Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

VIZELA APRESENTA MAPA TURÍSTICO DIGITAL

Apresentação do Mapa Turístico Digital de Vizela

No seguimento do Plano Municipal de Turismo recentemente apresentado e que que integra novas medidas estratégicas para a promoção e valorização turística do Concelho de Vizela, a Câmara Municipal vai apresentar o Mapa Turístico Digital de Vizela, no próximo dia 23 de novembro, no Chalé do Park, pelas 11.00h.

A apresentação do mapa digital de Vizela insere-se assim na nova estratégia municipal de promoção turística que contempla um conjunto de ações a implementar ao longo do mandato, harmonizando-se ações e atuação nas distintas áreas de turismo, com todas as outras vertentes, nomeadamente, a cultura, o ambiente e o património.

Olhar para o futuro, com recurso a ferramentas e plataformas tecnológicas, e apostar nas novas tecnologias como meio de desenvolvimento de turismo digital é o principal objetivo da criação desta ferramenta.

A característica principal desta tecnologia é a sua interação com a realidade, promovendo-se a divulgação do património histórico, gastronómico, cultural e paisagístico de Vizela, auxiliando o turista, que aqui se desloca, de forma prática e lúdica.

FAFE APOSTA NO EMPREENDEDORISMO TURÍSTICO

Município de Fafe promove Workshop de Empreendedorismo Turístico

Promovidos pelo Município de Fafe, o ciclo de Workshops de empreendedorismo continua nos próximos dias 26 e 30 de Novembro. Relacionado, desta feita, com o Turismo, este Workshop será divido em duas oficinas e procura promover a adoção de uma postura mais empreendedora e inovadora, centrada na riqueza da tradição ao serviço do comércio e dos turistas.

workshops emp. turistico

Os objetivos principais destas sessões prendem-se com a promoção de procedimentos e posturas adequadas e ajustadas à realidade local, estando as mesmas ao serviço do turismo, atraindo novos turistas e visitantes à região, promovendo tradições, gastronomia, natureza e todos os aspetos diferenciadores do território.

Os temas desenvolvidos relacionam-se com os Parceiros e stakeholders locais: como e porquê estabelecer parcerias, e a Definição de Estratégias de Comunicação e Marketing.
A participação é gratuita, estando sujeita à inscrição através do contacto 253 700 400 ou pelo geral@cm-fafe.pt

AQUAMUSEU DO RIO MINHO É UM DESTINO TURÍSTICO TUR4all

Pelas excelentes condições de acessibilidade e pela prestação de um atendimento inclusivo, o Aquamuseu do Rio Minho passa a integrar a plataforma e a app ibérica TUR4all - "Turismo Acessível". Equipamento permite que pessoas com necessidades de mobilidade possam visitar e desfrutar da experiência deste museu sem quaisquer impedimentos.

TUR4all_sello.pt

A Accessible Portugal, a Fundação Vodafone Portugal e o Turismo de Portugal lançaram, este ano, a primeira plataforma online TUR4all Portugal exclusivamente dedicada ao turismo acessível.

Trata-se de um mecanismo que disponibiliza informação sobre as condições de acessibilidade nos diversos recursos turísticos como hotéis, monumentos e museus, nos transportes (adaptados), restaurantes com casas de banho adaptadas ou ementas em braille, entre outras situações. A plataforma agrega um conjunto de informação fiável e validada por técnicos especialistas, tendo por base uma metodologia de avaliação da acessibilidade de recursos turísticos, consistindo num conjunto de questionários de verificação dos critérios de acessibilidade, validados com organizações públicas e privadas de apoio a pessoas com deficiência e representantes do sector turístico.

O objetivo deste site e da aplicação móvel é permitir que todas as pessoas com necessidades de acessibilidade possam viajar e desfrutar de experiências turísticas, participando em todas as atividades de lazer como qualquer outro turista.

Após avaliação in loco por um técnico especializado, o Aquamuseu do rio Minho apresenta-se como um destino e experiência acessível, preenchendo os requisitos necessários ao nível da entrada, da zona de atendimento, da circulação interior, das instalações sanitárias adaptadas nas zonas comuns, dos serviços e equipamento e do próprio estacionamento reservado para Pessoas com Mobilidade Reduzida.

Disponível em português, espanhol, inglês, francês, italiano, alemão e mandarim, os utilizadores da TUR4all podem fazer comentários sobre os recursos e pontuar os seus níveis de acessibilidade e atendimento inclusivo. A App permite também a comunicação com outros utilizadores com os mesmos interesses e necessidades.

TERRAS DE BOURO PROMOVE DEBATE ACERCA DO TURISMO NO GERÊS

4.º Ciclo de Workshops do projeto Peneda-Gerês CompetiTUR  a 5, 6 e 7 de novembro– inscrições até dia 25 de outubro

O Município de Terras de Bouro informa que nos próximos dias 5, 6 e 7 de novembro decorrerá o 4.º Ciclo de Workshops do projeto Peneda-Gerês CompetiTUR – inscrições até dia 25 de outubro.

CAPA

O programa está disponível no site http://www.competitur.pt/workshops.php bem como a ficha de inscrição. Poderão inscrever-se nos 3 dias ou apenas em parte de um dos dias.

A participação é gratuita mas a inscrição é obrigatória e deverá ser efetuada até ao dia 25 de outubro. Inscreva-se e envie um email para carla.rodrigues@adere-pg.pt .

Este 4.º ciclo de workshops integra um conjunto de cinco encontros de empresas ligadas ao setor do turismo no território da Peneda-Gerês que serão desafiadas a percorrer o território do Parque Nacional e a visitarem os potenciais parceiros comerciais – Itinerância pelas empresas turísticas do território.

