Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

CENTRO DE ESTUDOS REGIONAIS DO ALTO MINHO ASSINALA BICENTENÁRIO DA REVOLUÇÃO LIBERAL

Chamada de artigos sobre o Liberalismo e a região noroeste de Portugal 

O Centro de Estudos Regionais publicará, no segundo semestre de 2020, o 14º volume, da 2ª série, da revista Estudos Regionais. Tendo em consideração que no próximo ano se comemora o bicentenário da Revolução Liberal de 1820, o volume a editar será dedicado a estudos relacionados com esse momento fulcral da história contemporânea nacional. Pretende-se uma abordagem ao tema que considere, a par dos acontecimentos nacionais e internacionais, a dimensão regional. De igual modo, considerando que a Revolução de 1820 constitui um acontecimento charneira no modo como concebemos a noção de liberdade, aceitam-se todos os trabalhos que apresentem análises históricas, antropológicas e sociológicas sobre as conceções de liberdade e o modo como elas foram experimentadas no noroeste de Portugal.

As propostas de textos (estudos, ensaios, notas de investigação, recensões e leituras), devem ser remetidas até ao dia 2 de fevereiro de 2020. O resumo dos artigos deve ter no máximo 15 linhas (150 palavras), incluir referência ao objeto de estudo, ao enfoque teórico, às fontes ou à sustentação empírica e três palavras-chave. A versão integral das normas para os colaboradores pode ser consultada na edição nº 13 (2019), nas páginas 228 e 230, ou no sítio www.cer.pt.

A revista Estudos Regionais é uma publicação de periodicidade anual no domínio das Ciências Sociais e Humanas, editada pelo Centro de Estudos Regionais. No passado dia 12 de dezembro foi lançado, no Café Concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda, o número relativo a 2019, que conta com a colaboração de António Matos Reis, António Pimenta de Castro, Carina Ferreira, Horário Faria, Jorge Araújo, José Carlos Loureiro, Liliana Neves, Luís Gonçalves Ferreira, Manuel Costa Pereira, Pedro Pereira e Rui Maia. A publicação encontra-se à venda na sede do Centro de Estudos Regionais, no largo do Intituto Histórico do Minho, junto à Sé Catedral.  

A Direção do Centro de Estudos Regionais

Viana do Castelo, 16 de dezembro de 2019

APRESENTAÇÃO PÚBLICA DA REVISTA "ESTUDOS REGIONAIS"

No próximo dia 12 de dezembro (quinta-feira), o Centro de Estudos Regionais apresenta o número 13, da 2ª série, da revistaEstudos Regionais. O lançamento público decorrerá no Café concerto do Teatro Municipal Sá de Miranda, às 17.30 horas. A apresentação estará a cargo do Prof. Doutor Gonçalo Maia Marques, doutorado em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, docente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e do Instituto Universitário da Maia (ISMAI).

RER 13.jpg

A revista Estudos Regionais é uma publicação de periodicidade anual, editada pelo Centro de Estudos Regionais, que conta com a colaboração de investigadores de diferentes áreas no domínio das Ciências Sociais e Humanas. Coordenada cientificamente pela Profª Doutora Glória Solé, docente na Universidade do Minho, a publicação do corrente ano é composta por 230 páginas e apresenta estudos, artigose recensões da autoria deAntónio Matos Reis, António Pimenta de Castro, Carina Ferreira, Horário Faria, Jorge Araújo,José Carlos Loureiro, Liliana Neves, Luís Gonçalves Ferreira, Manuel Costa Pereira, Pedro Pereirae Rui Maia. O design é da responsabilidade de Rui Carvalho.

Gonçalo Maia Marquesé docente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e docente convidado do Instituto Universitário da Maia (ISMAI). É Doutor em História pela FLUP, PósDoutor em Educação pela Universidade do Minho, Doutorando em Turismo e Ócio na UniversidadRovira i Virgili e investigador integrado do CITCEM, da Universidade do Porto. Tem publicados artigos em revistas científicas especializadas e livros.

A sessão de apresentaçãoé pública.

Os associados do Centro de Estudos Regionais, com as quotas atualizadas, recebem um exemplar da revista.

