remonta a 1622, o costume dos cestos floridos de Vila Franca do Lima, ocasião em que foi constituída a Confraria de Nossa Senhora do Rosário. Desde então, milhares de romeiros afluem a Vila Franca do Lima, todos os segundos domingos de Maio, em devoção ou simplesmente atraídos pela beleza singular da festa.
Desde há muito tempo que as Festas das Rosas se tornaram um cartaz turístico a atrair visitantes não apenas nacionais como estrangeiros, vindo deslumbrar-se com o colorido e a grandeza de uma das mais belas romarias minhotas.
Os cestos são revestidos e enfeitados com múltiplas flores naturais dos mais variados tons e matizes, pétalas e folhas que apresentam paisagens, monumentos, brasões e outros motivos decorativos que relevam bem o talento e a criatividade das mordomas que os transportam à cabeça e os vão oferecer a Nossa Senhora do Rosário, fixados por milhares de alfinetes de cabeça. Cada cesto florido pode atingir o peso de 50 quilos.

53622413_417344599022058_8723268166622380032_n.jpg

VILA FRANCA DO LIMA ANUNCIA A TRADICIONAL FESTA DAS ROSAS

Festa das Rosas em Vila Franca do Lima é uma das mais emblemáticas festas minhotas

Vila Franca do Lima, no concelho de Viana do Castelo, vai estar em festa de 10 até 13 de Maio. Trata-se da Festa das Rosas, uma das mais emblemáticas romarias minhotas, famosa pelo seu desfile de cestos floridos da Festa das Flores, confecionados com caules, folhas, botões e pétalas de flores naturais, que as mordomas transportam à cabeça para oferta a Nossa Senhora do Rosário.

rosas2-890x527.jpg

Foto:https://www.mundoportugues.pt/

A Festa das Rosas de Vila Franca, em Viana do Castelo, é a primeira grande romaria do calendário festivo do Alto Minho e passou a ser também a primeira festa do concelho a constar no Inventário do Património Cultural e Imaterial nacional.

Remonta a 1622, o costume dos cestos floridos de Vila Franca do Lima, ocasião em que foi constituída a Confraria de Nossa Senhora do Rosário. Desde então, milhares de romeiros afluem a Vila Franca do Lima, todos os segundos domingos de Maio, em devoção ou simplesmente atraídos pela beleza singular da festa.

Desde há muito tempo que as Festas das Rosas se tornaram um cartaz turístico a atrair visitantes não apenas nacionais como estrangeiros, vindo deslumbrar-se com o colorido e a grandeza de uma das mais belas romarias minhotas.

Os cestos são revestidos e enfeitados com múltiplas flores naturais dos mais variados tons e matizes, pétalas e folhas que apresentam paisagens, monumentos, brasões e outros motivos decorativos que relevam bem o talento e a criatividade das mordomas que os transportam à cabeça e os vão oferecer a Nossa Senhora do Rosário, fixados por milhares de alfinetes de cabeça. Cada cesto florido pode atingir o peso de 50 quilos.

53622413_417344599022058_8723268166622380032_n.jpg

AUGUSTO CANÁRIO PARTILHA "CANTIGAS COM AMOR A VIANA"

53463523_2329391793819277_6289096843183783936_n.jpg

Augusto Canário, março 2019 – Espacial

CANTIGAS COM AMOR A VIANA

‘PERGUNTAM-ME DE ONDE SOU

QUE RESPOSTA DOU:

- SOU DE VIANA!’

Com esta frase quase se diz tudo sobre a Vianidade de Augusto Canário.

Augusto de Oliveira Gonçalves, de seu nome, nasceu em Vila Nova de Anha, concelho de Viana do Castelo, há cinquenta e oito anos.

No seu percurso artístico, nunca deixou de ter VIANA NO CORAÇÃO…e nas cantigas que entoa.

Esse amor à sua terra traduz-se nas permanentes referências à princesa do Lima. Traduz-se também, nas suas cantigas que compõe e nas desgarradas que improvisa.

No ano dois mil escreveu e compôs o VIRA DE NOSSA SENHORA DA AGONIA, sua primeira cantiga dedicada à sua terra. Desde então, nunca mais deixou de dedicar trovas e melodias à sua querida Viana do Castelo.

Essa postura tem-lhe valido o reconhecimento popular das suas gentes com imensos mimos e carinhos, de que se destacam, mais de uma década a atuar na Romaria maior de Portugal, a Senhora da Agonia, a atribuição oficial do título de Cidadão de Mérito, pelo Município de Viana do Castelo, a digníssima designação para Presidente da Comissão de Honra das Festas de Nossa Senhora da Agonia em 2017.

Mas, o que mais lhe agrada, é o reconhecimento e o carinho da generalidade do povo da sua terra, onde se sente verdadeiramente em paz, em harmonia… em casa.