Os encontros serão realizados em “casa” de empresas do território e o programa inclui, entre outros, um momento em que cada empresa apresentará o seu pitch (apresentação da empresa, em 4 minutos) para os restantes parceiros comerciais (as outras empresas do território), com o objetivo de melhorar o conhecimento e as relações entre empresas e, assim, contribuir para a cooperação e criação de redes de oferta turística no território Peneda-Gerês.

As empresas "visitadas" têm a responsabilidade acrescida de procurar surpreender as empresas visitantes, oferecendo uma pequena demonstração da "alma" do seu negócio

VIZELA PROMOVE VISITAS TURÍSTICAS COM GUIA

A Câmara Municipal vai levar a efeito um conjunto de visitas guiadas a locais de interesse turístico, tanto na Cidade como no Concelho, de 5 a 9 de novembro.

cartaz

As Visitas Guiadas Vizela Turismo assumem especial importância na dinamização e promoção turística de Vizela. Em 2018 evidencia-se a história, o património, a cultura, espaços de lazer e os vinhos, aos quais se junta o bolinhol. 

A participação é gratuita, contudo a inscrição é obrigatória, pelo que as pessoas interessadas em participar nesta iniciativa deverão inscrever-se até 3 dias úteis antes da realização das visitas, dirigindo-se pessoalmente à Loja Interativa de Turismo, sita na Rua Dr. Alfredo Pinto, n.º42 ou através do telefone 253 489 644. O limite de pessoas por visita são 20.

De referir que, em todas as visitas os participantes serão acompanhados por um elemento do sector do Turismo da Câmara Municipal de Vizela.

A Câmara Municipal vai levar a efeito um conjunto de visitas guiadas a locais de interesse turístico, tanto na Cidade como no Concelho, de 5 a 9 de Novembro

BRAGA APOSTA NA PROMOÇÃO TURÍSTICA JUNTO DO MERCADO POLACO

Feira de Turismo de Varsóvia decorreu de 19 a 21 Outubro

Pela primeira vez o Município de Braga apostou na divulgação da Cidade na World Travel Show de Varsóvia. Seguindo a estratégia traçada, esta incursão pelo mercado polaco é justificada pelo facto de ser um país que representa um enorme crescimento e um excelente mercado emissor em termos de procura de visitantes à Cidade de Braga.

1

Esta é a terceira edição da World Travel Show, considerada uma das mais importantes Feiras de Turismo e Negócios da Polónia, decorreu de 19 a 21 de Outubro, no maior centro de feiras e congressos da Europa - Ptak Warsaw Expo - Nadarzyn, Varsóvia.

Este evento oferece os mais interessantes destinos turísticos, momentos de animação, atracções culinárias e degustações gastronómicas.

Braga participou neste certame em Stand próprio, juntando colaboradores do Município com os parceiros dos Hotéis do Bom Jesus e do Meliã Braga, promovendo também Braga na bolsa de contratação junto dos buyers internacionais.

2

A World Travel Show é uma óptima oportunidade para estabelecer relações comerciais e conquistar mercados emergentes.

A Polónia é um mercado com 38 milhões de habitantes. O crescimento real do PIB foi de 4,6% em 2017. O consumo de bens e serviços aumentou graças ao programa familiar 500+, aumento nos salários e boa situação no mercado de trabalho. Os polacos realizam mais de 11,3 milhões de viagens ao estrangeiro.

Para Portugal, este é o décimo mercado emissor, com 276.017 hóspedes e 959.017 dormidas. Tem boas ligações aéreas e perspectivas de aumento de número de turistas para território nacional.

5

ABADIA É PONTO TURÍSTICO ESTRATÉGICO DE ATRAÇÃO AO CONCELHO DE AMARES

Município e Confraria de Nossa Senhora da Abadia formalizam protocolo de colaboração para valorização do espaço.

IMG_20181016_110657

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, e o presidente da Confraria de Nossa Senhora da Abadia, Carlos Portela, assinaram, esta semana, um protocolo de colaboração com o intuito de apresentar uma candidatura para requalificação do Terreiro do Santuário de Nossa Senhora da Abadia e para remodelação e ampliação da “Casa das Estampas” e do ponto de venda de produtos locais, instalados no rés do chão dos Quarteis Norte.

O Santuário de Nossa Senhora da Abadia, situado na freguesia de Bouro (Santa Maria), concelho de Amares e considerado o Santuário Mariano mais antigo da Península Ibérica representa, no entender da Câmara Municipal de Amares, um foco estratégico para a dinamização de um programa cultural plurianual, para a promoção turística e económica do concelho de Amares.

“Tenho dito e volto a afirmar que a Abadia é uma das pérolas do nosso concelho. Esta candidatura representa, neste contexto, mais um importante passo para valorização e revitalização deste espaço, cujo valor arquitetónico, cultural, religiosos e simbólico contribui para atrair muitos milhares de turistas ao concelho de Amares e à região”, sublinha o presidente da Autarquia, Manuel Moreira.

A candidatura vai ser apresentada no âmbito do Aviso Norte - 28- 2018- 04 - "Estratégias de Eficiência Coletiva Provere - Projetos Âncora" para obtenção de financiamento comunitário para execução dos projetos designados de " Loja de Turismo da Abadia" e "Requalificação do Terreiro do Santuário de Nossa Senhora da Abadia".

Recorde-se que o edificado monumental da Abadia foi classificado como Monumento de Interesse Público, para o concelho de Amares e Região Norte, pela Portaria n.º 254/2016, publicada na 2.ª série do Diário da República N.º 167 de 31 de agosto. O Santuário de Nossa Senhora da Abadia integra a Rota dos Santuários Marianos.