A Direção do Centro de Estudos Regionais

Viana do Castelo, 9de dezembrode 2019

BOLETIM MUNICIPAL DE FAMALICÃO JÁ ESTÁ A SER DISTRIBUÍDO

Edição conta com uma separata dedicada à edição de 2019 dos Selos Visão’25

As iniciativas e investimentos que têm vindo a ser desenvolvidos pela autarquia famalicense na área da proteção e defesa dos animais é o tema de destaque da nova edição do Boletim Municipal de Famalicão que começou a ser distribuído gratuitamente esta semana no concelho e que está disponível para consulta através das várias plataformas de comunicação do município.

AFS_9833.JPG

A temática tem estado na primeira linha da governação autárquica municipal e é, por isso, o foco principal desta nova edição da publicação, que dá também “bom exemplo do investimento público sem precedentes que está a acontecer em Vila Nova de Famalicão”, explica o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, na nota de abertura do boletim, referindo-se às páginas dedicadas ao novo mercado municipal, ao projeto de recuperação do Teatro Narciso Ferreira, às obras na via ciclo-pedonal e a todos os investimentos que o município tem aplicado nas freguesias.

Refira-se que o Boletim Municipal é um dos meios de comunicação utilizados pela autarquia para manter os famalicenses informados sobre as várias dinâmicas que acontecem diariamente no território. Economia, mobilidade, educação, cultura, património, juventude, ambiente, ação social e saúde são alguns dos temas que merecem abordagem ao longo das 60 páginas da publicação.

À semelhança das duas últimas edições, este boletim conta também com um suplemento especial desta vez dedicado aos projetos vencedores dos Selos Famalicão Visão’25, entregues no Dia do Concelho. Ao longo das 20 páginas desta separata são apresentados, de forma sucinta, os 28 projetos distinguidos na edição deste ano da iniciativa, nas quatro categorias: Famalicão Made IN, B-Smart Famalicão, Famalicão Força V E Famalicão Comunitário.

O Boletim Municipal tem uma tiragem de 25 mil exemplares e é distribuído gratuitamente, de forma não endereçada, no território concelhio. Quem não o receber em casa, pode facilmente levantar um exemplar nos diversos organismos municipais dispersos pelas freguesias do concelho e inclusivamente nas próprias Juntas de Freguesia.

Outra opção de leitura é através do formato digital, disponível para consulta e download a partir do portal do município em www.famalicao.pt

EDITORIAL: AGENDA NOVEMBRO E DEZEMBRO DE MONÇÃO

Escrevo em outubro e já sinto a magia e a fantasia do Natal. O tempo é rápido e quando damos conta, já estamos a pensar na quadra natalícia. A sensação, essa, é sempre a mesma. Paz interior, envolvência familiar e sentimento solidário.

capa agenda1mon.jpg

Antes de mencionar algumas das iniciativas que irão decorrer nos próximos meses, quero desejar-vos um Santo Natal e um Feliz Ano Novo. Na companhia dos vossos entes mais queridos.

Em novembro, os magustos sucedem-se em vários pontos do concelho. Convido todos a participar na “Comemoração de S. Martinho”, dia 10, no Mercado Municipal. Além de castanhas e vinho, haverá muita animação, música tradicional e uma peça de teatro. No dia anterior, decorre o 8º Encontro Luso-Galaico de Música Popular, no Cine Teatro João Verde. Venha assistir.

Dezembro marca o regresso de “Monção, Vila Mágica”. Com participação das associações e comerciantes, vamos “iluminar” a quadra natalícia com diversas atividades para adultos e crianças. Não esqueça de assistir aos concertos de Natal em Monção e em Tangil. Sempre memoráveis.

No prelúdio do novo ano, aproveite para equacionar prioridades, retemperar forças e ganhar energia. Pela minha parte, faço votos para que o próximo ano corresponda às expetativas de cada um(a) de vós, desejando o melhor para todos.

João Oliveira

Vereador da Ação Social, Cultura e Turismo

 

Aceda aqui: https://issuu.com/…/do…/agenda_cultural_mon__o_novembro_2019

TERRAS DE BOURO PUBLICA BOLETIM MUNICIPAL

Edição nº 156 do Boletim  Informativo da Câmara Municipal de Terras de Bouro

A Câmara Municipal de Terras de Bouro já colocou à disposição dos munícipes, na sua página eletrónica, a sua mais recente publicação informativa.