Como preito de gratidão, a todos os Vianenses e a todos quantos têm ‘Viana no Coração’ decidiu juntar, neste livro, todas as cantigas que escreveu e compôs sobre a ‘menina dos seus olhos’, Viana do Castelo.

Decidiu partilhar os poemas, as partituras das melodias, delicadamente ilustrados com excertos da obra do excelente pintor Vianense Rêgo Meira (também ele um Anhense), e a visão atenta e a arte dos fotógrafos José Maria Barroso Coelho, Joca e Bruno Ribeiro. Tudo isto, com um excelente trabalho gráfico de Kátia Leite.

Trata-se, pois, de um livro com CANTIGAS COM AMOR A VIANA, de um dos seus mais populares habitantes, dos últimos tempos, o cantor/cantador ‘Artesão de Cantigas’… ‘Embaixador da Alegria’… ‘Embaixador de Viana do Castelo’…AUGUSTO CANÁRIO – AUGUSTO DE OLIVEIRA GONÇALVES.

Desta obra faz parte um CD, onde se podem escutar as melodias transcritas no Livro, para que possam usufruir das cantigas, que lhe dão corpo.

Claramente, trata-se de uma obra que se pode considerar uma declaração de amor a Viana do Castelo e, quando se trata de ‘amor’ está quase tudo dito: o Amor, mais do que dizer é sentir, é viver… é partilhar.

Augusto Canário – sente a vive Viana do Castelo com todas as suas forças. Sentimento que é por demais evidente em CANTIGAS COM AMOR A VIANA.

VIANA ESTÁ-LHE NO CORAÇÃO

VIANA FICA NO CORAÇÃO

QUEM GOSTA VEM…

QUEM AMA FICA.

Fonte: Editora Espacial

MINHOTOS DE MACAU DANÇAM EM ZHUHAI NAS CELEBRAÇÕES DO ANO NOVO CHINÊS

A Associação “Macau no Coração” participou em Zhuhai nas celebrações do Ano Novo Chinês, actuando nomeadamente em palco para a televisão local.

53664057_410470079526573_3498486991303999488_n.jpg

Trajando há vianesa e representando como podem e sabem as nossas tradições, eles representam um símbolo de continuidade dos laços de amizade que desde há vários séculos unem o povo português ao povo chinês e, em particular, conservando o Minho no coração dos macaenses, muitos dos quais fruto do amor construído entre portugueses e macaenses.

Zhuhai – qual “Mar de Pérola” – constitui uma cidade situada na província de Cantão, limitando a sul com a Região Administrativa Especial de Macau, com a qual se encontra ligada através da Ponte Flor de Lótus, inaugurada um mês antes da transferência do território para a soberania da República Popular da China.

Fotos: Associação Portugal no Coração

53026368_410469159526665_7637249831441793024_n.jpg

53303478_410464286193819_9031459454821859328_n.jpg

50244739_393796001193981_6191789746298028032_n (1).jpg

50715926_393796107860637_809578795307630592_n (1).jpg

50755841_393796164527298_1790422826042261504_n (1).jpg

50849925_393796127860635_3573532332096749568_n (1).jpg

50887901_393795987860649_5638658517612101632_n (1).jpg

50998075_393796087860639_6844512861327196160_n (1).jpg

51068976_393796051193976_7950096709571313664_n (1).jpg

51116968_393796021193979_8845670044454092800_n (1).jpg

51559146_393795947860653_9092365879240294400_n (1).jpg

53040418_410465959526985_7056650113644494848_n.jpg

SOUTO DE SANTA MARTA DE PORTUZELO EM ALTA

O fim de semana de semana dos dias 2 e 3 de março foi de grande atividade em Santa Marta de Portuzelo.

Souto de Santa Marta em alta1.jpg

No dia 2 o Souto de Santa Marta recebeu cerca de 50 motos Harley Davidson do grupo MOG – Minho Owners Group, realizando uma pequena paragem para confraternização e prova de alguns produtos da terra.

Foi oportunidade para apreciar o chouriço da “Rosinha dos Chouriços”, acompanhado pelo vinho “Phulia” e a broa da “Padaria do Souto”. Depois de um registo no local, o grupo almoçou no Restaurante Camelo, apreciando a melhor gastronomia do alto minho.

Esta iniciativa teve a colaboração de três elementos da Escola de Folclore que ajudaram na representação do folclore da freguesia.

À tarde, ainda no Souto de Santa Marta, realizou-se a atividade mensal do Souto em Movimento, da responsabilidade da Associação de Pais do Centro Escolar, que reuniu umas dezenas de crianças.

Para terminar a noite, no salão do Centro Paroquial tivemos um baile de carnaval, organizado pela Romaria de Santa Marta, tendo a animação a cargo do prestigiado grupo Pau & Lata e o DJ Priest.

Souto de Santa Marta em alta2.jpg