Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

BLOGUE DO MINHO

Espaço de informação e divulgação da História, Arte, Cultura, Usos e Costumes das gentes do Minho e Galiza

MUNICÍPIO ARCUENSE COMPARTICIPA PASSES ESCOLARES

Transportes escolares gratuitos em Arcos de Valdevez do pré-escolar ao 12º ano

A Educação e o apoio às famílias são uma prioridade do Município, por isso são implementadas anualmente medidas por parte da Câmara que visam a plena inserção das crianças e jovens na sociedade como ser autónomo, livre e solidário.

Na última reunião de Câmara, tendo em consideração que o ensino secundário está atualmente inserido na escolaridade obrigatória e que, nesse sentido, os alunos deverão ter garantidas de forma igualitária todas as condições de acesso à educação; Considerando que as Autarquias locais têm, nos termos da Lei, atribuições que respeitam os interesses próprios, comuns e específicos das respetivas populações, designadamente no que concerne à educação, ao ensino e formação profissional; Considerando que o direito a uma justa e efetiva igualdade de oportunidades no acesso e sucesso escolares, consagrado constitucionalmente, constitui um objetivo fundamental da política educativa, que as autarquias locais, no âmbito das suas atribuições, devem concretizar; e tendo em conta as dificuldades manifestadas por muitos dos alunos do ensino secundário no pagamento dos passes escolares, foi aprovado autorizar a comparticipação dos passes escolares de todos os alunos até ao ensino secundário.

 O custo previsto com a aplicação desta medida estima-se em cerca de 30.000,00€.

Estes apoios são articulados com o Agrupamento de Escolas, pretendendo-se promover o sucesso escolar e a integração dos jovens na sociedade.

EPATV CONCILIA DIFERENÇAS CULTURAIS EM PROJETO ERASMUS+ NA POLÓNIA

A EPATV participou numa reunião do projeto "Our Cultural Differences are Wealth of Hummanity"(2018-1-RO01-KA229-049600), decorrida entre 8 e 12 de abril, na Polónia e que integrou, além de Portugal, Turquia, Polónia e Roménia.

1554980046875.jpg

A mobilidade acercou os alunos das diversas escolas participantes em diversas atividades de conhecimento e de partilha cultural, designadamente icebreaking, um workshop intercultural e uma atividade de resolução de problemas Nestas, formaram grupos de trabalho que integraram um elemento de cada nacionalidade, promovendo, em consequência, a interculturalidade e a cooperação. Posteriormente os alunos participaram num Workshop de Arte e, ainda numa visita interpretada à cidade de Zamosc.

O programa incluiu, também, visitas a:

- Visita ao Museu do Arsenal da cidade de Zamosc - neste museu houve oportunidade de assistir a apresentações Multimédia que percorreram a história da ocupação e invasão da cidade e da região;

- Visita ao Museu Nacional do Campo de Concentração de Majdanek - esta visita revelou-se de particular importância, uma vez que este projeto pretende acentuar a tónica da tolerância e aceitação entre povos e nações e, neste sentido, nada como uma visita guiada a um campo de concentração consegue ilustrar como num passado recente, que quase destruiu a Europa, a discriminação e o extermínio tiveram lugar e ceifaram milhões de vidas, mostrando o caminho a seguir no futuro que cimentou o projeto europeu.

- Uma reunião com a Vereadora da Culrura e Educação do Município de Zamosc, em que se discutiram diversos aspetos relativos à riqueza cultural local e das experiências enriquecedoras que projetos internacionais trazem aos seus participantes.

A reunião terminou os trabalhos perspetivando a preparação da próxima mobilidade, a decorrer na Roménia em Setembro de 2019.

IMG_20190409_114312.jpg

PÁSCOA EM FAMÍLIA É NO RIO PARK

Abertura do Supermercado Roque trouxe mais motivos para visitar este empreendimento que tem, no próximo dia 21 de abril, boa música com Tommy Hogg.

Comunicado de Imprensa - Páscoa em Família é no Rio Park (1).jpg

Foi no passado dia 12 de abril que Monção recebeu um novo supermercado, o Roque Supermercados, que criou novos postos de trabalho no concelho. A chegada do supermercado ao Rio Park trás ainda uma cafetaria interior.

Comunicado de Imprensa - Páscoa em Família é no Rio Park (2).JPG

Nos próximos meses vai ter ainda mais notivos para visitar este espaço comercial com novas lojas. A celebrar três anos de existência, esta é a terceira loja do grupo Roque Supermercados, sendo o seu primeiro supermercado no distrito de Viana do Castelo.

A localização privilegiada do Rio Park, face à proximidade com Espanha, é um dos motivos pelos quais a escolha recaiu na cidade de Monção, com a oportunidade de apresentar a qualidade e variedade de produtos e serviços do Roque Supermercados a novos públicos.

Com uma área de vendas de 800 m² e áreas bem definidas será possível encontrar as secções de frescos: talho, peixaria, charcutaria e frutaria.

No espaço haverá ainda à disposição uma ampla garrafeira, um espaço dedicado à mercearia, produtos de higiene e beleza, além das zonas de refrigerados e congelados. Poderá também desfrutar do espaço Sandes e Baguetes, do grupo Esteves Padaria & Pastelaria, com mesas para o consumo no momento de produtos de padaria, pastelaria e cafetaria. Tommy Hogg irá encantar no dia de Páscoa

No dia 21 de abril o Rio Park recebe o músico Tommy Hogg. Durante a tarde o cantor irá animar todos os visitantes do espaço comercial e encantar todos os que venha visitar as lojas.

As pessoas podem contar com mais surpresas e com a melhor qualidade de sempre.

