Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

GRUPO FOLCLÓRICO "VERDE MINHO" VAI DEIXAR DE DANÇAR!

Na sequência da demissão do actual Presidente da Direcção, sr Teotónio Gonçalves, por falta de continuidade por parte de outros dirigentes em consequência de dissensões internas, está previsto o Grupo Folclórico Verde Minho dissolver-se na próxima Assembleia Geral.

AltodoMoinho 465.JPG

Além da continuidade de um dos mais antigos grupos folclórico minhotos da região de Lisboa, em causa estão vários projectos como a realização do FolkLoures que envolvem numerosas entidades, e também a organização anual do Almoço de Sarrabulho com Rojões à moda de Ponte de Lima que vinha alcançando grande notoriedade na região da grande Lisboa.

Espera-se que, no decorrer da assembleia geral daquela associação, a crise interna venha a ser ultrapassada e a solução encontrada venha a ser benéfica para a nossa região.

VILA VERDE LEVA FELICIDADE AO CASAMENTO

O Romance continua com dois workshops e a nova linha para casamentos da Elisa Handmade Stories!

Com mais de uma centena de iniciativas a acontecer de 25 de janeiro a 3 de março, ‘Fevereiro, Mês do Romance’ contempla uma vasta gama de atividades de celebração do amor. A agenda de sábado, 16 de fevereiro, marcava dois workshops e a apresentação de uma nova linha de produtos Namorar Portugal.

A (1)vilaaverddecas.jpg

Na parte da manhã, Rosa Simões esteve no Espaço Namorar Portugal para partilhar o seu conhecimento com o público no workshop de bordado 'Coração Perto do Coração’. Durante a tarde, no mesmo espaço e ainda com o tema do amor e do seu maior símbolo, Maria Eugénia Calçada promoveu o workshop ‘Corações e Sonhos’. O término do dia de programação foi abrilhantado pela apresentação da ‘Coleção Tradição 2019’ da Elisa Handmade Stories na belíssima Livraria Centésima Página, situada na cidade de Braga.

A empresa, parceira da marca Namorar Portugal desde 2016, apresenta uma nova proposta para o dia do casamento: um livro para os casais apaixonados pelos motivos dos Lenços de Namorados.

A (2)vilaaverddecas.jpg

Venha aprender a criar encantadores produtos Namorar Portugal

Através de diversas formas de eventos e iniciativas, o Mês do Romance tem trazido para a contemporaneidade a riqueza, os motivos e as cores dos Lenços de Namorados.

Durante o dia 16 de fevereiro, sábado, foram administrados dois workshops inspirados no maior ícone da região. Durante a manhã, de linha e agulha em punho, Rosa Simões dinamizou uma belíssima sessão de partilha de conhecimentos em que os participantes puderam aprender a arte dos Lenços ao bordar um pequeno coração.

A estreante nas andanças do Mês do Romance, com um produto Namorar Portugal apresentado recentemente, mostrou abraçar rapidamente o espírito da marca territorial vilaverdense promovendo uma apaixonante iniciativa.

Durante a tarde, foi a vez de a talentosa artesã Maria Eugénia Calçada brindar habitantes e visitantes de Vila Verde com o cativante workshop ‘Corações e Sonhos’. A famosa criadora da boneca ‘Bia Portuguesinha’ dinamizou uma sessão em que ensinou as técnicas de confeção de um produto apresentado recentemente com a Namorar Portugal: os caças sonhos inspirados nas mensagens de amor da tradição minhota. De cores variadas, com símbolos tradicionais e de design vanguardista os produtos criados encantaram os participantes.

A (3)vilaaverddecas.jpg

As mensagens e cartas de amor no novo livro da Elisa Handmade Stories

Porque o amor dá o mote para o Mês do Romance, nada melhor que a criação de produtos para o dia do casamento. Foi com esta linha de pensamento que Elisa Handmade Stories apresentou a ‘Coleção Tradição 2019’.

A belíssima Livraria Centésima Página, na cidade de Braga, foi mais uma vez o cenário escolhido pela parceira da marca territorial do Município de Vila Verde para a apresentação da sua nova linha. Dulce Rocha, representante da Elisa Handmade Stories, explicou que o novo produto é um livro de mensagens de amor, de cartas de amor, inspiradas naquelas que podemos ver nos Lenços de Namorados. “No fundo a ideia é que o livro funcione como o Lenço. O Lenço trazia também palavras e cartas de amor que a rapariga escrevia e aqui a ideia é a mesma”, afirmou.