Trata-se de uma edição trimestral, alusiva, neste caso, ao segundo trimestre de 2019 e que tem como principal finalidade divulgar as principais atividades do município, assim como prestar as mais diversas informações relacionadas com os vários serviços municipais.

Boletim Municipal Nº156-page-001.jpg

FOLAR LIMIANO COM REPRESENTANTE EM PARIS (DRANCY)

O Folar Limiano, especialidade gastronómica de Ponte de Lima fruto de pesquisas e sabores selecionados pelo Chef Vítor Lima, com estabelecimento na Rua Salvato Feijó (urbanização da Baldrufa), acaba de nomear um seu representante na região de Paris.

14102019.jpg

A escolha recaiu na Churrasqueira de Drancy, cidade dos subúrbios da capital francesa e próxima do aeroporto Charles de Gaulle, propriedade de D. Glória da Silva, conselheira municipal da localidade e emérita Presidente da Direcção da ADAP (Associação dos Amigos de Portugal em Drancy), uma activa quão respeitada colectividade representativa da cultura popular portuguesa naquela cidade. Trata-se de um espaço comercial de referência, pelos pratos diários de culinária portuguesa, assim como alguns doces fabricados por pasteleiro português nas redondezas, como pastéis de nata e bolas de Berlim.

Como sucesso na primeira entrega de Folar Limiano que decorreu no passado Sábado, 12 do corrente, com novas encomendas já recebidas, está previsto um novo envio do produto para o próximo fim de semana, com chegada provável pelas 13,00 h locais de Sábado, 19 de Outubro.

Concebido como uma Bola de carnes, cuja massa é molhada em vinho branco Loureiro de Ponte de Lima e recheio de vários enchidos, o Folar Limiano é cada vez mais um “embaixador” da região dentro e fóra do país. A sua distribuição regular centra-se a norte do Porto, Lisboa e por vezes Espanha e Luxemburgo.

Agora, está agendada a entrega com mais regularidade em França, onde já existem apreciadores para dezenas de pedidos semanais, registe-se.

Depois das desaparecidas LIMIANAS da Pastelaria de S. João, das Castanholas e Bolinhos de Trás da Matriz, da Vilar, e os Manjericos da Bijou, o Folar Limiano apresenta-se como  a primeira especialidade de salgado/doce a conquistar a Europa; depois de Paris, o Chef Vítor Lima, pretende expandir o produto á capital europeia, com agendamento de uma degustação em Bruxelas em data oportuna!

Fonte: Tito Morais / https://www.luso.eu/

FAFE APRESENTA REVISTA "CINTILAÇÕES"

Revista Cintilações 3 apresentada em 4 de Outubro na Sala Manoel de Oliveira,  em Fafe

Depois do lançamento do terceiro número da Cintilações, Revista de Poesia, Ensaio e Crítica, na Feira do Livro de Braga e das apresentações em Lisboa, chegou a vez desta publicação brilhar na noite de Fafe, o berço da Editora Labirinto e o reduto maior do Núcleo de Artes e Letras de Fafe, seu parceiro nesta viagem.

CINTILAÇÕES 3.2.png

A apresentação em Fafe está agendada para sexta-feira, 4 de Outubro, às 21h30, na Sala Manoel de Oliveira, no âmbito de um evento que inclui o diálogo de diferentes linguagens artísticas, designadamente, a música, a fotografia, o teatro e obviamente a poesia.

Na música, realce para a colaboração dos músicos Ana Silva (voz) e Paulo Rodrigues (viola e voz) e de alunos da Academia de Música José Atalaya.

O Teatro Vitrine também empresta a sua colaboração à iniciativa, bem como o fotógrafo Tiago Miró.

A apresentação formal da revista está a cargo de Cândido de Oliveira Martins, Professor da Universidade Católica.

A coordenação do evento é da responsabilidade da poetisa e ensaísta Leonor Castro.

A iniciativa tem ainda a colaboração dos Vinhos Norte, que proporcionarão uma degustação dos seus produtos no final da sessão.

