Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

PÓVOA DE LANHOSO: CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE VAI LANÇAR ORÇAMENTO PARTICIPATIVO DA JUVENTUDE (OPJ)

Conselho Municipal da Juventude povoense vai lançar OPJ.jpeg

No passado dia 19 de Fevereiro realizou-se mais uma reunião do Conselho Municipal da Juventude presidida pelo Vereador da Juventude e Associativismo, Ricardo Alves.

Participaram vários representantes de associações do concelho, designadamente João Oliveira, em representação da Juventude Social-democrata; Eulália Rodrigues, da Juventude Socialista; Tatiana Couto, da Associação Juvenil Voz dos Anjos; Ângela Veloso, do Núcleo de Escuteiros; Carina Pereira, da 1.ª Companhia Guias de Fontarcada; Filipa Silva, da Associação de Estudantes da Escola Secundária; Sílvia Oliveira, da CPCJ e Sérgio Pereira, da Federação de Associações Juvenis do Distrito de Braga – FAJUB.

Da agenda de trabalhos desta sessão, que decorreu no Espaço Jovem, destaca-se a apresentação da proposta para a realização do primeiro Orçamento Participativo Jovem da Póvoa de Lanhoso. Ricardo Alves, o responsável do executivo povoense por esta área, referiu que “temos os olhos postos na juventude e no ritmo que este setor pode imprimir à dinâmica social do concelho, por isso reforço a necessidade de todos/as se envolverem e participarem.” Frisou ainda a necessidade de se incentivar os jovens a exercer os seus direitos de cidadania e a darem os seus contributos para as melhorias que, poderão resultar muito bem, não só para a juventude, mas abrangerão todas as faixas etárias da população.

A operacionalização do OPJ deverá ser estruturada em várias fases que vão desde a definição da verba que lhe será afetado, as áreas temáticas elegíveis, os mecanismos de participação e da equipa de acompanhamento; a informação e divulgação do processo do OPJ pelo território municipal; a elaboração e submissão por parte dos participantes das propostas ao OPJ; a análise técnica das propostas pela Comissão de Análise; o processo de votação; a homologação da(s) proposta(s) vencedora(s); e a apresentação pública dos resultados.

Nesta reunião foi ainda apresentada a proposta relativa à realização de um inquérito cujo objetivo é permitir aos/às jovens participarem na construção de políticas de juventude ajustadas às suas necessidades e à sua realidade, através dos contributos que possam dar. Simultaneamente, poderá obter-se um diagnóstico da juventude do concelho de modo a que as atividades a propor se adequem aos seus interesses, necessidades e opiniões, mas para tal se concretize é imperativo que haja uma participação massiva dos/das jovens, responsabilizando-os no seu papel ativo de construção de uma sociedade mais justa.

A próxima reunião ficou agendada para o próximo dia 15 de abril de 2024.

PONTE DE LIMA DÁ INÍCIO À COMEMORAÇÃO DOS NOVE SÉCULOS DE EXISTÊNCIA COM CONGRESSO ALUSIVO À HISTÓRIA DO CONCELHO

Nos dias 4 e 5 de março de 2024 realiza-se o I Congresso Ponte de Lima: do Neolítico à Idade Média que visa celebrar a efeméride dos nove séculos de atribuição do foral de D. Teresa e fomentar o interesse pela História do Concelho nas suas várias dimensões.

Faça a sua inscrição e marque presença neste primeiro congresso que conta com a presença de conceituados investigadores que irão abordar temas relacionados com a génese da vila e do concelho de Ponte de Lima.

O congresso está certificado pelo CENFIPE – Centro de Formação e Inovação dos Profissionais da Educação.

Programa: https://www.cm-pontedelima.pt/cmpontedelima/uploads/writer_file/document/6521/programa_congresso_ponte_de_lima_do_neolitico_a_idade_media.pdf

Inscrição: https://www.cm-pontedelima.pt/pages/1743

417542943_769152158593430_1761584031171412504_n.jpg

MONÇÃO REALIZA FEIRA DE PIAS!

feira

Conhecida localmente como “Feira da F0da”, realiza-se nos dias 15, 16 e 17 de Março, na Casa da Torre, a Feira da Rês em Pias, no concelho de Monção. Certame, em dose dupla, decorre sempre antes da Páscoa e destina-se à comercialização de gado caprino e ovino.