IMG_20181016_110602

TRILHO DAS BRUXAS DE REGRESSO AO GERÊS

No próximo dia 03 de Novembro, com organização da responsabilidade da associação empresarial Gerês Viver Turismo, vai realizar-se a quinta edição do evento “Trilho das Bruxas”.

Cartaz_Tilho das Bruxas_Gerês

A aventura e a surpresa serão os principais “ingredientes” da caminhada noturna proposta aos participantes.

Percorrerão um trilho em autonomia, sendo que em pontos estratégicos existirão elementos orientadores. Pelo caminho, será de esperar a presença do inesperado. Junto ao Núcleo Museológico de Campo do Gerês, no concelho de Terras de Bouro, local de partida e chegada da caminhada, vai estar instalada a “Feirinha das Bruxas” com diversos produtos, incluindo comes e bebes.

Também nesse local acontecerá o esconjuro e será oferecida a típica queimada aos participantes.

Também típico, é o caldo no pote que será servido gratuitamente a quem se inscrever.

A acompanhar, muita animação.

A inscrição no evento, no valor de 2,50€ para crianças até aos 12 anos (inclusive) e de 7,50€ para os restantes, inclui seguro, malga para o caldo e copo para a queimada. São motivos suficientes para que a noite de 03 de Novembro no Gerês seja de aventura e diversão.

Para os interessados, informação completa pode ser consultada no site www.geres.pt

GERÊS PROMOVE TURISMO ACESSÍVEL

Associação empresarial Gerês Viver Turismo promoveu “ TURISMO ACESSÍVEL NO GERÊS”

Pelo terceiro ano consecutivo a associação empresarial Gerês Viver Turismo difundiu a acessibilidade num destino de reconhecido interesse turístico, o Gerês.  Neste âmbito, decorreram atividades exclusivas para utentes das instituições AADVDB – Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga e CERCIFAF – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe, que possibilitaram o contacto directo com vários elementos da paisagem natural e do património histórico-cultural do território. As actividades contemplaram uma caminhada guiada por profissionais qualificados e uma visita ao Museu da Geira, dedicado à via de comunicação construída pelo império romano que ligava Braga a Astorga, Espanha.

.

No mesmo dia, 10 de outubro, no Hotel S. Bento (Rio Caldo – Terras de Bouro) e contando com a presença e intervenção da  Vereadora do Município de Terras de Bouro, Drª Ana Genoveva Araújo, nomeadamente, sobre o Gerês Acessível, decorreu um simpósio dedicado à temática em causa, tendo como pano de fundo o Turismo Acessível.

No simpósio, enquanto oradores, estiveram presentes Olívia Nogueira, representante do projecto Tur4All – plataforma e aplicação móvel de informação e divulgação da oferta turística acessível em Portugal e co-fundadora da empresa Waterlilly, Suzana Faro da Acesso Cultura – associação de promoção da melhoria das condições de acesso (físicas, sociais e intelectuais) aos espaços culturais e à oferta cultural e António Figueiredo, Mara Costa e Patrícia Guimarães, responsáveis pelo projecto Tourism Inclusive da CERCIGUI, programa de formação para melhorar a empregabilidade das pessoas com deficiência e/ou incapacidade no setor do turismo.

O evento, com origem em 2016 e designado “Gerês Acessível”, contou novamente com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro e de empresas de animação turística com sede no concelho.

.

.

.

.

.

.

“TOURISM UP” PROCURA PROJETO FINALISTA EM FAMALICÃO

Programa nacional vai premiar projetos inovadores na área do Turismo

O “Tourism Up”, um programa de aceleração para apoiar projetos de empreendedorismo no setor do Turismo, vai estar em Vila Nova de Famalicão no próximo dia 22 de outubro para selecionar um projeto finalista que terá acesso direto à fase final do programa, promovido pelos Territórios Criativos e o Turismo de Portugal.

Oficina vai decorrer nos Serviços Educativos da Devesa

O concelho famalicense vai assim acolher uma das trinta oficinas que o projeto tem vindo a dinamizar desde o passado dia 7 de setembro, de norte a sul do país. A sessão decorrerá às 10h00, no edifício dos Serviços Educativos do Parque da Devesa.

As inscrições decorrem online, em www.bit.ly/vilanovadefamalicao, até dia 18 de outubro e os empreendedores interessados poderão formalizar as inscrições recorrendo ao apoio do gabinete do Famalicão Made IN.

Terminada a fase do roadshow e das oficinas, os projetos finalistas avançam para o chamado “programa de imersão empreendedora” através da participação em dois bootcamps. A final do programa está agendada para o dia 12 de dezembro, em Loures, com a apresentação de todos os projetos e produtos finalistas ao júri e potenciais clientes e investidores e a seleção dos vencedores.

O primeiro classificado receberá um prémio monetário de 4 mil euros. O segundo e terceiro classificados recebem ambos 500 euros.  

Refira-se que o “Tourism Up” é um programa de aceleração de âmbito nacional que tem por missão apoiar empreendedores e startups, presentes em territórios de baixa densidade e/ou afastados dos grandes centros urbanos, no desenvolvimento de propostas de valor nos setores do turismo e da valorização de produtos endógenos, potenciando as redes empreendedoras destes setores.

GERÊS TEM TURISMO ACESSÍVEL

Pelo terceiro ano consecutivo a associação empresarial Gerês Viver Turismo promove a acessibilidade num destino de reconhecido interesse turístico, o Gerês.