Encadernado manualmente, integralmente feito à mão, desde a capa até ao miolo, o livro guarda no seu interior três pequenos livros, não para ler, mas para escrever. “Vai guardar as cartas e mensagens dos convidados do casamento que vão escrever nas primeiras folhas e as cartas de amor dos noivos, que vão escrever um ao outro”, explicou Dulce Rocha. Há um livro para convidados, outro para a noiva e outro para o noivo. A ideia da empresa é que” todos os anos se marque a data de aniversário do casamento e se escreva alguma coisa, até, um dia, passar para as próximas gerações”. Além de ser usado no dia do casamento para os convidados partilharem memórias e mensagens de afeto com os noivos, este livro foi ainda pensado para transportar as alianças no dia do casamento.

Um livro que marca a diferença pelo uso de técnicas de encadernação e tipografia dos antigos mestres livreiros, além de lembrarem a tradição dos bordados minhotos este ano remete-nos para a tradição portuguesa dos azulejos. As histórias de amor contemporâneas e de antigamente, os lugares próximos ou longínquos que nos recordam afetuosas lembranças, os passeios dos casais apaixonados à beira mar e as flores do bouquet da noiva foram algumas das inspirações apontadas por Dulce Rocha. A Elisa Handmade Stories criou um livro de tradições e memórias, um livro que aproxima o casal e celebra o nobre sentimento que os une.

A (4)vilaaverddecas.jpg

Espanhóis também vêm casar a Vila Verde… onde o amor acontece!

Presente na sessão, a Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde afirmou que a terra onde o amor acontece proporciona destinos notáveis para a celebração de casamentos magníficos. “Até imensos espanhóis têm vindo casar a Vila Verde, temos esse feedback das quintas que fazem essas organizações”, disse Júlia Fernandes. A marca territorial concelhia está bem posicionada no mercado dos casamentos com vários parceiros a criar produtos para a cerimónia. “Desde os convites, passando pelo vestido, pelos sapatos, pelo bouquet, pelo bolo, por toda a decoração do espaço, pelas prendinhas para os convidados… tudo é possível com a marca Namorar Portugal”, declarou a vereadora, para quem é muito gratificante assistir à inovação anual de produtos atendendo às exigências do mercado. Júlia Fernandes lembrou que esta é a terceira semana temática do Mês do Romance, a Semana do Amor, mas que “a programação continua com a Semana da Saudade, seguindo-se a Semana da Aventura, para terminar no 3 de março”.

A (5)vilaaverddecas.jpg

A (6)vilaaverddecas.jpg

A (7)vilaaverddecas.jpg

A (8)vilaaverddecas.jpg

VILA VERDE BRILHA NO MÊS DO ROMANCE

Artistas e jovens talentos brilham no Mês do Romance

Em Vila Verde, a celebração do amor e do romance não se fica pelo Dia de S. Valentim. Com uma vasta e intensa programação de cariz turístico-cultural, o Município e a marca territorial de Vila Verde continuam a oferecer a vilaverdenses e a visitantes iniciativas diversas e apaixonantes. Foi no local central de ‘Fevereiro, Mês do Romance’, o Espaço Namorar Portugal, que, ontem (15 de fevereiro), decorreu o ‘Workshop de Ilustração’. Zaira Costa, talentosa artista local e parceira Namorar Portugal, foi a dinamizadora desta atividade, partilhando a sua arte e conhecimentos com um grupo de alunos. Mais tarde, teve lugar a ‘Mostra de Talentos S. Valentim’, no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde, onde os jovens puderam demonstrar todo o seu potencial na área da música.

A (1)v-verd.jpg

Zaira Costa promoveu ‘Workshop de Ilustração’

As maravilhas dos símbolos e dos bordados que preenchem os Lenços de Namorados são tema e inspiração de Zaira Costa. A ilustradora destacou-se na marca Namorar Portugal por desenhar personagens populares de contos para crianças em linhas de amor e encanto. No passado, Zaira Costa juntou o Capuchinho Vermelho e o Lobo Mau em verdadeiro clima de romance, vestindo-os com elementos carateristicamente minhotos. Nesta edição do Mês do Romance, propôs-se a dinamizar o ‘Workshop de Ilustração’, partilhando a sua arte e os seus valiosos conhecimentos. A iniciativa representou o encontro de duas gerações de artistas que revelam um ponto de contacto em comum: a ilustração. A única regra era desenhar com paixão e imaginação, transformando palavras e imagens em personagens de animação.