A Casa da Torre situa-se no coração de Lapela e, pelo segundo ano consecutivo alia-se à Feira da F0da. Ideal para relaxar e passar bons momentos com família e/ou amigos, este alojamento oferece uma experiência autêntica e rejuvenescedora para os visitantes que queiram usufruir da cultura e da beleza natural da nossa região. Um verdadeiro refúgio para os que a visitam.

A Feira da Rês, conhecida localmente como “Feira da Foda”, realiza-se nos dias 12 e 21 deste mês na freguesia de Pias. Tendo como espaço o Largo da Senhora do Encontro, este certame dedicado à comercialização de gado caprino e ovino decorre sempre antes da Páscoa, sendo muito procurado pelas gentes do concelho e localidades vizinhas.

No recinto, a manhã anima-se com a presença de alguns vendedores ambulantes e muitas pessoas que vem “espreitar” os ovinos e caprinos para “decorar” a mesa na quadra pascal. Entre as conversas e negociações, contam-se muitas histórias que fazem parte da identidade local e da memória coletiva dos monçanenses.

À baila, vem sempre a origem do nome de um dos pratos mais típicos e caraterísticos da culinária local. O Cordeiro à Moda de Monção, conhecido como “Foda à Moda de Monção”, cujo festival realiza-se anualmente no mês de outubro. A história reza assim:

“Os habitantes do burgo, que não possuíam rebanhos, dirigiam-se às feiras para comprar o animal. E, como em todas as feiras, havia de tudo, bons e maus. A verdade é que os produtores de gado, quando os levavam para a feira queriam vendê-los pelo melhor preço e, para que parecessem gordos, punham-lhes sal na forragem, o que os obrigava a beber muita água.

Na feira, apareciam com uma barriga cheia de água e pesados, parecendo realmente gordos. Os incautos que não sabiam da manha compravam aqueles autênticos “sacos de água” e, quando se apercebiam do logro, exclamavam à boa maneira do Minho: “que grande foda!”

O termo tanto se vulgarizou que o prato passou a designar-se localmente como “Foda à Moda de Monção”. De tal modo que é frequente, em alturas festivas com destaque para a quadra pascal, ouvir o povo exclamar em jeito brincalhão: “Ó Maria, já meteste a foda?”

428628582_362559040070743_3606334165653474818_n.jpg

428469425_362559053404075_3087684964910472177_n.jpg

428603578_362559086737405_5030704524906277533_n.jpg

428599551_362559103404070_5633483420723248121_n.jpg

MELGAÇO CELEBRA "FINS DE SEMANA GASTRONÓMICOS" COM SABORES AUTÊNTICOS E DESCONTOS EM ALOJAMENTOS

De 23 a 25 de fevereiro, bifes de presunto, cabrito do monte assado no forno e bucho doce aguçam o paladar dos turistas, que poderão ainda usufruir de descontos em alojamentos e visitar gratuitamente os espaços museológicos

De 23 a 25 de fevereiro (próximo fim de semana), Melgaço convida os amantes da boa gastronomia a experienciarem iguarias do território. Bifes de presunto, cabrito do monte assado no forno e o tradicional bucho doce são as propostas para o Fim de Semana Gastronómico. O Município de Melgaço participa, uma vez mais, nos "Fins de Semana Gastronómicos", promovidos pela Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, e tem ainda um programa paralelo para quem visite o concelho nestes dias, destacando-se um desconto especial de 10% nos alojamentos aderentes e visitas aos espaços museológicos com entrada gratuita.