No Rio Park encontra lojas como a De Borla, Sportzone, Rádio Popular, Seaside, Espaço Casa, Perfumes & Companhia e Burger King, entre outras.

Tommy Hogg  21 de Abril 2019.png

MUNICÍPIO DE BRAGA PROMOVE ENSINO PROFISSIONAL

2ª edição do ‘PROFISSIONALIZA-TE!’: Terça-feira, dia 23 de Abril, pelas 14h30, no Altice Forum Braga

O Município de Braga promove a segunda edição do ‘PROFISSIONALIZA-TE!’, iniciativa que terá lugar na próxima Terça-feira, dia 23 de Abril, com início às 14h30, no Altice Forum Braga.

A abertura estará a cargo da vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, e da presidente da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), Filipa Jesus.

A sessão de encerramento, prevista para as 16h30, contará com a presença de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

‘PROFISSIONALIZA-TE!' é um programa de promoção do Ensino Profissional e da Qualificação, com o objectivo de apresentar o Ensino Profissional como uma opção formativa de qualidade, orientada para a qualificação dos respectivos alunos e a sua inserção em contextos profissionais, permitindo, simultaneamente, a continuidade da frequência académica. O ‘PROFISSIONALIZA-TE!’ permite ainda expor e clarificar conceitos relativamente ao Programa QUALIFICA, através da intervenção dos coordenadores dos cinco Centros QUALIFICA de Braga.

Nesta 2ª edição será assinada a Carta de Compromisso da Rede de Centro QUALIFICA do Concelho de Braga, alicerçado na colaboração em prol do território que administra e da qualificação dos seus munícipes, liderando os trabalhos conducentes à criação da referida Rede.

VIEIRA DO MINHO ATRIBUI BOLSAS DE ESTUDO

Município vieirense atribuiu 82 Bolsas de Estudo no valor de 50 mil euros

O presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, procedeu hoje, dia 18 de abril, à entrega de bolsas de estudo, correspondentes ao ano letivo 2018/2019, a 82 alunos universitários do concelho. Uma medida que representa um investimento na formação académica dos candidatos num montante que ultrapassa os 50 mil euros.

DSC_4316.JPG

Apoiar a continuação da formação dos estudantes finalistas do ensino secundário oriundos de famílias economicamente carenciadas, cujas disponibilidades financeiras não lhes permitem fazê-lo apenas pelos seus próprios meios, bem como colaborar na formação de quadros técnicos superiores residentes no concelho de Vieira do Minho são os objetivos principais desta medida.

Tendo em consideração que um dos principais fatores que contribui para o abandono escolar são as dificuldades económicas das famílias, o Executivo Vieirense apresentou, em 2018, propostas de alteração ao Regulamento Municipal para atribuição de bolsas de estudo que permitiram que alunos de mestrado e doutoramento também pudessem usufruir desta medida.

Este ano verificou-se um acréscimo do número de Vieirenses a frequentar o ensino superior, o que também pode ser comprovado pelo número crescente de alunos que solicitaram a bolsa de estudo ao Município de Vieira do Minho.

Este ano letivo foram atribuídas 82 bolsas de estudo, mais 32 do que no ano passado.

Vieira do Minho assume-se como um dos Municípios que mais apoia e investe na educação, desde o pré-escolar até à inserção dos estudantes no mercado de trabalho. É, por isso, com enorme satisfação e sentido de responsabilidade que o Município aumenta o valor destinado ao pagamento de bolsas universitárias de 30 mil para 50 mil euros, de modo a permitir a frequência com sucesso do ensino universitário aos alunos Vieirenses com maiores dificuldades económicas, contribuindo, assim, para uma sociedade mais justa e de igualdade de oportunidades.

Perante os estudantes, pais e encarregados de educação, o presidente do Município, António Cardoso, fez saber que, desde 2013, o Executivo por si liderado tem vindo a fazer “uma aposta clara na educação”, quer em infraestruturas, quer em recursos humanos e materiais”, salientando que “a educação é a base estruturante da nossa sociedade”.

António Cardoso apelou aos jovens estudantes para que estes compensem com o seu esforço a continuação deste benefício que o Município atribui às famílias Vieirenses.

António Cardoso terminou a cerimónia desejando aos presentes votos de uma Santa e Feliz Páscoa.

DSC_4331.JPG

CABECEIRAS DE BASTO LEVOU AO PORTO OS MELHORES DOS SEUS PALADARES

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais e da sua gastronomia

Os melhores sabores de Cabeceiras de Basto, com especial ênfase para a tradição gastronómica beneditina, estiveram ontem, dia 17 de abril, em destaque na Loja de Turismo ‘Porto Welcome Center’, onde se reuniram renomados Chefs, com realce para o Chef António Loureiro, recentemente galardoado com uma estrela Michelin, presenças que muito honraram o Município Cabeceirense.

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais (1).JPG

O evento contou com a presença do vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Dr. Inácio Ribeiro, bem como do vice-presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. Mário Machado, e da vereadora do Turismo e da Cultura, Dra. Carla Lousada, investigadores e historiadores, técnicos do Município, professores e estudantes do ISCET, convidados e público em geral.

Associaram-se, ainda, ao evento os Chefs António Loureiro e António Costa, a especialista em gastronomia conventual, Dra. Anabela Ramos, a investigadora Dra. Arminda Costa, bem como os investigadores e também chefs Paulo Castro e Teresa Mendes.

Nesta ação promocional da ‘Mesa de Cabeceiras’ no Porto estiveram em destaque os vinhos verdes de Basto, os licores, cavacas e rosquilhos, produtos de fumeiro, mel, entre outros, assim como produtos do receituário beneditino como o perrexil, o arroz doce, a marmelada, a compota de flor de laranjeira, entre outros.