CARTAZ

No próximo dia 10 de Outubro, de manhã, decorrerão actividades exclusivas para utentes das instituições AADVDB - Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga e CERCIFAF – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe, que possibilitarão o contacto directo com vários elementos da paisagem natural e do património histórico-cultural do território.

As actividades contemplam uma caminhada guiada por profissionais qualificados e uma visita ao Museu da Geira, dedicado à via de comunicação construída pelo império romano que ligava Braga a Astorga, Espanha.

Pelas 15:00 do mesmo dia, no Hotel S. Bento, em frente à Basílica S. Bento da Porta Aberta, terá lugar um simpósio dedicado à acessibilidade, tendo como pano de fundo o Turismo Acessível.

Uma sessão aberta ao público, de entrada livre, tendo os participantes direito a certificado de presença. No simpósio, enquanto oradores, estarão presentes Olívia Nogueira, representante do projecto Tur4All - plataforma e aplicação móvel de informação e divulgação da oferta turística acessível em Portugal e co-fundadora da empresa Waterlilly, Suzana Faro da Acesso Cultura - associação de promoção da melhoria das condições de acesso (físicas, sociais e intelectuais) aos espaços culturais e à oferta cultural e António Figueiredo, formador e monitor da CERCIGUI, um dos responsáveis pelo projecto Tourism Inclusive, programa de formação para melhorar a empregabilidade das pessoas com deficiência e/ou incapacidade no setor do turismo.

O evento, com origem em 2016 e designado “Gerês Acessível”, conta novamente com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro e de empresas de animação turística com sede no concelho.

LOJA INTERATIVA DE TURISMO DE VIZELA TEM NOVO HORÁRIO

Loja Interativa de Turismo de Vizela com novo horário

No seguimento das políticas implementadas ao longo dos últimos meses, mas concretamente a apresentação do Plano Municipal de Turismo, a Câmara Municipal de Vizela adotou desde o dia 1 de outubro um novo horário na Loja Interativa de Turismo.

Assim, este espaço privilegiado para prestação de informações turísticas relacionadas com a Cidade e o Concelho passa a funcionar no seguinte horário:

- segunda a sexta-feira: das 09:00 às 13.00h e das 14.00h às 18:30h;

- feriados e fins-de-semana (sábado e domingo): das 10:00h às 13:00h.

De destacar ainda, e com o objetivo de ser melhorada a dinâmica da Loja, a Autarquia vai proceder à alteração de várias componentes relacionadas com o serviço a prestar e com o espaço físico, numa lógica de reorganização e otimização. 

Na loja será criado o “Espaço Autor”, destinado à promoção e venda de trabalhos da autoria de artistas vizelenses e o piso superior do edifício do Turismo será remodelado por forma a estar disponível uma sala condigna para a realização de exposições de diversos tipos de arte.

De realçar que é entendimento deste Executivo Municipal que o desenvolvimento e a promoção do turismo têm uma importância preponderante no crescimento do concelho de Vizela.

Deste modo, e tendo em vista ultrapassar a apatia e a inércia que se verificou ao longo dos últimos anos, com o objetivo de permitir maiores e melhores desenvolvimentos a médio e longo prazo, o Município de Vizela apresentou uma estratégia municipal de promoção turística que contempla ações a implementar ao longo do mandato.

RIO CÁVADO UNE GENTES DA REGIÃO

Projeto “AQUA Cávado: o rio que nos une” com balanço positivo da quarta edição.  “Segredos do Cávado” em exposição no Centro de Informação Turística 

No dia 1 de outubro, Dia Nacional da Água, decorreu, no Centro de Informação Turística de Esposende, a sessão de encerramento da quarta edição do projeto “AQUA Cávado: o rio que nos une”.

DSC_0056

A Vice-presidente da Camara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, abriu a sessão, seguindo-se a apresentação dos resultados desta edição do Programa de Ação para Valorização do Rio Cávado, pelo primeiro secretário executivo da CIM Cávado, Luís Macedo, que traçou um balanço positivo do trabalho realizado, salientando o envolvimento dos vários parceiros.

Posteriormente, foi feita a avaliação dos resultados do projeto e perspetivas para a quinta edição, num painel onde participaram a Vice-presidente da Camara Municipal de Esposende, Alexandra Roeger, o Presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, Paulo Marques, e Maria de Lurdes Rufino, do Mosteiro de Tibães.

Ivone Magalhães, do Museu Municipal de Esposende, abordou “O Património do Cávado: a história de um território” e, a encerrar a sessão, procedeu-se à abertura da exposição fotográfica: “Segredos do Cávado”, que percorrerá os seis municípios que compõem a CIM Cávado. Tendo como mote o Ano Europeu do Património Cultural, esta mostra, uma das ações do programa de ação do AQUA Cávado, visa dar a conhecer o vasto património construído de natureza cultural e infraestrutural, de natureza hidráulica e de obras de arte sobre os Rios Cávado e Homem. A exposição estará patente até ao próximo dia 11 de outubro, no Centro de Informação Turística de Esposende, podendo ser visitada de segunda-feira a sábado, entre as 9h00h e as 12h30 e das 14h00 às 17h30.

O Programa de Ação para Valorização do Rio Cávado é promovido pela CIM Cávado - Comunidade Intermunicipal do Cávado, em estreita colaboração com os seis municípios que a integram (Esposende, Barcelos, Braga, Amares, Vila Verde e Terras de Bouro). Assenta na promoção da utilização responsável e conservação do Rio Cávado e seus afluentes, atendendo ao valor crescente do seu património ambiental e natural, assim como à importância da preservação do equilíbrio dos seus ecossistemas naturais. Como membro da CIM Cávado - Comunidade Intermunicipal do Cávado, o Município de Esposende tem vindo a promover a realização de um conjunto de iniciativas a nível local, dedicadas particularmente ao Rio Cávado e ao recurso água de um modo geral.