O evento conta nesta edição (a XV) com a adesão de 12 restaurantes do concelho: Adega do Sabino; Foral de Melgaço; Mira Castro; Mini-Zip; Miradouro do Castelo; O Adérito; O Brandeiro; Tasquinha Castreja; Tasquinha da Portela; Verde Minho; O Laboreiro; e o restaurante & Bar A Serra. Nestes espaços, os visitantes terão a oportunidade de desfrutar de excelentes refeições e serão, ainda, brindados com um copo de alvarinho de Melgaço, como forma de agradecimento pela visita.

Esta celebração gastronómica não é apenas uma festa para o paladar, mas também uma imersão na cultura e hospitalidade únicas de Melgaço. O destino de natureza mais radical de Portugal, em colaboração com diversas entidades da região, promove uma série de atividades, tais como uma experiência com os Pescadores - “A lampreia e as Pesqueiras do Rio Minho”, em que os turistas poderão vivenciar toda a arte da pesca artesanal nas milenares pesqueiras do rio Minho, onde os guias serão os próprios pescadores. Mas, também, uma experiência com o Apicultor – “Abelhas Mansas”, onde os participantes poderão interagir diretamente com as abelhas mansas sem qualquer uso de fato e, ainda, a experiência “Cabrinhas Felizes”, uma visita à ordenha da queijaria Prados de Melgaço, com provas de queijo cabra de fabrico artesanal, cuja qualidade extrema resulta dos processos de produção pecuária assentes no bem-estar animal, onde as cabras são criadas num autêntico SPA, com massagens e música relaxante. E sendo este um fim de semana dedicado à gastronomia, juntam-se também nesta edição as Roscas de Melgaço – doçaria tradicional, que estarão de portas abertas a todos os turistas que quiserem conhecer os seus produtos.

O Município convida ainda os turistas a explorarem a Rede Melgaço Museus, com a oferta de entrada gratuita nas diversas instalações que compõe a Rede: o Núcleo Museológico da Torre de Menagem e as Ruínas Arqueológicas da Praça da República, o Museu do Cinema Jean Loup-Passek, o Espaço Memória e Fronteira e o Núcleo Museológico de Castro Laboreiro, mas, também, a conhecerem a "Porta de Lamas de Mouro" do Parque Nacional da Peneda-Gerês, uma estrutura de receção, interpretação, animação e educação ambiental, e a rede de percursos pedestres.

Para os amantes de desportos radicais a sugestão é uma atividade de rafting no Rio Minho, que inclui a degustação de vinhos alvarinho. 

10% DE DESCONTO NO ALOJAMENTO

Os turistas que nestes dias escolham Melgaço para pernoitar terão 10% de desconto no alojamento para as noites de sexta e sábado, nos espaços aderentes, nomeadamente: Casa da Cevidade; Quinta de Remoães; Melgaço Alvarinho Houses; Hotel Boavista; Monte Prado Minho Hotel & Spa; Hotel MiraCastro; Quinta do Reguengo; Casa Fonte do Carvalhinho; Casa do Xisto; Casa da Bica; Casa do Castanheiro; Casa do Piorno; Solar do Castelo; Casa dos Barreiros; Casa das Pesqueiras; Casa da Costa; Casa das Bouças; Miradouro do Castelo; Casa do Rego; Casa da Assureira; Bungalows da Peneda (Parque de campismo de Lamas de Mouro); e Peso River House. Aconselha-se a efetuar reserva com antecedência. 

Programa de animação e informações relativas às várias entidades disponíveis aqui.

unnamed (1).jpg

CELORICO DE BASTO ENTREGA CERTIFICADOS DE EQUIVALÊNCIA AO 12º ANO A TURMA DE ADULTOS

diplomas.jpg

Em cerimónia realizada hoje no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Município de Celorico de Basto, em parceria com a Die Apfel, procedeu à entrega de certificados de conclusão de equivalência ao 12.º ano a uma turma de adultos.

A cerimónia, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, contou com a presença da Vereadora da Educação, Maria José Marinho, da formadora Helena Silva e das formandas que frequentaram a ação de formação.

Na sua intervenção, a Vereadora enalteceu o “esforço e dedicação” das alunas, que conciliaram a formação com as suas responsabilidades pessoais e profissionais. “Este é um momento de grande significado para estas mulheres que, com grande sacrifício pessoal, alcançaram este importante objetivo”, salientou.