Na oportunidade, o vice-presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Dr. Inácio Ribeiro, elogiando “a forma abnegada com que trabalham os produtores locais” e desafiando-os a continuar a trabalhar em nome da qualidade dos seus produtos, disse que o Turismo do Porto e Norte “tem as suas portas abertas” para os Municípios promoverem aquilo que de melhor fazem. “Temos, ainda, o desafio de fazer com que todos aqueles que nos visitam (lojas de turismo) possam percorrer todo o nosso território”, salientou Inácio Ribeiro.

Coube à vereadora do Turismo e da Cultura, Dra. Carla Lousada, cumprimentar e agradecer a todos “por se juntarem a nós neste momento, tão especial, que pretende dar a conhecer Cabeceiras de Basto, numa das suas vertentes mais emblemáticas – a gastronomia”. E sublinhou: “estou certa de que a vossa presença em muito nos ajudará a promover o que de melhor temos para oferecer aos turistas, cativando e despertando a curiosidade de novos públicos”.

Os Chefs presentes agradeceram o convite, elogiaram a iniciativa – oportunidade para tomarem contacto mais próximo com os produtos de excelência de Cabeceiras de Basto – assumindo-se, igualmente, como defensores da boa gastronomia tradicional portuguesa.

Todos os produtores locais presentes neste evento falaram sobre as especificidades dos seus produtos, dando a conhecê-los um pouco melhor, bem como a origem dos mesmos.

A ‘Mesa de Cabeceiras’ que se estende até ao próximo mês de junho é um evento de degustação e exaltação da carne cabeceirense, onde os chefs convidados trabalharão três tipos de carne: barrosã, maronesa e minhota. No total, serão três os momentos em que profissionais e dirigentes de turismo, críticos gastronómicos, empresários de restauração e hotelaria, comunicação social e influencers, se sentarão à ‘Mesa de Cabeceiras’.

Esta experiência de contacto com produtos endógenos das terras de Basto será combinada com as influências dos saberes e sabores beneditinos e com a criatividade dos Chefs convidados para o evento. Carnes, vinhos, ervas condimentares, compotas, mel e licores, partilharão, nos dois próximos meses, a mesa de três espaços distintos em Guimarães, Braga e Porto, onde será promovida a gastronomia Cabeceirense pela ‘mão’ dos Chefs António Loureiro, Paula Peliteiro e António Costa.

A iniciativa visa a promoção dos melhores sabores Cabeceirenses, bem como a afirmação de Cabeceiras de Basto como destino gastronómico pela qualidade dos seus produtos endógenos.

‘Mesa de Cabeceiras’ deu a conhecer no Porto a excelência dos produtos locais (2).JPG

"MEMÓRIAS DA DEVESA" FAZEM A HISTÓRIA EM FAMALICÃO

O Parque da Devesa lança hoje, neste Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, o seu novo projeto intitulado “Memórias da Devesa”, com o objetivo de salvaguardar o passado e o legado daquele espaço que sofreu profundas alterações com a construção do parque, valorizando as suas memórias, as vivências de quem lá morou, trabalhou ou utilizou para o seu lazer, etc.

memorias-devesa_1.jpg

Para isso, desafia todas as pessoas que detenham em sua posse fotografias, documentos, artigos, objetos, sobre aquele lugar, sobre as famílias que lá habitaram, as casas, sobre factos e acontecimentos relacionados com o espaço. Será reunido espólio material, mas também imaterial através de testemunho oral.

De resto, pretende-se com este projeto construir um arquivo de memória on line “Memórias da Devesa”, acessível a todos; estimulando e apoiando trabalhos de investigação; mantendo vivo o legado da “Devesa” e produzindo conhecimento histórico.

Para além deste trabalho, será desenvolvido paralelamente um levantamento de informação já conhecida e, eventualmente, já sistematizada, nomeadamente através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco (Fundo Local), Arquivo Municipal, Gestão Urbanística do município, entre outros.

Trata-se, por isso, de um projeto aberto no tempo, sendo que, em qualquer altura, se poderá fazer a incorporação e atualização de informação.

MONÇÃO: CLÍNICA COSTA PREPARA RASTREIO GRATUITO DE IMPLANTOLOGIA

No próximo dia 27 de abril a Clínica Costa, em Monção, recebe um Open Day sobre Implantologia. O Drº Fernando Costa estará durante a manhã disponível para receber pacientes e fazer o diagnóstico e planeamento para voltar a sorrir!

15 de Abril.png

Implantologia: Diagnóstico e Planeamento

A Implantologia é uma área cirúrgica da Medicina Dentária que se dedica à colocar implantes dentários.

Os implantes dentários são estruturas fabricadas numa liga de titânio, colocados na maxila ou na mandíbula, que substituem as raízes de dentes perdidos.

Estes são uma solução permanente para a substituição de um ou mais dentes, funcionando como pilares de suporte para coroas unitárias e pontes fixas ou removíveis, parciais ou totais.

Vantagens dos implantes incluem:

  • Manutenção da estrutura óssea e da estética facial que se perde com a ausência de dentes;
  • Voltar a ter capacidade de mastigar e alimentar sem preocupação;
  • Não destruir os dentes vizinhos, já que terão um desgaste menor;
  • Melhoria substancial na confiança e segurança dadas pelos dentes naturais, proporcionando ao paciente uma melhor auto-estima.

MUNICÍPIO DE BARCELOS ARRECADA RECEITA RECORDE

Documento de Prestação de Contas submetido à Assembleia Municipal para aprovação

O Município de Barcelos obteve, em 2018, a maior cobrança de receitas alguma vez alcançada, registando 69.314.041€, mais 5,8 milhões de euros relativamente a 2017, com uma taxa de execução de 89,5%, conforme se pode ler no documento de Prestação de Contas que a Câmara Municipal deliberou remeter, em reunião ordinária realizada em 17 de abril, à Assembleia Municipal.