O AQUA Cávado surgiu em 2014, sob tutela da CIM Cávado e da Agência de Energia do Cávado, constituindo um projeto de caráter supramunicipal orientado para a sensibilização, conservação e valorização do património natural contido nas faixas ribeirinhas dos Rios Cávado e Homem. Os parceiros estratégicos são os Municípios que integram a CIM Cávado, bem como como a Esposende Ambiente, o Mosteiro de Tibães, a Esposende 2000, a Katavus e o Diário do Minho. Decorre anualmente entre o dia 22 de março, Dia Mundial da Água, e o dia 1 de outubro, Dia Nacional da Água.

DSC_0066

DSC_0096

ALTO MINHO E PARQUE NACIONAL DA PENEGA GERÊS ESTÃO ENTRE OS 100 DESTINOS SUSTENTÁVEIS A NÍVEL MUNDIAL

Alto Minho e PNPG no Top 100 dos destinos sustentáveis a nível mundial

O Alto Minho integra, pela primeira vez, a lista dos 100 melhores destinos sustentáveis do mundo no âmbito da iniciativa “Top 100 Sustainable Destinations 2018”. O anúncio oficial foi feito ontem, dia 27 de setembro, data que assinala o Dia Mundial do Turismo, na Conferência Global Green Destinations, na Holanda. A região do Alto Minho abarca os dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, nomeadamente Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira, e possui uma área de 2210 km2.

dav

Este selo de qualidade resulta de uma candidatura apresentada em abril passado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) à Green Destinations, rede institucional que lidera uma parceria de 15 organizações internacionais especializadas em turismo sustentável e avalia os destinos concorrentes a nível mundial. A competição tem como principal objetivo “destacar histórias de sucesso e trocar boas práticas para tornar os destinos turísticos mais sustentáveis, gerando benefícios para as comunidades locais e para os viajantes”. O tema escolhido para a edição deste ano foi precisamente “Turismo para beneficiar as comunidades locais”.

A região do Alto Minho mostrou ter um bom desempenho nos 30 critérios chave avaliados, relacionados, por exemplo, com as potencialidades do destino; medidas de proteção e conservação da natureza e meio ambiente e dos recursos culturais e tradições; a qualidade do ar; saúde e bem-estar social; a promoção de produtos locais e serviços ou a oferta de operadores turísticos, alcançando uma cotação de 8,7 em 10 pontos possíveis, ou seja, bastante acima do limiar mínimo estabelecido de 6,7 pontos.

Portugal conseguiu a nomeação de dez destinos (que é o número máximo de destinos por país) para este título. Assim, além do Alto Minho, figuram também na lista de nomeados o Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG), o arquipélago dos Açores; a região do Oeste de Portugal; as Serras do Socorro e Archeira; Cascais; Lagos; Sintra; Torres Vedras e Águeda.

Este ano mais de 200 destinos concorreram a esta prestigiada lista, tendo a organização considerado cerca de 100 candidaturas, das quais foram selecionadas, numa primeira fase do concurso que terminou a 1 de maio passado, 60 destinos de 24 países. A segunda fase decorre até ao próximo dia 15 de outubro, sendo a lista final do “Top 100 Sustainable Destinations 2018” revelada no próximo mês de dezembro. Entre os melhores destinos sustentáveis do mundo já selecionados, encontram-se as regiões de Kamaishi (Japão), Ajloun Forest Reserve (Jordánia), Vail (Colorado, nos EUA), Lyngenfjord (Noruega), Vancouver (Canadá), Bretagne (França), Town of Drnis (Croácia), Nijmegen (Holanda), Islas Atlânticas de Galicia (Espanha), Suwon Hwaseong (Coreia do Sul) e Malmo (Suécia). A lista dos primeiros 60 destinos do Top 100 de 2018 está disponível no site www.sustainabletop100.org.

Refira-se que o Alto Minho, conhecido por ser uma região certificada pela sua excelência natural, tem cerca de 30 por cento do seu território incluído na Rede Natura 2000, sendo também a primeira NUTS III de Portugal Continental a possuir o galardão da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS), concedida pela Federação Europeia de Parques Nacionais e Naturais (Federação EUROPARC).

A apresentação em vídeo do território do Alto Minho como um dos 100 melhores destinos sustentáveis do mundo está disponível no seguinte endereço: http://youtu.be/Zl5TIqrR1xE

ESPOSENDE APOSTA NO TURISMO DA NATUREZA E "ECONOMIA AZUL"

“Natureza”, “Economia Azul” e “Comunidade, Cultura e Criatividade” definem programa de turismo para Esposende até 2022

“Natureza”, “Economia Azul” e “Comunidade, Cultura e Criatividade” são os eixos estratégicos do Programa de Ação para a Sustentabilidade, Crescimento e Competitividade do Turismo de Esposende 2018/2022, hoje apresentado pelo Município, em sessão realizada no Centro de Informação Turística (CIT).

.

Tendo por base o trabalho desenvolvido no plano turístico pelo Município desde 2006, ano em que foi elaborado o diagnóstico estratégico do turismo de Esposende, o documento traça o caminho e as ações a desenvolver até 2022, tendo em consideração as diretivas emanadas a nível internacional e nacional.

O Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, afiançou que Esposende continuará a apostar no desenvolvimento de projetos e investimentos em infraestruturas e equipamentos estruturantes, com vista ao desenvolvimento e crescimento do turismo local. Citou, a propósito, alguns projetos de regeneração urbana em curso e em perspetiva, entre os quais a requalificação do Largo Rodrigues Sampaio, do Mercado Municipal, da Alameda do Bom Jesus em Fão e do edifício Pérola em Apúlia. Aproveitou o ensejo para realçar os projetos a desenvolver na Estação Radionaval de Apúlia e no Farol de Esposende, imóveis que hoje passam para a posse do Município.

Aludindo às potencialidades do concelho nos mais variados domínios e à sua localização estratégica, Benjamim Pereira afirmou que Esposende tem todas as condições para continuar a crescer em termos turísticos e exortou a iniciativa privada a unir esforços ao Município neste desiderato.

O Vereador do Turismo e das Atividades Económicas, Sérgio Mano, sublinhou o crescimento exponencial do turismo local e apresentou dados do CIT que comprovam um aumento, em 2018, de 17% de hóspedes e de 13% de dormidas, associando estes números aos Caminhos de Santiago. O alojamento em unidades hoteleiras registou um aumento de 30% face a 2017, situando-se o tempo médio de estado nos 2,24/dias. Relativamente à proveniência dos turistas a maior parte prevém da vizinha Espanha, seguindo-se a França, e, em terceiro lugar, o Reino Unido e a Alemanha.

Os dados comprovam um volume de faturação de 6% e de exportações de 18%, sendo que o desemprego não ultrapassa os 4,75%, “reflexo da dinâmica empresarial local”, frisou o Vereador do Turismo e das Atividades Económicas. Aludindo ao bom momento turístico que Esposende atravessa, Sérgio Mano afirmou que importa unir sinergias, apostar em fatores diferenciadores e criar experiências únicas aos turistas.

A apresentação do Programa de Ação para a Sustentabilidade, Crescimento e Competitividade do Turismo de Esposende 2018/2022 esteve a cargo do consultor da Câmara Municipal para o Turismo, Luís Ferreira, que, como nota prévia, referiu os planos e estratégias que, a este nível, têm vindo a ser desenvolvidos pelo Município desde 2006.

Em termos globais, este Programa de Ação aponta para a continuidade da aposta na construção de novos ativos, na estruturação da oferta, na dinamização dos eventos, na promoção do destino e no apoio à iniciativa privada.

Tendo por base o slogan “Esposende, um privilégio da Natureza”, o eixo “Natureza” assenta nos recursos naturais únicos, com destaque para o Parque Natural Litoral Norte, e na necessidade crescente da sua valorização e o surgimento de ofertas cada vez mais procuradas.

A “Economia Azul” direciona-se para o crescimento do turismo náutico, dado que Esposende é terra de rio e mar com reconhecimento internacional do seu potencial e assumidamente com investimento relevante nas indústrias e nas práticas do turismo náutico.

O eixo “Comunidade, Cultura e Criativa” preconiza a aposta nos Caminhos de Santiago, com destaque para o Caminho Português da Costa, a valorização dos recursos patrimoniais, arquitetónicos e culturais. A aposta nas tradições, festas e romarias e a polarização dos eventos, conduzem a uma aposta crescente da cultura ao serviço do turismo e no incremento da qualidade de vida da comunidade. A valorização das artes tradicionais, a aposta na gastronomia e no turismo criativo posicionam Esposende como um destino inovador e empreendedor.

.

.

AMARES REAFIRMA APOSTA NO TURISMO

Na data em que se assinalou o Dia Mundial do Turismo, dia 27 de setembro, a Câmara Municipal de Amares reafirmou o Turismo como motor de desenvolvimento do concelho e uma aposta forte a manter. À margem de uma iniciativa integrada no âmbito das comemorações da efeméride pela Organização Mundial de Turismo para 2018, cujo “Turismo e a Transformação Digital” é o tema em destaque para este ano, o vice-presidente da Autarquia, Isidro Araújo, destacou a importância deste setor para a afirmação do concelho de Amares.

IMG_20180927_150355

“O Turismo é hoje de importância crucial para o concelho de Amares. Nos últimos anos temos vindo a promover aquilo que temos de melhor e que é o nosso património material e imaterial: os rios, a natureza envolvente, os nossos monumentos, a qualidade dos nossos vinhos, da nossa gastronomia, das nossas unidades hoteleiras e casas de turismo rural, bem como a riqueza da nossa cultura”, sublinhou Isidro Araújo.

“Nos últimos anos Amares cresceu de forma muito significativa no seio da Cim Cávado e temos tido uma preocupação contante em procurar posicionar o setor do turismo, num conceito de turismo de família, entre outros, que é o turista que vem, se instala, traz a família, os filhos, e aprecia tudo de bom que aqui encontra”, acrescentou.

A este nível a Câmara Municipal de Amares enaltece o investimento que tem sido feito pelo setor privado e que hoje em dia é notório pela afluência cada vez maior de turistas que acorrem ao concelho em diversas épocas do ano, pelos mais variados motivos de atração.

“Amares assume-se cada vez mais como uma marca distinta e isso é fruto de um trabalho coletivo que tem vindo a ser feito pelos particulares, instituições e associações, numa aposta contínua em manter a qualidade da oferta turística e de tudo aquilo que lhe está associado”.

O Município de Amares “faz um trabalho grande em articular todos os agentes dos concelho e procurar organizar e marcar presença em eventos de promoção turística, no sentido de procurar promover Amares como um destino de excelência e reconfortante em vários momentos”, conclui o autarca. Exemplo disso é a participação anual na BTL - Feira Internacional de Turismo, o Festival de Papas de Sarrabulho de Amares, ações promocionais fora de portas, entre outros.