A formadora Helena Silva, destacou o “interesse e empenho” das formandas, que frequentaram a formação em contexto de pandemia, com todas as dificuldades inerentes. “Foi um grupo excecional, com uma grande vontade de aprender e de crescer”, referiu.

Em representação das formandas, Natália Magalhães, agradeceu a oportunidade de ter frequentado a formação, que considerou “muito enriquecedora”. “Esta formação vai fazer toda a diferença na minha vida, tanto a nível profissional como pessoal”, frisou.

A ação de formação, com a duração de dois anos, teve como objetivo dotar os formandos das competências necessárias para obterem a equivalência ao 12.º ano de escolaridade.

PONTE DE LIMA CELEBRA SEMANA SANTA

semana_santa_ponte_de_lima_2024_1_1024_800.jpg

Está já disponível online o Programa das celebrações da Semana Santa em Ponte de Lima para este ano de 2024, que decorrerá entre 9 de março a 7 de abril, mas obviamente com incidência especial entre os dias 24 (Domingo da Paixão) e 31 de março (Domingo da Ressurreição).

A Semana Santa, com o Tríduo Pascal e a celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, constitui o apogeu do calendário cristão, com os reflexos inevitáveis nas cerimónias e na liturgia desta época. Em Ponte de Lima, a Igreja Matriz de Santa Maria dos Anjos constituiu desde sempre o principal foco e cenário para estas celebrações.

Nos dias de hoje, este período tão importante para os cristãos continua a ser assinalado com toda a dignidade, impelindo o Município e a Paróquia a desenvolverem um programa conjunto para a promoção das atividades culturais e religiosas dirigidas à comunidade local e ao grande fluxo de turistas e visitantes que nos procuram nesta quadra.

Consulte aqui o Programa, com o calendário e horários de todas as cerimónias litúrgicas, concertos musicais e outras atividades culturais associadas.

Consulte o programa em: https://www.visitepontedelima.pt/pt/eventos/semana-santa-2024

FAMALICÃO: CENTRO DE ESTUDOS CAMILIANOS EXIBE O FILME “UMA MENTE BRILHANTE”

O Centro de Estudos Camilianos vai exibir mais um filme inesquecível. “Uma Mente Brilhante” (2001), longa metragem realizada por Ron Howard, será projetada esta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, pelas 21h30, numa sessão para cinéfilos com conversa à mistura e entrada gratuita.

Será no auditório do Centro de Estudos Camilianos, em Seide, que será recordada a impactante história do matemático John Nash, num filme que arrecadou quatro Óscares, em 2002, e que conta com atores de peso como Russell Crowe, Ed Harris, Jennifer Connelly e Christopher Plummer.

Antes da projeção do filme, haverá uma conversa com a presença de Carlos Fiolhais, doutorado em Física Teórica pela Universidade de Goethe (Alemanha) e professor catedrático aposentado da Universidade de Coimbra, com início pelas 21h00.

Esta sessão encontra-se inserida no “Ciclo de Cinema: Filmes Inesquecíveis”, uma iniciativa cultural promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através da Casa-Museu de Camilo.

A participação é gratuita, mas carece de reserva prévia através do contacto telefónico, 252 309 750, ou do email, geral@camilocastelobranco.org. O levantamento do bilhete deve ser efetuado até dia 23 de fevereiro.

Uma_Mente_Brilhante_2001.png

FAMALICÃO: CUIDADOR INFORMAL EM DESTAQUE NA PRÓXIMA SESSÃO DE ESCLARECIMENTO DO HAJA SAÚDE

O papel do cuidador informal é o tema da próxima sessão de esclarecimento do Haja Saúde. “Cuidador Informal: entre o Amor e o Cansaço” acontece no próximo dia 28 de fevereiro, pelas 21h00, no Pavilhão Multiusos de Requião.