A (2)v-verd.jpg

Mês do Romance abre a porta a novos talentos

O Município de Vila Verde continua a apostar na promoção e divulgação do talento regional, dinamizando um conjunto de iniciativas que dão palco e voz aos jovens artistas. A ‘Mostra de Talentos S. Valentim’, que decorreu durante o serão de ontem, foi mais uma oportunidade soberana para os jovens talentos mostrarem ao público todo o seu potencial. Apesar da tenra idade, os participantes não defraudaram expectativas e protagonizaram excelentes espetáculos no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde. Júlia Fernandes, Vereadora da Cultura de Vila Verde, deixou rasgados elogios aos jovens talentos que abrilhantaram o serão e revelou que poderá haver novidades no próximo ano. Sem levantar muito o véu, avançou que a ‘Mostra de Talentos S. Valentim’ poderá dar lugar a um evento similar, mas em forma de concurso. Mais uma iniciativa da densa e emotiva programação ‘Fevereiro, Mês do Romance’, que pontua também pela transversalidade, atividades para todos os gostos e faixas etárias.

A (3)v-verd.jpg

A (4)v-verd.jpg

A (5)v-verd.jpg

A (6)v-verd.jpg

CONCELHIA DE FAFE DO PARTIDO SOCIALISTA REÚNE EM FORNELOS

O Secretariado do Partido Socialista em Fafe no âmbito do plano de ação político estratégico delineado para o mandato de 2018/2020, iniciou na passada sexta-feira (15 de fevereiro) em Fornelos, a primeira de várias outras reuniões do órgão executivo da Secção pelas freguesias do concelho.

Apsforn (1).jpg

Este ciclo de visitas pelas freguesias do concelho de Fafe tem com principais objetivos envolver e dialogar com os militantes e simpatizantes do PS e da JS; avaliar e conhecer a realidade de cada freguesia, em particular as suas atividades, anseios e projetos; aproximar os cidadãos da política e sobretudo das propostas socialistas, de modo a sensibilizar os eleitores a votar nas próximas Eleições Europeias e Legislativas; e divulgar boas práticas autárquicas que possam ser replicadas no concelho.

No decurso da iniciativa que reuniu militantes e simpatizantes do PS e da JS, assim como membros do Secretariado e do Executivo da Junta de Freguesia de Fornelos, o Presidente da Concelhia do PS-Fafe, Daniel Bastos, o Presidente da Junta de Freguesia de Fornelos, David Fernandes, e a líder da JS-Fafe, Marisa Brochado, confluíram na importância destas iniciativas políticas de proximidade para a promoção de um conhecimento sustentado sobre a realidade territorial fafense, assim como para a coesão, fortalecimento e militância socialista local.

Apsforn (2).jpg

MOINHOS ABREM AS PORTAS A QUEM OS QUEIRA VISITAR

Mais uma vez estamos a preparar os Moinhos Abertos!

Mais um ano em que esperamos uma grande participação e repetir o êxito da nossa atividade conjunta e em que  pretendemos reeditar, pelo 13º ANO CONSECUTIVO a iniciativa Moinhos Abertos de Portugal.

Em 2018 conseguimos em conjunto 367 moinhos abertos e mais de 30.000 visitantes.

Moinho Abertos 2019- cartaz2.jpg

O que é o “Dia dos Moinhos Abertos”?

O conceito desta atividade é extremamente simples:

Fazer funcionar em simultâneo e abrir ao público para acesso livre tantos moinhos quantos for possível em todo o país!

Quem pode participar na organização?

Todos: Moinhos Abertos é uma iniciativa aberta e gratuita!

Esta é uma  iniciativa de alcance nacional e ampla divulgação com o único objetivo de chamar a atenção dos Portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, por forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, organizações associativas, autarquias locais, museus, investigadores, molinólogos, entusiastas e amigos dos moinhos.  Promovida desde 2007 pela Etnoideia esta iniciativa tem o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia sendo divulgada internacionalmente por todo o mundo.

Este dia, além de chamar a atenção para os moinhos tradicionais portugueses poderá também servir para identificar problemas e oportunidades, germinar projetos e ideias, ou mesmo para levar a cabo pequenas beneficiações (limpezas, pinturas, consertos de coberturas, etc.) com a participação de ativistas e visitantes que o pretendam, preservando os moinhos e criando dinâmicas em torno deles.

Por isso, apelamos à sua participação ativa, através do seu envolvimento pessoal e das organizações a que pertence ou com as quais se relaciona.

Como otimizar os seus impactos?

Você:

  • Mobilizando antecipadamente entusiastas, amigos dos moinhos, instituições e moinhos cujos proprietários e moleiros podem ser contactados por cada um de nós (contamos consigo também para o fazer).
  • Durante este dia, cada moinho deverá estar aberto e se possível a funcionar, sendo desejável a organização de algumas atividades como as sugeridas na ficha de programação em anexo, ou outras.
  • Divulgando pelos seus contactos e redes sociais o Cartaz “Moinhos Abertos 2019”, em anexo  e afixando-os nos moinhos e locais adequados (JPEG para impressão e afixação local);
  • Reencaminhando a informação da brochura e programa final logo que disponível para a sua rede de contactos. Acreditamos desta forma vir a alcançar uma ampla divulgação e impacto público.