IMG_20180927_150513

TURISMO ACESSÍVEL NO GERÊS

Pelo terceiro ano consecutivo a associação empresarial Gerês Viver Turismo promove a acessibilidade num destino de reconhecido interesse turístico, o Gerês.

CARTAZ

No próximo dia 10 de Outubro, de manhã, decorrerão actividades exclusivas para utentes das instituições AADVDB - Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga e CERCIFAF – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe, que possibilitarão o contacto directo com vários elementos da paisagem natural e do património histórico-cultural do território. As actividades contemplam uma caminhada guiada por profissionais qualificados e uma visita ao Museu da Geira, dedicado à via de comunicação construída pelo império romano que ligava Braga a Astorga, Espanha.

Pelas 15:00 do mesmo dia, no auditório do Centro de Animação Termal da Vila do Gerês, terá lugar um simpósio dedicado à acessibilidade, tendo como pano de fundo o Turismo Acessível. Uma sessão aberta ao público, de entrada livre, tendo os participantes direito a certificado de presença.

No simpósio, enquanto oradores, estarão presentes Olívia Nogueira, representante do projecto Tur4All - plataforma e aplicação móvel de informação e divulgação da oferta turística acessível em Portugal e co-fundadora da empresa Waterlilly, Suzana Faro da Acesso Cultura - associação de promoção da melhoria das condições de acesso (físicas, sociais e intelectuais) aos espaços culturais e à oferta cultural e António Figueiredo, formador e monitor da CERCIGUI, um dos responsáveis pelo projecto Tourism Inclusive, programa de formação para melhorar a empregabilidade das pessoas com deficiência e/ou incapacidade no setor do turismo.

O evento, com origem em 2016 e designado “Gerês Acessível”, conta novamente com o apoio da Câmara Municipal de Terras de Bouro e de empresas de animação turística com sede no concelho.

TUK TUK'S LEVAM TURISMO A VILA VERDE

Vila Verde. De Tuk Tuk para conhecer o sexto destino mais turístico emergente em Portugal

“Não é por acaso que a Trivago, com mais de 4 milhões de buscas nos seus motores, aponta Vila Verde como sexto destino emergente em Portugal”. As palavras são da vereadora da Cultura e Turismo do Município de Vila Verde e foram proferidas durante a manhã de hoje, 27 de setembro, no âmbito das celebrações Dia Mundial do Turismo.

A (1)

Júlia Fernandes avançou também que a cultura e natureza são os temas que suscitam maior curiosidade aos internautas. “As buscas acontecem muito por causa da vertente cultural, as pessoas têm curiosidade em conhecer a terra do Namorar Portugal e dos famosos Lenços, e também pela natureza, muito fruto dos campeonatos mundiais e europeus de canoagem e das belíssimas paisagens que vila verde tem para oferecer”, afirmou durante a sessão que decorreu na Loja Interativa de Turismo de Vila Verde.

A (4)

Sob a égide do tema ‘Turismo e Transformação Digital’, escolhido este ano pela Organização mundial do Turismo (OMT), Vila Verde celebrou o Dia Mundial do Turismo com uma exposição de fotografia que destaca alguns dos mais emblemáticos pontos de interesse para o turismo no concelho. Os famosos Tuk Tuk estreiam-se por estas bandas e também já a circulam pelo centro urbano fortemente arborizado da vila e ajudam turistas e habitantes locais a (re)descobrir os 1001 encantos de Vila Verde. Um dia em cheio preparado pelo Município e pela Loja Interativa de Turismo de Vila Verde, com o apoio da Peddy Tours, da Cerveja Letra e do Espaço Chafariz. “O turismo continuará a ser uma grande aposta da estratégia do Município, tantos nos inúmeros eventos que preparamos ao longo do ano, como na potencialização dos nossos recursos e dos nossos encantos”, rematou Júlia Fernandes.

A (2)

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, sublinhou a importância global do turismo para a economia dos países e regiões. Vila Verde não é exceção e o Município tem levado a cabo medidas de fomento turístico integradas na estratégia de desenvolvimento do concelho. O edil aproveitou também para referir que está em fase de conclusão a empreitada que vai criar mais de 7 kms de ciclovias no centro urbano de Vila Verde e que prevê também um sistema de partilhas de bicicleta. “Estes e outros itinerários estarão à disposição dos turistas e também dos habitantes locais para substituir outras formas de deslocação em benefício do ambiente e da saúde das pessoas”, afirmou, acrescentando que, gradualmente, o território começa a atrair novos públicos e Vila Verde se afirma cada vez mais como um destino turístico muito apetecível dentro e fora de portas.

Uma estratégia vincada de divulgação do território, promoção da cultura e dinamização da economia que tem catapultado Vila Verde para o plano internacional. “Daqui a pouco mais de um mês Vila Verde estará no México com os Lenços Namorar Portugal. Os eventos com características internacionais também ajudam a divulgar o nosso nome no estrangeiro. O Campeonato do Mundo de Maratona em Canoagem [decorreu recentemente na Vila de Prado (concelho de Vila Verde)], por exemplo, teve uma grande visibilidade internacional”, disse António Vilela, vincando que para isso muito contribuiu o trabalho desenvolvidos a nível das redes sociais e de outras plataformas digitais.