Esta é a oitava sessão de esclarecimento do Haja Saúde, uma iniciativa promovida pelo Município de Vila Nova de Famalicão em parceria com o Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), o ACES AVE - Famalicão e o Hospital Narciso Ferreira, que visa promover a literacia e educação em Saúde.

As sessões de esclarecimento do Haja Saúde são abertas a toda a comunidade e têm entrada livre.

Haja_Saude_Cuidador_Informal.jpg

AUTARQUIA ARCUENSE COMPRA MAIS 55 MIL METROS QUADRADOS DE TERRENO PARA NOVO PARQUE EMPRESARIAL

018.jpg

O Município de Arcos de Valdevez continua a investir na ampliação e melhoria dos parques empresariais, potenciando a atratividade e expansão de empresas no concelho, contribuindo para a criação de emprego e rendimento para as pessoas e para a dinamização económica no concelho.

A Autarquia acabou de investir 695 mil euros na aquisição de mais 55 mil m2 de terreno para a criação de um novo Parque Empresarial, o quinto, situado no Alto da Prova, entre Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, prevendo a criação de mais 20 lotes.

Recentemente a Câmara Municipal investiu na ampliação do Parque Empresarial de Paçô e concluiu o Parque Empresarial de Alvora, localizado na Zona Norte do Concelho.

Esta nova área de acolhimento empresarial pretende responder à solicitação de empresas que procuram espaços industriais, promovendo fortes dinâmicas económicas. Segundo João Manuel Esteves “Há procura de lotes empresariais por empresas locais, de outras zonas do País e por estrangeiros”.

Em Arcos de Valdevez atualmente existem quatro Parques Empresariais devidamente infraestruturados.

De lembrar que a Autarquia dispõe de um conjunto de benefícios associados aos impostos municipais e aos incentivos à atividade económica no concelho, nomeadamente a isenção de derrama, a redução em 75% nas taxas municipais, entre muitos outros.

O Presidente da Autarquia, refere ainda que “A existência de áreas para acolhimento empresarial e o conjunto de incentivos municipais tem contribuído para esta procura”.

De referir também, que a existência do único Centro de Interface Tecnológica Industrial, o CiTin, localizado em Arcos de Valdevez é uma mais valia para as empresas instaladas no concelho, bem como para a atração de novas empresas, pelo apoio que presta ao desenvolvimento e inovação empresarial.

A Câmara Municipal pretende continuar a estimular a economia local, alargando as áreas de acolhimento empresarial, incrementando a captação de novos investimentos e a criação de emprego e rendimento, e, ao mesmo tempo, contribuir para a fixação e atração de pessoas e investimento para Arcos de Valdevez.

Sem Título.png

CÂMARA DE FAMALICÃO VAI CONCESSIONAR TERRENO DO ESTÁDIO PARA GARANTIR NOVA CASA PARA O FC FAMALICÃO SEM INVESTIMENTO FINANCEIRO

DSC_4875.JPG

Autarca famalicense Mário Passos reuniu hoje com Futebol Clube de Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai desafiar, através da abertura de um concurso público internacional, investidores e promotores privados a olharem para os terrenos onde estão implantados o Estádio Municipal e o campo de treinos e a desenvolverem uma proposta imobiliária que inclua a construção do novo estádio municipal e outras valências destinadas a comércio e serviços, um polivalente municipal e um novo parque de estacionamento subterrâneo.

A estratégia encontrada pela autarquia famalicense para a construção do futuro Estádio Municipal, que passará pela concessão dos terrenos por um período de tempo a definir após a conclusão dos estudos de avaliação e de viabilidade económico financeira, foi hoje transmitida pelo Presidente da Câmara Municipal à direção do clube e SAD do Futebol Clube de Famalicão, José Pina Ferreira e Miguel Ribeiro.  

Na reunião desta terça-feira, que decorreu nos Paços do Concelho, Mário Passos apontou o inicio do segundo semestre deste ano para o arranque do procedimento concursal, adiantando ainda que “é vontade da Câmara Municipal que a construção de todo o empreendimento comece ainda no ano de 2025”.