A organização:

  • Irá divulgar junto da comunicação social nacional e regional, redes sociais e mailing a todas as pessoas e organizações constantes dos nossos ficheiros. No site da Rede ficarão disponíveis todas aas informações e por correio eletrónico serão enviados materiais de divulgação para todas as Câmaras Municipais e para todas as Juntas de Freguesia do País.
  • Irá paginar uma brochura ilustrada com informações sobre os moinhos, horários e como visitar ao longo de todo o ano que ficará disponível permanentemente online em moinhosdeportugal.org.

Como participar na organização?

Esta participação é livre, espontânea e aberta a todos pelo que pode participar na organização das seguintes formas:

  • Dinamização da abertura, nos dias 6 e/ou 7 de Abril (Sábado e Domingo), dos moinhos a que está ligado, se possível organizando atividades e animações e congregando moleiros, amigos, Juntas de Freguesia, Câmaras Municipais, Museus, etc.
  • Convite a outros moinhos e pessoas para participar.
  • Para isso terá que enviar até 3 de Março:
    • Ficha de programação Excel com informações sobre os moinhos que vão estar abertos (ficha em anexo a preencher no ficheiro Excel com todos os moinhos, identificando um a um e enviando uma foto por cada moinho com o nome do moinho no nome do ficheiro. Esta ficha inclui todas as informações necessárias para a identificação dos moinhos e respetivo programa de atividades, organizadores, indicações úteis, etc).

IMPORTANTE: NÃO SERÃO ACEITES OUTROS FORMATOS OU INFORMAÇÕES NÃO CONSTANTES NA FICHA DADO QUE ISSO PROVOCA PROBLEMAS NA PAGINAÇÃO).

  • Declaração de consentimento ao abrigo do RGPD(Regulamento Geral de Proteção de Dados) depois de assinada e digitalizada. Um exemplar por cada indivíduo do qual constarem dados pessoais na ficha do moinho respetivo nos Moinhos Abertos 2019.

ATENÇÃO: POR IMPERATIVOS LEGAIS NÃO PODERÃO SER ACEITES INSCRIÇÕES DE MOINHOS QUE CONTENHAM DADOS PESSOAIS SEM A RESPETIVA AUTORIZAÇÃO DO INDIVIDUO A QUE REFEREM. QUAISQUER DADOS PESSOAIS QUE CONSTEM DA FICHA DE PROGRAMAÇÃO EXCEL SEM DECLARAÇÃO DE CONSENTIMENTO ASSINADA SERÃO APAGADOS NA BROCHURA FINAL PODENDO PREJUDICAR O CONTACTO COM OS ORGANIZADORES.

VIANA DO CASTELO RECEBE ENCONTRO DE ANTIGOS COMBATENTES DO ULTRAMAR

Almoço Convívio e Comemoração do 52.º Aniversário do Regresso da Companhia de Caçadores 816

Picture5_1000.jpg

«JUSTIÇA E LUTA» - «SEMPRE EXCELENTES E VALOROSOS». Serviu Portugal na Província Ultramarina da Guiné,

em Bissorã, Olossato e Mansoa

no período de 26 de Maio de 1965 a 8 de Fevereiro de 1967

Informação de Armando Santos

DATA DA REALIZAÇÃO DO EVENTO: 11 de Maio de 2019

HORA DE INICIO: Concentração às 10H00 na Igreja da Nossa Senhora da Agonia, Viana do Castelo

LOCAL DO EVENTO: Igreja da Nossa Senhora da Agonia, Viana do Castelo

DISTRITO DO EVENTO: Viala do Castelo

INSCRIÇÃO (TELEFONE, E-MAIL OU OUTRO CONTACTO): Telefone: 965060090

NOME DO RESPONSÁVEL PELO EVENTO: Armando Santos

TEXTO DO EVENTO: 25.º Almoço de Confraternização e Comemoração do 50.º Aniversário da Partida do Batalhão de Artilharia 2865 (CCS, CArt2476, CArt2477 e CArt2478) «BRAVOS E SEMPRE LEAIS». Serviu Portugal na Província Ultramarina da Guiné, em Catió, Cufar, Cabedú e Gadamel, no período de 11 de Fevereiro de 1969 a 23 de Dezembro de 1970

Fonte: http://ultramar.terraweb.biz/

MINHOTOS LEVAM FOLCLORE À SIC AO PROGRAMA DE CRISTINA FERREIRA

O programa de Cristina Ferreira na SIC vai na próxima sexta-feira, dia 22 de Fevereiro, contar com a participação de um grupo folclórico minhoto sediado na região de Lisboa, representativo dos usos e costumes da região de Viana do Castelo e que já possui mais de três décadas de existência.