O destaque vai para o aumento significativo das receitas correntes que totalizaram 53.377.594€, uma subida de 2.832.804€ face a 2017, sendo o melhor resultado dos últimos quatro anos. Para esta progressão positiva contou uma maior arrecadação de impostos diretos e indiretos, ambos com execução muito acima dos cem por cento.

O Orçamento para 2018 apresentava uma estimativa contida nas previsões das receitas correntes, mas o bom andamento da economia acabou por contribuir para um aumento das receitas dos impostos diretos, como o IMI, o IUC, o IMT e a Derrama, apresentando uma execução global de 110%, o que representa mais 2.231.098€ face a 2017.

Já quanto aos impostos indiretos, que registam uma execução na ordem dos 160%, o destaque vai para os valores arrecadados nos loteamentos e obras, que demonstra o momento de grande expansão da construção civil em Barcelos. A evolução dos impostos indiretos mostra que em 2018 o valor arrecadado foi quase o dobro do verificado em 2015, sendo que em matéria de loteamentos e obras o valor esse valor é superior em quase 80%.

Quanto às despesas, apresentam uma taxa de execução de 64,8%, com 50.170.903€.

Aqui, o destaque vai para o aumento das despesas correntes, no contexto dos últimos quatro anos, explicado sobretudo pelas despesas com pessoal, que ascendem a 15.107.301€. Com efeito, e conforme se assumiu no documento das Grandes Opções do Plano, constituiu opção estratégica do executivo municipal estabilizar o quadro de pessoal diminuindo as situações não vinculadas, como os programas de emprego do IEFP. O número de colaboradores do Município era, em 31 de dezembro de 2018, de 766, valor que contrasta com os 620 do ano de 2015.

A aquisição de bens e serviços registou um aumento face a 2017 (14.499.583€), ainda assim, com um valor inferior registado em 2015.

As receitas e as despesas de capital têm taxas de execução mais baixa, devendo-se esta situação, principalmente, à não ocorrência dos fluxos financeiros associados ao FEDER, cujos programas estão dependentes da elaboração de projetos de execução e da elevada especialização de alguns deles, dos procedimentos concursais e de vistos do Tribunal de Contas.

É apurada uma poupança corrente de 18.061.913€ que, retirado o valor das amortizações médias, permite uma margem de equilíbrio orçamental de 15.294.668€.

O saldo de gerência a transitar para 2019 é de 19.143.137€

Dívida e investimento

Em 2018 manteve-se a trajetória da redução da dívida do Município. A dívida de curto prazo é de 853.654€, a mais baixa dos últimos quatro anos; a dívida de médio e longo prazo é de 9.284.036€. Somadas, as dívidas representam um valor global de 10.137.690€, menos 3.081.633€ face a 2017.

Desde 2009, a dívida reduziu mais de 30 milhões de euros

O prazo médio de pagamentos mantém-se abaixo dos 30 dias.

No que se refere ao investimento, o Município manteve os níveis de investimento nas freguesias, quer através das verbas transferidas pelo contrato de cooperação – mediante a disponibilização de meios financeiros correspondentes ao dobro das transferências do Fundo de Financiamento das Freguesias – quer através de subsídios, cuja maior parte se destinou à comparticipação em investimento das freguesias.

Em 2018 foram pagos às freguesias 7.342.433€.de subsídios, incluindo os valores associados ao contrato de cooperação. Este último permitiu transferir para as freguesias o valor de 44.602.982€. entre 2009 e 2018, o que representa um investimento inédito no concelho de Barcelos ao nível descentralizado.

Os entre o Município e as freguesias do concelho de Barcelos ascendeu, em 2018, a

Iniciado muito antes das discussões políticas da descentralização de competências, o contrato de cooperação com as freguesias lançado em 2010, constitui-se como o mais importante instrumento financeiro para o investimento público nas freguesias, permitindo que estas tenham atingido níveis de desenvolvimento equitativo e de autonomia de recursos nunca antes atingido.

Ainda quanto ao investimento, refira-se que o bom andamento da economia acelerou o setor da construção civil e, com isso, o investimento privado nesta área. Entre impostos e taxas municipais, os loteamentos e obras permitiram uma arrecadação de receitas no valor global de 1.753.023€, mais 24% do que em 2017.

De resto, o setor do urbanismo foi o segundo mais beneficiado com a isenções de taxas que, em 2018, atingiram os 252.613€, menos 22% do que em 2017. O valor global das isenções de taxas e preços foi de 642.950€, e inclui diversas taxas, como as de ruído, ocupação de espaço público, resíduos, refeições e transportes escolares. Estas duas últimas situações foram as mais isentadas, num valor total de 290.051€.

Quanto aos investimentos do FEDER, no âmbito do Programa Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), foram concluídas e estavam em execução obras no valor global de 1,1 milhões de euros; em concurso público estavam sete obras no valor global de cerca de oito milhões de euros, enquanto outras estão em fase de projeto para serem colocadas em concurso ainda em 2019. No âmbito do PDCT, estavam em execução obras no valor global de mais de 2,7 milhões de euros.

Fora do FEDER, foram concluídas cinco obras no valor global de 1,4 milhões de euros. Em concurso público, estavam diversas obras, no valor global de 2,3 milhões euros, incluindo a construção da ETAR de Macieira e a reabilitação exterior das moradias do Loteamento da Malhadoura.

O Município de Barcelos mantém níveis de investimento elevado, com um grande número de projetos próximos da fase de execução, depois de cumpridos todos os requisitos legais quanto aos procedimentos concursais e visto do Tribunal de Contas.