Coordenada por Victor Oliveira Mateus e Maria João Cabrita, a revista “Cintilações” inclui, na poesia, textos de 75 poetas, a grande maioria de Portugal, mas também de Cuba, Espanha, Brasil, Colômbia, Alemanha, Roménia, Moçambique, Nicarágua, Costa Rica, Equador e Itália.

De Portugal, salientam-se os nomes de A. M. Pires Cabral, Adalberto Alves, Amadeu Baptista, Ana Luísa Amaral, António Carlos Cortez, António Manuel Ribeiro, António Salvado, Isabel Cristina Pires, João de Mancelos, João Rasteiro, Maria do Rosário Pedreira, Rui Rocha e Sara F. Costa, entre outros.

Da região minhota, referem-se os poetas Cláudio Lima, Isabel Cristina Mateus e Teresa Macedo.

De Fafe, estão antologiados seis poetas, concretamente, António de Almeida Mattos, Artur Ferreira Coimbra, João Ricardo Lopes, José Rui Rocha, Leonor Castro e Pompeu Miguel Martins.

No ensaio, há uma dezena de autores, sendo de evidenciar os nomes de Isabel Cristina Mateus, José Cândido de Oliveira Martins, Maria João Cabrita e Victor Oliveira Mateus.

Destaque ainda para as rubricas “Caderno”, “Crítica Literária”, “Prosa” e “Ensaio gráfico”.

Um número suculento, com mais de 250 páginas, com capa de Daniel Gonçalves e apoio à edição do Município de Fafe, Junta de Freguesia de Fafe, Direcção Regional da Cultura do Norte e Etapas Saúde.

cartaz Cintilações.jpg

SARRABULHO E BACALHAU DE CEBOLADA JUNTA EMIGRANTES EM PARIS

Já se tornaram motivo de agenda há meia dúzia de anos as festas organizadas pela comunidade luso – portuguesa de Drancy, cidade a duas dezenas de quilómetros de Paris, e sempre bastante concorridas.

20092019-1.jpg

A gastronomia e os vinhos portugueses são o principal motivo para reunir familiares e amigos nesses convívios, com a particularidade dos menús tradicionais serem confecionados pelas melhores cozinheiras do Minho e de Ponte de Lima.

É o caso de Fátima Amorim, do restaurante com o mesmo nome na freguesia da Correlhã, e Goretti Bezerra, do Sonho do Capitão, localizado umas centenas de metros antes, às portas da vila de Ponte de Lima.

Ambas vão comandar o grupo de uma dezena de pessoas experientes na culinária, para alegrar os comensais da região parisiense que vão participar no almoço do dia 6 de Outubro, domingo, no Espaço Cultural de Drancy.

Mas, para uma autenticidade dos dois pratos típicos de Portugal, os produtos necessários serão transportados via terrestre e aérea. É o caso das miudezas para o Arroz de Sarrabulho, designadamente as belouras, tripa de farinha, chouriça sarrabulha e dita de carne. E, para o Bacalhau de cebolada, outrora um cardápio em dia de feira ou de festa, servido em Braga, Famalicão, Barcelos ou Ponte de Lima, outros produtos caseiros vão na bagagem das cozinheiras, designadamente ovos e limões!

Como entreténs de Entradas, a organização liderada por D. Glória Silva, uma emérita Presidente de toda a festança, escolheu outras únicas ou famosas iguarias limianas: o Folar Limiano (Bola de carnes) já elogiada por António Loureiro, o novo Chef Michelin de Portugal nomeado em 2019; o paio do lombo, presunto ou chouriça de carne, enchidos tradicionais, premiados em vários concursos, produzidos pela Minhofumeiro, além de boroa de milho e outras especialidades.

Para degustar não faltará escolha e tempo, e para desgastar, também não! É que, está garantia animação com o Duo Irmãos Cardoso, que irão de Freixo, Ponte de Lima, com suas desgarradas e outros temas, uma triagem de actuações em França, Suíça e Inglaterra; outro artista actuará ao longo da tarde, a conhecida Laurence, muito estimada na comunidade emigrante europeia.

Não se atrase amigo leitor, faça já a sua reserva para o 06.09.30.10.77, pois os lugares são limitados á capacidade da sala e por ordem de inscrição.

Tito Morais / https://www.luso.eu/