Vira_do_Minho_Mário_Costa.jpg

Uma das entrevistadas é uma jovem, simpática e bonita que, todos os anos, participa no desfile da mordomia da Romaria de Nossa senhora d’Agonia, prestigiando a representação da comunidade que vive na capital do país.

Os minhotos vão estar de olhos postos no programa da SIC e, sem perderem a sua chieira, vão seguramente desculpar a apresentadora – Cristina Ferreira – pelo deslize que teve em relação a um dos elementos que tão orgulhosamente fazem parte da sua identidade. Os minhotos são assim!...

Até lá, o BLOGUE DO MINHO não revela a identidade do grupo folclórico… espere para ver!

VILA VERDE É CAPITAL DO AMOR

Secretário de Estado do Desporto e da Juventude não poupou elogios à Gala Namorar Portugal 2019, onde se destacou Eugénia Monteiro, vencedora do concurso de criadores de moda.

Uma “magnífica noite de S. Valentim” em Vila Verde “a capital do namoro”

Se parece amor, sabe a amor e soa a amor, o mais provável é que seja a Gala Namorar Portugal. No dia 14 de fevereiro, centenas de casais apaixonados rumaram a Vila Verde para uma noite de elegância, glamour, arte e amor, muito amor.  A decoração, o jantar romântico, os espetáculos de música ao vivo, o desfile de moda… Nenhum pormenor foi deixado ao acaso para garantir uma experiência inesquecível. O evento ganhou ainda mais brilho com a presença de personalidades de renome no panorama nacional da música, moda e televisão (Pedro Guedes, Kelly Baron, Sofia Escobar, Raquel Sampaio, Ana Elisa, Milene Veiga, iva Lamarão e André Costa).

1 (1)capitalamorvv.JPG

O serão encerrou com o coroar dos grandes vencedores do XVI Concurso Internacional de Criadores de Moda (lista de vencedores no final do texto) que, este ano, foi arrebatado por Eugénia Monteiro, da Lisbon School of Design do Porto, que conquistou o primeiro lugar do pódio com um vestido de ganga bastante versátil. Uma proposta em jeito de dois em um, já que a parte inferior do coordenado pode ser transformada em capa, numa versão ‘vestido curto + capa’. O evento resulta de uma organização conjunta entre o Município de Vila Verde e a Aliança Artesanal. Contou com a presença de várias individualidades locais e nacionais, entre as quais o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto

À entrada, a decoração deixava antever o serão de sofisticação, amor e romance que haveria de fazer o coração do Minho palpitar a galope. A orquestra da Academia de Música de Vila Verde, composta por 15 elementos da escola (alunos + professores) e dirigida pelo Professor Idílio Nunes, voltou a mostrar a chancela de qualidade a que já habituou o público. As vozes arrebatantes de João Gonçalves (Tenor), Liliana Nogueira (Soprano), Raquel Fernandes (Soprano) e Miguel Oliveira (Cantor) juntaram-se aos músicos para um espetáculo de grande qualidade. Tempo depois para uma das novidades da edição deste ano. Pela primeira vez, a Gala Namorar Portugal foi apresentada por um casal e logo um duo romântico bem conhecido dos portugueses. Pedo Guedes e Kelly Baron ajudaram a adensar o clima de amor que se vivia no local e desfilaram elegância, carisma e boa disposição durante a apresentação do evento. Logo de seguida, tempo para uma vigem pela história da tradição e da cultura popular vilaverdense. A representação de hábitos e costumes locais ‘Histórias d’Amor’ foi organizada pelo Grupo Folclórico de Vila Verde.

Com o jantar romântico em curso, o prato principal trouxe consigo um dos momentos mais emblemáticos da Gala Namorar Portugal, o XVI Concurso Internacional de Criadores de Moda. O Município de Vila Verde e a Cooperativa Aliança Artesanal voltam a desafiar designers e estilistas a conceberem peças contemporâneas de moda, subordinadas ao tema ‘Lenços Namorar Portugal: escritas de amor’, inspiradas nesta tradição genuína que remonta ao séc. XVIII. Um desafio em jeito de oportunidade, já que os jovens criadores encontram no evento um palco privilegiado para divulgarem o seu talento e afirmarem o seu potencial. No total, este ano foram apurados 88 coordenados a concurso, vindo de vários pontos do país, bem como de Itália, Hungria e Espanha.