O ritmo de execução de obras no âmbito do PEDU está abaixo da média dos restantes municípios e áreas metropolitanas, mas os investimentos do Município no âmbito do PDCT contribuem para uma boa execução por parte da CIM Cávado, como é o caso das TIC, Inclusão Ativa, Abandono Escolar e Infraestruturas de Educação e Formação, de acordo com os mapas de execução divulgados pela CCDRN, reportados a 31 de dezembro de 2018.

VILAMINHO APRESENTA PROJETO PARA AS SETE FONTES

Documento está patente em exposição no Largo S. João de Souto, em Braga

A Vilaminho – Promoção Imobiliária SA tem um projeto alternativo de criação de um parque urbano nos terrenos envolventes ao antigo sistema de abastecimento de água das Sete Fontes, na zona norte-nordeste da cidade de Braga, e abriu uma exposição para mostrar o seu trabalho a todos os bracarenses.

Vilaminho abre exposição com projeto para as Sete Fontes01.jpg

A empresa imobiliária, que é a segunda maior proprietária de terrenos nas Sete Fontes – e que tem visto a Câmara Municipal de Braga fugir ao diálogo e à negociação –, contratou o arquiteto-paisagista Daniel Monteiro, cujo trabalho será agora exposto na Galeria de Janes, no Largo S. João de Souto nº 14/15, no centro histórico de Braga.

Todos os cidadãos interessados podem visitar a exposição, que abriu nesta terça-feira, 16 de abril, e estará patente de segunda a sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00.

O arquiteto-paisagista Daniel Monteiro, que tem o seu gabinete na Rua 25 de Abril, em Braga, elaborou um estudo que contempla um parque verde nas Sete Fontes, com uma extensão de 14 hectares, superior ao parque anunciado pela Câmara Municipal, assim como zonas de construção. Esta solução, que prevê um parque urbano “com vida”, que respeite o património, a cultura e a memória coletiva daquele espaço, contemplando alguma construção de qualidade, é vista como a ideal para pacificar as relações entre a Câmara Municipal de Braga e os proprietários dos terrenos das Sete Fontes, que não aceitam ceder os terrenos por 10 euros por metro quadrado.

Depois de tornadas públicas as linhas principais do plano municipal para os terrenos das Sete Fontes, o arquiteto-paisagista Daniel Monteiro considera que “a Câmara Municipal de Braga e a VILAMINHO defendem ideias idênticas para as Sete Fontes”.

Em sua opinião, “o que é importante é que as partes consigam sentar-se à mesa”, sendo o seu trabalho uma base para o restabelecimento do diálogo. Sobre o trabalho exposto, que é o seu projeto para as Sete Fontes, Daniel Monteiro afirma: “Este estudo deve ser encarado como uma proposta para uma discussão pública sobre aquilo que o município de Braga e os bracarenses pretendem para as Sete Fontes. A preocupação central com este estudo conceptual foi criar uma base viável de discussão e de avaliação do que é que se poderá fazer. Esta proposta é uma base de conversa, um bom ponto de partida, para discutir o futuro das Sete Fontes e resolver o impasse em que aquele território se encontra.”

O empresário Ermelando Sequeira, da VILAMINHO, por seu turno, insiste na sua disposição para dialogar com a autarquia liderada por Ricardo Rio: “Estamos de boa-fé neste processo. De tal modo que estamos dispostos a ceder este projeto à Câmara Municipal de Braga. Queremos o melhor para a cidade e para os bracarenses e estamos disponíveis para o diálogo e para a negociação”.

Vilaminho abre exposição com projeto para as Sete Fontes02.jpg

ATURMINHO CONSTITUI CONSELHO GERAL ESTRATÉGICO

Conselho Geral e Estratégico da ATURMINHO

A ATURMINHO – Associação de Turismo do Minho, reuniu no passado dia 17 de abril no Auditório Municipal de Ponte de Lima com o intuito de constituir o seu Conselho Geral e Estratégico constituído por 25 municípios, 3 CIM’s e 40 entidades privadas relacionadas com a atividade turística.

Da ordem de trabalhos constou a difusão de informações e apresentação dos objetivos estratégicos do Conselho; a discussão e aprovação do Regulamento Conselho Geral e Estratégico; a apresentação do projeto “Descobrir o Minho – o Sagrado e o Profano”; e debate sobre a proposta da ATURMINHO para o desenvolvimento, qualificação e promoção do Turismo do Minho.

O Conselho Geral e Estratégico da ATURMINHO é um órgão de natureza consultiva, com vista ao Desenvolvimento, Qualificação, Capacitação e Promoção do Turismo do Minho, visando aumentar os seus índices gerais de competitividade. Nesse sentido, entre outras competências, trata-se de órgão de natureza consultiva destinado a realizar o Balanço Anual do estado da atividade turística no Minho, bem como ao apoio no processo de decisão estratégica da própria associação, com vista à ampla realização da sua missão em favor do desenvolvimento, qualificação e promoção do Turismo do Minho, e ainda debater, analisar e dar contributos relativamente a temas relevantes para a valorização qualitativa do Turismo no Minho.

Aglutinando os interesses de todos os stakeholders do Turismo do Minho, a ATURMINHO pretende: ter a capacidade para inovar; melhorar a perceção interna e externa do Minho, enquanto destino turístico; melhorar a competitividade, cooperação e inovação das diferentes empresas; identificar novas oportunidades e propostas de associação para trabalho em rede; favorecer a formação e qualificação conjunta de Recursos Humanos; facilitar o acesso a fontes de financiamento público; definir atividades conjuntas de promoção, especialmente em promoção exterior, sob o chapéu da marca MINHO, a marca de uma região com uma cultura e uma identidade muito próprias e diretamente associadas ao Vinho Verde; e, transmitir uma imagem de elevado profissionalismo ao sector.