Mário Passos acredita que a solução encontrada vai dar uma nova centralidade a esta área nobre da cidade. “Conseguimos valorizar o espaço urbano e manter o Estádio Municipal no mesmo local, dotando-o de condições ajustadas a uma equipa de topo do futebol nacional e internacional, tudo isto sem investimento financeiro municipal associado”.

O Presidente da Câmara Municipal deu ainda conta de que há uma vasta equipa técnica a trabalhar na elaboração do programa-base, na avaliação imobiliária e nos estudos necessários à abertura do concurso público internacional.

Refira-se que a contrapartida que o município está disposto a conceder aos promotores é à cedência dos terrenos em questão por um determinado período de tempo, findo o qual os terrenos e os equipamentos construídos regressam à esfera municipal.

Durante o período de concessão, o promotor, de acordo com o seu plano de negócios, poderá explorar comercialmente as infraestruturas criadas, sendo que será clausula obrigatória que o estádio a construir seja para usufruto do Futebol Clube de Famalicão.

PONTE DE LIMA: CARICATURISTA SEBASTIÃO SANHUDO NASCEU HÁ 173 ANOS!

173º aniversário do caricaturista Sebastião Sanhudo

Nascido na paróquia de Santa Maria dos Anjos, vila de Ponte de Lima, no dia 20 de fevereiro de 1851, é filho de Inácio José de Sousa Sanhudo e de sua mulher Maria José de Lima Sampaio. Destacou-se como caricaturista em vários periódicos sendo que foi diretor e ilustrador no jornal humorístico “O Sorvete”.

Fonte: Arquivo Distrital de Viana do Castelo

428607380_718457657098532_5343749643230360226_n.jpg

MUNICÍPIO VIANENSE ESTABELECE PROTOCOLO COM COOPERATIVA AGRÍCOLA PARA APOIAR PROFISSIONAIS E PROMOVER SANIDADE ANIMAL

Z62_8835.jpg

O executivo municipal aprovou hoje um Protocolo de Cooperação e Apoio Financeiro entre o Município de Viana do Castelo e a Cooperativa Agrícola para apoio aos profissionais do setor e promoção da sanidade animal.

De acordo com o documento, “a sanidade animal envolve um trabalho de prevenção, planeamento e cuidados com a qualidade de vida dos animais, para que produção seja maior e melhor, já que animais saudáveis garantem a qualidade da cadeia do setor pecuário e ainda protegem a saúde pública e o meio ambiente”.

A proposta apresentada pela Vereadora dos Serviços Urbanos, Carlota Borges, refere que a CAVCC – Cooperativa Agrícola de Viana do Castelo é a delegação responsável que visa dar apoio aos profissionais do sector agrícola no concelho vianense. A cooperativa presta, de forma direta, serviços técnicos e sanitários aos agricultores, nomeadamente no que se refere à erradicação de doenças que possam criar algum grau de perigosidade à saúde pública sendo, por isso, alvo de ação por parte do organismo, que executa diversas ações em prol da sanidade animal.

O documento refere que a CAVCC “sinalizou novamente junto do Município as dificuldades sentidas nos últimos anos, onde se destaca o aumento do preço dos produtos, com maior incidência no aumento dos combustíveis, colocando os produtores agrícolas numa situação de fragilidade, uma vez que o valor das suas produções agrícolas não acompanhou o aumento generalizado destes preços”.

“Face a esta situação de insustentabilidade financeira para o agricultor, existe uma grande probabilidade de encerramento das explorações agrícolas e pecuárias da nossa região”, indica a proposta. Nesse sentido, para evitar o encerramento de atividades agrícolas e para manter e robustecer as explorações existentes, a CAVCC solicitou ao Município colaboração financeira nas despesas relacionadas com as ações de sanidade animal, das quais os produtores poderão beneficiar.

Tendo em consideração a importância que o setor primário assume na região e para garantir as medidas necessárias para a manutenção dos trabalhadores agrícolas de Viana dos Castelo, o executivo aprovou a celebração de um protocolo financeiro no valor de 10.200,00 euros, correspondente a 850 euros mensais, referente ao ano de 2024.