1 (2)capitalamorvv.JPG

Uma constelação de estrelas

Os vencedores do Casting Namorar Portugal voltaram a ter a oportunidade de dividir a passerelle com modelos de renome, desta feita Raquel Sampaio, Ana Elisa, Milene Veiga, Iva Lamarão e André Costa. Além das propostas apresentadas pelos concorrentes, houve ainda lugar para o desfile dos coordenados elaborados pelos estilistas convidados, profissionais consagrados na sua área de especialidade: Anabela Baldaque, Nuno Gama, Rafael Freitas e Luís Carvalho. Uma constelação de estrelas que abrilhantou a noite de namorados mais romântica do país e ajudou a atrair a Vila Verde vários meios de comunicação regionais, nacionais e um da Galiza (Espanha). No final, enquanto o júri desempenhava a árdua função de escolher os vencedores, Sofia Escobar conquistava os corações do público. Aclamada internacionalmente, a cantora não deixou créditos por mãos alheias com uma série de interpretações magistrais e foi aplaudida de pé por uma plateia completamente rendida ao encanto e ao talento de Sofia Escobar, muito bem acompanhada pela orquestra da Academia de Música de Vila Verde. Um dos temas, do musical ‘O Fantasma da Ópera’, foi cantado em dueto com o tenor João Gonçalves.

1 (3)capitalamorvv.JPG

Eugénia Monteiro conquistou o primeiro prémio

O evento fechou com a consagração dos vencedores e entrega dos respetivos prémios. Eugénia Monteiro arrebatou o primeiro lugar do pódio com uma criação inspirada na mulher moderna. Natural de Marco de Canaveses, a aluna da Lisbon Design School do Porto estreou-se a criar proposta de moda inspirada nos motivos dos Lenços de Namorados e começou da melhor forma. Os desafios da cada vez mais multifacetada mulher moderna estiveram na base da proposta vencedora. “Inspirei-me na mulher atual, que tem a capacidade de desempenhar vários papéis a nível social e pessoal. É uma proposta versátil. Além do vestido comprido, pode-se tirar a parte inferior, transformando num vestido de sair à noite mais uma capa”, afirmou Eugénia Monteiro, deixando ainda rasgados elogios ao evento. “Acho que é uma iniciativa muito boa. Não se deve deixar morrer as tradições, temos coisas tão lindas no nosso país… Além disso, também é muito importante para promover o trabalho dos criadores e dos artistas”, concluiu.

1 (4)capitalamorvv.JPG

Um amor que atravessou os séculos e continua a conquistar corações

A vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, sublinhou a intensidade da apaixonante programação ‘Fevereiro – Mês do Romance’ que, ao longo de 38 dias, se desdobra em mais de uma centena de iniciativas de celebração do amor. A iniciativa rainha do programa é a Gala Namorar Portugal, uma “noite especial, de romance e glamour”, inspirada numa tradição local com séculos de história. “Nesta altura do ano, Vila Verde veste-se de amor e comemora o sentimento maior que nos pode unir. Tudo começou neste pano de linho, nestas escritas de amor. Tudo começo com esta peça mágica que tenho na mão, um Lenço de Amor, um Lenço de Pedido, um Lenço Namorar Portugal… Tanto fizemos para chegar até aqui”, referiu Júlia Fernandes, sublinhando a importância do trabalho desenvolvido pela marca territorial do Município de Vila Verde. “Tudo foi possível também graças ao talento e criatividade dos 70 parceiros Namorar Portugal. Hoje, estão no mercado milhares de produtos inspirados nesta bela tradição, que contribuem para o desenvolvimento da economia local e nacional. Corremos o país de lés a lés transportando esta mensagem de amor, os bordados e a marca por todo o país”. Júlia Fernandes não terminou sem uma enorme palavra de apreço pelo trabalho desenvolvido pelas bordadeiras da Aliança Artesanal, fundamental na recuperação, preservação e valorização deste imenso património imaterial que é já um dos ícones identitários do país.

1 (5)capitalamorvv.JPG

Vila Verde é a “capital do namoro”

Por seu turno, o presidente do Município de Vila Verde frisou que o público presente e os concorrentes são a grande força motriz de uma “iniciativa maravilhosa” que continua a projetar Vila Verde pelo país e pelo mundo. António Vilela congratulou os intervenientes nos diferentes momentos do evento, pelas excelentes performances que protagonizaram, e todos os concorrentes do XVI Concurso Internacional de Criadores de Moda. “Parabéns a todos, tanto aos vencedores como a todos os participantes. Criaram modelos excelentes. Vimos aqui muito talento e muita criatividade. Quero saudar todas as escolas e concorrentes individuais, porque dificultaram em grande medida a tarefa do júri pela grande qualidade das propostas”, referiu o edil. As intervenções encerraram com o testemunho do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, que se mostrou rendido aos encantos do Mês do Romance e da marca Namorar Portugal. “Quero deixar um forte cumprimento a todos os envolvidos neste projeto. É uma magnífica ideia pegarmos e na nossa história, com uma nova roupagem e novas ideias, e transformá-las numa marca. Já conhecia a marca, tinha curiosidade de saber mais e fico agradecido por ter podido testemunhar convosco esta magnífica Noite de Namorados e de S. Valentim”, disse, concluindo de forma entusiástica: “Em nome do Governo, quero dar os parabéns a todos quantos fizeram e fazem de Vila Verde a capital do namoro. Somos todos namoradas e namorados de Portugal”.