O projeto com maior relevância levado a cabo pela ATURMINHO, em parceria com a AHET MINHO – Associação de Hotelaria e Empreendimentos Turísticos do Minho, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte 2020, pretende dinamizar o produto turístico religioso e cultural tornando o destino Minho numa referência de excelência na oferta do turismo religioso e cultural designa-se por “Descobrir o Minho – o Sagrado e o Profano”. Na reunião da ATURMINHO foram ainda apresentadas as ações levadas a cabo e a realizar no âmbito do projeto, nomeadamente a criação da marca Discover Minho, o site https://discoverminho.com, as redes sociais Facebook (https://www.facebook.com/discoverminho/) e Instagram (https://www.instagram.com/discoverminho/), bem como duas aplicações para mobile, uma para turistas e outra para os profissionais do setor, que em breve estarão disponíveis para download, a presença em Feiras Internacionais de Turismo entre outras ações.

BARCELOS: PARABÉNS AOS "PIONEIROS DA UCHA"!

Festa dos 30 anos esgota salão na Ucha

Mais de 200 pessoas encheram o Salão Paroquial da Ucha, em Barcelos, esta terça-feira, dia 16, para assistir à estreia da peça "A consequência da Verdade". A noite foi ainda de festa já que o grupo de teatro amador da Ucha festejou 30 anos.

IMG_20190416_225608.jpg

O auditório foi, aliás, pequeno para todos os que se quiseram juntar à festa.

"Na verdade, Os Pioneiros criaram-nos aqui um verdadeiro problema. Vamos ter de aumentar o salão porque já não cabe nem mais uma pessoa", brincou António Costa, o presidente da Junta de Freguesia da Ucha. 

A comédia apresentada pelo grupo uchense fez soltar muitas gargalhas no público. Algumas das que mais se ouviram foram de Amélia Fernandes: "Eu riu-me sempre muito. Adoro vê-los!"

Amélia é assídua nos espetáculos e não é a única: "Porque é que eu venho sempre ver?! Porque todas as vezes valem a pena", comentou Helena Pinto.

"A sensação de ver um espetáculo é sempre diferente", explicou Amélia.

As comemorações do aniversário d'Os Pioneiros da Ucha continua com mais espetáculos até dezembro. O próximo é no dia 18 de maio, na Ucha.

IMG_20190416_232558 (1).jpg

IMG_20190416_232619.jpg

IMG_20190416_232744.jpg

IMG_20190416_233756 (1).jpg

BOLINHOL DE VIZELA É UMA MARAVILHA DOCE DE PORTUGAL

Bolinhol oficialmente nomeado no concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal

No seguimento da candidatura submetida pela Câmara Municipal de Vizela ao concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, para potenciação e valorização do Bolinhol, a mesma foi validada, tornando-se assim este doce único em Portugal oficialmente nomeado.

bolinhol vizela.jpg

Nos próximos dias será tornado público quais os Doces que passarão à fase que limita a 21 Doces candidatos e nomeados por Distrito. No dia 7 de maio será realizado um programa especial 7 Maravilhas na RTP1, em que serão divulgados os 7 Doces que irão representar cada um dos 18 distritos e 2 regiões autónomas nos programas da RTP1 a realizar entre julho e agosto.

Há mais de 130 anos que o Bolinhol faz parte do património gastronómico de Vizela, concentrando em si características históricas, culturais e económicas relevantes e que merecem ser preservadas, promovidas e valorizadas.

Sendo um doce único em Portugal é claramente uma mais-valia do Concelho, que para além de ser um ícone da gastronomia e da cultura vizelense, legado de várias gerações, é um produto significativo para a economia local, com impactos positivos diretos e indiretos.

Assim, a Câmara Municipal de Vizela espera que o valor do Bolinhol seja devidamente considerado no âmbito deste concurso.

MELGAÇO ESTÁ A PREPARAR RECLAMAÇÃO FUNDAMENTADA À QUESTÃO DA PROSPEÇÃO E PESQUISA DE DEPÓSITOS MINERAIS

PRESIDENTE DA EDILIDADE GARANTIU HOJE, DURANTE A REUNIÃO DE CÂMARA, QUE A RECLAMAÇÃO SERÁ SUSTENTADA E CONSTRUÍDA EM ARTICULAÇÃO COM OS MUNICÍPIOS ENVOLVIDOS

Durante a reunião de câmara, hoje realizada na antiga sede da Junta de Freguesia de Roussas, o edil Manoel Batista tranquilizou todos os presentes quanto ao aviso publicado em Diário da República, no passado dia 20 de março, em que se anuncia que uma empresa australiana requereu a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais, entre os quais lítio, para a área de Fojo, localizada nos concelhos de Arcos de Valdevez, Melgaço e Monção.

FOJO.jpg

Manoel Batista foi perentório ao assegurar que o tema está a ser objeto de análise técnica por forma a fundamentar uma reclamação junto da Direção Geral de Energia e Geologia, no prazo estabelecido no aviso: 3 de maio. O Presidente da Câmara assegurou ainda que todas as diligências a desenvolver sobre este assunto serão sempre em articulação com os municípios de Arcos de Valdevez, Melgaço e Monção. O Edil assegura que não permitirá que um bem único como a paisagem do território seja colocado em causa.

image002min.jpg

ATLETAS PORTUGUESES E GALEGOS PEDALAM EM ESPOSENDE

Luso-Galaico de BTT levou 1300 atletas a Esposende

Esposende voltou a centrar as atenções dos praticantes de BTT, com a realização do Encontro Luso-Galaico, organizado pelo Município de Esposende, e que nesta 17.ª edição contou com a participação de 1300 atletas, distribuídos pelas categorias de Maratona, Meia Maratona, Passeio Júnior e Passeio Traquina.