A (3)

BRAGA AFIRMA-SE COMO DESTINO TURÍSTICO DE EXCELÊNCIA

Posto de Turismo espera 350 mil visitantes em 2018

O Posto de Turismo de Braga registou, entre Janeiro e Agosto deste ano, a entrada de 275.105 visitantes, um número que “reflecte a forte aposta do Executivo Municipal na área do Turismo e que afirma Braga como destino turístico de excelência”. Comparativamente com o período homólogo do ano anterior, foram mais dez mil visitantes, representando um acréscimo de 5%. Os dados foram avançados por Altino Bessa, vereador do Município de Braga, durante as comemorações do Dia Mundial do Turismo, que se assinalaram esta Quinta-feira, 27 de Setembro, adiantando que até ao final de 2018 estima-se que 350 visitantes passem pelo Posto de Turismo.

CMB27092018SERGIOFREITAS00000014789

A promoção da Cidade, realizada em parceria de diversos agentes do território, tem sido um factor decisivo para o aumento da procura turística em Braga, sendo que “se contabilizarmos o número de visitantes entre 2013 e 2018 chegamos a 1 milhão e 500 mil turistas a entrar neste equipamento municipal”. Segundo Altino Bessa, este crescimento turístico levou à criação de novas unidades de alojamento local (AL) “que souberam acompanhar o crescimento turístico de Braga”, deixando o elogio ao tecido empresarial local que “tem respondido afirmativamente ao esforço que o Município tem feito na promoção da Cidade para levar Braga aos quatro cantos do mundo”.

“Nos últimos anos, o alojamento local sofreu uma evolução muito significativa. Em 2010 havia em Braga o registo de apenas uma unidade de AL e em 2013 estavam registadas quatro. Actualmente existem 278 unidades de AL registadas e, só neste ano, houve 121 novos pedidos de licenciamento”, explicou Altino Bessa, sustentando que este número de unidades representam 813 quartos com a capacidade de acolher 1774 turistas. “Se juntarmos a oferta das unidades de AL com os hotéis da Cidade, Braga tem uma capacidade de 4784 camas”, explicou.

À semelhança de anos anteriores, França e Espanha são os principais mercados estrangeiros emissores e, junto com o mercado nacional, representam cerca de 76% do número total de visitantes.

A receita proveniente do turismo também registou uma forte evolução. Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2014 os proveitos atingiram os 13 milhões de euros, 14 milhões em 2015, 18 milhões em 2016 e, em 2017, os proveitos chegam aos 22 milhões de euros.

As taxas médias de ocupação também têm vindo a crescer. Em 2014 a taxa média de ocupação cifrava-se nos 34% e, em 2017, esse número aumentou para 50%, estimando o INE que para 2018 a taxa média de ocupação atinja os 55%. O número de hóspedes atingiu os 320 mil em 2017, uma subida de 12% comparativamente com 2016.

CMB27092018SERGIOFREITAS00000014785

Programa ambicioso para conquistar novos mercados em 2019

No futuro, o Município quer continuar a conquistar novos mercados turísticos e promover o melhor de Braga além-fronteiras. Para tal, existe um programa “muito ambicioso” com vista à participação em feiras de turismo durante o próximo ano.

“Queremos manter a forte aposta nas feiras de turismo e, para 2019, alocamos cerca de 100 mil euros que nos garante uma presença digna nesses certames. Em Portugal vamos estar presentes em três grandes eventos, seis em Espanha, dois em França, um na Irlanda e outro na Polónia”, adiantou Altino Bessa, lembrando que já no próximo mês, de 19 a 21 de Outubro, o Município de Braga vai marcar presença pela primeira vez em Varsóvia, “uma feira de turismo muito direccionada para o turismo religioso”.

Dando continuidade ao que já tem acontecido nos últimos certames, o Município de Braga convida os agentes locais que actuam na área do turismo a estarem presentes. “É um desafio que tem sido bem acolhido pelos agentes e a prova disso é que os agentes que nos têm acompanhado nos eventos anteriores, já manifestaram a vontade de o voltarem a fazer”, concluiu Altino Bessa.

CMB27092018SERGIOFREITAS00000014784

CMB27092018SERGIOFREITAS00000014788

PONTE DA BARCA COMEMORA DIA MUNDIAL DO TURISMO

Este ano sob o tema "O Turismo e a Transformação Digital", a Câmara Municipal convida todos a uma visita à Loja Interativa de Turismo e a "navegarem" pelo Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”

42628546_1484569601644018_7816568143433695232_o

27 de setembro é o dia que mundialmente celebra o Turismo. É uma oportunidade para homenagearmos quem nos visita e desafiarmos todos aqueles que ainda não o fizeram a visitar-nos.

Este ano sob o tema "O Turismo e a Transformação Digital", a Câmara Municipal de Ponte da Barca convida todos a uma visita à Loja Interativa de Turismo e a "navegarem" pelo Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”.

Quem visitar a Loja Interativa de Turismo de Ponte da Barca poderá, então, aceder a vídeos sobre o Concelho e sobre o Norte de Portugal, animações apelativas, mapas, textos e descrições, visitas virtuais, animação 3D, entre outros, participando ativamente na valorização turística da região.

No Centro Interpretativo do Património “Fernão de Magalhães”, encontrarão um espaço de divulgação do património arqueológico e arquitetónico, que convida o visitante a percorrer o concelho e a conhecer, no lugar, os pontos de interesse dignos de registo, recorrendo a painéis explicativos, projetor de imagens interativas, entre outros, de consulta simples, rápida e gratuita.

Resumindo, Ponte da Barca é paisagem, património, natureza e gastronomia. Ponte da Barca é um “saber receber” ímpar, muito característico desta região do Alto Minho. É um concelho que merece um olhar atento para que se consiga absorver toda a sua história, cultura e encantos naturais.

Visite Ponte da Barca, Capital do Turismo de Natureza e Aventura.

42629542_1484569111644067_5180067177037824000_o