LISTA DOS PREMIADOS:

PREMIADOS

1º Prémio: Eugénia Monteiro (Lisbon School of Design do Porto)

2º Prémio: Maria Manuela Moreira e Isaura Alves

3º Prémio: Mi Ribeiro

Prémio do Público: Fernando Rei

Prémio Jovem Revelação: Cátia Oliveira e André Silva (Esprominho)

Prémio Nortempresa: Patrícia Neto (Lisbon School of Design do Porto)

Prémio Impacto Visual: Ana Beatriz Silva e Lara Silva (Cenatex)

Prémio Delta: Graça Santa Clara (D’talhes)

Prémio BMCar: Beatriz Lopes, Adriana Moreira, Carla Sousa, André Nogueira, Ana Pereira e Bruno Teixeira (Escola Profissional de Felgueiras)

1 (6)capitalamorvv.JPG

1 (7)capitalamorvv.JPG

1 (8)capitalamorvv.JPG

1 (9)capitalamorvv.JPG

1 (10)capitalamorvv.JPG

1 (11)capitalamorvv.JPG

1 (12)capitalamorvv.JPG

PONTE DE LIMA PROMOVE EXPOSIÇÃO SOBRE SAÚDE E JUVENTUDE

V Expo Saúde/Juventude, 23 a 24 de fevereiro, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima

O Município de Ponte de Lima aposta em mais uma edição da Expo Saúde/Juventude, que está inserida no projeto “Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta”.

Capturarsau1.PNG

Promover e estimular um estilo saudável para a comunidade, nomeadamente para os jovens, livre de hábitos de consumo, é o principal objetivo do certame. A dinâmica do programa centra-se em debates sobre temas emergentes da atualidade, com que os jovens se debatem no dia-a-dia, mas que deveriam de ser abordados desde o seio das famílias às escolas, abrindo assim uma maior consciencialização por parte de crianças e jovens.

Para além dos debates, os visitantes poderão assistir a workshops sobre culinária e serviços e produtos relacionados com saúde, bem-estar e beleza.

Destaque ainda para a mais recente novidade que alia o conhecimento do património à atividade física e ao turismo de sustentabilidade. Trata-se do Bodymover Go que recorre à utilização de sinalética inteligente através de uma app para promoção de caminhadas e /ou utilização de escadas. A app Bodymover Go permite definir um desafio que envolva angariar pontos por caminhar ou utilizar escadas. Depois de instalada a app, seleciona o desafio e começa o jogo e, em cada etapa, terá de aproximar o smartphone da sinalética Bodymover para fazer o check-in. Desta forma, alia-se a prática de atividade física à promoção do património cultural e comércio local de Ponte de Lima. A atividade é totalmente gratuita e acessível ao público em geral, tendo como ponto de partida o Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima e com destino a vários pontos de interesse no centro de Ponte de Lima.

A V Expo Saúde/Juventude realiza-se de 23 a 24 de fevereiro, no Pavilhão de Feiras e Exposições de Ponte de Lima, com abertura oficial agendada para as 17 horas.

23 de Fevereiro

10h00 Demonstração da Escola Desportiva Limiana

11h00 Showcooking “Alimentação Saudável” c/ Vânia Ribeiro, autora do blog “Made By Choices”

16h00 Showcooking Cozinha Macrobiótica c/ Marta Ribeiro

17h00 Visita Oficial à Expo Saúde/Juventude

19h00 Beatriz Gosta, personagem de ficção que dá vida a um vídeo blog quinzenal.

20h00 Jantar Vegetariano, servido pelo Abrigo do Taboão/Quinta das Águias, ao som do Duo Lethes (mediante inscrição)

22h00 Encerramento

24 de Fevereiro

10h00 Demonstração da Escola Desportiva Limiana

11h00 Workshop Metodologia Urso Azul para famílias – Dança com bonecos e emoções, com Márcia Sobral (mediante inscrição)

15h00 Tertúlia “Conversa sobre a Dor”

            Dr. Raul Marques Pereira (Especialista de dor), Dr.ª Paula Pina (Psiquiatra) e Padre Jorge Vilaça (Pastoral da Saúde)

            Moderadora: Dr.ª Ana Maria Machado (Vereadora da Saúde e Ação Social do Município de Ponte de Lima)