BH6A5649.jpg

Este evento que se insere no plano anual de desporto do Município de Esposende, assume-se como prova de excelência no panorama ciclista nacional, vocacionado para conciliação do fomento da modalidade, aliado ao incentivo da prática da atividade, principalmente junto dos mais novos, razão pela qual inclui os passeios Júnior e Traquina.

BH6A5812.jpg

Desta forma são incutidos hábitos de prática desportiva, associando uma cultura ecológica e potenciando as excelentes condições que o concelho apresenta, vocacionado para a mobilidade suave.

Dando forma a essa componente pedagógica, o primeiro dia do Luso-Galaico foi preenchido com o Passeio Traquina, envolvendo cerca de 80 crianças, dos 5 aos 11 anos. Durante a tarde realizou-se o Passeio Júnior, com a participação de 220 jovens, dos 11 aos 16 anos.

Associada à mensagem de incentivo à prática desportiva, o Município de Esposende prosseguiu com a campanha de segurança associada à prática do BTT. Tal como sucedeu na edição anterior, este ano foram igualmente distribuídos capacetes aos participantes.

O segundo dia do evento foi inteiramente dedicado à vertente competitiva, com a realização da Meia Maratona, de 40 quilómetros, e a Maratona, de 70 quilómetros, provas que, no conjunto, registaram a participação de 1000 atletas, oriundos de 42 município, nacionais e espanhóis.

O Encontro Luso-Galaico de BTT de Esposende, evento de relevo no calendário de provas, contribui, também, para a divulgação turística do concelho, sendo meio para divulgar a rede de ciclovias e percursos pedestres locais.

Resultados
Em termos classificativos, na Meia Maratona (40 Km), o primeiro foi Manuel Pereira, da equipa Lobos Ver-o-Mar BTT (1:40:44); seguido por Artur Amorim, da equipa Lobos Ver-o-Mar BTT (1:40:44); e Filipe Carias, da equipa Malhos Team (1:41:53). 

A primeira classificada na geral feminina foi Isabel Sousa, LaSalle Sports Team (2:30:48), seguida por Mónica Vale, BikeMarket.pt (2:36:22); e Ilda Calheiros, BIKESEVEN Esposende KTM (2:56:49).

O primeiro classificado no escalão sénior masculino foi Artur Amorim, da equipa Lobos Ver-o-Mar BTT (1:40:44), seguido por Ângelo Vieito, Individual (2:01:06); e João Santos, Arada Atlético Clube (2:02:14).

Na classificação de seniores femininos, venceu Márcia Ferreira, da equipa X PAR (03:03:47); seguida por Catarina Caramalho, BIKESEVEN ESPOSENDE KTM (03:17:34); e Catarina Faria (04:07:22).

O primeiro classificado na categoria de veteranos masculinos foi Manuel Pereira, da equipa Lobos Averomar BTT (1:40:44); seguindo-se Simão Costa, da equipa Matos Mobility (1:46:51); e António Assunção (1:46:52).

O topo da classificação de veteranos M 30 feminino foi alcançado por Isabel Sousa, LaSall Sports Team (02:30:48); seguida por Mónica Vale, da equipa BikeMarket.pt (2:36:22) e Ângela Freitas (2:57:35).

O primeiro classificado na categoria de veteranos M30 masculino foi Filipe Carias (01:41:53); seguido por Ricardo Fernandes (01:50:44); e Sérgio Valentim (01:50:48).

A prova de veteranos M 40 feminino foi vencida por Ilda Calheiros, BIKESEVEN ESPOSENDE KTM (02:56:49); seguindo-se Marta Reis (4:19:26) e Mafalda Basílio (4:41:55).

Em veteranos M 50 masculino venceu Fernando Soares (01:58:50), seguindo-se Joaquim Lage (02:03:43) e Sisenando Costa (02:06:57).

Em veteranos maiores de 60 anos, José Andrade (02:24:01) foi o vencedor, seguindo-se Fernando Araújo (02:40:28) e José Neto (02:46:03).

Na maratona de 65 quilómetros, o primeiro classificado da geral masculina foi Filipe Ramos, da equipa BMC/Póvoa de Varzim/CDC Navais (02:59:57); seguindo-se Sérgio Ribeiro, da equipa Ribeiros Bike  Shop (03:08:35) e Filipe Brito, da equipa Controlsafe (03:11:56). Na classificação geral feminina venceu Beatriz Faria (4:15:06).

Em seniores masculinos, Tiago Correia venceu (03:15:24), seguido por Hugo Veloso (03:23:52) e José Ferreira (03:24:35).

Já em veteranos M 30, o vencedor foi Filipe Ramos (2:59:57), seguindo-se Sérgio Ribeiro (3:08:35) e Daniel Marques (3:15:24).

Na competição de veteranos M 50, o primeiro classificado foi Arlindo Gomes (3:44:18), seguido por António Veloso (3:48:28) e José Gonzalez (3:53:04).

IMG_8844.jpg

ARCOS DE VALDEVEZ BRILHA EM FRANÇA NA FEIRA DE NANTERRE

Arcos de Valdevez promovido em Nanterre, França

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez voltou a marcar presença numa das maiores feiras de produtos regionais, realizada pela ARCOP - Associação Recreativa e Cultural dos Originários de Portugal em Nanterre, a “Feira de Produtos Regionais Portugueses e da Ruralidade”, tendo levado até França os vinhos, a broa e o fumeiro.

nanterrearcos (1).jpg

Esta é uma feira essencialmente destinada a levar à comunidade emigrante em Paris produtos e atividades económicas de Portugal, e que faz a ligação da exposição, degustação e comercialização de produtos, com a animação popular e tradicional.

nanterrearcos (2).jpg

Durante os dias 12, 13 e 14 Abril o certame contou com a afluência de milhares de portugueses, emigrados em França, ávidos pelos produtos originários dos seus concelhos natais.

Helder Barros, vice-presidente da Câmara Municipal, deixou patente o enorme prazer que teve em estar presente na iniciativa e o orgulho sentido em poder contactar com a comunidade emigrante, bem como deixou palavras de congratulação e incentivo à ARCOP por mais uma excelente organização da feira e para que prossiga o bom trabalho no futuro.

nanterrearcos (3).jpg

O autarca agradeceu a boa recetividade ao stand arcuense, o que contribuiu para o sucesso da presença do grupo e das boas vendas, assim como deu nota dos projetos que o Município tem em execução para este ano, sublinhando também a dinâmica económica positiva e incentivos ao investimento e regresso dos nossos emigrantes.

Helder Barros participou ainda num convívio com a direção do rancho da Casa dos Arcos em Paris a quem felicitou pelo seu papel na promoção da cultura e tradição alto minhota, um pouco por toda a França.

nanterrearcos (4).jpg

VIZELA QUER MAIS BEBÉS A NASCER NO CONCELHO

Câmara Municipal de Vizela entrega mais 63 cheques-bebé

A Câmara Municipal de Vizela vai entregar mais 63 cheques-bebé, no valor de 1000 euros cada, no âmbito do Regulamento Municipal de Incentivo à Natalidade. A cerimónia terá lugar na Praça do Municípoio, no próximo dia 26 de abril, às 18.00h.

cheque bebe 28.12.18.JPG

De destacar que este ano ano, a Câmara Municipal já entregou 173 cheques bebé, aos quais se juntam agora mais 63, no âmbito do Regulamento Municipal de Incentivo à Natalidade– “Cheque Bebé”,  uma medida adotada pelo Município de Vizela com o objetivo de desenvolver estratégias de estímulo à natalidade e à fixação da população, de modo a criar condições que favoreçam o bem-estar e a qualidade de vida dos munícipes, assim como uma medida de estímulo ao comércio local.

Este Regulamento está em vigor efeitos desde o dia 1 de janeiro de 2018 e prevê a atribuição de um valor de 1000,00€ por criança, onde 50% desse valor terá que ser gasto em despesas com a aquisição de bens ou serviços em empresas sedeadas no Concelho, e os restantes 50% serão atribuídos em dinheiro.

A Câmara Municipal de Vizela calcula que o incentivo financeiro à natalidade venha a representar um investimento anual próximo dos 200 mil euros, sendo que cerca de 100 mil euros serão indiretamente investidos no comércio local.

A Autarquia acredita que esta medida é suscetível de ter um impacto positivo na melhoria da qualidade de vida das famílias e das crianças, ao mesmo tempo que se criam condições para promoção da economia local.

FUNDAÇÃO CAIXA AGRÍCOLA DO NOROESTE PROMOVE DEBATE SOBRE QUALIDADE DE VIVA EM IDADE SÉNIOR

Colóquio “Meu Corpo, Meu Templo! Habitar, acolher e viver a idade Sénior” | 3 e 4 de Maio de 2019

Faz parte da linha estratégica da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste proporcionar à sociedade do Noroeste um melhor conhecimento e melhores serviços na qualidade de vida da população mais idosa.

MEU CORPO MEU TEMPLO (1).jpg

É neste sentido que o/a convidamos a juntar-se a nós, já nos próximos dias 3 e 4 de Maio.

Vamos refletir sobre (conforme cartaz e programa em anexo) os problemas e desafios associados aos Seniores: como viver mais anos e com mais qualidade de vida; como desenvolver uma mente sã num corpo são; a cura pela natureza, a música e a expressão corporal, …

A relevância destes colóquios avalia-se pela urgência de uma contínua formação e atualização dentro das gerontologia e geriatria, no campo do habitar. As grandes mutações demográficas e as novas exigências dos seniores, cada vez mais frágeis, obrigam todos os responsáveis a pensar e a agir. Assim surge o II Habitar, acolher e viver a idade Sénior, onde pretendemos contribuir, refletir e partilhar com práticas inovadoras e humanistas.

 São destinatários deste colóquio estudantes e profissionais, no âmbito da gerontologia e da geriatria, bem como responsáveis pela causa pública e pelo empreendedorismo nesta área.

Neste sentido convidámo-lo a juntar-se a nós nos próximos dias 3 e 4 de maio de 2019. A inscrição é obrigatória e poderá ser feita online https://forms.gleevdg1bdjkM4voiP77 – ou presencialmente nas instalações da FCAN.

VIZELA REALIZA GALA DO DESPORTO

Gala do Desporto 2018

Com o objetivo de homenagear o desporto do Concelho e promover o convívio entre os agentes desportivos, a Câmara Municipal de Vizela vai realizar mais uma edição da Gala do Desporto, relativa à época desportiva 2018.

A Gala do Desporto terá lugar no próximo dia 26 de abril, na Praça do Município, às 21.00h.

Esta festa do Desporto visa premiar todos aqueles que ao longo da sua vida e particularmente na época desportiva 2018, tiveram um papel preponderante nas diferentes modalidades e no desenvolvimento do Desporto no concelho de Vizela.

Esta homenagem ao Desporto do Concelho visa também promover o convívio entre os atletas do concelho e, simultaneamente, desenvolver medidas que recompensem e estimulem a sua atividade.