15h30 Yoga Dance, com Márcia Sobral (mediante inscrição)

16h00 Tertúlia “Estaremos a medicar demais as nossas crianças?”

            por NovaMente

17h00 Showcooking “Aprender a cozinhar com –Sal e +Sabor, por Aromáticas Vivas”

19h00 Encerramento

Atividades Paralelas

- Avaliação corporal

- Medição da tensão arterial

- Medição da glicemia

-Atividades de promoção de vida ativa

Capturarsau2.PNG

Capturarsau3.PNG

Capturarsau4.PNG

O FUTURO DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS

  • Crónica de Daniel Bastos

O movimento associativo das comunidades portuguesas constitui um dos mais importantes elos de ligação dos inúmeros compatriotas espalhados pelos quatro cantos do mundo à língua, cultura, história e memória da pátria de origem, e simultaneamente uma das marcas mais expressivas da inserção nos territórios de acolhimento onde encetaram os seus percursos de vida e de trabalho.

30128522348_0068acc1a9_b

Espaços privilegiados de cultura e participação cívica, o movimento associativo é a argamassa identitária que une as comunidades portuguesas, catapultando as mesmas para um patamar de “verdadeiras embaixadoras de Portugal pelo mundo fora”, como sobrelevou numa das últimas comemorações do 10 de Junho o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

No entanto, é percetível no seio das comunidades portuguesas que o movimento associativo da diáspora enfrenta, hoje, um desafio fundamental para a sua própria sobrevivência futura, que advém essencialmente do envelhecimento dos seus quadros dirigentes e das dificuldades em captar a participação dos lusodescendentes. Este último ponto está inclusivamente neste momento, a ser alvo de uma pesquisa por parte do conselheiro das Comunidades Portuguesas no Canadá, Daniel Loureiro, luso-canadiano a residir em Montreal, que pretende através desta via "descobrir porque não há uma maior adesão dos lusodescendentes aos eventos da comunidade".

Segundo o mais jovem dos conselheiros das Comunidades Portuguesas, os jovens da comunidade "são orgulhos das suas raízes e de pertencerem à comunidade portuguesa", porém há que "preencher esse orgulho" com atividades para "manterem viva a comunidade" que dentro de 40 ou 50 anos terá que se "rejuvenescer".

O rejuvenescimento do movimento associativo das comunidades portuguesas é condição sine qua non para a sua sobrevivência, exigindo aos seus membros uma vivência cultural que seja capaz de ultrapassar os impactos e conflitos geracionais. Torna-se assim, indispensável a diversificação de atividades de animação sociocomunitária, que possam conciliar a cultura tradicional enraizada no movimento associativo, com novas dimensões socioculturais, como o cinema, a literatura, o design, a dança, o teatro, a arte ou a moda, entre outros, de modo a atrair as jovens gerações de lusodescendentes e as mesmas impulsionarem a presença portuguesa no mundo.

ARCOS DE VALDEVEZ APOIA ASSOCIAÇÃO REGIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DO ALTO LIMA

Câmara Municipal apoia atividade da ARDAL – Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima

Entidade dinamiza Porta do Mezio e apoia o desenvolvimento local com impacto económico, social, cultural e local, implementando ou apoiando projetos e ações de inovação com impacto no território.

protocolo ARDAL.jpg

A Câmara Municipal celebrou um protocolo de colaboração com a ARDAL – Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima, no valor de 75.000,00€, tendo como objeto a concretização do processo de cooperação entre as duas entidades, para apoio nas atividades correntes da ARDAL.

Através do protocolo agora celebrado, a ARDAL compromete-se a continuar a fazer a dinamização da Porta do Mezio, do Parque de Campismo, a organização de Eventos em colaboração com o Município (Fins de Semana Gastronómicos, Expovez, Feira de Artes e Ofícios Tradicionais do Soajo, Dog Camp Festival, Campanha de Natal, entre outros), a comercialização de produtos locais, a elaboração do projeto do “Parque Biológico do Mezio”, a “Implementação e Execução da Fase II do Plano Operacional de gestão da área de Intervenção Específica da Porta do Mezio”; do “Estábulo do Garrano - Oficina Lúdico-Pedagógica”; do “Local Dark Sky no Território do Parque Nacional da Peneda Gerês”; “Lobo e o Homem - Plano de Pedagogia e Interpretação Ambiental sobre o Lobo Ibérico”; “Programa de Educação Ambiental Integrado da Porta do Mezio”; “Acontece in Loco - Montanha do Alto Minho Dinamización conjunta de la reserva de la biosfera transfronteriza Gerês-Xurés”, bem como a elaboração de candidaturas aos vários programas comunitários.